Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

22 de novembro de 2010

Soundgarden - Discografia.

Soundgarden é uma banda de rock norte-americana formada em 1984, em Seattle, Washington e que, ao lado de Nirvana, Alice in Chains e Pearl Jam, constituiu-se como um dos principais representantes do movimento grunge, incorporando, no entanto, uma maior variedade musical que as restantes bandas. Tal como Alice in Chains, Soundgarden exibe uma componente mais pesada, principalmente na primeira metade da sua carreira, sendo muitas vezes considerada uma banda de heavy metal, o que os diferencia de outras de sua época e origem como Nirvana e Pearl Jam. Soundgarden foi a primeira banda a assinar com uma grande editora, sendo muitas vezes apontada pelos críticos como a banda que abriu as portas para as bandas alternativas a assinarem com grandes gravadoras. No entanto só atingiu sucesso comercial no começo dos anos 90, devido à popularização do estilo. 

O Soundgarden já vendeu mais de 16 milhões de registros nos Estados Unidos, e um número estimado de 35 milhões em todo o mundo. A banda atingiu o mainstream com Badmotorfinger, seu terceiro álbum de estúdio, de 1991, os álbuns seguintes, Superunknown e Down on the Upside, estrearam na primeira e segunda posição da Billboard, respectivamente. O Soundgarden também ganhou Grammys pelas canções "Black Hole Sun" e "Spoonman". O grupo foi colocado como 14º na lista dos 100 Maiores Artistas do Hard Rock, da VH1. Ainda no auge terminaram em 9 de abril de 1997 devido a brigas internas pela direção criativa da banda e lançaram uma compilação intitulada A-Sides, como último registro oficial até então. Em 31 de dezembro de 2009 o site oficial da banda anunciou a reunião dos integrantes e sua volta, a notícia foi confirmada por Chris Cornell no Twitter, estando já em estúdio a trabalhar num novo álbum, King Animal, lançado em 2012. 

História.

Formação (1984-1986).

Soundgarden foi formado em 1984 por Chris Cornell (guitarra e vocal) e Hiro Yamamoto (baixo), que foram mais tarde juntados a Kim Thayil (guitarra). Thayil havia se mudado para Seattle de Park Forest, Illinois com Yamamoto e Bruce Pavitt, que mais tarde começaria a Sub Pop Records. A banda se denominou assim a partir de uma escultura de canos que concentrava o vento, "The Sound Garden", localizada no Magnuson Park, em Seattle. Cornell originalmente tocava bateria enquanto cantava, mas a banda trouxe Scott Sundquist para permitir que Cornell se concentrasse nos vocais. As primeiras gravações da banda foram três canções que apareceram na compilação para a C/Z Records chamada Deep Six. Também continha canções de outras bandas do grunge como Green River, Skin Yard, Malfunkshun, The U-Men e Melvins. 

Screaming Life/Fopp e Ultramega OK (1987-1988).

Sundquist, casado e com filhos, retirou-se da banda em 1986. Após alguma insistência, Cornell, Thayil e Yamamoto conseguiram convencer Cameron a abandonar a sua banda Skin Yard e foi então que os quatro começaram a gravar o seu primeiro EP Screaming Life em 1987 através da editora Sub-Pop juntamente com um single promocional Hunted Down/Nothing to Say (Uma cópia virgem deste single pode atualmente atingir para cima dos 100$ em alguns mercados). Em 1988, Fopp foi lançado como o segundo EP da banda. Baseando-se em covers de outras bandas como em Swallow my Pride, Fopp não possui a mesma qualidade e versatilidade que o seu antecessor. Ambos os EP foram relançados em 1990 como um único álbum Screaming Life/Fopp através da Sub-Pop. Por volta desta altura a A&M Record mostrou o seu interesse na banda, porém os membros do grupo optaram por permanecer no circuito underground e assinaram pela SST para gravar o seu primeiro álbum Ultramega OK em 1988, o qual mais tarde seria nomeado para um Grammy. A persistência da A&M acabou por se revelar fortuita, e os Soundgarden acabaram por assinar pela editora neste mesmo ano. 

Louder than Love (1988-1990).

Os Soundgarden começaram a trabalhar no seu segundo álbum, o primeiro sob os auspícios da A&M, Louder than Love (O título original era Louder than Fuck) em Dezembro de 1988. Imediatamente a seguir ao lançamento do álbum, no Outono de 1989, Yamamoto optou por regressar ao meio acadêmico e abandonou a banda. Deixada numa situação complicada e com um tour já agendado, os Soundgarden começaram a sondar baixistas para substituir Yamamoto. Ben Shepherd estava entre aqueles que apareceram nas audições mas, embora a banda gostasse do seu estilo, ele não conhecia as músicas. Jason Everman, que as conhecia, preencheu a vaga. A banda começou então a fazer tours pelos Estados Unidos e Europa, um dos quais foi filmado e mais tarde lançado em VHS como Louder than Live. Contudo depois do tour, Everman (que tinha já tinha feito parte dos Nirvana) acabou mesmo por sair. O EP Loudest Love, lançado em 1990, contem uma cover da música "Come Together" dos Beatles, que permanece como a única canção gravada em estúdio com Jason Everman na banda. 

