Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

22 de setembro de 2011

Sammy Hagar, The Waboritas & Chickenfoot - Discografias.


 

Sammy Hagar. 

Samuel Roy Hagar (13 de outubro de 1947, Monterey, Califórnia) é um compositor, vocalista e guitarrista de rock dos Estados Unidos conhecido por ter sido integrante das bandas Van Halen e Montrose.

História.

Nascido em 13 de outubro de 1947, em Monterey, Califórnia, filho de um pugilista; casado com Betsy em 1969, divorciado em 1992; casado Kari, 29 de novembro de 1995; filhos: Aaron, Andrew, e Kama. Endereço: MCA Records, 70 Universal City Plaza, Universal City, CA 91608.

Intransigente e determinado, o cantor Sammy Hagar tem seguido seus próprios impulsos criativos em todos os seu mais de 34 anos de carreira, apesar das críticas a seu respeito. Ele começou como o frontman de uma banda chamada Montrose, que curiosamente ganhou reconhecimento somente após o seu desaparecimento, se tornando uma banda “cult”. Depois de ser despedido da banda, Sammy Hagar após anos de carreira solo ficou conhecido como o "Red Rocker". Em 1985, ele aderiu a já bem sucedida banda de rock Van Halen. Depois, em 1996, quando ele foi mais uma vez “tirado” da banda, Sammy Hagar rapidamente ressuscita o sucesso de sua carreira solo.

Sammy Hagar nasceu em 13 de outubro de 1947, em Monterey, Califórnia, o caçula de quatro filhos. Seu pai era um pugilista, campeão de boxe do ano em que ele nasceu. HAGAR passou a maior parte de sua infância em Fontana, Califórnia, a leste de Los Angeles. Seu pai lhe inspira a prosseguir a sua própria carreira de boxe quando era um adolescente, e ele continuou a manter grande parte de seu treinamento físico durante muitos anos depois. Com 18 anos, ele aprendeu a tocar guitarra, e começou sua longa carreira na música.
HAGAR realizava shows em boates, em San Bernardino, na Califórnia, antes de ir para São Francisco, no início dos anos 70. Ele descobriu que um guitarrista, Ronnie Montrose, queria formar sua própria banda, e HAGAR se ofereceu para entrar para a banda, o Montrose, no Verão de 1973. Antes do final do ano, Montrose, HAGAR, baixista e baterista lançava o disco auto-intitulado de estréia pela Warner Bros Records. O LP incluía excelentes faixas como "Rock Candy" e "Bad Motor Scooter", o qual foi executado em estações de rádio décadas mais tarde.

No ano seguinte, a banda Montrose lança “Paper Money”, começaram a ganhar notoriedade. "Como um quarteto de alta energia, Montrose acertou naquilo onde outros falharam, devido à acessibilidade dos seus materiais", escreveu Barry Taylor na Billboard.

Mais tarde naquele ano, o guitarrista, e dono da banda Montrose, dispensa HAGAR do grupo [pois havia uma enorme disputa na banda entre Hagar e Ronnie], pois a direção musical e os seus egos colidiram. "Eu estava criativamente limitado nessa banda", disse Hagar, para Evan Hosie da revista Rolling Stone, "mas o Montrose me influenciou muito."

Depois, tanto Church quanto Carmassi (Baixista e Bateristas do Montrose respectivamente) saíram do Montrose para se juntar a Sammy em sua carreira solo. Em 1976, lança seu primeiro álbum solo chamado “Nine on the Ten Scale” pela Capitol Records, no qual ganhou notoriedade pelas Faixa “Keepin’ on a Rock”, e os covers de Van Morrison e Donovan, respectivamente “Flamingos Fly” e “Young Girl Blues”. Logo em seguida lançou outro álbum, “Sammy Hagar” - também conhecido como "The Red Album" - em janeiro do ano seguinte, que incluiu as canções "Red", "Crusin '& Boozin'," e "Rock N 'Roll Weekend ". Depois, em outubro de 1977, seu próximo lançamento, “Musical Chairs”, chega nas lojas.

