Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

22 de dezembro de 2010

King Diamond - Discografia.

King Diamond, cujo nome verdadeiro é Kim Bendix Petersen (Copenhaga, 14 de junho de 1956) é um cantor dinamarquês de heavy metal, conhecido por sua extensão vocal, maquiagem pesada e apresentações que são bastante teatrais. Sua primeira banda foi Black Rose e em 1980 ele formou o grupo Mercyful Fate. Seus álbuns musicais sempre contam histórias de horror, algumas baseadas em fatos reais como é o caso do álbum "The Eye". 

A história de todas as suas vozes é um pouco dramatizada. A estrutura de seu microfone é feita com ossos humanos. 

Recentemente, foi anunciado no site oficial do lendário vocalista, por sua mulher Livia, que ele sofreu um infarte do coração e fez uma cirurgia colocando 3 pontes de safena, por suas veias estarem obstruídas. Sendo assim, King ficará alguns meses fora das atividades.

Carreira Solo.

Início, anos 80.

King Diamond começou sua carreira como o notório homem de frente de uma banda de culto, Mercyful Fate. A banda realizou um punhado de álbuns clássicos no início dos anos 80 antes da separação por diferenças musicais. 

King Diamond lançou a carreira solo em 1985 com o auxílio do guitarrista do Michael Denner, do baixista Timi Hansen, e dos seus novos recrutas, o guitarrista Andy LaRocque e o baterista Mikkey Dee. Realizando o apetitoso single "No Presents For Christmas" nesta temporada de férias, a banda chamou atenção para o seu primeiro esforço de corpo inteiro: "Fatal Portrait", realizado na primavera seguinte. O álbum se tornou um hit entre a legião de fanáticos dos Mercyful Fate que percebeu que o legado vivia na mente obscura e aterradora de King. 

No ano seguinte a banda fez um álbum ainda melhor, "Abigail", que tocava sobre muito mais do que os temas de horror concebidos por King e sugeridos em seu debut. O álbum se tornou um sucesso expandindo King muito além do que o Mercyful Fate havia atingido, alcançando inclusive mais vendagem e exposição do que sua antiga banda. O contratempo foi a saída do guitarrista Michael Denner, amizade de longa data, que deixou a banda por alguns compromissos de turnê e foi substituído por um curto período pelo ex-guitarrista do Madison, Michael Moon. 

A banda foi altamente aclamada por sua imaginação lírica, que foi melhor desenvolvida na sua próxima e melhor excursão, "Them". O álbum era inteiramente conceitual, e alguns achavam que poderia ser translado para uma grande novela ou ainda melhor um filme. A ingenuidade do projeto tão bem consumado renderam a King Diamond seu primeiro álbum a entrar na parada musical Top 100 da Billboard. O grupo, agora incluindo novos membros como o guitarrista Pete Blakk e o baixista Hal Patino, embarcou na sua turnê de maior sucesso até então, partilhando o palco com atores que faziam diferentes papéis do citado disco. 

Rapidamente seguindo o sucesso e continuando a linha de história de "Them", King Diamond gravou "Conspiracy", álbum de 1989. O disco foi a última performance do baterista Mikkey Dee (que mais tarde iria se juntar ao Motörhead) e dava inicio do envolvimento de Snowy Shaw com King Diamond. Outra turnê bem sucedida foi completada antes do grupo começar a trabalhar na sua próxima composição musical, "The Eye". 

O álbum era outro trabalho conceitual revolvendo o tema da perseguição do cristianismo durante os anos. O álbum fez um explosivo debut e foi saudado com um clima de críticas e controvérsias a favor e contra o tema. A banda começou a ter alguns problemas com a sua gravadora (Roadrunner) enquanto a formação via King Diamond, a banda, se dissolver, com apenas King e o guitarrista Andy LaRocque restando, e posteriormente gravando para um novo selo. 

Anos 90.

Nesse meio tempo, King ouviu algumas canções em que o guitarrista original do Mercyful Fate, Hank Shermann, estava trabalhando, e que soavam como as verdadeiras raízes da banda. Estas faixas inspiraram tanto King que o Mercyful Fate foi reformado em 1992 com a formação original com King nos vocais, Shermann e Michael Denner na guitarra (que estava trabalhando junto com uma banda chamada Zoser Mez), Timi Hansen no baixo e um novo baterista, Snowy Shaw. Entretanto, uma menção deve ser feita: King nunca esqueceu seu projeto pessoal e sempre tencionou manter ambas as bandas funcionando ainda que o guitarrista Andy LaRocque tocasse no álbum do Death, "Individual Thought Patterns". Cada banda foi rapidamente contratada pela gravadora Metal Blade e o Mercyful Fate gravou o fenomenal disco de volta, "In The Shadows". A reformada banda e seu álbum foram recebidos com entusiástica resposta no prestigiado Dynamo Festival na Holanda, um show com o Metallica na Dinamarca e uma farta vendagem de discos nos Estados Unidos. Um compacto ao vivo, "The Bell Witch", era uma lembrança das excursões. O Mercyful Fate rapidamente aproveitou o barulho acerca de sua reformulação e gravou o álbum "Time". 

