Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

22 de dezembro de 2010

Canned Heat - Discografia.

Tudo começou quando os amigos Bob Hite como vocalista, Al Wilson na guitarra, Mike Perlowin na guitarra, Stu Brotman no baixo e Keith Sawyer na bateria, resolveram montar uma banda na pequena cidade de Topanga, no condado de Los Angeles. Perlowin e Sawyer saíram dias depois da banda ser formada, cedendo lugar para o guitarrista Kenny Edwards e Ron Holmes, que aceitou assumir a bateria momentaneamente. 

Edwards saiu e foi substituído por Henry Vestine (que havia sido expulso do Frank Zappa's Mothers of Invention por uso excessivo de drogas). Frank Cook entrou para substituir Holmes como baterista permanente.

Poucos dias antes de lançar seu álbum de estréia, a banda participou do Monterey International Pop Music Festival, tendo tocado no mesmo dia que The Byrds, Jefferson Airplane e Otis Redding.

O primeiro álbum da banda foi gravado em 1966 pelo produtor Johnny Otis. A banda era formada por Bob Hite, Al Wilson, Frank Cook, Henry Vestine e Stu Brotman. O álbum só foi lançado em 1970 como "Vintage". Meses depois da gravação, Stu Brotman deixa a banda e para seu lugar foi escolhido Mark Andes, que meses depois também abandonou a banda. Skip Taylor e John Hartmann passaram pela vaga de baixista, até que Larry Taylor se fixasse na banda em março de 1967.

Com essa formação (Hite, Wilson, Vestine, Taylor, Cook) a banda começou a gravar seu álbum de estréia em abril de 1967. O álbum auto-intitulado "Canned Heat" foi lançado em julho de 1967. O álbum não continha nenhuma faixa autoral da banda, continham apenas regravações de clássicos do Blues, mas mesmo assim foi razoavelmente bem sucedido, atingindo a 76° posição na The Billboard 200.

Frank Cook foi substituído por Fito de la Parra, após um incidente em Denver, Colorado. Assim começou o que Fito se refere como a clássica e talvez a mais conhecida formação do Canned Heat, que juntos gravaram algumas das canções mais famosas e bem conceituadas da banda. Durante este período "clássico", Skip Taylor e John Hartmann introduziram o uso de apelidos nos membros da banda: Bob "The Bear" Hite, Alan "Blind Owl" Wilson, Henry "Sunflower" Vestine (and later Harvey "The Snake" Mandel), Larry "The Mole" Taylor e Adolfo "Fito" de la Parra.

O segundo álbum da banda, "Boogie with Canned Heat", foi lançado em janeiro de 1968. O álbum contém a faixa "On the Road Again", uma versão atualizada de uma canção gravada por Floyd Jones em 1953. A faixa alcançou a 16° colocação na Billboard Hot 100 e a 1° colocação na UK Singles Charts. Essa foi a primeira faixa da banda a estourar no mundo inteiro. Ao longo dos anos ela foi regravada diversas vezes e apareceu em alguns filmes, como Alice in the Cities (1973), Hideous Kinky (1998), Frequency (2000), Cold Creek Manor (2003) e The Bucket List (2007).

"Boogie with Canned Heat" também tinha a faixa "Fried Hockey Boogie" (creditada a Larry Taylor, mas, obviamente, derivada do riff de "Boogie Chillen", de John Lee Hooker, o mesmo riff foi adaptado para a clássica "La Grange" do ZZ Top). Graças a essa faixa a banda ficou conhecida como "os reis do boogie". A faixa "Amphetamine Annie" foi uma das primeiras canções anti-drogas da época.

Em 1968, depois de tocar para mais de 80 mil pessoas na primeira edição do Newport Pop Festival, o Canned Heat partiu para sua primeira turnê européia. Isso implicava em um mês de concertos e compromissos de mídia que incluiam aparições na TV no programa britânico Top of the Pops. Eles também apareceram no programa alemão Beat Club, onde "On the Road Again" assumiu a 1° colocação de quase todas as paradas européias.

Em outubro de 1968 a banda lançou o álbum "Living the Blues", que contém um dos maiores hits da banda, "Going Up the Country". A faixa alcançou a 11° colocação na Billboard Hot 100, a 19° colocação na UK Singles Chart, foi 1° colocada em outros 25 países e tornou-se o tema não-oficial de Woodstock.

Em julho de 1969 a banda lançou o álbum "Hallelujah". O Melody Maker escreveu: "Embora menos ambicioso do que alguns dos seus trabalhos, este não deixa de ser um álbum excelente de Blues e eles continuam a ser os mais convincente dos grupos brancos de Blues". Poucos dias após o lançamento do álbum, Henry Vestine deixou o grupo. Harvey Mandel entrou em seu lugar.