Desde o início de sua carreira, HAGAR sacudiu o interesse de uma ampla variedade de audiências. Ele recebeu algumas críticas por sua acessibilidade, enquanto outros condenou-o por ser demasiadamente pesado e barulhento. Evan Hosie escreveu na Rolling Stone, "É difícil conciliar tal encantamento, articular com cidadãos, que casualmente fala de vida após a morte e de seu amor de ficção científica, com o cara gritando para dementes na multidão." Sua música muitas vezes refletia a sua crença na vida em outros planetas, assim como o seu interesse em outros assuntos místicos.

No início de sua carreira, HAGAR fazia turnê com populares bandas de rock como Kiss e Boston. Em 1978, ele ganhou o Prêmio de "Músico do Ano" em San Francisco, Califórnia, acrescentando à sua popularidade. Nessa Altura, a sua banda tinha Bill Church, e o guitarrista Gary Pihl, tecladista Alan Fitzgerald, e o baterista Chuck Ruff. "Pode-se realmente sentir o calor e o relacionamento que teve com a platéia, especialmente quando ele pulou fora do estádio para a torcida", escreveu John Deegan de HAGAR na Billboard.

"Eu sou o tipo de músico que toca tudo ao vivo," disse HAGAR a Jack McDonough na Billboard. Quando ele voltou ao estúdio para gravar “Street Machine”, ele decidiu produzir o álbum. Incluía as faixas "Trans Am (Highway Wonderland)", "This Planets on fire (Burning hell)." Durante o mesmo ano, cantora Bette Midler regravou a música de HAGAR, "Keep On Rockin” para seu filme “A Rosa”.

Em março de 1980, Sammy Hagar lança um registro ao vivo, “Loud and Clear”, com performances da fase Montrose como "Bad Motor Scooter" bem como uma seleção das suas canções solo, tais como "I’ve done Everytning for you" (que mais tarde fez um enorme sucesso pelo cantor Rick Springfield). Em junho do mesmo ano, ele lançou seu próximo disco, “Danger Zone”, que incluía músicas como "Love or Money", e "20th Century Man".

Em 1981, ingressou baterista David Lauser a banda, e começou a gravação do grupo permanente, para o lançamento de “Standing Hampton” pela nova gravadora, Geffen Records, deixando uma marca em sua antiga gravadora, a Capitol Records, pois mesmo com vendagens modestas de seus discos anteriores, Sammy Hagar foi o músico que mais vendeu discos pela gravadora.

O primeiro disco pela Geffen teve um investimento muito grande por parte da produção, culminando com a explosão da popularidade de Sammy, com a faixa "I'll Fall in Love Again", "There’s only one way to rock", e "Heavy Metal". A última faixa também apareceu na trilha sonora do filme Heavy Metal. Mais tarde, HAGAR contribuiu também para outras trilhas sonoras canções como “Fast Times em Ridgemont High”, “Footloose”, e “Falcão, o campeão dos campeões”.

No ano seguinte, começou a subir mais e mais na Billboard, com seu disco “Three Lock Box”, que incluiu hits como a faixa título e "Your Love is Driving in Me Crazy". No entanto, HAGAR decidiu deixar por um tempo sua carreira solo em 1984. Ele se une ao guitarrista Neal Schon, Journey, o baixista Kenny Aaronson, e o baterista Michael Shrieve e forma o HSAS (derivados das primeiras letras dos membros dos últimos nomes). O grupo desempenhou uma série de concertos em West Coast Através do álbum gravado “Throught in the fire”.

HAGAR retornou ao seu projeto solo em 1985 com o seu registro VOA com sucesso absoluto. Sacudiu sua popularidade com o mega hit "I Can’t Drive 55," VOA atingiu platina no decurso do ano. Após mais de dez anos Sammy Hagar tinha escrito verdadeiramente sua marca no rock n 'roll.

Então, um dia, em 1985, HAGAR a convite de Eddie Van Halen, decide integrar a banda, HAGAR decide abandonar a sua carreira solo. A decisão foi cumprida com a polêmica de críticos e fãs do Van Halen. Ele tinha um estilo diferente de David Lee Roth, que alguns pensavam que ele poderia manter sucesso do grupo. Em 1986, Van Halen lança “5150”. O álbum Van Halen se tornou número 1 em todas as paradas e shows disputadíssimos e esgotando totalmente todos os ingressos dos concertos da Tour.

