12 de dezembro de 2010

Genesis - Discografia.

Genesis é uma banda britânica de rock progressivo formada em 1967, quando os seus fundadores Peter Gabriel, Mike Rutherford, e Tony Banks ainda estudavam na Charterhouse School. Alcançaram sucesso considerável nas décadas de 1970, 1980 e 1990.

Com aproximadamente 150 milhões de álbuns vendidos em todo o mundo, o Genesis é considerado um dos trinta maiores artistas de todos os tempos. A banda é amplamente conhecida por duas fases musicais diferentes. Na fase inicial da carreira, suas estruturas musicais complexas, instrumentação elaborada e apresentações teatrais a tornou uma das bandas mais reverenciadas do rock progressivo na década de 1970. Criações clássicas da banda nesse período incluem a canção de 23 minutos “Supper’s Ready”, além do álbum conceitual de 1974 The Lamb Lies Down on Broadway. A partir da década de 1980, sua música tomou um caminho distinto em direção ao pop, os tornando mais acessíveis para a cena musical.

Em 18 de outubro de 2006, a BBC anunciou que os membros do Genesis, incluindo Phil Collins, Mike Rutherford e Tony Banks, aceitaram reunir-se para uma turnê mundial e explorando a possibilidade de gravação de um novo material.

História.

A presença marcante de Peter Gabriel nos palcos foi um dos fatores de sucesso da primeira fase da banda.

Era Peter Gabriel.

Os Genesis gravaram o seu primeiro álbum From Genesis to Revelation em 1968 depois de fazerem um acordo com Jonathan King, um compositor e produtor que teve um single de êxito na altura chamado “Everyone’s gone to the moon”. A banda gravou uma série de músicas reflectindo o estilo pop leve dos Bee Gees, de quem King era grande admirador, tendo King juntado estas músicas num pseudo álbum conceptual juntando-lhe arranjos de cordas. O álbum foi um terrível fracasso e a banda sentindo-se manipulada por King disse-lhe que se tinham separado, de modo a conseguirem quebrar o contracto que tinham com ele. Até hoje King é abominado pela banda e seus fãs, por dizer que foi ele quem deu nome ao grupo e por ter sempre tentado ganhar os direitos do primeiro álbum para regravação.

A marcha dos Genesis continuou, tocando onde conseguiam. Acabaram por fazer outro contrato com a Charisma Records. Devido às actuações ao vivo a banda começou a ser conhecida por melodias hipnóticas, que eram muitas vezes também, escuras, assombradas e com uma sonoridade medieval, Anthony Philips deixou a banda em 1970 a seguir ao lançamento de Trespass devido a discordâncias quanto ao rumo que a banda estava a seguir e a episódios de medo do palco. A partida de Phillips foi bastante traumática para Banks e Rutherford que devido a Phillips ser um membro fundador, tinham dúvidas sobre se deveriam ou não continuar sem ele. Eventualmente os restantes membros reuniram-se renovando o compromisso com os Genesis e afastando John Mayhew no acordo. Steve Hackett e Phil Collins juntaram-se ao grupo após terem respondido a anúncios no Melody Maker e realizado audições com sucesso. Em 1971 editam Nursery Cryme.

Em 1972 é editado o álbum Foxtrot que continha a faixa de 23 minutos “Supper’s ready” e “Watcher of the skies” inspirado em Arthur C. Clarke; a reputação dos Genesis como compositores e intérpretes sai solidificada. A presença em palco extravagante e teatral de Peter Gabriel que envolvia numerosas mudanças de vestuário e histórias surreais contadas como introdução para cada música, fizeram da banda uma das mais faladas no princípio dos anos 1970, principalmente no que dizia respeito a espectáculos ao vivo. Selling England by the Pound, editado em 1973, é aplaudido tanto pela crítica como pelos fãs por quem é normalmente considerado como o seu melhor trabalho. Clássicos como “Firth of Fifth” e “Cinema Show” seriam peças fundamentais nos concertos da banda durante muitos anos. A banda depressa se aventurou num projecto muito mais ambicioso, o álbum conceptual The Lamb Lies Down on Broadway, que foi editado em Novembro de 1974.

Era Phil Collins.

