Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

24 de outubro de 2011

Kreator - Discografia.

O Kreator é uma banda de thrash metal de Essen, Alemanha, que começou sob o nome de "Tormentor" no início da década de 1980.

A banda, influenciada pelo black metal "old school" de bandas como Venom, tem influenciado a cena mais brutal do metal desde então. Grupos como Dimmu Borgir, Vader e Napalm Death até já gravaram músicas do grupo thrash germânico.

Carreira Musical.

Início.

Em meados de 1982 é formado o Tormentor, na cidade de Essen (Alemanha), composto por Mille Petrozza (vocal/guitarra), Rob Fioretti (baixo) e Ventor Reil (bateria e alguns vocais).

Em 84, o Tormentor lança uma demo chamada "End of the World" com as músicas "Armies Of Hell", "Tormentor", "Cry War" e "Bone Breaker".
No ano seguinte, época conhecida por "German Thrash Explosion", e já com o nome da banda mudado para Kreator, é produzido o primeiro álbum, "Endless Pain".

O disco se torna um marco do thrash metal e o Kreator é considerado uma das mais rápidas e pesadas bandas da época, por isso seu estilo foi também chamado de speed metal. Lançado pela gravadora Noise Records (Running Wild, Helloween, Gamma Ray, Celtic Frost, Voivod, Destruction, Hellhammer e Bathory), o álbum contou com a produção de Horst Muller, que já produziu as bandas Deliverance, Celtic Frost e também o próprio Hellhammer.

Depois dos shows de divulgação, em 86 é lançado "Pleasure to Kill". Marcado por um som mais cru que o trabalho anterior, saiu novamente pela Noise Records e foi produzido por Harris Johns, que já trabalhou com o Immolation, Sodom, Pestilence, Therion, Voivod e o Helloween.

Jörg Trzebiatowski é então recrutado para a segunda guitarra da banda e ainda em 86 é lançado o EP "Flag of Hate", pela Combat Records, contendo 3 músicas inéditas e mais as faixas "Endless Pain", "Tormentor" e "Total Death" do Endless regravadas. Em 87 é produzido um clip para a música "Toxic Trace" do EP.

No ano seguinte o Kreator lança "Terrible Certainty". Produzido por Roy Rowland, foi considerado um dos mais pesados álbuns dos anos 80.
"Extreme Aggression", sai em 89 pela Epic Records. Gravado em Berlim (Alemanha), contou com uma participação especial de Greg Saenz (mais tarde ele se tornaria baterista do Suicidal Tendencies) fazendo backing vocal. O álbum foi produzido por Randy Burns, que também já produziu bandas como Death, Nuclear Assault, Megadeth e Suicidal Tendencies.

Alguns fãs o encaram como uma fase de maturidade da banda. As letras continuam depressivas e as músicas ficam mais lentas, revelando um outro lado musical do grupo.

O Kreator entra em tour pela Austrália, Japão, Moscou, Tchecoslováquia, Argentina, Chile, Brasil e Estados Unidos. Porém a banda tem problemas com sua formação novamente e Jorg Trzebiotowski sai durante a tour, entrando em seu lugar o guitarrista Frank Gosdzik.

No mesmo ano é produzido um clip para a música "Betrayer", seguido dos lançamentos do EP "Out of the Dark... Into the Light" e do vídeo "Extreme Aggression: Tour 1989/'90, Live in East Berlin".

Em 90 sai o álbum "Coma of Souls" pela gravadora Epic Records. O Kreator surpreende novamente e o álbum se torna mais um marco do thrash metal.

"Coma of Souls" contou com o engenheiro de som Jason Roberts, que já trabalhou com House of Pain e Cypress Hill. A capa é de Andreas Marschall, que já fez os trabalhos das capas de "Dawn of Possession" (91) e "Here in After" (96) do Immolation; "Dangerous Meeting" (92) do King Diamond; "End Complete" (92) do Obituary; e "Pile of Skulls" (92) e "Wild Black Hand Inn" (94) do Running Wild.

No final do ano mais um clipe é produzido, agora para a faixa "People Of The Lie".

Anos 90.

Mudança no Som.

Dois anos depois, em 92, é lançado o álbum "Renewal", que contou com a produção de Tom Morris, conhecido por já ter trabalhado com o Savatage, Kamelot, Morbid Angel e feito a mixagem do "Beneath the Remains" (89) do Sepultura.

