Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

20 de agosto de 2011

Blood, Sweat & Tears - Discografia.

Blood, Sweat & Tears foi uma banda norte-americana de rock and roll formada em Nova Iorque em 1967 por Al Kooper, Jim Fielder, Fred Lipsiues, Randy Brecker, Jerry Weiss, Dick Halligan, Steve Katz e Bobby Colomby. 

O vocalista da segunda formação, defendeu uma música em um dos Festivais Internacional da Canção no Rio de Janeiro. Seu nome é David Clayton Thomas. Suas músicas mais tocadas aqui foram: "You've made me so very happy", "More and more" e "Spinning wheel". 

A banda que fundiu o jazz com o rock ou pop em algo híbrido que veio a ficar conhecido como "jazz-rock". Eles estavam entre os primeiros do gênero, conhecido como "jazz fusion", ou simplesmente "fusion" (que tendendo para visões virtousísticas de experimentação eletrônica e uma música anormal), o som do Blood, Sweat & Tears era uma mistura de variados estilos do rock, pop e R&B/soul music como "big band" ou "jazz combo".

Era Al Kooper.

Kooper, Jim Fielder, Fred Lipsius, Randy Brecker, Jerry Weis, Dick Halligan, Steve Katz e Bobby Colomby fizeram parte da formação original da banda, que foi oportunamente nomeada por Kooper depois de ter visto o álbum de 1963 de Johnny Cash com o mesmo nome. Kooper era o líder da banda, tendo insistido nesta posição baseado em suas experiências com o "The Blues Project", sua banda anterior, que também contava com Steve Katz. 

O grupo fez sua estréia no Cafe Au Go Go em Nova Iorque em 1967, abrindo para o "Moby Grape"; a banda era um sucesso de audiência, que gostava da inovadora fusão do jazz com o rock psicodélico e o pop. Após assinar contrato com a Columbia Records, o grupo lançou um dos álbuns mais aclamados pela crítica dos anos 60, Child Is Father to the Man. Sem nenhum single de orientação pop, as vendas do álbum foram lentas. Enquanto as vendas iam lentamente crescendo, conflitos de personalidade começaram na banda.

Colomby e Katz queriam que Kooper assumisse os órgão exclusivamente e desse lugar a um vocalista. Com o álbum de estréia, lentamente adquirindo realizações, Kooper deixou o grupo para se transformar em um produtor da Columbia. Randy Brecker e Jerry Weiss também saíram, se juntando a "Horace Silver's Band", respectivamente.

Era David Clayton -Thomas.

Colomby e Katz começaram a recrutar vocalistas, considerando o estilo inconfundível de Stephen Stills e Laura Nyro antes de selecionarem David Clayton-Thomas, vocalista canadense. Reportadamente, a cantora folk Judy Collins viu-o cantar em um clube de Nova Iorque e ficou tão comovido com a performance do cantor canadense que contou sobre ele aos amigos Bobby Colomby e Steve Katz (sabendo que eles estavam procurando por um novo vocalista para estar a frente da banda). Com Collins, foram assistir ao cantor e ficaram impressionados com aquele que era Clayton-Thomas, que foi convidado para ser o vocalista principal do reconstruído Blood, Sweat & Tears. Chuck Winfield, Lew Soloff and Jerry Hyman juntaram-se banda logo depois fazendo com que a banda possuísse, naquele momento, um total de 9 membros.

Blood, Sweat & Tears, o homônimo e segundo álbum, foi produzido por James William Guercio e foi lançado em 1969. O álbum era muito mais orientado para o pop, fazendo decididamente com que as composições passassem a ser assim. Este álbum rapidamente foi para o topo das paradas e ganhou um Grammy de álbum do ano. Foram três singles de sucesso: um cover de Brenda Holloway's ("You've Made Me So Very Happy"), uma canção de Clayton-Thomas ("Spinning Wheel"), e uma versão de "And When I Die" de Laura Nyro.