Peter Gabriel deixou a banda em 1975 a seguir à digressão de divulgação de The Lamb Lies Down in Broadway por se sentir cada vez mais separado da banda, tendo o seu casamento e o nascimento do primeiro filho ajudado a aumentar essa tensão pessoal. Os outros membros do grupo escreveram praticamente todas as músicas do álbum, tendo Gabriel limitado-se a escrever a história e as letras sozinho. O primeiro álbum a solo de Gabriel Peter Gabriel I de 1977 continha “Solsbury hill”, uma alegoria à sua saída dos Genesis.

Após considerarem vários substitutos para Gabriel, decidiram que Phil Collins iria substituí-lo, mudando assim a forma da banda de um quinteto para um quarteto. Para surpresa de muita gente, Collins provou ser o vocalista ideal para a banda, já que havia quem achasse que a banda cairia na miséria sem Peter Gabriel. A Trick of the Tail e Wind and Wuthering, editados com um ano de intervalo um do outro, foram bem recebidos na generalidade, demonstrando que os Genesis afinal eram mais do que uma banda de suporte do seu ex-líder. Bill Bruford, acabado de sair dos King Crimson, juntou-se ao grupo na digressão de 1976 como baterista e mais tarde, Chester Thompson (veterano dos Weather Report e de Frank Zappa) tomaria conta da bateria nos concertos, deixando Collins livre para o vocal.

Em 1977 Steve Hackett deixou o grupo. Para o seu lugar foi chamado Daryl Stuermer. A saída de Hackett reflectiu no título do álbum seguinte And Then There Were Three, pois o grupo passara a ser um trio. Este álbum iniciou também outra grande alteração, com a banda a afastar-se das músicas longas e a entrar no formato mais curto e amigável para as rádios; este álbum conseguiu o primeiro single de êxito nos Estados Unidos com “Follow you follow me”. Seguiu-se Duke que atingiu a platina e que trouxe mais dois grandes êxitos para a banda, “Turn it on again” e “Misunderstanding”. O êxito dos Genesis pelos anos 1980 estava assegurado, embora muitos fãs da era Gabriel se sentissem alienados. Cada álbum tornava-se mais e mais comercial e as audiências aumentavam na mesma proporção.

Dois anos depois de lançar Abacab, em 1981, o álbum Genesis ainda trazia algumas composições próximas no progressivo como “Mama” e “Home by the Sea”, esta conhecida pelas duas versões, uma delas totalmente instrumental.

Em 1986 é lançado Invisible Touch, de longe o maior sucesso de vendas do público, com mais de 20 milhões de cópias vendidas. Hits como “Invisible Touch”, “Tonight Tonight Tonight”, a romântica “In too Deep” e “Throwing It All Away” pegam de assalto as paradas de sucessos de todo o mundo, além do bem-sucedido videoclipe de “Land of Confusion” na MTV. Nos fins dos anos 1980 e princípios de 1990, a banda tocava regularmente em grandes estádios por todo o mundo e em Julho de 1987, tornaram-se mesmo os primeiros a tocar quatro noites seguidas no estádio de Wembley.

Os concertos da banda aumentaram consideravelmente devido à sua aderência à tecnologia de ponta. Os Genesis foram a primeira banda a usar “Vari*Lites”, ecrãs gigantescos e o sistema de som “Prism”, todos eles agora, objectos normais em qualquer grande espectáculo.

Era Ray Wilson.

Entretanto, Collins tornou-se uma super estrela, ao manter paralelamente uma enorme carreira a solo, na produção, como actor televisivo, designadamente na série Miami Vice, tocando bateria como convidado em digressões de Robert Plant e Eric Clapton. O seu sucesso a solo pode ter influenciado o sucesso e a direcção musical dos Genesis. Muitos terão visto o dobrar dos sinos da banda quando Collins abandonou o grupo em 1996. Banks e Rutherford continuaram e elegeram o ex-Stiltskin Ray Wilson para o substituir. O álbum Calling All Stations vendeu bem em toda a Europa mas não teve grande sucesso nos Estados Unidos, onde o hip-hop, o rock alternativo e o teen pop suplantavam o rock clássico nas tabelas de vendas. Por este motivo o grupo cancelou uma digressão que estava planeada para esse país.

Para todos os efeitos a banda dispersou-se, mas os seus membros individualmente (incluindo Phillips e Hackett, mas excluindo Gabriel) continuam a manter contactos regulares e não puseram de parte a eventualidade de uma reunião. Tony Banks diz que a banda está a descansar, e Collins, que entretanto começou a perder a audição de um ouvido, diz estar esperançado que a formação original, incluindo Gabriel possam vir a tocar juntos outra vez.