Eis que chega o tão esperado dia 16 de agosto de 1969, o dia em que o Canned Heat tocou no Woodstock Festival e entrou para a história do Rock. A banda tocou no mesmo dia que Santana, Mountain, Grateful Dead, Creedence Clearwater Revival, Janis Joplin, The Who e Jefferson Airplane.

Antes de sua turnê européia no início de 1970, a banda gravou "Future Blues", um álbum contendo cinco composições originais e três covers. O single "Let's Stick Together", originalmente gravdo por Wilbert Harrison, alcançou a 26° colocação na Billboard Hot 100, a 2° colocação na UK Singles Chart e a 1° colocação nas paradas de 31 países.

O material de sua turnê pela Europa em 1970 foi lançado como o álbum ao vivo "Canned Heat '70 Concert Live in Europe", que mais tarde seria chamado de "Live in Europe". Embora o álbum tenha rendido alguns elogios da crítica e foi bem sucedido no Reino Unido (atingindo a 15° colocação), teve apenas um sucesso comercial limitado em os EUA. Retornando da Europa em Maio de 1970, um exausto Larry Taylor deixou a banda para se juntar John Mayall (que mudou-se para Laurel Canyon) e foi seguido por Harvey Mandel.

Com a saída de Taylor e Mandel, Vestine assumiu a guitarra e o baixo foi assumido por Antonio de la Barreda, que havia tocado com Fito de la Parra por cinco anos na Cidade do México.

Essa formação entrou em estúdio para gravar com John Lee Hooker (Gravou mais de 500 músicas e aproximadamente 100 álbuns, uma lenda do Blues) as faixas que resultaram no álbum no duplo "Hooker 'n Heat". A banda conheceu Hooker no aeroporto de Portland, Oregon e descobriram que eram fãs do trabalho um do outro.

Logo após o termino das gravações de "Hooker 'n Heat", o excêntrico Alan "Blind Owl" Wilson, que sempre sofreu de depressão, foi dito por alguns ter tentado o suicídio dirigindo seu carro fora da estrada perto da casa de Bob Hite, em Topanga Canyon. Ao contrário de outros membros da banda, Wilson não teve muito sucesso com as mulheres e ficou profundamente perturbado e frustrado com isso. Sua depressão também piorou com a sua crescente preocupação ambiental sobre a deterioração da saúde da terra. Em 03 de setembro de 1970, pouco antes de sair para um festival em Berlim, a banda soube da morte de Alan Wilson por overdose de barbitúrico, tendo sido encontrado em uma encosta atrás da casa de Bob Hite. Creditado por Fito de la Parra e outros membros da banda por ter sido um suicídio, Wilson morreu aos 27 anos de idade, poucas semanas antes da morte de Janis Joplin e Jimi Hendrix.

Rebecca Davis, escritora que escreveu a biografia de Alan Wilson, intitulada "Blind Owl Blues", diz que Alan não cometeu suicídio. Segundo ela, Alan sofria de depressão e, por isso, foi procurar ajuda psiquiátrica, e ao contrário da pessoa típica suicida, tinha planos positivos para o futuro, que incluia uma organização de caridade para beneficiar o meio ambiente. As drogas que ele usou na noite de sua morte foram obtidas em um esforço para auto medicar sua insônia severa, e algumas evidências indicam que seus efeitos podem ter sido agravados por um traumatismo craniano anterior.

Joel Scott Hill foi recrutado para preencher o vazio deixado pela morte de Alan Wilson. A banda ainda tinha uma turnê para Setembro, assim como as datas de estúdio. Eles excursionaram pela Austrália e Europa e no verão seguinte eles apareceram no Festival de Turku, na Finlândia. No final de 1971 um novo álbum de estúdio, "Historical Figures and Ancient Heads", foi lançado. O álbum incluía o dueto vocal de Bob Hite com Little Richard na faixa "Rockin' With the King".

Scott-Hill e de la Barreda, que deixaram a banda e em seus lugares entraram James Shane na guitarra base e vocais, Ed Beyer nos teclados e o irmão de Bob Hite, Richard Hite no baixo. A nova formação gravou o álbum "The New Age", lançado em 1973.

As coisas não estavam nada boas. A banda estava devendo 30 mil doláres nos EUA e Skip Taylor, o manager da banda, aconselhou a banda a abrir mão dos royalties à sua gravadora anterior Liberty/United Artists e que fossem para a Atlantic Records.

A estréia da banda na nova gravadora não foi nada boa.A banda lançou "One More River to Cross" em 1973. Com uma sonoridade diferente, o álbum não foi bem sucedido. Nessa época o manager da banda, Skip Taylor, já havia abandonado o barco. O produtor Tom Dowd (Lynyrd Skynyrd, Derek and the Dominos, The Allman Brothers Band, Willie Nelson) tentou obter mais um álbum da banda, mas a essa altura as drogas já tinham feitos as suas vitimas.

