Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

20 de setembro de 2011

Montrose, Ronnie Montrose & Gamma - Discografias.

Montrose foi uma banda da Hard Rock americana dos anos 70, liderada pelo experiente guitarrista "Ronnie Montrose", que já havia trabalhado como músico de estúdio para grandes nomes do Rock. Montrose foi formada em 1973, e contava com Bill Church (baixo), Denny Carmassi (Bateria) e, nada mais nada menos que Sammy Hagar (vocal). 

No final daquele ano, essa impecável banda lançou o LP homônimo que, se não atingiu altos postos nos charts americanos (não ficou entre os 100 primeiros, atingindo o 43º lugar na Inglaterra), influenciou bastante o rock da época. Pesado, lotado de riffs, e produzido por Ted Templeman (Van Halen, Doobie Bros., Aerosmith e Eric Clapton, entre outros) Montrose foi além do hard rock, tornando-se um protótipo do gênero que viria a ser chamado de heavy metal... 

Em 1975 Sammy Hagar saiu da banda e seguiu carreira solo e mais tarde em 1986 assumiu os vocais do Van Halen, quem assumiu os vocais do Montrose em 1975 foi Bob James. (Wikipédia) 

Biografia.

Ronnie Montrose nasceu em 29.11.47 em Denver, Colorado, e antes de montar sua própria banda - Montrose - trabalhou como músico de estúdio para grandes nomes do rock, no início dos anos 70. Nessa época, já residindo em San Francisco/CA, participou do disco Gandharva, de Beaver and Krause. Em seguida, passou um ano acompanhando Van Morrison, com quem gravou Tupelo Honey (71) e Saint Dominic's Preview (72). Depois de rápida passagem junto à banda de Boz Scaggs, Montrose integrou, durante um ano, o grupo de Edgar Winter, com quem gravou They Only Come Out At Night no final de 1972, como guitarrista solo. Com a vendagem platinada deste disco, Montrose foi convidado para ser o guitarrista líder do Mott The Hoople, mas preferiu montar sua banda. 

Montrose foi formada em 1973 com Bill Church no baixo (que tocara ao lado de Ronnie no grupo de Van Morrison), Denny Carmassi na bateria, e um jovem e promissor vocalista californiano: Sammy Hagar. No final daquele ano, essa impecável banda lançou o LP homônimo que, se não atingiu altos postos nos charts americanos (não ficou entre os 100 primeiros, atingindo o 43º lugar na Inglaterra), influenciou bastante o rock da época. Pesado, lotado de riffs, e produzido por Ted Templeman (Van Halen, Doobie Bros., Aerosmith e Eric Clapton, entre outros) Montrose foi além do hard rock, tornando-se um protótipo do gênero que viria a ser chamado de heavy metal. Seus destaques são "Space Station Nº 5", "Bad Motor Scooter", "Make It Last" e "Rock Candy", que até hoje é tocada nos shows de Sammy Hagar. Na esteira desse que viria a ser considerado um dos melhores "debuts" do rock, Montrose lançou, em 1974, o 2º LP: Paper Money. 

Paper Money já trazia as indefectíveis baladas de Sammy Hagar, mas uma insuperável cover dos Stones, "Connection". Apesar da capa horrível, o disco continha o mesmo power rock do 1º LP, destacando-se "I Got The Fire" (com um vigoroso solo de guitarra) e "Spaceage Sacrifice". A principal mudança neste disco, porém, foi a substituição de Bill Church por Alan Fitzgerald, que mais do que tocar baixo, adicionou o som dos sintetizadores ao estilo da banda. Depois da turnê de lançamento, Ronnie resolveu demitir Hagar, pelos tradicionais problemas de ego entre guitarrista-dono-da-banda e cantor-querendo-aparecer (alguém se lembrou de Jeff Beck x Rod Stewart?). Dizem as más (mas não necessariamente cínicas) línguas que Hagar tinha aspirações a ser também guitarrista solo, com o que não Ronnie não suportaria. De qualquer modo ambos são amigos até hoje - inclusive Ronnie participou do disco solo de Hagar de 1997 (Marching To Mars), com a formação original do Montrose, regravando "Rock Candy". Sammy Hagar virou vocalista do Van Halen (onde desenvolveu um estilo mais estridente do que fazia no Montrose), sendo substituído pelo desconhecido Bob James. 