Nunca perdendo de vista sua própria banda, o duo de King e LaRocque continuou formulando idéias para a sua volta e recrutando novos membros. Literalmente, assim que as gravações de "Time" terminaram, King reentrou no Dallas Sound Lab (onde o os outros dois discos do Mercyful Fate foram gravados). "The Spider's Lullaby" estabeleceu o recomeço, com o guitarrista Herb Simonsem, o baixista Chris Estes, o baterista Darrin Anthony e o guitarrista de longa data Andy LaRocque. O novo álbum era de longe o melhor trabalho em anos. O Rei havia voltado. 

Após isto, foi lançado "The Graveyard", com excelentes arranjos e músicas, contando a história de um prefeito que abusava de sua filha de 7 anos e, ao ser flagrado por um sujeito com problemas mentais, o incrimina. 

Em 1998 saiu "Voodoo", uma incrível história sobre uma família que se muda para uma casa onde há um cemitério voodoo. 

Anos 2000.

Em 2000 King Diamond trás no "House of God" toda energia de seus primeiros discos. Com uma melhor produção e mais peso. O que se vê no CD são riffs pesadíssimos, muito heavy metal e os sempre clássicos e característicos vocais do próprio King, além da eterna ajuda do mestre Andy LaRocque - que mais uma vez da uma aula de guitarra, outro ponto positivo é o novo guitarrista: Glen Drover, que já entra totalmente entrosado na banda. 

As composições estão divididas entre Andy e Mr. Diamond, e seguem o estilo que a banda definiu desde os seus primeiros CDs, mas o que impressiona, ainda mais na primeira ouvida, é que as músicas estão mais trabalhadas que o habitual, com diversas mudanças de tempo e muitos solos. Isso fica evidente logo na segunda faixa (já que a primeira é uma introdução ) , The Trees Have Eyes, com riffs maravilhosos e vocais poderosíssimos, seguida de Follow the Wolf, com o mesmo pique... passando por porradas como Help!!! Além de heavys clássicos como Catacomb e This Place is Terrible, finalizando na instrumental Peace of Mind em um total de 13 faixas. 

Falando de letras (como de costume), uma estória de assombrar se encontra no livreto: Jesus Cristo não morreu na cruz, e está escondido em algum lugar secreto... alguém o descobre, mas isso é só o começo. Tudo regado pela interpretação magistral de King Diamond e pelos climas passados em todas as músicas que dão o toque especial para a estória fazendo com que o ouvinte sinta realmente todo o desespero de entrar na "House of God". 

Novo disco em 2002. A capa é muito bonita e o encarte é todo muito bem feito, com uma produção excelente. 

O disco segue o estilo dos últimos álbuns, entre eles “The Graveyard” e “House Of God” e não traz muitas novidades no instrumental, mas que em termos de King Diamond não decepciona, sempre com grandes riffs, muitos solos, ótimas melodias e muito peso, como sempre totalmente heavy metal. Andy LaRocque (guitarras) continua um monstro. 

Liricamente é uma continuação perfeita para a primeira parte do conto com partes muito interessantes. A banda agora conta também com o famoso Mike Wead (guitarras, também do Mercyful Fate e de outras bandas como o Memento Mori e Hexenhaus), que faz a dupla perfeita com Andy, além da volta do baixista Hal Patino e do novato Matt Thompson (bateria), todos desempenhando bem suas funções. 

“Abigail II” não consegue ser melhor do que seu “primeiro capítulo” e nem de outros clássicos como o maravilhoso “Them”, mas mantém o nível alto em todas suas 13 faixas, sendo indispensável para qualquer fã da banda que se preze. 

A produção é excelente e os efeitos sonoros (a participação de Alyssa Biesenberger como Little One é de dar medo) dão um clima ainda mais sombrio ao conto. 

Outro detalhe importante que deve ser lembrado é a produção gráfica que dá um show a parte neste CD, além da capa que é linda, o encarte ainda traz a árvore da família mostrando os desdobramentos que deram origem a “Abigail”. 

