Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

18 de dezembro de 2010

Casa das Maquinas - Discografia.

Casa das Máquinas é uma da banda brasileira de rock, fundada na década de 1970.

História.

Os Primórdios da Banda.

A banda começou quando José Aroldo Binda (Aroldo) e Luiz Franco Thomaz (Netinho), dois ex-integrantes da banda Os Incríveis, juntaram-se a Carlos Roberto Piazzoli conhecido como Pisca , Carlos Geraldo Carge, ex-integrante da banda Som Beat, que tocava baixo e guitarra, e Pique, ex-integrante da banda de Roberto Carlos que tocava órgão, piano, saxofone e flauta. No começo ficaram conhecidos como "os novos Incríveis", fazendo shows por todo o Brasil. Seu repertório incluia músicas de Elvis Presley, Paul Anka, Chubby Checker, Neil Sedaka, entre outros. Nas apresentações vestiam figurinos, se maquiavam e davam grandes performances teatrais no palco. Em 1974 entraram em estúdio e gravaram seu primeiro LP, intitulado Casa das Máquinas.

Neste primeiro disco a banda seguiu um padrão mais hard rock, que lembrava muito o estilo dos Incríveis. Com a saída de Pique, logo depois da gravação desse disco, a vaga se abriu para um virtuoso tecladista da época, Mario Testoni Jr., que trouxe Marinho Thomaz (bateria), irmão de Netinho.

Ambos deram um grande vigor para a banda na época (foram uma das primeiras bandas de rock a usar dois bateristas. Entraram em estúdio e gravaram Lar de Maravilhas em 1975, onde foi adotado um estilo mais progressivo. Nessa época Netinho conheceu um grande compositor, ainda menor de idade, chamado Catalau, que havia sido descoberto em 1976 por Pisca e Netinho.

A primeira letra que fez foi "Rock que se cria". Compõs com a banda dois discos, Lar de Maravilhas (1975) e Casa de Rock (1976). No disco seguinte ocorreram algumas modificações na formação: Carlos Geraldo e Aroldo saíram e o grupo passou a procurar por um vocalista e um baixista. Foi a vez de Simbas assumir os vocais principais; ex-vocalista do Mountry, banda de bailes e shows da época, Simbas trouxe para o grupo sua voz e seu estilo andrógino no palco.

Netinho ofereceu o convite para Simbas logo que chegou de uma viagem a Londres, indicado por Caramês (jornalista da revista POP); Simbas ainda teria tido outra oferta de ser vocalista da banda Tutti Frutti, de Rita Lee, porém optou pela proposta de Netinho e ingressou no Casa das Máquinas. Entraram em estúdio e gravaram Casa de Rock, sem baixista; Pisca fez as linhas de baixo e só depois foi convidado João Alberto para assumir o posto de baixista. Nessa mesma época o Casa conseguiu uma apresentação na TV Tupi, que não foi ao ar por causa da censura; Simbas teria vestido roupas chamativas e feito movimentos exóticos, e este teria sido o principal motivo. Mais tarde o vídeo estaria disponibilizado na internet.

Agora seria a vez de Marinho Testoni deixar a banda; seu contrato acabou na época e ele recebeu uma boa proposta para integrar o grupo Pholhas.

Seguindo o caminho a banda continuou sem tecladista fixo; Pisca, que era o gênio instrumental, tocava teclado em algumas musicas que não precisavam de guitarra, como "Vale verde" e "Mania de ser". Entraram em estúdio e gravaram o videoclipe da música "Casa de Rock" que continha um cenário com máquinas e andaimes, lembrando mesmo o nome da banda, e publicado mais tarde no Fantástico, da TV Globo.Quase no fim da carreira fizeram um show em Santos em 1978 que foi gravado em uma fita cassete e depois pirateado para CD, uma das últimas apresentações do grupo, que depois ficaria parado até dezembro de 2003.

O Fim.

Casa das Máquinas, enquanto grupo, acabou em 1978, não por um motivo específico, mas por uma conjunção de fatores. Alguns motivos que podem ter causado o fim da banda foram os seguintes:

* O mercado fonográfico iniciava o processo de "profissionalização", fechando as portas para aqueles artistas que na época tinham propostas com qualidade, porém que tinham retorno a longo prazo.

