Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

13 de abril de 2012

Rita Lee & Tutti Frutti - Discografias.


Rita Lee.

Rita Lee Jones Carvalho, mais conhecida como Rita Lee (São Paulo, 31 de dezembro de 1947) é uma cantora, compositora, atriz e instrumentista brasileira. Ela já vendeu mais de 60 milhões de cópias de discos, sendo a cantora brasileira que mais vendeu na história da música do país. Por vezes conhecida como "Rainha do Rock Brasileiro", Rita Lee construiu uma carreira que começou com o rock mas que ao longo dos anos flertou com diversos gêneros, como o tropicalismo, o pop rock e a música latina, criando um hibridismo pioneiro entre gêneros internacionais e nacionais.

Rita Lee é uma das artistas que mais influenciaram os músicos do Brasil que vieram a usar guitarra a partir de meados dos anos 70, sobretudo as mulheres. Ex-integrande d'Os Mutantes (1968-1972) e do Tutti Frutti (1973-1978), participou de importantes revoluções no mundo da música e da sociedade em geral. Suas canções, em geral regadas com uma ironia ácida ou com uma reivindicação da independência feminina, têm emplacado nas paradas de sucesso, sendo "Ovelha Negra", "Mania de Você", "Lança Perfume", "Esse Tal de Roque Enrow", "Agora Só Falta Você", "Baila Comigo", "Banho de Espuma", "Desculpe o Auê", "Amor e Sexo", entre outras, as mais famosas, além de ter lançado um álbum comumente visto como fundamental na história do rock brasileiro, Fruto Proibido (1975), considerado por alguns como sua obra-prima.

Com uma carreira que quase alcança os 50 anos, Rita Lee passou da inovação e do gueto musical do final dos anos 60 e anos 70 para as baladas românticas de muito sucesso nos anos 80 e já cantou com praticamente todos os músicos mais prestigiados do país, de Elis Regina a Cássia Eller. Em 1976, ela começou um relacionamento com o guitarrista Roberto de Carvalho e desde então ele tem sido o parceiro de suas mais canções e a acompanhou em todas suas apresentações ao vivo. O casal se casou no civil em 1996. Ambos tiveram o filho Beto Lee, também guitarrista, que tem tocado com os pais. Rita Lee também é vegetariana e defensora dos direitos dos animais.

Biografia.

Nascida na capital de São Paulo, Rita Lee é a filha mais nova de Charles Fenley Jones, que era descendente de imigrantes norte-americanos e de Romilda Padula Jones, filha de italianos. Seus pais tinham outras duas filhas: Mary Lee Jones e Virgínia Lee Jones.

O Lee não é sobrenome da família, e ficou como um nome composto em Rita e suas irmãs. Ele foi dado pelo pai das meninas, Charles, em homenagem ao general americano Robert Edward Lee, o famoso General Lee, figura de grande destaque em guerras sulistas nos EUA.

Rita nasceu e cresceu no bairro da Vila Mariana, onde viveu por muitos anos, até o nascimento de seu filho. O bairro é especial a Rita, já que lá ela tem uma grande parte de todas as melhores lembranças de sua vida.
Ela foi educada no colégio francês paulistano Liceu Pasteur, e hoje fala fluentemente português, inglês, francês, espanhol e italiano. Também chegou a cursar Comunicação Social na Universidade de São Paulo em 1967, na mesma turma da atriz Regina Duarte, mas deixou a universidade durante o primeiro período.

Durante a infância, teve aulas de piano com a musicista clássica Magdalena Tagliaferro. Não pensava em ser cantora de rock e sim ser atriz de cinema ou veterinária. Suas primeiras influências musicais foram Elvis Presley, Neil Sedaka, Paul Anka, Peter, Paul and Mary, Beatles, Rolling Stones, mas também escutava música brasileira como Cauby Peixoto, Ângela Maria, Tito Madi e João Gilberto, Emilinha Borba, Carmen Miranda, Dalva de Oliveira e Maysa por influência dos país.

Na adolescência passa a se interessar por música e começa a se apresentar em escolas da região como componente do Tulio's trio. Em 1963, forma-se um conjunto com mais duas garotas, as Teenage Singers (Cantoras Adolescentes), que participam de shows e de festas colegiais. No ano seguinte elas conhecem um trio masculino, Wooden Faces. Os dois grupos se juntam, formando o Six Sided Rockers, banda que depois se chamará O'Seis, que chega a gravar um disco compacto com duas músicas. Com a saída de três componentes, sobram Rita, Arnaldo e Sérgio que passam a se chamar Os Bruxos. Por sugestão de Ronnie Von, o grupo passou a chamar-se Os Mutantes.