A banda muda muito seu estilo, ficando mais leve, lenta e com vocais menos rasgados. As influências industriais são evidentes e o álbum fica longe das idéias do antigo Kreator, mesmo nas letras. A credibilidade e sinceridade do som do Kreator parecia ter sumido e dado lugar a uma forçada evolução, nada natural. Não para o Kreator, que havia se consagrado como uma das mais autênticas bandas de metal até então. A banda perde assim muitos de seus fãs.

O Kreator é acusado, inclusive, de mudar de estilo radicalmente por causa das baixas vendas da época para o público thrash. Parecia que o thrash e as boas bandas que haviam, tinham entrado em decadência. "Renewal" desapontou os fãs, principalmente porque eles achavam que o Kreator seria uma das únicas bandas do verdadeiro thrash que sobreviveriam à década de 90. Alguns dizem que seis álbuns em oito anos fizeram a criatividade ficar em baixa. O álbum permanece até hoje como o mais controverso da banda.

O Kreator percebe o que está acontecendo e entra numa longa tour européia. Logo depois o baterista Ventor Reil, um dos fundadores, sai da banda. É lançado na seqüência um clip para a música "Renewal".

Três anos após "Renewal", é lançado em agosto de 95 "Cause for Conflict". Voltam peso e velocidade com pouco espaço para experimentos, como os do álbum anterior. Com o novo batera, Joe Cangelosi, o CD é produzido por Vincent Wojno, que já trabalhou com Machine Head, Testament e Pro-Pain. As ilustrações são do percussionista Junior, "especialista" em participações especiais em álbuns de bandas e artistas famosos de vários estilos. Entre eles está o brasileiro Carlinhos Brown, e sua participação no álbum "Alfagamabetizado" (97), onde é um dos timbaleiros. As fotografias do encarte são de Dirk Rudolph, que fez também a capa de "Astral Sleep" (91) do Tiamat; "Night of the Stormrider" (92) do Iced Earth e "Sehnsucht [Slash]" (98) do Rammstein.

Mais tarde, são produzidos clips para as músicas "Lost" e "Isolation" e o vídeo "Hallucinative Comas".

O álbum "Scenarios of Violence" é lançado em 96, ano seguinte. Produzido por Siggi Bemm, que trabalhou também com Samael, Grip Inc., Tiamat, The Gathering, Rotting Christ e Moonspell, o álbum teve capa idealizada pelo vocal Mille Petrozza e pelo artista Peter Dell, que fez as ilustrações.

Em meados de 97 sai "Outcast", mixado por Ronald Prent (Def Leppard, Queensryche e Rammstein) e novamente com produção de Vincent Wojno. As fotografias dessa vez, são de Harald Hoffmann, que também fez as de "Deeper Kind of Slumber" (97) do Tiamat.

A influência industrial volta e o Kreator perde um pouco da adrenalina. Sente-se uma atmosfera doom que insinua novos caminhos e mudança de estilo da banda. Depois do lançamento, a banda entra rapidamente em tour e são feitos clips para "Leave This World Behind" e "Outcast".

Abril de 99 trouxe muita confiança para alguns fãs da banda e recusa de outros com o álbum "Endorama".

Com elementos progressivos como guitarras sintetizadas e até piano em algumas introduções, ainda há um toque industrial, como distorções no vocal, e teclados com melodias um pouco arrastadas.

As músicas "Endorama" e "Chosen Few" também ganham clips e a banda faz alguns festivais pela Europa.

A coletânea "Voices of Transgression - A 90's Retrospective" é lançada no mesmo ano pela Gun Records. O álbum trazia 17 faixas dos discos "Cause For Conflict", "Outcast" e "Endorama", e 3 bônus que saíram junto com o lançamento desses discos. Depois desse lançamento, o Kreator entra em tour pela Europa com o Moonspell.

No ano 2000, é lançado o single "Chosen Few" pela gravadora BMG, com as músicas "Endorama" e uma versão de "Children of a Lesser God" que não foi para o álbum, além dos dois clips "Endorama" e "Chosen Few" em Cd-rom.

Década de 2000.

Volta ao Thrash Old School.

Em 2001 eles lançaram Violent Revolution, um álbum com claras influências de death metal melódico, apontando uma volta às raízes da brutalidade do seu som, que continuou em 2005, com Enemy of God, que personifica o melodeath aos ouvidos de muitos fãs.

Depois de muito tempo a banda volta a gravar um álbum de estúdio, lançando Hordes of Chaos em 19 de janeiro de 2009. Este é considerado um dos melhores discos de sua carreira.

Em 2012 lançaram o álbum Phantom Antichrist. Texto: Wikipédia.

Integrantes.

Atuais.

