Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

15 de dezembro de 2010

Jeff Beck - Discografia.

Geoffrey Arnold "Jeff" Beck (nascido em 24 de junho de 1944) é um guitarrista inglês. É um dos três guitarristas brilhantes que tocaram com o Yardbirds (os outros dois são Eric Clapton e Jimmy Page). Beck também formou o The Jeff Beck Group e Beck, Bogert & Appice.

Muito de seu material gravado é instrumental, com foco em sons inovadores com influências de diferentes gêneros musicais como blues rock, heavy metal, jazz fusion e guitar-rock. Apesar de ter gravado dois álbuns solo de sucesso (em 1975 e 76), Beck não estabeleceu nem manteve o sucesso comercial de músicos e bandas contemporâneos. Beck gravou com artistas como Mick Jagger, Tina Turner, Morissey, Bon Jovi, Malcolm McLaren, Kate Bush, Roger Waters, Donovan, Stevie Wonder, Les Paul, Zucchero, Cyndi Lauper, Brian May, Stanley Clarke e ZZ Top.

Ele aparece em 5o lugar na lista dos 100 maiores guitarristas de todos os tempos da revista Rolling Stone, em cuja capa apareceu por três vezes. A revista o descreve como uma das maiores influências para guitarristas do rock. Ele é muitas vezes chamado o “guitarrista dos guitarristas”, sempre recebendo elogios da crítica. Ganhou o Grammy por “melhor performance instrumental de rock” por seis vezes e pela “melhor performance instrumental de pop” uma vez. Em 2014, recebeu o prêmio British´s Academy Ivor Novello, pela contribuição excepcional para a música britânica. Beck foi indicado duas vezes para o Rock and Roll Hall of Fame: como membro dos Yardbirds (1992) e como artista solo (2009).

Início.

"Eu me interessava pela guitarra elétrica antes mesmo de saber a diferença entre elétrica e acústica. A guitarra elétrica parecia ser um pedaço de madeira fascinante com botões e conectores. Eu tinha que ter uma." Beck
Geoffrey Arnold Beck nasceu em 24 de junho de 1944, filho de Arnold e Ethel Beck, na Demesne Road 206, em Wallington, Inglaterra. Com 10 anos de idade, cantava no coro da igreja. Ainda adolescente aprendeu a tocar com uma guitarra emprestada e fez muitas tentativas de construir seu próprio instrumento, usando caixas de charuto, trave de cerca e trastes de aeromodelo pintado. Em uma das tentativas, usou medidas para fazer um baixo.

Beck citou Les Paul como o primeiro guitarrista que o impressionou. Ouviu uma guitarra elétrica pela primeira vez aos seis anos. Era Paul tocando “How High the Moon” no rádio. Ele perguntou a sua mãe o que era e quando ela respondeu que era uma guitarra elétrica, ele disse que “era para ele”. Cliff Gallup, com Gene Vincent e os Blue Caps também foram uma influência inicial, seguidos por B.B. King e Steve Cropper.

Quando terminou a escola, ingressou na Wimbledon College of Art. Depois disso, ele trabalhou brevemente como pintor e decorador, responsável pela grama de um campo de golfe e pintor de carros.

Carreira.

Anos 60.

Beck começou a carreira no início dos anos 60. Passando de um grupo para o outro, ele tocava oito ou nove vezes com um grupo e seguia em frente. Ele tocou com o Rumbles, por um breve período em 1963, tocando músicas de Gene Vincent e Buddy Holly, copiando seu estilo com perfeição. Mais tarde neste mesmo ano, ele entrou para o Tridents, uma banda de Chiswick. “Eles tinham muito a ver comigo, porque eles tocavam R&B, como coisas de Jimmy Reed, e nós deixávamos o som mais pesado, mais rock´n´roll. Sua primeira gravação em vinil foi em 1964 num single de Fitz e Statz chamado “I´m Not Running Away”, com o lado B “So Sweet”.

Em março de 1965, Beck foi chamado para o Yardbirds para substituir Eric Clapton, com recomendação de Jimmy Page, que era a escolha inicial. O Yardbirds gravou a maior parte de suas canções top 40 enquanto Beck fez parte do grupo. Juntos gravaram um único álbum, lançado em 1966, com o título “Over Under Sideways Down in the US”, porém conhecido como “Roger the Engineer”. Beck apareceu na capa do álbum “For Your Love” de 1965, mas foi Clapton quem tocou na maior parte das músicas deste álbum. De setembro a novembro de 1966, Beck dividiu com Page a tarefa de guitarrista principal do Yardbirds, que inicialmente entrou para o grupo como baixista em junho daquele ano. Um clip com esta interação da banda pode ser visto no filme britânico “Blow Up”.

Beck foi demitido da banda no meio de uma turnê nos Estados Unidos por não comparecer aos shows e por seu perfeccionismo e temperamento explosivo. Depois de sair do Yardbirds, Beck gravou “Beck´s Bolero” (com Jimmy Page, John Paul Jones, Nicy Hopkins e Keith Moon) além de dois hits “Hi Ho Silver Lining” e “Tallyman”. Ele então formou o Jeff Beck Group, que contou brevemente com Jet Harris no baixo, Rod Stewart no vocal, Ronnie Wood na guitarra base e baixo, Nick Hopkins no piano e, depois de vários bateristas, Micky Waller em 1967 na bateria.