Os Mutantes (1966-1972)

Por um período de seis anos, Rita Lee foi, com Arnaldo Baptista e Sérgio Dias, integrante da banda Os Mutantes, cantando, tocando flauta e percussão, além de performances bissextas no sintetizador, no banjo e manipulando bizarrices como um gravador portátil (como na música Caminhante Noturno) e uma bomba de dedetização (em Le Premier Bonheur du Jour) e sendo letrista. Em 1967, a banda acompanhou Gilberto Gil no III Festival de Música Popular Brasileira da (TV Record) na apresentação da canção antológica Domingo no Parque. Foram gravados seis álbuns (tendo o primeiro, de 1968, como uns dos álbuns mais importantes da história da música brasileira), que deram origem a hits como A Minha Menina, Dom Quixote, Balada do Louco, Dois Mil e Um (primeira música a misturar o som sertanejo com rock'n roll) e o mais relevante: Ando Meio Desligado. A mesma foi uma das músicas mais tocadas e vendidas do ano de 1970. Entre 1968 e 1972, Rita Lee foi casada com o companheiro de banda Arnaldo (o divórcio seria assinado somente em 1977).
Acompanhada dos componentes dos Mutantes, Lee gravou dois discos solo. O primeiro foi Build Up (1970), que originalmente era o repertório de um show que foi feito exclusivamente para uma edição da Fenit (feira de moda de São Paulo). Deste disco saiu seu primeiro single solo, José (uma versão de Nara Leão para o hino francês "Joseph"). O segundo disco Hoje é o Primeiro Dia do Resto da Sua Vida (1972), foi lançado com o seu nome pois Os Mutantes já tinham lançado disco naquele ano.

Rita é expulsa dos Mutantes neste mesmo ano. Dentre distintas histórias e controvérsias, ela alegava que seus companheiros achavam que ela não tinha o virtuosismo necessário para tocar o rock progressivo, novo interesse da banda.

Tutti Frutti (1974-1978)

Depois de um curto período de depressão, formou com a amiga Lúcia Turnbull uma dupla no estilo folk rock, As Cilibrinas do Éden, cuja única gravação, ao vivo, no festival Phono 73, foi lançada recentemente, mais de 35 anos depois. Uma das músicas da dupla daria origem ao hit Shangrilá, em 1980.

Rita e Lúcia desistem da dupla e formam a banda Tutti Frutti (1974-1978). Rita, além de cantar, tocava piano, sintetizador, gaita e violão. Conseguem um contrato com a gravadora Phillips, mas esta exige que o grupo assine como Rita Lee & Tutti-Frutti. Durante a gravação do primeiro disco, "Atrás do Porto tem uma Cidade", Lúcia Turnbull deixa o grupo. Deste disco saem os hits Menino Bonito, "Mamãe Natureza" e "Ando Jururu".

Com o disco Fruto Proibido, lançado em 1975 pela Som Livre, Rita Lee alcança consagração nacional. O primeiro single, Agora só Falta Você chega a segunda posição na parada nacional e instantaneamente se torna um grande sucesso. Esse Tal de Roque Enrow, Luz del Fuego e Dançar Pra Não Dançar também foram bem-recebidas pelas rádios, chegando as posições 4, 20 e 33, respectivamente. Surpreendentemente, o último single, Ovelha Negra, torna-se um sucesso inesperado quando emplaca a primeira posição da parada nacional no mesmo ano. Segundo a revista Rolling Stone, a música foi a primeira a citar o evento dos “filhos saírem da casa dos pais” e por isso teve tal repercussão estrondosa. Fruto Proibido, considerado uma obra prima do rock nacional, torna-se uma espécie de manual para fazer-se rock em português e chega a vender mais de 700 mil cópias, sendo certificado como platina duplo.