Foi nesta altura que o vocalista dos Mother Love Bone, Andrew Wood, ex-companheiro de quarto de Chris Cornell, morreu de overdose. Kim Thayil revelou: “Quando Andy morreu, comecei a pensar o quão único ele era, não havia ninguém como ele, e o Chris estava pensando no mesmo. Eu lembro-me que estávamos tomando um bebida e o Chris disse:” tenho estado a pensar muito no Ben porque há algo no espírito dele que o Andy tinha." e nós pensamos que o Ben era esse tipo de pessoa, ele era único e foi então que decidimos contratá-lo”. Ben Shepherd juntou-se ao resto da banda em 1990. A recém renovada banda lançou o seu single “Room a Thousand Years Wide” e como era de esperar, teve sucesso comercial, dando boas indicações do que estava para vir (cópias em vinil têm sido vendidas recentemente por cifras superiores a 50$). Num tributo a Andrew Wood, Cornell escreveu um punhado de canções e pediu ao seu companheiro de banda Matt Cameron, bem como a Stone Gossard, Jeff Ament, Mike McCready e Eddie Vedder (membros dos Pearl Jam) para colaborarem no seu projecto Temple of the Dog. Um álbum com o nome da banda foi lançado em Abril de 1991 através da A&M. "Hunger Strike" e "Say Hello 2 Heaven" surgiram como singles. 

Badmotorfinger (1991-1993).

Na Primavera de 1991, a banda começou a trabalhar no seu próximo álbum com o produtor Terry Date. Badmotorfinger foi lançado na segunda metade do ano. O álbum possuía uma versão diferente do single "Room a Thousand Years Wide" e expôs a banda a uma ainda maior audiência. Os singles "Rusty Cage" e "Outshined" encontraram grande audiência na MTV e conduziram Badmotorfinger e os Soundgarden ao seu primeiro disco de platina, comemorando a venda de um milhão de cópias. O videoclipe do single "Jesus Christ Pose" acabaria por ser banido da MTV, pois foi considerado como anticristão. 

Nos finais de 1991, a banda iniciou um tour com os Guns n' Roses pelos Estados Unidos e Canadá. O EP Satanoscillatemymetallicsonatas (SOMMS) foi lançado no ano seguinte, contendo várias covers, entre as quais "Stray Cat Blues" dos Rolling Stones e "Into the Void (Sealth)" dos Black Sabbath, que possuía uma letra diferente da original e que viria a receber uma nomeação para um Grammy. Em 1992, Badmotorfinger foi nomeado para um Grammy na categoria de "Best Metal Performance". Um vídeo filmado nesse mesmo ano durante uma atuação da banda no Paramount Theater em Seattle acabaria por ser lançado no início de 1993. 

O Soundgarden contribuiu ainda para algumas causas nobres como a No Alternative Compilation, em benefício do desenvolvimento de uma cura para a SIDA/AIDS, como também para um projeto da Greenpeace intitulado "Alternative NRG", tocando, juntamente com o guitarrista dos Queen, a música "New Damage" com um solo novo desenvolvido por Brian May. 

Embora tida como uma crítica à religião Cristã, a canção "Jesus Christ Pose" é, segundo as palavras do vocalista e escritor Chris Cornell, uma crítica aos que procuram explorar a imagem de um mártir, como Jesus Cristo, para benefício próprio. A religião sofre, no entanto, duras críticas na canção "Holy Water", onde Cornell crítica não só os crentes, como também aqueles que procuram impor as seus crenças aos outros. "New Damage" e "Face Pollution" manifestam as preocupações ambientais e políticas da banda no mundo. Por seu lado, "Outshined" está relacionada com a instabilidade emocional que Cornell sentia na altura, balançando entre estados de depressão e euforia. 

Em Outubro de 2006, a revista Guitar World publicou uma lista dos 100 melhores álbuns de guitarra de todos os tempos, na qual incluiu o álbum Badmotorfinger na posição nº 45. 

Superunknown (1994-1995).

As gravações para o novo álbum iniciaram-se no estúdio Bad Animals em Seattle, Washington, em Julho de 1993, estendendo-se até Setembro do mesmo ano. A banda trabalhou com o produtor Michael Beinhorn para a produção do álbum. A respeito desta mudança, o guitarrista Kim Thayil afirmou: "Tivemos a percepção que iriamos tomar outro rumo". O álbum foi mixado por Brendan O'Brien. Lançado em Março de 1994, Superunknown foi o maior sucesso comercial da banda, tendo como singles "Black Hole Sun", "Spoonman", "The Day I Tried to Live", "Fell on Black Days" e "My Wave". O videoclipe de Black Hole Sun tornou-se um sucesso na MTV e recebeu o prêmio para melhor videoclipe de Metal/Hard Rock nos MTV Video Music Awards de 1994. As canções de Superunknown capturaram a criatividade dos trabalhos anteriores, enquanto mostram uma abordagem menos pesada da banda, evoluindo para um novo estilo. As letras do álbum são obscuras e misteriosas, sendo que as letras de muitas músicas estão relacionados com abusos, suicídios e depressão. O crítico musical J.D. Considine da revista Rolling Stone afirmou que a versatilidade patente no álbum Superunknown é largamente superior ao que a maioria das bandas demonstram na sua carreira inteira. 