O grupo produziu dois álbuns pela Columbia Records (Epic nos Estados Unidos): “Truth” (1968) e “Beck-Ola” 1969. Truth foi lançado cinco meses antes do primeiro álbum do Led Zeppelin, trazendo “You Shook Me”, uma canção escrita e gravada por Muddy Waters, que também teve um cover na estréia do Led Zeppelin. As vendas do álbum foram boas (chegando a número 15 na Billboard). Em Beck-Ola, o baterista Micky Waller foi substituído por Tony Newman e, apesar de bem recebido, teve menos sucesso comercial e de crítica. Ressentimentos e alguns incidentes em turnês levaram o grupo a se dissolver em 1969.

Nick Mason, em sua autobiografia, lembra que em 1967 o Pink Floyd queria Beck para tocar guitarra após a saída de Syd Barrett, mas “nenhum de nós tinha coragem de falar com ele”. Em 1969, após a morte de Brian Jones, Beck foi chamado para os Rolling Stones.

Após o fim de seu grupo, Beck participou do projeto “Music from Free Creek” e tocou em quatro canções, inclusive uma co-escrita por ele. Em setembro de 1969, ele participou de Vanilla Fudge com o baixista Tim Bogert e o baterista Carmine Appice (quando eles estavam na Inglaterra para resolver questões contratuais), mas Beck fraturou o crânio em um acidente de carro tendo que adiar o projeto por dois ano e meio. Neste meio tempo, Bogert e Appice formaram o Cactus. Beck posteriormente falou sobre sua vida nos anos 60: “Todos pensam nos anos 60 como algo que realmente não era. Foi o período de frustração na minha vida. Os equipamentos eletrônicos não estavam à altura dos sons que eu tinha na cabeça”.

Anos 70.

Em 1970, quando Beck recuperou sua saúde, resolveu formar uma banda com o baterista Cozy Powell. Beck, Powell e o produtor Mickie Most foram para os Estados Unidos e gravaram muitas faixas no famoso estúdio da Motown em Hitsville, com os Funk Brothers, banda da casa, mas os resultados não foram lançados. Em abril de 1971, Beck tinha completado seu novo grupo com o guitarrista e vocalista Bobby Tench, tecladista Max Middleton e baixista Clive Chamam. A nova banda tocou como “Jeff Beck Group”, mas o som era substancialmente diferente da primeira formação.

“Rough and Ready”, de 1971, foi o primeiro álbum que eles gravaram. Beck compôs seis das sete faixas do álbum, incluindo elementos de soul, R&B e jazz, demonstrando o direcionamento que a musicalidade de Beck tomaria no final da década.

O segundo álbum, “Jeff Beck Group” (julho de 1972) foi gravado no estúdio TMI, em Mephis, Tennessee, com o mesmo pessoal. Beck teve Steve Cropper como produtor e o álbum mostrou forte influência do soul. Cinco das nove músicas eram covers de artistas americanos. Uma delas “I Got to Have a Song”, foi uma das quatro composições de Steve Wonder tocada por Beck. Pouco tempo após o lançamento de Jeff Beck Group, a banda se separou e o empresário de Beck publicou a seguinte declaração: “A fusão de diferentes estilos musicais dos membros da banda funcionou bem em termos de músicos individuais, mas eles não conseguiram o resultado musical com a força esperada de um novo estilo”.

Beck então começou a colaborar com o baixista Tim Bogert e com o baterista Carmine Appice, após o fim do Cactus, e juntos continuaram tocando como Jeff Beck Group em agosto de 1972, para cumprir obrigações contratuais, incluindo Max Middleton e o vocalista Kim Milford. Após seis aparições, Milford foi substituído por Bobby Tench, que veio da Inglaterra para tocar no Arie Crown Theatre em Chicago. A turnê foi encerrada no Paramount North West Theatre, em Seattle. Após a turnê, Tench e Middleton deixaram a banda e o power trio Beck, Bogert & Appice começou. Appice assumiu o papel de vocalista com Bogert e Beck cantando eventualmente. Eles foram incluídos no projeto Rock at The Oval em Setembro de 72, ainda sob o nome Jeff Beck Group, marcando o início de uma turnê pelo Reino Unido, Holanda e Alemanha. Outra turnê americana começou no mês seguinte, no Hollywood Sportatorium, Florida, e terminando em novembro no Warehouse, em Nova Orleans. Em abril de 1973, o álbum Beck, Bogert & Appice foi lançado pela Epic Records. Enquanto os críticos reconheciam o prodígio instrumental da banda, o álbum não foi bem recebido comercialmente, exceto pelo cover de Superstition, de Steve Wonder.

Em julho de 73, Beck tocou ao vivo com David Bowie as músicas “The Jean

Genie”/”Love Me Do” e “Around and Around”. O show foi gravado e filmado mas nenhuma das edições lançadas incluíam Beck. Em outubro do mesmo ano, Beck gravou algumas faixas para o álbum Lane Changer de Michael Fennelly e participou de gravações com o Hummingbird, uma banda derivada do Jeff Beck Group, mas não contribuiu para o seu primeiro álbum homônimo.

