Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

26 de março de 2011

Bad Religion - Discografia.

Bad Religion é uma banda norte-americana de punk rock formada em 1979 por Jay Bentley, Greg Graffin, Brett Gurewitz e Jay Ziskrout. A banda é frequentemente creditada por liderar uma cena de volta ao punk rock durante o final da década de 1980, influenciando vários outros músicos do estilo em suas carreiras.

São conhecidos por suas letras com temas sociais e por sua habilidade em expressar sua ideologia através do uso de metáforas. Sua formação já passou por diversas mudanças através do tempo, sendo que o vocalista Greg Graffin foi o único a estar em todos os álbuns. No entanto, atualmente, estão na banda três integrantes do quarteto original, além do vocalista Greg estão o guitarrista Brett Gurewitz e o baixista Jay Bentley, que só esteve de fora em um álbum. Destaca-se também o guitarrista Greg Hetson, que ingressou na banda em 1984 e não mais saiu.

História.

Primeira Fase (1979-1985)

O Bad Religion foi formado em Los Angeles, Califórnia, em 1979 pelos estudantes do ensino secundário Greg Graffin (vocal), Jay Bentley (baixo), Jay Ziskrout (bateria) e Brett Gurewitz (guitarra), este último também conhecido como "Mr. Brett". Suas maiores influências estão nas primeiras bandas de punk rock tais como Ramones, Black Flag e The Clash. Fora da movimento punk, suas influências também incluem Beach Boys, Elvis Costello, Todd Rundgren, The Jam e Nick Lowe, e autores como Jack Kerouac.

Em 1981 a banda lançou seu primeiro EP, homônimo, através de sua recém aberta própria gravadora, Epitaph Records, que era gerenciada por Gurewitz. 

No ano seguinte a banda lançou o primeiro álbum, How Could Hell Be Any Worse?. Durante sua gravação Jay Ziskrout deixou a banda, tendo sido substituído por Peter Finestone.

Foi lançado em 1983 o álbum Into the Unknown, um álbum de rock progressivo bastante impopular entre os fãs mais assíduos e que está, atualmente, fora de circulação. No ano seguinte, Greg Hetson do Circle Jerks, que já havia tocado um solo de guitarra em "Part III" de How Could Hell Be Any Worse?, entrou na banda para substituir Gurewitz, que estava em reabilitação por problemas com drogas. A banda voltou ao seu estilo do primeiro disco,lançando um EP titulado Back To The Know, o qual é considerado tão bom que músicas como Along The Way e Frogger são pedidas até hoje. Mas a banda encerrou suas atividades logo após.

Reunião (1986-1992)

A banda foi lentamente reformada, com Jay Bentley sendo chamado por Greg para voltar ao grupo. Após ter sido assegurado que a lista de faixas do primeiro concerto de volta consistiria na maioria das faixas de How Could Hell Be Any Worse?, ele aceitou voltar à banda para este concerto, mas acabou retornando como membro oficial. Gurewitz, agora reabilitado, também foi convencido a voltar à banda.

Lançaram então Suffer em 1988. Os álbuns No Control (1989) e Against the Grain (1990) aumentaram a popularidade da banda, seguidos de Generator (1992). Em 1991, antes das sessões de gravação de Generator, o baterista Pete Finestone deixou a banda para focar-se em sua outra banda, The Fishermen, que havia assinado contrato com uma grande gravadora, tendo sido substituído por Bobby Schayer.

Também em 1991 foi lançado o primeiro álbum de compilação, 80-85, uma repacotamento de How Could Hell Be Any Worse?, Bad Religion e Back to the Known, além das três contribuições da banda para o EP Public Service. Esse álbum está atualmente fora de circulação, tendo sido substituído pelo relançamento de How Could Hell Be Any Worse? de 2004, com a mesma lista de faixas.

Sucesso na Mídia (1993-1995)

Com o sucesso do rock alternativo e do grunge na grande mídia, a banda deixou a Epitaph Records para assinar contrato com a Atlantic Records, re-lançando então seu sétimo álbum de estúdio, Recipe for Hate (1993), agora em uma grande gravadora. O álbum foi seguido de Stranger than Fiction (álbum) (1994), e Gurewitz deixou a banda novamente logo após seu lançamento. Ele citou oficialmente o a quantidade de tempo gasta nos escritórios da Epitaph pelo fato da banda The Offspring ter se tornado uma das maiores bandas de em meados da década de 1990. Entretanto, tanto Gurewitz quanto vários outros fãs acusaram a banda de "vendida" por ter deixado a Epitaph para buscar maior retorno financeiro.