Por conta da presença obstáculos e a falta de Kooper, o Blood, Sweat & Tears teve problemas segurando-se para com qualquer sorte na contra-cultura hippie durante o tempo que esta era muito importante. A banda saiu em turnê com ajuda do Departamento de Estado de Cultura dos Estados Unidos pelo leste europeu. Qualquer associação voluntária com o governo era extremamente não-popular naquele momento, e a banda foi ridicularizada por isto.

Depois de retornar ao EUA, o grupo lançou Blood, Sweat & Tears 3, tendo um sucesso popular, com o singles "Hi-De-Ho", um cover de Carole King, e "Lucretia Devil", outra composição de Clayton-Thomas, esta última teve uma má repercussão da crítica. Enquanto o álbum ia se tornando um fracasso, a banda se atentava a recriar o sucesso do disco anterior, dedicando-se quase que exclusivamente (novamente) a material cover, às vezes tendo resultados desastrosos, e vários jornalistas também sentiram a necessidade de massacrar a banda pela turnê armada pelo Departamento de Estado. Com todos os problemas, houve a decisão de tocar no Caesar's Palace em Las Vegas, um notório lugar numa cidade não "hippiezada". Em 1970, a banda providenciou a trilha sonora do filme de comédia The Owl and the Pussycat. 

Seguindo todos os rumores, o grupo convidou o compositor de jazz Dan Heckman como seu produtor com Dave Bargeron no lugar de Jerry Hyman, gravando material que gostaria que fosse o Blood, Sweat & Tears 4. Pela primeira vez desde Child Is Father to the Man, quase todo o material foi escrito pelo grupo, e incluíram também um cover de "Holy John" de Al Kooper.

O álbum ficou entre os TOP 10 e ganhou disco de ouro, marcando o fim dos tempos comerciais da banda.

Mudanças de Formação Adicionais.

Dificuldades de personalidade dividiu o grupo nas facções do jazz e do rock, com Clayton-Thomas no meio; ele escolheu sair do grupo para seguir carreira solo. Ele foi substituído por Bobby Doyle, então Jerry Fisher. Fred Lipsius também deixou a banda e foi substituído pela lenda do jazz Joe Henderson, antes de Lou Marini que ter sido selecionado para o grupo. Dick Halligan foi substituído por outra lenda do jazz, Larry Willis, enquanto o guitarrista sueco Georg Wadenius se juntou ao grupo como segundo guitarrista. Durante as mudanças, uma álbum coletânea foi lançado, que chegou ficou entre os TOP 20, ganhando disco de ouro. Este foi o último disco de ouro adquirido pela banda.

O novo grupo eventualmente lançou New Blood, que encontrou o grupo mais jazzístico do que em seus álbuns anteriores. O disco conseguiu estar entre os TOP 40 com o single "So Long Dixie", mas sofreu com vendas baixas. Steve Katz acabou com grupo seguindo o resultado do álbum. O próximos álbuns, No Sweat e Mirror Image, venderam pouco mais do que os anteriores. 

Mudanças continuaram, culminando no retorno de David Clayton-Thomas e o lançamento do álbum New City marcando a volta da banda. O álbum alcançou um bom resultado com o cover de "Got To Get You Into My Life", dos Beatles. Mas, mesmo assim, o álbum não vendeu muito bem. Eles lançaram um último álbum pela Columbia Records, o fraco em vendas More Than Ever, antes de realmente acabarem. O último membro original do grupo, Bobby Colomby, que tinha saído em 1976, retornou quando a banda assinou contrato com a ABC Records, mas trabalhou apenas como produtor executivo. O álbum Brand New Day ficou completamente fora das listas. E seguiu-se uma desastrosa turnê pela Europa em 1978. Finalmente, o grupo de desfez.

Reformação.