Em 2003, é lançado "The Puppet Master". O novo cd é de longe um dos melhores de King nos últimos anos. Músicas como a heavy tradicional The Ritual e a depressiva No More Me (onde nosso herói é transformado numa marionete através do mais sangrento ritual) mantém o mesmo estilo já consagrado por King Diamond, mas com um toque especial: há uma história perfeita e a música se encaixa com uma precisão magnífica. Outros destaques de peso ficam para as excelentes Blood to Walk, a balada depressiva So Sad (aonde King Diamond flerta de leve com o gótico e a climática e assustadora Living Dead que fecha o cd, mas não encerra o drama daquele que era um ser humano e agora está condenado a viver como uma marionete para a eternidade. 

Um excelente cd, que supera em muito tudo que Mr. Diamond fez nos anos 90 e que se não é o melhor de todos, mostra que o senhor da escuridão e seus asseclas não estão perdendo o fôlego e continuam a toda na estrada.

2007: "Give Me Your Soul... Please". O conceito do álbum parte da história de dois irmãos, uma menina e um garoto, mortos provavelmente pela mesma pessoa, ainda que exista uma incerteza se o irmão teria cometido suicídio. Todo o andamento da história a partir de então gira em torno da garotinha que busca uma forma de evitar que a alma de seu irmão vá parar no inferno. Quem nos conta essa história é Diamond, muitíssimo bem acessorado pelas guitarras de Andy LaRocque e Mike Wead, o baixo de Hal Patino, a batera de Matt Thompson e a voz de Livia Zita. A capa foi inspirada em uma pintura chamada “My Mother’s Eyes”, com a singela imagem de uma jovem garota usando um vestido todo ensanguentado e segurando dois olhos em suas mãos. Texto: Wikipédia.

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

Como Baixar.

Álbuns.

Fatal Portrait (1986)
01. The Candle
02. The Jonah
03. The Portrait
04. Dressed In White
05. Charon
06. Lurking In The Dark
07. Halloween
08. Voices From The Past
09. Haunted
10. No Presents For Christmas
11. The Lake
 


Abigail (1987)
01. Funeral
02. Arrival
03. A Mansion In Darkness
04. The Family Ghost
05. The 7th Day Of July 1777
06. Omens
07. The Possession
08. Abigail
09. Black Horsemen 

The Dark Sides (EP 1988)
01. Halloween
02. Them
03. No Present For Christmas
04. Shrine
05. The Lake
06. Phone Call 


Them (1988)
01. Out From The Asylum
02. Welcome Home
03. The Invisible Guests
04. Tea
05. Mother’s Getting Weaker
06. Bye, Bye Missy
07. A Broken Spell
08. The Accusation Chair
09. Them
10. Twilight Symphony
11. Coming Home
12. Phone Call
13. The Invisible Guests (Rehearsal) 
14. Bye, Bye Missy (Rehearsal) 


Conspiracy (1989)
01. At The Graves
02. Sleepless Nights
03. Lies
04. A Visit From The Dead
05. The Wedding Dream
06. Amon Belongs To Them
07. Something Weird
08. Victimized
09. Let It Be Done
10. Cremation 


The Eye (1990)
01. Eye Of The Witch
02. The Trial (Chambre Ardente)
03. Burn
04. Two Little Girls
05. Into The Convent
06. Father Picard
07. Behind These Walls
08. The Meetings
09. Insanity (Instrumental) 
10. 1642 Imprisonment
11. The Curse 

Abigail, In Concert ‘87 (1990)
01. Funeral
02. Arrival
03. Come To The Sabbath
04. The Family Ghost
05. The 7th Day Of July 1777
06. The Portrait
07. Guitar Solo (Andy)
08. The Possession
09. Abigail
10. Drum Solo
11. The Candle
12. No Presents For Christmas 


The Spiders Lullabye (1995)
01. From The Other Side
02. Killer
03. The Poltergeist
04. Dreams
05. Moonlight
06. Six Feet Under
07. The Spiders Lullabye
08. Eastmanns Cure
09. Room 17
10. To The Morgue 


The Graveyard (1996)
01. The Graveyard
02. Black Hill Sanitarium
03. Waiting
04. Heads On The Wall
05. Whispers
06. I’m Not A Stranger
07. Digging Graves
08. Meet Me At Midnight
09. Sleep Tight Little Baby
10. Daddy
11. Trick Or Treat
12. Up From The Grave
13. I Am
14. Lucy Forever 