Para a divulgação do álbum, o Soundgarden iniciou a sua turnê fora dos Estados Unidos, passando por Europa e Oceania. Nesta época, devido ao excesso de shows, fizeram que Cornell tivesse problemas nas cordas vocais,
Soundgarden acabou por arrecadar dois Grammies em 1995. Black Hole Sun recebeu o prémio de melhor atuação Hard Rock e Spoonman recebeu o prêmio de melhor atuação Metal. Black Hole Sun foi também nomeado para melhor canção de Rock. Em 1995, Superunknown foi nomeado para o Grammy de melhor álbum Rock. Mais tarde, em 2003, a revista Rolling Stone colocou Superunknown na posição nº336 na lista dos 500 melhores álbuns de sempre. 

Down On the Upside e A-Sides (1996-1997).

O último álbum da banda foi Down on the Upside, lançado em 1996 e produzido pela própria banda e o engenheiro de som Adam Kasper, não atingiu o mesmo sucesso comercial de Superunknown, apesar de críticas positivas e do sucesso de singles como Blow up the Outside, Burden in my Hand e Pretty Noose. O álbum possui sonoridade mais simples no arranjo, não possuindo as camadas que o álbum anterior tinha, sendo mais cru, além de levar a banda a experimentar outras sonoridades, como a faixa "Applebite". 

"Down On The Upside" foi o álbum onde muitos entusiastas da banda o consideram como o melhor álbum banda. Devido a produção própria, isso deixou claro a liberdade que a banda teve para produzi-lo, tendo além das faixas que ganharam singles, faixas como "Rhinosaur", "Tighter and Tighter", "No Attetion", "Switch Opens", "Overfloater" e "Boot Camp", como destaques que mereceriam singles futuros. 

Ocorreram várias tensões dentro da banda durante a turnê de promoção do álbum. No final da turnê em Honolulu em Fevereiro de 1997, Shepherd atirou o seu baixo para o ar, frustrado após uma falha de equipamento, saindo do palco. Em 9 de abril de 1997 a banda anunciou seu fim. Houve especulações referente ao fim da banda, como a divergência entre Kim Thayil e Chris Cornell, onde o guitarrista queria manter um som pesado e direcionado para a guitarra, tendo os riffs característicos do inicio da banda, sendo que o vocalista queria um som direcionado ao vocal. uma vez que na turnê de divulgação do álbum anterior, o mesmo teve problemas com as cordas vocais. 

Em entrevistas recentes, Kim Thayil afirmou sobre a separação da banda nessa época, se referindo sobre a exposição da banda e as pessoas envolvidas na administração dos negócios, divergirem e pressionarem os membros. Thayil descartou qualquer especulação envolvendo o processo criativo e a direção da banda, envolvendo as influências individuais. Em outras oportunidades, Chris Cornell também havia comentado não haver animosidade entre eles, coisa que nunca existiu. O fim da banda ocorreu pela pressão dos negócios e a direção em que elas estavam levando a banda, em um lugar onde eles não queriam. 

No Outono de mesmo ano, lançaram a coletânea A-Sides, que incluía uma canção inédita gravada nas sessões do Down on the Upside, "Bleed Together", eventualmente lançada como single. 

Pós-Soundgarden (1998-presente).

Cornell lançou um álbum solo em setembro de 1999 intitulado Euphoria Morning. Em 2001, formou o grupo Audioslave com os antigos membros do Rage Against the Machine. Cornell gravou três álbuns como vocalista da banda até sua saída e o fim da banda, em fevereiro de 2007. Ainda no mesmo ano, em junho, Cornell lançou seu segundo álbum, Carry On, que recebeu críticas variadas e sucesso comercial. 

Matt Cameron inicialmente jogou seus esforços para seu projeto paralelo Wellwater Conspiracy, a qual ambos Shepherd e Thayil contribuíram. Ele então trabalhou brevemente com o Smashing Pumpkins e foi até, de acordo com boatos, considerado como substituto de Jimmy Chamberlin. Em 1998, acompanhou o Pearl Jam na turnê de Yield e subsequentemente se uniu a banda como membro permanente. 

Kim Thayil juntou forças com o ex-vocalista do Dead Kennedys Jello Biafra, o ex-baixista do Nirvana Krist Novoselic e a baterista Gina Mainwal para um concerto, se denominando No WTO Combo, durante a conferência ministral do WTO em 1 de dezembro de 1999, em Seattle. Posteriormente, contribuiu com guitarras para o álbum 999 Levels of Undo de Steve Fisk, assim como o projeto paralelo de Dave Grohl, Probot, em 2004. Em 2006, Thayil tocou guitarra no álbum Altar, a colaboração entre as bandas Sunn O))) e Boris.
Shepherd saiu em turnê com Mark Lanegan e lançou o segundo álbum do Hater em 2005. Ele também ocasionalmente aparece nos álbuns do Wellwater Conspiracy. 

Em uma entrevista no começo de agosto de 2007, Cornell mencionou o desejo de Thayil em lançar um box set ou álbum de b-sides de raridades do Soundgarden, apesar de nenhum informação posterior ter sido dada. 