Miland "Mille" Petrozza: Guitarra, Vocal (Desde 1982)
Jürgen "Ventor" Reil: Bateria, Vocal (1982-1994, Desde 1996)
Christian "Speesy" Giesler: Baixo (Desde 1995)
Sami Yli-Sirniö: Guitarra (Desde 2001)

Ex-Integrantes.

Michael Wulf (R.I.P.): Guitarra (Ex-Sodom) (1986, Só Um Show)
Jörg "Tritze" Trzebiatowski: Guitarra (1986 A 1989)
Frank "Blackfire" Gosdzik: Guitarra (Mystic, Ex-Sodom) (1989 A 1996)
Tommy Vetterli: Guitarra (Coroner) (1996 A 2001)
Roberto "Rob" Fioretti: Baixo (1982 A 1992)
Andreas Herz: Baixo (1992 A 1995)
Joe Cangelosi: Bateria (Whiplash, Massacre) (1994 A 1996) 

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro


Álbuns.

Endless Pain (1985)
01. Endless Pain
02. Total Death
03. Storm of the Beast
04. Tormentor
05. Son of Evil
06. Flag of Hate
07. Cry War
08. Bone Breaker
09. Living in Fear
10. Dying Victims 


Pleasure to Kill (1986)
01. Intro
02. Rippin Corpse
03. Death Is Your Saviour
04. Pleasure to Kill
05. Riot of Violence
06. After the attack
06. The Pestilence
07. Carrion
08. Command of the Blade
09. Under the Guillotine
10. Flag Of Hate
11. Take Their Lives
12. Awakening Of The Gods 


Terrible Certainty (1987)
01. Blind Faith
02. Storming With
03. Terrible Certainty
04. As The World Burns
05. Toxic Trace
06. No Escape
07. One Of Us
08. Behind The Mirror 


Link.

Extreme Aggression (1989)
01. Extreme Aggression
02. No Reason to Exist
03. Love Us or Hate Us
04. Stream of Consciousness
05. Some Pain Will Last
06. Betrayer
07. Don't Trust
08. Bringer of Torture
09. Fatal Energy 


Coma of Souls (1990)
01. When the Sun Burns Red
02. Coma of Souls
03. People of the Lie
04. World Beyond
05. Terror Zone
06. Agents of Brutality
07. Material World Paranoia
08. Twisted Urges
09. Hidden Dictator
10. Mental Slavery 


Renewal (1992)
01. Winter Martyrium
02. Renewal
03. Reflection
04. Brainseed
05. Karmic Wheel
06. Realitätskontrolle
07. Zero to None
08. Europe After the Rain
09. Depression Unrest 


Cause for Conflict (1995)
01. Prevail
02. Catholic Despot
03. Progressive Proletarians
04. Crisis of Disorder
05. Hate Inside Your Head
06. Bomb Threat
07. Men without God
08. Lost
09. Dogmatic
10. Sculpture of Regret
11. Celestial Deliverance
12. State Oppression (Bonus Track) 
13. Isolation 


Outcast (1997)
01. Leave This World Behind
02. Phobia
03. Forever
04. Black Sunrise
05. Nonconformist
06. Enemy Unseen
07. Outcast
08. Stronger than Before
09. Ruin of Life
10. Whatever It May Take
11. Alive Again
12. Against the Rest
13. A Better Tomorrow 


Endorama (1999)
01. Golden Age
02. Endorama
03. Shadowland
04. Chosen Few
05. Everlasting Flame
06. Passage to Babylon
07. Future Ring
08. Entry
09. Soul Eraser
10. Willing Spirit
11. Pandemonium
12. Tyranny 


Link.

Violent Revolution (2001)
01. Reconquering the Throne
02. The Patriarch
03. Violent Revolution
04. All of the Same Blood (Unity)
05. Servant in Heaven-King in Hell
06. Second Awakening
07. Ghetto War
08. Replicas of Life
09. Slave Machinery
10. Bitter Sweet Revenge
11. Mind on Fire
12. System Decay
13. Violent Revolution (Demo-Bonus Track) 


Live Kreation (2003)
CD 1.

01. The Patriarch
02. Violent Revolution
03. Reconquering The Throne
04. Extreme Aggressions
05. People Of The Lie
06. All Of The Same Blood
07. Phobia
08. Pleasure To Kill
09. Renewal
10. Servant In Heaven-King In Hell
11. Black Sunrise
12. Terrible Certainty
13. Riot Of Violence

CD 2.

