Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

21 de novembro de 2010

The Beatles - Discografia.

The Beatles foi uma banda de rock de Liverpool, Inglaterra, com suas raízes no final da década de 1950 e formada na década de 1960. Constituído principalmente por Paul McCartney (baixo, piano e vocais), John Lennon (guitarra e vocais), George Harrison (guitarra solo e vocais) e Ringo Starr (bateria e vocais), o grupo é reconhecido por ter liderado a “Invasão Britânica” nos Estados Unidos, no início dos anos 60. 

Embora inicialmente o estilo musical do grupo tenha sido influenciado pelo rock and roll e pelo skiffle de 1950, a banda explorou durante a carreira gêneros que vão de rock melódico à rock psicodélico. Os “garotos de Liverpool”, ou “Fab Four” – “quarteto fabuloso”, como eram chamados, obtiveram fama, popularidade e notoriedade até hoje inéditas para uma banda musical, e tornaram-se a banda de maior sucesso e de maior influência do século XX. Suas vestimentas, os cortes de cabelo, e sua crescente consciência social influenciaram a forma de ser dos jovens daquela geração; por causa disso, criou-se o termo beatlemania. Após a banda se separar em 1970, os quatro membros iniciaram carreiras solo de sucesso. 

Considerado o grupo musical mais bem-sucedido da história, sendo os seus membros aclamados por público e crítica, com mais de um 1,5 bilhão de álbuns vendidos em todo o mundo, e com vinte canções que atingiram o primeiro lugar nas paradas de sucesso apenas nos Estados Unidos da América, além de conseguirem ocupar em determinado momento os cinco primeiros lugares em meados de 1964 números recordes até os dias atuais, os Beatles influenciaram e influenciam bandas do mundo todo. Pela inventiva criatividade e originalidade em suas canções, John Lennon e Paul McCartney criaram a mais celebrada e famosa dupla musical de todo o planeta. 

Os Beatles incluíram em sua carreira feitos que influenciaram todas as gerações seguintes: foram os precursores da música indiana no pop/rock ocidental; foram a primeira banda a fazer vídeos musicais de suas canções, e o álbum Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band foi o primeiro do mundo a conter um encarte com fotos e letras de suas canções. Em 2003, a Rolling Stone americana classificou-o como o melhor álbum de todos os tempos e, em 2004, incluiu os Beatles em primeiro lugar na Lista dos Cem Maiores Artistas de Todos os Tempos. De acordo com essa mesma revista, a música inovadora e o impacto cultural dos Beatles ajudaram a definir a década de 1960, e sua influência cultural e pop ainda continua viva e intensa nos dias de hoje. 

Integrantes.

Paul McCartney (nascido James Paul McCartney em Liverpool, 18 de junho de 1942, tornado Sir James Paul McCartney quando condecorado com o OIB em 1997): compositor, baixista, pianista, cantor, percussionista, guitarrista (ocasionalmente) e baterista (ocasionalmente), membro de 1957 à 1970. McCartney é autor de músicas muito aclamadas dos Beatles. Desde a primeira música do primeiro disco Please Please Me, I Saw Her Standing There, passando por hinos históricos como Hey Jude, Let It Be, Eleanor Rigby, Yesterday entre outras, até a última música do último álbum dos Beatles, Let It Be, “Get Back”, além de idealizar muitas criações conceituais da banda como o álbum Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band. Formou, com Lennon, a dupla mais celebrada do rock and roll. 

John Lennon (nascido John Winston Lennon em Liverpool, 9 de outubro de 1940, tornado John Ono Lennon quando casado com a artista plástica Yoko Ono em 1969; foi assassinado em Nova Iorque, em 8 de dezembro de 1980, ao lado do Central Park): fundador do grupo e integrante dele de 1957 – quando ainda era o The Quarrymen – até 1970 (quando os integrantes se separaram antes da dissolução legal da justiça), compositor, cantor, multi-instrumentista tocando piano, guitarra, gaita, instrumentos de percussão, teclados (como clavioline, cravo, mellotron e órgão), baixo (ocasionalmente), violão, maracas, pandeiro (em canções dos álbuns Revolver e Magical Mystery Tour) e tape loops. Compôs alguns dos maiores sucessos dos Beatles, inclusive a canção All You Need Is Love, apresentada na primeira transmissão por satélite ao vivo do mundo e que ainda hoje é um hino para várias gerações. 

George Harrison (nascido em Liverpool, 25 de fevereiro de 1943, e morto de câncer em Los Angeles, em 29 de novembro de 2001): compositor, guitarrista solo, cantor, tocava sitar e outros instrumentos da Índia, percussionista, tocava teclado e sintetizador, membro de 1958 à 1970. Harrison tornou-se célebre por introduzir a música indiana no rock and roll, e produziu canções que com o tempo tornaram-se muito famosas: “While My Guitar Gently Weeps”, “Here Comes the Sun”, a balada “Something” e outras. Na década de 1970, Harrison desenvolveu uma carreira solo de grande sucesso, lançando álbuns aclamados pelo público e pela crítica. 

Ringo Starr (nascido Richard Starkey em Liverpool, 7 de julho de 1940): baterista, percussionista, cantor, compositor (ocasionalmente), membro de 1962 à 1970. Starr foi o último músico a entrar na banda. Depois de sair dela, ainda nos anos 70, construiu uma carreira solo de sucesso considerável. 

Quinto Beatle.

“Quinto Beatle” é um termo informal usado pelos fãs da banda e por vários comentaristas da imprensa ou de entretenimento, relacionado a pessoas que tiveram uma forte associação com o “quarteto de Liverpool”, com exceção de John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr. Foi e ainda é atribuído a: 

Stuart Sutcliffe, pelo seu papel no início do grupo como baixista;
Pete Best, baterista do grupo de 1960 a 1962; substituído por Ringo Starr;
Neil Aspinall, gerente dos Beatles de sua criação até 1963 e, em seguida, seu assistente pessoal. Foi ao leme da empresa Apple Corps de quase quarenta anos antes de aposentar em fevereiro de 2007, um ano antes da sua morte em março de 2008; 

Klaus Voormann, artista, amigo dos Beatles e designer das capas do Revolver e do The Beatles Anthology; 

Brian Epstein, descobridor do grupo e, em seguida, empresário dos Beatles até a sua morte em 1967; 

George Martin, patrono da gravadora Parlophone, uma divisão da EMI, que contrata os Beatles em 1962. Neste ano em diante, ele produziu quase todos os álbuns do grupo, e escreveu a maior parte dos acordos e instrumentação com os Beatles, tocando teclados com frequência. Ele continua, até hoje, produzindo álbuns póstumos, como a série The Beatles Anthology e a compilação Love; 

Jimmy Nicol, baterista que substituiu Ringo Starr quando ficou doente, para uma dezena de concertos durante a turnê australiana dos Beatles em junho de 1964; 

Derek Taylor, assessor de imprensa e confidente dos Beatles. George Harrison disse em 1988: “Só haviam dois ‘quinto beatle’: Neil Aspinall, e Derek Taylor”; 

Billy Preston, tecladista que participou da gravação do álbum Let It Be, e também em algumas faixas de Abbey Road (1969). 

História.

1957-62: Formação.

Em Março de 1957, empolgado com o skiffle que Lonnie Donegan popularizou com seus sons improvisados, John Lennon criou uma banda composta por colegas da escola Quarry Bank School — que incluía seu melhor amigo na época, Pete Shotton — primeiramente chamada de The Black Jacks, mas logo definida como The Quarrymen (em homenagem à escola). Inicialmente, sem contar os dois, a banda era composta por Eric Griffths (violão), Bill Smith (baixo improvisado) e Rod Davis (banjo). Em 6 de julho de 1957, Paul McCartney havia assistido uma apresentação da banda em uma festa na Igreja St. Peter e Ivan Vaughan, amigo de John Lennon e colega de classe de Paul, apresentou-lhe a Lennon; Paul foi convidado a ingressar na banda e, no mesmo ano, apresentou a Lennon a composição “I’ve Lost My Little Girl”. Em 6 de fevereiro de 1958, o jovem guitarrista George Harrison juntou-se à banda, apresentado por Paul que o teria conhecido por acaso num ônibus. Apesar da relutância inicial de Lennon pelo fato de Harrison ser três anos mais novo que ele (na época, com quinze anos), McCartney insistiu depois de uma demonstração de George e este terminou ingressando no grupo. Lennon e McCartney desempenharam a guitarra rítmica durante esse período e, após o baterista oficial do Quarryman Colin Hanton deixar a banda em 1959, depois de uma discussão com os outros membros, teve um alto negócio de bateristas. Stuart Sutcliffe, colega de Lennon numa escola de arte de Liverpool, aderiu ao baixo em Janeiro de 1960, a pedido do amigo. 

Como Paul e George estudavam no Instituto de Liverpool, não seria mais apropriado chamar a banda por Quarryman e, então, o grupo passou por uma progressão de nomes, incluindo “Johnny and The Moondogs e “Long John and The Beatles. Sutcliffe sugeriu o nome “The Beetles” como homenagem a Buddy Holly e The Crickets. Após uma turnê com Johnny Gentle na Escócia, a banda mudou seu nome para “The Beatles”. A primeira esposa de John, Cynthia Lennon, argumenta que o título “The Beatles” veio a John no Renshaw Hall bar, depois dele beber cerveja. Lennon, que era conhecido por dar diversas versões da história, ironizou num artigo da revista Mersey Beat de 1971 que teve uma visão onde “um homem, numa torta flamejante, disse: ‘Vocês são Beatles com A’. Durante uma entrevista em 2001, McCartney atribuiu a si o nome definitivo da banda, afirmando que “John tivera a idéia de nos chamar de ‘The Beetles’; eu disse: ‘por que não Beatles?; você sabe, como a batida do tambor. 

Em Maio de 1960, os então Silver Beetles realizaram uma turnê no norte da Escócia, com o cantor Johnny Gentle, a quem a banda havia conhecido uma hora antes de sua primeira apresentação.McCartney refere-se à viagem como uma grande experiência para a banda. Naquela época os Beatles não tinham um baterista fixo, assim, profissionais desse gênero tocavam para eles apenas em determinadas ocasiões. 

1960-62: Hamburgo, o Cavern Club e Brian Epstein.

Encontrando-se sem um baterista antes de seu próximo compromisso, em Hamburgo, Alemanha, o grupo convidou Pete Best para assumir a posição em 12 de agosto de 1960. Best tinha até então tocado com o grupo The Blackjacks no The Casbah Coffee Club — uma adega em Derby, Liverpool, onde os Beatles tocavam e visitavam algumas vezes — que pertencia à sua mãe Mona Best. Quatro dias após a entrada de Best, o grupo partiu para Hamburgo; lá, eram obrigados a se apresentarem seis ou sete horas por noite durante sete dias por semena e provavelmente estimulavam-se com bebidas e drogas. O repertório era de covers de rock’n’roll dos anos 1950, basicamente americanos. Em 21 de novembro de 1960, Harrison foi deportado por ter mentido às autoridades alemãs sobre sua idade. Após um incêndio acidental — envolvendo Paul e Pete — no quarto onde dormiam, a polícia os prendeu e os deportou em dezembro. John retornou para Liverpool com eles em meados de dezembro, sem dinheiro e triste. O grupo reuniu-se para uma performance em 17 de dezembro de 1960 no Casbah Club, com Chas Newby, músico que substituía Sutcliffe. Ele havia ficado em Hamburgo, com sua nova paixão – Astrid Kirchherr – que conheceu por lá; embora Sutcliffe tenha voltado a Liverpool no ano seguinte, em fevereiro, para visitar amigos e a família, retornou novamente para o território alemão duas semanas depois. Astrid mudou o corte de cabelo de Stuart e logo John, Paul e George adotaram penteados semelhantes, o que mais tarde se tornaria uma marca registrada da banda.Os Beatles retornaram à Hamburgo em abril de 1961, com apresentações no “Top Ten Club”. Enquanto tocavam nesse local, foram recrutados pelo músico Tony Sheridan à agirem como sua banda de apoio em suas apresentações na Alemanha e numa série de gravações para a Polydor Records Alemã, produzidas pelo famoso Bert Kaempfert. Paul afirmou posteriormente que o grupo chamava Sheridan de “o professor”; foram as primeiras gravações dos Beatles. Mais tarde, Tony foi premiado com o disco de ouro pela vendagem acima de um milhão de cópias do LP Tony Sheridan and The Beatles. Quando o grupo retornou à Liverpool, Sutcliffe permaneceu em Hamburgo, mais uma vez, com Kirchherr. McCartney assumiu as funções de baixista. 

Retornando à Liverpool, o grupo realizou sua primeira aparição no famoso The Cavern Club, numa terça-feira de 21 de fevereiro de 1961. A banda se apresentou 292 vezes no Cavern Club entre 1961 e 1963. Em 9 de novembro de 1961, Brian Epstein, dono da loja de música North End Music Store (NEMS) na Great Charlotte Street, viu o grupo pela primeira vez no clube. Intrigado com o som da banda, e maravilhado com seu carisma (sobretudo o de John), Epstein decidiu empresariá-los. 

Em uma reunião com os Beatles na NEMS, em 10 de dezembro de 1961, Epstein propôs a idéia de gestão da banda. Os Beatles assinaram um contrato de cinco anos com Epstein em 24 de janeiro de 1962 e ele tornou-se empresário oficial deles. Com Brian Epstein como empresário do grupo, o primeiro passo foi mudar a imagem dos integrantes, substituindo as roupas de couro por algo mais formal. Epstein conduziu a procura dos Beatles na Inglaterra em encontrar um contrato de gravação. Ele era gerente do departamento de gravações da NEMS, ramo que seu avô deixou de herança, uma loja de instrumentos musicais, discos de música, entre outras coisas. Nessa época, ele apostou no status da NEMS como uma importante distribuidora para obter acesso à empresas de gravações e à produtores executivos. O executivo Dick Rowe da agora famosa troca Decca Records A&R respondeu-lhe na época que “bandas com guitarras estão fora de moda, Sr. Epstein”. 

Enquanto Epstein negociava com a Decca, ele também abordou o executivo de marketing Ron White, da EMI. White, que não desempenhava funções de produtor musical na gravadora, por sua vez contatou os produtores Norrie Paramor, Walter Ridley e Norman Newell (todos da EMI) e todos os três negaram produzirem gravações dos Beatles. Contudo, White não havia abordado o quarto produtor da EMI, e também administrador — George Martin — que estava de férias na época. Os Beatles voltaram à Hamburgo a partir de 13 de abril à 31 de maio de 1962, onde fizeram uma apresentação de abertura no The Star Club. Após a chegada, foram informados que Stuart Sutcliffe estava morto devido uma hemorragia cerebral. 

1962: Contrato de gravação e Ringo Starr.

Ainda abalados com a morte de Stuart e sem perspectivas de progresso profissional, os Beatles continuaram a fazer shows em Hamburgo e Liverpool, mas visivelmente desanimados. Enquanto isso, depois de não conseguir impressionar a Decca Records, Epstein foi para a loja HMV na Rua Oxford, em Londres, e transformou os teipes que havia utilizado na Decca em um disco. Epstein conseguiu encontrar com George Martin da Parlophone (subsidiária da EMI) e levou o material. Martin, interessado no som da banda e, segundo o próprio, “considerado um produtor rebelde e independente à época, aceitou uma audição. A banda então assinou um contrato de um ano renovável com a EMI. A primeira sessão de gravação dos Beatles na EMI com Martin foi marcada no dia 6 de junho de 1962, no famoso Abbey Road Studios, no norte de Londres. Musicalmente, George Martin não se impressionou com os Beatles, mas a personalidade dos integrantes lhe agradou. George Martin concluiu que a banda tinha um talento cru e muito humor, e que poderiam melhorar musicalmente. 

Martin resolveu contratá-los, mas teve um problema com Pete Best, considerando-o, na época, “fraco”. Martin sugeriu à Epstein, particularmente, que utilizassem outro baterista nos estúdios em vez dele. Assim, a conclusão foi que Martin contrataria um baterista para as gravações, enquanto Brian poderia usar Pete Best nas apresentações. Isso ocorreu, principalmente, pelo fato de que os fãs dos Beatles na época não poderiam suportar vê-los sem Best. Os três membros - fundadores da banda–George, Paul e John–pediram à Brian que ele demitisse Pete Best, e ele foi demitido. No dia 16 de agosto de 1962, Pete chega ao escritório de Brian, e esse lhe diz: “George [Martin] não quer você no grupo”, o que deixa Neil Aspinall–motorista nas excursões da banda–furioso. A partir disso, o grupo começou a cogitar alguns nomes para assumir a função de baterista. Entre esses nomes, estavam o de Johnny Hutchinson, que recusou por ser amigo de Pete. A grande esperança deles foi convidar Richard Starkey – conhecido como Ringo Starr–que já era baterista da famosa Rory Storm and the Hurricanes, e que também já havia tocado com os Beatles em algumas apresentações de Hamburgo. Em 19 de agosto, três dias após a demissão de Pete, Ringo, definitivamente como baterista, tocou com os Beatles no Cavern; a apresentação gerou confusão, pois o público repudiou a nova formação, e chegaram a gritar “Pete para sempre, Ringo nunca!”, e “queremos o Pete!”; Harrison teria sido agredido nessa apresentação. 

O Abbey Road Studios lateralmente, focando o estacionamento, em 2007: com o “Please Please Me”, lançado em 22 de março de 1963 e gravado entre 11 de setembro de 1962 à 11 de fevereiro de 1963, a banda gravou profissionalmente pela primeira vez neste prédio. 

A primeira gravação dos Beatles com Lennon, McCartney, Harrison e Starr juntos aconteceu em 15 de outubro de 1960, na demonstração de uma série de gravações registradas particularmente em Hamburgo, onde atuaram simultaneamente como grupo de apoio da cantora Lu Walter. Starr tocou com os Beatles em sua segunda sessão de gravação na EMI, em 4 de setembro de 1962, e Martin “alugou” o baterista Andy White – que já havia tocado com Bill Halley em 1957, apresentação que Paul assistiu em Liverpool para tocar na próxima sessão, no dia 11 de setembro. A única apresentação realizada por White foi nas canções “Love Me Do” e “P.S. I Love You”, incluídas no primeiro álbum da banda. Nessa sessão, produzida por Ron Richards, Ringo tocou pandeiro ou outro instrumento de percussão quando a função de baterista era desenvolvida por Andy. 

A primeira sessão dos Beatles na EMI de Londres, em 6 de junho de 1962, não rendeu uma gravação digna de lançamento, mas as sessões de setembro produziram o hit “Love Me Do”, compacto que, certo tempo depois do mesmo ano, alcançou o primeiro lugar na lista dos vinte melhores da revista Mersey Beat (em 18 de outubro) e entrou na lista dos vinte compactos mais vendidos da revista Billboard (em 1 de dezembro). 

1962-63: Fama no Reino Unido.

Em 26 de novembro de 1962, a banda gravou seu segundo som, “Please Please Me” (não confundir com o álbum homônimo), que atingiu o primeiro lugar na Inglaterra no início de 1963. Com o lançamento da canção “Love Me Do” em outubro de 1962, os Beatles apareceram pela primeira vez na televisão, no programa People and Places, transmitida ao vivo em Manchester, na TV Granada, em 17 de outubro de 1962. A crescente histeria que a banda começou a criar nesta época, principalmente em jovens do sexo feminino, ficou conhecida como “Beatlemania”. 

Em 4 de novembro de 1963, os Beatles apresentaram-se no Royal Variety Performance, em Londres, na presença da família real britânica e, consequentemente, da rainha Isabel II do Reino Unido. Nessa apresentação, John teria dito: “Para a próxima música vamos pedir ajuda da plateia. As pessoas que estão nos lugares baratos, aplaudam. O resto pode chacoalhar as joias. Mais tarde, gravaram seu segundo álbum, With the Beatles, que acabou com a hegemonia de trinta semanas de Please Please Me no primeiro lugar das paradas britânicas. 

A banda também começou a ser notada por críticos musicais sérios. Em 23 de dezembro de 1963, o crítico musical William Mann, do The Times, publicou uma resenha descrevendo algumas teorias musicais a respeito de canções como “Till There Was You” e “I Want to Hold Your Hand. A respeito do álbum With the Beatles, Mann, em 27 de dezembro de 1963, destacou a estrutura harmônica da canção “Not a Second Time”, como sendo “também típica nas canções de andamento mais rápido dos Beatles, e ficamos com a impressão que pensam simultaneamente em harmonia e melodia, tal a firmeza com que as sétimas e nonas maiores e sobre dominantes estão incorporadas nas canções, tal a naturalidade da cadência no fim de Not a Second Time (a sequência que conclui a Das Lied von der Erde, de Gustav Mahler. Contudo, os Beatles não tinham conhecimento profundo de teoria musical na época e a resenha de Mann transformou - se em parte do mito da banda, principalmente pelo termo “cadências eólicas” que Lennon, em 1980, comentou: “até hoje não sei o que elas são. Parecem aves exóticas. 

1963-64: Sucesso Americano.

Embora a banda experimentasse uma popularidade enorme nas paradas britânicas no início de 1963, a gravadora norte-americana Capitol Records, subsidiária da EMI (em que o grupo estava contratado), negou produzir os compactos “Please Please Me” e “From Me to You”, primeiro sucesso do grupo que alcançou primeiro lugar no Reino Unido. Se a produção acontecesse de primeiro momento, o grupo inglês arriscaria, na mesma época, sucesso nos EUA. A Vee-Jay Records, uma pequena gravadora de Chicago, Estados Unidos, lançou esses singles como parte de um negócio para os direitos de outro intérprete. Art Roberts, diretor musical da estação de rádio World’s Largest Store (WLS) de Chicago, incluiu “Please Please Me” na rádio em Fevereiro de 1963, provavelmente a primeira vez que foi ouvida uma canção dos Beatles no território americano, embora isso seja discutido; os direitos do Vee-Jay aos Beatles foram cancelados mais tarde por não - pagamento de royalty. 

Em Agosto de 1963, a Swan Records lançou “She Loves You”, que também não foi executada nas rádios. Em 3 de janeiro de 1964, Jack Paar mostrou em seu programa uma apresentação de “She Loves You” gravada ao vivo na Inglaterra: foi a primeira aparição dos Beatles na televisão americana. Embora tivessem feito sucesso rapidamente na Inglaterra e sido igualmente bem sucedidos em alguns países europeus, os Beatles ainda não tinham conquistado o mercado norte-americano. Pensando em conquistar os Estados Unidos, Brian Epstein, no começo de Novembro de 1963, procurou o presidente da gravadora Capitol Records para lançar um single com a canção “I Want To Hold Your Hand”, e conseguiu firmar um contrato com um popular apresentador de televisão americano, Ed Sullivan, para que os Beatles fossem até lá se apresentarem em seu programa. Antes da Capitol, como já foi citado, algumas gravadoras já haviam lançado discos dos Beatles naquele país, como a Vee-Jay e a Swan, mas nenhum sucesso tinha sido obtido. Embora não houvesse grandes expectativas pela Capitol em relação aos Beatles, a CBS (canal de televisão americano) apresentou um documentário de cinco minutos sobre o fenômeno da beatlemania na Inglaterra, no programa CBS Evening News. A primeira demonstração desse pequeno documentário seria mostrada de manhã no CBS Morning News em 22 de novembro e uma reprise passaria na tarde do mesmo dia no CBS Evening News, mas a transmissão foi cancelada por conta do assassinato de John F. Kennedy naquele dia. 