* A disco music estava crescendo no Brasil, ocupando assim o espaço que antes eram terreno de bandas como o Casa das Máquinas.

* A ditadura militar, já em fase de agonia, fazia questão de incomodar ao máximo, bandas como o Casa das Máquinas eram taxados como maconheiros, bichas, arruaceiros e marginais. Utilizavam diversos pretextos para impedir a banda de se apresentarem na TV.

* Finalmente, houve o episódio da morte de um cinegrafista da TV Record, depois de uma briga que envolveu alguns membros do grupo.

Segundo uma das versões do ocorrido, Simbas, que chegara aos estúdios da Record para se apresentar no programa de Raul Gil em um veículo dirigido por seu irmão, preferiu utilizar-se do portão dos fundos, em vez de entrar pela frente, onde estariam fãs. Enquanto Simbas descarregava seus equipamentos, um motorista de ônibus que encontrou o caminho da saída bloqueado teria começado uma briga, e ao retornar e tentar apartar foi impedido por um câmera da Record, com quem acabou trocando chutes e socos; posteriormente o câmera teria sido internado em um hospital e acabaria falecendo devido a uma perfuração causada por uma fratura de costela. Simbas teve de responder judicialmente, e, apesar de absolvido por homicídio, foi condenado por agressão.

Quando a banda acabou os integrantes tomaram os seguintes rumos: Simbas e Marinho Thomaz receberam o convite de Luiz Carlini para fazerem parte do Tutti Frutti, João Alberto seguiu Marinho Testoni para participar do Pholhas, Pisca permaneceu trabalhando como compositor e arranjador para outros nomes da música brasileira e Netinho retomou em sua antiga banda, Os Incríveis.

A Volta.

A possibilidade do retorno da banda havia sido estudada há tempos, em dezembro de 2003. Netinho remontou a banda para uma apresentação única em Matão, interior de São Paulo, e a resposta do publico foi melhor que a banda esperava. Nessa formação contaram com Netinho, Marinho Testoni e Marinho Thomaz, e foram chamados Nando Fernandes vocais, Andria Busic (Dr. Sin)no baixo e Sandro Haick na guitarra.

O retorno concretizou-se no final de 2007. A banda prepara um novo álbum para 2008, trinta anos após seu antecessor. Além de canções inéditas dando sequência à carreira, contará com algumas regravações em novos arranjos.

Em janeiro de 2008 foram convidados para tocarem no Festival Psicodália de Carnaval, na Serra do Tabuleiro, em Santa Catarina, com um público de 3000 pessoas e um repertório totalmente inédito. A formação que se apresentou festival em 3 de fevereiro de 2008 contou com Netinho seu irmão Marinho Thomaz, Marinho Testoni, Andria Busic e Faíska. Texto: Wikipédia.

Integrantes.

Formação Atual.

Luiz Franco Thomaz (Netinho) (1972-Presente) Bateria e Percussão.
Mário Franco Thomaz (Marinho) (1975-Presente) Bateria e Vocal.
João Luiz (2010-Presente) Vocal.
Leonardo Testoni (2010-Presente) Guitarra.
Mário Testoni Jr. (1975-Presente) Órgão, Teclados e Piano
Fábio Cesar (2010-Presente) Baixo.

Ex-Integrantes.

José Aroldo Binda (1972-1976) Violão, Guitarra e Vocal.
Carlos Roberto Piazzoli (Pisca) (1972-1978) Guitarra, Órgão, Baixo e Violão.
Carlos Geraldo Carge (1972-1976) Baixo e Vocal.
Maria José (Simbas) (1977-1978) Vocal.
João Alberto (1977-1978) Baixo.
Pique (1972-1975) Piano, Saxofone, Flauta e Órgão.
Faiska (2007-2009) Guitarra.
Andria Busic (2007-2009) Baixo.
Sandro Haick (2009) Guitarra.

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

Como Baixar.

Bitrate: 128Kbps.

Álbuns.