01. Lost
02. Coma Of Souls
03. Second Awakening
04. Terror Zone
05. Betrayer
06. Leave This World Behind
07. Under The Guillotine
08. Awakening Of The Gods
09. Golden Age
10. Flag Of Hate
11. Tormentor 


Enemy of God (2005)
01. Enemy of God
02. Impossible Brutality
03. Suicide Terrorist
04. World Anarchy
05. Dystopia
06. Voices of the Dead
07. Murder Fantasies
08. When Death Takes It´s Dominion
09. One Evil Comes-A Million Follow
10. Dying Race Apocalypse
11. Under a Total Blackened Sky
12. The Ancient Plague 


Hordes of Chaos (2009)
01. Hordes Of Chaos (A Necrologue For The Elite) 
02. Warcurse
03. Escalation
04. Amok Run
05. Destroy What Destroys You
06. Radical Resistance
07. Absolute Misanthropy
08. To The Afterborn
09. Corpses Of Liberty
10. Demon Prince 


Link.

Terror Prevails, Live At Rock Hard Festival (2010)
01. Choir of the Damned
02. The Pestilence
03. Hordes of Chaos
04. Phobia
05. Enemy of God
06. Impossible Brutality
07. Endless Pain
08. Pleasure to Kill
09. Terrible Certainty 


Link.

Phantom Antichrist (2012)
01. Mars Mantra
02. Phantom Antichrist
03. Death To The World
04. From Flood Into Fire
05. Civilisation Collapse
06. United In Hate
07. The Few, The Proud, The Broken
08. Your Heaven, My Hell
09. Victory Will Come
10. Until Our Paths Cross Again 


Dying Alive (2013)

CD 1.

01. Intro: Mars Mantra
02. Phantom Antichrist
03. From Flood To Fire
04. Enemy Of God
05. Phobia
06. Hordes Of Chaos
07. Civilization Collapse
08. Voices Of The Dead
09. Extreme Aggression
10. People Of The Lie
11. Death To The World
12. Coma Of Souls (Intro)
13 Endless Pain
14 Pleasure To Kill
 

CD 2.

01. Intro 2 - The Patriarch
02. Violent Revolution
03. United in Hate
04. Betrayer
05. Flag Of Hate/Tormentor
Bonus Tracks.
06. Intro/The Pestilence
07. Amok Run
08. Demon Prince
09. When The Sun Burns Red
10. Warcurse 


Demos, Singles e EP’S. 

Tormentor (Pre-Kreator) - Blitzkrieg (Demo 1983)
01. Armies Of Hell
02. Cry War
03. Satan's Day
04. Messenger From Burning Hell


Tormentor (Pre-Kreator) - End of the World (Demo 1984)
01. Intro
02. Armies of Hell
03. Tormentor
04. Cry War
05. Bonebreaker
 


Flag of Hate (EP 1986)
01. Flag of Hate
02. Take Their Lives
03. Awakening of the Gods


Behind The Mirror (Single 1987)
01. Behind the Mirror
02. Gangland (Tygers of Pan Tang Cover) 


Out of the Dark... Into the Light (EP 1988)
01. Impossible to Cure
02. Lambs to the Slaughter (Raven Cover) 

03. Terrible Certainty (Live)
 04. Riot of Violence (Live) 
05. Awakening of the Gods (Live) 
06. Flag Of Hate (Live) 
07. Love Us Or Hate Us
08. Behind The Mirror


Leave This World Behind (Single 1997)
01. Leave This World Behind
02. Whatever It May Take
03. Forever
04. Phobia


Chosen Few (Single 1999)
01. Chosen Few
02. Endorama
03. Children of a Lesser God 


Link.

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

19 comentários :