Quanto a uma futura reunião do Soundgarden, Chris Cornell comentou em uma entrevista em outubro de 2005 que "provavelmente não aconteceria", e continuou: 

É quase como se nós tivéssemos lacrado a tampa e dito, este é o Soundgarden e este é o seu tempo de vida, e colocado lá. E isso realmente parece ótimo para mim. Eu acho que voltarmos a tocar juntos tiraria a tampa daquilo e então poderia possivelmente mudar o que... para mim, parece um tempo de vida perfeito da banda. Eu não consigo imaginar qualquer razão para mexer com isso.    
— Chris Cornell em entrevista ao Seattle Post-Intelligencer, em 15 de outubro de 2005.
 

Em entrevistas após sua saída do Audioslave em fevereiro de 2007, Cornell reiterou que os membros do Soundgarden não tinham nenhum interesse em uma reunião, e se aprofundou em em uma entrevista posterior com a NME, onde comentou, "Quando o Soundgarden terminou, minhas discussões com o resto da banda foram 'Nós temos que ter um acordo que nunca mais faremos turnês como Soundgarden — Soundgarden nunca existirá — sem ser uma decisão unânime e que todos que faziam parte da banda estejam na banda.'" Em 24 de março de 2009, Thayil, Cameron, e Shepherd se reuniram com Tad Doyle nos vocais, para tocar "Hunted Down", "Nothing to Say", e "Spoonman" em um concerto solo de Tom Morello no Crocodile Café em Seattle. No livro de 2009, Grunge is Dead: The Oral History of Seattle Rock Music, Thayil, Cameron, e Shepherd discutiram seus pensamentos quanto à possibilidade de uma reunião do Soundgarden, com Thayil afirmando, "Eu não a vejo. Eu imagino que poderia acontecer, está perfeitamente dentro da esfera de possibilidades — todo mundo ainda está vivo [risos]. Mas não a vejo acontecendo". Em 15 de abril do mesmo ano, Cornell afirmou que "não descartaria" uma possível reunião do Soundgarden, adicionando, "Vê-los reunidos recentemente no YouTube? Eu achei que foi incrível. [...] Eu gostaria de ter estado lá". 

No final de 2009 e começo de 2010, Chris Cornell, através de seu site, mencionou sobre o retorno do fã clube oficial da banda. Isso deu a entender que a banda estaria retornando à ativa aos milhares de fans e a imprensa. Chris mais tarde explicou sobre o seu sentimento de ver que os negócios de sua antiga banda estavam abandonados, não havia nenhum material da banda. Foi ao ligar o rádio de seu carro e ouvir "Pretty Noose", logo pensou: "Ainda nos ouvem!", mas não havia nenhum material, sejam discos ou outro tipo de material, como bonés e camisetas da banda. Ele sentia que muitos novos fans surgiam ao ouvir a banda, mas tinham acesso escasso à esses materiais. 

A banda se reuniu para tratar desses negócios, além do "B-Side" que Thayil idealizava há muito tempo. O fã clube estava nos planos, e com a noticia de seu retorno, foi inevitável ao mundo não contemplar o retorno da banda. Mesmo sem essa intenção. 

Kim disse à uma entrevista, que sua mãe o ligou parabenizando sobre o retorno da banda: "Não mãe, não voltamos... É pura especulação!". 

Em 2010, a formação clássica do Soundgarden, com Chris Cornell, Matt Cameron, Kim Thayil e Ben Sheperd, se reuniu e lançou um single chamado Black Rain, bem como um álbum com suas melhores composições e um DVD, mas ainda não há nada de concreto sobre um novo álbum. Em 2011, a banda lançou um álbum ao vivo. Em julho de 2011, Cornell disse que a expressão "reunião" não precisa mais ser usada, deixando a entender que o Soundgarden está na ativa por tempo indeterminado. 

Em 2012, o Soundgarden lançou em maio sua primeira composição nova em 16 anos, "Live to Rise", que fez parte da trilha sonora de Os Vingadores, e em novembro lançou King Animal, o sexto álbum da banda e primeiro em 16 anos. Lançado pela Republic Records, foi produzido pela banda e pelo produtor Adam Kasper. Durante a turnê que se seguiu, Matt Cameron ficou indisponível em 2014 devido a compromissos com o Pearl Jam. O baterista Matt Chamberlain assumiu as baquetas nos shows de tal ano, incluindo uma turnê com o Nine Inch Nails que passou por América do Sul e Europa. Em 2015, a banda começou a preparar seu sétimo álbum. Texto: Wikipédia. 

Integrantes.

Atuais.

Chris Cornell (Vocal, Guitarra, 1984-1997, desde 2010, Bateria, 1984-1985)
Kim Thayil (Guitarra, 1984-1997, desde 2010)
Matt Cameron (Bateria, Backing Vocals, 1986-1997, desde 2010)
Ben Shepherd (Baixo, Backing Vocals, 1990-1997, desde 2010)


Ex-Integrantes.

Hiro Yamamoto (Baixo, 1984-1990)
Scott Sundquist (Bateria, 1985-1986)
Jason Everman (Baixo, 1990)


Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

Saiba Como Baixar.

Bitrate: 320Kbps.

Álbuns.