Casa das Máquinas (1974)
01. A Natureza
02. Tudo Por que Te Amo
03. Mundo de Paz
04. Preciso que Alguém Me Diga
05. Canto Livre
06. Trem da Verdade
07. Preciso Lhe Ouvir
08. Cantem Esse Som com a Gente
09. Domingo à Tarde
10. Sanduiche de Queijo 


Lar de Maravilhas (1975)
01. Vou Morar no Ar
02. Lar de Maravilhas
03. Liberdade Espacial
04. Astralização
05. Cilindro Cônico
06. Vale Verde
07. Raios de Lua
08. Epidemia de Rock
09. O Sol / Reflexo Ativo 


Casa de Rock (1976)
01. Casa de Rock
02. Pra Cabeça
03. Certo sim seu Errado
04. Stress
05. Londres
06. Dr Medo
07. Mania de Ser
08. Lei do sonho de um Vagabundo
09. Essa é a Vida
10. Eu Sueria Ser 


Ao Vivo em Santos (1978)
01. Essa é a Vida
02. Londres
03. A Natureza
04. Dr Medo
05. Vale Verde
06. Mania de Ser
07. Stress
08. Epidemia de Rock
09. Intro
10. Casa de Rock
11. Jogue Tudo Pra Cabeça 


Ensaios (2007)
01. Vale Verde
02. Dr medo
03. Lar de Maravilhas
04. Casa de Rock
05. Pra cabeça
06. Vou Morar no Ar 


Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

26 comentários :

  1. Grande Banda ! pena que as unicas bandas nacionais que fazem sucesso no Brasil é isso que surgiu atualmente,bandas que nem podemos chamar de musica e Rock n' Roll !!! sou fã das bandas nacionais setentistas.

    ResponderExcluir
  2. Não sou muito chegado em rock com vocal em português, no entanto, sempre gostei da música "Vou Morar No Ar", e sempre tive curiosidade em conhecer melhor o trabalho do Casa das Máquinas. Baixei o "Lar de Maravilhas". Gostei muito!

    Muito obrigado!

    ResponderExcluir
  3. Artur Kaufmann/RS07/10/11 16:34

    Casa das Máquinas é uma banda de alto nível, Rock de verdade como poucas no Brasil. essa história de rock em português não ser bom não vale pro Casa. No mundo do Rock nacional está junto com Mutantes, outra banda que adminro muito. Infelizmente a banda deixou apenas 3 trabalhos gravados, mas que valem por mil. Gostaria muito de ver um revival desta banda.

    ResponderExcluir
  4. Meu Amigo , voce esta de parabens , ainda não vi um site como o seu. Suas discografias desafia todos na WWW. Parabens espero que sempre esteja no ar com esse maravilhoso conteudo, e digo mais; praticamente todos os links funcionando, porque tambem nao consegui baixar nem se quer uns dois por cento desse monstrop de de site


    Um grande Abraço Daniel- SP

    ResponderExcluir
  5. Casa das máquinas não fica devendo a ninguém em termos de rock, principalmente no progressivo.
    Acho que o problema é que o progressivo é para poucos, se 3 acordes bastam, uh, por que esperar 5 minutos de introdução?
    Por exemplo Every Little Thing dos Beatles dura 3 minutos no original, a introdução na regravação do YES dura 4 minutos.
    Adoro o rock progressivo incompreendido do Casa, Yes, Pink, Genesys e outros.

    ResponderExcluir
  6. cara!
    sou adimirador do rock nacional 70.
    já conhecia o casa,parabens!

    ResponderExcluir
  7. é muito bom saber que o blog continua firme e forte, postando várias bandas brasileiras de real qualidade e que se não fosse por isso ficariam no anonimato total! parabéns alex.

    ResponderExcluir
  8. Muito lokooo! Adoro o casa das maquinas. parabéns pelo blog e pela boa vontade :)

    ResponderExcluir
  9. Banda excelente, faz jus ao progressivo brasileiro com muita competência! Para quem não conhece é melhor baixar a discografia e ouvir.

    Obrigada pelo grande blog e discografias maravilhosas, Alex!
    ;D

    ResponderExcluir
  10. Realmente, maravilhosa, tanto que estou rebaixando o EP de 2007 que encontrei noutro site apenas porque a ultima faixa está em desfalque.

