Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

10 de dezembro de 2011

Grobschnitt - Discografia.

Grobschnitt é uma banda de rock alemã que existiu entre 1970 e 1989 e retornou à ativa em 2007. O estilo da banda modificou-se com a passagem do tempo, começando como rock psicodélico nos anos 1970 antes de transformar-se em rock progressivo sinfônico, NDW e finalmente pop rock na metade dos anos 1980. O Grobschnitt tinha por característica utilizar o humor em sua música na forma de barulhos inesperados e letras e conceitos propositalmente tolos (Wikipédia). 

Biografia.

Grobschnitt aconteceu para ‘Eroc’ e ‘Lupo’ em 1965, mas foi em fevereiro de 1971 quando ‘Lupo’ montou uma banda chamada “Charing Cross” com o baixista ‘Barra’ e o baterista ‘Felix’, que convidou ‘Stefan’ e ‘Eroc’ para tocarem juntos. Além deles haviam dois roadies chamados ‘Kleiner Mann’ e ‘Porneaux’. Eles tocaram para diversas pessoas ao redor da cidade com este grupo. Em novembro de 1971 decidiram acrescentar um organista à banda com quem entraram em estúdio em fevereiro de 1972 gravando assim o primeiro álbum chamado ‘Grobschnitt’. O organista, ‘Hermann Quetting’ havia trazido outro roadie chamado ‘Fiffi’. Assim eram 9 pessoas que formavam o grupo ‘GROBSCHNITT’ inicialmente.

Era um grupo bastante grande. Tiveram o maior equipamento da Alemanha (quase 40 colunas de auto-falantes e muitos amplificadores). O barulho era de se assustar. A maioria dos fãs tinham que pôr os dedos nas orelhas quando a banda começava a tocar, ainda mais porque faziam shows em lugares que só podiam suportar 150 pessoas. Imagine o barulho. Palavras de ‘Eroc’ - “Eu tive outras ambições musicais e imaginações. Eu não quis matar a audiência com barulho. Assim dividi o grupo em agosto de 1972. Eu realmente confessarei que este grupo cresceu em cima de minha cabeça.” Assim em setembro de 1972 ele achou o organista ‘Volker Kahrs’ que tocava órgão e baixo em um órgão de duplo teclado. Além deste órgão ele teve um piano-elétrico. Duas semanas depois ‘Lupo’ e ‘Stefan’ procuraram ‘Eroc’ perguntando se podiam se unir a eles. Assim aconteceu e a banda já possuía então dois violões, um baterista e um organista. Mais tarde os dois roadies ‘Kleiner’ e ‘Porneaux’ se uniram a eles também.

Palavras de ‘Eroc’ - “Eu tive outras ambições musicais e imaginações. Eu não quis matar a audiência com barulho. Assim dividi o grupo em agosto de 1972. Eu realmente confessarei que este grupo cresceu em cima de minha cabeça.” Assim em setembro de 1972 ele achou o organista ‘Volker Kahrs’ que tocava órgão e baixo em um órgão de duplo teclado. Além deste órgão ele teve um piano-elétrico. Duas semanas depois ‘Lupo’ e ‘Stefan’ procuraram ‘Eroc’ perguntando se podiam se unir a eles. Assim aconteceu e a banda já possuía então dois violões, um baterista e um organista. Mais tarde os dois roadies ‘Kleiner’ e ‘Porneaux’ se uniram a eles também. 

Eles tocaram por toda a Alemanha com o nome ‘GROBSCHNITT’ com alguns números do álbum e muita matéria-prima nova ficando famosos por causa da onda de rock não comercial. Desenvolvendo-se cada vez mais na direção do teatro musical que consiste em música e interpretação os dois roadies passaram a atuar. Os dois mais uma terceira pessoa passaram a operar a maquinaria de efeitos que consistia em luzes, névoa artificial, fogos de artifício e muita ação usando fantasias e assim por diante. 