Gurewitz foi substituído como guitarrista por Brian Baker, ex-membro de bandas como Minor Threat e Dag Nasty. Com a saída de Gurewitz, Greg tornou-se o principal compositor da banda. Em 4 de março de 1998, "Stranger than Fiction" tornou-se recebeu a primeira certificação da RIAA para a banda, o ouro, com mais de meio milhão de cópias vendidas nos Estados Unidos.

Período pós Gurewitz (1996-2001)

A banda continuou sem Brett Gurewitz e lançou mais álbuns pela Atlantic Records. The Gray Race (1996), produzido pelo ex-líder do Cars, Ric Ocasek, tornou-se um sucesso razoável, apesar da desaprovação dos fãs em relação à ausência de Gurewitz. O álbum lançou o hit "A Walk", assim como o lançamento para a Europa de "Punk Rock Song" (cantada tanto em inglês quanto em alemão). A popularidade de The Gray Race proporcionou à banda a construção de uma nova legião de fãs.

Seu próximo álbum, No Substance (1998), não foi bem recebido pela crítica e pelos fãs. O álbum conta com o convidado the Campino, vocalista do Die Toten Hosen, na faixa "Raise Your Voice". Apesar do desapontamento, no mesmo ano a banda liderou o "Vans Warped Tour", dividindo palco com bandas como NOFX, Rancid e Deftones.

Para o álbum The New America (2000), a produção foi feita por Todd Rundgren, uma das primeiras inspirações de Graffin. Na mesma época, Bobby Schayer deixou a banda com problemas no ombro, tendo sido substituído por Brooks Wackerman (Suicidal Tendencies). Com a queda da popularidade, o Bad Religion saiu da Atlantic Records em 2001 para retornar à Epitaph Records.

Volta de Gurewitz (2002-Atualmente)

Brett Gurewitz voltou ao grupo em tempo para gravar The Process of Belief (2002). O próximo álbum, The Empire Strikes First, foi lançado em junho de 2004. os dois álbuns são considerados um retorno às origens da banda, em oposição ao seu período na Atlantic.

A banda relançou versões remasterizadas digitalmente de vários de seus álbuns, incluindo How Could Hell Be Any Worse?, Suffer, No Control, Against the Grain e Generator. O relançamento de How Could Hell Be Any Worse?, apesar do nome igual ao primeiro álbum, contém o mesmo material da compilação 80-85, incluindo o primeiro EP, Public Service.

Em 7 de março de 2006 foi lançado o DVD ao vivo Live at the Palladium, contendo um concerto realizado no final de 2004 no Hollywood Palladium, entrevistas, vídeos musicais e uma galeria de fotos.

Abril de 2007 marca o retorno da banda à América do Sul. Foram cinco concertos em três países (Chile, Argentina e Brasil). Em terras brasileiras foram três concertos, nas cidades de Curitiba (13 de março), São Paulo (14 de março) e Rio de Janeiro (15 de março).

Em 10 de março de 2007 a banda lançou pela Epitaph Records o álbum, New Maps of Hell.

A banda já lançou seu mais novo álbum The Dissent Of Man no dia 28 de setembro de 2010 que teve uma grande aprovação pelos fãs. Fonte: Wikipédia. Texto: Udo Rempel. (urempel@fas.curitiba.pr.gov.br)

Integrantes.

Atuais.

Greg Graffin (Vocais)
Brooks Wackerman (Bateria)
Greg Hetson (Guitarra)
Jay Bentley (Baixo)
Brett Gurewitz (Guitarra)

Ex-Integrantes.

João Alberto (Bateria)
Pete Finestone (Bateria)
Sorte Lehrer (Bateria)
Brian Baker (Guitarra)
Davy Goldman (Bateria)
Bobby Schayer (Bateria)
Paul Dedona (Baixo)
Tim Gallegos (Baixo)
Jay Ziskrout (Bateria)

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

Como Baixar.

Álbuns.