Em janeiro de 1974, Beck, Bogert & Appice tocaram no Rainbow Theatre, como parte de uma turnê europeia. O concerto foi transmitido completo no programa de tv americano “Rock Around the World” em setembro do mesmo ano. Havia uma previsão de um segundo álbum de estúdio, incluindo “At Last Rainbow”. As faixas “Blues Deluxe” e “BBA Boogie” deste concerto foram mais tarde incluídas na coletânea de Jeff Beck: Beckology (1991). Beck, Bogert & Appice desfizeram o grupo em abril de 1974, antes que o segundo álbum, produzido por Jimmy Miller, estivesse terminado. O álbum ao vivo, Beck, Bogert & Appice ao Vivo no Japão, gravado em 1973, não foi lançado até fevereiro de 75, pela Epic/Sony.

Após alguns meses, Beck entrou no Underhill Studio e encontrou o grupo Upp, que ele contratou como banda de apoio para o programa Guitar Workshop da BBC, em agosto de 1974. Beck produziu e tocou no álbum de estréia e no segundo álbum do grupo. No entanto, sua participação no segundo álbum “This Way Upp” não recebeu créditos. Em outubro, Beck começou a gravar no AIR Studios com Max Middleton, com o baixista Phil Chen e com o baterista Richard Bailey, tendo George Martin como produtor e arranjador.

O álbum solo de Jeff Beck, Blow by Blow (março de 75) foi desenvolvido a partir destas gravações e mostrou o talento e a técnica de Beck no jazz-rock. O álbum chegou a número 4 nas paradas e foi o maior sucesso comercial de Beck. Ele, cansado de overdubs e muitas vezes insatisfeito com seus solos, frequentemente voltava ao AIR Studios até ficar satisfeito. Alguns meses depois do fim das gravações, o produtor George Martin recebeu um telefonema de Beck, que desejava regravar os solos. Sem acreditar no que ouvia, Martin respondeu: “Desculpe, Jeff, mas o disco já está nas lojas!”

Beck montou uma banda para uma turnê pelos Estados Unidos, precedida por uma apresentação pequena no The Newlands Tavern em Peckham, Londres. A turnê transcorreu entre abril e maio de 75, apoiando a Mahavishnu Orchestra, mantendo Max Middleton nos teclados, com o baixista Wilbur Bascomb e o baterista Bernard "Pretty" Purdie. Em um show de maio 1975, em Cleveland, Ohio (Music Hall), Beck ficou frustrado com uma talk box que ele usou em seu arranjo de "She´s a Woman", dos Beatles, e depois de arrebentar uma corda, jogou a lendária guitarra Stratocaster da época dos Yardbirds para fora do palco. Ele fez o mesmo com a talk box e terminou o show tocando uma Les Paul sem a caixa. Durante essa turnê ele se apresentou no "Rock Festival World" de Yuya Uchida, tocando um total de oito músicas com Purdie. Além disso, ele realizou um show instrumental com Johnny Yoshinaga (guitarra e bateria) e, ao final do festival, participou de uma jam ao vivo com o baixista Felix Pappalardi do Mountain e com o vocalista Akira "Joe" Yamanaka da banda The Flower Travellin '. Apenas sua apresentação com Purdie foi gravada e lançada.

Ele voltou ao estúdio e gravou Wired (1976), junto com o baterista e compositor Narada Michael Walden, ex-Mahavishnu Orchestra, e com o tecladista Jan Hammer. O álbum teve um estilo jazz-rock fusion, semelhante ao trabalho de seus dois colaboradores. Para promover o álbum, Beck  juntou forças com o Jan Hammer Group, fazendo um show de apoio a Alvin Lee no The Roundhouse, em maio de 1976, antes de embarcar em uma turnê mundial de sete meses de duração. Isto resultou no álbum Jeff Beck With the Jan Hammer Group Live (1977).

Nesta época, Beck foi morar nos EUA por causa dos impostos no Reino Unido, permanecendo lá até seu retorno a terra natal no outono de 1977. Na primavera de 1978, ele começou a ensaiar com o baixista Stanley Clarke, ex-Return to Forever, e com o baterista Gerry Brown para uma apresentação no Festival de Knebworth, mas este foi cancelado após Brown ter desistido. Beck excursionou pelo Japão por três semanas em novembro de 1978 com um grupo composto por Clarke e os recém-chegados Tony Hymas (teclados) e Simon Phillips (bateria) da banda de Jack Bruce. Começou a trabalhar em um novo álbum no Ramport Studios, The Who, em Londres, o que continuou esporadicamente ao longo 1979, resultando em There & Back lançado em junho de 1980. O álbum apresentava três faixas compostas e gravadas com Jan Hammer, enquanto cinco foram escritas com Hymas. Stanley Clarke foi substituído por Mo Foster no baixo, tanto no álbum como nas apresentações subsequentes. Seu lançamento foi seguido por uma extensa turnê nos EUA, Japão e Reino Unido.

Anos 80.