Com este GROBSCHNITT novo, aconteceram aproximadamente 80 shows. O espetáculo foi registrado para TELEVISÃO alemã. Eles tem as piores e as melhores críticas na Alemanha por causa desta fase - espetáculo. Algumas pessoas quizeram compará-los com Alice Cooper. Alice Cooper queria vender a música dele usando um show de publicidade já o GROB não. Eles queriam dar para o público mais que só música. Queriam mostrar mais do que 4 companheiros trabalhando duro nos instrumentos.

Do álbum tocaram dois números com o grupo novo: Sinfonia e Suntrip em uma versão muito longa com muitos acontecimentos. Decidiram então acrescentar um baixista ao grupo porque ‘Hermann’ se sentia frustrado tendo que fazer todas os baixos nos teclados. O órgão - baixo não era ruim, deu um som distintivo ao grupo, mas ‘Hermann’ podia fazer muito mais no instrumento dele quando não tiver que fazer o papel do baixista. Assim convidaram um baixista ‘Pepe’ para tocar no grupo. Ele ainda não tinha achado outra banda e sempre teve vontade de se unir ao GROB. Começaram então a ensaiar o disco novo ‘Ballermann’. Gastaram $3000 na compra de um baixo. Então ‘Pepe’ teve que vender o carro. Isso mostra que ele é um músico com toda sua alma.

Toda música do GROB era completamente organizada e sincronizada com o espetáculo para dar para o público uma qualidade boa, constante. Só no SUNTRIP todos os músicos podiam improvisar. Mas como disse Eroc, este número era o mais longo do espetáculo. Podia durar 40 ou 50 minutos. O comprimento do espetáculo inteiro era mais de três horas. Era o mais longo de todos os grupos alemães. 

GROBSCHNITT quer dizer ” Desbaste - Corte “. É o nome de um soldado morto em 1918. Um dia acharam uma fotografia velha dele e gostaram do nome. Era bastante incomum mas soava muito interessante, além do mais hoje existem bandas com nomes bem mais extranhos. Tocaram por toda a Alemanha mas nunca fora país. Uma excursão ao longo do Países Baixos foi cancelada por causa de dificuldades com o produtor. Enquanto isso o grupo registrava tudo em áudio. Lupo também era o “produtor” e isso dava a eles um pouco mais de dinheiro. As reações do público eram em todo lugar e tinham que dar bis em quase todos os shows . Havia quase uma briga ao término dos shows quando todo mundo queria adquirir um dos cartazes. Às vezes distribuíam mais de 400 cartazes durante 5 minutos. Haviam lugares onde tocavam 3 vezes durante 4 meses. E em todos shows a casa estava cheia.

O Rock Progressivo entrou na direção mais eletrônica, mais espetáculo e ação e um estilo mais complicado. Disse ‘Eroc’ “-Mesmo com pessoas fazendo música em casa através de computadores, a música tocada por instrumentos naturais nunca morrerá.” Eu fico feliz em dizer que Grobschnitt nunca foi influenciado por outros músicos nem grupos. Eles sempre gostaram da sua própria música. Só ‘Pepe’ gosta dos grupos “Yes” e “Genesis” da Grã Bretanha. Talvez Eroc fosse o único além de Kleiner Mann que tinha um aparelho reprodutor estéreo em casa. Ele tinha um pequeno estúdio onde trabalhava fora as partes eletrônicas e outras para o espetáculo de GROBSCHNITT. E ainda trabalhava para uma estação de rádio alemã fazendo alguns efeitos eletrônicos e assim por diante. Algumas semanas depois tentaram entrar em contato com uma companhia gravadora nova. O produtor em Hamburg tentou mostrar as demos novas a algumas empresas, para adquirir um contrato para o segundo álbum. Mas seis empresas grandes negaram as fitas. A razão: A música do GROBSCHNITT era agora muito distante, muito boa e muito complicada. Não podia vender isto na Alemanha.