Ultramega OK (1988)
 
01. Flower (03:29)
02. All Your Lies (03:51)
03. 665 (01:37)
04. Beyond The Wheel (04:21)
05. 667 (01:04)
06. Mood For Trouble (04:25)
07. Circle Of Power (02:06)
08. He Didn't (02:50)
09. Smokestack Lightning (05:07)
10. Nazi Driver (03:57)
11. Head Injury (02:26)
12. Incessant Mace (06:27)
13. One Minute Of Silence (01:01)


Louder Than Love (1989)
 
01. Ugly Truth (05:26)
02. Hands All Over (06:00)
03. Gun (04:42)
04. Power Trip (04:11)
05. Get On The Snake (03:43)
06. Full On Kevin's Mom (03:37)
07. Loud Love (04:57)
08. I Awake (04:21)
09. No Wrong No Right (04:48)
10. Uncovered (04:32)
11. Big Dumb Sex (04:11)
12. Full On (Reprise) (02:42)


Screaming Life/Fopp (Coletânea 1990)
 
01. Hunted Down (02:42)
02. Entering (04:33)
03. Tears To Forget (02:01)
04. Nothing To Say (03:58)
05. Little Joe (04:29)
06. Hand Of God (04:26)
07. Sub Pop Rock City (03:15)
08. Fopp (03:37)
09. Fopp (Dub) (06:28)
10. Kingdom Of Come (02:36)
11. Swallow My Pride (02:20)


Louder Than Live! At The Whisky (1990)
 
01. Beyond The Wheel (07:09)
02. Get On The Snake (03:25)
03. Hunted Down (02:44)
04. I Awake (04:11)
05. Gun (06:08)
06. Big Dumb Sex (03:55)
07. Big Bottom (04:53)
08. Earache My Eye (05:47)


Badmotorfinger (1991)
 
CD 1.

01. Rusty Cage (04:25)
02. Outshined (05:10)
03. Slaves & Bulldozers (06:55)
04. Jesus Christ Pose (05:50)
05. Face Pollution (02:23)
06. Somewhere (04:20)
07. Searching With My Good Eye Closed (06:31)
08. Room A Thousand Years Wide (04:05)
09. Mind Riot (04:49)
10. Drawing Flies (02:26)
11. Holy Water (05:07)
12. New Damage (05:40)

CD 2: SOMMS (EP).

01. Into The Void (Sealth) (06:37)
02. Girl U Want (03:29)
03. Stray Cat Blues (04:46)
04. She's A Politician (01:48)
05. Slaves & Bulldozers (Live) (08:38)


Superunknown (1994)
 
01. Let Me Drown (03:52)
02. My Wave (05:12)
03. Fell On Black Days (04:43)
04. Mailman (04:26)
05. Superunknown (05:06)
06. Head Down (06:09)
07. Black Hole Sun (05:18)
08. Spoonman (04:06)
09. Limo Wreck (05:48)
10. The Day I Tried To Live (05:20)
11. Kickstand (01:34)
12. Fresh Tendrils (04:16)
13. 4th Of July (05:08)
14. Half (02:14)
15. Like Suicide (07:04)
16. She Likes Surprises (03:17)


Foreshocks (Coletânea 1994)
 
01. Jesus Christ Pose (05:51)
02. Spoonman (04:08)
03. Heretic (03:23)
04. Hands All Over (06:02)
05. Loud Love (04:57)
06. Come Together (05:52)
07. Black Hole Sun (05:19)
08. Fell On Black Days (04:41)
09. Outshined (05:11)
10. Superunknown (05:08)
11. Big Dumb Sex (04:11)
12. HIV Baby (04:52)


Down On The Upside (1996)
 
01. Pretty Noose (04:11)
02. Rhinosaur (03:14)
03. Zero Chance (04:18)
04. Dusty (04:34)
05. Ty Cobb (03:05)
06. Blow Up The Outside World (05:45)
07. Burden In My Hand (04:50)
08. Never Named (02:27)
09. Applebite (05:10)
10. Never The Machine Forever (03:36)
11. Tighter & Tighter (06:06)
12. No Attention (04:26)
13. Switch Opens (03:52)
14. Overfloater (05:08)
15. An Unkind (02:08)
16. Boot Camp (02:58)

CD 2: Down Under On The Upside.

01. Jerry Garcia's Finger (03:25)
02. Karaoke (06:03)
03. Bleed Together (03:56)
04. Birth Ritual (Demo) (05:54)
05. Fell On Black Days (Video Version) (05:28)
06. Dusty (Moby Remix) (05:07)


A-Sides (Coletânea 1997)
 
01. Nothing To Say (03:58)
02. Flower (03:28)
03. Loud Love (04:57)
04. Hands All Over (06:02)
05. Get On The Snake (03:45)
06. Jesus Christ Pose (05:52)
07. Outshined (05:12)
08. Rusty Cage (04:27)
09. Spoonman (04:08)
10. The Day I Tried To Live (05:21)
11. Black Hole Sun (05:20)
12. Fell On Black Days (04:42)
13. Pretty Noose (04:13)
14. Burden In My Hand (04:52)
15. Blow Up The Outside World (05:47)
16. Ty Cobb (03:08)
17. Bleed Together (03:51)


Telephantasm (Coletânea 2010)
 
CD 1.

01. All Your Lies (03:52)
02. Hunted Down (02:40)
03. Fopp (03:38)
04. Beyond The Wheel (04:22)
05. Flower (BBC Session) (03:27)
06. Hands All Over (05:58)
07. Big Dumb Sex (04:11)
08. Get On The Snake (Live) (03:29)
09. Room A Thousand Years Wide (Single Version) (04:13)
10. Rusty Cage (04:27)
11. Outshined (05:11)
12. Slaves & Bulldozers (06:57)

CD 2.

