Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

15 de novembro de 2010

Steve Vai - Discografia.

Steven Siro Vai, nascido em 6 de junho de 1960 em Carle Place, Estados Unidos, é um guitarrista, compositor e produtor musical americano, conhecido por ter recebido um prêmio Grammy (entre nove indicações), e, atualmente reconhecido por milhares de fãs e vários famosos músicos/compositores, o melhor guitarrista de todos os tempos (seguindo de Joe Satriani, Eric Johnson,Buckethead,entre outros), pela sua incrível performance/habilidade impondo dedicação e “Força de Vontade”, citado como influência por inúmeros guitarristas desde a década de 1980 em diante.

Carreira e Infância.

Enquanto crescia, o jovem Steve começou a se interessar pelos guitarristas famosos da época, como Jimi Hendrix, o que o levou a aprender a tocar guitarra em 1974, com seu primeiro professor e atualmente grande amigo, Joe Satriani. Em uma entrevista ao programa do Jô em sua turnê pelo Brasil, Satriani disse que conheceu Steve quando o mesmo possuía apenas 12 anos de idade, com um jogo de encordoamento nas mãos pedindo para ensiná-lo a tocar guitarra, porém, Satriani afirmou que Steve já era um bom instrumentista, que na época tocava acordeon. Depois disso Steve entrou para a Berklee College of Music. Ele absorveu influências de muitos guitarristas, como Jeff Beck e o guitarrista de fusion Allan Holdsworth.

Com Frank Zappa.

Steve ficou fascinado com a música de Frank Zappa. Em uma entrevista a revista Guitar Player Norte Americana, Steve disse que inúmeras vezes, telefonou para Zappa tentando contato (sem muito sucesso), contudo, com muita insistência, Frank atendeu o telefone e perguntou o que Steve desejava. Steve disse que não existia ninguém capaz de transcrever em partituras, com tanta perfeição quanto ele, as músicas de Zappa. Então Zappa, curioso, o autorizou e tão logo Steve enviou pelo correio transcrições dos solos de guitarra de Zappa para o próprio, e após encontrar Steve pela primeira vez, Zappa ficou tão impressionado com as habilidades do jovem que o convocou para trabalhar transcrevendo suas intermináveis seqüências de rock sinfônico experimental. Nesse estágio de formação de sua carreira, Steve registrou seu talento em faixas como Moggio e Stevie’s Spanking.

Enquanto trabalhava para Zappa, Steve viajava com a banda em turnê e tomava parte numa espécie de competição com o público, onde pessoas traziam partituras e Steve tentava lê-las à primeira vista.

O Sucesso.

Após deixar Zappa em 1982, Steve mudou-se para a Califórnia, onde gravou seu primeiro álbum, Flex-Able, e tocou em várias bandas. Em 1985, ele substituiu Yngwie Malmsteen como guitarrista-solo na banda Alcatrazz, liderada por Graham Bonnet, onde participou da gravação do álbum Disturbing the Peace.

No final de 1985, Steve juntou-se à banda do ex-vocalista do Van Halen, David Lee Roth, e participou de dois álbuns: Eat ‘Em and Smile e Skyscrapper. Essa passagem pela banda de David o proporcionou grande fama entre o público de rock, uma vez que David estava em uma guerra declarada contra os membros do Van Halen e Steve era inevitavelmente comparado a Eddie Van Halen.

Em 1986, Steve surpreendeu a todos ao tocar com o ex-membro dos Sex Pistols, John Lydon, em seu grupo Public Image Ltd, em seu álbum Album. Em 1989, Steve seguiu os passos do guitarrista Adrian Vandenberg e gravou com a banda britânica Whitesnake, após Adrian ter machucado seu punho pouco tempo antes do início da gravação do álbum Slip of the Tongue.

Anos 90 e 2000.

Em 1990, Steve lançou seu álbum solo Passion and Warfare, largamente aclamado pela crítica mundial. Isto sedimentou sua posição no topo dos guitarristas “virtuosos”. Steve recebeu um Grammy em 1993 pela música “Sofa”.

Após o sucesso de Passion And Warfare, Steve resolveu inovar e em 1993 gravou Sex & Religion com o vocalista Devin Townsend.