  1. Robson Kramer26/10/11 03:12

    PARTE I

    Eu já imaginava, com faro roqueiro, que Nosso Querido e Incansável Alex iria nos presentar, muito em breve, com mais uma Bela e Muitíssimo Enriquecedora Discografia de Uma das Maiores Bandas de Thrash Death Metal que já pisaram na Face da Terra: o Demolidor Kreator !
    Eu tive oportunidade de conhecer o Kreator bem no início, em 1985, após o lançamento de seu álbum oficial de estréia, "Endles Pain", Inesquecível para Todos os Bangers daquela Época
    e Período da História do Metal Extremo.
    Me lembro bem que, naquela ocasião, quando os Gêneros Black Metal e Death Metal estavam se consolidando com algumas bandas, nós Bangers mais aficionados entendíamos o Kreator como uma Banda Death Metal, pois tinha um ritmo e cadência ainda mais acelerados que os do Thrash Metal (termo que ainda era pouco usado, o mais utilizado era o termo 'Power Metal', para descrever o que hoje é entendido como uma Banda Thrash),com Peso e Sonoridade ímpar, bem
    como vocais viscerais e guturais, guitarra cortante e altamente rápida,e uma Atmosfera Musical Sombria,Densa e Primitiva.
    Não arriscávamos que eram Black Metal, haviam diferenças entre o som do Kreator e o das Bandas Black Metal daquele período, como Venom,
    Exorcist,Hellhamer,Blasfemy,Bulldozer,Celtic Frost entre outros, e uma diferença marcante entre Kreator e a mais Característica Banda Black Metal dentre todas, em se tratando de Black Metal Clássico e plenamente desenvolvido: o Lendário Bathory.
    De fato, era comum o choque de definições e, às vezes, incontáveis terminologias eram utilizadas nos Fanzines de Metal Underground, para se tentar definir, com mais clareza e precisão, o sub-gênero a que pertenciam certas Bandas.
    O Kreator estava na mesma situação em que se
    encontrava um Slayer em início de carreira (este último lançou autênticos hits Black Metal, como "Chemical Warfare", além do primeiro disco todo, possuir forte influência Black Metal), ou um Sodom, ou um Destruction (que se auto denominavam uma Banda de 'Black Speedy Metal' em seu início), ou mesmo a americana Possessed, Black Metal em temáticas, estética visual e visceralidade no Som, com ritmo,vocais e cadência tipicamente Death Metal.
    O fato é que o Kreator exerceu uma Grande Influência no Black Metal dos anos 90 (Emperor, Darkthrone,Immortal, Mayhem, Burzum, Diabolical Masquerade,Ottigy,Dissection, Satyricon, Enslaved, Samael,entre inúmeros outros).
    Exerceram igualmente, inegável influência no sub-gênero Death Metal, também dos anos 80 e 90,sendo, aliás, um de seus fundadores
    (Death, Morbid Angel, Deicide, Cannibal Corpse,Belphegor (Black Death Metal), o Devastador Master,Slaughter, Incantation, entre muitos outros).
    Mas, o que foi exatamente o Kreator no Cenário
    Musical Internacional ?
    Simples: uma das Maiores Escolas de Todas as vertentes aqui descritas, com ênfase no Death Metal, isto em seus primórdios.

    ResponderExcluir
  2. Valeu Alex por mais uma biografia e discografia desta importante banda

    ResponderExcluir
  3. Nos 80 eu escutava muito o Endless Pain, e tive também o Pleasure to Kill. Vou baixar a discografia e escutar aos poucos, porque ando ouvindo som porrada poucas vezes. Valeu, Muro.

    ResponderExcluir
  4. Alex, você merece todos os elogios pelo belo trabalho no blog.
    Eu sou fã do Kreator, e estou muito feliz pela oportunidade de ter a discografia da banda de uma maneira tão organizada e com o texto da biografia tão bem escrito.
    Cara, valeu mesmo! um belo trabalho.

    ResponderExcluir
  5. Enzo de Vilmon30/11/11 11:06

    valeu Kramer, pela aula de Thrash, muito interessante esta visão !
    Brigadão por mais esta postagem Show, Alex !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Robson Kramer17/11/12 01:13

      Não seja por isto, caro Enzo, Satisfeito por ter apreciado o conteúdo da Abordagem Crítica.

      Excluir
  6. Cara, vc está de parabéns sem duvida o melhor blog q ja vi valeu continue assim espalhando o melhor do rock pelo mundo! achei coisas bem dificeis de se achar na minha cidade obrigado valeu Alex.

    ResponderExcluir
  7. Kreator nas sábias palavras de Gastão Moreira: Porrada na orelha !!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  8. Vocês são o máximo, valeu Muro pelo excelente material! Um beijo, sucesso!!!

    ResponderExcluir
  9. Obrigada Muro pelo excelente material! Um beijo, sucesso!!!

    ResponderExcluir
  10. eu ainda não ouvir essa banda mais pelo comentario vou escultar uma musica pra ver se eu gosto

    ResponderExcluir
  11. Edson de Araújo17/04/15 14:52

    fantástico meu amigo...parabéns pela disposição em alimentar o blog com tanta qualidade musical !!

    ResponderExcluir
  12. Parabéns pelo blog! quanto ao Kreator , brutal, insano e uma das melhores do estilo. ...

    ResponderExcluir
  13. Endless Pain o começo de tudo pauleira pura valeu Alex

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.