A camaradagem entre HAGAR e Van Halen foi muito noticiada, "É uma coisa engraçada. Eu me sinto como se conhecesse Edward, Michael, Alex há muito tempo" comentou HAGAR para Guitar Player.

HAGAR é o entusiasmo e atitude positiva em pessoa, revitalizou os membros do Van Halen. "Sammy teve uma atitude muito forte sobre tudo,", "Ele é extremamente positivo, e que todo mundo do marasmo" disse o produtor Mick Jones a Rolling Stone. Eddie Van Halen mais tarde disse a David Wild, para Rolling Stone, "A partir do primeiro segundo percebi que musicalmente com Sammy tudo era possível. Coisas que eu tinha em mim que eu queria expressar, ele é capaz de cantar qualquer coisa".

Após o lançamento de 5150, HAGAR teve de lançar outro álbum solo para cumprir suas obrigações contratuais com a Geffen Records. Eddie Van Halen tocou baixo no álbum e co-produziu com HAGAR. Originalmente lançado como “Sammy Hagar”, o nome foi alterado mais tarde para “I never say Goodbye” como resultado de um concurso promovido pela MTV americana. Van Halen liberada seu próximo disco OU812 em 1988, apenas reafirmando o sucesso anterior.

Dois anos mais tarde, HAGAR e Van Halen abriram um empreendimento empresarial internacional. A banda abriu sua própria boate em Cabo San Lucas, na ponta da Baja Califórnia, no México. O chamado o clube Cabo WABO depois da canção de mesmo nome em OU812. "Esse lugar tinha sujeira nas estradas quando eu comecei ir lá", disse mais tarde HAGAR.

HAGAR mais tarde começou a tradição de comemorar o seu aniversário em Cabo WABO cada outubro. HAGAR mais tarde comprou a parte dos outros membros do Van Halen e tomou conta do clube sozinho. Cabo WABO mais tarde tornou-se o autor da sua própria marca de tequia, que começou dos Estados Unidos em 1997.

Em 1991, Van Halen voltou com seu próximo lançamento “For Unlawful Carnal Knoledge” e do monstruoso hit "Right Now” Após a tour, HAGAR e Betsy entram em processo de divorcio.

Oficialmente a banda nunca tinha lançado um registro ao vivo, e fizeram em 1993, chamado Live: “Right Here, Right Now”. No ano seguinte, a Geffen Records lança uma coletânea, chamado Unboxed, que também incluiu duas novas canções, "High Hopes" e "Buying my way into Heaven". Ele retornou com o Van Halen em 1995 para lançar o disco “Balance.

No Ano de 96, a banda passa por um momento turbulento, lançam duas canções para o filme “twister”, Sammy estava esperando sua nova esposa, Kari a dar à luz, e não queria inclusive gravar um novo disco. Após várias disputas comerciais e pessoais, HAGAR sai do Van Halen. Segundo a banda, HAGAR queria ser um artista solo. No entanto, HAGAR insistiu em que ele foi despedido. Van Halen regressava com o original cantor David Lee Roth para gravar algumas músicas para uma coletânea. Gary Cherone entra em seu lugar (depois sai em 98).

Pouco tempo após sair do Van Halen, HAGAR reuniu vários músicos, incluindo Mickey Hart, cantor Huey Lewis, Guns N’ Roses, baterista Matt Sorum, irmão de do guitarrista Damon Johnson, Slash e Bootsy Collinse e lança o disco “Marching to Mars” pela MCA Records.

Ele também registrou a canção "Leaving the Warmth of the Womb" com os membros originais da banda Montrose - Ronnie Montrose, Bill church, e Denny Carmassi. O primeiro Single "Little White Lie (Pequenas mentiras inocentes, em português)", com base nos acontecimentos no Van Halen, estreou no número 18 da Billboard. Foi acompanhado do outro single "Both Sides Now".
"Eu senti como eu tinha algo a provar, em 1975, quando sai do Montrose, eu sentia o mesmo e depois em 86 no Van Halen, me sinto exatamente assim" disse HAGAR a Melinda Newman na Billboard após o lançamento de Marching to Mars.