Em 1981, Beck fez uma série de shows históricos com seu antecessor nos Yardbirds, Eric Clapton, nos concertos beneficentes patrocinados pela Anistia Internacional. Os shows receberam o apelido de “The Secret Policeman´s Other Ball”. Ele apareceu com Clapton em "Crossroads", "Further on up the Road", com seu próprio arranjo "Because We´ve Ended As Lovers", de Stevie Wonder. Beck também apareceu com destaque na performance final de "I Shall Be Released" com a banda all-star: Clapton, Sting, Phil Collins, Donovan e Bob Geldof. Contribuições de Beck foram vistas e ouvidas no álbum e no filme resultante deste encontro, ambos tendo alcançado sucesso mundial em 1982. Outro show beneficente, o Concerto ARMS para a esclerose múltipla teve uma jam com Beck, Eric Clapton e Jimmy Page. Eles tocaram "Tulsa Time" e "Layla". Em 1985, Beck lançou Flash, apresentando uma variedade de vocalistas, mas mais notavelmente seu ex-colega de banda, Rod Stewart, em uma versão de Curtis Mayfield de "People Get Ready". Na nomeação de Stewart para o Hall Rock and Roll of Fame em 1992, Beck fez o discurso, dizendo sobre ele: "Nós temos uma relação amor ódio. Ele me ama e eu o odeio". Durante este período, Beck fez várias aparições com outros artistas, incluindo o filme Twins, onde tocou guitarra com a cantora Nicolette Larson.

Depois de uma pausa de quatro anos, Jeff fez um retorno à música instrumental com o álbum Guitar Shop de Jeff Beck (1989), o primeiro álbum com Beck tocando dedilhado, deixando o estilo de tocar com palheta. Foi apenas seu terceiro álbum a ser lançado em 1980. Grande parte da rotina de gravação esparsa e esporádica de Beck foi devido a uma longa batalha com um zumbido provocado por ruído.

Anos 90.

Na década de 1990, Beck teve uma grande produção musical. Ele foi destaque na guitarra no álbum conceitual Amused to Death (1992), de Roger Waters, e no álbum de Kate Bush The Red Shoes.

Ele gravou a trilha sonora instrumental Frankie´s House (1992), assim como Crazy Legs (1993) e um tributo ao grupo de rockabilly dos anos 50, Gene Vincent and the Blue Caps e seu influente guitarrista Cliff Gallup.

Beck ensaiou com o Guns N 'Roses para seu show em Paris em 1992, mas não tocou no concerto devido a uma lesão no ouvido causada por um acidente com o prato de Matt Sorum, que o deixou temporariamente surdo. Os Yardbirds foram nomeados ao Rock and Roll Hall of Fame em 1992. Em seu discurso de aceitação, Beck sarcasticamente observou que:

“Alguém me disse que eu deveria estar orgulhoso esta noite... Mas eu não estou. Eles me expulsaram da banda... sim, eles me expulsaram… Fodam-se eles!

Ele acompanhou a Bad Company de Paul Rodgers no álbum de blues Muddy Water: A Tribute to Muddy Waters, de 1993. Jeff não teria nenhum lançamento até 1999, com Who Else!. O álbum também marcou a primeira colaboração de Beck com uma musicista em turnê, composição e gravação: Jennifer Batten. Assim como pela primeira vez, ele trabalhou com outro guitarrista em seu próprio material, desde os Yardbirds. Beck continuou a trabalhar com Batten na turnê pós-lançamento de You Had It Coming em 2001.

Anos 2000.

Jeff Beck ganhou seu terceiro Grammy Award, desta vez por "Melhor Performance de Rock Instrumental” na faixa" Dirty Mind" de You Had It Coming
(2001).

Com a canção "Plan B" do lançamento “Jeff” em 2003, Beck ganhou seu quarto Grammy de “Melhor Performance de Rock Instrumental”, e era a prova de que o novo estilo que ele usou nos dois álbuns anteriores que continuavam a dominar. Jeff Beck abriu para o show de BB King no verão de 2003 e apareceu no Crossroads Guitar Festival de Eric Clapton em 2004.

Em 2007, ele acompanhou Kelly Clarkson em seu cover de Patty Griffin "Up to the Mountain", durante o episódio Idol Gives Back de American Idol. A performance foi gravada ao vivo e, posteriormente, foi liberada para a venda. No mesmo ano, ele apareceu novamente no Crossroads Guitar Festival de Clapton, tocando com Vinnie Colaiuta, Jason Rebello, e, em seguida, com a baixista de 21 anos, Tal Wilkenfeld.

Beck anunciou uma turnê mundial no início de 2009 e permaneceu fiel à mesma formação de músicos em sua turnê de dois anos antes, tocando e gravando no Ronnie Scott em Londres, para uma casa lotada. Beck tocou na canção "Black Cloud" no álbum de Morrissey, de 2009, Years of Refusal e mais tarde naquele ano, Harvey Goldsmith tornou-se empresário de Beck.

Beck foi nomeado para o Rock and Roll Hall of Fame em 4 de abril de 2009, como artista solo. O prêmio foi entregue por Jimmy Page. Em 4 de Julho de 2009, David Gilmour se juntou a Beck no palco do Albert Hall. Beck e Gilmour trocaram solos em "Jerusalem" e fecharam o show com "Hi Ho Silver Lining”.

A partir de 2010.

O recente álbum de Beck, Emotion & Commotion, foi lançado em abril de 2010. Ele apresenta uma mistura de canções originais e covers como "Over the Rainbow" e "Nessun Dorma". Teve Joss Stone e Imelda May nos vocais de algumas faixas. Duas faixas da Emotion & Commotion ganharam prêmios Grammy em 2011: "Nessun Dorma" ganhou o Grammy de Melhor Performance Instrumental Pop, e "Hammerhead" ganhou o Grammy de Best Rock Instrumental performance. Beck colaborou em "Imagine" para o álbum de Herbie Hancock de 2010, The Imagine Project, juntamente com Seal, Pink, India Arie, Konono N°1, Oumou Sangare e outros e recebeu um terceiro Grammy em 2011 por Melhor Colaboração Pop com Vocais para a faixa.