Com o fim da turnê do Sex & Religion, Steve passou a se dedicar integralmente a outro projeto, que se chamava Fire Coma. Esse projeto era algo realmente grandioso, e tomou quase todo o tempo de Vai em 94 e 96.

Em 1994, Steve foi chamado para compor e tocar no futuro álbum de Ozzy Osbourne, Ozzmosis. O plano era que Steve aparecesse em metade do álbum, e o guitarrista Zakk Wylde na outra metade. Entretanto, Steve pode ser ouvido apenas na faixa My Little Man e na faixa bônus Back On Earth, que apareceu na coletânea The Ozzman Cometh.

Em 1995, Steve lançou o EP Alien Love Secrets. Com o sucesso inesperado do álbum, Vai foi convidado por Bon Jovi para abrir a turnê dele. Ainda colhendo os frutos do sucesso de Alien Love Secrets, Steve continuou o processo de criação e gravação de Fire Coma. Com o fim da Relativity Records, Vai se mudou para a Epic/Sony, onde lançou o projeto, que acabou sendo chamado de Fire Garden, em 1996.

Em 96, Steve se juntou ao G3 com Joe Satriani e Eric Johnson. Os shows consistiam em uma apresentação individual de cada um dos músicos e uma jam session entre os três. A turnê foi registrada em 1997, com o lançamento do CD e VHS G3: Live in Concert.

Steve Vai lançou um DVD com sua performance no teatro Astoria, em Londres, em dezembro de 2001, onde participaram Billy Sheehan, Tony MacAlpine, Dave Weiner e Virgil Donati.

Em julho de 2002, Steve Vai tocou com a Orquestra Sinfônica Metropolitana de Tóquio no Suntory Hall, na cidade de Tóquio, na estréia mundial da peça Fire Strings, escrita por Ichiro Nodaira, um concerto para guitarra e orquestra de 100 integrantes.

Em 2003, Virgil Donati foi substituído pelo baterista Jeremy Colson. Em 2004, Steve Vai estreou a trilha sonora do Halo 2, um jogo para o videogame Xbox. Entre as músicas, destacam-se uma versão pesada de guitarra de Halo 2 Theme, chamada Halo 2 Theme (Mjolnir Mix), e Never Surrender.

Em fevereiro de 2005, Steve estreou uma peça de guitarra e violão que ele escreveu chamada The Blossom Suite com a amiga Sharon Isbin, violonista erudita, no teatro Chatelet em Paris.

Ainda em 2005, foi lançado o álbum Real Illusions: Reflections, e Steve Vai e The Breed (nome pelo qual sua banda era chamada na época) embarcaram numa turnê mundial para divulgação do álbum.

No ano de 2007, Steve lançou o álbum duplo Sound Theories acompanhado da famosa Holland Metropole Orkest, gravado ao vivo em 2005. Juntamente com o CD, foi lançado um DVD denominado Visual Sound Theories.

No mesmo ano, Steve realizou uma turnê mundial de divulgação do álbum, com sua nova banda denominada String Theories, que conta com a presença da violinista e tecladista Ann Marie Calhoun, o violinista Alex DePue, o baixista Brian Beller, e os antigos membros Dave Weiner(guitarra) e Jeremy Colson (bateria).

Steve Vai continua fazendo shows regularmente, e está produzindo um novo DVD ao vivo, gravado na cidade de Minneapolis com sua nova banda.

Filmes.

A música de Steve Vai apareceu em vários filmes, como Dudes, Bill & Ted’s Bogus Journey e Ghosts of Mars. Ele apareceu na tela em 1986 com Ralph Macchio no filme Crossroads, interpretando Jack Butler, um guitarrista demoníaco. No clímax do filme, Steve encara um duelo com Ralph Macchio, este com a guitarra dublada por Ry Cooder.

A música neo-clássica intitulada Eugene’s Trick Bag, com a qual Macchio derrota Steve e vence o duelo, também foi composta por Steve. A peça é bastante inspirada no Capricho N.º 5 de Paganini, e tornou-se uma das favoritas entre os estudantes de guitarra.

Steve também compôs e executou a trilha sonora de PCU, em 1994. Ele também contribuiu na partitura de Ghosts of Mars, de John Carpenter, e tocou nas faixas Ghosts of Mars e Ghost Poppin’.

Estilo Musical.