    ResponderExcluir
  11. Grande blog, sempre que estou atras de alguma raridade dou uma espiada aqui, e na maioria das vezes eu encontro... Casa das Máquinas é muito foda, e continua sendo pois os caras estão tocando muito com nova formação mais jovem sob o comando des Marinho Testoni e Marinho Thomaz.
    Grande Abraço, sou Junior da Banda Grande Dose.

    ResponderExcluir
  12. alex prabens casa das maquinas era uma banda de mil maravilhas casa do rock e muro muinto bom cara valeu

    ResponderExcluir
  13. Eu fui uma vez no show dessa banda num Clube que leva o mesmo nome da cidade de Cruzeiro (SP). Foi no início dos anos 70. Foi simplesmente demais. Sempre gostei de rock e essa banda fez parte de minha adolescência. Parabéns ao blog pelo resgate da história da boa música.

    ResponderExcluir
  14. Diego Henrique POA-RS25/06/13 17:02

    Cara tu não vai acreditar, quem esta aqui na minha loja agora, Carlos Geraldo Cager, ele vem aqui semjpre, e fica batendo papo com a gente, trabalho numa loja de instrumentos. Ele conta histórias dessa época e de gente com quem ele tocou e conheceu muito legal cara. Sinceramnete não ouvi os sons dos caras ainda mas conheço o carge rsrsrs

    ResponderExcluir
  15. Porque artistas como esses tem uma obra discografica tao pequena comparada ao potencial sonoro que possuem???????????????

    ResponderExcluir
  16. Otima banda da decada de 70, um dos integrantes desta banda faz parte atulmente do conjunto os Pholhas.

    ResponderExcluir
  17. muito bomm esses caras. pode crê. um abraço. Alex. valeu pelo post..

    ResponderExcluir
  18. Lar de Maravilhas /site maravilha/vou morar no ar com o muro/casa das maquinas tudo de bom rock de primeira valeu muro

    ResponderExcluir
  19. Moisés Cesar27/06/14 01:00

    Valeu Alex!
    Vi uma apresentação do Casa das Máquinas aqui em Caruaru no ano passado! Muito foda!
    Triste ver como uma banda com essa qualidade não tem o devido reconhecimento nesse país que idolatra tantos lixos musicais!
    Abraços,

    Moisés Cesar

    ResponderExcluir
  20. Belíssimo blog,pessoas como voce prestam um grande serviço à cultura,nossa geração viveu a melhor época da musica.Hoje vc liga o rádio e ta a popozuda ,mc ¨nãoseiokê¨só contribuindo pra degeneração musical dos jovens .Pô vamos ouvir musicas com letra,baladas que têm história pra contar,é uma pena que isso possa cair no esquecimento um dia....

    ResponderExcluir
  21. Ai sim em meu velho!!!
    Isso é rock and roll e brasileiro ainda hehe

    ResponderExcluir
  22. Acabei de ouvir ( finalmente) o lar de maravilhas, e o nome é perfeito. Demorei muito para ouvi-lo porque, confesso, não curti o primeiro, um ar de relaxamento que chega ao desleixo musical, um clima de lassidão, típico de grupos brasileiros dos 70, que não me agrada. Fiquei com birra do Casa das Máquinas um bom tempo por causa disso, admito. mas no Lar de maravilhas esse clima é mais tempo e tem direção, eu creio. Sucesso ao blog, sempre

    ResponderExcluir
  23. Mais uma banda IRADA que conheci aqui e que me faz ter vergonha do "rock"atual e saudade dessa epoca aí que eu nunca vivi.... Agradeço muito por esse blog!! Gratidao!

    ResponderExcluir
  24. O Mountry citado na entrada do Simbas era uma banda muito boa, assisti a vários shows na Penha em meados dos anos 70. Muita saudades, também assisti um show do Casa na inauguração do Scorpios no Itaim Paulista . Inesqueciveis.

    ResponderExcluir
  25. Ontem dia 13/10/2016 fui em um show do Casa em Chapecó SC e disseram que vai sair álbum novo. \m/

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.