A banda de Beck na turnê mundial de 2010 teve como destaques o músico vencedor do Grammy Narada Michael Walden na bateria, Rhonda Smith no baixo e Jason Rebello nos teclados. Beck também lançou um álbum ao vivo intitulado Live and Exclusive from the Grammy Museum. Em junho de 2010 com a banda de Imelda May, Beck gravou um DVD de um concerto no Iridium, em Nova York com várias canções de Les Paul e Ms May fazendo os vocais de Mary Ford.

Em 2011, Beck recebeu dois prêmios honorários de universidades britânicas. Em 18 de julho de 2011, ele foi homenageado com uma associação a Universidade de Artes de Londres em reconhecimento pela sua "excepcional contribuição no campo da música". Ele também recebeu um doutorado honorário da Universidade de Sussex de Sanjeev Bhaskar, chanceler da universidade, por "uma carreira musical excepcional e marcando a relação entre a universidade e o Instituto de Brighton Música Moderna (BIMM)" em 21 de julho de 2011.

Em 2013, foi anunciado que ele iria tocar no novo álbum solo do fundador dos Beach Boys, Brian Wilson, ao lado dos Beach Boys Al Jardine e David Marks, pela Capitol Records. Em 20 de junho, o site de Wilson anunciou que o material poderia ser dividido em três álbuns: um com novas canções pop, outro com faixas instrumentais, principalmente com Beck, e outro com faixas entrelaçadas apelidado de "suíte". Beck também acompanhou Wilson (juntamente com Jardine e Marks) em uma turnê de dezoito apresentações em 2013, começando no final de setembro e terminando no final de outubro. De acordo com Beck na pré-turnê: "Brian vai dar o pontapé inicial, mas vou também ter tempo suficiente para estabelecer o que eu sou. No final, nós vamos misturar e combinar. É uma honra estar no palco com ele ".

Em 2014, para marcar o início do World Tour de Jeff no Japão, foi lançado um CD com três faixas intitulado Yosogai em 05 de abril. O álbum ainda tinha que ser finalizado no momento da turnê. Em novembro 2014, ele acompanhou Joss Stone no The Royal British Legion´s Festival of Remembrance no Royal Albert Hall.

Estilo e influências.

Um dos guitarristas mais influentes na história da música rock, Jeff Beck citou suas principais influências como Les Paul, Shadows, Cliff Gallup, Ravi Shankar, Roy Buchanan, Chet Atkins, Django Reinhardt, Steve Cropper e Lonnie Mack. Sobre John McLaughlin, ele disse: "[ele] nos deu tantas facetas diferentes de guitarra e apresentou milhares de nós à world music, misturando música indiana com jazz e clássica. Eu diria que ele era o melhor guitarrista.

Apesar de Beck não ter sido o primeiro guitarrista de rock a experimentar distorção eletrônica, ele ajudou a redefinir o papel e o som da guitarra elétrica no rock. O trabalho de Beck com os Yardbirds e o Beck Jeff Group no álbum de 1968, Truth, foram influências vitais sobre o heavy metal, que emergiu com força total no início de 1970.

Beck foi listado como no. 5 no ranking dos "100 Maiores Guitarristas" da Rolling Stone.

Técnica e equipamento.

Beck parou de usar palheta na década de 1980. Ele produz uma grande variedade de sons usando os dedos e a barra de vibrato na sua Fender Stratocaster, e ele freqüentemente usa um pedal wah-wah ao vivo e em estúdio. Eric Clapton disse certa vez: "Com Jeff, é tudo em suas mãos".

Além de Fender Stratocasters, Beck ocasionalmente toca modelos Fender Telecaster e Gibson Les Paul também. Seus amplificadores são principalmente Fender e Marshall. Em seus primeiros dias com os Yardbirds, Beck também usou uma guitarra Fender Esquire 1954 (agora propriedade de Seymour W. Duncan, e mantida no Cleveland Rock and Roll Hall of Fame), e amplificador Vox AC30. Ele também tem tocado com uma variedade de pedais fuzz e unidades de eco junto com este set-up e usou o pedal de distorção Pro Co RAT. O nome do modelo de Seymour Duncan JB é um acrônimo para ambos Jazz & Blues e Jeff Beck, tal como foi concebido em conjunto com o guitarrista.

Durante os concertos ARMS Charity em 1983 Beck usou sua batida Fender Esquire assim como uma Fender Stratocaster 1954 e uma Jackson Soloist. Em Crazy Legs (1993) ele tocou uma Gretsch Duo Jet, uma Fender Stratocaster Jeff Beck e várias outras guitarras. Em 2007, a Fender criou uma versão da série Custom Shop Tributo de sua velha Fender Esquire, assim como a sua Stratocaster Jeff Beck.

Vida Pessoal.