Mesmo que um disco foi gravado em 1974 (com alguma colaboração do ex-membro Harvey Mandel), a Atlantic tinha terminado a sua relação com o Canned Heat antes que "The Ties That Bind" pudesse ser lançado, fato que só ocorreu em 1997.

Henry Vestine, James Shane e Ed Beyer deixaram a banda em 1974. Para o lugar deles, foram chamados o pianista Gene Taylormas logo foi substituído por Stan Webb, e o guitarrista Chris Morgan. Mark Skyer veio como o novo guitarrista.

Nesse meio tempo a banda tinha feito um acordo com a Takoma Records e gravaram o álbum "Human Condition", lançado em 1978 e que foi recebido com muito pouco sucesso. Pouco tempo depois, Mark Skyer, Chris Morgan e Richard Hite sairam da banda. O novo baixista foi Richard Exley, que após fazer amizade com Bob em turnê e assistir sua performance com a banda "Montana". Exley percorreu o restante do ano com a banda e colaborou com Bob em muitos dos arranjos. Richard, em seguida, saiu da banda após uma discussão sobre o consumo excessivo de drogas de Hite no palco.

Drogas, bebedeiras e muitas trocas de membros, fizeram com que os membros do Canned Heat fossem reduzidos a Bob Hite e Fito de la Parra.

Em 1978, Fito de la Parra voltou a trabalhar com Larry "The Mole" Taylor, que trouxe o guitarrista Mike "Hollywood Fats" Mann e o pianista Ronnie Barron, que saiu logo para ser substituído por Jay Spell. Essa formação ficou conhecida como Burger Brothers.

Essa formação tocou na festa do 10° aniversário do Woodstock em Parr Meadows em 1979. Uma gravação foi feita pela King Biscuit Flower Hour e lançada em 1995 como "Canned Heat In Concert". Fito de la Parra considera esse o melhor álbum ao vivo da banda. Depois de uma briga com de la Parra e Hite, Taylor e Mann estavam cada vez mais descontentes com a direção musical da banda. No entanto, Jay Spell ainda estava a bordo e trouxe o baixista Jon Lamb. Henry Vestine mais uma vez fez o seu regresso a o Canned Heat, com The Bear e Fito como seus líderes.

Em 1980 Jay Spell e Jon Lamb deixam a banda. Com o novo baixista Ernie Rodriguez na banda, o Canned Heat gravou o álbum "Kings of the Boogie" em 1981. Esse foi o último álbum de estúdio gravado por Bob Hite.

Em 05 de abril de 1981, após uma overdose de heroína durante um show em Palomino, Los Angeles, Bob Hite foi encontrado morto na casa de Fito de la Parra em Mar Vista, aos 38 anos de idade.

A morte do vocalista do Bob "The Bear" Hite foi um golpe devastador, que a maioria pensou que iria acabar com a carreira do Canned Heat, no entanto Fito de la Parra manteve a banda viva e a levaria de volta para a prosperidade ao longo das próximas décadas. Uma turnê australiana tinha sido agendada antes da morte de The Bear e o gaitista Rick Kellog tinha se juntado a banda. Esta primeira encarnação do Canned Heat, sem Bob Hite foi apelidado de "Mouth Band", por Henry Vestine e foi um enorme sucesso na Austrália, especialmente com a multidão de motoqueiros.

Bêbado Henry Vestine entrou em uma briga com Ernie Rodriguez e foi mais uma vez expulso da banda. Desta vez substituído pelo talentoso guitarrista Walter Trout. Depois de uma turnê com John Mayall, Fito foi forçado a demitir "The Push" como empresário da banda, mas acabou por terminar o vídeo ("The Boogie Assault") e um álbum ao vivo de mesmo nome gravado na Austrália em 1982 (também relançado como "Live In Australia" e "Live In Oz"). Esta versão do Canned Heat também iria se dissolver rapidamente com uma disputa entre Mike Halby e de la Parra, após a gravação do EP "Heat Brothers '84".

Durante a década de 1980 o interesse pelo tipo de música tocado pelo Canned Heat foi reavivado e, apesar das tragédias do passado e a permanente instabilidade, a banda parecia estar revitalizada. Em 1985 Trout tinha deixado a banda, então Henry Vestine foi mais uma vez chamado, e ele trouxe de Oregon: James Thornbury (guitarra slide e vocal) e Jones Skip (Baixo). Eles foram apelidados de "Nuts and Berries".

Não demorou muito para que ex-membros como Larry Taylor (que substituiu Jones) e Ronnie Barron voltaram a banda. Esse line-up gravou o álbum ao vivo, "Boogie Up The Country", em Kassel, Alemanha em 1987 e também aparecem na compilação "Blues Festival Live in Bonn '87 Vol 2". Barron, assim como antes não durou muito tempo na banda, nem Vestine, que foi novamente expulso da banda devido à pressão de Larry Taylor. O substituto de Vestine na guitarra foi Junior Watson.

