Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

14 de março de 2012

Les Variations - Discografia.

A biografia da banda, que vem a seguir, traduzida livremente do inglês, foi extraída do site Wikipedia.

Les Variations foi uma banda de rock francês dos anos 1960 e 1970, que cantava em inglês e era conhecida pelo seu som de rock guitar. Muitas vezes suas canções e composições continham temas da África do Norte e melodias judaicas sefarditas, bem como músicas em hebraico da juventude dos membros da banda.

Três dos quatro membros originais eram judeus marroquinos. Joe Leb cantava, Marc Tobaly tocava guitarra e Isaac "Jacky" Bitton batia nos tambores. O quarto membro, Jacques "Petit Pois" Grande, que tocava baixo, descendia de italianos. Em 1971, Leb foi temporariamente substituído pelo cantor francês Michel Chevalier e, mais tarde, definitivamente, pelo tunisiano Robert Fitoussi.

Les Variations começou a excursionar pela Europa em 1966 como uma banda de grandes apresentações ao vivo, cantando canções em inglês de seus artistas favoritos, como Little Richards, Chuck Berry, Elvis Presley e Rolling Stones. Em 1967, a banda começou a sua carreira discográfica, na Dinamarca, com o lançamento de "Spics & Spack".

Retornando à França em 1969, o grupo assinou com o selo francês EMI/Pathé Records e iniciou uma relação bem sucedida com a gravadora. Les Variations foi o primeiro e, certamente, um dos grupos de rock mais conhecidos da França, principalmente por causa dos seus sucessos comerciais, dos seus extrovertidos concertos e das suas performances na televisão, da sua incomparável exposição na mídia e do seu inigualável feito: ser a primeira banda francesa de rock a realizar uma turnê nos Estados Unidos, a assinar com uma gravadora americana e, finalmente, por lançar, pioneiramente, um novo estilo de rock ao longo de sua década de existência. Entre 1969 e 1973, a banda lançou a maior parte de seus álbuns pela Pathé Records.

Nas suas primeiras gravações, Les Variatons frequentemente imitava os traços das bandas Rolling Stones, Who e Led Zeppelin. Em 1972, começou a excursionar e gravar nos Estados Unidos. Curiosamente, o seu único disco de língua francesa, "Je Suis Juste Un Rock'n Roller" (que contou com o vocal de apoio das irmãs Angel & Sybil, cantoras de soul), foi gravado no 5th Floor

Recording Studios, de Cincinnati, e se tornou o seu maior sucesso, atingindo o sétimo lugar nas paradas francesas de música pop. Em 1973, o seu popular álbum, "Take It Or Leave It", foi gravado no Ardent Studios, em Memphis, tendo como produtor Don Nix.

Em 1974, Les Variations assinou com a gravadora norte-americana Buddah Records e criou um estilo mais exótico. A sua precursora introdução de sons e maneirismos oriundos de sua herança marroquina encontra-se ilustrada nos álbuns "Moroccan Roll" (produzido por Ralph Moss) e "Cafe De Paris" (produzido por Lewis Merenstein & Michael Wendroff), e iria influenciar várias bandas de rock das próximas gerações. Durante as gravações e subsequentes turnês desses discos da Buddah, a banda adicionou o tecladista americano e vocalista Jim Morris; e, para o próximo álbum (Cafe De Paris) e as excursões daí decorrentes, acrescentou o vocalista, guitarrista e compositor franco-tunisiano Robert Fitoussi e o lendário violinista franco-tunisiano de música árabe, Maurice Meimoun. Esse disco chegou ao Billboard Top 200 Album Charts de 1975 nos Estados Unidos, enquanto o single "Superman, Superman" alcançou o número 36 na U.S. Pop Charts. Mas, infortunadamente, depois de obter um grande sucesso na América, a banda, que estava sediada em Paris e Cincinnati desde 1972, dissolveu-se em 21 de dezembro de 1975 (comentário meu: pô, os caras conseguiram descobrir até o dia em que a banda se desfez.; só faltou revelar a hora...).