Beck é casado com Sandra Cush desde 2005. Ele é vegetarian desde 1969. É um patron da Folly Wildlife Rescue Trust. Se interessa por clássicos Ford hot rods, ele mesmo trabalhando no exterior e motor dos carros. Hoje em dia vive perto de Wadhurst, East Sussex. Texto: Adriana Castilho, fonte: Wikipédia em inglês. Site Oficial. 

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro


Álbuns.

Truth (1968)
 
01. Shapes of Things
02. Let Me Love You
03. Morning Dew
04. You Shook Me
05. Ol’ Man River
06. Greensleeves
07. Rock My Plimsoul
08. Beck’s Bolero
09. Blues De Luxe
10. I Ain’t Superstitious
Bonus Tracks.
11. I've Been Drinking (New Stereo Mix)
12. You Shook Me (Take 1)
13. Rock My Plimsoul (Stereo Mix)
14. Beck's Bolero (Mono Single Version With Backwards Guitar)
15. Blues De Luxe (Take 1)
16. Tallyman (Mono)
17. Love Is Blue (L'Amour Est Bleu) (Mono)
18. Hi Ho Silver Lining (Stereo Mix)


Beck-Ola (1969)
 
01. All Shook Up
02. Spanish Boots
03. Girl From Mill Valley
04. Jailhouse Rock
05. Plynth (Water Down the Drain)
06. The Hangman’s Knee
07. Rice Pudding
Bonus Tracks.
08. Sweet Little Angel
09. Throw Down A Line
10. All Shook Up (Early Version)
11. Jailhouse Rock (Early Version)


Rough And Ready (1971)
 
01. Got the Feeling
02. Situation
03. Short Business
04. Max’s Tune
05. I’ve Been Used
06. New Ways Train Train
07. Jody


Eric Clapton, Jimmy Page & Jaff Beck - Guitar Boogie (Coletânea 1971)
 
CD 1.

01. Choker (Eric Clapton with Jimmy Page)
02. Snake Drive (Eric Clapton)
03. Draggin' My Tail (Eric Clapton with Jimmy Page)
04. Steelin' (The Allstars featuring Jeff Beck)
05. Freight Loader (Eric Clapton with Jimmy Page)

CD 2.

01. West Coast Idea (Eric Clapton)
02. L.A. Breakdown (The Allstars featuring Jimmy Page)
03. Down in the Boots (The Allstars featuring Jimmy Page)
04. Chuckles (The Allstars featuring Jeff Beck)
05. Tribute to Elmore (Eric Clapton)


Jeff Beck Group (1972)
 
01. Ice Cream Cakes
02. Glad All Over
03. Tonight I’ll Be Staying Here With You
04. Sugar Cane
05. I Can’t Give Back the Love I Feel for You
06. Going Down
07. I Got to Have a Song
08. Highways
09. Definitely Maybe


Blow By Blow (1975)
 
01. You Know What I Mean
02. She’s a Woman
03. Constipated Duck
04. Air Blower
05. Scatterbrain
06. Cause We’ve Ended as Lovers
07. Thelonius
08. Freeway Jam
09. Diamond Dust


Wired (1976)
 
01. Led Boots
02. Come Dancing
03. Goodbye Pork Pie Hat
04. Head for Backstage Pass
05. Blue Wind
06. Sophie
07. Play With Me
08. Love Is Green


Jeff Beck with The Jan Hammer GroupLive (1977)
 
01. Freeway Jam
02. Earth (Still Our Only Home)
03. She’s a Woman
04. Full Moon Boogie
05. Darkness/Earth in Search of a Sun
05. Scatterbrain
07. Blue Wind


There And Back (1980)
 
01. Star Cycle
02. Too Much to Lose
03. You Never Know
04. The Pump 5
05. El Becko
06. The Golden Road
07. Space Boogie
08. The Final Peace


Flash (1985)
 
01. Ambitious
02. Gets Us All in the End
3. Escape
04. People Get Ready (With Rod Stewart)
05. Stop, Look and Listen
06. Get Workin’
07. Ecstasy
08. Night After Night
09. You Know, We Know


Jeff Beck’s Guitar Shop (1989)
 
01. Guitar Shop
02. Savoy
03. Behind the Veil
04. Big Block
05. Where Were You
06. Stand on It
07. Day in the House
08. Two Rivers
09. Sling Shot


Jeff Beck, Stevie Ray Vaughan - The Fire Meets The Fury (1989)
 
01. Stand On It (Beck)
02. Tightrope (SRV)
03. Going Down (Beck)
04. Pride And Joy (SRV)
05. Guitar Shop (Beck)
06. The House Is Rockin’ (SRV)
07. Blue Wind (Beck)
08. Couldn’t Stand The Weather (SRV)
09. Savoy (Beck)
10. Crossfire (SRV)
11. Freeway Jam (Beck)
12. Look At Little Sister (SRV)
13. Superstition (Beck Bogart Appice)
14. Superstition (SRV)
15. Beck’s Bolero (Beck)
16. Willie The Wimp (SRV)


Jeff Beck And Friends - British Blues Heroes (1990)
 
01. Someday Baby
02. Steelin
03. LA Breakdown
04. Chuckels
05. Down In The Boots
06. Piano Shuffle
07. Water On My Fire
08. Miles Road
09. Porcupine Juice
10. Albert
11. Rubber Monkey
12. Howlin- For My Darling
13. Alabama Woman
14. Crosstown Link


Jeff Beck & Jed Leiber - Frankie´s House (1992)
 