Diversas estações de rádio nova-iorquinas já começavam a tocar “I Want to Hold Your Hand” na sua programação. A resposta positiva para a gravação que havia começado em Washington duplicou em Nova Iorque e rapidamente se espalhou à outros mercados. A gravação vendeu um milhão de cópias em apenas dez dias, e a revista Cashbox certificou-a em número um. Era o momento dos Beatles irem aos Estados Unidos. 

No começo de 1964, a Capitol decidiu fazer valer a pena os direitos que detinha do grupo nos Estados Unidos para coincidir com a primeira excursão da banda à América. Brian Epstein foi um dos grandes responsáveis pela data marcante. Indo à Nova Iorque, elaborou com a Capitol uma mídia enorme: foram colocados seis milhões de cartazes pelas ruas dos EUA com mensagens do tipo “Os Beatles Vem Aí”; todos os discotecários das rádios receberam discos dos Beatles; e foram distribuídos um milhão de jornais com quatro páginas contando a carreira do grupo. Essa elaboração de expectativa de que um grande grupo estaria vindo em direção foi a mais importante viagem na carreira dos quatro integrantes, como veremos a seguir. 

1964-66: A Beatlemania atravessa o atlântico.

Em 7 de fevereiro de 1964, uma multidão de quatro mil fãs ingleses no Aeroporto Heathrow acenou para os “garotos de Liverpool”, que partiam pela primeira vez aos Estados Unidos como um grupo. Estavam acompanhados por fotógrafos, jornalistas (incluindo Maureen Cleave, que realizou entrevistas com diversas personalidades famosas), e pelo produtor musical Phil Spector, que se tinha registrado no mesmo vôo. Quando o vôo 101 da PanAm tocou o solo do recém-nomeado Aeroporto JFK em Nova York, à 13:20 da tarde do dia 7 de fevereiro de 1964, uma grande multidão de pessoas se aglomeraram no local. Os Beatles foram saudados por cerca de três mil pessoas (estima-se que o aeroporto nunca tenha experimentado tal número) Após uma coletiva de imprensa, os Beatles partiram em limusines para a Nova Iorque. No caminho, McCartney ouviu o seguinte comentário corrente numa rádio local: “Eles [The Beatles] acabaram de deixar o aeroporto e estão próximos de Nova Iorque. Quando alcançaram o Plaza Hotel, foram recepcionados por diversos fãs – a maioria garotas – e repórteres. Harrison teve uma febre de 39 °C no dia seguinte e teve que permanecer em repouso, de modo que Neil Aspinall o substituiu no primeiro ensaio da banda para a aparição deles no The Ed Sullivan Show. A persuasão de Epstein havia dado certo. 

Os Beatles quando chegaram no Aeroporto JFK, na Cidade de Nova Iorque, em 7 de fevereiro de 1964: essa primeira visita dos Beatles aos Estados Unidos é um dos momentos fundamentais da história da banda e, mais amplamente, do rock mundial. 

Os Beatles fizeram sua primeira aparição ao vivo na televisão americana no The Ed Sullivan Show, em 9 de fevereiro de 1964. Aproximadamente 74 milhões de telespectadores – cerca da metade da população americana – assistiu o grupo tocar no programa. Na manhã seguinte, muitos jornais escreveram que The Beatles não era nada mais do que uma “moda passageira, e que não levariam sua música por todo o Atlântico. Em 11 de fevereiro de 1964, fizeram seu primeiro concerto ao vivo nos Estados Unidos, no Washington Coliseum, em Washington, D.C.. Se a apresentação no London Palladium é considerada como o início da histeria em torno dos Beatles na Inglaterra, nos Estados Unidos esta beatlemania tomou proporções ainda maiores desde a primeira ida do conjunto em terras norte-americanas. 

Acredita-se que essa primeira visita dos Beatles aos Estados Unidos é um dos momentos fundamentais da história da banda e, mais amplamente, do rock mundial. 

A importância dessa visita é analisada por diversos ângulos através de muitos fatores, como, por exemplo, o fato de que, desde a década de 1960, os Estados Unidos já eram o maior mercado consumidor de discos do mundo; para Epstein e para o grupo, seria um prestígio começar a ser conhecido e bem vendido por lá, como era e ainda é natural nos dias de hoje. O sucesso de diversas bandas inglesas e europeias – U2, Oasis, Cranberries – é tido como resultado em grande parte devido à carreira dos Beatles e, particularmente, à sua estadia nos EUA. 

Depois do sucesso de 1964, as gravadoras Vee-Jay e Swan aproveitaram os direitos que detinham das primeiras gravações do grupo e decidiram reeditá-las; todas as canções atingiram o top dez desta vez (a MGM e a Atco também garantiram os direitos das primeiras gravações dos Beatles com o já citado Tony Sheridan e também tiveram hits menores, como “My Bonnie Lies over the Ocean” e “Ain’t She Sweet”, esta última com a voz de Lennon). Além de Introducing… The Beatles, primeiro LP da banda no mercado americano, a Vee-Jay também editou, em 1 de outubro de 1964, o The Beatles Versus The Four Seasons, um relançamento duplo do Introducing… The Beatles com outra capa, sendo que o lado B continha canções do grupo americano The Four Seasons. Através da sofreguidão da Vee-Jay em faturar em cima da recém iniciada beatlemania na América, lançou-se outros discos, como o Songs, pictures and stories of the fabulous Beatles, que foi lançado duas semanas após o disco duplo com The Four Seasons, e que nada mais era do que o quarto reingresso de Introducing The Beatles no mercado americano. “I Saw Her Standing There” foi editada como o lado B do disco da América I Want to Hold Your Hand , e também foi incluída no álbum Meet The Beatles, da Capitol. As faixas “She Loves You” e “I’ll Get You” da Swan foram editados em 10 de abril de 1964, no LP The Beatles’ Second Album, da Capitol. O Second Album vendeu 250 mil cópias no primeiro dia de lançamento nos EUA. A Swan também editou uma versão alemã da “febre” “She Loves You”, chamada “Sie Liebt Dich” e que está presente em stereo no álbum Rarities, da Capitol. 

Em meados de 1964 a banda, em todo seu auge, iniciou suas primeiras aparições fora da Europa e da América do Norte, viajando para a Austrália, Escandinávia e Holanda; Ringo foi vítima de uma faringite e, hospitalizado, não pôde partir para o primeiro destino deles, o território australiano. Starr foi substituído temporariamente pelo baterista Jimmy Nicol, à convite de George Martin que, inclusive, estava lucrando juntamente com a banda desde o primeiro momento em que assinaram contrato na distante Liverpool. A estranha reação do público diante de uma figura diferente assumindo a bateria durou pouco, pois Ringo regressou com o tempo e eles partiram para a Nova Zelândia em 21 de junho de 1964. Antes da volta do baterista, em Adelaide, Austrália Meridional, os Beatles foram recepcionados por cerca de trezentas mil pessoas no Adelaide Town Hall (isso evidencia o estrondo que a banda já vinha fazendo por diversos países). 

Em 6 de junho de 1964, o filme que se tornaria um clássico cult, sendo considerado por alguns como o grande precursor da ideia dos vídeos musicais. A Hard Day’s Night (Os Reis do Iê, Iê, Iê no Brasil) – foi lançado no Reino Unido, sendo o primeiro a estrelar a banda. Dirigido por Richard Lester, o filme é sobre os quatro membros que tentam, em território londrino, tocar em um programa de televisão. Lançado no auge da beatlemania, inclusive focando-a na maior parte das cenas, embora sem transformá-las em um documentário, o filme foi bem recebido pela crítica e continua a ser um dos mais influentes no que se diz respeito à música. Em paralelo, o álbum A Hard Day’s Night, lançado no mesmo ano, foi o primeiro do grupo a trazer só composições de Lennon/McCartney e serviu como trilha sonora para o filme. Em novembro, lançaram o compacto “I Feel Fine” e no mês seguinte o grupo lançou seu quarto álbum: Beatles for Sale. 

Em Junho de 1965, Vossa Majestade Isabel II do Reino Unido condecorou os Beatles como Membros da Ordem do Império Britânico. O grupo foi nomeado pelo primeiro-ministro Harold Wilson, que também havia sido deputado em Huyton, Liverpool. A nomeação estimulou alguns conservadores do MBE – primeiramente militares veteranos e líderes cívicos – à devolverem suas próprias insígnias como protesto. Em Julho do mesmo ano, o segundo filme estrelando os Beatles, Help!, foi lançado. O filme acompanhou o lançamento do álbum homônimo, que serviu como trilha sonora. Em 15 de agosto de 1965, os Beatles fizeram o primeiro concerto da história do rock and roll num estádio aberto, ao se apresentarem no estádio de beisebol Shea Stadium, Nova Iorque, para uma multidão formada por 55.600 pessoas. O evento obteve uma grande notoriedade e contou com os requintes de mídia disponíveis à época e a disposição de Epstein era fazer um evento grandioso, digno de filmagens e especiais de televisão nos EUA e Inglaterra. Chamados ao palco pelo já conhecido Ed Sullivan, o quarteto ampliou ainda mais seu sucesso nacional e internacional e o evento é tido como percursor: Cláudio Teran, articulista da Internet sobre os Beatles, diz o seguinte num texto sobre a data: “Sempre que um garoto for a um estádio de futebol, ou basebol para assistir ao show de uma grande banda de Rock and Roll, precisará saber que aquilo um dia começou com a ousadia dos Beatles em encarar um desafio que modificaria para sempre até o padrão técnico de sonorização de grandes ambientes pelo mundo afora. Quanto à ousadia e técnica de sonorização, Teran quer dizer sobre o fato de que os conjuntos de equipamentos que seriam necessários para o concerto acontecer e para a mídia filmar eram muito pesados e exigiriam grande esforço. Além disso, o sistema de iluminação, assim como o de áudio, favorecia menos facilidade do que os de hoje em dia; no entanto, as imagens que se tem registradas foram bem realizadas. 

O sexto álbum da banda, Rubber Soul, realizado no começo de dezembro de 1965, foi recepcionado como um grande salto do grupo para a complexidade e maturidade em sua estrutura musical, por conter em suas canções letras e melodias mais elaboradas. O lançamento dos compactos “Day Tripper” e “We Can Work It Out” juntamente com o sexto álbum repetiram o sucesso grandioso que o grupo mantinha desde 1963: foram aos primeiros lugares nas paradas britânicas e americanas; segundo estimativas, venderam cinco milhões do álbum e quatro milhões do compacto. 

1966: Chicotadas e controvérsia.

O ano de 1966 é visto como a data em que a banda determinou o que seria até seu final, em 1970 Nessa época, o mundo já não era mais o mesmo e o grande responsável por essa mudança foram os Beatles. Entre os acontecimentos mais destacados, estão a recepção dos anglicanos frente ao Papa em Roma, a liderança de Martin Luther King na marcha pelos direitos civis nos Estados Unidos, e o bombardeio da Força Aérea Americana em Hanói, capital do Vietnam do Norte Pelo outro lado do planeta, a ciência se desenvolvia na chegada da espaçonave soviética à Vênus (primeira nave terrestre a pousar noutro planeta) e, na China, a proclamação da “Revolução Cultural”, que promoveu expurgos e perseguiu intelectuais. Há quarenta anos, essa agitação pelo mundo não se apresentou de forma menor nos quatro membros dos Beatles: Lennon, McCartney, Harrison e Starr. 

Férias, casamento e prêmios: Nos três primeiros meses de 1966 a banda tirou férias, após desistirem da ideia de lançar um novo filme em cima de A Talent For Loving, cujo roteiro seria de Richard Condon. Nesses meses, tiveram encontros em festas com os músicos Mick Jagger e Brian Jones dos Rolling Stones, e compareceram na estreia do filme Alfie, cuja estrela era Jane Asher, namorada, na época, de Paul. John e Ringo não compareceram ao casamento de George em 21 de janeiro porque viajavam para fins de semana no Caribe e na Suíça; George e a modelo Patricia Anne Boyd embarcaram para uma lua de mel em Barbados, nas Bahamas. Enquanto isso, os Beatles obtiveram naquele ano dez indicações ao Grammy e, embora existissem restrições do regime político na Polônia, as canções da banda começavam a ingressar intensamente nas rádios deste país. 

Entrevista com Cleave, e a “Capa do Açougue”: Em março, os Beatles foram convidados a uma entrevista com a jornalista Maureen Cleave, do jornal britânico “London Evening Standart”. Nesta entrevista, John declarou com tom crítico a seguinte frase: “O cristianismo vai acabar. Vai se dissipar e depois sucumbir. Nem preciso discutir isso. Estou certo, e o tempo vai provar. Atualmente somos mais populares que Jesus Cristo. A declaração não causou nenhuma polêmica na Inglaterra. Depois, a banda posou para uma sessão com o fotógrafo Bob Whitaker, que produziu fotos com matizes surrealistas. Uma dessas fotografias foi utilizada na capa do próximo álbum Yesterday and Today, que ficou cinco semanas em primeiro lugar vendendo um milhão e meio de disco e só editado nos EUA, onde o quarteto está vestido com jalecos brancos e segura bonecas despedaçadas junto a pedaços de carne. O disco, referido frequentemente como “a capa do açougue” gerou polêmica nos Estados Unidos: algumas pessoas atribuíram à foto uma mensagem cifrada ou algo contra a Guerra do Vietnam, outros acharam que era uma crítica ao desmembramento dos álbuns originais dos Beatles na América. A Capitol recolheu os discos e substituiu as 750 mil capas prensadas. 

Após estes problemas com a “capa do açougue”, o grupo iniciou sua turnê mundial de 1966 por cinco países, entre eles Alemanha, Japão, Filipinas, Estados Unidos e Canadá. 

Humilhação nas Filipinas e prêmios na Inglaterra: Embora as Filipinas estivessem sob a ditadura de Ferdinando Marcos, na capital Manilha os Beatles foram recepcionados por cinquenta mil fãs que se aglomeraram no aeroporto. A polícia filipina os separaram de Epstein e apreendeu sua bagagem, que continua maconha: isto provocou problemas com as autoridades locais. Epstein obteve controle e, no dia seguinte, deram dois concertos no estádio superlotado Rizal Memorial Football Stadium. Após as apresentações, a primeira-dama Imelda Marcos organizou uma recepção no Palácio presidencial para trezentos filhos de oficiais da alta patente do exército daquele país e gostaria de apresentá-los ao grupo. O não comparecimento à recepção promoveu consequências inesquecíveis. No dia seguinte, jornais filipinos traziam manchetes com expressões do tipo “Imelda plantada” (The Manila Times), destacando que os Beatles haviam esnobado a primeira-dama. Por causa desses acontecimentos, Epstein tentou esclarecer o mal-entendido numa coletiva, mas a transmissão sofreu interrupções técnicas. Starr lembraria anos mais tarde que o tratamento dos empregados no hotel tornaram-se mais frios depois do ocorrido e que havia ameaças de bombardeios onde os Beatles estavam hospedados. O grupo foi abordado pelo responsável do Escritório de Rendas Internas que disse que os Beatles não deixariam o país até pagarem os impostos que não haviam dado desde a chegada; Epstein pagou US$ dezoito mil. Os quatro membros fizeram a pé a caminhada até o avião e aproximadamente trezentos pessoas aguardavam a banda no aeroporto; na despedida, foram cuspidos, empurrados e agredidos; a renda que conseguiram nos dois concertos foi confiscada; após quarenta minutos de confusão, decolaram. 

De volta à Inglaterra, eufórica pela conquista da Copa do Mundo de Futebol de 1966, o grupo presenciou boas notícias, como os três troféus Ivor Novello – premiação máxima da música inglesa – que receberam por “We Can Work It Out” e “Help!” como primeiro e segundo compacto mais vendido na Inglaterra em 1965, e por “Yesterday” como a canção mais executada do ano. Artistas como Connie Francis, Johnny Mathis, Bob Goldsboro, Cliff Richard, David McCallum, as duplas Jan and Dean e Peter and Gordon interpretavam diversas canções da dupla Lennon/McCartney. Contudo, as notícias da América eram preocupantes. 

Presley, Dylan e o “Somos mais populares que Jesus Cristo“: A revista DateBook divulgava a entrevista que Lennon concedeu a Cleave destacando a frase “Somos mais populares que Jesus. Fundamentalistas cristãos se indignaram com a frase de Lennon e protestaram. Uma rádio em Birmingham, Alabama, organizou um boicote a execução das canções dos Beatles, e um ato onde os discos da banda foram queimados publicamente em uma fogueira. Rapidamente diversas estações de rádio americanas recusavam-se a tocar canções dos Beatles em suas programações e, na África do Sul, houve a banição de canções do grupo em suas estações de rádio por cinco anos. Houve inclusive a manifestação de Papa Paulo VI e do governo fascista de Francisco Franco, que criticaram a postura do grupo. 

Elvis Presley desaprovou o ativismo anti - guerra e a legalização das drogas que os Beatles vinham afirmando e mais tarde pediu ao então presidente Richard Nixon que ele proibisse a entrada dos quatro membros nos Estados Unidos. Peter Guralnick escreve que “Os Beatles, segundo Elvis, [...] eram antiamericanos. Eles vinham para os EUA, faziam fortuna, e voltavam para a Inglaterra. E diziam coisas antiamericanas quando se encontravam por lá. Guralnick adiciona: “Elvis acreditava que os Beatles lançaram bases para muitos dos problemas que estávamos tendo com os jovens e suas aparências imundas, bases essas encontradas na música sugestiva deles que ao mesmo tempo divertia o país durante o início dos anos 60 e meados. Apesar das observações de Presley, em geral os Beatles o admiravam; Lennon, por exemplo, tinha sentimentos positivos para com ele: “Antes de Elvis, nada existia. Em contraste, o renomado Bob Dylan reconhecia a contribuição dos Beatles, e afirmou: “A América deve construir estátuas dos Beatles. Eles ajudaram a trazer de volta o orgulho do país 

1966-69: Anos de estúdio e espiritualidade.

Mais maduros, musical e pessoalmente, os Beatles dedicaram-se na gravação do Revolver, em que, em cada gravador – num total cinco equipamentos pesados que haviam sido levados ao estúdio 3 da Abbey Road Studios – um técnico operava e o outro segurava com um lápis a extremidade de laço feito pelas pontas das fitas emendadas; o resultado foi uma mistura de rock psicodélico, balada, R&B, soul e world music. Os Beatles haviam realizado seu último concerto no Monster Park, São Francisco, em 29 de agosto, 1966. Este foi o último concerto da banda onde o público pagava ingresso. Sua última apresentação foi nos telhados da Apple, onde o público não pagou nada; leia sobre na próxima sub - seção. A partir de então, a banda concentrou-se apenas em gravações. Foram os momentos mais criativos do grupo. Menos de sete meses após o Revolver, os Beatles voltaram ao Abbey Road em 24 de novembro para começar a produzir seu oitavo e mais aclamado álbum, Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band, que os ocupou durante 129 sessões e foi lançado em 1 de junho de 1967. 

Outro feito que popularizou o grupo – que caminhava rumo seu final – surgiu em um segmento no programa Our World, o primeiro programa do mundo ao vivo a transmitir, via satélite, imagens para o mundo inteiro. Os Beatles foram transmitidos diretamente do Abbey Road Studios e a nova canção, “All You Need Is Love”, escrita por Lennon, foi gravada ao vivo durante a apresentação, embora eles tivessem preparado antecipadamente – num período de cinco dias – as gravações e a mixagem antes da transmissão A canção trazia uma mensagem de paz nos tempos da Guerra do Vietnã. Os Beatles convidaram vários amigos para participarem do evento, cantando o coro da canção – Mick Jagger, Eric Clapton, Marianne Faithfull, Keith Moon e Graham Nash. O programa foi visto por cerca de 350 milhões de pessoas em 26 países. 

Poste de entrada do Strawberry Fields com várias mensagens, em Liverpool: Lennon brincava pelo local quando criança e, mais tarde, essa recordação serviu de inspiração para a canção Strawberry Fields Forever. O grande portão de aço vermelho virou ponto turístico de Liverpool. 

Em novembro e dezembro de 1966, e até janeiro de 1967, os Beatles gravaram dois compactos durante as sessões do Sgt. Pepper: “Strawberry Fields Forever” e “Penny Lane”, mas elas acabaram não entrando no álbum. A “Strawberry…”, escrita por Lennon, – embora creditada à Lennon/McCartney – diz respeito a um orfanato patrocinado pelo Exército de Salvação Inglês, chamado “Strawberry Fields Children’s home”, que se localizava perto da casa de John em Woolton, Liverpool, número 25 da Avenida Beaconsfield, e onde ele pulava o muro e brincava durante a infância no espaço arborizado, com os amigos Pete Shotton, Nigel Whalley, e Ivan Vaughan. Ele começou a escrevê-la em finais de 1966, em Almeria, Espanha, durante as filmagens de How I Won the War, de Richard Lester, o mesmo diretor de A Hard Day’s Night. A Tia Mimi sempre levava John a festivais de verão que aconteciam no orfanato de Strawberry Fields. O orfanato original, contruído nos anos 1950, acabou sendo demolido e, depois, reconstruído: o que sobrou do original foi o portão vermelho de aço, ponto bem famoso de Liverpool. Além dos festivais de verão continuarem acontecendo anualmente, em 1984 Yoko Ono e Sean Lennon visitaram o local e desde então contribuem para sua melhoria. Tecnicamente, a estrutura desta canção é escrita com uma chave de Si bemol maior. Ela começa com uma introdução de mellotron – escrita e desempenhada por McCartney – e depois continua no refrão. Depois de um curto silêncio dos instrumentos, a canção volta para “tenebrosos” sons distintos com notas dissonantes, espalhadas com a bateria, e depois Lennon diz: “cranberry sauce”, ou seja, doce de oxicoco. Nessa mesma canção, John diz: “Eu enterrei Paul” e a canção foi incluída na lista de itens que reúnem fatos onde os Beatles queriam mostrar que Paul estava morto e que outro cantor o substituía (Para mais informações, veja Boato da morte de Paul McCartney.) A recepção da canção foi satisfatória: atingiu o oitavo lugar na parada dos EUA, onde numerosos críticos a consideraram a melhor canção do grupo e, em 2004, foi posta em 74ª na Lista dos 500 Maiores Sons de Todos os Tempos, da Rolling Stone americana. 

Vista da Penny Lane, em Liverpool: os Beatles frequentavam o local diversas vezes e, mais tarde, essas rescordações fizeram Paul produzir Penny Lane. Repare na placa da rua, no canto esquerdo, como ela traz diversas mensagens, possivelmente criadas por fãs da banda. 