A formação clássica gravou em 1999 uma nova versão de “Carpet crawlers” (embora o tivessem feito separadamente) para um Greatest Hits, e a maioria dos membros originais envolveram-se na edição de Archive, uma compilação em duas caixas de CDs.

Reunião da Banda.

Alguns pronunciamentos de Collins, Hackett e Gabriel no final de 2005 sobre um provável retorno do grupo e um encontro entre os membros da banda na Suíça em janeiro de 2006 estimularam as especulações dos fãs do grupo de uma possível volta. Apesar de um desmentido da produtora da banda sobre esse fato, rumores sobre uma possível reunião em meados de 2007 circularam com freqüência na Internet durante quase todo o ano de 2006.

Após muita especulação sobre a reunião, Tony Banks, Phil Collins e Mike Rutherford anunciaram a turnê de reunião “Turn It On Again” em 7 de novembro de 2006, quase quarenta anos após a formação da banda. Foi confirmado que a primeira parte da turnê seria na Europa, em doze países, começando em Helsinki, Finlândia em junho de 2007 e terminou em Roma, Itália em julho. A turnê então seguiu para os Estados Unidos em mais vinte concertos, encerrando-se em Outubro de 2007.

A idéia original era reunir também Peter Gabriel e Steve Hackett e executar a turnê para The Lamb Lies Down on Broadway. A princípio, Peter Gabriel aceitou o convite para apresentar-se, mas não gostaria de comprometer-se com a turnê, o que acabou levando a sua saída da reunião. Hackett também recusou o convite mas mantém boas relações com o resto da banda. Em seu sítio oficial o músico inclusive expressas sucesso na reunião do Genesis. Diante disso, a formação da turnê foi a que vem se repetindo desde 1978: Phil Collins (voz e bateria), Tony Banks (teclados e vocais), Mike Rutherford (baixo, guitarras e vocais), Daryl Stuermer (guitarras, baixo e vocais) e Chester Thompson (bateria e sampler).

A banda e o produtor Nick Davis estão re-lançando álbuns antigos em 2007 no formato box-set pela Virgin Records, de Trespass a Calling All Stations, no formato 5.1. Um DVD também terá material extra incluindo vídeos promocionais e novas entrevistas sobre o período de lançamento de cada álbum presente.

Em 2008 foi lançado um DVD duplo com o show ocorrido em Roma, no encerramento da turnê européia. Ele mescla sucessos da formação clássica (In The Cage, Afterglow, Cinema Show, The Carpert Crawlers, Los Endos, etc.) com os hits comerciais dos Anos 80 e 90 (Land of Confusion, Invisible Touch, No Son of Mine, etc.) Texto: Wikipédia.

Integrantes.

Última Formação.

Tony Banks - Teclados, Guitarra (12 Cordas) E Coro (1967-1998; Desde 2006)
Mike Rutherford - Baixo, Guitarra e Coro (1967-1998; Desde 2006)
Phil Collins - Bateria, Vocal e Coro (1970-1996; Desde 2006)
Chester Thompson - Bateria (1976-1996; Desde 2006)
Daryl Stuermer - Guitarra, Baixo e Coro (1979-1996; Desde 2006)

Ex-Integrantes.

Peter Gabriel - Vocal, Flauta e Percussão (1967-1975)
Steve Hackett - Guitarra (1970-1977)
Anthony Phillips - Guitarra e Vozes (1967-1970)
Chris Stewart - Bateria (1967-1968)
Jonathan Silver - Bateria (1967-1969)
Jonathan Mayhew - Bateria, Percussão e Coro (1970)
Ray Wilson - Vocal e Guitarra Acústica (1997-1998)

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

Como Baixar.

 Álbuns.