01. Jungle
02. Requiem for the Bao-Chi
03. Hi-Heel Sneakers
04. Thailand
05. Love and Death
06. Cathouse
07. In the Dark
08. Sniper Patrol
09. Peace Island
10. White Mice
11. Tunnel Rat
12. Vihn’s Funeral
13. Apocalypse
14. Innocent Victim
15. Jungle Reprise
 


Jeff Beck & The Big Town Playboys - Crazy Legs (1993)
 
01. Race With The Devil
02. Cruisin
03. Crazy Legs
04. Double Talkin’ Baby
05. Woman Love
06. Lotta Lovin’
07. Catman
08. Pink Thunderbird
09. Baby Blue
10. You Better Believe
11. Who Slapped John
12. Say Mama
13. Red Blue Jeans And A Pony Tail
14. Five Feet Of Lovin
15. B-I-Bickey-Bi-Bo-Bo-Go
16. Blues Stay Away From Me
17. Pretty Pretty Baby
18. Hold Me, Hug Me, Rock Me

Best Of Beck (1995)
 
01. The Pump
02. People Get Ready
03. Freeway Jam
04. Shapes of Things
05. Where Were You
06. Beck's Bolero
07. Going Down
08. Jailhouse Rock
09. Goodbye Pork Pie Hat
10. Blue Wind
11. Plynth (Water Down the Drain)
12. Two Rivers
13. Scatterbrain
14. She's a Woman

Link.

Who Else! (1999)
 
01. What Mama Said
02. Psycho Sam
03. Brush With The Blues
04. Blast From The East
05. Space For The Papa
06. Angel (Footsteps)
07. THX138
08. Hip-Notica
09. Even Odds
10. Declan
11. Another Place


You Had It Coming (2001)
 
01. Earthquake
02. Roy’s Toy
03. Dirty Mind
04. Rollin’ and Tumblin
05. Nadia
06. Loose Cannon
07. Rosebud
08. Left Hook
09. Blackbird
10. Suspension


Jeff (2003)
 
01. So What
02. Plan B
03. Pork-U-Pine
04. Seasons
05. Trouble Man
06. Grease Monkey
07. Hot Rod Honeymoon
08. Line Dancing With Monkeys
09. JB’s Blues
10. Pay Me No Mind (Jeff Beck Remix)
11. My Thing
12. Bulgaria
13. Why Lord Oh Why?
Bonus Tracks.
14. Take A Ride (On My Bottleneck Slide)
15. My Thing (David Torn Remix)


Live B.B. King Blues Club And Grill (2006)
 
01. Roy's Toy
02. Psycho Sam
03. Big Block
04. Freeway Jam
05. Brush With The Blues
06. Scatterbrain
07. Goodbye Pork Pie Hat
08. Nadia
09. Savoy
10. Angel (Footsteps)
11. Seasons
12. Where Were You
13. You Never Know
14. A Day In The Life
15. People Get Ready
16. My Thing


Official Bootleg USA ‘06 (2007)
 
01. Bolero
02. Stratus
03. You Never Know
04. Cause We’ve Ended as Lovers
05. Behind the Veil
06. Two Rivers
07. Star Cycle
08. Big Block
09. Nadia
10. Angel’s Footsteps
11. Scatterbrain
12. Led Boots
13. Goodbye Pork Pie/Brush with the Blues
14. Blue Wind
15. Over the Rainbow

Link.

Jeff Beck & Eric Clapton - Exhaust Note (Live 2007)
 
CD 1.

01. Leo Green Introduction
02. Beck’s Bolero
03. Breath Eternal
04. Stratus
05. Cause We’ve Ended As Lovers
06. Behind The Veil
07. You Never Know
08. Blast From The East (False Start)
09. Nadia
10. Blast From The East
11. Led Boots
12. Angel Footsteps
13. Scatterbrain
 

CD 2.

01. Goodbye Pork Pie Hat
02. Brush With The Blues
03. Space Boogie
04. Big Block
05. A Day In The Life
06. Introduction of EC by Jeff Beck
07. Little Brown Bird (W/ EC)
08. You Need Your Love (W/ EC)
09. Where Were You
 

CD 3.

01. Leo Green Introduction
02. Race With The Devil
03. Crazy Legs
04. Train Kept A Rollin’
05. My Baby Left Me
06. Matchbox
07. Baby Blue
08. Honky Tonk (W/ Leo Green on Sax)
09. Beck’s Bolero
10. Breath Eternal
11. Stratus
12. Cause We’ve Ended As Lovers
13. Behind The Veil
14. You Never Know
15. Nadia
16. Blast From The East
17. Led Boots
18. Angel Footsteps
 

CD 4.

01. Scatterbrain
02. Goodbye Pork Pie Hat
03. Brush With The Blues
04. Space Boogie
05. Blanket (W/ Imogen Heap)
06. Big Block
07. A Day In The Life
08. Rollin’ and Tumblin’ (W/ Imogen Heap)
09. Where Were You
 

Link.