Em contraste com “Strawberry…”, onde Lennon inspirou-se em recordações do passado, “Penny Lane”, escrita por Paul – embora igualmente creditada à Lennon/McCartney –, que traz melodia e ritmo menos “tenebrosos” que a anterior, também faz menção à recordações de McCartney: o cruzamento de cinco ruas formando uma rótula de trânsito – roundabout, como dizem os ingleses – em Liverpool, chamado “Penny Lane Roundabout”, é uma área, hoje muito famosa por causa da canção, onde John e George nasceram perto e, consecutivamente, onde os Beatles frequentavam muito. A primeira mulher de John, Cynthia Lennon, tinha um apartamento em Penny Lane e trabalhava na loja Woolworth, a uma quadra dali. Durante muito tempo, quase diariamente, a prefeitura local precisava trocar as placas da rua, pois, por virar ponto turístico, os fãs da banda a retiravam e levavam consigo ou, em outros casos, rabiscavam; agora as placas de Penny Lane foram abolidas e o nome passou a ser pintado diretamente nas paredes dos prédios da rua. Na letra da canção, é como se Paul fosse o guia - turístico de uma excursão para o local: ele refere-se, por exemplo, a um “barbeiro mostrando fotografias de cada cabeça que teve o prazer de conhecer” – há um edifício branco numa das esquinas da rua, chamado Tony Slavin, que era o local onde Mr. Bioletti, o barbeiro, trabalhava e onde a barbearia funcionava – e a outros pontos da cidade; Paul diz na canção: “Penny Lane está em meus ouvidos e em meus olhos”. Ao contrário do vídeo promocional de “Strawberry…”, o qual o grupo gravou em outro local que não o orfanato, o vídeo musical de “Penny Lane” foi filmado na própria Penny Lane. Entre os instrumentos usados no som, destacam-se a conga, o flautim e os pianos, ao todo quatro. A canção também obteve uma recepção satisfatória: alcançou o primeiro lugar na Billboard Hot 100 por uma semana e, em 2004, foi incluída pela Rolling Stone americana na Lista dos 500 Maiores Sons de Todos os Tempos, permanecendo em 449ª lugar. 

Em 24 de agosto de 1967, os Beatles encontraram-se com o Maharishi Mahesh Yogi no Hotel Hilton de Londres. Poucos dias depois, foram para Bangor, norte do País de Gales, para assistirem uma conferência “inicial” de fim de semana. Lá, o Maharishi deu a cada um deles um mantra. Embora estivessem em Bangor, os Beatles ficaram sabendo que Brian Epstein, o empresário da banda, aquele cujo nome foi muito responsável pelo sucesso do grupo, estava morto, aos 32 anos, devido, segundo o laudo, “morte acidental por overdose de Carbitol”, medicamento para insônia. Em finais de 1967, receberam sua grande primeira crítica da imprensa britânica, crítica essa que era um conjunto de opiniões depreciativas sobre o filme de televisão surrealista Magical Mistery Tour. A trilha sonora de Magical Mistery Tour foi lançada no Reino Unido em um EP duplo, e nos EUA em um LP completo (atualmente, a versão oficial é esse LP). 

Os quatro músicos passaram os primeiros meses de 1968 em Rishikesh, Uttar Pradesh, na Índia, estudando meditação transcendental com o Maharishi Mahesh Yogi. O ashram de Mahesh Yogi inspirou a criatividade do quarteto e devido à suas estadias nele, produziram algumas canções com referências à espiritualidade que a Índia tanto afirmava; canções essas que podem ser encontradas no White Album e em Abbey Road com composições de Lennon, McCartney e Harrison. Regressando, John Lennon e Paul foram para Nova Iorque anunciar a formação da Apple Records, uma corporação multimídia fundada em janeiro de 1968 pela banda com o intuito de substituir a sua empresa anterior (Beatles Ltd.), e de modo a formar um conglomerado. Em meados de 1968 a banda manteve-se ocupada no processo de gravação do álbum duplo The Beatles, conhecido popularmente como “Álbum Branco” por conta da capa ter cobertura branca. Essas sessões foram o cenário de desentendimentos entre os integrantes, com Starr deixando temporariamente a banda. Sem Starr, Paul assumiu a bateria e instrumentos de percussão nas faixas “Martha My Dear”, “Wild Honey Pie”, “Dear Prudence” e “Back in the USSR”. As dissensões tiveram diversos motivos, sempre muito debatidos: a excessiva presença da nova namorada de Lennon, Yoko Ono, nas gravações; a arrogância de McCartney, que passava a querer ser o líder do grupo; ficou ainda mais difícil o grupo aceitar novas canções de Harrison para serem incluídas em seus álbuns. 

Com a morte de Epstein, o grupo necessitava de um novo empresário: em relação ao lado empresarial, Lennon, Harrison e Starr queriam o gerente nova-iorquino Allen Klein para gerir os Beatles, mas McCartney queria o empresário Lee Eastman, pelo motivo dele ser até então o pai da então - namorada de Paul, e futura esposa, Linda. Os outros três membros viam em Eastman um empresário que colocaria os interesses de Paul antes das do grupo (durante uma entrevista no Anthology, McCartney disse: “Olhando para trás, posso entender porque eles sentiam que Eastman tinha interesses tendenciosos a mim e contra eles.”) Em 1971, descobriu-se que Klein, que havia sido nomeado gestor, roubou cinco milhões de libras esterlinas das explorações dos Beatles. 

Retomando: Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band.

Retomando a época de criação do Sgt. Pepper’s…, como é comumente tratado, “foi um momento decisivo na história da civilização ocidental”, segundo a descrição de um crítico do The Times. Semanas depois do lançamento do disco, Jimi Hendrix já tocava a faixa - título em seus concertos, o que deixou McCartney particularmente emocionado. Além de ter sido o primeiro álbum de rock a ganhar os Grammys de “melhor álbum do ano”, “melhor álbum contemporâneo”, a “melhor capa” e a “melhor engenharia de som, o Sgt. Pepper’s…, quando colocado no mercado, bateu todos os recordes de venda: vendeu um quarto de milhão de exemplares na Grã-Bretanha (somente na primeira semana), permaneceu durante quase meio ano consecutivo no primeiro lugar do topo de vendas – feito praticamente impensável hoje em dia – e é tido como vanguarda, principalmente pela originalidade da capa que, inclusive, inspirou artistas do mundo inteiro. McCartney é tido como o responsável pela idéia da capa. Ele havia esboçado um desenho onde uma multidão assistia a banda Sgt. Pepper e recebia do prefeito uma copa ou troféu. Robert Frazer, comerciante de arte e conhecido do grupo, levou Paul à conhecer Peter Blake, um dos artistas pioneiros e fundadores da Pop Art; Blake desenhou toda a capa, adicionando pessoas influentes de todo o mundo – escolhidas por Lennon, Harrison, Starr e, claro, Paul – caracterizadas como bonecos de papelão, sem contar os bonecos de cera dos Beatles. 

1969-70: Último concerto e fim.

O último concerto dos Beatles, no telhado da Apple Records, em 1969: a tarde fria, mas empolgante de Londres fez com que a já - então consagrada banda tocasse por quarenta minutos. George Harrison (casaco preto, calça verde clara), John Lennon (casaco marrom e calça preta), Ringo Starr (casaco vermelho) e Paul McCartney (casaco preto)(esq. para direita). Repare nas câmeras de gravações e nos fotógrafos em frente aos músicos. 

Em janeiro de 1969, os Beatles iniciaram um projeto cinematográfico que documentaria a realização de sua próxima gravação, originalmente intitulado Get Back. Durante as sessões de gravação, a banda realizou sua última apresentação ao vivo no último andar do edifício da Apple, em Londres, na tarde fria de 30 de janeiro de 1969. A maior parte da apresentação foi filmada e, posteriormente, incluída no filme Let It Be. A ideia de tocar no telhado do prédio foi de Lennon. O concerto parou a rua inteira do prédio e, rapidamente, o lugar ficou lotado de pessoas; inclusive, os vizinhos da região logo espreitavam das sacadas o concerto. Os Beatles tocaram durante quarenta minutos até a polícia local interferir pedindo que abaixassem o volume dos instrumentos; Mal Evans explicou que não era qualquer pessoa que estava tocando, e sim os Beatles. A apresentação terminou antes do previsto, e tornou-se famosa. Com o projeto Let It Be temporariamente suspenso, os Beatles gravaram seu penúltimo álbum, Abbey Road, no verão de 1969. A conclusão da canção “I Want You (She’s So Heavy)” para o álbum em 20 de agosto de 1969 foi a última vez que o quarteto reuniu-se em mesmo estúdio. Lennon anunciou sua saída para o resto do grupo em 20 de setembro, 1969, embora tenha concordado em não anunciar isso publicamente até que determinadas questões jurídicas fossem resolvidas.
Em março de 1970, a sessão de teipes do “Get Back” foram entregues ao produtor americano Phil Spector, que tinha produzido o compacto solo de Lennon – “Instant Karma!”. McCartney anunciou publicamente a dissolução em 10 de abril de 1970, uma semana antes do lançamento de seu primeiro álbum solo, McCartney. As cópias de pré-lançamento incluíram um comunicado à imprensa onde McCartney realizava uma entrevista consigo mesmo, explicando o fim dos Beatles e suas esperanças para o futuro. Em 8 de maio de 1970, a versão de “Get Back” produzida por Spector foi lançada como Let It Be, seguido com o documentário de mesmo nome. Legalmente, a parceria dos Beatles não foi dissolvida até 1975, embora Paul tenha apresentado uma ação para a dissolução em 31 de dezembro de 1970, efetivamente terminando a carreira em conjunto da banda. 

O motivo do fim da banda ainda é muito discutido e pode ser descrito como uma série de eventos que, resumidamente, os itens abaixo pretendem desenvolver. 

Morte de Epstein: Brian Epstein foi indiscutivelmente o homem mais influente no lançamento e na promoção da popularidade do grupo no mundo inteiro. Por ser o empresário da banda, ele pôde manter o grupo reunido e mediar determinados conflitos que o quarteto viesse a desenvolver entre si, mantendo-se na postura de ser a última palavra, a última decisão. Quando morreu em 1967, deixou um vazio na banda. McCartney provavelmente sentiu a situação precária e procurou iniciar projetos que estimulassem a banda. Em última instância, a discórdia sobre liderança gerencial seria um dos fatores precipitantes para a banda se dissolver. 

George Harrison como compositor: Nos primeiros anos, Paul e John eram os únicos compositores da banda, enquanto que Ringo e George desempenhavam suas funções como baterista e guitarrista, respectivamente. No entanto, de 1965 adiante, as composições de Harrison ganharam maturidade e tornaram-se mais atraentes em suas qualidades. Gradualmente os outros membros reconheciam seu talento como compositor, mas cada vez mais George começou a se frustrar pelo fato da maioria de suas ideias e canções terem como fim a rejeição. Isso gerou confusão e, consecutivamente, desavenças, principalmente entre Lennon e McCartney. 

Dificuldade em colaboração: De uma forma ou de outra, após o grupo parar de excursionar, cada um dos integrantes começaram a seguir comportamentos autônomos: enquanto McCartney via interesse no estilo pop e nas tendências da Grã-Bretanha e dos EUA, Lennon tendia à música introspectiva e experimental, enquanto que Harrison, por sua vez, estava cada vez mais entusiasmado com a música indiana. Por conseguinte, Paul começou a assumir o papel de líder dos projetos artísticos dos Beatles. Além de cada membro ter começado a desenvolver uma agenda cujos eventos exigiam cada vez mais individualidade – o que acabou comprometendo o grau de entusiasmo em conjunto – outro fator que contribuiu para a fragilidade da banda foi a evidente falta de acordo já existente na época de produção do “Álbum Branco. 

Yoko Ono: Lennon estava em um frágil estado de espírito após o regresso da banda a partir de suas estadias na Índia, no início de 1968. Ficou ressentido e desiludido com o fato do Maharishi não ter preenchido suas expectativas. Lennon começou a desenvolver um imenso interesse numa artista nipo-americana, Yoko Ono, que reuniu o músico britânico em uma de suas exposições em 1966. Tiveram uma relação platônica até a primavera de 1968. Enquanto a esposa Cynthia de Lennon estava afastada de férias, ele e Yoko lançaram uma fita que mais tarde seria lançada como a famosa (e polêmica) “Unfinished Music No.1: Two Virgins”. Até esse momento, os dois não estavam completamente entretidos entre si, pois o acordo da banda era que suas namoradas ou esposas não interferissem nos estúdios. Contudo, como a produção artística de Lennon cresceu sob influência de Yoko Ono, cada vez mais ele quis que ela entrasse nos processos de produção dos Beatles e, consecutivamente, ela passou a frequentar os estúdios de gravação. Frequentemente, Ono não comentava nem dava sugestões no estúdio de gravação, o que parece ter aumentado as confusões entre ela e os três companheiros de Lennon. Ono tem sido acusada por muitos fãs de ter “dividido os Beatles”, enquanto que outros argumentam que a sua presença não era nenhum problema, e que os Beatles realmente se separaram pelos outros itens aqui citados (acima e abaixo). 

Situação empresarial: Outra coisa que agravou a situação da banda foi o fato de que, sem Epstein, eles procuraram empresários para geri-la, mas a tentativa desses empresários de estabelecerem um controle na banda The Beatles falhou e, antes disso, houve confusão entre os integrantes, pois não conseguiram entraram em acordo na escolha de um novo empresário. 

A formação da Plastic Ono Band, grupo formado por Yoko e Lennon, foi uma saída que Lennon encontrou para largar de vez os Beatles. E, verdadeiramente, a ideia de sair da banda cristalizou-se quando, em setembro de 1969, Yoko e Lennon foram recepcionados entusiasticamente como artistas no Concerto de Rock and Roll de Toronto. Lennon informou a sua decisão para Allan Klein – até então empresário do grupo – e para McCartney em 20 de setembro de 1969. Ironicamente, no outono do mesmo ano, a banda assinou um contrato negociando com a maior taxa de royalities. Esta foi a última demonstração de unidade do grupo, embora de natureza transitória. Outra divulgação revelou que o contrato de dissolução dos membros da banda foi até 1976 coletivamente e separadamente. Assim, este contrato renegociado precipitou o final das ações legais que revogou a parceria em 1972. 

Apesar de seus esforços em estimular a banda, McCartney admitiu numa entrevista na revista americana Life que a banda estava desestruturada, em novembro de 1969. Paul viu um conflito entre seu álbum solo, “McCartney”, e o projeto do álbum e do filme dos Beatles, Let It Be. “McCartney” foi lançado e a amargura de Paul por conta de alguns incidentes – como, por exemplo, o fato dele ter ficado insatisfeito com determinadas atitudes dos gerentes da banda – foi um fator contribuinte para sua declaração pública de que havia saído dos Beatles. No começo de 1971, McCartney abriu uma ação judicial para a dissolução da relação contratual dos Beatles e, posteriormente, foi decretado. 

1970-Presente: Pós - fim.

Pouco antes do fim dos Beatles, um tanto tímidos, e, posteriormente, de forma definitiva, todos os quatro membros lançaram álbuns solos. Alguns destes álbuns destacaram contribuições por outros ex - Beatles; o álbum Ringo (1973), de Starr, foi o único a incluir composições e apresentações do quarteto, embora em canções separadas. Harrison mostrou sua consciência sócio - política e ganhou respeito por sua contribuição como arranjador do Concerto para Bangladesh em Agosto de 1971, em Nova Iorque, com o maestro de sitar Ravi Shankar. Com exceção de uma sessão não - editada em 1974 (produzida mais tarde como A Toot and a Snore in ‘74), Lennon e McCartney nunca mais gravaram juntos. 

Como já foi citado, em 1975 expiraram-se, legalmente, os direitos que a EMI - Capitol mantinha em cima do trabalho dos Beatles. Por causa desse expiração do contrato que os Beatles tinham com a gravadora, a Capitol americana apressou determinadas produções com o intuito de receber dinheiro em cima da carreira do grupo, lançando cinco LPs: Rock ‘n’ Roll Music (compilação de trilhas consideradas por muitos como “quintessencial” do rock), The Beatles at the Hollywood Bowl (contendo canções gravadas ao vivo no Hollywood Bowl em Los Angeles durante a turnê de 1964 e 1965), Love Songs (compilação de canções gravadas entre 1962 e 1970), Rarities (compilação de faixas que nunca haviam sido realizadas nos EUA) e Reel Music (compilação de faixas apresentadas em seus filmes). Houve também um não - lançamento intitulado Live! at the Star-Club in Hamburg, Germany; 1962, uma gravação de uma antiga apresentação do grupo no Star Club, em Hamburgo, Alemanha, capturada em uma fita de má qualidade. De todas essas realizações póstumas, somente The Beatles at the Hollywood Bowl teve a aprovação dos quatro membros. Após o lançamento americano dos álbuns britânicos originais em 1986, todas essas compilações póstumas americanas foram suprimidas do catálogo da Capitol. 

John Lennon foi morto a tiros em 8 de dezembro de 1980 por Mark David Chapman em Nova Iorque. Em maio de 1981, George Harrison lança All Those Years Ago, compacto que fala sobre seu tempo com os Beatles e homenageia Lennon. Conta com a participação de McCartney, Ringo e Linda McCartney. Em abril de 1982, Paul lança o álbum Tug of War, que inclui um som em tributo à John, chamado “Here Today”. 

Em 1988, os Beatles foram incluídos no Hall da Fama do Rock and Roll durante seu primeiro ano de elegibilidade. Na noite de sua indução, George e Starr apareceram para aceitar sua adjudicação, juntamente com a viúva Yoko Ono Lennon e seus dois filhos. McCartney permaneceu longe, comunicando à imprensa que estava “resolvendo dificuldades” com Harrison, Starr e com as propriedades de Lennon. 

Guitarras gigantes do lado de fora do Hall da Fama do Rock and Roll, em Cleveland, Estados Unidos da América: em 1988 os Beatles entraram para esse Hall do Rock and Roll. 

Em fevereiro de 1994, os três Beatles ainda vivos se reuniram para produzirem e gravarem canções adicionais para algumas gravações que eram de Lennon. Uma dessas canções, “Free as a Bird” estreou como parte da série de documentários The Beatles Anthology e lançada como compacto em dezembro de 1995, seguida de “Real Love” em março de 1996. Essas canções também foram incluídas nas três coleções de álbuns da Anthology, lançados em 1995 e 1996, cada uma composta por dois CDs de um material inédito dos Beatles, nunca lançado antes. Klaus Voormann, que tinha conhecido os Beatles desde a excursão em Hamburgo, e que tinha anteriormente ilustrado a capa do Revolver, dirigiu a concepção da capa do Anthology. Cerca de 45 mil exemplares do Anthology 1 foram vendidos em seu primeiro dia de lançamento. Em 2000, surgiu a compilação One, contendo quase todas as canções da banda de 1962 a 1970. A coleção vendeu 3,6 milhões de cópias em sua primeira semana e mais de 12 milhões de euros em três semenas em todo o mundo. A coleção também chegou ao primeiro lugar nos Estados Unidos e em outros 33 países, e tinha vendido 25 milhões de cópias em 2005 (tornando-se o nono álbum mais vendido de todos os tempos). 

Em finais de 1990, Harrison foi diagnosticado com câncer de pulmão e, desde então, lutou contra a doença, porém sucumbiu a ela em 29 de novembro de 2001. Em 2006, George Martin e seu filho Giles Martin remixaram algumas gravações originais dos Beatles com o objeto de criar uma trilha sonora na produção teatral do Cirque du Soleil, intitulada LOVE. Em 2007, McCartney e Starr uniram-se para uma entrevista no Larry King Live e falaram sobre seus pensamentos em relação a essa apresentação e a outros momentos da carreira de ambos; as viúvas Yoko Ono e Olivia Harrison também apareceram com os dois únicos ex - Beatles restantes em Las Vegas, para a comemoração de um ano da apresentação. 

Legado.

Evolução musical.

Considera de o hit She Loves You (1963), composto pela dupla Lennon/McCartney e baseado na ideia original de Paul, a primeira grande revolução musical protagonizada pela banda. Se até então, o rock era composto basicamente por 3 acordes simples, batida forte, insistente e uma melodia de fácil memorização, nesta canção, são utilizados acordes dissonantes de sexta maior e sétima maior, até então, possíveis apenas no jazz: Mi menor -> La Maior com 7º -> Do Maior -> Sol Maior (adicionando à 6º). A incorporação da dissonância ao rock, foi o primeiro grande legado do grupo à música popular do século XX. A letra, embora romântica, foge da dicotomia “menino-menina”, para a incorporação de um terceiro elemento: O protagonista, um rapaz que avisa ao amigo que a namorada o ama, e que, “com um amor assim, deveria sentir-se feliz”. Embora simples, “She Loves You” torna-se o embrião do espírito “paz e amor”, que viria a desenvolver-se na segunda metade dos anos 60.

Destaque também para o uso do “Yeah”, que viria a tornar-se marca registrada do Rock. A constante busca dos Beatles em criar novos sons a cada gravação, combinada com as habilidades presentes nos arranjos de George Martin e, particulamente, com os conhecimentos técnicos da equipe do estúdio da EMI – como os produtores Norman Smith, Ken Townsend e Geoff Emeric – fez com que a banda influenciasse a forma como a música passou a ser gravada em vários sentidos. O conjunto dessas produções são apresentados em álbuns como Rubber Soul (1965), Revolver (1966) e Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band (1967). 

Os Beatles continuaram a absorver influências mesmo depois de seus primeiros sucessos, encontrando frequentemente novas avenidas musicais e líricas escutando seus contemporâneos. As influências musicais incluem The Byrds e The Beach Boys, cujo álbum Pet Sounds foi um dos preferidos de McCartney.

George certa vez comentou que “Sem Pet Sounds, Sgt. Pepper não teria existido… Pepper foi uma tentativa de igualar Pet Sounds. Outra influência da banda foi Presley, que Lennon chamou de faísca porque ele o fez se interessar pela música: 

Foi Elvis quem realmente me levou a comprar discos. Eu achava seus primeiros materiais ótimos. A era de Bill Haley passou perto de mim, de certa forma, pois quando suas gravações apareceram nas rádios, minha mãe começou a ouvi-los, mas não senti nada de especial por eles. Foi Elvis quem me fez ficar viciado no gênero de música beat. Quando ouvi seu ‘Heartbreak Hotel’, pensei: ‘isso é o que é. 

Utilizando técnicas de estúdio como efeitos sonoros, colocações não - convencionais de microfone e outros instrumentos, loops em teipes, técnicas de double tracking e variações de velocidade em áudios, os Beatles começaram a aumentar as gravações onde seus intrumentos eram utilizados de maneiras que não as convencionais e suas músicas inovaram o rock da época e das outras gerações. Isso inclui conjuntos de bronze e corda, assim como instrumentos indianos como o sitar em “Norwegian Wood (This Bird Has Flown)” e o swarmandel em “Strawberry Fields Forever” Eles também utilizaram precocemente instrumentos eletrônicos, como o mellotron, que McCartney implentou junto com as vozes de flauta na introdução de “Strawberry Fields Forever, e o clavioline, teclado eletrônico que criou um som não-usual em “Baby You’re a Rich Man”. 

Começando com a utilização de um quarteto de cordas – organizada por Martin com a ajuda de McCartney – em “Yesterday” (1965), os Beatles foram pioneiros em atualizar o gênero art music e mostrá-lo de forma moderna, exemplificados em duplo - quarteto de cordas em “Eleanor Rigby” (1966), “Here, There and Everywhere” (1966) e em “She’s Leaving Home” (1967). Uma apresentação de Concertos de Brandenburgo, de Bach, mostrada na televisão britânica na época, inspirou McCartney a usar o flautim no arranjo de “Penny Lane”. Os Beatles desenvolveram o rock psicodélico com “Rain” e “Tomorrow Never Knows” de 1966, e “Lucy in the Sky with Diamonds”, “Strawberry Fields Forever” e “I Am the Walrus” de 1967. 