Com o apoio da banda chamado Waboritas (composto pelo guitarrista Vic Johnson, tecladista Jesse Harms, baixista Mona, e o baterista David Lauser), Hagar lança um novo disco, restabelecendo de vez a sua volta a carreira solo, lançou em 1999 “Red Voodoo” com o seu o sucesso “Mas Tequila”, mais tarde Sammy começou a mudar muito a sua direção musical, passando forte pelo country music, música pop e ate batidas de jazz, talvez por isso que não voltou a fazer grande sucesso, “se eu lançar um disco e ele virar um grande sucesso acredite isso seria um total erro de percurso” disse Hagar à revista brasileira Roadie Crew, continuou em 2000 com o disco “Ten 13” (alusão a sua data de aniversário). Depois o disco “quase” caseiro “Not 4 Sale” e em 2003 seu primeiro álbum ao vivo em 20 anos, “Live: Hallelujah”. Em 2006 teve o lançamento de seu disco mais “diferente” “Livin’ it Up!”, mostrando forte a tendência a country music, tanto que em 2008 fez um tour intitulado “Pirates and Poets” junto com o cantor country americano Kenny Chesney, ainda nesse ano lançou os singles “Open”, “Im a roll” e “Cosmic Universal Fashion” músicas do anunciado disco de 2009 “Cosmic Universal Fashion”.

Sammy Hagar formou em 2008, juntamente com baixista (e também ex-integrante do Van Halen) Michael Anthony, o guitarrista Joe Satriani e o baterista do Red Hot Chili Peppers, Chad Smith, a banda Chickenfoot (pé de galinha, em português). O grupo encontra-se atualmente em processo de gravação de um álbum que pretendem lançar no verão (no hemisfério norte) de 2009, seguido de uma turnê. Texto: Wikipédia. 

Álbuns com Montrose.

Montrose (1973)
Paper Money (1974)
Rockin' The Plant (Bootleg 1974)


Álbuns com Van Halen.

5150 (1986)
OU812 (1988)
For Unlawful Carnal Knowledge (1991)
Live: Right Here, Right Now (1993)
Balance (1995)
Best of Volume I (1996) - includes 'Humans Being' from the Twister soundtrack.
Best of Both Worlds (2004) - 3 new Tracks.


Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro


Álbuns Solo.

Nine On A Ten Scale (1976)
01. Keep On Rockin
02. Urban Guerilla
03. Flamingos Fly
04. China
05. Silver Lights
06. All American
07. Confession (Please Come Back) 

08. Young Girl Blues
09. Rock 'n' Roll Romeo 


Link.

The Red Album (1977)
01. Red
02. Catch The Wind
03. Cruisin & Boozin
04. Free Money
05. Rock "N" Roll Weekend
06. Fillmore Shuffle
07. Hungry
08. The Pits
09. Love Has Found Me
10. Little Star/Eclipse 


Link.

Musical Chairs (1977)
01. Turn Up The Music
02. It’s Gonna Be All Right
03. You Make Me Crazy
04. Reckless
05. Try (Try To Fall In Love) 

06. Don’t Stop Me Know
07. Straight From The Hip Kid
08. Hey Boys
09. Someone Out There
10. Crack In The World
11. (Sittin On) The Dock Of The Bay (Bonus Track) 


Link.

All Night Long (1978)
01. Red
02. Rock 'N' Roll Weekend
03. Make It Last/Reckless
04. Turn Up The Music
05. I've Done Everything For You
06. Young Girl Blues
07. Bad Motor Scooter
08. Space Station #5 


Link.

Street Machine (1979)
01. Growing Pains
02. Child to Man
03. Trans Am (Highway Wonderland) 

04. Feels Like Love
05. Plain Jane
06. Never Say Die
07. This Planet's on Fire (Burn to Hell) 

08. Wounded in Love
09. Falling in Love
10. Straight to the Top
11. Miles from Boredom (Live) 


Link.