From Genesis To Revelation (1969)
01. The Silent Sun
02. That’s Me
03. Where The Sour Turns To Sweet
04. In The Beginning
05. Fireside Song
06. The Serpent
07. Am I Very Wrong
08. In The Wilderness
09. The Conqueror
10. In Hiding
11. One Day
12. Window
13. In Limbo
14. Silent Sun
15. A Place To Call My Own
16. A Winter’s Tale
17. One Eyed Hound


Trespass (1970)
01. Looking For Someone
02. White Mountain
03. Visions of Angels
04. Stagnation
05. Dusk
06. The Knife


Nursery Cryme (1971)
01. The Musical Box
02. For Absent Friends
 

03. The Return of the Giant Hogweed
04. Seven Stones
05. Harold the Barrel
06. Harlequin
07. The Fountain of Salmacis


Foxtrot (1972)
01. Watcher of the Skies
02. Time Table

03. Get ‘Em Out by Friday
04. Can-Utility and the Coastliners
05. Horizon’s
06. Supper’s Ready


Live (1973)
01. Watcher Of The Skies
02. Get ‘em Out By Friday
03. The Return Of The Giant Hogweed
04. Musical Box
05. The Knife


Selling England By The Pound (1973)
01. Dancing With The Moonlit Knight
02. I Know What I Like (In Your Wardrobe) 

03. Firth Of Fifth
04. More Fool Me
05. The Battle Of Epping Forest
06. After The Ordeal
07. The Cinema Show
08. Aisle Of Plenty


The Lamb Lies Down On Broadway (1974)
CD 1.

01. The Lamb Lies Down On Broadway
02. Fly On A Windshield
03. Broadway Melody Of 1974
04. Cuckoo Cocoon
05. In The Cage
06. The Grand Parade Of Lifeless Packaging
07. Back In N.Y.C.
08. Hairless Heart
09. Counting Out Time
10. Carpet Crawlers
11. The Chamber Of 32 Doors


CD 2.

01. Lilywhite Lilith
02. The Waiting Room
03. Anyway
04. Here Comes The Supernatural Anaesthetist
05. The Lamia
06. Silent Sorrow In Empty Boats
07. The Colony Of Slippermen
The Arrival
A Visit To The Doktor
Raven

08. Ravine
09. The Light Dies Down On Broadway
10. Riding The Scree
11. In The Rapids
12. It


A Trick Of The Tail (1975)
01. Dance on a Volcano
02. Entangled
03. Squonk
04. Mad Mad Moon
05. Robbery, Assault & Battery
06. Ripples
07. A Trick of the Tail
08. Los Endos


Wind & Wuthering (1977)
01. Eleventh Earl of Mar
02. One for the Vine
03. Your Own Special Way
04. Wot Gorilla
05. All in a Mouse’s Night
06. Blood on the Rooftops
07. ‘Unquiet Slumber for the Sleepers…
08. In That Quiet Earth’
09. Afterglow


Seconds Out (1977)
CD 1.

01. Squonk
02. The Carpet Crawl
03. Robbery, Assault And Battery
04. Afterglow
05. Firth Of Fifth
06. I Know What I Like
07. The Lamb Lies Down On Broadway
08. The Musical Box (Closing Section)


CD 2.

01. Super’s Ready
02. Cinema Show
03. Dance On A Volcano
04. Los Endos


Zippyshare.

Mega.

Live in Sao Paolo (1977)
 
CD 1.

01. Squonk
02. One For The Vine
03. Robbery, Assault And Battery
04. Inside And Out
05. Firth Of Fifth
06. The Carpet Crawlers
07. In That Quiet Earth
08. Afterglow
09. I Know What I Like
10. Eleventh Earl Of Mar
 

CD 2.

01. Intro
02. Supper's Ready
03. Dance On A Volcano
04. Drum Duet
05. Los Endos
06. The Lamb Lies Down On Broadway
07. The Musical Box (Closing Section)
 


And Then There Were Three (1978)
01. Down And Out
02. Undertow
03. Ballad Of Big
04. Snowbound
05. Burning Rope
06. Deep In The Motherlode
07. Many Too Many
08. Scenes From A Night’s Dream
09. Say It’s Alright Joe
10. The Lady Lies
11. Follow You Follow Me


Duke (1980)
01. Behind the Lines
02. Duchess
03. Guide Vocal
04. Man of Our Times
05. Misunderstanding
06. Heathaze
07. Turn It on Again
08. Alone Tonight
09. Cul-de-Sac
10. Please Don’t Ask
11. Duke’s Travels
12. Duke’s End


Abacab (1981)
01. Abacab
02. No Reply At All
03. Me And Sarah Jane
04. Keep It Dark
05. DodoLurker
06. Who Dunnit
07. Man On The Corner
08. Like It Or Not
09. Another Record