Enquanto as contribuições de Steve a outros artistas tem sido restrita ao estilo rock ou hard rock, suas composições próprias são consideravelmente mais esotéricas.

O estilo de tocar de Steve Vai é bastante peculiar e teatral, carregado de gestos, e caracterizado por sua facilidade técnica com a guitarra e seu conhecimento de teoria musical.

Steve também tem sido creditado como o responsável pelo ressurgimento da guitarra com 7 cordas. As primeiras antigas foram tocadas pelo guitarrista de jazz George Van Epps, nas décadas de 1930 e 1940, mas o conceito foi reintroduzido no rock por Steve.

Um ponto interessante a ser notado é o compromisso de Steve com o ato de estudar e praticar. Ele declarou em vários textos e a várias revistas especializadas de guitarra que pratica cerca de oito horas por dia ou mais – hábito adquirido nos seus primeiros anos de faculdade.

Ele geralmente usa o lídio, que é seu modo favorito, mas também é conhecido por usar o modo “Bartok” da escala menor melódica.

Equipamento.

Steve Vai é reconhecido também como um grande produtor musical de estúdio. Ele tem dois estúdios, The Mothership (A Nave Mãe) e The Harmony Hut (A Cabana da Harmonia), e suas gravações combinam sua proeza característica na guitarra com composições temáticas e um uso considerável de efeitos de estúdio e gravação, como o Eventide H3000, o programa Pro Tools e sua cadeia de efeitos.

Steve também ajudou a desenvolver sua série de guitarras, conhecida como JEM, com a fábrica japonesa Ibanez. Essas guitarras possuem uma alça de mão (geralmente chamada de monkey grip, ou “pegada do macaco”) talhada no corpo da guitarra, fazendo um buraco no mesmo. A guitarra possui uma configuração H-S-H (humbucker-single-humbucker), um sistema de trêmolo de travamento duplo licenciado da Floyd Rose e um extenso e elaborado desenho na escala chamado Vine of Life (Videira da Vida).

Steve também está por trás da versão de 7 cordas da JEM, chamada Universe. Esta guitarra influenciou os guitarristas da banda Korn e os demais do estilo conhecido como new metal, surgido no final da década de 1990. Steve também tem um modelo de violão, o Euphoria.

Steve também trabalhou com a Carvin para desenvolver a linha de amplificadores de guitarra Legacy. Steve queria criar um amplificador superior a todos os que ele já tinha usado, em termos de som e versatilidade.

Ao longo de sua carreira musical, Steve Vai usou e desenvolveu muitas guitarras. Ele já teve seu próprio sangue colocado na pintura psicodélica de uma de suas guitarras JEM, chamada JEM2KDNA (ou simplesmente DNA, em alusão ao DNA presente no sangue) – apenas 300 guitarras foram feitas utilizando esta pintura.

Atualmente, Steve prefere usar sua guitarra JEM7V branca, marcada com a inscrição rabiscada EVO (feita por ele mesmo), usada para distinção entre suas guitarras praticamente idênticas no palco, e sua guitarra FLO (uma JEM floral pintada de branco e equipada com um sustainer Fernandes).

Os pedais de efeito de Steve incluem um Boss DS-1 Distortion modificado, um Ibanez TubeScreamer TS-9 DX, um Morley Bad Horsie, um Morley Little Alligator Volume, um Digitech Whammy WH-1, um MXR Phase 90 Eddie Van Halen, além do seu próprio pedal criado pela Ibanez, o Jemini, que inclui os efeitos Distorção e Overdrive.

Curiosidades.