Porém, David Clayton-Thomas decidiu remontar o grupo em 1980 com uma banda de músicos canadenses. Eles assinaram contrato com a Avenue Records, que é subsidiária da LAX, e com o lendário produtor Jerry Goldstein, e gravaram o álbum Nuclear Blues. Tirando o título, o álbum foi a última tentativa de remontar o grupo, mostrando um grupo que adotando o funk. O disco foi um completo fracasso comercial, e considerado por muitos fãs como o álbum que jamais deveria ter sido lançado. Seguiu-se uma rápida turnê e a banda voltou a dissipar-se. 

Clayton-Thomas tentou recomeçar sua carreira solo depois do disco, desde ele não conseguir o direito do nome do Blood, Sweat & Tears, mas durante alguns meses na estrada, ele quis encontrar os promotores e conseguiu junto a Bobby Colomby o direito de usar o nome durante suas turnês. Por quase 20 anos depois, ele viaja desta maneira. Em 2004, Clayton-Thomas anunciou suas intenções de seguir sua carreira solo novamente, e assumiu que o grupo estava acabado.

Atualmente.

Foi descoberto em 2005, porém, que Colomby tem dado a licenciado os direitos do grupo a Chuck Negron, o vocalista formador do Three Dog Night que está excursionado sob o nome Blood, Sweat & Tears Featuring Chuck Negron. Todos os álbuns, exceto Brand New Day, estão disponíveis em CD. Os primeiros quatro álbuns foram relançados pela Sony Records em ediçoes re-masterizadas (com algumas faixas bônus), exceto o terceiro disco, que foi relançado pela Mobile Fidelity. Os álbuns posteriores pela Columbia foram relançados pela Wounded Bird Records e a Rhino Records re-lançou Nuclear Blues. Texto: Wikipédia.

A banda teve várias formações e integrantes, no site Wikipédia em inglês consta todas elas.

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

Como Baixar.

Álbuns.

Child Is Father to the Man (1968)
01. Overture
02. I Love You More Than You'll Ever Know
03. Morning Glory
04. My Days Are Numbered
05. Without Her
06. Just One Smile
07. I Can't Quit Her
08. Meagan's Gypsy Eyes
09. Somethin' Goin' On
10. House In The Country The Modern Adventures Of Plato, Diogenes And Freud
11. The Modern Adventure of Plato
12. So Much Love/Underture
 


Link.

Blood, Sweat & Tears (1969)
01. Variations on a Theme by Erik Satie (First and Second Movements)
02. Smiling Phases Capaldi, Winwood, Wood
03. Sometimes in Winter Katz
04. More and More Juan, Vee
05. And When I Die Nyro
06. God Bless the Child Herzog, Holiday
07. Spinning Wheel Clayton-Thomas
08. You've Made Me So Very Happy Gordy, Holloway, Holloway ...
09. Blues, Pt. 2 Blood Sweat & Tears
10. Variations on a Theme by Erik Satie (First Movement) Satie
 


Link.

Blood, Sweat & Tears 3 (1970)
01. Hi-De-Ho
02. The Battle
03. Lucretia MacEvil
04. Lucretia's Reprise
05. Fire and Rain
06. Lonesome Suzie
07. Symphony for the Devil/Sympathy for the Devil
08. He's a Runner
09. Somethin' Comin' On
10. 40,000 Headmen


Link.

Blood, Sweat & Tears 4 (1971)
01. Go Down Gamblin'
02. Cowboys and Indians
03. John the Baptist (Holy John)

04. Redemption
05. Lisa, Listen to Me
06. Look to My Heart
07. High on a Mountain
08. Valentine's Day
09. Take Me in Your Arms (Rock Me a Little While)

10. For My Lady
11. Mama Gets High
12. Look to My Heart


Link.

New Blood (1972)
01. Down In The Flood
02. Touch Me
03. Alone
04. Velvet
05. I Can't Move No Mountains
06. Over The Hill
07. So Long Dixie
08. Snow Queen
09. Maiden Voyage
 


Link.