01. Jesus Christ Pose (Live) (07:13)
02. Birth Ritual (06:04)
03. My Wave (05:14)
04. Superunknown (05:08)
05. Spoonman (04:06)
06. Black Hole Sun (05:19)
07. Fell On Black Days (Video Version) (04:46)
08. Burden In My Hand (04:49)
09. Dusty (04:36)
10. Pretty Noose (Live On SNL) (04:24)
11. Blow Up The Outside World (MTV Live 'N' Loud) (05:31)
12. Black Rain (05:25)


Live On I-5 (2011)
 
01. Spoonman (04:23)
02. Searching With My Good Eye Closed (04:12)
03. Let Me Drown (04:10)
04. Head Down (06:25)
05. Outshined (05:12)
06. Rusty Cage (04:38)
07. Burden In My Hand (05:02)
08. Helter Skelter (02:09)
09. Boot Camp (03:16)
10. Nothing To Say (04:24)
11. Slaves & Bulldozers (09:15)
12. Dusty (04:32)
13. Fell On Black Days (04:54)
14. Search & Destroy (03:09)
15. Ty Cobb (02:42)
16. Black Hole Sun (03:00)
17. Jesus Christ Pose (06:23)


King Animal (2012)
 
01. Been Away Too Long (03:36)
02. Non-State Actor (03:57)
03. By Crooked Steps (04:00)
04. A Thousand Days Before (04:23)
05. Blood On The Valley Floor (03:48)
06. Bones Of Birds (04:22)
07. Taree (03:38)
08. Attrition (02:52)
09. Black Saturday (03:30)
10. Halfway There (03:16)
11. Worse Dreams (04:53)
12. Eyelid's Mouth (04:39)
13. Rowing (05:06)
14. Taree (Live) (03:48)
15. Blind Dogs (Live) (04:24)
16. Rowing (Live) (04:25)
17. Non-State Actor (Live) (04:09)
18. A Thousand Days Before (Live) (04:46)
19. Halfway There (Live Acoustic) (03:22)


Echo Of Miles: Scattered Tracks Across The Path (Coletânea 2014)
 
CD 1: Originals.

01. Sup Pop Rock City (03:19)
02. Toy Box (05:42)
03. Heretic (03:50)
04. Fresh Deadly Roses (04:54)
05. HIV Baby (04:54)
06. Cold Bitch (05:01)
07. Show Me (02:49)
08. She's A Politician (01:47)
09. Birth Ritual (06:06)
10. She Likes Surprises (03:19)
11. Kyle Petty, Son Of Richard (04:09)
12. Exit Stonehenge (01:22)
13. Blind Dogs (04:41)
14. Bleed Together (03:55)
15. Black Rain (05:26)
16. Live To Rise (04:42)
17. Kristi (05:36)
18. Storm (05:25)

CD 2: Covers.

01. Swallow My Pride (02:22)
02. Smokestack Lightnin' (05:11)
03. Everybody's Got Something To Hide Except Me And My Monkey (John Peel BBC Sessions) (02:28)
04. Thank You (Falettinme Be Mice Elf Agin) (John Peel BBC Sessions) (05:07)
05. Come Together (05:54)
06. Stray Cat Blues (04:42)
07. Into The Void (Sealth) (06:39)
08. Girl U Want (03:30)
09. Touch Me (02:51)
10. Can You See Me? (Friday Rock Show BBC Sessions) (02:41)
11. Homicidal Suicide (Friday Rock Show BBC Sessions) (04:24)
12. I Can't Give You Anything (Friday Rock Show BBC Sessions) (02:17)
13. I Don't Care About You (Friday Rock Show BBC Sessions) (01:55)
14. Waiting For The Sun (Live) (04:31)
15. Search And Destroy (Live) (03:14)
16. Big Bottom (Live) (04:53)
17. Earache My Eye (Live) (05:47)

CD 3: Oddities.

01. Twin Tower (03:21)
02. Jerry Garcia's Finger (03:26)
03. Ghostmotorfinger (01:33)
04. Night Surf (05:23)
05. A Splice Of Space Jam (04:07)
06. The Telephantasm (02:59)
07. Black Days III (04:04)
08. Karaoke (06:01)
09. Fopp (Fucked Up Heavy Dub Mix) (06:29)
10. Big Dumb Sex (Dub Version) (06:10)
11. Spoonman (Steve Fisk Remix) (06:59)
12. Rhinosaur (The Straw That Broke The Rhino's Back Remix) (03:43)
13. Dusty (Moby Remix) (05:09)
14. The Telephantasm (Steve Fisk 2014 Remix) (04:55)
15. One Minute Of Silence (01:04)

Link.

Singles, EP’S & CDS.