A reunião de música pop com música erudita, presente em “Yesterday”, em que os Beatles gravaram rock and roll com acompanhamento de uma orquestra de câmara foi pioneira. Um fator com maior e melhor prestígio ainda está presente em “A Day in the Life”, a primeira canção de rock a ser acompanhada por uma orquestra sinfônica. Presente em Sgt.Pepper, a faixa impressionou pelos barulhos e sons estranhos no meio da canção, porque, até então, nada havia de parecido na história do rock and roll. No ano seguinte, em 1968, direcionando o trabalho para o folk e hard rock, em composições como “Rocky Raccoon” ou “Revolution”, o grupo voltaria a inovar, com o que para muitos seria o primeiro “Heavy Metal” da história[146] (embora existam outras candidatas ao pódio, como “Summertime Blues”, pela banda “Blue Cheer”, composição original de “Eddie Cochran”: A canção “Helter Skelter”, contida no álbum duplo “The Beatles”, popularmente conhecido como “álbum branco”. McCartney, inspirou-se no guitarrista “Pete Townshend”, da banda “The Who”, em 1967, quando afirmou ter sido o último single da banda, “I Can See For Miles”, a música mais “alta, suja e barulhenta” que haviam feito até então. Ao ouvi-la, tratou de criar sua própria ópera barulhenta e suja. 

Influência na cultura popular.

Pessoas atravessam a calçada na rua Abbey Road. Os pedestres imitam as poses em que os Beatles aparecem na capa do LP “Abbey Road”. Cenas como essas tornaram-se comuns e famosas devido o álbum dos Beatles. 

A chegada dos Beatles na rádio é vista como um marco na música que sinaliza um fim à era do rock and roll da década de 1950: diretores de programas radiofônicos, como Rick Sklar da WABC (AM) de Nova Iorque, proibiam DJs de lançarem na programação qualquer música “pré - Beatle”. 

Alguns lançamentos dos Beatles, como seus álbuns, foram imitados por diversos artistas, inclusive brasileiros. Por exemplo, a capa do Abbey Road é muito parodiada por diversos lugares, desde capas de outras bandas, como fotos de usuários da Internet, que, em Londres, passam pelas faixas brancas imitando os Beatles, ou fazem montagens em cima do original. Na televisão americana, foram muitos os desenhos animados que se referiram aos Beatles, a maioria apresentando um tom cômico. Talvez o mais visível seja Os Simpsons, embora a banda tenha sido citada também em episódios do Bob Esponja e em outros desenhos - animados do canal Nickelodeon. 

Pioneirismo.

George Harrison, quando nos Beatles, tornou-se o primeiro músico a fundir instrumentos e, respectivamente, sons orientais com a música do rock; embora famoso, no entanto, este feito – demonstrado em “Norwegian Wood”, onde há o uso da sitar – não foi o único que colocou a banda no patamar de pioneira. 

Com “Twist and Shout”, “Can’t Buy Me Love”, “She Loves You”, “I Want To Hold Your Hand” e “Please Please Me”, lançados em março de 1964, tornaram-se iniciantes em ocupar os primeiros cinco lugares no topo norte-americano. Rubber Soul, de 1965, foi o primeiro álbum onde não havia o nome do artista em sua capa. Na época dos Beatles, os compactos eram curtos, mas “Hey Jude”, com mais de sete minutos, mudou esse conceito. Foram a primeira banda britânica a fazer sucesso fora de seu país e a primeira de rock a fazer sucesso mundial. Com “Yellow Submarine”, foram os primeiros roqueiros a escreverem canções com temáticas infantis. Em suas peregrinações à Índia, tornaram-se os primeiros a misturarem rock e misticismo. A primeira distorção de violão divulgada em gravação foi em “I Feel Fine”. 

O concerto no Shea Stadium tornou-os pioneiros na produção e realização de apresentações em estádios a céu aberto e participaram da primeira transmissão mundial via satélite cantando “All You Need Is Love”, no projeto Our World. Foram a primeira banda de rock a fazer carreira no cinema e a primeira a produzir um disco conceitual de rock: Sgt. Pepper. Este mesmo disco fez com que eles fossem os primeiros a gravarem em quatro canais. Curiosamente, os Beatles foram o primeiro grupo a se separar. 

Influência nos países falantes do português.

Brasil.

Eu sou da América do Sul 

Eu sei, vocês não vão saber 

Mas agora sou cowboy 

Sou do ouro, eu sou vocês 

Sou do mundo, sou Minas Gerais” 

-Trecho de “Para Lennon e McCartney”. Composição: Marcio Borges/Fernando Brant/Lô Borges. 

Nomes de brasileiros como Arnaldo Baptista, Belchior, Caetano Veloso, Carlos Drummond de Andrade, Cassia Eller, Erasmo Carlos, Fernanda Takai, Gilberto Gil, Lulu Santos, Mauricio de Sousa, Milton Nascimento, Paulo Leminski, Pedro Bial, Raul Seixas, Renato Russo, Serginho Groisman, Rita Lee, Ronnie Von, Sávio Rangel, Zé Ramalho e muitos outros estão, de alguma forma, relacionados aos Beatles. 

No início em que a banda causava um estrondo, e que o termo “beatlemania” já era lançada aos quatro ventos, a mídia brasileira os intitulou de “Reis do Iê iê iê”, por causa da letra da canção “She Loves You”. A primeira aparição do grupo em território brasileiro foi pelo cinema, com A Hard Day’s Night. Passando pelos terríveis momentos da política a partir da implantação da ditadura militar, o Brasil via surgir, pouco a pouco, os Beatles em suas maiores cidades. Na mesma década, o carioca Newton Duarte, entusiasmado em músicas estrangeiras, passava por rádios do Rio de Janeiro levando discos piratas do quarteto, que adquiria com o americano Douglar Robert. Esses discos não tinham sido lançados no Brasil e Duarte conseguiu arrecadar dinheiro com o negócio pirata. 

A revista nacional Fatos e Fotos tinha empregado o jornalista Janos Lengyel que, em 1966, realizou a primeira entrevista dos Beatles para a imprensa brasileira. Big Boy, como agora Newton Duarte era conhecido, começou a introduzir os Beatles nas rádios e a transmitir ao Jornal Hoje, da Rede Globo, informações sobre o quarteto: com a banda um tanto mais popularizada, a recepção brasileira assistiu seus ritmos tropicais sendo misturados com os ritmos que começavam a serem introduzidos do exterior. 

Enquanto os Beatles faziam sucesso nos Estados Unidos e na Inglaterra, o Brasil passava pelo Golpe militar de 1964, que mudou a concepção do país. Embora tenha sido empregado no país uma política controlada e censurada, o Brasil não estancou, nem cultural ou economicamente e foi nessa época que a música do brasil desenvolveu-se com intensidade. Em 1967, nasce um movimento no país, tendo como precursores Caetano Veloso e Gilberto Gil, denominado Tropicália, que possuía o intuito de modificação cultural. Apoiando-se na idéia da antropofagia promovida pelo modernista Oswald de Andrade, a Tropicália começou a popularizar a guitarra e o rock and roll no Brasil, sob forte influência dos Beatles. Antes do movimento, o baiano Raul Seixas foi o pioneiro do rock brasileiro, feito que lhe conferiu o título de “pai do rock brasileiro”; Seixas frequentemente citava Lennon, que era um de seus maiores ídolos, ao lado de Elvis Presley. 

A articulista Clara Abdo resume a influência dos Beatles na Tropicália dizendo que o sistema, “[...]como movimento que abrangia vários recursos externos para a formação de uma nova música brasileira, acarreta em sua formação ícones culturais de várias épocas. Dentre eles, Carmen Miranda, Roberto Carlos, representando a Jovem Guarda, o escritor José de Alencar, o corte de cabelo e as vestimentas da contracultura hippie nos Estados Unidos e os Beatles. Na prática, a canção Senhor F, do grupo Os Mutantes, teve seu arranjo inspirado no álbum Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band; a última faixa do disco lançado em 1968 pelos tropicalistas, “Ave Gencis Khan”, modelou o estilo que Harrison tocava intrumentos orientais. 

Rogério Duprat, que se envolveu no movimento e desenvolveu carreira musical com grande parte dos artistas citados nessa sub-seção, ficou conhecido como o “George Martin” da Tropicália e relatou o seguinte em 2002: 

Não é que eu fiquei dando aula para eles [os músicos da Tropicália]; ao contrário, eu que aprendi pra burro com os Mutantes, com o Gil, com o Caetano, com todo mundo, como fazer uma coisa, que pode ser ao mesmo tempo com certa correção, com uma correção que a gente já conhecia, de músicos, e fazer isso, de uma coisa popular e avançada, uma coisa na frente dos Beatles. 

Portugal.

Por estar em território europeu, mesmo continente de origem dos Beatles, Portugal teve estreitas relações com os Beatles, particulamente com Paul: McCartney já desejou ter uma propriedade em território português, em 1989. A casa é uma mansão do século XVII, com vista pro mar, e situada em uma estrada, um dos motivos pelos quais fez com que Paul desistisse da compra, pois sua privacidade estaria em jogo. Em 9 de dezembro de 1987, McCartney concedeu a sua primeira entrevista a um jornalista português, onde, entre outras coisas, relatou: “O que faço ao dinheiro? Ponho-o no banco… Não, faço imensas coisas: obras de beneficência, tenho uma família para sustentar, tenho a minha mulher e, como tu sabes, as mulheres gastam muito dinheiro! 

Segundo o articulista Luís Pinheiro de Almeida, a letra de “Yesterday” foi escrita em Portugal, dentro de um carro, numa trajetória entre Lisboa e Faro. “Sempre detestei perder tempo e a viagem era muito longa”, relatou Paul McCartney sobre a inspiração para a letra. Paul havia escrito outras canções em território português. Em 1968, por exemplo, produziu “Penina”, em Algarve, quando estava de férias com Linda McCartney no sul do país. A letra foi entregue para o grupo português Jotta Herre. Embora Paul tenha afirmado que não gravaria “Penina” ela aparece gravada pelos Beatles no álbum pirata Unheard Melodies, The Songs The Beatles Gave Away, juntamente com a versão dos Jotta Herre e de Carlos Mendes. 

Angola.

Sempre foi difícil ouvir Beatles nas rádios angolanas, devido o inicial balanço comunista que a República da Angola estava reforçando.  Contudo, a banda exerceu forte popularidade em Angola: “And I Love Her” e “Girl” foram as duas canções que mais podiam ser encontradas na indústria radiofônica angolana. 

Filmografia.

Os Beatles estrelaram cinco filmes, todos os quais relacionados à trilha sonora de seus álbuns. A banda participou de dois filmes filmados por Richard Lester, A Hard Day’s Night (1964) e Help! (1965). O grupo produziu, dirigiu e atuou no filme de televisão Magical Mystery Tour (1967), e no filme de animação psicodélico Yellow Submarine (1968). Seu último filme, o documentário Let It Be, lançado em 1970, mostrou as sessões de ensaios e gravações para o projeto Get Back de 1969, e ganhou o Oscar de Melhor Canção Original. Recentemente foi lançado um musical somente com as músicas dos Beatles, o Across the Universe, porém, este foi lançado depois do fim da banda, sendo somente inspirado em suas músicas, e não com participação de nenhum deles. Existe também um espetáculo em DVD do Cirque du Soleil, inspirado nas músicas da banda, e também com a trilha sonora original. Texto: Wikipédia. Site Oficial. 

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro


Original Masters.

Please Please Me (1963)
 
01. I Saw Her Standing There (2:56)
02. Misery (1:50)
03. Anna (Go To Him) (2:58)
04. Chains (2:27)
05. Boys (2:27)
06. Ask Me Why (2:28)
07. Please Please Me (2:03)
08. Love Me Do (2:23)
09. P.S. I Love You (2:06)
10. Baby It's You (2:38)
11. Do You Want To Know A Secret (1:59)
12. A Taste Of Honey (2:05)
13. There's A Place (1:53)
14. Twist And Shout (2:33)


With The Beatles (1963)
 
01. It Won't Be Long (2:14)
02. All I've Got To Do (2:05)
03. All My Loving (2:10)
04. Don't Bother Me (2:29)
05. Little Child (1:48)
06. Till There Was You (2:17)
07. Please Mister Postman (2:37)
08. Roll Over Beethoven (2:48)
09. Hold Me Tight (2:33)
10. You Really Got A Hold On Me (3:03)
11. I Wanna Be Your Man (1:59)
12. Devil In Her Heart (2:28)
13. Not A Second Time (2:08)
14. Money (2:48)


A Hard Day's Night (1964)
 
01. A Hard Day's Night (2:33)
02. I Should Have Known Better (2:44)
03. If I Fell (2:22)
04. I'm Happy Just to Dance With You (1:59)
05. And I Love Her (2:31)
06. Tell Me Why (2:10)
07. Can't Buy Me Love (2:15)
08. Any Time At All (2:13)
09. I'll Cry Instead (1:48)
10. Things We Said Today (2:39)
11. When I Get Home (2:18)
12. You Can't Do That (2:38)
13. I'll Be Back (2:21)


Beatles For Sale (1964)
 
01. No Reply (2:18)
02. I'm A Loser (2:330
03. Baby's In Black (2:08)
04. Rock And Roll Music (2:34)
05. I'll Follow The Sun (1:51)
06. Mr. Moonlight (2:37)
07. Medley: Kansas City/Hey-Hey-Hey-Hey! (2:33)
08. Eight Days A Week (2:45)
09. Words Of Love (2:15)
10. Honey Don't (3:00)
11. Every Little Thing (2:05)
12. I Don't Want To Spoil The Party (2:36)
13. What You're Doing (2:35)
14. Everybody's Trying To Be My Baby (2:24)


Help! (1965)
 
01. Help! (2:21)
02. The Night Before (2:37)
03. You've Got To Hide Your Love Away (2:11)
04. I Need You (2:31)
05. Another Girl (2:08)
06. You're Going To Lose That Girl (2:20)
07. Ticket To Ride (3:12)
08. Act Naturally (2:33)
09. It's Only Love (1:59)
10. You Like Me Too Much (2:39)
11. Tell Me What You See (2:40)
12. I've Just Seen A Face (2:07)
13. Yesterday (2:07)
14. Dizzy Miss Lizzy (2:54)


Rubber Soul (1965)
 
01. Drive My Car (2:30)
02. Norwegian Wood (This Bird Has Flown) (2:05)
03. You Won't See Me (3:23)
04. Nowhere Man (2:44)
05. Think For Yourself (2:19)
06. The Word (2:44)
07. Michelle (2:42)
08. What Goes On (2:51)
09. Girl (2:34)
10. I'm Looking Through You (2:28)
11. In My Life (2:28)
12. Wait (2:17)
13. If I Needed Someone (2:24)
14. Run For Your Life (2:19)


Revolver (1966)
 
01. Taxman (2:39)
02. Eleanor Rigby (2:08)
03. I'm Only Sleeping (3:02)
04. Love You To (3:01)
05. Here, There and Everywhere (2:26)
06. Yellow Submarine (2:40)
07. She Said She Said (2:37)
08. Good Day Sunshine (2:10)
09. And Your Bird Can Sing (2:02)
10. For No One (2:02)
11. Doctor Robert (2:15)
12. I Want To Tell You (2:30)
13. Got To Get You Into My Life (2:31)
14. Tomorrow Never Knows (2:57)


Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band (1967)
 
01. Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band (2:02)
02. With A Little Help From My Friends (2:44)
03. Lucy In The Sky With Diamonds (3:28)
04. Getting Better (2:48)
05. Fixing A Hole (2:37)
06. She's Leaving Home (3:35)
07. Being For The Benefit Of Mr. Kite! 92:37)
08. Within You Without You (5:05)
09. When I'm Sixty-Four (2:38)
10. Lovely Rita (2:42)
11. Good Morning Good Morning (2:41)
12. Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band (Reprise) (1:19)
13. A Day In The Life (5:34)


Magical Mystery Tour (1967)
 
01. Magical Mystery Tour (2:52)
02. The Fool On The Hill (3:00)
03. Flying (2:17)
04. Blue Jay Way (3:57)
05. Your Mother Should Know (2:30)
06. I Am The Walrus (4:37)
07. Hello Goodbye (3:31)
08. Strawberry Fields Forever (4:11)
09. Penny Lane (3:03)
10. Baby You're a Rich Man (3:04)
11. All You Need Is Love (3:48)


The Beatles (1968)
 
CD 1.

01. Back In The U.S.S.R. (2:43)
02. Dear Prudence (3:56)
03. Glass Onion (2:18)
04. Ob-La-Di, Ob-La-Da (3:09)
05. Wild Honey Pie (1:01)
06. The Continuing Story Of Bungalow Bill (3:06)
07. While My Guitar Gently Weeps (4:45)
08. Happiness Is A Warm Gun (2:44)
09. Martha My Dear (2:29)
10. I'm So Tired (2:03)
11. Blackbird (2:18)
12. Piggies (2:04)
13. Rocky Raccoon (3:41)
14. Don't Pass Me By (3:42)
15. Why Don't We Do It In The Road? (1:41)
16. I Will (1:46)
17. Julia (2:54)

CD 2.

01. Birthday (2:43)
02. Yer Blues (4:01)
03. Mother Nature's Son (2:48)
04. Everybody's Got Something to Hide Except Me and My Monkey (2:25)
05. Sexy Sadie (3:15)
06. Helter Skelter (4:30)
07. Long, Long, Long (3:04)
08. Revolution 1 (4:16)
09. Honey Pie (2:41)
10. Savoy Truffle (2:55)
11. Cry Baby Cry (3:11)
12. Revolution 9 (8:13)
13. Good Night (3:12)


Yellow Submarine (1969)
 
01. Yellow Submarine (2:43)
02. Only A Northern Song (3:28)
03. All Together Now (2:14)
04. Hey Bulldog (3:14)
05. It's All Too Much (6:28)
06. All You Need Is Love (3:53)
07. Pepperland (2:24)
08. Sea Of Time (3:00)
09. Sea Of Holes (2:21)
10. Sea Of Monsters (3:40)
11. March Of The Meanies (2:22)
12. Pepperland Laid Waste (2:15)
13. Yellow Submarine In Pepperland (2:11)


Abbey Road (1969)
 
01. Come Together (4:21)
02. Something (3:03)
03. Maxwell's Silver Hammer (3:27)
04. Oh! Darling (3:27)
05. Octopus's Garden (2:51)
06. I Want You (She's So Heavy) (7:47)
07. Here Comes The Sun (3:06)
08. Because (2:46)
09. You Never Give Me Your Money (4:02)
10. Sun King (2:26)
11. Mean Mr Mustard (1:06)
12. Polythene Pam (1:13)
13. She Came In Through The Bathroom Window (1:58)
14. Golden Slumbers (1:32)
15. Carry That Weight (1:37)
16. The End (2:20)
17. Her Majesty (0:23)


Let It Be (1970)
 
01. Two of Us (3:37)
02. Dig a Pony (3:55)
03. Across the Universe (3:49)
04. I Me Mine (2:26)
05. Dig It (0:50)
06. Let It Be (4:030
07. Maggie Mae (0:41)
08. I've Got a Feeling (3:38)
09. One After 909 (2:55)
10. The Long and Winding Road (3:38)
11. For You Blue (2:33)
12. Get Back (3:07)


1962 - 1966 (1973)
CD 1.

01. Love Me Do (2:24)
02. Please Please Me (2:03)
03. From Me To You (1:57)
04. She Loves You (2:22)
05. I Want To Hold Your Hand (2:27)
06. All My Loving (2:09)
07. Can't Buy Me Love (2:14)
08. A Hard Day's Night (2:34)
09. And I Love Her (2:31)
10. Eight Days A Week (2:45)
11. I Feel Fine (2:20)
12. Ticket To Ride (3:11)
13. Yesterday (2:05)

CD 2.

01. Help! (2:20)
02. You've Got to Hide Your Love Away (2:11)
03. We Can Work it Out (2:16)
04. Day Tripper (2:50)
05. Drive My Car (2:28)
06. Norweigan Wood (This Bird Has Flown) (2:05)
07. Nowhere Man (2:44)
08. Michelle (2:42)
09. In My Life (2:27)
10. Girl (2:31)
11. Paperback Writer (2:19)
12. Eleanor Rigby (2:08)
13. Yellow Submarine (2:37)


1967 - 1970 (1973)
 
CD 1.

01. Stawberry Feilds Forever (4:08)
02. Penny Lane (3:02)
03. Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band (2:01)
04. With A Little Help Frome My Friends (2:44)
05. Lucy In The Sky With Diamonds (3:27)
06. A Day In The Life (5:06)
07. All You Need Is Love (3:49)
08. I Am The Walrus (4:35)
09. Hello, Goodbye (3:30)
10. The Fool On The Hill (3:00)
11. Magic Mystery Tour (2:49)
12. Lady Madonna (2:19)
13. Hey Jude (7:08)
14. Revolution (3:24)

CD 2.

01. Back In The USSR (2:46)
02. While My Guitar Gently Weeps (4:47)
03. Ob-La-Di, Ob-La-Da (3:11)
04. Get Back (3:13)
05. Don't Let Me Down (3:35)
06. The Ballad Of John And Yoko (3:00)
07. Old Brown Shoe (3:20)
08. Here Comes The Sun (3:07)
09. Come Together (4:19)
10. Something (3:03)
11. Octopus's Garden (2:52)
12. Let It Be (3:52)
13. Across The Universe (3:47)
14. The Long and Winding Road (3:37)


Past Masters: Volume One (1988)
 
01. Love Me Do (2:24)
02. From Me To You (1:58)
03. Thank You Girl (2:04)
04. She Loves You (2:21)
05. I'll Get You (2:06)
06. I Want To Hold Your Hand (2:27)
07. This Boy (2:16)
08. Komm, Gib Mir Deine Hand (2:27)
09. Sie Liebt Dich (2:20)
10. Long Tall Sally (2:03)
11. I Call Your Name (2:09)
12. Slow Down (2:56)
13. Matchbox (1:59)
14. I Feel Fine (2:20)
15. She's A Woman (3:03)
16. Bad Boy (2:21)
17. Yes It Is (2:43)
18. I'm Down (2:32)


Past Masters: Volume Two (1988)
 
01. Day Tripper (2:50)
02. We Can Work It Out (2:16)
03. Paperback Writer (2:19)
04. Rain (3:02)
05. Lady Madonna (2:18)
06. The Inner Light (2:37)
07. Hey Jude (7:08)
08. Revolution (3:25)
09. Get Back (With Billy Preston) (3:15)
10. Don't Let Me Down (With Billy Preston) (3:35)
11. The Ballad Of John And Yoko (3:00)
12. Old Brown Shoe (3:18)
13. Across The Universe (3:49)
14. Let It Be (3:51)
15. You Know My Name (Look Up The Number) (4:19)
 


Live At The BBC (1994)
 
CD 1.