Deveriam tentar trabalhar em um rock mais simples para ter a chance de vender um grande número de álbuns. Você pode imaginar o que significou para eles ouvir esta notícias. Decidiram então entrar num estilo próprio, talvez ” muito bom ” para a Alemanha, mas satisfazendo o próprio grupo. A tática era esperar a publicidade crescer o bastante até que as grandes companhias gravadoras viessem bater à porta. Enquanto isso prepararam um álbum duplo com músicas feitas por Eroc. Ele fez todas as trilhas usando um playback.

Logo após veio JUMBO que era o tipo de música que Eroc gostava. Não tinha nada que ver com o grupo. Ele não pensava que este álbum seria vendido nos E.U.A… Seguramente gostariam de passar em excursão pelo E.U.A. mas tinham que ter um contrato com alguma agência americana. E não pensavam que alguma dessas pessoas ja tivessem ouvido falar em GROBSCHNITT. A maioria dos grupos alemães se mantinham em fazendas em algum lugar do país onde podiam ensaiar e fazer barulho tanto quanto queriam. E viver deste modo é bastante barato.

Mas isto não era possível para um grupo como GROBSCHNITT. Todos os músicos da banda eram de um caráter muito difícil. Eroc estava seguro que se passassem junto em uma casa durante só 4 semanas, haveria alguém morto. Eram grandes amigos, mas há reais brigas em qualquer relacionamento.

Especialmente baseado em diferenças musicais. Não é que alguém quebrasse uma garrafa de Coca-cola em cima do outro se ele não quisesse aceitar uma opinião. O grupo GROBSCHNITT tirou férias aproximadamente 60 ou 70 vezes desde 1971. Mas alguns dias depois estavam juntos novamente. Isso mostra que ele é um grupo com uma personalidade muito bem definida, que consiste em músicos que têm uma opinião muito forte sobre o som que fazem. Isso é bom se você olhar para a maneira letárgica de muitos outros grupos.

GROBSCHNITT nunca ficará falido e separado, porque eles se tornaram fortes com o passar do tempo e aprenderam a viver com este fato.

O grupo tinha se transformado em um puro grupo de Rock Progressivo sinfônico com sinais muito fortes no terceiro álbum. A maioria das pessoas parece pensar que Grobschnitt lembra YES. Eu não discordarei, mas eles têm um som muito próprio. O vocal de Stefan Danielak (Wildschwein) lembra assim de longe Jon Anderson como você pode conferir no CD JUMBO. JUMBO (que também foi gravado em uma versão alemã) consiste em Rock Progressivo sinfônica do melhor tipo para se desfrutar. Nele você encontrará músicas deliciosas como CLOWN e SUNNY SUNDAY SUNSET. DREAM AND REALITY tem um tom mais relaxado, e a parte vocal no meio fecha com chave de ouro esta obra prima.

Do conceito à perfeição. Música, arranjos e atmosfera. ROCKPOMMEL’S LAND é um álbum de Rock Progressivo Sinfônico COMPLETO! Um álbum perfeito sobre um menino jovem que voa em um avião de papel e encontra um pássaro gigantesco que o leva para uma terra de fantasia chamado a Terra de Rockpommel. O álbum consiste em quatro faixas prolongadas, complexas e maravilhosas com absolutamente nenhuma falha. Os arranjos são preenchidos com tudo de melhor: mellotron, órgão e muitos synths soando saboroso aos ouvidos e alguns violões. Não é freqüentemente que se tem o prazer de ouvir um álbum tão bom. O que me faz lembrar por que comecei a escutar Rock Progressivo em primeiro lugar. Sinfônico, majestoso, grande e um conceito assim longe da realidade.