Hunted Down (Single 1987)
 
01. Hunted Down (02:41)
02. Nothing To Say (03:57)

Screaming Life (EP 1987)
 
01. Hunted Down (02:43)
02. Entering (04:34)
03. Tears To Forget (02:01)
04. Nothing To Say (04:00)
05. Little Joe (04:31)
06. Hand Of God (04:26)

Flower (EP 1989)
 
01. Flower (03:29)
02. Head Injury (02:23)
03. Toy Box (05:40)

Hands All Over (CDS 1989)
 
01. Hands All Over (06:02)
02. Come Together (05:51)
03. Heretic (03:49)
04. Big Dumb Sex (04:11)

Loudest Love (EP 1990)
 
01. Loud Love (04:56)
02. Hands All Over (06:01)
03. Get On The Snake (03:43)
04. Heretic (03:48)
05. Come Together (05:51)
06. Fresh Deadly Roses (04:52)
07. Big Dumb Sex (New Version) (06:06)

Jesus Christ Pose (Single 1991)
 
01. Jesus Christ Pose (05:52)
02. Stray Cat Blues (04:40)
03. Into The Void (Sealth) (06:39)
04. Somewhere (04:21)

Outshined (CDS 1991)
 
A&M Rec., 390 685-2.

01. Outshined (Edit) (04:09)
02. Outshined (05:11)
03. Girl U Want (03:30)
04. Show Me (02:49)
05. Into The Void (Sealth) (06:36)
 

A&M Rec., 580 103-2.

01. Outshined (Edit) (04:09)
02. I Can't Give You Anything (02:16)
03. Homicidal Suicidal (04:22)
04. Outshined (05:11)

Rusty Cage (CDS 1991)
 
A&M Rec., 390 874-2.

01. Rusty Cage (Edit) (03:52)
02. Rusty Cage (04:28)
03. Touch Me (02:51)
04. Stray Cat Blues (04:40)

A&M Rec., AMCD 723.

01. Rusty Cage (Edit) (03:53)
02. Touch Me (02:51)
03. Show Me (02:47)

Black Hole Sun (CDS 1994)
 
A&M Rec., 580 620-2.

01. Black Hole Sun (05:20)
02. Kickstand (Live) (01:58)

A&M Rec., 580 621-2.

01. Black Hole Sun (05:21)
02. Like Suicide (Acoustic Version) (06:12)
03. Kickstand (Live) (01:58)

A&M Rec., 580 623-2.

01. Black Hole Sun (05:20)
02. Jesus Christ Pose (Live) (07:19)
03. Beyond The Wheel (Live) (05:54)

A&M Rec., 580 737-2.

01. Black Hole Sun (05:21)
02. Jesus Christ Pose (Live) (07:16)
03. My Wave (Live) (04:28)
04. Spoonman (Steve Fisk Remix) (06:56)

A&M Rec., 31458 8296-2.

01. Black Hole Sun (05:18)
02. Beyond The Wheel (Live) (05:54)
03. Spoonman (Steve Fisk Remix) (06:57)

Cold Bitch (CDS 1994)
 
01. Cold Bitch (05:00)
02. Exit Stonehenge (Inedit) (01:20)

Fell On Black Days (CDS 1994)
 
A&M Rec., 580 897-2.

01. Fell On Black Days (04:42)
02. Motorcycle Loop (Short Version) (01:32)
03. Girl U Want (03:29)
04. Fell On Black Days (Demo) (04:03)

A&M Rec., 580 927-2.

01. Fell On Black Days (04:44)
02. Kyle Petty, Son Of Richard (04:07)
03. Fell On Black Days (Demo) (04:04)
04. Motocycle Loop (Short Version) (01:33)
05. Fell On Black Days (Live) (04:51)

A&M Rec., 580 931-2.

01. Fell On Black Days (04:42)
02. Kyle Petty, Son Of Richard (04:06)
03. Birth Ritual (05:51)
04. Fell On Black Days (Live) (04:52)

A&M Rec., 580 945-2.

01. Fell On Black Days (04:43)
02. Kyle Petty, Son Of Richard (04:06)
03. Fell On Black Days (Video Version) (05:08)

A&M Rec., 580 947-2.

01. Fell On Black Days (04:42)
02. Girl U Want (03:30)
03. Fell On Black Days (Demo) (04:01)

My Wave (CDS 1994)
 
01. My Wave (05:14)
02. Spoonman (Steve Fisk Remix) (06:58)
03. Birth Ritual (Demo) (05:52)
04. My Wave (Live) (04:34)
 

Spoonman (CDS 1994)
 
01. Spoonman (04:07)
02. Fresh Tendrils (04:16)
03. Cold Bitch (05:01)
04. Exit Stonehenge (01:19)

The Day I Tried To Live (CDS 1994)
 
01. The Day I Tried To Live (05:21)
02. Like Suicide (Acoustic Version) (06:12)
03. Kickstand (Live) (01:58)

Songs From The Superunknown (EP 1995)
 
01. Superunknown (05:13)
02. Fell On Black Days (Video Version) (05:28)
03. She Likes Surprises (03:17)
04. Like Suicide (Acoustic Version) (06:16)
05. Jerry Garcia's Finger (03:26)

Blow Up The Outside World (CDS 1996)
 
A&M Rec., 581 986-2.

01. Blow Up The Outside World (05:47)
02. Dusty (Moby Mix) (05:06)

A&M Rec., 581 987-2.

01. Blow Up The Outside World (05:47)
02. Gun (Live) (05:41)
03. Get On The Snake (Live) (03:40)
04. A Splice Of Space Jam (04:04)

Burden In My Hand (CDS 1996)
 
A&M Rec., 581 807-2.