Em 1976 lança o álbum "Entradas e Bandeiras". Devido a um estresse, Rita ficou afastada do processo de mixagem deste disco, fato que ocasionou um som mais pesado com a nítida predominância da guitarra de Carlini. Apesar de sua excelente qualidade, este LP não fez tanto sucesso quanto o seu antecessor, a não ser pelas canções "Coisas da Vida" e "Corista do Rock", as quais tiveram um moderado sucesso. O LP contava com a música ‘’Bruxa Amarela’’ que foi composta por Raul Seixas e Paulo Coelho .No mesmo ano conhece o músico carioca Roberto de Carvalho e inicia uma parceria musical/amorosa de sucesso, que segue até os dias atuais.

Em agosto de 76, na sua primeira gravidez e morando com Roberto, foi presa por porte e uso de maconha.Na verdade, esse episódio, que foi um dos mais truculentos da ditadura militar, foi mais um ato do regime com a finalidade de “servir de exemplo à juventude da época”, já que a cantora alegou que tinha deixado de usar drogas por causa da gravidez e que o que foi encontrado na época seriam restos usados por amigos e frequentadores da casa. Mesmo assim, Rita foi condenada e ficou um ano em prisão domiciliar, precisando de permissões especias do juiz para sair de casa e fazer shows. Abalada e sem dinheiro, compôs com Paulo Coelho a polêmica “Arrombou a festa”, música que criticava o cenário da MPB da época. O compacto com essa faixa bateu recordes de venda do pop/rock brasileiro com 200 mil cópias vendidas. Com o namorado definitivamente incorporado à banda, Rita fica livre da prisão domiciliar, e mesmo grávida, sai em turnê com Gilberto Gil. Refestança foi registrado em disco, mas, segundo a própria cantora, resgatou apenas 30% da atmosfera do show. Com Roberto, Rita dá à luz seu primeiro filho, Beto Lee em 1977, seguido por João em 1979, e Antônio em 1981.

Em 1978 lança LP "Babilônia", álbum este que traz hits como “Jardins da Babilônia” e “Miss Brasil 2000”. Tendo sido considerado por muitos como o último disco puramente de rock de Rita, depois do lançamento deste a banda se desfez. O nome "Tutti Frutti" foi registrado por um dos integrantes, que queria obrigar a saída de outro. Rita reformulou a banda e colocou na estrada o show “Rita Lee & Cães e Gatos”, nome dado devido às brigas internas durante os ensaios. Esse show deu origem a um dos primeiros álbuns piratas do Brasil, hoje, artigo de colecionador

Anos 1980.

Desde a década de 1960, quando surgiram os Festivais de Música Popular Brasileira até o final da década de 1980, a televisão brasileira foi marcada pelo sucesso dos musicais, apresentando novos e conhecidos talentos, eles registravam índices recordes de audiência. Rita Lee participou do especial Mulher 80 (Rede Globo, 1979), um desses momentos marcantes da televisão. O programa, dirigido por Daniel Filho, exibiu uma série de entrevistas e musicais cujo tema era a 'Mulher' e a discussão do papel feminino na sociedade de então, abordando esta temática no contexto da música nacional.
Os discos lançados a seguir tornam-se sucesso de público e crítica:

Rita Lee (1980) com Lança Perfume, Baila Comigo, Caso Sério, Nem luxo nem lixo.

Saúde (1981) teve os sucessos com a música faixa título além de Banho de Espuma, Mutante, Atlântida, Tititi.
Rita Lee e Roberto de Carvalho(1982), com Flagra,Só de Voce, e Cor de Rosa Choque.

Bombom (1984) foi mal recebido pela crítica, mas teve os hits Desculpe o Auê eOn the Rocks.

Rita e Roberto (1985) foi aclamado pela crítica, mas não fez tanto sucesso quanto os anteriores junto ao público. Deste disco os hits são Vírus do Amor, Yê yê yê, Vítima. Neste mesmo ano Rita Lee se apresenta na 1ª Edição do Rock in Rio, apresentação que marca sua volta aos palcos após dois anos.
Ainda em 1985 Rita participa como uma ds juradas do Festival do Festivais, na qual foi júri ao lado de personalidades como Marcelo Tas e Malu Mader.

Flerte Fatal em (1987) com os sucessos Bwana e Pega Rapaz.

Zona Zen em (1988).

No fim da década de 1970 e durante todos os anos 80, influenciados pela Disco Music, Rita e Roberto emplacam sucesso após sucesso nas paradas. Rita ainda passa por intervenções cirúrgicas na época: uma devido a calos nas cordas vocais e outra na face, devido a um acidente de carro.