Voodoo (1998)
01. Louisiana Darkness
02. Loa House
03. Life After Death
04. Voodoo
05. A Secret
06. Salem
07. One Down Two To Go
08. Sending Of Dead
09. Sarah’s Night
10. The Exorcist
11. Unclean Spirits
12. Cross Of Baron Samedi
13. If They Only Knew
14. Aftermath 

House Of God (2000)
01. Upon The Cross
02. The Trees Have Eyes
03. Follow The Wolf
04. House Of God
05. Black Devil
06. The Pact
07. Goodbye
08. Just A Shadow
09. Help !!!
10. Passage To Hell
11. Catacomb
12. This Place Is Terrible
13. Peace Of Mind 


Church Of The Devil, Tribute To King Diamond (2001)
01. Dark Funeral - The Trial
02. Damnation - Mansion In Darkness
03. In Aeternum - Abigail
04. Usurper - Charon
05. Exhumed - No Presents For Christmas
06. Aurora - Eastmann’s Cure
07. Destiny’s End - Dressed In White
08. Ancient - Halloween
09. Fallen Empire - The Excorsist
10. Enthral - The Portrait
11. Agressor - Welcome Home 


Black Rose, 20 Years Ago, A Night Of Rehearsal (2001)
01. Locked Up In The Snow
02. Holy Mountain Lights
03. Crazy Tonight
04. Virgin
05. Kill For Fun
06. The End
07. Road Life
08. Soul Overture
09. Doctor Cranium
10. Disgrace
11. I Need Blood
12. Radar Love 


Abigail II: The Revenge (2002)
01. Spare This Life
02. The Storm
03. Mansion In Sorrow
04. Miriam
05. Little One
06. Slippery Stairs
07. The Crypt
08. Broken Glass
09. More Than Pain
10. The Wheelchair
11. Spirits
12. Mommy
13. Sorry Dear 


The Puppet Master (2003)
01. Midnight
02. The Puppet Master
03. Magic
04. Emerencia
05. Blue Eyes
06. The Ritual
07. No More Me
08. Blood To Walk
09. Darkness
10. So Sad
11. Christmas
12. Living Dead 

Deadly Lullabyes (2004)
CD 1.

01. Funeral
02. A Mansion In Darkness
03. The Family Ghost
04. Black Horsemen
05. Spare This Life
06. Mansion In Sorrow
07. Spirits
08. Sorry Dear
09. Eye Of The Witch
10. Sleepless Nights

CD 2.

01. The Puppet Master
02. Blood To Walk
03. So Sad
04. Living Dead Outro
05. Welcome Home
06. The Invisible Guests
07. Burn
08. Introductions
09. Halloween
10. No Presents For Christmas 


Give Me Your Soul… Please (2007)
01. The Dead
02. Never Ending Hill
03. Is Anybody Here
04. Black Of Night
05. Mirror Mirror
06. The Cellar
07. Pictures In Red
08. Give Me Your Soul
09. The Floating Head
10. Cold As Ice
11. Shapes Of Black
12. The Girl In The Bloody Dress
13. Moving On 

Link.

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro 

Mercyful Fate - Discografia.

E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

15 comentários :

  1. Nem acredito que ainda não tinha visto isso!!!! rsrsrs... King Diamond! muito bom cara!

    ResponderExcluir
  2. Eu curto esta banda desde 1990,poucos a conhecem mais é uma banda de muita qualidade e o vocal do KING DIAMOND é show de bola,muita tecnicamente e sua performance excelente,para quem vale a pena conhecer!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Perfeito o blog. Isso aqui é o tesouro da internet!

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pelo magnifico blog !!

    ResponderExcluir
  5. Eu já tinha baixado essa discografia todinha aqui, só que perdi a maioria. Agora completei de novo. Então, valeu duas vezes.

    ResponderExcluir
  6. MARCELO SILVEIRA21/07/12 08:38

    King Diamond é mestre na arte de músicas de horor,ninguém o supera!

    ResponderExcluir
  7. O blog não pode ser desativado nunca, é muito bom cara, valeu pelo compartilhamento de varias discografias.

    ResponderExcluir
  8. Bom site sem protetores de link parabéns ao ADM, ta salvo aos meus favoritos...

    ResponderExcluir
  9. boa discografia, king diamond é mui foda, baixando aki

    ResponderExcluir
  10. Muito obrigado! Deus lhe abençoe, importante trabalho, continue com fé.

    ResponderExcluir
  11. ¡Perfecto! Muchísimas gracias.

    ResponderExcluir
  12. Thank you very much bro.
    This is the best blog in the net...i love it.
    God bless you and your family.

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.