01. Beatle Greetings (0:14)
02. From Us To You (0:27)
03. Riding On A Bus (0:54)
04. I Got A Woman (2:48)
05. Too Much Monkey Business (2:06)
06. Keep Your Hands Off My Baby (2:30)
07. I'll Be On My Way (1:58)
08. Young Blood (1:57)
09. A Shot Of Rhythm And Blues (2:15)
10. Sure To Fall (In Love With You) (2:08)
11. Some Other Guy (2:01)
12. Thank You Girl (2:02)
13. Sha La La La La! (0:28)
14. Baby It's You (2:44)
15. That's All Right (Mama) (2:54)
16. Carol (2:35)
17. Soldier Of Love (2:00)
18. A Little Rhyme (0:26)
19. Clarabella (2:39)
20. I'm Gonna Sit Right Down And Cry (Over You) (2:01)
21. Crying, Waiting, Hoping (2:09)
22. Dear Wack! (0:42)
23. You Really Got A Hold On Me (2:38)
24. To Know Her Is To Love Her (2:49)
25. A Taste Of Honey (1:58)
26. Long Tall Sally (1:53)
27. I Saw Her Standing There (2:32)
28. The Honeymoon Song (1:39)
29. Johnny B Goode (2:51)
30. Memphis, Tennessee (2:13)
31. Lucille (1:49)
32. Can't Buy Me Love (2:06)
33. From Fluff To You (0:28)
34. Till There Was You (2:13)
 

CD 2.

01. Crinsk Dee Night (Speech) (1:05)
02. A Hard Day's Night (2:24)
03. Have A Banana! (Speech) (0:22)
04. I Wanna Be Your Man (2:09)
05. Just A Rumour (Speech) (0:20)
06. Roll Over Beethoven (2:16)
07. All My Loving (2:04)
08. Things We Said Today (2:18)
09. She's A Woman (3:15)
10. Sweet Little Sixteen (2:21)
11. 1822! (Speech) (0:10)
12. Lonesome Tears In My Eyes (2:36)
13. Nothin' Shakin' (2:59)
14. The Hippy Hippy Shake (1:49)
15. Glad All Over (1:52)
16. I Just Don't Understand (2:47)
17. So How Come (No One Loves Me) (1:54)
18. I Feel Fine (2:13)
19. I'm A Loser (2:33)
20. Everybody's Trying To Be My Baby (2:21)
21. Rock And Roll Music (2:01)
22. Ticket To Ride (2:56)
23. Dizzy Miss Lizzy (2:42)
24. Medley : Kansas City + Hey! Hey! Hey! Hey! (2:37)
25. Set Fire To That Lot! (Speech) (0:28)
26. Matchbox (1:57)
27. I Forgot To Remember To Forget (2:09)
28. Love These Goon Shows! (Speech) (0:27)
29. I Got To Find My Baby (1:56)
30. Ooh! My Soul (1:37)
31. Ooh! My Arms (0:35)
32. Don't Ever Change (2:03)
33. Slow Down (2:36)
34. Honey Don't (2:11)
35. Love Me Do (2:30)


Anthology 1 (1995)
 
CD 1.

01. Free As A Bird (4:25)
02. Speech: John Lennon (0:12)
03. That'll Be The Day (2:08)
04. In Spite Of All The Danger (2:45)
05. Speech: Paul McCartney (0:18)
06. Hallelujah, I Love Her So (1:13)
07. You'll Be Mine (1:39)
08. Cayenne (1:14)
09. Speech: Paul (0:07)
10. My Bonnie (2:42)
11. Ain't She Sweet (2:13)
12. Cry For A Shadow (2:22)
13. Speech: John (0:10)
14. Speech: Brian Epstein (0:18)
15. Searchin' (3:00)
16. Three Cool Cats (2:25)
17. The Sheik Of Araby (1:43)
18. Like Dreamers Do (2:36)
19. Hello Little Girl (1:40)
20. Speech: Brian Epstein (0:32)
21. Besame Mucho (2:37)
22. Love Me Do (2:32)
23. How Do You Do It (1:57)
24. Please Please Me (1:59)
25. One After 909 (False Starts) (2:23)
26. One After 909 (2:56)
27. Lend Me Your Comb (1:50)
28. I'll Get You (2:08)
29. Speech: John (0:12)
30. I Saw Her Standing There (2:49)
31. From Me To You (2:05)
32. Money (That's What I Want) (2:52)
33. You Really Got A Hold On Me (2:58)
34. Roll Over Beethoven (2:22)
 

CD 2.

01. She Loves You (2:50)
02. Till There Was You (2:54)
03. Twist And Shout (3:05)
04. This Boy (2:22)
05. I Want To Hold Your Hand (2:37)
06. Speech Eric Morecambe and Ernie Wise (2:06)
07. Moonlight Bay (0:50)
08. Can't Buy Me Love (2:10)
09. All My Loving (2:19)
10. You Can't Do That (2:42)
11. And I Love Her (1:52)
12. A Hard Day's Night (2:44)
13. I Wanna Be Your Man (1:48)
14. Long Tall Sally (1:45)
15. Boys (1:50)
16. Shout (1:31)
17. I'll Be Back (1:13)
18. I'll Be Back (1:58)
19. You Know What To Do (1:59)
20. No Reply (Demo) (1:46)
21. Mr Moonlight (2:47)
22. Leave My Kitten Alone (2:57)
23. No Reply (2:29)
24. Eight Days A Week (1:25)
25. Eight Days A Week (2:48)
26. Hey-Hey-Hey-Hey! (2:44)


Anthology 2 (1996)
 
CD 1.

01. Real Love (3:54)
02. Yes It Is (1:50)
03. I'm Down (2:53)
04. You've Got To Hide Your Love Away (2:45)
05. If You've Got Trouble (2:48)
06. That Means A Lot (2:27)
07. Yesterday (2:34)
08. It's Only Love (1:59)
09. I Feel Fine (2:16)
10. Ticket To Ride (2:45)
11. Yesterday (2:43)
12. Help (2:55)
13. Everybody's Trying To Be My Baby (2:45)
14. Norwegian Wood (This Bird Has Flown) (1:59)
15. I'm Looking Through You (2:54)
16. 12-Bar Original (2:55)
17. Tomorrow Never Knowns (3:14)
18. Got To Get You Into My Life (2:54)
19. And Your Bird Can Sing (2:13)
20. Taxman (2:32)
21. Eleanor Rigby (2:06)
22. I'm Only Sleeping (Rehearsal) (0:41)
23. I'm Only Sleeping (Take 1) (2:59)
24. Rock And Roll Music (1:39)
25. She's A Woman (2:55)

CD 2.

01. Strawberry Fields Forever (Demo Sequence) (1:42)
02. Strawberry Fields Forever (Take 1) (2:35)
03. Strawberry Fields Forever (Take 7 And Edit Piece) (4:14)
04. Penny Lane (3:13)
05. A Day In The Life (5:05)
06. Good Morning Good Morning (2:40)
07. Only A Northern Song (2:44)
08. Being For The Benefit Of Mr Kite (Takes 1 And 2) (1:05)
09. Being For The Benefit Of Mr Kite (Take 7) (2:34)
10. Lucy In The Sky With Diamonds (3:06)
11. Within You Without You (Instrumental) (5:27)
12. Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band (Reprise) (1:27)
13. You Know My Name (Look Up The Number) (5:43)
14. I Am The Walrus (4:02)
15. The Fool On The Hill (Demo) (2:48)
16. Your Mother Should Know (3:02)
17. The Fool On The Hill (Take 4) (3:45)
18. Hello Goodbye (3:18)
19. Lady Madonna (2:22)
20. Across The Universe (3:28)
 


Anthology 3 (1996)
 
CD 1.

01. A Beginning (0:50)
02. Happiness Is A Warm Gun (2:15)
03. Helter Skelter (4:38)
04. Mean Mr. Mustard (1:58)
05. Polythene Pam (1:26)
06. Glass Onion (1:51)
07. Junk (2:25)
08. Piggies (2:01)
09. Honey Pie (1:19)
10. Don't Pass Me By (2:42)
11. Ob-La-Di Ob-La-Da (2:56)
12. Good Night (2:38)
13. Cry Baby Cry (2:47)
14. Blackbird (2:19)
15. Sexy Sadie (4:06)
16. While My Guitar Gently Weeps (3:27)
17. Hey Jude (4:21)
18. Not Guilty (3:22)
19. Mother Nature's Son (3:17)
20. Glass Onion (2:08)
21. Rocky Raccoon (4:13)
22. What's The New Mary Jane (6:12)
23. Step Inside Love Los Paranoias (2:31)
24. I'm So Tired (2:14)
25. I Will (1:55)
26. Why Don't We Do It In The Road (2:15)
27. Julia (1:57)

CD 2.

01. I've Got A Feeling (2:49)
02. She Came In Through The Bathroom Window (3:37)
03. Dig A Pony (4:18)
04. Two Of Us (3:27)
05. For You Blue (2:23)
06. Teddy Boy (3:18)
07. Medley:(3:11)
Rip It Up
Shake, Rattle And Roll
Blue Suede Shoes
08. The Long And Winding Road (3:41)
09. Oh! Darling (4:08)
10. All Things Must Pass (3:05)
11. Mailman, Bring Me No More Blues (1:56)
12. Get Back (3:09)
13. Old Brown Shoe (3:03)
14. Octopus's Garden (2:49)
15. Maxwell's Silver Hammer (3:50)
16. Something (3:19)
17. Come Together (3:40)
18. Come And Get It (2:30)
19. Ain't She Sweet (2:09)
20. Because (2:24)
21. Let It Be (4:05)
22. I Me Mine (1:48)
23. The End (2:51)
 


Yellow Submarine Songtrack (1999)
 
01. Yellow Submarine (2:39)
02. Hey Bulldog (3:12)
03. Eleanor Rigby (2:05)
04. Love You To (2:59)
05. All Together Now (2:10)
06. Lucy In The Sky With Diamonds (3:28)
07. Think For Yourself (2:19)
08. Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band (2:09)
09. With A Little Help From My Friends (2:37)
10. Baby You're A Rich Man (3:00)
11. Only A Nothern Song (3:24)
12. All You Need Is Love (3:47)
13. When I'm Sixty Four (2:39)
14. Nowhere Man (2:42)
15. It's All Too Much (6:19)
 


1 (2000)
 
01. Love Me Do (2:21)
02. From Me To You (1:56)
03. She Loves You (2:21)
04. I Want To Hold Your Hand (2:25)
05. Can't Buy Me Love (2:12)
06. A Hard Day's Night (2:33)
07. I Feel Fine (2:18)
08. Eight Days A Week (2:44)
09. Ticket To Ride (3:11)
10. Help! (2:19)
11. Yesterday (2:05)
12. Day Tripper (2:48)
13. We Can Work It Out (2:15)
14. Paperback Writer (2:18)
15. Yellow Submarine 92:38)
16. Eleanor Rigby (2:07)
17. Penny Lane (3:00)
18. All You Need Is Love (3:47)
19. Hello, Goodbye (3:27)
20. Lady Madonna (2:17)
21. Hey Jude (7:04)
22. Get Back (3:12)
23. The Ballad Of John And Yoko (2:59)
24. Something (3:01)
25. Come Together (4:19)
26. Let It Be (3:51)
27. The Long And Winding Road (3:38)


Let It Be... Naked (2003)
 
CD 1.

01. Get Back (2:35)
02. Dig A Pony (3:38)
03. For You Blue (2:28)
04. The Long And Winding Road (3:34)
05. Two Of Us (3:21)
06. I've Got A Feeling (3:31)
07. One After 909 (2:44)
08. Don't Let Me Down (3:19)
09. I Me Mine (2:21)
10. Across The Universe (3:38)
11. Let It Be (3:54)
 

CD 2.

01. Fly On The Wall (21:56) 


The Capitol Albums Volume 1 (Box Set 2004)
 

CD 1: Meet The Beatles! (1963)
 
Stereo.
01. I Want To Hold Your Hand (2:26)
02. I Saw Her Standing There (2:55)
03. This Boy (2:15)
04. It Won't Be Long (2:14)
05. All I've Got To Do (2:04)
06. All My Loving (2:10)
07. Don't Bother Me (2:29)
08. Little Child (1:48)
09. Till There Was You (2:15)
10. Hold Me Tight 2:33)
11. I Wanna Be Your Man (2:01)
12. Not A Second Time (2:12)
 
Mono.
13. I Want To Hold Your Hand (2:27)
14. I Saw Her Standing There (2:55)
15. This Boy (2:15)
16. It Won't Be Long (2:14)
17. All I've Got To Do (2:04)
18. All My Loving (2:09)
19. Don't Bother Me (2:29)
20. Little Child (1:48)
21. Till There Was You (2:15)
22. Hold Me Tight (2:33)
23. I Wanna Be Your Man (2:01)
24. Not A Second Time (2:05)

CD 2: The Beatles' Second Album (1964)
 
Stereo.
01. Roll Over Beethoven (2:49)
02. Thank You Girl (2:07)
03. You Really Got A Hold On Me (3:05)
04. Devil In Her Heart (2:30)
05. Money (2:53)
06. You Can't Do That (2:41)
07. Long Tall Sally (2:07)
08. I Call Your Name (2:12)
09. Please Mr. Postman (2:38)
10. I'll Get You (2:10)
11. She Loves You (2:29)
 
Mono.
12. Roll Over Beethoven (2:47)
13. Thank You Girl (2:06)
14. You Really Got A Hold On Me (3:05)
15. Devil In Her Heart (2:28)
16. Money (2:50)
17. You Can't Do That (2:39)
18. Long Tall Sally (2:06)
19. I Call Your Name (2:15)
20. Please Mr. Postman (2:37)
21. I'll Get You (2:09)
22. She Loves You (2:21)

CD 3: Something New (1964)
 
Stereo.
01. I'll Cry Instead (1:48)
02. Things We Said Today (2:38)
03. Anytime At All (2:14)
04. When I Get Home (2:19)
05. Slow Down (2:57)
06. Matchbox (2:01)
07. Tell Me Why (2:11)
08. And I Love Her (2:32)
09. I'm Happy Just To Dance With You (1:58)
10. If I Fell (2:22)
11. Komm, Gib Mir Deine Hand (2:32)
 
Mono.
12. I'll Cry Instead (2:09)
13. Things We Said Today (2:39)
14. Anytime At All (2:14)
15. When I Get Home (2:19)
16. Slow Down (2:58)
17. Matchbox (2:01)
18. Tell Me Why (2:10)
19. And I Love Her (2:32)
20. I'm Happy Just To Dance With You (1:59)
21. If I Fell (2:22)
22. Komm, Gib Mir Deine Hand (2:27)

CD 4: Beatles '65 (1964)
 
Stereo.
01. No Reply (2:19)
02. I'm A Loser (2:33)
03. Baby's In Black (2:08)
04. Rock And Roll Music (2:34)
05. I'll Follow The Sun (1:51)
06. Mr. Moonlight (2:43)
07. Honey Don't 3:00)
08. I'll Be Back (2:25)
09. She's A Woman (3:02)
10. I Feel Fine (2:23)
11. Everybody's Trying To Be My Baby (2:31)
 
Mono.
12. No Reply (2:18)
13. I'm A Loser (2:34)
14. Baby's In Black (2:08)
15. Rock And Roll Music (2:34)
16. I'll Follow The Sun (1:51)
17. Mr. Moonlight (2:40)
18. Honey Don't (3:00)
19. I'll Be Back (2:25)
20. She's A Woman (3:01)
21. I Feel Fine (2:23)
22. Everybody's Trying To Be My Baby (2:26)


The Capitol Albums Volume 2 (Box Set 2006)
 

CD 1: The Early Beatles (1965)
 
Stereo.
01. Love Me Do (2:22)
02. Twist And Shout (2:36)
03. Anna (Go To Him) (2:58)
04. Chains (2:26)
05. Boys (2:27)
06. Ask Me Why (2:28)
07. Please Please Me (2:02)
08. P.S. I Love You (2:05)
09. Baby It's You (2:42)
10. A Taste Of Honey (2:05)
11. Do You Want To Know A Secret (2:01)
 
Mono.
12. Love Me Do (2:22)
13. Twist And Shout (2:36)
14. Anna (Go To Him) (2:58)
15. Chains (2:26)
16. Boys (2:27)
17. Ask Me Why (2:28)
18. Please Please Me (2:02)
19. P.S. I Love You (2:05)
20. Baby It's You (2:42)
21. A Taste Of Honey (2:05)
22. Do You Want To Know A Secret (1:57)

CD 2: Beatles VI (1965)
 
Stereo.
01. Kansas City (2:41)
02. Eight Days A Week (2:45)
03. You Like Me Too Much (2:37)
04. Bad Boy (2:22)
05. I Don't Want To Spoil The Party (2:35)
06. Words Of Love (2:07)
07. What You're Doing (2:32)
08. Yes It Is (2:42)
09. Dizzy Miss Lizzie (2:55)
10. Tell Me What You See (2:38)
11. Every Little Thing (2:09)
 
Mono.
12. Kansas City (2:35)
13. Eight Days A Week (2:47)
14. You Like Me Too Much (2:38)
15. Bad Boy (2:21)
16. I Don't Want To Spoil The Party (2:37)
17. Words Of Love (2:18)
18. What You're Doing (2:35)
19. Yes It Is (2:43)
20. Dizzy Miss Lizzie (2:56)
21. Tell Me What You See (2:39)
22. Every Little Thing (2:03)

CD 3: Help! (US Version 1965)
 
Stereo.
01. Help! 2:39)
02. The Night Before 2:36)
03. From Me To You Fantasy (Instrumental) (2:08)
04. You've Got To Hide Your Love Away (2:12)
05. I Need You (2:31)
06. In The Tyrol (Instrumental) (2:26)
07. Another Girl (2:08)
08. Another Hard Day's Night (Instrumental) (2:31)
09. Ticket To Ride (3:07)
10. The Bitter End - You Can't Do That (Instrumental) (2:26)
11. You're Gonna Lose That Girl (2:19)
12. The Chase (Instrumental) (2:31)
 
Mono.
13. Help! (2:39)
14. The Night Before (2:36)
15. From Me To You Fantasy (Instrumental) (2:08)
16. You've Got To Hide Your Love Away (2:12)
17. I Need You (2:31)
18. In The Tyrol (Instrumental) (2:25)
19. Another Girl (2:08)
20. Another Hard Day's Night (Instrumental) (2:31)
21. Ticket To Ride (3:07)
22. The Bitter End - You Can't Do That (Instrumental) (2:26)
23. You're Gonna Lose That Girl (2:19)
24. The Chase (Instrumental) (2:28)
 

CD 4: Rubber Soul (US Version 1965)
 
Stereo. 
01. I’ve Just Seen A Face (2:07)
02. Norwegian Wood (This Bird Has Flown) (2:06)
03. You Won’t See Me (3:24)
04. Think For Yourself (2:20)
05. The Word (2:47)
06. Michelle (2:45)
07. It’s Only Love (1:56)
08. Girl (2:31)
09. I’m Looking Through You (2:31)
10. In My Life (2:27)
11. Wait (2:15)
12. Run For Your Life (2:25)
 
Mono.
13. I’ve Just Seen A Face (2:07)
14. Norwegian Wood (This Bird Has Flown) (2:05)
15. You Won’t See Me (3:27)
16. Think For Yourself (2:20)
17. The Word (2:46)
18. Michelle (2:46)
19. It’s Only Love (1:57)
20. Girl (2:32)
21. I’m Looking Through You (2:30)
22. In My Life (2:27)
23. Wait (2:15)
24. Run For Your Life (2:22)


On Air: Live At The BBC Volume 2 (2013)
 
CD 1.

01. And Here We Are Again (0:15)
02. Words Of Love (1:56)
03. How About It, Gorgeous? (0:37)
04. Do You Want To Know A Secret (1:48)
05. Lucille (2:29)
06. Hey, Paul ... (0:21)
07. Anna (Go To Him) (2:50)
08. Hello! (0:19)
09. Please Please Me (1:55)
10. Misery (1:50)
11. I'm Talking About You (1:52)
12. A Real Treat (0:37)
13. Boys (2:29)
14. Absolutely Fab (0:27)
15. Chains (2:15)
16. Ask Me Why (1:54)
17. Till There Was You (2:16)
18. Lend Me Your Comb (1:47)
19. Lower 5E (0:23)
20. The Hippy Hippy Shake (1:46)
21. Roll Over Beethoven (2:22)
22. There's A Place (1:49)
23. Bumper Bundle (0:49)
24. P.S. I Love You (1:59)
25. Please Mister Postman (2:16)
26. Beautiful Dreamer (1:46)
27. Devil In Her Heart (2:22)
28. The 49 Weeks (0:17)
29. Sure To Fall (In Love With You) (2:21)
30. Never Mind, Eh? (0:34)
31. Twist And Shout (2:25)
32. Bye, Bye (0:24)
33. John - Pop Profile (8:22)
34. George - Pop Profile (8:06)
 

CD 2.