01. Burden In My Hand (04:53)
02. Karaoke (06:03)
03. Bleed Together (03:56)
04. Birth Ritual (Demo) (05:51)

A&M Rec., 581 855-2.

01. Burden In My Hand (04:51)
02. Bleed Together (03:52)
03. She's A Politician (01:46)
04. Chris Cornell Interview (07:42)

Pretty Noose (CDS 1996)
 
A&M Rec., 581 620-2.

01. Pretty Noose (04:13)
02. Jerry Garcia's Finger (03:26)

A&M Rec., 581 621-2.

01. Pretty Noose (04:15)
02. Applebite (05:09)
03. An Unkind (02:14)
04. Interview With Eleven's Alain And Natasha (08:58)


Ty Cobb (CDS 1997)
 
01. Ty Cobb (03:09)
02. Rhinosaur (03:18)
03. Big Dumb Sex (04:12)
04. Rhinosaur (The Straw That Broke The Rhino's Back Remix) (03:43)

The Telephantasm (Single 2010)
 
01. The Telephantasm (02:57)
02. Gun (Live) (05:06)

Before The Doors: Live On I-5 Soundcheck (EP 2011)
 
01. No Attention (04:17)
02. Never The Machine Forever (03:37)
03. Waiting For The Sun (04:28)
04. Room A Thousand Years Wide (03:47)
05. Somewhere (05:01)

King Animal Demos (EP 2013)
 
01. Bones Of Birds (03:26)
02. By Crooked Steps (04:24)
03. Halfway There (03:35)
04. Worse Dreams (03:21)
05. Black Saturday (03:17)
06. A Thousand Days Before (04:26)

Link.

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

21 comentários :

  1. Esse concerteza eh o melhor site pra baixar discografias ;p

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Certeza mesmo, sempre que conheço bandas ou que quero completar meu acervo... venho aqui, a página do blog nem esta nos favoritos, esta na Home Page..kkkkkkkk

      Excluir
  2. tirando parte das músicas metidas a punk, som que vale muito a pena...tente não sentir Room A Thousand Years Wide

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fio, chris cornell num é metido a punk ... ele sempre cantou seu grunge mt bem.

      Excluir
  3. Room A Thousand Years Wide

    ResponderExcluir
  4. Banda mto boa tenho mania de quando pego os discos aqui,eu vou fazendo o download do 1o ao último

    ResponderExcluir
  5. Mto boa a banda é a 3a banda que ando mais escutando,eu sempre vou pegando do 1o disco ao último (cronologicamente)

    ResponderExcluir
  6. estava procurando esta banda e putz... Encontrei aqui no blog mais f... Parabéns! Agora vou ouvir todos.

    ResponderExcluir
  7. Soundgarden, um das primeiras banda do chris cornell simplesmente insana... ESSE BLOG COM CERTEZA É O MELHOR BLOG DE ROCK QUE EU JA VI, JA RECOMENDEI PRA VARIOS AMIGOS, PARABENS CARA.

    ResponderExcluir
  8. chris cornell é um dos maiores vocalistas da história, e soundgarden é mt bom

    ResponderExcluir
  9. melhor banda grunge

    ResponderExcluir
  10. Soundgarden surgiu muito antes de a cena 'GRUNGE' existir.
    Eles já faziam som pesado muito antes de a mídia saber da existência de bandas em Seattle. Eles antes de assinarem com a A&M (major label) lançaram pelo selo SST e pela Sub Pop.
    Só selos underground no começo! Infelizmente a banda já em 1994 começou a ficar terrivelmente comercial. Além disso ainda fizeram turnê com o Guns N' Roses e Faith No More!
    Baita banda responsa. A banda voltou agora e acredito que isto seja uma boa duma estratégia de marketing, além de presentear os fãs antigas.

    Soundgarden: 1986 - 1994 R.I.P.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ridiculo esses pé no saco que falam "nosfa eles sao vendidjos viraru comerciaauuu nosfa era meior antis" pqp

      Excluir
  11. Adoro Soundgarden e agora vou escutar o novo disco,obrigado Alex.

    ResponderExcluir
  12. Parabéns pelo excelente blog, Alex ! Mantenha viva a chama do bom e velho Rock and Roll !

    ResponderExcluir
  13. manolo

    se o disco King Animal for tão bom qnto a capa será foda, baixando

    ResponderExcluir
  14. sem dúvida Soundgarden e Alice in Chains eram as melhores bandas da "cena" dita grunge da época porem eles iam muito além deste rótulo afinal o rock sempre tem que ser enquadrado em alguma categoria e por uma destas coisas da vida o movimento ficou com a cara do Nirvana mas Soundgarden e Alice in Chains estavam muito além em termos de qualidade da banda de Kurt Kobain.

    ResponderExcluir
  15. Baixando mais esse primoroso trabalho disponibilizado pelo Muro!
    Não me canso de agradecer à esse que pra mim é o site que tem o mais belo acervo de música da net.
    Thanks!

    Michel, Manaus/AM.

    ResponderExcluir
  16. foda mais valew!!

    ResponderExcluir
  17. Chris Cornell é o rei da bad,valeu por postar os discos,conheci ele pela carreira solo e o Audioslave,ai fiquei sabendo do Soundgarden e já vim aqui pra baixar.

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.