* Steve Vai é o dono da Favored Nations, uma gravadora especializada na gravação e divulgação internacional de artistas. 
* Steve é casado com Pia Maiocco, ex-baixista da banda feminina Vixen. Steve e Pia têm dois filhos, Julian Angel e Fire.
* Ele gravou os sons que seu filho Julian (então com 2 anos de idade) fazia e os imitou com a guitarra na música Ya-Yo Gakk, do álbum Alien Love Secrets.
* Em seu tempo livre, Steve gosta de apicultura, e regularmente produz um pote de mel a ser vendido na sua Make a Noise Foundation. 
* Steve Vai é conhecido por ser bastante atencioso com os fãs; não raro, ele passa do horário em sessões de autógrafos, sempre com um sorriso no rosto junto aos que tiram fotografias ao lado dele. Ele também costuma ir cumprimentar os fãs que esperam do lado de fora antes de suas apresentações. 
* A partir de sua turnê pela Europa em 2006, Steve iniciou o que chamou de "EVO Experience": poucos fãs visitam os bastidores com o próprio Steve, que deixa que eles peguem e toquem em sua famosa guitarra "EVO". 
* Steve tocou guitarra na música tema do jogo Halo 2, cuja versão foi mais tarde batizada de Halo Theme Mjolnir Mix. 
* A música favorita de Steve Vai é "For The Love Of God"
* Steve Vai realizou uma cirurgia para retirar a pele que possui entre os dedos da mão esquerda. O intuito desta cirurgia é que ele pudesse esticar mais seus dedos para alcançar notas mais distantes. 
* Após a morte de Michael Jackson, fez uma homenagem ao maior astro pop tocando uma versão da música Beat It, junto com o também guitarrista Andy Timmons. Texto: Wikipédia.

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

Como Baixar.

Álbuns.

Flex-Able (1984)
01. Little Green Men
02. Viv Woman
03. Lovers Are Crazy
04. Salamanders In The Sun
05. The Boy/Girl Song
06. The Attitude Song
07. Call It Sleep
08. Junkie
09. Bill’s Private Parts
10. Next Stop Earth
11. There’s Something Dead In Here

Flex-Able Leftovers (1984)
(Versão de 1998)
01. Fuck Yourself
02. So Happy
03. Bledsoe Bluvd
04. Natural Born Boy
05. Details at 10
06. Massacre
07. Burnin' Down the Mountain
08. Little Pieces of Seaweed
09. San Sebastian
10. The Beast of Love
11. You Didn't Break it
12. The X-Equilibrium Dance
13. Chronic Insomnia

Passion & Warfare (1990)
01. Liberty
02. Erotic Nightmares
03. The Animal
04. Answers
05. The Riddle
06. Ballerina 12/24
07. For The Love Of God
08. The Audience Is Listening
09. I Would Love To
10. Blue Powder
11. Greasy Kid’s Stuff
12. Alien Water Kiss
13. Sisters
14. Love Secrets

Sex & Religion (1993)
01. An Earth Dweller’s Return
02. Here & Now
03. In My Dreams With You
04. Still My Bleeding Heart
05. Sex & Religion
06. Dirty Black Hole
07. Touching Tongues
08. State Of Grace
09. Survive
10. Pig
11. The Road To Mt. Calvary
12. Down Deep Into The Pain
13. Rescue Me Or Bury Me

Alien Love Secrets (1995)
01. Bad Horsie
02. Juice
03. Die To Live
04. The Boy From Seattle
05. Ya-Yo Gakk
06. Kill The Guy With The Ball/The God Eaters
07. Tender Surrender

Fire Garden (1996)
01. There’s A Fire In The House
02. The Crying Machine
03. Dyin’ Day
04. Whookam
05. Blowfish
06. The Mysterious Murder Of Christian Tiera’s Lover
07. Hand On Heart
08. Bangkok
09. Fire Garden Suite:
Bull Whip
Pusa Road
Angel Food
Taurus Bulba

10. Deepness
11. Little Alligator
12. All About Eve
13. Aching Hunger
14. Brother
15. Damn You
16. When I Was A Little Boy
17. Genocide
18. Warm Regards

The Ultra Zone (1999)
01. The Blood & Tears
02. The Ultra Zone
03. Oooo
04. Frank
05. Jibboom
06. Voodoo Acid
07. Windows To The Soul
08. The Silent Within
09. I’ll Be Around
10. Lucky Charms
11. Fever Dream
12. Here I Am
13. Asian Sky

The 7th Song (2000)
01. For The Love Of God
02. Touching Tongues
03. Windows To The Soul
04. Burnin’ Down The Mountain
05. Tender Surrender
06. Hand On Heart
07. Melissa’s Garden
08. Call It Sleep
09. Christmas Time Is Here
10. The Wall Of Light
11. Boston Rain Melody

Alive In An Ultra World (2001)
CD 1.