Danger Zone (1980)
01. Love Or Money
02. 20th Century Man
03. Miles From Boredom
04. Mommy Says
05. In The Night
06. The Iceman
07. Bad Reputation
08. Heartbeat
09. Run For Your Life
10. Danger Zone
 


Link.

Loud & Clear, 1978 (1980)
01. Red
02. Rock'N' Roll Weekend
03. Make It Last - Reckless
04. Turn Up the Music
05. I've Done Everything for You
06. Young Girl Blues
07. Bad Motor Scooter
08. Space Station #5 


Link.

Standing Hampton (1981)
01. I’ll Fall In Love Again
02. There’s Only One Way to Rock
03. Baby’s on Fire
04. Can’t Get Loose
05. Heavy Metal
06. Baby, It’s You
07. Surrender
08. Inside Lookin’ In
09. Sweet Hitchhiker
10. Piece of My Heart (Janis Joplin Cover) 


Link.

Three Lock Box (1982)
01. Three Lock Box
02. Remote Love
03. Remember the Heroes
04. Your Love Is Driving Me Crazy
05. In the Room
06. Rise of the Animal
07. I Wouldn’t Change a Thing
08. Growing Up
09. Never Give Up
10. I Don’t Need Love 


Link.

Rematch And More (1982)
01. Red
02. I've Done Everything For You
03. Rock'n' Roll Weekend
04. Cruisin' and Boozin'
05. Turn Up the Music
06. Keep On Rockin'
07. Fillmore Shuffle
08. Reckless
09. Don't Stop Me Now
10. Trans Am (Highway Wonderland) 

11. Love or Money
12. This Planet's On Fire
13. Plain Jane
14. Bad Reputation 


Link.

VOA (1984)
01. I Can't Drive 55
02. Swept Away
03. Rock Is In My Blood
04. Two Sides Of Love
05. Dick In The Dirt
06. VOA
07. Don't Make Me Wait
08. Burnin' Down The City 


Link.

Live in Michigan (Bootleg 1984)
CD 1.

01. Trans Am (Highway Wonderland)
 02. This Planet's On Fire (Burn In Hell)
03. Dick In The Dirt
04. I Don't Need Love
05. Three Lock Box
06. Baby's On Fire
07. Two Sides Of Love
08. I Can't Drive 55
09. Your Love Is Driving Me Crazy
10. I'll Fall In Love Again
11. Banter


CD 2.

01. Red/Rock N Roll/Red
02. Remember The Heroes
03. Sam's Speech #2
04. The Girl Gets Around
05. Fast Times At Ridgemont High
06. Heavy Metal
07. Star Spangled Banner Tease
08. Voa (Voice Of America) 

09. There's Only One Way To Rock
Encore With Ted Nugent
10. Sam's Speech #3 With Ted
11. Wild Thing
12. Summertime Blues
13. Whole Lotta Love 


Link.

I Never Said Goodbye (1987)
01. When the Hammer Falls
02. Hands and Knees
03. Give to Live
04. Boys' Night Out
05. Returning Home
06. Standin' at the Same Old Crossroads
07. Privacy
08. Back Into You
09. Eagles Fly
10. What They Gonna Say Now 


Link.

Marching To Mars (1997)
01. Little White Lie
02. Salvation on Sand Hill
03. Who Has the Right?
04. Would You Do It for Free?
05. Leaving the Warmth of the Womb
06. Kama
07. On the Other Hand
08. Both Sides Now
09. The Yogi’s So High (I’m Stoned)

 10. Amnesty Is Granted
11. Marching to Mars 


Link.

Cosmic Universal Fashion (2008)
01. Cosmic Universal Fashion
02. Psycho Vertigo
03. Peephole
04. Loud
05. Fight For Your Right To Party
06. Switch On The Light
07. When The Sun Don’t Shine
08. 24365
09. I’m On A Roll
10. Dreams/Cabo 


Link.

 

The Waboritas.