Ao longo de sua carreira, Les Variations tornou-se a primeira banda de rock francês a realizar turnês pela Europa, África e América, e colocou em manchete o Teatro Olympia de Paris. Durante seus dez anos na estrada, a banda excursionou com muitos artistas importantes da época, incluindo: Bachman-Turner Overdrive, Kiss, Jimi Hendrix Experience, Cream, Yes, Guess Who, Taste, Queen, Uriah Heep, Rush, Kraftwerk e Aerosmith , para citar alguns. Fonte do Texto: Collective Collection. 

Integrantes.

Ulima Formação.

 Jacky Bitton: Bateria. 
Marc Tobaly: Guitarra. 
Jacques Grande: Baixo. 
Robert Fitoussi: Vocais.

Ex-Integrante. 

Jo Leb: Vocais. 

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro


Álbuns. 

Nador (1969)
01. What A Mess (3:15) 
02. Waiting For The Pope (3:40) 
03. Nador (2:44)
04. We're Gonna Find A Way (4:26) 

05. Generations (3:07)
 06. Free Me (3:43)
 07. Completely Free (5:40) 
08. Mississippi Woman (3:08) 
09. But It's Alright (4:29)
Bonus Tracks.
10. Come Along (3:29) 
11. Promises (2:43) 
13. What's Happening (3:24) 
13. Magda (3:20) 
14. Down The Road (2:56) 
15. Love Me (2:44) 
16. Come Along (Alt. Version) (3:55) 

Link.

Take It Or Leave It (1973)
01. Silver Girl (3:42) 
02. Help Me Marianne (4:52)
 03. Make You Mine (4:03) 
04. All I Want To Know (3:30) 
05. Take The Time To Live (3:49)
 06. Walk Right Down (4:03)
 07. Rock ‘N’ Roll Jet (3:16) 
08. I Need Somebody (4:36) 
09. If I Can Do It (3:32) 
10. C'mon Joe (3:23)
Bonus Tracks.
11. Only You Know (And I know) (3:30)
 12. I Was Down (3:31) 
13. Je Suis Juste Un Rock ‘N’ Roller (3:43) 
14. The Jam Factory (4:06) 
15. Oublie (Part 1 Free Me) (3:57) 
16. Oublie (Part 2 Free Me) (3:55) 
17. It Will Come (4:06) 
18. Oh La Liberté (3:27) 

Link.

Moroccan Roll (1974)
01. Moroccan Roll (3:11) 
02. I Don't Know Why (3:17)
 03. Did It (3:28) 
04. Kasbah Tadla (5:17) 
05. Growing Stronger (4:26) 
06. Lord (Give Me Money) (4:59) 
07. Leslie Lust (4:22)
 08. Sanglots (Tears) (2:41) 
09. All I Want To Know (3:32) 

Link.

Café De Paris (1975)
01. I Don't Know Where She'll Go (4:28)
 02. Sit Back Home Again (3:36) 
03. Superman Superman (3:38) 
04. Maybe Forever (3:49) 
05. Come Now (3:10) 
06. Berberian Wood (4:28) 
07. It's Alright (3:12) 
08. Everybody's Got The Blues (Song For A Grupie) (4:01)
 09. Shemoot (The Prayer) (2:53) 

Link.

Live Au Petit Vélos, Paris (Bootleg 2006)
01. Completeley Free (2:08) 
02. Take The Time To Live (3:35) 
03. Je Suis Juste Un Rock ‘N’ Roller (3:45) 
04. Dangerzone Woman (3:20) 
05. Oublie (4:35) 

Link.

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

4 comentários :

  1. O Bom e velho rock n roll não tem fronteiras nem bandeiras.É Simplismente universal.

    ResponderExcluir
  2. Thank you very much amigo.

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.