No Sweat (1973)
01. Roller Coaster
02. Save Our Ship
03. Django
04. Rosemary
05. Song For John
06. Almost Sorry
07. Back Up Against The Wall
08. Hip Pickles
09. My Old Lady
10. Empty Pages
11. Mary Miles
12. Inner Crisis


Link.

Mirror Image (1974)
01. Tell Me That I'm Wrong
02. Look Up To The Sky
03. Love Looks Good On You
04. Hold On To Me
05. Thinking Of You
06. Are You Satisfied
07. Mirror Image
A. Movement I-Maglomania
B. Movement II-Mirror Image
C. Movement III-South Mountain Shuffle
D. Movement IV-Rock Reprise

 08. She's Coming Home

Link.

New City (1975)
01. Ride Captain Ride
02. Life
03. No Show
04. I Was a Witness to War
05. One Room Country Shack
06. Applause
07. Yesterday's Music
08. Naked Man
09. Got to Get You Into My Life
10. Takin' It Home


Link.

More Than Ever (1976)
01. They
02. I Love You More Than Ever
03. Katy Bell
04. Sweet Sadie The Savior
05. Hollywood
06. You're The One
07. Heavy Blue
08. Saved by the Grace of Your Love


Link.

Brand New Day (1977)
01. Somebody I Trusted
02. Dreaming As One
03. Same Old Blues
04. Lady Put Out The Light
05. Womanizer
06. Blue Street
07. Gimme That Wine
08. Rock and Roll Queen
09. Don't Explain
Bonus Tracks.
10. I'll Drown In My Own Tears
11. Gimme That Wine
12. Trouble In Mind,Shake A Hand


Link.

Nuclear Blues (1980)
01. Agitato
02. Nuclear Blues
03. Manic Depression
04. I'll Drown In My Own Tears
05. Fantasy Stage
06. Suite: Spanish Wine
A. Introduction: La Cantina
B. Theme: Spanish Wine
C. Latin Fire
D. The Challenge
E. The Duel
F. Amor
G. Reprise: Spanish Wine 


Link.

Live And Improvised (1991)
01. Spinning Wheel
02. I Love You More Than You'll Ever Know
03. Lucretia MacEvil
04. And When I Die
05. One Room Country Shack
06. And When I Die
07. (I Can Recall) Spain
08. Hi-De-Ho 'That Old Sweet Roll'
09. Unit Seven
10. Life
11. Mean Ole World
12. Ride Captain Ride
13. You've Made Me So Very Happy
 


Link.

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

8 comentários :

  1. Parabens por essa otima postagem sobre essa incrivel banda de jazz fusion . Já fazia muito tempo que estava tentando procurar a discografia do Blood , Swea and Tears

    ResponderExcluir
  2. ABENÇOADOS SEJAM OS AMANTES DO ROCK N ROLL

    ResponderExcluir
  3. Luís Real27/10/12 20:30

    Obrigado por mais esta discografia. Só tinha uma compilação de "Greatest Hits". Baixar com o Zippy Share foi um prazer (rapidíssimo). Excelente trabalho, Alex.

    ResponderExcluir
  4. Grande banda... valeu, Alex!

    ResponderExcluir
  5. Depois se perguntam porquê a música contemporânea não chega nem perto do feeling do rock antigo - quanta harmonia nessa incrível banda, que bela sonoridade e ritmo; na verdade, é uma música sincera e graciosa.

    Alex, obrigado!

    ResponderExcluir
  6. Jayme da costa, Maceió, AL17/04/15 11:00

    A primeira vaz que escutei o BLOOD SWEET AND TEARS ainda era adolecente, não entendia aquele som! O tempo passa e com ele as mudanças... Tal Banda está no meu HALL da FAME... Muito agradecido MURO!

    ResponderExcluir
  7. magnifica coleccion: de una de mis bandas favoritas.. mil gracias por tu aporte!!!

    ResponderExcluir
  8. Tocou em Woodstock, edição de 1969. Grande banda!!! - Marcio Silva de Almeida/Joinville-SC

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.