Three Sides Live (1982)
01. Turn It On Again
02. Dodo
03. Abacab
04. Behind The Lines
05. Duchess
06. Me & Sarah Jane
07. Follow You Follow Me
08. Misunderstanding
09. In the Cage
10. Afterglow
11. One For The Vine
12. Fountain Of Salmacis
13. It Watcher Of The Skies


Genesis (1983)
01. Mama
02. That’s All
03. Home By The Sea
04. Second Home By The Sea
05. Illegal Alien
06. Takin’ It All Too Hard
07. Just A Job To Do
08. Silver Rainbow
09. It’s Gonna Get Better


Invisible Touch (1986)
01. Invisible Touch
02. Tonight, Tonight, Tonight
03. Land Of Confusion
04. In Too Deep
05. Anything She Does
06. Domino (In The Glow Of The Night-The Last Domino) 

07. Throwing It All Away
08. The Brazilian


We Can’t Dance (1991)
01. No Son Of Mine
02. Jesus He Knows Me
03. Driving The Last Spike
04. I Can’t Dance
05.. Never A Time
06. Dreaming While You Sleep
07. Tell Me Why
08. Living Forever
09. Hold On My Heart
10. Way Of The World
11. Since I Lost You
12. Fading Lights


The Way We Walk, Volume One: The Shorts (1992)
01. Land Of Confusion
02. No Son Of Mine
03. Jesus He Knows Me
04. Throwing It All Away
05. I Can’t Dance
06. Mama
07. Hold On To My Heart
08. That’s All
09. In Too Deep
10. Tonight. Tonight. Tonight
11. Invisible Touch


The Way We Walk, Volume Two: The Longs (1993)
01. Old Medley
02. Driving The Last Spike
03. Domino
04. Fading Lights
05. Home By The Sea. Second Home By The Sea
06. Drum Duet


Calling All Stations (1997)
01. Calling All Stations
02. Congo
03. Shipwrecked
04. Alien Afternoon
05. Not About Us
06. If That’s What You Need
07. The Dividing Line
08. Uncertain Weather
09. Small Talk
10. Ther Must Be Some Other Way
11. One Man’s Fool


Zippyshare.

Mega.

Archive #1, 1967-1975 (1998)
 CD 1.
 
01. The Lamb Lies Down On Broadway
02. Fly On A Windshield
03. Broadway Melody of 1974
04. Cuckoo Cocoon
05. In The Cage
06. The Grand Parade of Lifeless Packaging
07. Back In N.Y.C.
08. Hairless Heart
09. Counting Out Time
10. The Carpet Crawlers
11. The Chamber Of 32 Doors 

 CD 2.

 01. Lillywhite Lilith
02. The Waiting Room
03. Anyway
04. The Supernatural Anesthetist
05. The Lamia
06. Silent Sorrow In Empty Boats
07. The Colony Of Slippermen
08. Ravine
09. The Light Lies Down On Broadway
10. Riding The Scree
11. In The Rapids
12. IT 

 CD 3.

 01. Dancing With The Moonlit Knight
02. Firth Of Fifth
03. More Fool Me
04. Suppers Ready
05. I Know What I Like (In Your Wardrobe) 

06. Stagnation
07. Twilight Alehouse
08. Happy The Man
09. Watcher Of The Skies

 CD 4.

 01. In The Wilderness
02. Shepherd
03. Pacidy
04. Let Us Now Make Love
05. Going Out To Get You
06. Dusk
07. Build Me A Mountain
08. Image Blown Out
09. One Day
10. Where The Sour Turns To Sweet
11. In The Beginning
12. The Magic Of Time
13. Hey!
14. Hidden In The World Of Dawn
15. Sea Bee
16. The Mystery Of The Flannan Isle Lighthouse
17. Hair On The Arms And Legs
18. She Is Beautiful
19. Try A Little Sadness
20. Particia


Live Over Europe (2007)
CD 1.

01. Duke’s Intro
02. Turn It On Again
03. No Son Of Mine
04. Land Of Confusion
05. Duke’s Travel’s
06. Afterglow
07. Hold On My Heart
08. Home By The Sea
09. Follow You, Follow Me
10. Firth Of Fifth (Excerpt) 

11. I Know What I Like (In Your Wardrobe)

CD 2.

01. Mama
02. Ripples
03. Throwing It All Away
04. Domino
05. Conversations With Two Stools
06. Los Endos
07. Tonight Tonight Tonight
08. Invisible Touch
09. I Can’t Dance
10. Carpet Crawlers 


Zippyshare.