01. I Saw Her Standing There (2:36)
02. Glad All Over (1:52)
03. Lift Lid Again (0:37)
04. I'll Get You (2:02)
05. She Loves You (2:15)
06. Memphis, Tennessee (2:16)
07. Happy Birthday Dear Saturday Club (0:34)
08. Now Hush, Hush (0:24)
09. From Me To You (1:51)
10. Money (That's What I Want) (2:43)
11. I Want To Hold Your Hand (2:23)
12. Brian Bathtubes (0:59)
13. This Boy (2:16)
14. If I Wasn't In America (0:45)
15. I Got A Woman (2:36)
16. Long Tall Sally (1:58)
17. If I Fell (2:09)
18. A Hard Job Writing Them (1:19)
19. And I Love Her (2:20)
20. Oh, Can't We? Yes We Can (0:20)
21. You Can't Do That (2:32)
22. Honey Don't (2:24)
23. I'll Follow The Sun (1:51)
24. Green With Black Shutters (0:56)
25. Kansas City + Hey-Hey-Hey-Hey! (2:43)
26. That's What We're Here For (0:24)
27. I Feel Fine (Studio Outtake Sequence) (3:29)
28. Paul - Pop Profile (7:50)
29. Ringo - Pop Profile (8:04)


Bootleg Recordings 1963 (2013)
 
01. There's A Place - Takes 5-6 (2:19)
02. There's A Place - Take 8 (1:58)
03. There's A Place - Take 9 (2:04)
04. Do You Want To Known A Secret - Track 2, Take 7 (2:17)
05. A Taste Of Honey - Track 2, Take 6 (2:12)
06. I Saw Her Standing There - Take 2 (3:07)
07. Misery - Take 1 (1:54)
08. Misery - Take 7 (1:56)
09. From Me To You - Take 1 & 2 (3:24)
10. From Me To You - Take 5 (2:17)
11. Thank You Girl - Take 1 (2:09)
12. Thank You Girl - Take 5 (2:04)
13. One After 909 - Take 1 & 2 (4:29)
14. Hold Me Tight - Take 21 (2:42)
15. Money (That's What I Want-RM 7 Undubbed) (2:48)
Live At BBC For "Saturday Club" / 26th January, 1963.
16. Some Other Guy (2:02)
17. Love Me Do (2:31)
18. Too Much Monkey Business (1:50)
Live At BBC For "Saturday Club" / 16th March, 1963.
19. I Saw Her Standing There (2:38)
Live At BBC For "Saturday Club" / 26th January, 1963.
20. Do You Want To Know A Secret (1:50)
21. From Me To You (1:54)
22. I Got To Find My Baby (1:59)
23. Roll Over Beethoven(2:29)
Live At BBC For "Easy Beat" / 23rd June, 1963.
24. A Taste Of Honey (2:01)
Live At BBC For "Easy Beat" / 20th October, 1963.
25. Love Me Do (2:29)
26. Please Please Me (2:08)
27. She Loves You (2:29)
Live At BBC For "Saturday Club" / 21st December, 1963.
28. I Want To Hold Your Hand (2:19)
29. Till There Was You (2:16)
30. Roll Over Beethoveen (2:16)
Live At BBC For "Pop Go The Beatles" / 4th June, 1963.
31. You Really Got A Hold On Me (2:54)
32. The Hippy Hippy Shake (1:43)
Live At BBC For "Pop Go The Beatles" /11th June, 1963.
33. Till There Was You (2:14)
Live At BBC For "Pop Go The Beatles" / 18th June, 1963.
34. A Shot Of Rhythm And Blues (2:06)
35. A Taste Of Honey (1:56)
36. Money (That's What I Want) (2:41)
Live At BBC For "Pop Go The Beatles" / 25th June, 1963.
37. Anna (3:02)
Live At BBC For "Pop Go The Beatles" / 10th September, 1963.
38. Love Me Do (2:29)
Live At BBC For "Pop Go The Beatles" / 24th September, 1963.
39. She Loves You (2:16)
Live At BBC For "Pop Go The Beatles" / 10th September, 1963.
40. I'll Get You (2:05)
41. A Taste Of Honey (2:00)
Live At BBC For "Pop Go The Beatles" / 17th September, 1963.
42. Boys (2:12)
43. Chains (2:22)
44. You Really Got A Hold On Me (2:57)
45. I Saw Her Standing There (2:41)
Live At BBC For "Pop Go The Beatles" / 10th September, 1963.
46. She Loves You (2:15)
Live At BBC For "Pop Go The Beatles" / 24th September, 1963.
47. Twist And Shout (2:36)
Live At BBC For "Here We Go" / 12th March, 1963.
48. Do You Want To Know A Secret (1:55)
49. Please Please Me (1:57)
Live At BBC For "Side By Side" / 13th May, 1963.
50. Long Tall Sally (1:49)
51. Chains(2:23)
52. Boys (1:53)
53. A Taste Of Honey (2:04)
Live At BBC For "From Us To You" / 26th December, 1963.
54. Roll Over Beethoven (2:17)
55. All My Loving (2:06)
56. She Loves You (2:21)
57. Till There Was You (2:12)
58. Bad To Me - Demo (1:29)
59. I'm In Love - Demo (1:32)

Link.

Original ReMasters.

Please Please Me (1963)
 
01. I Saw Her Standing There (2:56)
02. Misery (1:50)
03. Anna (Go To Him) (2:58)
04. Chains (2:27)
05. Boys (2:27)
06. Ask Me Why (2:28)
07. Please Please Me (2:03)
08. Love Me Do (2:23)
09. P.S. I Love You (2:06)
10. Baby It's You (2:38)
11. Do You Want To Know A Secret (1:59)
12. A Taste Of Honey 2:05)
13. There's A Place (1:53)
14. Twist And Shout (2:33)


With The Beatles (1963)
 
01. It Won't Be Long (2:14)
02. All I've Got To Do (2:05)
03. All My Loving (2:10)
04. Don't Bother Me (2:29)
05. Little Child (1:48)
06. Till There Was You (2:17)
07. Please Mister Postman (2:37)
08. Roll Over Beethoven (2:48)
09. Hold Me Tight (2:33)
10. You Really Got A Hold On Me (3:03)
11. I Wanna Be Your Man (1:59)
12. Devil In Her Heart (2:28)
13. Not A Second Time (2:08)
14. Money (2:48)


A Hard Day's Night (1964)
 
01. A Hard Day's Night (2:33)
02. I Should Have Known Better (2:44)
03. If I Fell (2:22)
04. I'm Happy Just to Dance With You (1:59)
05. And I Love Her (2:31)
06. Tell Me Why (2:10)
07. Can't Buy Me Love (2:15)
08. Any Time At All (2:13)
09. I'll Cry Instead (1:48)
10. Things We Said Today (2:39)
11. When I Get Home (2:18)
12. You Can't Do That (2:38)
13. I'll Be Back (2:21)


Beatles For Sale (1964)
 
01. No Reply (2:18)
02. I'm A Loser (2:330
03. Baby's In Black (2:08)
04. Rock And Roll Music (2:34)
05. I'll Follow The Sun (1:51)
06. Mr. Moonlight (2:37)
07. Medley: Kansas City/Hey-Hey-Hey-Hey! (2:33)
08. Eight Days A Week (2:45)
09. Words Of Love (2:15)
10. Honey Don't (3:00)
11. Every Little Thing (2:05)
12. I Don't Want To Spoil The Party (2:36)
13. What You're Doing (2:35)
14. Everybody's Trying To Be My Baby (2:24)


Help! (1965)
 
01. Help! (2:21)
02. The Night Before (2:37)
03. You've Got To Hide Your Love Away (2:11)
04. I Need You (2:31)
05. Another Girl (2:08)
06. You're Going To Lose That Girl (2:20)
07. Ticket To Ride (3:12)
08. Act Naturally (2:33)
09. It's Only Love (1:59)
10. You Like Me Too Much (2:39)
11. Tell Me What You See (2:40)
12. I've Just Seen A Face (2:07)
13. Yesterday (2:07)
14. Dizzy Miss Lizzy (2:54)


Rubber Soul (1965)
 
01. Drive My Car (2:30)
02. Norwegian Wood (This Bird Has Flown) (2:05)
03. You Won't See Me (3:23)
04. Nowhere Man (2:44)
05. Think For Yourself (2:19)
06. The Word (2:44)
07. Michelle (2:42)
08. What Goes On (2:51)
09. Girl (2:34)
10. I'm Looking Through You (2:28)
11. In My Life (2:28)
12. Wait (2:17)
13. If I Needed Someone (2:24)
14. Run For Your Life (2:19)


Revolver (1966)
 
01. Taxman (2:39)
02. Eleanor Rigby (2:08)
03. I'm Only Sleeping (3:02)
04. Love You To (3:01)
05. Here, There and Everywhere (2:26)
06. Yellow Submarine (2:40)
07. She Said She Said (2:37)
08. Good Day Sunshine (2:10)
09. And Your Bird Can Sing (2:02)
10. For No One (2:02)
11. Doctor Robert (2:15)
12. I Want To Tell You (2:30)
13. Got To Get You Into My Life (2:31)
14. Tomorrow Never Knows (2:57)


Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band (1967)
 
01. Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band (2:02)
02. With A Little Help From My Friends (2:44)
03. Lucy In The Sky With Diamonds (3:28)
04. Getting Better (2:48)
05. Fixing A Hole (2:37)
06. She's Leaving Home (3:35)
07. Being For The Benefit Of Mr. Kite! 92:37)
08. Within You Without You (5:05)
09. When I'm Sixty-Four (2:38)
10. Lovely Rita (2:42)
11. Good Morning Good Morning (2:41)
12. Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band (Reprise) (1:19)
13. A Day In The Life (5:34)


Magical Mystery Tour (1967)
 
01. Magical Mystery Tour (2:52)
02. The Fool On The Hill (3:00)
03. Flying (2:17)
04. Blue Jay Way (3:57)
05. Your Mother Should Know (2:30)
06. I Am The Walrus (4:37)
07. Hello Goodbye (3:31)
08. Strawberry Fields Forever (4:11)
09. Penny Lane (3:03)
10. Baby You're a Rich Man (3:04)
11. All You Need Is Love (3:48)


The Beatles (1968)
 
CD 1.

01. Back In The U.S.S.R. (2:43)
02. Dear Prudence (3:56)
03. Glass Onion (2:18)
04. Ob-La-Di, Ob-La-Da (3:09)
05. Wild Honey Pie (1:01)
06. The Continuing Story Of Bungalow Bill (3:06)
07. While My Guitar Gently Weeps (4:45)
08. Happiness Is A Warm Gun (2:44)
09. Martha My Dear (2:29)
10. I'm So Tired (2:03)
11. Blackbird (2:18)
12. Piggies (2:04)
13. Rocky Raccoon (3:41)
14. Don't Pass Me By (3:42)
15. Why Don't We Do It In The Road? (1:41)
16. I Will (1:46)
17. Julia 92:54)

CD 2.

01. Birthday (2:43)
02. Yer Blues (4:01)
03. Mother Nature's Son (2:48)
04. Everybody's Got Something to Hide Except Me and My Monkey (2:25)
05. Sexy Sadie (3:15)
06. Helter Skelter (4:30)
07. Long, Long, Long (3:04)
08. Revolution 1 (4:16)
09. Honey Pie (2:41)
10. Savoy Truffle (2:55)
11. Cry Baby Cry (3:11)
12. Revolution 9 (8:13)
13. Good Night (3:12)


Yellow Submarine (1969)
 
01. Yellow Submarine (2:43)
02. Only A Northern Song (3:28)
03. All Together Now (2:14)
04. Hey Bulldog (3:14)
05. It's All Too Much (6:28)
06. All You Need Is Love (3:53)
07. Pepperland (2:24)
08. Sea Of Time (3:00)
09. Sea Of Holes (2:21)
10. Sea Of Monsters (3:40)
11. March Of The Meanies (2:22)
12. Pepperland Laid Waste (2:15)
13. Yellow Submarine In Pepperland (2:11)


Abbey Road (1969)
 
01. Come Together (4:21)
02. Something (3:03)
03. Maxwell's Silver Hammer (3:27)
04. Oh! Darling (3:27)
05. Octopus's Garden (2:51)
06. I Want You (She's So Heavy) (7:47)
07. Here Comes The Sun (3:06)
08. Because (2:46)
09. You Never Give Me Your Money (4:02)
10. Sun King (2:26)
11. Mean Mr Mustard (1:06)
12. Polythene Pam (1:13)
13. She Came In Through The Bathroom Window (1:58)
14. Golden Slumbers (1:32)
15. Carry That Weight (1:37)
16. The End (2:20)
17. Her Majesty (0:23)


Let It Be (1970)
 
01. Two of Us (3:37)
02. Dig a Pony (3:55)
03. Across the Universe (3:49)
04. I Me Mine (2:26)
05. Dig It (0:50)
06. Let It Be (4:030
07. Maggie Mae (0:41)
08. I've Got a Feeling (3:38)
09. One After 909 (2:55)
10. The Long and Winding Road (3:38)
11. For You Blue (2:33)
12. Get Back (3:07)
 


Past Masters (1988)
 
CD 1.

01. Love Me Do (2:24)
02. From Me To You (1:58)
03. Thank You Girl (2:04)
04. She Loves You (2:21)
05. I'll Get You (2:06)
06. I Want To Hold Your Hand (2:27)
07. This Boy (2:16)
08. Komm, Gib Mir Deine Hand (2:27)
09. Sie Liebt Dich (2:20)
10. Long Tall Sally (2:03)
11. I Call Your Name (2:09)
12. Slow Down (2:56)
13. Matchbox (1:59)
14. I Feel Fine (2:20)
15. She's A Woman (3:03)
16. Bad Boy (2:21)
17. Yes It Is (2:43)
18. I'm Down (2:32)

CD 2.

01. Day Tripper (2:50)
02. We Can Work It Out (2:16)
03. Paperback Writer (2:19)
04. Rain (3:02)
05. Lady Madonna (2:18)
06. The Inner Light (2:37)
07. Hey Jude (7:08)
08. Revolution (3:25)
09. Get Back (With Billy Preston) (3:15)
10. Don't Let Me Down (With Billy Preston) (3:35)
11. The Ballad Of John And Yoko (3:00)
12. Old Brown Shoe (3:18)
13. Across The Universe (3:49)
14. Let It Be (3:51)
15. You Know My Name (Look Up The Number) (4:19)


The Beatles In Mono (Japan Box Set 2009)
 

CD 1: Please Please Me (1963)
 
01. I Saw Her Standing There (2:56)
02. Misery (1:50)
03. Anna (Go To Him) (2:58)
04. Chains (2:27)
05. Boys (2:27)
06. Ask Me Why (2:28)
07. Please Please Me (2:03)
08. Love Me Do (2:23)
09. P.S. I Love You (2:06)
10. Baby It's You (2:38)
11. Do You Want To Know A Secret (1:59)
12. A Taste Of Honey 2:05)
13. There's A Place (1:53)
14. Twist And Shout (2:33)

CD 2: With The Beatles (1963)
 
01. It Won't Be Long (2:14)
02. All I've Got To Do (2:05)
03. All My Loving (2:10)
04. Don't Bother Me (2:29)
05. Little Child 1:48)
06. Till There Was You (2:17)
07. Please Mister Postman (2:37)
08. Roll Over Beethoven (2:48)
09. Hold Me Tight (2:33)
10. You Really Got A Hold On Me (3:03)
11. I Wanna Be Your Man (1:59)
12. Devil In Her Heart (2:28)
13. Not A Second Time (2:08)
14. Money (2:48)
 

CD 3: A Hard Day's Night (1964)
 
01. A Hard Day's Night (2:33)
02. I Should Have Known Better (2:44)
03. If I Fell (2:22)
04. I'm Happy Just to Dance With You (1:59)
05. And I Love Her (2:31)
06. Tell Me Why (2:10)
07. Can't Buy Me Love (2:15)
08. Any Time At All (2:13)
09. I'll Cry Instead (1:48)
10. Things We Said Today (2:39)
11. When I Get Home (2:18)
12. You Can't Do That (2:38)
13. I'll Be Back (2:21)

CD 4: Beatles For Sale (1964)
 
01. No Reply (2:18)
02. I'm A Loser (2:330
03. Baby's In Black (2:08)
04. Rock And Roll Music (2:34)
05. I'll Follow The Sun (1:51)
06. Mr. Moonlight (2:37)
07. Medley: Kansas City/Hey-Hey-Hey-Hey! (2:33)
08. Eight Days A Week (2:45)
09. Words Of Love (2:15)
10. Honey Don't (3:00)
11. Every Little Thing (2:05)
12. I Don't Want To Spoil The Party (2:36)
13. What You're Doing (2:35)
14. Everybody's Trying To Be My Baby (2:24)

CD 5: Help! (1965)
 
01. Help! (2:21)
02. The Night Before (2:37)
03. You've Got To Hide Your Love Away (2:11)
04. I Need You (2:31)
05. Another Girl (2:08)
06. You're Going To Lose That Girl (2:20)
07. Ticket To Ride (3:12)
08. Act Naturally (2:33)
09. It's Only Love (1:59)
10. You Like Me Too Much (2:39)
11. Tell Me What You See (2:40)
12. I've Just Seen A Face (2:07)
13. Yesterday (2:07)
14. Dizzy Miss Lizzy (2:54)

CD 6: Rubber Soul (1965)
 
01. Drive My Car (2:30)
02. Norwegian Wood (This Bird Has Flown) (2:05)
03. You Won't See Me (3:23)
04. Nowhere Man (2:44)
05. Think For Yourself (2:19)
06. The Word (2:44)
07. Michelle (2:42)
08. What Goes On (2:51)
09. Girl (2:34)
10. I'm Looking Through You (2:28)
11. In My Life (2:28)
12. Wait (2:17)
13. If I Needed Someone (2:24)
14. Run For Your Life (2:19)

CD 7: Revolver (1966)
 
01. Taxman (2:39)
02. Eleanor Rigby (2:08)
03. I'm Only Sleeping (3:02)
04. Love You To (3:01)
05. Here, There and Everywhere (2:26)
06. Yellow Submarine (2:40)
07. She Said She Said (2:37)
08. Good Day Sunshine (2:10)
09. And Your Bird Can Sing (2:02)
10. For No One (2:02)
11. Doctor Robert (2:15)
12. I Want To Tell You (2:30)
13. Got To Get You Into My Life (2:31)
14. Tomorrow Never Knows (2:57)

CD 8: Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band (1967)
 
01. Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band (2:02)
02. With A Little Help From My Friends (2:44)
03. Lucy In The Sky With Diamonds (3:28)
04. Getting Better (2:48)
05. Fixing A Hole (2:37)
06. She's Leaving Home (3:35)
07. Being For The Benefit Of Mr. Kite! 92:37)
08. Within You Without You (5:05)
09. When I'm Sixty-Four (2:38)
10. Lovely Rita (2:42)
11. Good Morning Good Morning (2:41)
12. Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band (Reprise) (1:19)
13. A Day In The Life (5:34)

CD 9: Magical Mystery Tour (1967)
 
01. Magical Mystery Tour (2:52)
02. The Fool On The Hill (3:00)
03. Flying (2:17)
04. Blue Jay Way (3:57)
05. Your Mother Should Know (2:30)
06. I Am The Walrus (4:37)
07. Hello Goodbye (3:31)
08. Strawberry Fields Forever (4:11)
09. Penny Lane (3:03)
10. Baby You're a Rich Man (3:04)
11. All You Need Is Love (3:48)

CD 10: The Beatles (1968)
 
CD 1.

01. Back In The U.S.S.R. (2:43)
02. Dear Prudence (3:56)
03. Glass Onion (2:18)
04. Ob-La-Di, Ob-La-Da (3:09)
05. Wild Honey Pie (1:01)
06. The Continuing Story Of Bungalow Bill (3:06)
07. While My Guitar Gently Weeps (4:45)
08. Happiness Is A Warm Gun (2:44)
09. Martha My Dear (2:29)
10. I'm So Tired (2:03)
11. Blackbird (2:18)
12. Piggies (2:04)
13. Rocky Raccoon (3:41)
14. Don't Pass Me By (3:42)
15. Why Don't We Do It In The Road? (1:41)
16. I Will (1:46)
17. Julia 92:54)

CD 2.

01. Birthday (2:43)
02. Yer Blues (4:01)
03. Mother Nature's Son (2:48)
04. Everybody's Got Something to Hide Except Me and My Monkey (2:25)
05. Sexy Sadie (3:15)
06. Helter Skelter (4:30)
07. Long, Long, Long (3:04)
08. Revolution 1 (4:16)
09. Honey Pie (2:41)
10. Savoy Truffle (2:55)
11. Cry Baby Cry (3:11)
12. Revolution 9 (8:13)
13. Good Night (3:12)

CD 11: Mono Masters.
 
CD 1.

01. Love Me Do (Original Single Version) (2:25)
02. From Me to You (1:57)
03. Thank You Girl (2:04)
04. She Loves You (2:21)
05. I'll Get You (2:06)
06. I Want to Hold Your Hand (2:26)
07. This Boy (2:16)
08. Komm, Gib Mir Deine Hand (2:26)
09. Sie Liebt Dich (2:19)
10. Long Tall Sally (2:03)
11. I Call Your Name (2:11)
12. Slow Down 92:57)
13. Matchbox (1:59)
14. I Feel Fine (2:230
15. She's a Woman (3:04)
16. Bad Boy (2:20)
17. Yes It Is (2:42)
18. I'm Down (2:38)

CD 2.

01. Day Tripper (2:52)
02. We Can Work It Out (2:15)
03. Paperback Writer (2:26)
04. Rain (3:01)
05. Lady Madonna (2:17)
06. The Inner Light (2:36)
07. Hey Jude (7:20)
08. Revolution (3:25)
09. Only a Northern Song (3:26)
10. All Together Now (2:11)
11. Hey Bulldog (3:14)
12. It's All Too Much (6:22)
13. Get Back (The Beatles With Billy Preston) (3:11)
14. Don't Let Me Down (The Beatles With Billy Preston) (3:33)
15. Across the Universe (3:50)
16. You Know My Name (Look Up the Number) (4:24)
 


1962 > 1966 - 1967 > 1970 (Box Set 2010)
 
 1962-1966.

CD 1.

01. Love Me Do (2:24)
02. Please Please Me (2:03)
03. From Me To You (1:57)
04. She Loves You (2:22)
05. I Want To Hold Your Hand (2:27)
06. All My Loving (2:09)
07. Can't Buy Me Love (2:14)
08. A Hard Day's Night (2:34)
09. And I Love Her (2:31)
10. Eight Days A Week (2:45)
11. I Feel Fine (2:20)
12. Ticket To Ride (3:11)
13. Yesterday (2:05)
 

CD 2.

01. Help! (2:20)
02. You've Got to Hide Your Love Away (2:11)
03. We Can Work it Out (2:16)
04. Day Tripper (2:50)
05. Drive My Car (2:28)
06. Norweigan Wood (This Bird Has Flown) (2:05)
07. Nowhere Man (2:44)
08. Michelle (2:42)
09. In My Life (2:27)
10. Girl (2:31)
11. Paperback Writer (2:19)
12. Eleanor Rigby (2:08)
13. Yellow Submarine (2:37)
 

1967-1970.

CD 1.

01. Stawberry Feilds Forever (4:08)
02. Penny Lane (3:02)
03. Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band (2:01)
04. With A Little Help Frome My Friends (2:44)
05. Lucy In The Sky With Diamonds (3:27)
06. A Day In The Life (5:06)
07. All You Need Is Love (3:49)
08. I Am The Walrus (4:35)
09. Hello, Goodbye (3:30)
10. The Fool On The Hill (3:00)
11. Magic Mystery Tour (2:49)
12. Lady Madonna (2:19)
13. Hey Jude (7:08)
14. Revolution (3:24)
 

CD 2.

01. Back In The USSR (2:46)
02. While My Guitar Gently Weeps (4:47)
03. Ob-La-Di, Ob-La-Da (3:11)
04. Get Back (3:13)
05. Don't Let Me Down (3:35)
06. The Ballad Of John And Yoko (3:00)
07. Old Brown Shoe (3:20)
08. Here Comes The Sun (3:07)
09. Come Together (4:19)
10. Something (3:03)
11. Octopus's Garden (2:52)
12. Let It Be (3:52)
13. Across The Universe (3:47)
14. The Long and Winding Road (3:37)


Live At The BBC (2013)
 
CD 1.

01. Beatle Greetings (Speech) (0:14)
02. From Us To You (Opening) (0:30)
03. Riding On A Bus (Speech) (0:55)
04. I Got A Woman (2:48)
05. Too Much Monkey Business (2:08)
06. Keep Your Hands Off My Baby (2:31)
07. I'll Be On My Way (1:58)
08. Young Blood (1:56)
09. A Shot Of Rhythm And Blues (2:16)
10. Sure To Fall (In Love With You) (2:08)
11. Some Other Guy (2:01)
12. Thank You Girl (2:05)
13. Sha La La La La! (Speech) (0:28)
14. Baby It's You 2:44)
15. That's All Right (Mama) (2:56)
16. Carol (2:36)
17. What Is It, George? (Speech) (0:31)
18. Soldier Of Love (1:59)
19. A Little Rhyme (Speech) (0:26)
20. Clarabella (2:40)
21. I'm Gonna Sit Right Down And Cry (Over You) (2:02)
22. Crying, Waiting, Hoping (2:11)
23. Dear Wack! (Speech) (0:43)
24. You Really Got A Hold On Me (2:38)
25. To Know Her Is To Love Her (2:51)
26. A Taste Of Honey (1:59)
27. Long Tall Sally (1:54)
28. I Saw Her Standing There (2:35)
29. The Honeymoon Song (1:40)
30. Johnny B. Goode (2:51)
31. Memphis, Tennessee (2:16)
32. Lucille (1:50)
33. Can't Buy Me Love (2:08)
34. From Fluff To You (Speech) (0:28)
35. Till There Was You (2:17)

CD 2.