The Waboritas é o nome da banda de apoio de Sammy Hagar, embora ela seja mais conhecida por “The Wabos”. A banda foi formada em 1997 e esta na ativa desde então. Durante esse tempo ela teve apenas uma pausa, que foi durante a turnê do Van Halen.

Faz parte da banda David Lauser (baterista), que já havia tocado com Hagar em vários de seus álbuns solo nos anos oitenta antes deste partir para o Van Halen e para a formação mais recente do Waboritas. A banda também incluía o tecladista Jesse Harms, conhecido também por aparições em vários dos álbuns solo de Hagar. Depois de uma turnê, em meados dos anos 2000, Jesse sai do grupo. Na mesma época eles incluem um percussionista, Gibby Ross, que também já havia trabalhado em um álbum de estúdio do Wabos, Livin’ It Up!

Embora não seja um membro da banda, o ex-baixista do Van Halen e atual membro da Chickerfoot fez aparições freqüentes com The Wabos. A banda de Hagar conta com mais um integrante, Vic Johnson (guitarrista), que após fazer o teste para a nova banda de Sammy Hagar, em 1997, se junta ao grupo e logo sai na turnê mundial Marchig To Mars. Sammy, David Lauser e Michael Anthony também fazem parte de uma banda chamada Los Tres Gusanos (1993 – 1996, 2002, 2005 – presente). Vic Johnson atua muitas vezes como convidado.

O álbum mais recente de Hagar, Cosmic Universal Fashion, é um álbum solo e não um álbum do Wabos, este é o primeiro desde que ele começou a usar The Waboritas como uma banda de apoio. Neste álbum os músicos principais do The Wabos fazem participações na maioria das faixas. Texto: Wikipédia. 

Red Voodoo (1999)
01. Mas Tequila
02. Shag
03. Sympathy for the Human
04. Red Voodoo
05. Lay Your Hand on Me
06. High and Dry Again
07. The Revival
08. Don’t Fight It (Feel It) 

09. The Love
10. Right on Right
11. Returning of the Wish 


Link.

Ten 13 (2000)
01. Shaka Doobie (The Limit)
 02. Let Sally Drive
03. Serious Juju
04. The Message
05. Deeper Kinda Love
06. Little Bit More
07. Ten 13
08. Protection
09. 3 In The Middle
10. The Real Deal
11. Tropic Of Capricorn 


Link.

Not 4 Sale (2001)
01. Stand Up
02. Hallelujah
03. Halfway To Memphis
04. Things Have Changed
05. Whole Lotta Zep
06. The Big Nail
07. Make It Alright
08. Not 4 Sale
09. The Big Square Inch
10. Karma Wheel 


Link.

Live: Hallelujah (2003)
01. Shaka Doobie
02. 3 Lock Box
03. One Way To Rock
04. Give 2 Live
05. Top Of The World
06. Deeper
07. Why Can't This Be Love
08. Eagles Fly
09. Little White Lie
10. Rock Candy
11. I Can't Drive 55
12. Mas Tequila
13. Heavy Metal
14. When It's Love
15. Right Now
16. Dreams
17. Hallelujah (Studio) 


Link.

Livin' It Up (2006)
01. Sam I Am
02. Living On A Coastline
03. Mexico
04. The Way We Live
05. I Love This Bar
06. One Sip
07. Rainy Day Woman
08. Halfway To Memphis
09. Sailin
10. Let Me Take You There
11. Some Day
12. Stand Up 


Link.

 

Chickenfoot.

Chickenfoot é um supergrupo formado pelo vocalista Sammy Hagar (ex-Van Halen e Montrose), o baixista Michael Anthony (também ex-Van Halen), o guitarrista Joe Satriani e o baterista Chad Smith (Red Hot Chili Peppers). 

História. 

O Chickenfoot surgiu de reuniões entre Sammy Hagar, Michael Anthony e Chad Smith no clube do primeiro, Cabo Wabo Cantina, localizado no México. Nessas reuniões, somente por diversão, os já renomados músicos notaram que havia uma certa química entre eles. Segundo Hagar, as pessoas o perguntavam se eles sairiam em turnê, ou gravariam um disco e o vocalista respondia que se tivessem que fazer isso, teriam que chamar um grande guitarrista, e é a partir desse momento que Joe Satriani entra na história da nova banda.