Em 1988 a banda lançou o álbum "Reheated", sendo composta nesse momento por Junior Watson, James Thornbury, Larry Taylor e Fito de la Parra

Junior Watson saiu da banda em 1991, Harvey Mandel e trouxe o baixista Ron Shumake no baixo para tirar um pouco da carga de Larry Taylor. Mandel, no entanto, deixou a banda depois de algumas turnês, o cantor e guitarrista Becky Barksdale foi trazido para uma tour na França, Alemanha e no Havaí, mas não durou muito tempo.

"Internal Combustion" foi lançado em 1994 e seu line-up continha os ex-membros Mandel, Barron e Taylor.

Em 1995, James Thornbury deixou a banda sem ressentimentos após 10 anos de serviço para viver a vida de casado e Robert Lucas entrou em seu lugar. Greg Kage tomou as rédeas o baixista e depois de uma reconciliação com Larry Taylor, a banda lançou, "Canned Heat Blues Band", em 1996. Em 20 de outubro de 1997, Henry Vestine morreu em Paris, França após o show da uma turnê européia.

Os álbuns de estúdio recentes do Canned Heat, incluem "Boogie 2000" (1999) e "Friends In The Can" (2003), que conta com vários convidados, incluindo John Lee Hooker, Taj Mahal, Walter Trout, Corey Stevens, Roy Rogers, Harvey Mandel e Larry Taylor. Eric Clapton e Dr. John fizeram aparições no "Christmas Album" (2007). Em julho de 2007, o documentário "Boogie with Canned Heat: The Canned Heat Story".

No ano 2000, Robert Lucas tinha partido e a formação foi completada por John Paulus, Dallas Hodge (guitarra) e Stanley Behrens (sax, flauta). Lucas voltou ao Canned Heat no final de 2005, mas deixou novamente no outono de 2008.

Ele morreu no dia 23 de novembro de 2008 na casa de um amigo em Long Beach, Califórnia, aos 46 anos. A causa foi uma aparente overdose de drogas. Outras mortes mais recentes de membros da banda incluiam o irmão Bob Hite, o baixista Richard Hite, que morreu com aos 50 anos no dia 22 de setembro de 2001, devido a complicações do câncer. O ex-baixista Antonio De La Barreda morreu de um ataque cardíaco em 19 de fevereiro de 2009.

Apartir do final de 2008 até a Primavera de 2010 o lineup incluia Dale Spalding (guitarra, gaita e vocais), Barry Levenson (guitarra), Greg Kage (baixo) e Adolfo "Fito" de la Parra na bateria. Harvey Mandel e Larry Taylor excursionaram com Canned Heat durante o verão de 2009, para comemorar o 40 º aniversário de Woodstock.

Em 2010, Taylor e Mandel oficialmente substituíram Kage e Levenson. A banda de turnê atual, consiste em Dale Spalding, Fito de la Parra, Larry Taylor e Harvey Mandel. Texto: Southern Rock Brasil.

Integrantes ao Longo do Tempo.

Atuais.

Adolfo "Fito" De La Parra (Bateria, Vocal, 1967-At)
Larry "The Mole" Taylor (Baixo, Guitarra, Vocais, 1967-70, 1978-80, 1987-1992, 1996-1997, 2009-At)
Harvey "The Snake" Mandel (Guitarra, 1969-1970, 1990, 1996-1999, 2009-At)
Dale Spalding (Guitarra, Gaita, Baixo, Vocal, 2008-At)

Ex-Integrantes.

Vocal (Guitarra e Harmonica)

Alan "Blind Owl" Wilson (1965-1970)
Bob "The Bear" Hite (1965-1981)
Richard Kellogg (1981-1985)
James Thornbury (1985-1995)
Robert Lucas (1995-2000, 2005-2008)
Dallas Hodge (2000-2005)

Guitarras.

Mike Perlowin (1965)
Kenny Edwards (1965-1966)
Henry "The Sunflower" Vestine (1966-1969, 1970-1974, 1980-1981, 1985-1988, 1992-1997)
Joel Scott Hill (1970-1972)
James Shane (1972-1974)
Chris Morgan (1974-1977)
Stan Webb (1974-1975)
Mark Skyer (1975-1977)
Mike "Hollywood Fats" Mann (1978-1980)
Mike Halby (1980-1984)
Walter Trout (1981-1985)
Júnior Watson (1988-1991, 1992-1997)
Becky Barksdale (1992)
Smokey Hormel (1992)
Paul Bryant (1997-2000)
John Paulus (2000-2006)
Barry Levenson (2006-2010) 

Bateria.

Keith Sawyer (1965)
Ron Holmes (1965-1966)
Frank Cook (1966-1967)

Baixo.