01. Giant Balls Of Gold (Poland) 
02. Burning Rain (Japan) 
03. The Black Forest (Germany) 
04. Alive In An Ultra World (Slovenia) 
05. Devil’s Food (Holland)
06. Blood And Glory (UK) 
07. Whispering A Prayer (Ireland) 
08. Iberian Jewel (Spain)

CD 2.

01. The Power Of Bombos (Greece) 
02. Incantation (Bulgaria) 
03. Light Of The Moon (Australia) 
04. Babushka (Romania) 
05. Being With You (In Paris-France) 
06. Principessa (Italy) 
07. Brandos Costumes (Gentle Ways-Portugal)

The Elusive Light And Sound Vol. 1 (2001)
01. Celluloid Heros
02. Love Blood
Music from or inspired by the movie Crossroads:
03. Fried Chicken
04. Butler’s Bag
05. Head-Cuttin’ Duel
06. Eugene’s Trick Bag
Music from or inspired by the movie Dudes:
07.Amazing Grace
08. Louisiana Swamp Swank
Music from of inspired by the movie Bill & Ted’s Bogus Journey:
09 Air Guitar Hell
10. The Reaper
11. Introducing The Wylde Stallions
12. Girls Mature Faster Than Guys
13. The Battle
14. Meet The Reaper
15. Final Guitar Solo
16. The Reaper Rap
Music from or inspired by the movie Encino Man:
17. Drive The Hell Out Of Here
18. Get The Hell Out Of Here
Music from or inspired by the movie PCU:
19 .Welcome Pre-Frosh
20. The Dark Hallway
21. The Dead Band Ends
22. The Cause Heads
23. Find The Meat
24. The Axe Will Fall
25. Now We Run (Cue)

26. Hey Jack
27. What!
28. Still Running
29. Dead Heads
30. Blow Me Where The Pampers Is
31. Pins & Needles
32. Plug My Ass In
33. Loose Keg Sightings
34. Don’t Sweat It
35. How Hidge
36. Beer Beer
37. We’re Not Gonna Protest
38. Initiation
39. See Ya Next Year
40. Now We Run

Mystery Tracks, Archives Vol. 3 (2003)
01. Speed
02. Just Cartilage
03. San-San-Nana-Byoushi
04. Sofa
05. Essence
06. Wipe Out 2000
07. Feathers
08. Opposites Attract (Part 1) 

09. Misfits
10. Selfless Love
11. Maple Leafs
12. The Murder
13. Opposites Attract Part 2 (The Indulgent Version)

The Infinite Steve Vai An Anthology (2003)
CD 1.

01. Liberty
02. Die To Live
03. The Attitude Song
04. Salamanders In The Sun
05. The Animal
06. The Riddle
07. For The Love Of God
08. Bangkok
09. Fire Garden Suite: Bull Whip,
Pusa Road, Angel Food,
Taurus Bulba
10. Ya-Yo Gakk
11. Blue Powder
12. Bad Horsie
13. Tender Surrender
14. All About Eve
15. Dyin’ Day
16. The Blood & Tears
17. The Silent Within

CD 2.

01. Feathers
02. Frank
03. Boston Rain Melody
04. Kitten’s Got Claws
05. Lighter Shade of Green
06. Giant Balls of Gold
07. Whispering A Prayer
08. Jibboom
09. Windows To The Soul
10. Brandos Costumes (Gentle Ways)

11. The Reaper
12. Head-Cuttin' Duel
13. Essence
14. Rescue Me Or Bury Me
15. Approximate

Live At The Astoria London (2004)
01. Shy Boy
02. Giant Balls Of Gold
03. Erotic Nightmares
04. Blood And Glory
05. Dave’s Party Piece
06. Blue Powder
07. The Crying Machine
08. The Animal
09. Bangkok
10. Tony’s Solo
11. Bad Horsie
12. Chameleon
13. Down Deep Into The Pain
14. Fire
15. Little Wing
16. Whispering A Prayer
17. Incantation
18. Jibboom
19. For The Love Of God
20. Liberty
21. The Attitude Song

Real Illusions Reflections (2005)
01. Building The Church
02. Dying For Your Love
03. Glorious
04. K’m-Pee-Du-Wee
05. Firewall
06. Freak Show Excess
07. Lotus Feet*
08. Yai Yai
09. Midway Creatures
10. I’m Your Secrets
11. Under It All

Sound Theories Vol 1 & 2 (2007)
Vol 1: “The Aching Hunger”