How Could Hell Be Any Worse? (1982)
01. We're Only Gonna Die
02. Latch Key Kids
03. Part III
04. Faith In God
05. Fuck Armageddon... This Is Hell
06. Pity
07. In The Night
08. Damned To Be Free
09. White Trash (Second Generation)

10. American Dream
11. Eat Your Dog
12. Voice Of God Is Government
13. Oligarchy
14. Doing Time
15. Bad Religion
16. Politics
17. Sensory Overload
18. Slaves
19. Drastic Actions
20. World War III
21. Yesterday
22. Frogger
23. Bad Religion
24. Along The Way
25. New Leaf
26. Bad Religion
27. Slaves
28. Drastic Actions

Into the Unknown (1983)
01. It’s Only Over When…
02. Chasing the Wild Goose
03. Billy Gnosis
04. Time and Disregard
05. The Dichotomy
06. Million Days
07. Losing Generation
08. …You Give Up

Suffler (1988)
01. You Are (The Government)
02. 1000 More Fools
03. How Much Is Enough
04. When
05. Give You Nothing
06. Land Of Competition
07. Forbidden Beat
08. Best For You
09. Suffer
10. Delirium Of Disorder
11. Part II (The Numbers Game) 

12. What Can You Do
13. Do What You Want
14. Part IV (The Index Fossil) 

15. Pessimistic Lines

No Control (1989)
01. Change of Ideas
02. Big Bang
03. No Control
04. Sometimes I Feel Like
05. Automatic Man
06. I Want To Conquer The World
07. Sanity
08. Henchman
09. It Must Look Pretty Appealing
10. You
11. Progress
12. I Want Something More
13. Anxiety
14. Billy
15. The World Won´t Stop

Against the Grain (1990)
01. Modern Man
02. Turn On The Light
03. Get Off
04. Blenderhead
05. Positive Aspect Of Negative Thinking
06. Anesthesia
07. Flat Earth Society
08. Faith Alone
09. Entropy
10. Against The Grain
11. Operation Rescue
12. God Song
13. 21st Century (Digital Boy) 

14. Misery And Famine
15. Unacceptable
16. Quality Or Quantity
17. Walk Away

Generator (1992)
01. Generator
02. Too Much to Ask
03. No Direction
04. Tomorrow
05. Two Babies in the Dark
06. Heaven Is Falling
07. Atomic Garden
08. The Answer
09. Fertile Crescent
10. Chimaera
11. Only Entertainment

Recipe for Hate (1993)
01. Recipe for Hate
02. Kerosene
03. American Jesus
04. Portrait Of Authority
05. Man With A Mission
06. All Good Soldiers
07. Watch It Die
08. Struck A Nerve
09. My Poor Friend Me
10. Lookin' In
11. Don't Pray On Me
12. Modern Day Catastrophists
13. Skyscraper
14. Stealth

Stranger Than Fiction (1994)
01. Incomplete
02. Leave Mine To Me
03. Stranger Than Fiction
04. Tiny Voices
05. The Handshake
06. Better Off Dead
07. Infected
08. Television
09. Individual
10. Hooray For Me
11. Slumber
12. Marked
13. Inner Logic
14. What It Is
15. 21st Century (Digital Boy) 

16. News From The Front
17. Markovian Process

The Gray Race (1996)
01. The Gray Race
02. Them And Us
03. A Walk
04. Parallel
05. Punk Rock Song
06. Empty Causes
07. Nobody Listens
08. Pity The Dead
09. Spirit Shine
10. The Streets of America
11. Ten in 2010
12. Victory
13. Drunk Sincerity
14. Come Join Us
15. Cease

No Substance (1998)
01. Hear It
02. Shades Of Truth
03. All Fantastic Images
04. The Biggest Killer In American History
05. No Substance
06. Raise Your Voice
07. Sowing The Seeds Of Utopia
08. The Hippy Killers
09. The State Of The End Of The Millenium Address
10. The Voracious March Of Godliness
11. Mediocre Minds
12. Victims Of The Revolution
13. Strange Denial
14. At The Mercy Of Imbeciles
15. The Same Person
16. In So Many

The New America (2000)
01. You've Got A Chance
02. It's A Long Way To The Promise Land
03. A World Without Melody
04. New America
05. 1000 Memories
06. A Streetkid Named Desire
07. Whisper In Time
08. Believe It
09. I Love My Computer
10. The Hopeless Housewife
11. There Will Be A Way
12. Let It Burn
13. Don't Sell Me Short

The Process of Belief (2002)
01. Supersonic
02. Prove It
03. Can’t Stop It
04. Broken
05. Destined For Nothing
06. Materialist
07. Kyoto Now!
08. Sorrow
09. Epiphany
10. Evangeline
11. The Defense
12. The Lie
13. You Don’t Belong
14. Bored And Extremely Dangerous