Anos 1990.

Em 1990, Rita Lee lança o álbum ‘’Rita Lee e Roberto de Carvalho’’, que teve entre suas faixas a música ‘’Perto do Fogo’’, uma composição de Rita Lee e Cazuza.

Em 1991, Rita separa-se temporariamente de Roberto de Carvalho, profissionalmente, e inicia a bem-sucedida turnê voz-e-violão Bossa 'n' Roll. Em seguida lança o disco Rita Lee em 1993, dedicado a um rock'n'roll mais purista.

O casal só viria a dividir o palco novamente em 1995, durante a turnê do álbum A Marca da Zorra, foi com essa turnê que Rita Lee abriu o primeiro show dos Rolling Stones no Brasil. Pouco antes de Rita abrir esse show ela deu entrada no hospital por overdose, e no ano seguinte, sob o efeito de barbitúricos, sofreu uma queda da varanda no segundo andar de seu sítio, esfacelando seu côndilo maxilar e tendo que passar por uma cirurgia para colocação de pinos de titânio. Os médicos teriam dito que, após o acidente, ela jamais voltaria a cantar. Contudo, depois da cirurgia bem-sucedida e diante da possibilidade de retomar sua carreira, Rita teria se comprometido a largar as drogas, o que, segundo uma declaração da cantora ao programa Fantástico (Rede Globo), só fez totalmente em janeiro de 2006, depois de procurar ajuda em um hospício. Ainda em 1995 a música Vítima é tema de abertura da novela A Próxima Vítima.

Em Dezembro de 1996, Rita casa-se legalmente com Roberto de Carvalho, passando a assinar Rita Lee Jones Carvalho'’.

Em 1997, Rita lança o álbum Santa Rita de Sampa, o ábum teve como grande hit a música Obrigado Não, a música Dona Doida foi tema de abertura da novela Zazá, o álbum possui ainda uma música chamada Homem Vinho a qual é uma homenagem de Rita para Caetano Veloso.

Em 1998, lança seu Acústico MTV que foi um grande sucesso de vendagens e crítica. O CD conta com a participação de Cássia Eller na música Luz del Fuego, a banda Titãs em Papai Me Empresta o Carro e Milton Nascimento em Mania de Você.

Anos 2000.

Em 2000 Rita lança o álbum 3001, que teve grandes sucessos como Erva Venenosa, Pagu e o sucesso radiofónico O Amor Em Pedaços. O show 3001 ganhou um especial de fim de ano na Rede Bandeirantes, o show apresentou vários hits do novo CD e contou com as participações de Caetano Veloso, Zélia Duncan, Paula Toller e Pato Fu. Considerado uma máquina do tempo músical, 3001, é nomeado como o Melhor Disco de Rock no Grammy Latino de 2001.

Logo após o sucesso de 3001, Rita Lee grava um CD com Releituras de clássicos dos Beatles. O CD é lançado como Aqui, Ali, Em Qualquer Lugar, no exterior o nome é mudado para Bossa’n Beatles. A roqueira então inicia a turnê ‘’Yê Yê Yê de Bamba, percorrendo todo o Brasil e alguns países da América Latina como a capital Argentina Buenos Aires na qual fez apresentações como na casa de shows Luna Park. O ábum teve como seus grandes sucessos as músicas Minha Vida (In My Life) e Pra Você eu Digo Sim (If I feel).

Em 2003, a cantora grava o CD Balacobaco pela gravadora Som Livre. O disco, produzido por Roberto de Carvalho, é composto por 11 faixas inéditas e é descrito pela crítica como "o melhor disco de Rita Lee nos últimos 10 anos" e transforma-se imediatamente em mais um sucesso na carreira da cantora. Em pouco mais de um mês de lançamento Balacobaco é disco de Ouro. Rita emplaca nas rádios com a música Amor & Sexo e faz sucesso na novela global Senhora do Destino com Tudo Vira Bosta e a música Hino Dos Malucos entra para a trilha sonora de Os Normais - O Filme. No ano seguinte, Balacobaco é indicado ao Grammy Latino 2004 na categoria de Melhor Disco Pop Contemporâneo.