Para o lançamento de Warner Bros. Presents Montrose!, em outubro de 1975, Ronnie recrutou o tecladista Jim Alcivar, para deixar Alan Fitzgerald somente no baixo. Alcivar mudou decisivamente o som da banda, tirando o peso característico. O resultado foi a presença cada vez mais reduzida do hard rock (como a boa "Black Train"), em função das baladas (como a ótima "All I Need"). Bob James não era mau vocalista, pelo contrário, mas sem dúvida a banda se ressentiu da saída de Sammy Hagar, que era bem mais carismático, na voz e no palco. Este 3º disco alcançou o 79º lugar na parada americana. 

No ano seguinte Montrose caprichou na capa, trocou Fitzgerald (que foi acompanhar Hagar) por Randy Jo Hobbs e lançou Jump On It, disco repleto de baladas açucaradas - algumas boas, como "Music Man", "Crazy For You" e "Merry-Go-Round". O som da banda já se mostrava totalmente desfigurado, e com o fracasso comercial (não ficou nem entre os 100 mais vendidos nas paradas americanas), Ronnie resolver desmanchar o grupo. 

Com um estúdio caseiro completo, e afeito a experimentações, Ronnie partiu para a carreira individual lançando um excelente LP em janeiro de 1978, Open Fire, bastante elogiado pela crítica. Totalmente instrumental, Open Fire contou com os teclados de Edgar Winter e marcou o início de uma nova era na carreira de Ronnie, que passou a flertar com experimentalismos eletrônicos e jazz fusion, chegando a dividir shows com Allan Holdsworth. Paralelamente, participou de álbuns de amigos, como Gary Wright (Dream Weaver) e Dan Hartman (Images). Entretanto, Open Fire não vendeu bem, e Ronnie decidiu montar nova banda de rock. 

Em 1979 Montrose recrutou Alcivar e Fitzgerald (que estava no Night Ranger), além de Skip Gillette na bateria e James Dewar para os vocais. Dewar, que não queria deixar a banda de Robin Trower, indicou Davey Pattison, que foi aprovado. No final daquele ano foi lançado o primeiro disco do GAMMA (GAMMA 1), recheado de bom hard rock, com sonoridade bem oitentista. Para o segundo LP do GAMMA (GAMMA 2), de 1980, voltou Carmassi, que estava no Heart, e Glenn Letsch substituiu Fitzgerald. Em março de 1982 sairia GAMMA3, com a subseqüente dissolução da banda e o ingresso de Pattison no grupo de Robin Trower. Registre-se que em 1998 foi editado um cd chamado GAMMA Concerts Classics, à revelia de Ronnie e totalmente repudiado por ele, onde até nomes de músicas saíram trocados. 

Ronnie voltou então a se dedicar aos experimentos sonoros em seu estúdio caseiro, lançando em 1986 o LP instrumental Territory. Como experimentalismos em geral não dão dinheiro pra ninguém - no máximo status - Ronnie chamou Glenn Letsch e, com James Kottak na bateria e Johnny Edwards nos vocais, ressuscitou o Montrose, lançando em 1987 o obscuro Mean. Pouco inspirado e mal distribuído pelo selo Enigma, Mean passou em brancas nuvens, levando nosso axeman a enveredar novamente por suas experiências pessoais. Edwards foi para o lugar de Lou Gramm no Foreigner e Kottak rumou para o Kingdom Come. 

De volta ao estúdio caseiro, Ronnie lançou 4 discos instrumentais seguidos, The Speed Of Sound (89), The Diva Station (90), Mutatis Mutandis (91) e Music From Here (94), todos com qualidade artística variável, destacando-se aí The Diva Station (principalmente nas faixas "Quid Pro Quo" e "Stay With Me Baby", cover dos Walker Bros.). Em 1995 iniciou uma parceria com o projeto Anti-M, de rock eletrônico, em cujos discos tocou em diversas faixas. Em 1996 finalizou a trilha sonora para o video game Mr. Bones, da SEGA, projeto exaustivo que lhe consumiu dois anos, mas que no final o deixou satisfeito. Mr. Bones conta as peripécias de um esqueleto que adora guitarras, e a trilha contém algumas faixas inclinadas para o blues. Vale a pena escutar. 

Em 1998 Ronnie tocou ao vivo com o guitarrista Marc Bonilla - com quem já havia gravado no início dos anos 90 - dividindo o palco com Glenn Hugues e Keith Emerson. Individualmente lançou um disco ao vivo (Roll Over And Play Live!) e outro de estúdio, acústico e instrumental, chamado Bearings, ambos em 1999. 