Mega.

A Glimpse in the Night (Coletânea 2012)
01 . Part One - The River Of Constant Change
I. The Cinema Show (Excerpt)
II. Firth Of Fifth (Excerpt)
III. Squonk
IV. Fly On The windshield (Excerpt)
V. Broadway Melody Of 1974

02. Part Two - Over The Garden Wall
I. Hairless Heart
II. Deep In The Motherlode
III. I Know What I Like (In Your Wardrobe)
IV. Firth Of Fifth (Excerpt)
V. The Cinema Show
VI. Aisle Of Plenty

03. Part Three - The Red Ochre Corridor
I. Supper's Ready (Excerpt)
II. The Carpet Crawlers
III. Watcher Of The Skies (Excerpt)
IV. Los Endos

V. Supper's Ready (Excerpt)
04. Part Four - Walk Upon Stranger Roads
I. Ripples
II. The Musical Box (Excerpt)
III. Supper's Ready (Excerpt)
IV. In The Quiet Earth
V. Afterglow


Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

Deixe o seu comentário, isso valoriza e incentiva a continuidade do trabalho.

Todo comentário aparece após a aprovação.

Perguntas, pedidos, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail:

alex.classicrock@yahoo.com.br

Quem insistir em escrever nos comentários ou no meu Facebook, o mesmo será ignorado.

Links alheios não serão permitidos.

Criticas com palavras de baixo calão também não serão permitidas, se você não gosta de uma banda existem outras pessoas que gostam.

Quem não quiser comentar como anônimo pode utilizar a opção NOME/URL, não é necessário colocar URL, somente o nome.

40 comentários:

  1. Ótima discografia, o ápice é o álbum The Lamb Lies Down On Broadway, Peter gabriel nos vocais é atordoante, você fica louco ao ouvir, vicia mesmo. Valeu Alex, o shangrilá do rock é o muro.

    ResponderExcluir
  2. MEU DEUS!!! TU É UM KARA MUITO INTELIGENTE MANU .... PARECE QUE O BLOG NÃO TEM NADA PRA BAIXAR ..... MAS TEM ..... FELIZ ANIVERSÁRIO MANU E OBRIGADO POR NOS PRESENTEAR COM ESTE BLOGTÃO MARAVILHOSO!!! Paz & Luz: Tulio - www.tuliofuzato.com.br

    ResponderExcluir
  3. Excelente banda progressiva dos anoa 70,foi a
    minha segunda banda que conheci depois do Yés,
    Papai e Mamae ja estavam se conformando com a
    minha opiçao de viajem musical.Estou ouvindo agora
    a musica Angie dos Rolling Stones.obrigado Alex.

    ResponderExcluir
  4. assisti o genesis tocando em porto alegre em 1977 no gigantinho uma das grandes alegrias da minha vida steve hackett estava no auge depois que ele saiu a banda perdeu toda a magia

    ResponderExcluir
  5. Fantástica banda... fantástico post... Valeu!!!

    ResponderExcluir
  6. Valeu, bró, O Genesis é tora.

    ResponderExcluir
  7. José Alves Teixeira (Tex) Garanhuns-PE28/08/11 13:24

    Do Muro o CD que me faltava é esse Live Over Europe de 2007. Já comecei a baixar. Valeu Alex

    ResponderExcluir
  8. Eu gosto muito do rock progressivo do Genesis,principalmente o da Era Peter Gabriel.Este blog esta de parabéns...

    ResponderExcluir
  9. The Lamb Lies Down On Broadway é um dos melhores cd de rock que já ouvi Viva o bom e velho rock...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente! Esse disco é maravilhoso em todos os sentidos.

      Roberto

      Excluir
  10. Baixei o The Lamb Lies Down On Broadway e achei bem bonito, to esperando baixar pra eu ouvir a Supper's Ready.
    Valeu Alex!

    ResponderExcluir
  11. Parabéns pelo blog.Trespass é incrivel, mesmo sem Steve Hacket.