Simplesmente declarado: Maravilhoso! A música é bem escrita e o instrumental perfeito, e não há nenhum ponto mostrando destaques aqui. Para qualquer fã de Rock Progressivo Sinfônico, o álbum inteiro é um destaque! As letras são muito divertidas e levam o álbum para um mundo próprio. Próximo a Novalis ” Sommerabend “, Rockpommel’s Land traduz com muita nitidez a personalidade do Grobschnitt, e vale a pena ser conferido.
Daí por diante o grupo fez maravilhas como: 1978 - Solar Music- Live, 1979 - Merry-Go-Round, 1980 - Volle Molle, 1980 - Rock on, 1980 - Illegal, 1982 - Razzia, 1984 - Kinder und Narren, 1985 - Sonnentanz-live, 1987 - Fantasten, 1990 - Last Party - Live. Texto: Karen Rocha (Last FM). 


Integrantes.

Atuais. 

Damian Hache: Percussão.
Toni Moff Mollo: Vocais.
Mila Kapolke: Baixo.
Manu Kapolke: Guitarra.
Deva "Tatti" Tatva: Teclas.
Stefan "Willi Wildschwein" Danielak: Vocais, Guitarra.
Stefan "Nuki" Danielak Jr.: Guitarra.
Rolf "Admiral Top Sahne" Moller: Bateria.

Ex-Integrantes.

Gerd-Otto "Lupo" Kuhn: Guitarra.
Joachim "Eroc" Ehrig: Vocais, Bateria, Percussão, Electronics.
Axel "Felix" Harlos: Bateria, Percussão.
Hermann "Quecksilver" Quetling: Teclas, Spinet, Percussão.
Bernhard "Bar" Uhleman: Baixo, Flauta, Percussão.
Volker "Mist" Kahrs: Teclas.
Wolfgang "Popo" Jager: Baixo.
Thomas "Tarzan" Wasskonig: Teclas.
Harald "Commodore Stulle" Eller: Baixo.
Dirk "Sugar Zuckermann" Lindemann: Teclas.

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro


Álbuns.

Grobschnitt (1972)
01. Symphony:
A. Introduction
B. Modulation
C. Variation
D. Finale

02. Travelling
03. Wonderful music
04. Sun trip:
A. Am Ölberg (Mount of Olives)
B. On the way
C. Battlefield
D. New era

05. Die Sinfonie
Live at Volkspark, Germany, Sept. 71 (Bonus Track) 


Ballermann (1974)
01. Sahara
02. Nickel-Odeon
03. Drummer's Dream
04. Morning Song
05. Magic Train
06. Solar-Music (Part 1) 
07. Solar-Music (Part 2) 


Jumbo (1975)
01. Jupp/The Excursion of Father Smith
02. Clown
03. Dream and Reality
04. Sunny Sunday’s Sunset
05. Auf Weidersehen
06. Jupp/Vater Schmidt’s Wandertag (German)
07. Der Clown (German) 
08. Traum und Wirklichkeit (German)
09. Sonntag’s Sonnabend (German) 
10. Auf Weidersehen (German) 
11. Auf Wiedersehen (Reprise-Bonus) 


Rockpommel's Land (1977)
01. Ernie's Reise
02. Severity Town
03. Anywhere
04. Rockpommel's Land 


Solar Music Live (1978)
01. Solar Music I
02. Food Sicore
03. Solar Music II
04. Mülheim Special
05. Otto Pankrock
06. Golden Mist
07. Solar Music III
08. The Missing 13 Minutes
09. Vanishing Towards the East 


Merry-Go-Round (1979)
01. Come On People
02. Merry-Go-Round
03. A.C.Y.M.
04. Du Schaffst Das Nicht
05. Coke Train
06. May Day

Bonus Tracks.
07. Du Schaffst Das Nicht (Live)
08. Merry-Go-Round (Live)

Link.