Stuart Brotman (1965–1966)
Mark Andes (1966–1967)
Antonio de la Barreda (1970–1972)
Richard Hite (1972–76)
Richard Exley (1976–1977)
Jon Lamb (1980)
Ernie Rodriguez (1980–1985)
Skip Jones (1985–1987)
Ron Shumake (1990–1996)
Mark "Pocket" Goldberg (1996)
Greg Kage (1996–2010)

Teclados.

Ed Beyer (1972–1974)
Clifford Solomon (1974)
Jock Ellis (1974)
Gene Taylor (1974–1976)
Ronnie Barron (1978, 1987–1988)
Jay Spell (1978–1980)
Stanley "The Baron" Behrens (2000–2005)

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro


Álbuns.

Canned Heat (1967)
01. Rollin’ And Tumblin’
02. Bullfrog Blues
03. Elvis Is Going On
04. Goin’ Down Slow
05. Catfish Blues
06. Dust My Broom
07. Help Me
08. Big Road Blues
09. The Story Of My Life
10. The Road Song
11. Rich Woman 


Live At Topanga Corral (1966-1967)
01. Bullfrog Blues
02. Sweet Sixteen
03. I’d Rather Be The Devil
04. Dust My Broom
05. Wish You Would
06. When Things Go Wrong 

Link.

Boogie With Canned Heat (1968)
01. Evil Woman
02. My Crime
03. On The Road Again
04. World In A Jug
05. Turpentine Moan
06. Whisky Headed Woman No. 2
07. Amphetamine Annie
08. An Owl Song
09. Marie Laveau
10. Fried Hockey Boogie 


Livin’ The Blues (1968)
01. Pony Blues
02. My Mistake
03. Sandy’s Blues
04. Going Up The Country
05. Walking By Myself
06. Boogie Music
07. One Kind Favour
08. Parthenogenesis
09. Refried Boogie 


Hallelujah (1969)
01. Same All Over
02. Change My Ways
03. Canned Heat
04. Sic ‘em Pigs
05. I’m Her Man
06. Time Was
07. Do Not Enter
08. Big Fat (The Fat Man)
09. Huautla
10. Get Off My Back
11. Down In The Gutter, But Free 


Canned Heat Cookbook, The Best Of Canned Heat (1970)
01. Bullfrog Blues
02. Rollin’ And Tumblin’
03. Going Up The Country
04. Amphetamine Annie
05. Time Was
06. Boogie Music
07. On The Road Again
08. Same All Over
09. Sic’Em Pigs
10. Fried Hockey Boogie 


Future Blues (1970)01. Sugar Bee 
02. Shake It And Break It
03. That’s All Right, Mama
04. My Time Ain’t Long
05. Skat
06. Let’s Work Together
07. London Blues
08. So Sad (The World’s In A Tangle) 
09. Future Blues
10. Let’s Work Together (Bonus Track) 
11. Skat (Bonus Track)
12. Wooly Bully (Bonus Track) 
13. Christmas Blues (Bonus Track) 
14. The Chipmunk Song (Christmas Don’t Be Late) (Bonus Track) 


Canned Heat ‘70 Concert, Recorded Live In Europe (1970)
01. That’s All Right Mama
02. Bring It On Home
03. Pulling Hair Blues
05. London Blues
06. Let’s Work Together
07. Goodbye For Now 


Vintage (1970)
01. Spoonful
02. Big Road Blues
03. Rollin’ And Tumblin’
04. Got My Mojo Working
05. Pretty Thing
06. Louise
07. Dimples
08. Can’t Hold On Much Longer
09. Straight Ahead
10. Rollin’ And Tumblin’ (With Harmonica) 


Live At The Turku Rock Festival Finland (1971)
01. Introduction
02. She Don’t Want Me No More
03. Let’s Work Together
04. On The Road Again
05. That’s All Right
06. Hill Stomp
07. Long Way From L.A.
08. Watch Yourself
09. Canned Heat Boogie
10. Late Night Blues 

WBCN Studios Boston, Radio Broadcast FM (1972)CD 1.

01. Back On The Road Again
02. Talking
03. Chicago Bound
04. Talking
05. Don’t KNow What I’ll Do With Myself
06. Talking
07. I Feel So Bad
08. Sneakin’ Around
09. Talking
10. Big City
11. Big City (Part.2) 
12. Talking
13. My Love For You Won’t Grow Cold

CD 2.