The Empire Strikes First (2004)
01. Overture
02. Sinister Rouge
03. Social Suicide
04. Atheist Peace
05. All There Is
06. Los Angeles Is Burning
07. Let Them Eat War
08. God's Love
09. To Another Abyss
10. The Quickening
11. The Empire Strikes First
12. Beyond Electric Dreams
13. Boot Stamping On A Human Face Forever
14. Live Again (The Fall Of Man)

New Maps of Hell (2007)
01. 52 Seconds
02. Heroes & Martyrs
03. Germs Of Perfection
04. New Dark Ages
05. Requiem For Dissent
06. Before You Die
07. Honest Goodbye
08. Dearly Beloved
09. Grains Of Wrath
10. Murder
11. Scrutiny
12. Prodigal Son
13. The Grand Delusion
14. Lost Pilgrim
15. Submission Complete
16. Fields Of Mars
17. Won´t Somebody (Acoustic Version) 

18. Adam´s Atoms (Acoustic Version) 
19. Sorrow (Acoustic Version) 
20. God Song (Acoustic Version) 
21. Dearly Beloved (Acoustic Version) 
22. Chronophobia (Acoustic Version) 
23. Skyscraper (Acoustic Version)

The Dissent of Man (2010)
01. The Day That the Earth Stalled
02. Only Rain
03. The Resist Stance
04. Won’t Somebody
05. The Devil in Stitches
06. Pride and the Pallor
07. Wrong Way Kids
08. Meeting of the Minds
09. Someone to Believe
10. Avalon
11. Cyanide
12. Turn Your Back On Me
13. Ad Hominem
14. Where The Fun Is
15. I Won’t Say Anything

Link.

True North (2013)
 
01. True North
02. Past Is Dead
03. Robin Hood In Reverse
04. Land Of Endless Greed
05. Fuck You
06. Dharma And The Bomb
07. Hello Cruel World
08. Vanity
09. In Their Hearts Is Right
10. Crisis Time
11. Dept. Of False Hope
12. Nothing To Dismay
13. Popular Consensus
14. My Head Is Full Of Ghosts
15. The Island
16. Changing Tide
 

Link.

Christmas Songs (2013)
 
01. Hark!The Herald Angels Sing
02. O Come All Ye Faithful
03. O Come, O Come Emmanuel
04. White Christmas
05. Little Drummer Boy
06. God Rest Ye Merry Gentlemen
07. What Child Is This
08. Angels We Have Heard On High
09. American Jesus (Andy Wallace Mix)


Link.

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

19 comentários :

  1. Estava procurando!

    Muito Obrigado

    ResponderExcluir
  2. Valeu, Cara!!!! Estav atrás há tempos!!!!

    ResponderExcluir
  3. Nunca ouvi punk assim não. Num parece nem a pau. Mas vou baixar alguns ai, conhecer o bagúi. Certamente é rico em criatividade.

    ResponderExcluir
  4. A melhor banda do mundo. Parabéns pelo post.

    ResponderExcluir
  5. ´´How Could Be Any Worse?`` é o clássico dos clássicos. Só pra quem curte Rock aNd RoLL!!!!!!!!!!!!!\..\

    ResponderExcluir
  6. Cara... em vários lugares que eu passo, eu nunca deixo comentário. Mas dessa vez me senti meio que obrigado, MUITO FODA

    ResponderExcluir
  7. BAD RELIGION!!!

    ResponderExcluir
  8. MARCELO SILVEIRA14/08/12 13:22

    Cara isso é Punk mesmo?Bom não importa o que realmente importa é que gostei da banda.Conhecia só de nome não tinha escutado,são bons!

    ResponderExcluir
  9. Marcelo,
    BR não é Punk, BR é PUNK !!
    Leia sobre a banda e receberá informações úteis sobre como se faz um verdadeiro punk rock..

    ResponderExcluir
  10. Parabéns pelo trabalho Alex...

    ResponderExcluir
  11. Muito Bom!
    peguei alguns que me faltavam...

    ResponderExcluir
  12. Mais foda do que muita banda que se diz Punk por ai mais foda do que muita banda clássica com guitarristas virtuosos e cheios de pose.
    BR é foda letras com conteúdo.

    ResponderExcluir
  13. Bad Religion é A banda. E esse aqui é O blog. Ambos são D+

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.