Volle Molle (Live 1980)
01. Snowflakes
02. A.C.Y.M
03. Wuppertal Punk
04. Beifall
05. Waldeslied
06. Coke-Train-Show
07. Rockpommel’s Land 


Illegal (1981)
01. The Sniffer
02. Space Rider
03. Mary Green
04. Silent Movie
05. Joker
06. Illegal
07. Simple Dimple
08. Raintime
09. Illegal (Bonus Live) 
10. Silent Movie (Bonus Alternate Mix) 
11. Raintime (Bonus Alternate Mix) 

Razzia (1982)
01. Der Alte Freund
02. Schweine Im Weltall
03. Poona-Express
04. Wir Wollen Leben
05. Wir Wollen Sterben
06. Remscheid
07. Razzia 


Kinder und Narren (1984)
01. Paradox
02. Orakel
03. Geradeaus
04. Keine Angst
05. Ich Liebe Dich
06. Augenster
07. Wie Der Wind
08. Die Kinder Ziehn Zum Strand
09. Könige Der Welt 


Sonnentanz (Live 1985)
01. Explosionen
02. Polartraum
03. Sonnentanz
04. Neonherz
05. Wir Sind Die Sonne
06. Uhrkampf
07. Solar Energie
 

Link.

Fantasten (1987)
01. Auf Dem Seil
02. Fantasten
03. Unser Himmel
04. Hallo Mama
05. Sous Le Tapis
06. Mein Leben
07. Mauerblumen
08. Komm’ Und Tanz’
09. Film Im Kopf
10. Der Weg Nach Haus
 

Link.

Last Party Live (1990)
01. Keine Angst
02. Space Rider
03. Razzia/Illegal
04. Silent Movie (Parte One) 

05. Raintime
06. Lupo's Märchenstunde
07. Wie Der Wind
08. Mary Green
09. Anywhere
10. Simple Dimple
11. Unglaublich
12. Silent Movie (Part Two) 


Link.

Grobschnitt Live (2008)
01. Powerplay Finale
02. Film im Kopf
03. Medley
04. Könige der Welt
05. Sonnentanz 2008 


Link.

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

13 comentários :

  1. Márcio Frazão08/01/12 17:24

    Gostei muito dos som desta Banda. Valeu o post. Blog bacana demais !!!

    ResponderExcluir
  2. João Paulo Souza08/01/12 20:28

    Cara, tu não tem noção do quanto eu já procurei a discografia deles... Eu não faço idéia de como tu conseguiu tu só pode ser um mágico!

    ResponderExcluir
  3. Concordo com os comentários do João Paulo, realmente encontrar alguna coisa do Grobschnitt é uma foda, e o MURO nos presenteia com a discografia dos caras. João, o Alex é mais que mágico, é milagrero. Valeu Alex.

    ResponderExcluir
  4. Mais uma Classica Discografia Valeu

    ResponderExcluir
  5. BERTHÔ (José Berto)25/09/13 22:13

    REALMENTE NÃO É FÁCIL ENCONTRAR ÁLBUNS DESTA BANDA...PROCUREI MUITO E SÓ TINHA 8 AGORA TENHO 16 ÁLBUNS GRAÇAS AO ALEX E AO SEU (nosso) MURO.
    RARIDADES É COM O ALEX.
    Recomendo aos internautas baixarem as raridades: JANE e KROKODIL aqui no MURO ok ! Vale a pena !

    ResponderExcluir
  6. e praticamente impocivel so no muro mesmo

    ResponderExcluir
  7. muchas gracias por todos tus aportes y permitirnos conocer nuevas sonidos.
    nuevamente te reitero mis agradecimientos

    ResponderExcluir
  8. gracias por tus aportes,

    ResponderExcluir
  9. Banda espetacular! Com certeza, uma das minhas 10 preferidas de todos os tempos. Valeu por essa postagem MONUMENTAL.

    ResponderExcluir
  10. Isso não é um site, é uma enciclopédia. Parabéns e muito obrigado.

    ResponderExcluir
  11. Grobschnitt é o LUXO do luxo!!!

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.