01. Framed
02. ?
03. Hill Stomp
04. Talking
05. Thats Alright
06. Talking
07. Let’s Work Together
08. Let’s Work Together Part2
09. Talking
10. A Long Way From L.A.
11. Talking
12. Have You Ever Loved A Women
13. Radio AD for Canned Heat at the Electric Ballroom 


Historical Figures And Ancient Heads (1972)
01. Sneakin’ Around
02. Hill’s Stomp
03. Rockin’ With The King
04. I Don’t Care What You Tell Me
05. Long Way From L.A.
06. Cherokee Dance
07. That’s All Right
08. Utah 


Stockholm FM (1973)
01. Let’s Work Together
02. On The Road Again
03. Harley Davidson Blues
04. Election Blues (False Start) 
05. Election Blues
06. You’re The Only One
07. The Boogie
08. I’ve Had My Fun 


The New Age (1973)
01. Keep It Clean
02. Harley Davidson Blues
03. Don’t Deceive Me
04. You Can Run, But You Sure Can’t Hide
05. Lookin’ For My Rainbow
06. Rock & Roll Music
07. Framed
08. Election Blues
09. So Long Wrong 


Memphis Slim & Canned Heat - Memphis Heat (1974)
01. Back To Mother Earth
02. Trouble Everywhere I Go
03. Black Cat Cross My Trail
04. Mr. Longfingers
05. Five Long Years
06. When I Was Young
07. You Don’t Know My Mind
08. Boogie Duo
09. Down The Big Road
10. Whizzle Wham
11. Paris 


One More River To Cross (1974)01. One More River To Cross
02. L.A. Town
03. I Need Someone
04. Bagful Of Boogie
05. I’m A Hog For You, Baby
06. You Am What You Am
07. Shake, Rattle & Roll
08. Bright Time Are Comin’
09. Highway 401
10. We Remember Fats 


Human Condition (1978)01. Strut My Stuff
02. Hot Money
03. House Of Blue Lights
04. Just Got To Be There
05. You Just Got To Rock
06. Human Condition
07. She’s Looking Good
08. Open Up Your Back Door
09. Wrapped U
 

Dog House Blues (1982)
01. Kings Of Boogie
02. Stone Bad Street Fighting Man
03. So Fine
04. You Can’t Get Close To Me
05. Hell’s Just On Down The Road
06. I Was Wrong
07. Little Crystal
08. Dog House Blues
09. Sleepy Hollow Baby
10. Chicken Shack 


Reheated (1988)
01. Looking For The Party
02. Drifting
03. I’m Watching You
04. Bullfrog Blues
05. Hucklebuck
06. Mercury Blues
07. Gunstreet Girl
08. I Love To Rock & Roll
09. My Back Is Fine
10. Take Me To The River
11. Red Headed Woman
12. Built For Confort 


Burnin’ Live (1990)
01. Let’s Work Together
02. Gamblin’ Woman
03. Hucklebuck
04. Sunnyland
05. Rollin’ And Tumblin’
06. Nitwit
07. Gunstreet Girl
08. One Way Out
09. J.J. Jump
10. Mercury Blues 


Big Road Blues (1992)
01. Big Road Blues
02. Can’t Hold On
03. Got My Mojo Working
04. Rollin’ And Tumblin’
05. Spoonful
06. Louise
07. Big Road Blues (Reprise) 
08. Dimples
09. Pretty Thing
10. Rollin’ And Tumblin’ (With Harmonica) 


Uncanned ! The Best Of Canned Heat (1994)CD 1. 

01. On The Road Again (Alternate Take) 
02. Nine Below Zero 
03. TV Mama
04. Rollin’ And Tumblin’
05. Bullfrog Blues
06. Evil Is Going On
07. Goin’ Down Slow
08. Dust My Broom
09. Help Me
10. The Story Of My Life
11. The Hunter
12. Whiskey And Wimmen’
13. Shake, Rattle And Roll
14. Mean Old World
15. Fannie Mae
16. Gotta Boogie (The World Boogie) 
17. My Crime
18. On The Road Again
19. (Untitled) 
20. (Untitled) 

CD 2. 

01. Evil Woman 
02. Amphetamine Annie
03. An Owl Song
04. Terraplane Blues
05. Christmas Blues (Alternate Take With Dr. John) 
06. Going Up The Country
07. Time Was
08. Low Down (And High Up) 
09. Same All Over
10. Big Fat (The Fat Man)
11. It’s All Right (With John Lee Hooker)
12. Poor Moon
13. Sugar Bee
14. Shake It And Break It
15. Future Blues
16. Let’s Work Together (Let’s Stick Together) 
17. Wooly Bully
18. Human Condition
19. Long Way From L.A.
20. Hill’s Stomp
21. Rockin’ With The King (With Little Richard) 
22. Harley Davidson Blues
23. Rock And Roll Music
24. (Untitled) 
25. (Untitled) 


Internal Combustion (1994)
01. Used To Be Bad
02. John Lee Hooker Boogie
03. Remember Woodstock
04. (You’ll Have To) Come And Get It
05. The Heat In Me Is Up
06. It’s Hot
07. Vision Of You
08. Nothing At All
09. 24 Hours
10. Gamblin’ Woman
11. I Might Be Tempted 