    ResponderExcluir
  12. Parabens um excelente Blog

    ResponderExcluir
  13. Brother.. you have the best blog I've seen in my life. Muito Obrigado!! Abraço

    ResponderExcluir
  14. SIPLISMENTE UM SHOW DE BANDA GENESIS. VALEU

    ResponderExcluir
  15. SUPER BANDA!!! SEJA A DA ERA GABRIEL, SEJA A DA ERA PHIL COLLINS.CERTA VEZ LI NA INTERNET ALGUÉM DIZER QUE O PHIL COLLINS DE VALEU DO GENESIS PARA SE PROJETAR MAIS TARDE COMO ARTISTA SOLO. ISTO É PURA BOBAGEM. OUÇA O DISCO "WIND & WUTHERING", COM PHIL COLLINS NO VOCAL, E DEPOIS TIRE AS SUAS PRÓPRIAS CONCLUSÕES. ALÍAS, COMECEI A OUVIR E PASSAR A SER FÃ DO GENESIS ATRAVÉS DO TRABALHO DO PHIL COLLINS COMO BATERISTA. ALI, NOS IDOS DOS ANOS 80, OUVIR O DISCO " GENESIS",SIM O DA CAPA PRETA COM A ESTRELA AMARELA, ERA COMO QUE SE DISSESSE QUE VOCÊ ERA SOFISTICADO MUSICALMENTE.

    ResponderExcluir
  16. NA VERDADE OS ANOS 80 FORAM UMA FASE DFÍCIL PARA O ROCK, EM ESPECIAL PARA O PROGRESSIVO. AS BANDAS(DOS ANOS 70) DE UM MODO GERAL PASSARAM A USAR ARRANJOS DE TECLADOS FRACOS,OU "SEM VIDA" MIDIS, BATERIAS ELETRÔNICAS,ETC, SEM A NATURALIDADE E LAPIDAÇÃO DE QUE SE VALERAM NO DO PERÍODO ATÉ O FINAL DOS ANOS 70. TUDO BEM, SURGIRAM BANDAS BOAS. PRESTEMOS ATENÇÃO: " SURGIRAM BANDAS BOAS, OU ATÉ ÓTIMAS NOS ANOS 80, A EXEMPLO DO ALPHAVILLE, A-HA, SPANDAU BALLET, DURAN DURAN. OK!. MAS A TENTATIVA DE ADEQUAÇÃO DAS BANDAS CONSIDERADAS CLÁSSICAS DOS ANOS 70, IMPRIMINDO EM SEUS TRABALHOS OS ELEMENOTS ACIMA CITADOS,FEZ COM QUE HOUVESSE UMA BAIXA DE QUALIDADE NAS GRAVAÇÕES DE DISCOS DESTE PERÍODO. QUANDO MENCIONO AQUI, BANDAS CLÁSSICAS, SÃO AQUELAS DE PRIMEIRO ESCALÃO QUE TODOS NÓS CONHECEMOS: O GENESIS, PINK FLOYD, YES, ELP, DENTRE OUTROS(ESTES NÃO PRECISAVAM TER QUE SE ADEQUAR AOS NOVOS TEMPOS(ANOS 80),POIS ESTE PERÍODO FOI CARACTERÍSTICO, DE FORMA POSITIVA, DE BANDAS COMO O ALPHAVILLE, A-HA, DURAN DURAN, E OUTROS SEMELHNASTES, DE TAL MODO QUE AS BANDAS CLÁSSICAS DEVERIAM PERMANECER SEM SEUS POSTOS;MAS, VAI ENTENDER O QUE PASSA PELA CABEÇA DOS CARTOLAS DAS GRAVADORAS!!!!!AINDA BEM QUE ANOS MAIS TARDE, AOS POUCOS, PERCEBERAM ISTO E PASSARAM E RETORNAR À SUAS CARACTERÍSTICAS, EMBORA COM ALGUMAS ADEQUAÇÕES.

    ResponderExcluir
  17. Na postagem imediatamente anterior, no texto do Anônimo(8 de maio de 2012 18:58), embora inteligível, existem algumas falhas gramaticais e algumas palavras inseridas de forma inequada, o que aconteceu apenas por erro de digitação, pois que o texto,conforme dito, é inteligível. Mas, aos leitores, vão minhas desculpas. Logo, passo e enviar uma ERRATA: Senão, vejamos: A)Na 3ª linha,onde se lê: TECLADOS FRACOS; leia-se: ARRANJOS POBRES, PROVENIENTES DOS TECLADOS; b) Na 11ª linha, onde se lê: ELEMENOTS; leia-se:ELEMENTOS.C) Na linha 19,onde se lê: SEMELHNASTES; leia-se : SEMELAHNTES. Na 20 linha, onde se lê: DEVERIAM PERMANECER SEM SEUS POSTOS; leia-se: DEVERIAM PERMANECER EM SEUS POSTOS.D)Onde se lê:RETORNAR ÀS SUAS CARACTERÍSTICAS; leia: RETORNAR ÀS SUAS CARACTERÍSTICA.