01. Kill the Guy with the Ball
02. The God Eaters
03. The Murder Prologue
04. The Murder
05. Gentle Ways
06. Answers
07. I’m Becoming
08. Salamanders in the Sun
09. Liberty
10. The Attitude Song
11. For the Love of God

Vol 2: “Shadows and Sparks”

01. Shadows and…
02. Sparks
03. Frangelica (Part 1)

 04. Frangelica (Part 2) 
05. Helios and Vesta
06. Bledsoe Bluvd.

Where The Other Wild Things Are (2009)
01. Paint Me Your Face
02. Now We Run
03. Oooo
04. Building The Church
05. Tender Surrender
06. Band Intros
07. Fire Wall
08. Freak Show Excess
09. Die To Live
10. All About Eve
11. Gary 7
12. Treasure Island
13. Angel Food
14. Taurus Bulba
15. Par Brahm


Link.

The Story Of Light (2012)
 
01. The Story of Light 
02. Velorum
03. John the Revelator
04. Book of the Seven Seals
05. Creamsicle Sunset
06. Gravity Storm
07. Mullach A’tSi
08. The Moon and I
09. Weeping China Doll
10. Racing the World
11. No more Amsterdam
12. Sunshine Electric Raindrops

Link.

Modern Primitive (2016)
 
CD 1: Modern Primitive.

01. Bop!
02. Dark Matter
03. Mighty Messengers
04. The Lost Chord
05. Upanishads
06. Fast Note People
07. And We Are One
08. Never Forever
09. Lights Are On
10. No Pockets
11. Pink And Blows Over: Part 1
12. Pink And Blows Over: Part 2 (Mars Attack)
13. Pink And Blows Over: Part 3 (Jazzbo Paddle-Foot)

CD 2: Passion And Warfare 25th Anniversary Edition.

01. Liberty
02. Erotic Nightmares
03. The Animal
04. Answers
05. The Riddle
06. Ballerina 12/24
07. For Love Of God
08. The Audience Ls Listening
09. I Would Love To
10. Blue Powder
11. Greasy Kid's Stuff
12. Alien Water Kiss
13. Sisters
14. Love Secrets
Bonus Tracks.
15. Lovely Elixir
16. And We Are One (Solo #2)
17. As Above
18. So Below

Link.

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

G3 (Turnês) 

E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

15 comentários :

  1. Steve vai toca MUITO!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. steve vai,muito bom,sempre quis ouvir direito os cds dele,só achei aqui no muro XP

    valeu Alex \m/

    ResponderExcluir
  3. Alexandre Coimbra26/04/2011 20:55

    Vai Steve Vai. Vai Alex. Valeu demais. Muro é Muro. O resto...

    ResponderExcluir
  4. Muito bom esse site.
    Parabéns.

    Delavega

    ResponderExcluir
  5. O cara faz várias caretas quando sola porem toca muuuuito!!!O Muro é Dez!!!

    ResponderExcluir
  6. grasias por el aporte ya que no puedo comprarme todos los albunes originales vale

    ResponderExcluir
  7. Jorge: Steeve Vai e todo o conteudo do sitio é exelente; parabens e muito obrigado por fornecer cultura para os menos favorecidos, (e os espertos tambêm)OK?.
    Obrigado Jorge

    ResponderExcluir
  8. Grande guitarrista, longa vida ao Muro!!!

    ResponderExcluir
  9. muito bom guitarrista

    ResponderExcluir
  10. Para mim, o mais completo de todos!

    ResponderExcluir
  11. na gutarra ele é o rei e não tem outro...

    ResponderExcluir
  12. Átila Ribeiro21/02/2014 22:05

    Na minha opinião esse é o maior guitarrista da história da música , tanto na técnica quanto na expressão e criatividade , é o deus da guitarra neste planeta ; muito obrigado Alex , a sua missão é uma das mais importantes que já ví em minha vida...

    ResponderExcluir
  13. O melhor Blog e o que tem mais conteúdo,deforma inteligente e qualidade das musicas.Parabens

    ResponderExcluir
  14. Muito bom mesmo....valeu demais.....

    ResponderExcluir
  15. Ótimo! Valeu, blog! O Steve é insuperável! Inúmeras influências de músicas das mais variadas culturas. Genial.

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.