In Concert, King Biscuit Flower Hour, 1979 (1995)
01. Intro
02. On The Road Again
03. Bullfrog Blues
04. Chicken Shack Boogie
05. Stand Up (For What You Are) 
06. Going Up The Country
07. Don’t Know Where She Went (She Split) 
08. Human Condition
09. Shake ‘N Boogie 

Gamblin’ Woman (1996)
01. Nothing AT All
02. 24 Hour
03. I Used To Be Bad
04. The Heat In Me Is Up
05. Looking For The Party
06. Gamblin’ Woman
07. Dear Mother Earth
08. I Might Be Tempted
09. Remember Woodstock
10. Take Me To The River
11. Driftin’
12. (You’ll Have To) Come And Get It
13. Vision Of You
14. Hucklebuck
15. It’s Hot
16. John Lee Hooker Boogie 


Canned Heat Blues Band (1996)
01. Stranger
02. Quiet Woman
03. Iron Horse
04. Jr’s Shuffle
05. Creole Queen
06. Keep It Yourself
07. Boogie Music
08. Going Up The Country
09. See These Tears
10. One Kind Favour
11. Oh Baby
12. Gorgo Boogie 


The Ties That Bind (1997)
01. Saturday Night Fish Fry
02. 50,000 Boogies
03. I Hear You Knocking
04. Drunk
05. One Thing
06. Harry’s Open Pit & Bar B Que
07. I Idolize You
08. The Beggar
09. Choking To Death
10. Sad Ol’ Mountain Sorrow
11. Boogie & Blues
12. Reefer Blues
13. You Tease Me
14. Something’s Gotta Go 

House Of Blue Lights (1998)01. Can’t Hold On
02. Straight Ahead
03. House Of Blue Lights
04. Just Got To Be There
05. You Just Got To Rock
06. Human Condition
07. She’s Looking Good
08. Open Up Your Back Door
09. Wrapped Up
10. Spoonful
11. I’ve Got My Mojo Working
12. Louise Blues
13. Strut My Stuff
14. Hot Honey
 


Boogie 2000 (1999)
01. Wait And See
02. Last Man
03. World Of Make Believe
04. Dark Clouds
05. Searchin’ For My Baby
06. I Got Loaded
07. Too Much Giddyup
08. She Split
09. 2000 Reasons (Y2K Blues) 
10. Road To Rio
11. Can I Come Home ?
12. I’m So Tired 


The Boogie House Tapes 1967-1976 (2000)
CD 1.

01. Reefer Blues
02. House Of Blue Lights
03. Sleepin’ In The Ground
04. Caterpillar Crawl
05. D. Done
06. These Boots Are Made For (Studio Jokes) 
07. Cherokee Dance
08. Harley Davidson Blues
09. Good Bye For Now
10. Chicago Bound
11. On The Road Again
12. Human Condition
13. My Time Ain’t Long
14. London Blues
15. Future Blues
16. Move On Down The Road
17. Long Way From L.A.
18. Going Up The Country
19. Let’s Work Together

CD 2.

01. Bullfrog Blues
02. Bob Speaks To The Audience
03. Pulling Hair Blues
04. You Know I Love You
05. I Love My Baby
06. Breathe Easy
07. Sore Back Blues
08. Shaken Boogie
09. Bring It On Home
10. Tu Vas Trop Vite (Keep It Clean) 


Going’ Up The Country (2001)
01. Intro
02. Chicken Shack
03. Goin’ Up The Country
04. Bullfrog Blues
05. Don’t Know Where She Went (She Split) 
06. On The Road Again
07. Shake N’ Boogie
08. Stand Up For What You Are
09. Human Condition 


Live In Oz (2002)
01. On The Road Again
02. Amphetamine Annie
03. Goin’ Up Country
04. Let’s Work Together
05. Kings Of The Boogie
06. Refried Hockey Boogie
07. Hell’s On Down The Line
08. Chicken Shack Boogie
09. So Long 

Friends In The Can (2003)
01. Same Old Games
02. Bad Trouble
03. Black Coffee
04. Getaway
05. It Don’t Matter
06. Let’s Work Together
07. 1,2,3 Here We Go Again
08. That Fat Cat
09. Home To You
10. Never Get Out Of These Blues Alive
11. Little Wheel
12. Let’s Work Together (Bonus) 
13. Getaway (Bonus) 


The Boogie House Tapes Vol. 2 1969-1999 (2004)CD 1. 