01. Crinsk Dee Night (Speech) (1:05)
02. A Hard Day's Night (2:24)
03. Have A Banana! (Speech) (0:22)
04. I Wanna Be Your Man (2:09)
05. Just A Rumour (Speech) (0:20)
06. Roll Over Beethoven (2:16)
07. All My Loving (2:04)
08. Things We Said Today (2:18)
09. She's A Woman (3:15)
10. Sweet Little Sixteen (2:21)
11. 1822! (Speech) (0:10)
12. Lonesome Tears In My Eyes (2:36)
13. Nothin' Shakin' (2:59)
14. The Hippy Hippy Shake (1:49)
15. Glad All Over (1:52)
16. I Just Don't Understand (2:47)
17. So How Come (No One Loves Me) (1:54)
18. I Feel Fine (2:13)
19. I'm A Loser (2:33)
20. Everybody's Trying To Be My Baby (2:21)
21. Rock And Roll Music (2:01)
22. Ticket To Ride (2:56)
23. Dizzy Miss Lizzy (2:42)
24. Medley : Kansas City/Hey! Hey! Hey! Hey! (2:37)
25. Set Fire To That Lot! (Speech) (0:28)
26. Matchbox (1:57)
27. I Forgot To Remember To Forget (2:09)
28. Love These Goon Shows! (Speech) (0:27)
29. I Got To Find My Baby (1:56)
30. Ooh! My Soul (1:37)
31. Ooh! My Arms (0:35)
32. Don't Ever Change (2:03)
33. Slow Down (2:36)
34. Honey Don't (2:11)
35. Love Me Do (2:30)
36. From Us To You (Closing)
(0:38)


The U.S. Albums (Box Set 2014)
 

CD 1: Meet The Beatles! (1964)
 
Stereo.
01. I Want To Hold Your Hand (2:26)
02. I Saw Her Standing There (2:55)
03. This Boy (2:15)
04. It Won't Be Long (2:14)
05. All I've Got To Do (2:04)
06. All My Loving (2:10)
07. Don't Bother Me (2:29)
08. Little Child (1:48)
09. Till There Was You (2:15)
10. Hold Me Tight 2:33)
11. I Wanna Be Your Man (2:01)
12. Not A Second Time (2:12)
 
Mono.
13. I Want To Hold Your Hand (2:27)
14. I Saw Her Standing There (2:55)
15. This Boy (2:15)
16. It Won't Be Long (2:14)
17. All I've Got To Do (2:04)
18. All My Loving (2:09)
19. Don't Bother Me (2:29)
20. Little Child (1:48)
21. Till There Was You (2:15)
22. Hold Me Tight (2:33)
23. I Wanna Be Your Man (2:01)
24. Not A Second Time (2:05)

CD 2: The Beatles' Second Album (1964)
 
Stereo.
01. Roll Over Beethoven (2:49)
02. Thank You Girl (2:07)
03. You Really Got A Hold On Me (3:05)
04. Devil In Her Heart (2:30)
05. Money (2:53)
06. You Can't Do That (2:41)
07. Long Tall Sally (2:07)
08. I Call Your Name (2:12)
09. Please Mr. Postman (2:38)
10. I'll Get You (2:10)
11. She Loves You (2:29)
 
Mono.
12. Roll Over Beethoven (2:47)
13. Thank You Girl (2:06)
14. You Really Got A Hold On Me (3:05)
15. Devil In Her Heart (2:28)
16. Money (2:50)
17. You Can't Do That (2:39)
18. Long Tall Sally (2:06)
19. I Call Your Name (2:15)
20. Please Mr. Postman (2:37)
21. I'll Get You (2:09)
22. She Loves You (2:21)

CD 3: A Hard Day's Night (1964)
 
Mono.
01. A Hard Day's Night (2:33)
02. Tell Me Why (2:12)
03. I Cry Instead (2:08)
04. I Should Have Known Better (Instrumental) (2:20)
05. I'm Happy Just To Dance With You (1:59)
06. And I Love Her (Instrumental) (3:49)
07. I Should Have Known Better (2:46)
08. If I Fell (2:23)
09. And I Love Her (2:34)
10. Ringo's Theme (This Boy) (Instrumental) (3:14)
11. Can't Buy Me Love (2:16)
12. A Hard Day's Night (Instrumental) (2:13)
 
Stereo.
13. A Hard Day's Night (2:35)
14. Tell Me Why (2:09)
15. I Cry Instead (2:07)
16. I Should Have Known Better (Instrumental) (2:11)
17. I'm Happy Just To Dance With You (1:59)
18. And I Love Her (Instrumental) (3:47)
19. I Should Have Known Better (2:44)
20. If I Fell (2:20)
21. And I Love Her (2:31)
22. Ringo's Theme (This Boy) (Instrumental) (3:11)
23. Can't Buy Me Love (Stereo) (2:13)
24. A Hard Day's Night (Instrumental) (2:07)

CD 4: Something New (1964)
 
Mono.
01. I'll Cry Instead (2:09)
02. Things We Said Today (2:39)
03. Any Time At All (2:14)
04. When I Get Home (2:19)
05. Slow Down (2:58)
06. Matchbox (1:59)
07. Tell Me Why (2:10)
08. And I Love Her (2:31)
09. I'm Happy Just To Dance With You (1:59)
10. If I Fell (2:22)
11. Komm, Gib Mir Deine Hand (I Want To Hold Your Hand) (2:30)
 
Stereo.
12. I'll Cry Instead (1:48)
13. Things We Said Today (2:38)
14. Any Time At All (2:13)
15. When I Get Home (2:18)
16. Slow Down (2:57)
17. Matchbox (1:59)
18. Tell Me Why (2:10)
19. And I Love Her (2:31)
20. I'm Happy Just To Dance With You (1:57)
21. If I Fell (2:22)
22. Komm, Gib Mir Deine Hand (I Want To Hold Your Hand) (2:25)

CD 5: The Beatles Story (1964)
 
01. On Stage With The Beatles (1:03)
02. How Beatlemania Began (1:19)
03. Beatlemania In Action (1:24)
04. Man Behind The Beatles-Brian Epstein (2:45)
05. John Lennon (5:46)
06. Who's A Millionaire (0:37)
07. Beatles Will Be Beatles (7:33)
08. Man Behind The Music-George Martin (0:53)
09. George Harrison (4:42)
10. A Hard Day's Night-Their First Movie (3:06)
11. Paul McCartney (2:42)
12. Sneaky Haircuts And More About Paul (3:26)
13. The Beatles Look At Life (2:05)
14. 'Victims' Of Beatlemania (1:08)
15. Beatle Medley (3:57)
16. Ringo Starr (6:21)
17. Liverpool And All The World! (1:08)
 

CD 6: Beatles '65 (1964)
 
Stereo.
01. No Reply (2:19)
02. I'm A Loser (2:33)
03. Baby's In Black (2:08)
04. Rock And Roll Music (2:34)
05. I'll Follow The Sun (1:51)
06. Mr. Moonlight (2:43)
07. Honey Don't 3:00)
08. I'll Be Back (2:25)
09. She's A Woman (3:02)
10. I Feel Fine (2:23)
11. Everybody's Trying To Be My Baby (2:31)
 
Mono.
12. No Reply (2:18)
13. I'm A Loser (2:34)
14. Baby's In Black (2:08)
15. Rock And Roll Music (2:34)
16. I'll Follow The Sun (1:51)
17. Mr. Moonlight (2:40)
18. Honey Don't (3:00)
19. I'll Be Back (2:25)
20. She's A Woman (3:01)
21. I Feel Fine (2:23)
22. Everybody's Trying To Be My Baby (2:26)

CD 7: The Early Beatles (1965)
 
Stereo.
01. Love Me Do (2:22)
02. Twist And Shout (2:36)
03. Anna (Go To Him) (2:58)
04. Chains (2:26)
05. Boys (2:27)
06. Ask Me Why (2:28)
07. Please Please Me (2:02)
08. P.S. I Love You (2:05)
09. Baby It's You (2:42)
10. A Taste Of Honey (2:05)
11. Do You Want To Know A Secret (2:01)
 
Mono.
12. Love Me Do (2:22)
13. Twist And Shout (2:36)
14. Anna (Go To Him) (2:58)
15. Chains (2:26)
16. Boys (2:27)
17. Ask Me Why (2:28)
18. Please Please Me (2:02)
19. P.S. I Love You (2:05)
20. Baby It's You (2:42)
21. A Taste Of Honey (2:05)
22. Do You Want To Know A Secret (1:57)

CD 8: Beatles VI (1965)
 
Stereo.
01. Kansas City/Hey-Hey-Hey-Hey! (2:41)
02. Eight Days A Week (2:45)
03. You Like Me Too Much (2:37)
04. Bad Boy (2:22)
05. I Don't Want To Spoil The Party (2:35)
06. Words Of Love (2:07)
07. What You're Doing (2:32)
08. Yes It Is (2:42)
09. Dizzy Miss Lizzie (2:55)
10. Tell Me What You See (2:38)
11. Every Little Thing (2:09)
 
Mono.
12. Kansas City/Hey-Hey-Hey-Hey! (2:35)
13. Eight Days A Week (2:47)
14. You Like Me Too Much (2:38)
15. Bad Boy (2:21)
16. I Don't Want To Spoil The Party (2:37)
17. Words Of Love (2:18)
18. What You're Doing (2:35)
19. Yes It Is (2:43)
20. Dizzy Miss Lizzie (2:56)
21. Tell Me What You See (2:39)
22. Every Little Thing (2:03)

CD 9: Help! (1965)
 
Stereo.
01. Help! 2:39)
02. The Night Before 2:36)
03. From Me To You Fantasy (Instrumental) (2:08)
04. You've Got To Hide Your Love Away (2:12)
05. I Need You (2:31)
06. In The Tyrol (Instrumental) (2:26)
07. Another Girl (2:08)
08. Another Hard Day's Night (Instrumental) (2:31)
09. Ticket To Ride (3:07)
10. The Bitter End - You Can't Do That (Instrumental) (2:26)
11. You're Gonna Lose That Girl (2:19)
12. The Chase (Instrumental) (2:31)
 
Mono.
13. Help! (2:39)
14. The Night Before (2:36)
15. From Me To You Fantasy (Instrumental) (2:08)
16. You've Got To Hide Your Love Away (2:12)
17. I Need You (2:31)
18. In The Tyrol (Instrumental) (2:25)
19. Another Girl (2:08)
20. Another Hard Day's Night (Instrumental) (2:31)
21. Ticket To Ride (3:07)
22. The Bitter End - You Can't Do That (Instrumental) (2:26)
23. You're Gonna Lose That Girl (2:19)
24. The Chase (Instrumental) (2:28)
 

CD 10: Rubber Soul (1965)
 
Stereo.
01. I’ve Just Seen A Face (2:07)
02. Norwegian Wood (This Bird Has Flown) (2:06)
03. You Won’t See Me (3:24)
04. Think For Yourself (2:20)
05. The Word (2:47)
06. Michelle (2:45)
07. It’s Only Love (1:56)
08. Girl (2:31)
09. I’m Looking Through You (2:31)
10. In My Life (2:27)
11. Wait (2:15)
12. Run For Your Life (2:25)
 
Mono.
13. I’ve Just Seen A Face (2:07)
14. Norwegian Wood (This Bird Has Flown) (2:05)
15. You Won’t See Me (3:27)
16. Think For Yourself (2:20)
17. The Word (2:46)
18. Michelle (2:46)
19. It’s Only Love (1:57)
20. Girl (2:32)
21. I’m Looking Through You (2:30)
22. In My Life (2:27)
23. Wait (2:15)
24. Run For Your Life (2:22)

CD 11: Yesterday And Today (1966)
 
Mono.
01. Drive My Car (2:31)
02. I'm Only Sleeping (3:02)
03. Nowhere Man (2:44)
04. Dr. Robert (2:17)
05. Yesterday (2:07)
06. Act Naturally (2:31)
07. And Your Bird Can Sing (2:02)
08. If I Needed Someone (2:23)
09. We Can Work It Out (2:16)
10. What Goes On? (2:48)
11. Day Tripper (2:56)
 
Stereo.
12. Drive My Car (2:31)
13. I'm Only Sleeping (3:02)
14. Nowhere Man (2:45)
15. Dr. Robert (2:16)
16. Yesterday (2:07)
17. Act Naturally (2:32)
18. And Your Bird Can Sing (2:02)
19. If I Needed Someone (2:23)
20. We Can Work It Out (2:16)
21. What Goes On (2:49)
22. Day Tripper (2:52)

CD 12: Revolver (1966)
 
Mono.
01. Taxman (2:42)
02. Eleanor Rigby (2:10)
03. Love You To (3:09)
04. Here, There And Everywhere (2:26)
05. Yellow Submarine (2:42)
06. She Said She Said (2:37)
07. Good Day Sunshine (2:12)
08. For No One (2:02)
09. I Want To Tell You (2:32)
10. Got To Get You Into My Life (2:39)
11. Tomorrow Never Knows (3:01)
 
Stereo.
12. Taxman (2:40)
13. Eleanor Rigby (2:08)
14. Love You To (3:01)
15. Here, There And Everywhere (2:26)
16. Yellow Submarine (2:40)
17. She Said She Said (2:37)
18. Good Day Sunshine (2:11)
19. For No One (2:01)
20. I Want To Tell You (2:30)
21. Got To Get You Into My Life (2:30)
22. Tomorrow Never Knows (2:59)

CD 13: Hey Jude (1970)
 
01. Can't Buy Me Love (2:14)
02. I Should Have Known Better (2:46)
03. Paperback Writer (2:21)
04. Rain (3:05)
05. Lady Madonna (2:20)
06. Revolution (3:27)
07. Hey Jude (7:12)
08. Old Brown Shoe (3:22)
09. Don't Let Me Down (3:38)
10. The Ballad of John And Yoko (3:00)

Link.

Meet The Beatles! (Japan Box 2014)
 

CD 1: Meet The Beatles! (1964)
 
Mono.
01. I Want To Hold Your Hand (2:27)
02. She Loves You (2:21)
03. From Me To You (1:57)
04. Twist And Shout (2:34)
05. Love Me Do (2:20)
06. Baby It's You (2:42)
07. Don't Bother Me (2:31)
08. Please Please Me (2:06)
09. I Saw Her Standing There (2:57)
10. P.S. I Love You (2:08)
11. Little Child (1:50)
12. All My Loving (2:13)
13. Hold Me Tight (2:35)
14. Please Mister Postman (2:41)

CD 2: The Beatles' Second Album (1964)
 
Mono.
01. Can't Buy Me Love (2:18)
02. Do You Want To Know A Secret (2:01)
03. Thank You Girl (2:04)
04. A Taste Of Honey (2:06)
05. It Won't Be Long (2:15)
06. I Wanna Be Your Man (2:01)
07. There's A Place (1:54)
08. Roll Over Beethoven (2:49)
09. Misery (1:53)
10. Boys (2:29)
11. Devil In Her Heart (2:30)
12. Not A Second Time (2:12)
13. Money (2:47)
14. Till There Was You (2:21)

CD 3: A Hard Day's Night (1964)
 
Stereo.
01. A Hard Day's Night (2:34)
02. I Should Have Known Better (2:43)
03. If I Fell (2:19)
04. I'm Happy Just To Dance With You (1:56)
05. And I Love Her (2:30)
06. Tell Me Why (2:09)
07. Can't Buy Me Love (2:12)
08. Any Time At All (2:11)
09. I'll Cry Instead (1:46)
10. Things We Said Today (2:35)
11. When I Get Home (2:17)
12. You Can't Do That (2:35)
13. I'll Be Back (2:24)

CD 4: Beatles No. 5 (1965)
 
Mono.
01. Long Tall Sally (2:04)
02. Sie Liebt Dich (2:19)
03. Anna (Go To Him) (3:00)
04. Matchbox (1:59)
05. You Really Got A Hold On Me (3:04)
06. She's A Woman (3:04)
07. Ask Me Why (2:30)
08. I Feel Fine (2:23)
09. Komm, Gib Mir Deine Hand (2:26)
10. Chains (2:29)
11. Slow Down (2:57)
12. All I've Got To Do (2:06)
13. I Call Your Name (2:11)
14. This Boy (2:18)

CD 5: Help! (1965)
 
Stereo.
01. Help! (2:24)
02. The Night Before (2:38)
03. You've Got To Hide Your Love Away (2:12)
04. I Need You (2:32)
05. Another Girl (2:09)
06. You're Going To Lose That Girl (2:21)
07. Ticket To Ride (3:12)
08. Act Naturally (2:33)
09. It's Only Love (2:00)
10. You Like Me Too Much (2:40)
11. Tell Me What You See (2:41)
12. I've Just Seen A Face (2:08)
13. Yesterday (2:09)
14. Dizzy Miss Lizzie (2:56)
 

Link.

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

224 comentários :

  1. Carinha...
    Tomei um susto qdo fui procurar o blog no wordpress e não achei...
    Achei que o último oásis do rock havia falecido...
    Fiquei feliz por ter achado teu blog de novo.
    Teu trabalho é excelente! Continue assim!

    ResponderExcluir
  2. George Harrison23/11/2010 20:46

    Eu sou quase um Beatlemaníaco, e achei um barato ter todos os CDs deles aqui. Como não trabalho, e ainda estudo, não posso comprar todos os discos deles, mas no futuro, comprarei, com certeza. Porém, cara, esse site é demais! Fiquei doido quando saiu do Wordpress, mas fiquei felicíssimo quando voltou no blogspot. Parabéns, cara! Você lavoriza o que é bom! Long Live Rock N' Roll!!!

    ResponderExcluir
  3. Tô começando a ouvir Beatles por causa de uma biografia da adolescencia do Lennon, "O Jovem Lennon", de João Siera I Fabra.
    Valeu pelos álbuns!

    ResponderExcluir
  4. Lindo, Lindo Lindo! Amo os Beatles! Muito obrigado Alex! De coração mesmo. Não sei onde mais eu encontraria a discografia a não ser aqui!

    ResponderExcluir
  5. cara vc é fera parabens pelo blog e obrigado por ajudar a manter novo o bom e velho rock and roll

    ResponderExcluir
  6. Essa sim foi a melhor banda que ja existiu,Os Beatles ultrapassaram qualquer limite,eles viraram deuses!

    ResponderExcluir
  7. Amílcar Henrique13/03/2011 08:58

    Este site é precioso! Obrigado pelas informações e pelo sua disposição em deixar todos estes tesouros, muitos fora dos catálogos das gravadoras, acessíveis a quem gosta de rock, que não precisa mais depender da má vontade dos estúdios em relançar estes álbuns essenciais pra gente!! Seu esforço é muitíssimo válido!!

    ResponderExcluir
  8. Está de parabéns!!
    Esse baú de informações é simplesmente maravilhoso, um deleite para os amantes do rock!

    ResponderExcluir
  9. Só uma palavra pra você do blog :

    FANTÁSTICO!

    ResponderExcluir
  10. A cada vez eu amo mais esse site. Está de parabéns Alex.

    ResponderExcluir
  11. Hey!!! Tu blog es fabuloso!!!!! Gracias por tus aportes y es mejor aún que tengas los archivos subidos a Mediafire!!! Se descargan con facilidad!

    GRACIAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAS

    ResponderExcluir
  12. The Beatles - a melhor banda que já existiu!!!!!!

    ResponderExcluir
  13. O site ta muito bom

    ResponderExcluir
  14. Qualquer coisa sobre os Beatles me encanta. Tenho todos os discos originais, mas sei que nem todo mundo pode ter. Tenho os originais dos Beatles porque acho que são as maiores obras de arte musicais que já existiu e existirá, ninguém chegou nem perto deles e nem chegará, é impossível alguém compor e gravar tanta coisa bela em tão pouco tempo de existência. Viva os Beatles e viva esse excelente blog. Parabéns.

    ResponderExcluir
  15. Aqui é Onde Começa a Música e Onde Ela Termina,Sem Eles Tudo Não Passa de Repetição Exaustiva.
    Obrigado Pelos Cds Alex,e como Disso colega Willams : "ninguém chegou nem perto deles e nem chegará" - Certissimo!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  16. Amo muito os Beatles!!! Para mim eles são tudo! Gosto também de outras bandas de rock, mas para mim, nenhuma supera os garotos de Liverpool!
    Teu blog tá exelente! Vc tá de parabéns!

    ResponderExcluir
  17. Parabéns pelo blog,prático e eficiente,muito obrigado pelas discografias abraços.

    ResponderExcluir
  18. Valeu pelas discografias, continue com o blog o/

    ResponderExcluir
  19. Quem ouve Beatles e não se arrepia,não sente nada,não se emociona ao ouvir verdadeiras obras de arte(desde Day Tripper até coisas mais românticas,como Something),não o que tá fazendo nessa vida ainda...:P

    ResponderExcluir
  20. Como falar sobre uma banda que mudou a minha forma musical de pensar,que mudou mudou meus conceitos em relação a arte...enfim;uma banda que mudou a minha vida!Só tenho que agradecer ao Muro por disponibilizar a discografia da maior e melhor banda de todos os tempos:The Beatles
    Ass.:mais um porto alegrense beatlemaníaco

    ResponderExcluir
  21. muito bom adorei a discografia ..pretto

    ResponderExcluir
  22. eu passei para meus amigos esse site e todos elogiam pelo bélo trabalho feito aqui!!

    continue assim se depender desse site vai ser visto pelo mundo todo!!

    bom trabalho!!

    ResponderExcluir
  23. Leonardo Augusto30/12/2011 22:51

    CARA VOCÊ É O MESTRE DO ROCK AND ROLL, QUE TRABALHO LINDO O TEU.
    PARABÉNS MESMO!
    E MUITO OBRIGADO POR NOS OFERECER ALGO TÃO NOBRE, RICO,ORGANIZADO E EXTRAORDINÁRIO.

    VALEU MEU!!!

    ResponderExcluir
  24. Há tempos procuro algo "ROCK" desse jeito!
    Valeu,Man!!!

    ResponderExcluir
  25. carlos d moura11/02/2012 12:16

    all we need the beatles, raridades fantasticas valeu

    ResponderExcluir
  26. vixe, muito obrigado, isso aquí além de ser nostalgia é reliquía !

    ResponderExcluir
  27. Gracias..!!! Muchas Gracias...!!!! desde Valencia-Venezuela un Gran Abrazo Musical y palabras de Felicitarles por su excelente Blog y Dedicacion, Gracias...!!! Bartolo.

    ResponderExcluir
  28. Indubitavelmente, os Beatles foram os pioneiros do rock classic...vc está de parabéns Alex...um abraço...

    João Prado...

    ResponderExcluir
  29. Amigo,
    Minha reverência ao seu inestimável trabalho.
    Congratulações.

    ResponderExcluir
  30. Parabens! Vc sempre nos surpreendendo. Abraços.