Para felicidade de seus fãs mais renitentes, Ronnie reuniu uma vez mais o GAMMA e lançou, em 2001, GAMMA4, com a formação original, mais Edward Roth nos teclados. Agora, boatos dão conta de que nosso guitar hero está planejando nova aparição do Montrose. Pode ser, afinal, os tempos mudam, os cabelos de Ronnie já se foram, a guitarra mudou de Les Paul para Fender Strat, mas a veia rock'n'roll é sempre a mesma. Texto: Paulo Haroldo (Whiplash) 

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro


Álbuns.

Montrose.

Montrose (1973)
01. Rock the Nation
02. Bad Motor Scooter
03. Space Station
04. I Don't Want It
05. Good Rockin' Tonight (Roy Brown cover) 
06. Rock Candy
07. One Thing on My Mind
08. Make It Last 


Paper Money (1974)
01. Underground
02. Connection
03. The Dreamer
04. Starliner
05. I Got the Fire
06. Spaceage Sacrifice
07. We're Going Home
08. Paper Money 


Rockin' The Plant (Bootleg 1974)
01. I Got The Fire
02. Rock Candy
03. Bad Motor Scooter
04. Space Age Sacrifice
05. This Beautiful Martin
06. Roll Over Beethoven
07. Trouble
08. Space Station No. 5 


Link.

Warner Bros Presents Montrose (1975)
01. Matriarch
02. All I Need
03. Twenty Flight Rock
04. Whaler
05. Dancin Feet
06. O Lucky Man
07. One and a Half
08. Clown Woman
09. Black Train 


Jump on It (1976)
01. Let's Go
02. What Are You Waitin' for ?
03. Tuft-Sedge
04. Music Man
05. Jump on It
06. Rich Man
07. Crazy for You
08. Marry-Go-Round 


Link.

Mean (1987)
01. Don't Damage The Rock
02. Game of Love
03. Pass it on
04. Hard Headed Woman
05. M For Machine
06. Ready Willing And Able
07. Man of The Hour
08. Flesh And Blood
09. Stand 


Ronnie Montrose.

Open Fire (1978)
01. Openers
02. Open Fire
03. Mandolinia
04. Town Without Pity
05. Leo Rising
06. Rocky Road
07. My Little Mystery
08. No Beginning / No End 


Territory (1986)
01. Catscan
02. I'm Gonna Be Strong
03. Love You to
04. Odd Man Out
05. I Spy
06. Territory
07. Synesthesia
08. Pentagon
09. Women of Ireland 


The Speed of Sound (1988)
01. Mach 1
02. Black Box
03. Hyper-Thrust
04. Monolith
05. Zero G
06. Telstar
07. Sidewinder
08. Windshear
09. VTOL
10. Outer Marker Inbound 


The Diva Station (1990)
01. Sorcerer
02. The Diva Station
03. Weirding Way
04. New Kid in Town
05. Choke Canyon
06. Little Demons
07. Stay with Me
08. Quid Pro Quo
09. High and Dry
10. Solitaire 


Mutatis Mutandis (1991)
01. Mutatis Mutandis
02. Right Saddle Wrong Horse
03. Heavy Agenda
04. Greed Kills
05. Mercury
06. Zero Tolerance
07. Velox
08. Company Policy
09. Nomad
10. Tonga 


Music from Here (1994)
01. Mr. Walker
02. Primary Function
03. Largemouth
04. Road to Reason
05. Life After Life
06. Fear Not Indigo Spheres
07. Braindance
08. Specialist
09. Walk Softly
10. Wish in One Hand 


Mr. Bones (1996)
01. Manifesto
02. Bones Is Bones
03. Who's Out There?
04. Don't Think Play
05. The Village
06. In This World
07. The First Thing
08. Dry Moat
09. The Valley
10. By the Way
11. Red to Blue
12. Shadow Monster
13. Mausoleum
14. Icy Lake
15. The Last Word 


Link.

Roll Over and Play Live! (1999)
01. Feet First
02. Primary Function
03. Indigo Spheres
04. Cold Film
05. Seven Men Riding
06. Jungle Boy
07. Large Mouth
08. Greenthing
09. Sidewinder
10. Wish In One Hand 


Link.