A princípio, o nome Chickenfoot seria algo provisório, porém Hagar e os outros membros decidiram mantê-lo por acreditarem que mesmo mudando todos continuariam a se referir a eles pelo nome antigo. Após Joe aceitar o convite, a banda passou a trabalhar em seu álbum homônimo, que foi lançado meses depois em 5 de junho de 2009, com onze faixas.

Ele e Anthony costumavam fazer jam sessions juntos no clube de Hagar no México. Smith se juntou a eles mais tarde, e sugeriu que formassem um grupo. Satriani foi então convidado para fazer parte do conjunto.

Os quatro membros do Chickenfoot, somados, já venderam dezenas de milhões de discos e se apresentaram em milhares de shows ao longo dos anos.

A banda fez uma série de apresentações pequenas nos EUA antes de voar à Europa em turnê. No final de setembro, voltará à América do Norte para encerrar esse período de viagem.

O álbum de estreia do Chickenfoot, homônimo, lançado no início de junho, estreou como número 4 na parada pop americana e número 1 na parada de música independente. Conservou sua posição na parada pop na semana seguinte, caindo para 7º na semana mais recente. Texto: Wikipédia. 

Chickenfoot (2009)
01. Avenida Revolution
02. Soap on a Rope
03. Sexy Little Thing
04. Oh Yeah05. Runnin’ Out
06. Get it Up
07. Down the Drain
08. My Kinda Girl
09. Learning to Fall
10. Turnin’ Left
11. Future in the Past


Link.

Chickenfoot III (2011)
01. Last Temptation
02. Alright Alright
03. Different Devil
04. Up Next
05. Lighten Up
06. Come Closer
07. Three And a Half Letters
08. Big Foot
09. Dubai Blues
10. Something Going Wrong
11. (Hidden Bonus Track) 


Link.

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

15 comentários :

  1. O melhor blog de rock ja visto. parabens pela dedicacao e pelo prazer que voce proporciona aos amantes do Rock/Blues. Fazer o bem sem o reconhecimento dos usuarios e frustrante. Que esta mensagem fique de incentivo. Parabens

    ResponderExcluir
  2. Caramba, é emocionante ver esses caras tocando junto.
    Sinceramente, a banda dos sonhos!
    Obrigado "Muro do Classico Rock" por mais essa fonte!!!

    ResponderExcluir
  3. Valew, grande post...

    ResponderExcluir
  4. Meus parabéns pelo trabalho, conheci o blog recentemente e esses álbuns são de arrepiar véio,.

    ResponderExcluir
  5. muito obrigado por esse trabalho, se não fosse música muita gente ia enlouquecer nesse mundo que vivemos, valeu, esse cara canta demais sozinho ou com qualquer banda o cara é fabuloso.

    ResponderExcluir
  6. Melhor site do mundo! parabéns! Todos os dias to aqui!!

    ResponderExcluir
  7. Thank you, Awesome post.

    ResponderExcluir
  8. Tá rolando agora o All Night Long 1978 (Young Girl Blues), muito massa mesmo. Grande disco para quem quer conhecer mais sobre a obra deste grande músico, meu muito obrigado ao Alex e a toda equipe do MURO.

    Edson - BH

    ResponderExcluir
  9. o blog que tem mais discografias de bandas de rock pra download que eu já visitei!! parabéns pelos arquivos!!...

    ResponderExcluir
  10. parabéns cara muito bom mesmo...

    ResponderExcluir
  11. augusto dos santos17/05/15 10:20

    o melhor vocalista do mundo, parabéns pelo trabalho Alex,abç

    ResponderExcluir
  12. Hermano que excelente música tienes, te voy a tomar prestados unos cuantos. Poca su Mother!!!!!!!!!!!!!!!,

    ResponderExcluir
  13. Um dos três blogs, que eu visito quase que diariamente, já postei comentários em outras discografias, e não mim canso de dizer, e simplesmente maravilhoso esse blog.

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.