    ResponderExcluir
  31. Cara, num sei como te agradecer, tu é 10.000 irmão eu estava atrás desses álbuns a num sei quanto temo e tava até baixando de musica em musica e quando me deparei com todos aki fiquei surpreendido muito obrigado mesmo valew!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  32. Esse site é incrivel!
    nao sei qual outro site possui conteudos de bandas incriveis(como led zeppelin,The beatles,pink floyd,entre outros)
    Estou muito agradecido e por favor,não desista do muro.

    ResponderExcluir
  33. Adorei! Já baixei Beatles completo, agora vou pras outras bandas. Site ótimo!!!

    ResponderExcluir
  34. Valeu muro! Baixei todos os albuns!!!
    Ótimo trabalho! Continuem assim..

    Obrigado

    ResponderExcluir
  35. valew cara, melhor blog en funcionamento ate hoje

    ResponderExcluir
  36. Muito Obrigado pelo site! o melhor site do todos em questão de downloads de álbuns de rock. Valeu principalmente pelos detalhes...desde colocar as capas em cada pasta até a biografia muito completa.
    Uma abraço!

    ResponderExcluir
  37. Muito bom cara!!!
    Muito bom mesmo, amei esse blog!
    Os Beatles são muito bons, várias bandas de rock eram, mas o beatles são de mais!

    ResponderExcluir
  38. BeatlesForever13/09/2012 17:57

    O blog é simplesmente fantástico.
    Parabéns pelo seu trabalho.
    E vida eterna ao rock n' roll.

    ResponderExcluir
  39. woooooooooooooooooooooooo este es el mejor bloog q conosco jaja saludos y GRacias!!1

    ResponderExcluir
  40. The best world´s band allover the times. Thanks for uploading these musics.

    ResponderExcluir
  41. A melhor banda do mundo em todos os tempos. Grato por fazer o up da discografia deles.

    ResponderExcluir
  42. Top!
    Thank you very much.

    ResponderExcluir
  43. ClassicRockMan18/10/2012 12:29

    Os Beatles mudaram a minha vida para sempre, vou amá-los até depois da morte.

    ResponderExcluir
  44. Amigo, meus parabéns pelo site. FANTASTICO! muito util mesmo, baixei tudo e gravei para meu pai de presente, meus parabens mesmo!!!

    ResponderExcluir
  45. ótimo blog, meus parabéns, continue com esse trabalho!! O único site que eu achei onde o download é seguro e eficaz! *(:

    ResponderExcluir
  46. Nao tenho passado 2 dias sem entrar no blog! Sensacional

    ResponderExcluir
  47. Única Banda que,Mesmo Odiando,você ainda gosta de uma,duas ou três canções,mesmo sem conhecê-las,por ouvir interpretações alheias. São Realmente Mágicos,Irresistíveis,Chatos,Porém Insuperáveis,Sim!
    É a mais completa e....Dispensa infinitos comentários.

    Bligaduuuu!!!

    ResponderExcluir
  48. Achei todos os albuns que estava procurando.Seu blog é ótimo,tem uma variedade de discografias excelente.Muito obrigado

    ResponderExcluir
  49. blog muito bom amigo! salvou minha noite!
    agora que conheci não saio mais hehe

    ResponderExcluir
  50. Sem palavras velho, valeu pelos links

    ResponderExcluir
  51. Muito Obrigadooooooooo mesmo, nem sei oq dizer, parabens cara, vlw mesmo pelos CDS...

    ResponderExcluir
  52. Vlw, ótimo blog de vocês , viva o Rock !

    ResponderExcluir
  53. Bom dia! Seu blog é espetacular!!! Demorei a encontrar um bom lugar para baixar a discografia completa dos Beatles e por indicação de um amigo cheguei aqui. Parabéns pelo seu grandioso trabalho, amigo!!! Eu amei!!! Aproveitarei muito daqui, já que há uma infinidade de álbuns de outras bandas, que desejo ter! Kisses!!!

    ResponderExcluir
  54. Cara, espetacular, eu tava procurando a meses os discos do anthology, graças a vcs eu achei, primeiro blog q eu confio q eu achei esses discos, incrível, parabéns

    ResponderExcluir
  55. Realmente o blog é espetacular, fantástico! Depois de muito procurar, só encontrei aqui a discografia completa dos beatles.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  56. Cara, o seu blog é maravilhoso e é a prova viva de q ainda é possível compartilhar na Internet!

    ResponderExcluir
  57. Cara, o seu blog é maravilhoso!

    ResponderExcluir
  58. Sem palavras, e links funcionando, parabéns. Keep going on...!!!

    ResponderExcluir
  59. Muito bom mesmo, link funcionando, vou voltar com certeza. Keep going on...!

    ResponderExcluir
  60. :))
    sempre baixo por aqui!
    acho simplesmente tudo
    mto obrigada

    ResponderExcluir
  61. Otimo trabalho feito aqui, prá quem curte rock é perfeito.

    Parabens

    ResponderExcluir
  62. Super blog ótimo vlw mesmo pela discográfia dos Beatles.

    ResponderExcluir
  63. Maravilhoso blog. The Beatles são os maiores da música. Valeu.

    ResponderExcluir
  64. OMGGGGGGGGGGGG TEM OS ANTHOLOGY ♥ muito obrigada!tudo de bom ai cara!!

    ResponderExcluir
  65. Obrigada pela postagem!

    ResponderExcluir
  66. Oww, Is Amazing! O legal é que aqui não tem só discografia dos Beatles, O Chessus, Bom trabalho, Cara.

    ResponderExcluir
  67. Cara vc é de++++++!!!!!!
    Valeu mesmo!!!!

    ResponderExcluir
  68. valeu cara!!!!
    show de bola!!!!

    ResponderExcluir
  69. Diante das drogas audiofonograficas que hoje nos enfiam guelha abaixo, só há uma coisa a ser dita: ainda existe bom gosto e qualidade de som, pessoas e opiniões, parabêns pelo expetacular trabalho.

    ResponderExcluir
  70. Esse blog é muito bom!
    Tudo muito caprichado, explicado, detalhado e completo!
    Links tudo ok!
    Parabéns e obrigado!!!

    ResponderExcluir
  71. Rapaizzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

    Que blog mais legal....

    Não Pare, esta muito bom mesmo.

    Jarbas

    mkmouse

    ResponderExcluir
  72. Muchas gracias por subir no solo estos discos, sino TODO lo que han subido hasta ahora, espero que sigan así.
    MUCHAS GRACIAS! :D

    ResponderExcluir
  73. muchas muchas graciassssssssssss

    ResponderExcluir
  74. O melhor blog que existe Classic Rock Forever!!

    ResponderExcluir
  75. A melhor banda de todos os tempos da última semana!

    ResponderExcluir
  76. Muito obrigado pelos compartilhamentos.
    Show de bola.

    ResponderExcluir
  77. Muito legal!!! Estava querendo um CD deles... ai encontrei todos!! Fantástico...
    Abs.

    ResponderExcluir
  78. muito bom esse blog adorei...

    ResponderExcluir
  79. Fantastico!!
    A Rockpedia.com.br agradece o precioso bando de dados, A Rádio Rock, usa e abusa na pesquisas a este impagável site.

    Obrigado!!

    Luciano Cardoso
    rockpedia.com.br

    ResponderExcluir
  80. Muito bom mesmo, valeu!!! <3

    ResponderExcluir
  81. nossa, amei, à tempos que eu procurava um site pra baixar discografias, ainda bem que achei esse *-* parabéns viu ;D

    ResponderExcluir
  82. Excelente blog, obrigado por essas raridades!
    Long Live Rock n Roll!

    ResponderExcluir
  83. Muito obrigado irmão, show de bola, fortaleceu a galera, parabéns pelo blog, rico em conteúdo e informação sobre a banda. Valeu.

    ResponderExcluir
  84. rodrigo soares26/07/2013 14:02

    muito,muito,muito,muito,muito,muito bom mesmo.

    ResponderExcluir
  85. valeu amo esse cd
    Please, Please Me (1963)

    ResponderExcluir
  86. Adorei! Muito bom o blog, continue assim, ganhou uma fã!

    ResponderExcluir
  87. A maior banda de todos os tempos.

    ResponderExcluir
  88. Obrigado pelas postagens, simplesmente sensacional...muito difícil de achar na internet.
    Galera sigam no twitter: @John_Silva96
    Abraços

    ResponderExcluir
  89. Muito obrigado pela disponibilização dos CD's, transmissão de cultura verdadeira, de forma livre, é isso aí. Viva a Liberdade! Viva o Rock! Beatles Forever!

    ResponderExcluir
  90. Sensacional! Verdadeira obra-prima. Parabéns...

    ResponderExcluir
  91. Parabéns pelo conhecimento compartilhado sobre essa banda incrível que mudou a música mundial! E muitíssimo obrigada por também compartilhar a discografia! Um apanhado incrível

    ResponderExcluir
  92. Nossa, não tenho palavras para agradecer! Muuuutio obrigada mesmo, parabéns pelo blog (((:

    ResponderExcluir
  93. geniooooooooooooooooooooooooooooooooooo..
    Te felicito mil gracias..Abrazo loco

    ResponderExcluir
  94. Obrigaaaaaaada! *-*

    ResponderExcluir
  95. Muito obrigado por postar a discografia completa da banda no melhor servidor do mundo.Eu baixei a discografia completa em outro site,sendo que os caras não colocavam a senha pra eu extrair os arquivos.Estou muito feliz por ter achado todos os cds da banda que eu mais gosto

    ResponderExcluir
  96. Caraca mano esse é o melhor blog que se poderia ter!! Amos os Beatles e aqui pude baixar todos os Singles deles

    ResponderExcluir
  97. WTF!!!!! foi o melhor site de musica e o mais bem organizado que eu ja vi. só tenho a agradecer.

    ResponderExcluir
  98. Ajudou pra caramba.

    ResponderExcluir
  99. Incrível trabalho do blog, parabéns e obrigado

    ResponderExcluir
  100. Muito obrigada por disponibilizar essa discografia maravilhosa, seu blog é fantástico. Parabéns e obrigada mais uma vez.

    ResponderExcluir
  101. Excelente trabalho. Tudo muito organizado e de fácil acesso. Parabéns!

    ResponderExcluir
  102. Apenas a melhor banda de rock do mundo!

    ResponderExcluir
  103. Apenas a melhor banda de rock do mundo!

    ResponderExcluir
  104. Valeu! Muito obrigado!

    ResponderExcluir
  105. este site e maravilhoso,,,,,pura cultura para quem conhece musica de verdade,,cheio de perolas,,,parabens,,,,abraço;

    ResponderExcluir
  106. Vocês estão de parabéns simplesmente ótimo o site perfeitooo !!!!!!

    Estou quase terminando de baixar os albuns do Beatles que estava doida procurando e só aqui achei Muitooo obrigada *-*

    ResponderExcluir
  107. WE ARE THE BEATLES.....WE ARE THE BEATLES....WE ARE THE BEATLES!!!!

    ResponderExcluir
  108. A melhor banda de todos os tempos !!!!!!!!!! The Best

    ResponderExcluir
  109. Parabéns, parabéns,parabééééns! Nunca vi um blog tão perfeito quanto esse, ajudando a salvar o rock! Agradeço muito mesmo, baixei toda a discografia dos Beatles que faltava para mim! Obrigadaaaa ((:

    ResponderExcluir
  110. Parabéns pelo trabalho!
    Amei!!! Mto obrigada...

    ResponderExcluir
  111. Vcs são demais, estava procurando isso que nem louca a achei aqui, valeu mesmo <3

    ResponderExcluir
  112. Great...greater...Muro !!!!!
    Bow Down brother you're the GREATEST !!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  113. Cara, muito obrigada, meu pai era muito fã dos Beatles, essas musicas me dão boas memorias.

    ResponderExcluir
  114. Ótimo blog, muito conteúdo e informação.
    Parabéns.

    ResponderExcluir
  115. Adooreeeeeeeeeei! Muito bom, gente! Obg :*

    ResponderExcluir
  116. Adooreeeeeei! Muito bom, gente! Obg :*
    Encontrei o que eu estava procurando :D

    ResponderExcluir
  117. Nunca encontrei um blog desse nível. Quando o trabalho é competente reconhecemos imediatamente. Parabéns pela estrutura, pelas informações e pela quantidade de arquivos que gentilmente disponibiliza para nós. Recomendo o blog para todos os amigos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. jose francisco25/12/2013 22:23

      Disse tudo. Esse é o melhor blog de classic rock que conheço. Gratíssimo, Alex. Você é o cara. Abração.

      Excluir
  118. VALEU CARA MELHOR DISCOGRAFIA DOS THE BEATLES DA INTERNET, CONTINUEM ASSIM, VIVA JOHN, PAUL, GEORGE E RINGO...

    ResponderExcluir
  119. Cara, vocês tão de parabéns, to adorando esse blog.

    ResponderExcluir
  120. Muro do Rock, o grito e o mito.

    ResponderExcluir
  121. Ótimo site, recomendo, AMEI.... Parabéns para o dono do site!!

    ResponderExcluir
  122. Site show!!! Adorei poder baixar a discografia completa!

    ResponderExcluir
  123. Melhor blog do mundo

    ResponderExcluir
  124. Cara, que Blog "phoda" ão imaginam o quanto procurei a coletânea dos Beatles, e só aqui fui encontra-la completa. Bom, parabéns aos administradores, estão fazendo um excelente trabalho. Continuem assim.

    ResponderExcluir
  125. Com toda certeza é o melhor Blog que eu já acessei. Não imaginam o quanto eu procurei Discografias e Coletãneas para baixar, e só aqui eu encontrei. Parabens pelo trabalho dos adm. continuem assim., salvando muitos ouvidos.

    ResponderExcluir
  126. Seu Blog é fantástico, obrigado por fazer a alegria de pessoas que assim como eu, adoram música de qualidade.
    I Love The Beatles!

    ResponderExcluir
  127. Amei o blog ^^'
    tá de parabéns

    ResponderExcluir
  128. CARALHO BEATLES MELHOR BANDA DO MUNDO NUNCA VAI TER NENHUMA BANDA 'NOVOS BEATLES' PQ NINGUÉM NUNCA VAI FAZER NADA COMO ELES!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  129. Blog PERFEITO :)
    Todos os arquivos estão bem certinhos, na ordem, com o nome certo e completo e o download é muito rápido e não fica abrindo anúncios.
    Já fiz o download de metade dos álbuns e é tudo muito simples.
    Toda vez que eu procurava a discografia completa, ou não era completa, ou não abria, ou surgia algum vírus do nada.
    Obrigado, o blog tá de parabéns!

    ResponderExcluir
  130. Parabéns, excelente!

    ResponderExcluir
  131. Parabéns pelo blog, organização primorosa.

    ResponderExcluir
  132. Top de mais esse blog, Não deixem o ROCK MORRER ! parabéns amigo !

    ResponderExcluir
  133. Meus parabéns pelo seu blog. Espero que nunca desista de manter viva esse blog.

    ResponderExcluir
  134. I have all this and more but I only stay here for saying
    THE BEATLES THE BEST BAND EVER

    ResponderExcluir
  135. Blog perfeito cara, obrigado pelo seu trabalho, The Beatles é demais !

    ResponderExcluir
  136. Trabalho muito bom, imagino a trabalheira. PARABÉNS!

    ResponderExcluir
  137. WOOOOOOOOOOOW !!!!!!!!!!!!!!
    Thank you very much.

    ResponderExcluir
  138. Não tem como agradecer!! Muito obrigado! Amei o site!

    ResponderExcluir
  139. Sou totalmente Beatlemaníaco !,obrigado mais uma vez,alias,pra fazer Jus ao teu trabalho,cada um dos seguidores,teriam de comentar e dizer obrigado todos os dias do ano,por anos a fio....

    ResponderExcluir
  140. Simplesmente sensacional, o Blog é maravilhoso...sou apaixonado pela música e estilo dos Beatles.
    Viva a boa música!!!!

    ResponderExcluir
  141. O melhor dos melhores sites sobre musica boa, parabéns!

    ResponderExcluir
  142. nossa tudo muito completo aqui, valei pelo trabalho :)

    ResponderExcluir
  143. Parabéns pelo blog, muuuito bom mesmo, obrigada!

    ResponderExcluir
  144. Parabéns Pelo excelente Blog! Tá muito bem feito e me ajudou bastante pois em nenhum outro lugar tem a discografia e biografia tão bem organizado como está aqui! Está de parabéns mesmo, e Muito Obrigado!

    ResponderExcluir
  145. Não conheço nenhum blog tão perfeito quanto o seu, rapaz eu sou um musicólatra e não tem um dia que não entro nesta pagina pra conhecer algo novo.Tem umas bandas progressivas que nunca ouvir falar. muito obrigado mesmo...

    ResponderExcluir
  146. VOCÊS SÃO FODAS PRA CARALHOOOOOOOOO!

    ResponderExcluir
  147. SIMPLESMENTE PERFEITO... Links funcionando, downloads rápidos e arquivos organizados... além de muita história e muito rock!!! Melhor blog da net sem dúvidas!!! PARABÉNS AOS RESPONSÁVEIS

    ResponderExcluir
  148. João Carlos25/04/2014 12:00

    Cara...dizer o que????
    Sem palavras....tu é FODAAA...BOM DEMAIS o site...
    os históricos... a discografia...tudo de BOM MANO...VIDA LONGA E FELIZ pra voce brother!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  149. Show de bola cara muito obrigado!!!!

    ResponderExcluir
  150. Parabens pelo Blog, para fanatico como eu pelos Beatles isso vale ouro.

    ResponderExcluir
  151. Isso é incrível!! Show de bola...
    Parabéns pela organização!
    Continuem com esse serviço.
    Obrigado!

    ResponderExcluir
  152. Nossa! Muro do classico do rock esta perfeito. Parabens, e obrigado por tudo, nos fez sonhar outra vez. A braçossssss

    ResponderExcluir
  153. Puta que pariu!!!! Esse é o melhor site de músicas. É muito fácil de baixar, muito organizado e a estética é ótima. Excelentes bandas! Salvou minha vida!!!

    ResponderExcluir
  154. Nossa, te amo!!!!! Me beija

    ResponderExcluir
  155. Parabéns pelo trabalho maravilhoso que vocês fazem. Valeu amigos!!!

    ResponderExcluir
  156. Excelente blog sou beatlemanico desde meus 15 anos parabens li e aprovo tudo que ta escrito parabens cara.

    ResponderExcluir
  157. Ótimo blog, digníssimo. E Beatles é muito bom mesmo, eu beatlemaníaca serei para sempre grata pelo seu trabalho maravilhoso!
    Muito obrigada!

    ResponderExcluir
  158. Belo trabalho. Espero que tenham providenciado uma estatua sua pela contribuição que tem feito.

    ResponderExcluir
  159. MARAVILHOSO!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  160. Muito Obrigado Pelo BBC Vol.2!!! :)

    ResponderExcluir
  161. Parabéns pelo trabalho ,adorei seu Blog e como voçe propaga a musica.

    ResponderExcluir
  162. Este site é simplesmente inacreditável. O serviço que você presta à cultura tem valor inestimável. Parabéns.

    ResponderExcluir
  163. Polonio - JR - Jaú09/08/2014 23:26

    Este site é o que há em termos de Rock. Faz tempo que o visito e baixo discos daqui e já vi vocês serem bloqueados, perderem quase tudo e postarem tudo novamente. Um trabalho fantástico e persistente de quem realmente gosta de rock e quer prestar um excelente serviço à sociedade. Parabéns e longa vida a voce Alex. Devemos muito a você. Um forte abraço!

    ResponderExcluir
  164. Ahhhhh! Perfeitooo, simplesmente PERFEITO!!! *-*

    ResponderExcluir
  165. é sinceramente o mai antigo e maravilhoso rock n' roll obrigado!

    ResponderExcluir
  166. Cara, continua o teu trabalho! Material EXCEPCIONAL!
    Não tinha conhecimento do teu blog mas agora que o encontrei vou explorar tudo o que tiver direito (risos)
    Obrigada, de verdade.
    Isso que é dedicação ao que se faz.

    Ellen

    ResponderExcluir
  167. Excelente! Não conheço muito a banda e baixei a discografia pra explorar mais.. Nunca vi download mais rapidoo =OOO

    ResponderExcluir
  168. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  169. Po, cara, li toda a descrição do post, e nossa, me bateu uma nostalgia, uma saudade imensa de um época que eu não vivi, mas está impregnada no meu ser, nas minhas emoções. Enfim, acho que os Beatles foi a única banda a mexer com os sentimentos de todo mundo, independente do gosto musical. Até hoje eu escuto regravações em forró, rock, português e inglês, de músicas que os caras compuseram a mais de 40 anos! Até o meu tio, que não tem nada de rockeiro, reconheceu cada um dos Beatles na cada do Abbey Road (estava como papel de parede do desktop). Meu tio falou deles com tanto saudosismo, como se tivesse todos os álbuns dos caras! Resumindo: O tempo não tem nenhum efeito sob os Beatles, eles sobrevivem a tudo!

    ResponderExcluir
  170. Cara muito foda esse blog, parabéns. Porra aqui é ROCK!!!

    ResponderExcluir
  171. não tem banda melhor até agr,muito obrigada por ter criado esse blog
    #beatlesparasempre

    ResponderExcluir
  172. Obrigado cara... Era tudo o que me faltava, a discografia completa. Eternamente grato!

    ResponderExcluir
  173. Mais uma vez a equipe do Muro nos da uma aula de organização e bom gosto. Discografia completíssima, organizada e em altíssima qualidade. Deu vontade de comprar o box dos caras. Alex, em nome de todos os fãs do Muro: muito obrigado! Vida longa ao MURO!

    ResponderExcluir
  174. Jayme da Costa Maceió AL13/01/2015 04:17

    Diante de tal maravilha fico sem palavras! Pareçe até que estou no ESPAÇO NUNHA NAVE CHAMADA MURO! PARABÉNS E MUITO OBRIGADO AMIGO...

    ResponderExcluir
  175. Charles Manson13/01/2015 15:55

    AGORA TEM É TUDO! SENSACIONAL!

    ResponderExcluir
  176. Un trabajo deslumbrante, Alex. Se nota que hablas en serio cuando dices que te gustan las cosas bien hechas. Se podrá hablar a favor y en contra de las descargas, pero lo cierto es que, al menos en este sitio tuyo, se encuentran discos que son inaccesibles de otra manera, con lo que tu trabajo tiene más de arqueólogo que de otra cosa. Enhorabuena de nuevo, y mil gracias por tu labor.

    ResponderExcluir
  177. Muito bom seu trabalho,parabéns cara! Agora tenho todos os álbuns dos Beatles! Que o muro nunca caia! Viva o muro!

    ResponderExcluir
  178. Amílcar Henrique18/01/2015 13:32

    É fantástico - quase inacreditável - que tudo que eu busquei sobre os Beatles, por muitos anos, desde minha adolescência, esteja aqui disponibilizado por uma pessoa generosa, em arquivos de altíssima qualidade e variedade. Muito obrigado!!

    ResponderExcluir
  179. Noussa!!! Agora tu jogou pesado....Essa Caixinha Mono Japonesa é Incrível,uma qualidade ímpar! sem citar as edições remasterizadas e a discografia norte-americana,parabéns oderman! cada dia tumelhora mais e mais,não pulem o muro!

    ResponderExcluir
  180. Que maravilha ..OBRIGADO.

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.