Bearings (1999)
01. All Aboard
02. Breathe Deep
03. Solid Ground
04. The Map Is Not The Road
05. Morning
06. The Whole Truth
07. Lunarization
08. Forever Is Now
09. Three Wishes
10. She's Watching
11. This Is Only A Test
12. Line Of Reason
13. Lighthouse
14. Soul Repair 


Gamma.

Gamma 1 (1979)
01 Thunder and Lightning
02 I'm Alive
03 Razor King
04 No Tears
05 Solar Heat
06 Ready for Action
07 Wish I Was
08 Fight to the Finish 


Gamma 2 (1980)
01. Mean Streak
02. Four Horsemen
03. Dirty City
04. Voyager
05. Something in the Air
06. Cat on a Leash
07. Skin and Bone
08. Mayday 


Gamma 3 (1982)
01. What's Gone Is Gone
02. Right the First Time
03. Moving Violation
04. Mobile Devotion
05. Stranger
06. Condition Yellow
07. Modern Girl
08. No Way Out
09. Third Degree 


Concert Classics (1998)
01. Ready For Action
02. Thunder And Lighting
03. Razor King
04. Wish I Was
05. I Got The Fire
06. Open Fire
07. Fight To The Finish
08. I'm Alive
09. (So You Wanna Be A) Rock & Roll Star
10. No Tears 


Gamma 4 (2005)
01. Darkness to Light
02. Love Will Find You
03. Resurrection Shuffle
04. Oh No You Don't!
05. Bad Reputation
06. Last Man On Earth
07. Only One
08. Out of These Hands
09. Prayers
10. TheLow Road Home 


Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

15 comentários :

  1. meu tu ligado direto com o Deus rock´n´roll!parabens pelo bom gosto!

    ResponderExcluir
  2. ALEX,parabens pela pesquisa! HELLCIO

    ResponderExcluir
  3. Agora sim foi feita justiça,esses albuns com o gamma,foram pirações experimentais do montrose,mas o cara é demais,vale a pena curtir!
    abraços

    ResponderExcluir
  4. Esse pra mim foi o maior achado do muro, dentre tantos outros.

    Parabéns Alex, seu trabalho é simplesmente demais!

    ResponderExcluir
  5. me matei pra acha a gamma2 nao tinha visto que tinha aqui no muro valeu alex

    ResponderExcluir
  6. Massa, bróder, tanto o Montrose como o Gamma. Valeu.

    ResponderExcluir
  7. Quero parabenizar o blog, pelo resgado de grandes nomes da decada de 70.
    Sou um aficcionado alem de colecionador de lps.
    Mais enquanto to a procura de muitas bandas em lp, eu baixo do blog pra ir ouvindo.
    Mais uma vez, meus parabéns pore ssa enciclopédia

    ResponderExcluir
  8. Em primeiro lugar, quero agradecer a vc alex, muito obrigado pelo Blog, conheci faz alguns dias atraves de um amigo que me passou os dados, eu já conhecia o trabalho do Montrose mas não o do Gamma, simplesmente sensacional.
    De novo, muito obrigado.

    Abraço, Márcio

    ResponderExcluir
  9. MARCELO SILVEIRA13/08/12 15:20

    Baixando com urgência,Ronnie Montrose é demais vale a pena mesmo.Só no Muro mesmo,isso aqui é o paraíso do rock'n'roll!

    ResponderExcluir
  10. - Pena que este guitarrista nos deixou este ano,mas esta discografia mantera sua prezensa sempre viva. (Ronnie Montrose R.I.P.).Rock n Roll Forever.

    ResponderExcluir
  11. Gracias por compartir este excelente material
    abrazo!!!

    ResponderExcluir
  12. Existe ademas un bootleg en vivo de Tony Williams, Ronnie Montrose, Cipollina, Brian Auger y Billy Cobham llamado "Battlenight" (1979, Tokio) que es excelente y el audio de la grabacion es limpia y clara, como si fuera grabada en nuestros dias. Destaca Open Fire que luego es incluida en el album The Joy Of Flying (1979) de Tony Williams. Saludos, muy bueno tu blog, uno de los pocos que ofrecen tantas discografias juntas!

    ResponderExcluir
  13. Marimbondo15/09/13 20:02

    Acabei de baixar e já estou ouvindo. Muito bom mesmo o som.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  14. Parabéns, este blog é fantástico, uma referência para a democratização de cultura musical.

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.