Performing This Week…Live at Ronnie Scott’s (2008)
 
01. Beck's Bolero
02. Eternity's Breath
03. Stratus
04. Cause We've Ended As Lovers
05. Behind The Veil
06. You Never Know
07. Nadia
08. Blast From The East
09. Led Boots
10. Angel (Footsteps)
11. Scatterbrain
12. Goodbye Pork Pie Hat: Brush With The Blues
13. Space Boogie
14. Big Block
15. A Day In The Life
16. Where Were You


Emotion And Commotion (2010)
 
01. Corpus Christi Carol
02. Hammerhead
03. Never Alone
04. Over the Rainbow
05. I Put a Spell on You
06. Serene
07. Lilac Wine
08. Nessun Dorma
09. There’s No Other Me
10. Elegy for Dunkirk
 


Rock 'n' Roll Party: Honoring Les Paul (2011)
 
CD 1.

01. Double Talking Baby
02. Cruisin’
03. The Train Kept A Rollin’
04. Cry Me A River
05. How High The Moon
06. I’m Sitting On Top Of The Wold
07. Bye Bye Blues
08. The World Is Waiting For The Sunrise
09. Vaya Con Dios
10. Mockin’ Bird Hill
11. I’m A Fool To Care
12. Tiger Rag
13. Peter Gunn
14. Rockin’ Is Our Bizness
15. Apache
16. Sleep Walk
17. New Orleans
18. (Remember) Walking In The Sand
19. Please Mr. Jailer
20. Twenty Flight Rock

CD 2: Live From The Grammy Museum.

01. Corpus Christi Carol
02. Hammerhead
03. Over The Rainbow
04. Brush With The Blues
05. A Day In The Life
06. Nessun Dorma
07. How High The Moon
08. People Get Readyzz


Yosogai (EP 2014)
 
01. Loaded
02. Why Give It Away (Feat. Sophie Delila)
03. Danny Boy (Live Feat. Imelda May)

Link.

Live + (2015)
 
01. Loaded
02. Morning Dew
03. You Know You Know
04. Why Give It Away
05. A Change Is Gonna Come
06. A Day In The Life
07. Superstition
08. Hammerhead
09. Little Wing
10. Big Block
11. Where Were You
12. Danny Boy
13. Rollin' And Tumblin'
14. Going Down
15. Tribal (Studio)
16. My Tiled White Floor (Studio)


Link.

Loud Hailer (2016)
 
01. The Revolution Will Be Televised
02. Live in the Dark
03. Pull It
04. Thugs Club
05. Scared for the Children
06. Right Now
07. Shame
08. Edna
09. The Ballad of the Jersey Wives
10. O.I.L. (Can't Get Enough of That Sticky)
11. Shrine
 

Link.

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

The Yardbirds - Discografia. 


E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

22 comentários :

  1. Escrever sobre Jeff Beck dizendo que ele é genial, um mestre, emocionante, etc é totalmente redundante. Basta ouvir qualquer disco dele para compreender isso. Aliás, o mais recente Emotion And Commotion mostra que ele sempre tem algo novo e fantástico pra mostrar.
    Novamente Alex, parabéns pelo post.
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  2. Opa, valeu Alex, grande guitarrista!

    ResponderExcluir
  3. Jeff Beck Group com Rod Stewart no vocal e com Ron Wood, é sensacional. que maravilha!!!

    ResponderExcluir
  4. O Jeff Beck não é nenhum daqueles guitarrista que enfeita os seus solos porém a maneira com que ele toca sem usar palhetas é uma lição para qualquer um que queira tocar o instrumento.Muro,Muro e mais Muro!!!

    ResponderExcluir
  5. simplismente genio

    ResponderExcluir
  6. Recomendo a qualquer pessoa que baixe o "Rock N' Roll Party", disparado o melhor lançamento de 2011 ! E é claro, esta iguaria vc só encontra aki no MURO. VLW Muro !!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. José Alves Teixeira (Tex) Garanhun-PE18/06/12 16:26

      Alex obrigado pelo Bootleg Hangman de 1969. Valeu.

      Excluir
  7. Hey Alex,
    I had to come by to see how the Blog was looking...el fabuloso...thanx for the Jeff Becj w BT Playboys...

    Al

    ResponderExcluir
  8. Thanks for posting. Some great stuff here. Thanks for Beck & Hammer

    ResponderExcluir
  9. A voz de beck, me lembra a voz de Terry Reid!

    Eduardo Augusto.

    ResponderExcluir
  10. Salve Alex ! Salve Muro !

    GRATIDÃO !

    ResponderExcluir
  11. Espetacular esse blog Muro do Classic Rock. Encontrar toda discografia do Jef Beck é como achar um tesouro escondido.
    Valeu Muro! Vc faz a diferença.

    ResponderExcluir
  12. Jayme da costa, Maceió, AL02/05/15 11:03

    Jeff Beck é Clássico, uma técnica inconfundível, muto criativa. Obrigado MURO.

    ResponderExcluir
  13. Thanks Amigo.

    ResponderExcluir
  14. Live + matou a pau,,,,,,,,,,,,, sem mais comentário. valeu Alex + Muro.

    ResponderExcluir
  15. Valeu mais uma vez por esse álbum Live + 2015 Alex.

    ResponderExcluir
  16. O Jeff Beck Group era fodastico,além do bom guitarrista havia música da boa,ótima banda.

    ResponderExcluir
  17. Thanx again Alex...Live + is a great album...as I would like to have seen Jeff live w Jimmy Hall...

    ResponderExcluir
  18. Thanks a lot for Loud Hailer, such a great share, and right after the album came out, too !

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.