    ResponderExcluir
  18. Meu Deus, as musicas neste Blog lagrima Psicodelica, es muito legal, parabens, too much real good good rock i remember when I lived in London, and I listen the BBC 2, is the same kind of very good Rock, fantastic, Gael, uma delicia a suas musicas, TA LEGALLLLLLLL.

    ResponderExcluir
  19. muito legal as suas musicas, parabens, Lagrima Psicodelica.

    ResponderExcluir
  20. SUPER GRUPAZO DE ROCK.EXELENTE DISCOGRAFIA.GRACIAS ALEX.

    ResponderExcluir
  21. muito bom! obrigado

    ResponderExcluir
  22. Genesis= Peter Gabriel no vocal + Phill Collins na batera.
    Esta é a fórmula perfeita na minha modesta opinião!
    Valeu Alex! Esse blog é excelente e bem completo para que aprecia o bom e velho Rock.

    ResponderExcluir
  23. Realmente muy completo el sitio, Felicitaciones!!!!

    ResponderExcluir
  24. Mis queridos amigos de "muro do classic rock": dejenme agradecerles por este tan bellos aporte!yo toda la vida para mi existia mi clasica "TRINIDAD PROGRESIVA: GENESIS, YES Y PINK FLOYD" y me parece que no habrá otra en la vida y aqui mis reverenciados agradeciemientos.....SALVE MURO DO CLASSIC ROCK!...DIOS LOS GUARDE Y LOS ILUMINE LA LUZ DIVINA POR QUE ÉL TAMBIÉN ES ROCKERO!

    ResponderExcluir
  25. GRACIAS TOTALES!!!! GENESIS ES MI BANDA FAVORITA DE TODAS!! GRACIAS A ESTO PUEDO ESCUCHAR MAS DE ELLOS!!! LARGA VIDA A MURO DO CLASSIC ROCK!

    ResponderExcluir
  26. Thank you very much again!
    Love and Kisses for you my friend!
    You're the greatest!

    ResponderExcluir
  27. Minha banda preferida, a era Peter é a melhor de todas, não desmerecendo Collins que é ótima também.
    Valeu Rock..

    ResponderExcluir
  28. maravilhoso este site. parabens. continuem assim

    ResponderExcluir
  29. Muito bom, principalmente o primeiro disco.

    ResponderExcluir
  30. Pedro Vianna15/07/13 21:54

    Porreta. Mais uma vez, obrigado. Valeu demais.

    ResponderExcluir
  31. muito bom msm... a muito tempo que acompanho esse blog, sempre com conteúdo de primeira, albuns raros e sempre com links on, vlw galera do blog

    ResponderExcluir
  32. Caro Alex,foi muito gratificante a inclusão do cd relativo ao show realizado no Ibirapuera em 1977.Eu estava la,ainda bem moleque e vendo o que seria o show mais legal da minha vida.Obrigado.

    ResponderExcluir
  33. Pedro Vianna20/08/13 22:36

    Maravilhoso. Coisa de gente grande. Coisa rara. Obrigado.

    ResponderExcluir
  34. Obrigado por disponibilizar este acervo maravilhoso , tão numeroso e de ótima qualidade. Sem ele acredito deixariamos de conhecer muita música boa. Muitissimo obrigado meu amigo.

    ResponderExcluir
  35. Parabéns pelo BLOG, maravilhoso poder baixar nossas musicas favoritas.

    ResponderExcluir
  36. A fase Peter Gabriel é simplesmente mágica, pura perfeição!

    Roberto

    ResponderExcluir
  37. Peter Gabriel é um cara sem precedentes ou derivados.as musicas são um convite ao seu universo infestado de seres alegóricos com um moldura criada por músicos do mais alto nível. é indispensável assistir a shows disponíveis no youtube para maior entendimento desta banda absolutamente fantástica

    ResponderExcluir

Os pedidos e sugestões de discografias estão suspensos por tempo indeterminado, portanto emails com essas solicitações não serão atendidos e nem arquivados.

Obrigado.