01. Struttin’ That Stuff 
02. Go To Utah
03. Hell’s On Down The Road
04. You Tease Me
05. Something’s Gotta Go
06. Please Don’t Brother Me
07. Get Off My Back
08. Saturday Blues
09. Blind Melon
10. Sloppy Drunk
11. Death Bad Blues
12. Sneakin’ Around
13. Get On My Airplane
14. Wolfman’s Blues
15. Seven Up - Boogie (Commercial) 
16. Seven Up - Blues (Commercial)
17. Schlitz Beer (Commercial) 
18. Levi’s (Commercial) 
19. Music City (Commercial) 
20. Smokey The Bear (Commercial)
21. Living The Blues (Spot) 
22. Boogie With Canned Heat (Spot) 
23. Hallelujah (Spot) 

CD 2.

01. Red Headed Woman
02. 24 Hours
03. Turpentine Moan
04. Kid Man Blues
05. Oh Baby
06. JJ Jump
07. Sunnyland
08. Built For Comfort
09. Looking For A Party
10. Dizzy Miss Lizzy
11. Worried Life Blues
12. Nitwit
13. Gamblin’ Woman
14. Manbo Tango
15. Quiet Woman
16. Creole Queen
17. A Little Time With Me 


The Very Best Of Canned Heat (2005)
01. On The Road Again 
02. Goin’ Up The Country
03. Amphetamine Annie
04. Rollin’ And Tumblin’ (Live At Monterey Pop Fest, 1967)
05. Dust My Broom (Live At Monterey Pop Fest, 1967) 
06. Bullfrog Blues (Live At Monterey Pop Fest, 1967)
07. Henry’s Shuffle (Previously Unreleased)
08. Fried Hockey Boogie
09. Same All Over
10. Time Was
11. Low Down (And High Up) 
12. Poor Moon
13. Let’s Work Together
14. Future Blues
15. Human Condition
16. Whiskey And Wimmen’
17. Long Way From L.A.
18. Rockin’ With The King
19. Rock & Roll Music 


Christmas Album (2007)
01. Deck The Halls
02. The Christmas Song
03. Christmas Blues
04. Santa Claus Is Coming To Town
05. I Won't Be Home For Christmas
06. Christmas Boogie
07. Santa Clause Is Back In Town
08. Jingle Bells
09. Christmas Blues
10. Boogie Boy (Little Drummer Boy) 
11. Christmas Blues 


Live at Montreux, 1973 (2011)
01. On The Road Again
02. Please Mr. Nixon (With Clarence 'Gatemouth' Brown) 
03. Worried Life Blues (With Clarence 'Gatemouth' Brown) 
04. About My Ooh Poo Pah Doo (With Clarence 'Gatemouth' Brown) 
05. Funky (With Clarence 'Gatemouth' Brown) 
06. Night Time Is The Right Time
07. Let's Work Together
08. Rock Androll Music
09. Lookin' For My Rainbow
10. Shake 'n' Boogie 


Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

21 comentários :

  1. Conheci o Canned Heat a partir daqui e hoje é uma de minhas bandas favoritas

    ResponderExcluir
  2. ClassicRockMan08/12/11 11:13

    O melhor blog de classic rock do mundo!

    ResponderExcluir
  3. obrigado pela discografia do canned, agradeço também ao mediafire, e viva a liberdade na rede

    ResponderExcluir
  4. Fóda de mais, pqp. Canned Heat é lindo.

    ResponderExcluir
  5. valeu pessoal do muro baixei outros arquivos mas canned H e simplismente de mais.

    ResponderExcluir
  6. Parabéns....estou descobrindo ótimas bandas como Canned Heat

    ResponderExcluir
  7. Alex = legend!

    ResponderExcluir
  8. Parabéns para todos, essas bandas ñ podem ficar esquecidas nunca mesmo, valew.

    ResponderExcluir
  9. Putz! excelente sem mais! ja esta nos meus favoritos!!! conituem assim P.S Canned heat sem igual

    ResponderExcluir
  10. Excelente , essa banda tinha ficado e minha memória por sua apresentação em Woodstock com seus blues de excelente qualidade ,ter a discografia aqui funciona como um presente para as minhas lembranças , obrigado .

    ResponderExcluir
  11. Excelente postar essa banda que toca blues e foi uma grande atração de Woodstock , parabéns e obrigado pela oportunidade dada com a discografia para baixar .

    ResponderExcluir
  12. muito boa essa BANDA. valeu Alex. um abç.

    ResponderExcluir
  13. Ótima banda

    ResponderExcluir
  14. Cara, tu fez um ótimo trabalho em reunir esses discos no teu site. Parabéns!

    ResponderExcluir
  15. Simplesmente fantástico! Pena que não é tão lembrada hoje em dia. Se os dois principais componentes não tivessem morrido seria tão famosa quanto os Stones e Eric Clapton.

    ResponderExcluir
  16. parabéns pelo belo trabalho discografia maravilhosa ...

    ResponderExcluir
  17. Adolfo "Fito" de la Parra y Antonio "Olaf" de la barrera son mexicanos

    ResponderExcluir
  18. Obrigado cara!

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.