Depois do belo, independente e bem sucedido '’Balacobaco'’, acontece em São Paulo, em 2004, a gravação do CD e DVD MTV Ao Vivo, seu 32° disco. Em menos de um mês, Rita Lee recebe Disco de Ouro por esse novo trabalho. O show é composto por 22 músicas, sendo 20 gravadas para o DVD e 14 para o CD. Esse trabalho é também composto por várias músicas inéditas como Meio Fio, Quando Te Vejo (The More I See You) e Coração Babão. Mas Baila Comigo, Doce Vampiro, Caso Sério e Ovelha Negra entre outros clássicos não foram deixados de fora. Zélia Duncan e Pitty são as convidadas especialíssimas de Rita em Pagu e Esse Tal de Roque Enrow respectivamente. Como seu antecessor, MTV Ao Vivo é indicado ao Grammy Latino 2005 na categoria de Melhor Disco Pop Contemporâneo.

No final de 2005, Rita tornou-se avó pela primeira vez. Sua neta Izabella, filha de Beto Lee, ocupou boa parte do seu ano de 2006. Apesar disso, nesse ano Rita estreou uma mini-turnê que percorreu pequenas cidades de interior e tinha como objetivo testar o repertório da turnê que pretendia fazer em 2007 como comemoração aos seus 40 anos de carreira.

No especial de Roberto Carlos da Rede Globo de 2008, a cantora faz uma participação especial com um "pot pourri" de seus sucessos Papai Me Empresta o Carro, Flagra, Mania de Você e Baila Comigo.

Em 2008, a cantora se dedicou à turnê PicNic, fazendo shows pelo Brasil. No início de 2009, é gravado no Rio de Janeiro o CD e DVD Multishow Ao Vivo,que conta possui as músicas inéditas Tão, Se Manca e Insônia. No mesmo ano é indicado ao Grammy Latino na categoria de Melhor Disco Pop Contemporâneo.
Em 2010, Rita iniciou sua nova turnê, ETC..., que estreiou em Belo Horizonte, na qual Rita canta sucessos que ficaram fora de seu repertório por bastante tempo como Atlântida, Vírus do Amor e Luz del Fuego. A cantora também apresentou no show um número em homenagem a Michael Jackson, com a ajuda de Nikki Goulart, um cover do cantor.

O show percorreu várias cidades do Brasil como São Paulo, Porto Alegre e Rio de Janeiro, além de ter passado pela capital Argentina, Buenos Aires, com apresentação no teatro Gran Rex.

Aposentadoria dos Palcos.

No dia 22 de Janeiro de 2012, Rita anuncia sua aposentadoria dos palcos em seu show de estréia no Circo Voador no Rio de Janeiro devido à sua fragilidade física: Me aposento dos shows, mas da música nunca, explicou a cantora no seu Twitter.

A sua última apresentação que foi no dia 28 de Janeiro de 2012 no Festival de Verão de Sergipe, terminou em polêmica, quando a cantora se revoltou com uma ação policial supostamente agressiva com seu público. Acusada de desacato à autoridade, Rita Lee foi encaminhada a delegacia após o show para prestar depoimento, e liberada em seguida.

Carnaval.

No dia 19 de Fevereiro de 2012, Rita Lee desfilou no Carnaval 2012 pela escola de samba paulista Águia de Ouro a qual o tema foi a Tropicália, junto com Rita desfilaram cantores do movimento tropicalista como Caetano Veloso, Gilberto Gil além de cantores como Wanderléia, Cauby Peixoto e Angela Maria. Rita Lee homenageou a atriz Leila Diniz no desfile, vestindo uma réplica do vestido de noiva que Rita pegou emprestada da atriz e nunca devolveu.

Reza.

Após alguns anos sem gravar CD de músicas inéditas, o último foi o álbum Balacobaco em 2003, Rita Lee anuncia o lançamento de seu novo CD, Reza
No dia 2 de Fevereiro de 2012, Rita Lee lança Reza, o primeiro single promocional de seu novo álbum de mesmo nome, a música foi executada pela primeira vez na rádio JB FM do Rio de Janeiro.

Após o lançamento da música na rádio, a cantora á disponibiliza no seu canal do Youtube. Rita descreveu a música como uma "reza de proteção de invejas, raivas e pragas".

Pouco tempo após seu lançamento, o single inicia sua entrada nas rádios de todo o Brasil e lidera as paradas regionais do Rio de Janeiro e atualmente permanece na primeira posição.

Foi anunciado na página adiministrada pela produção da cantora no Facebook no dia 24 de Fevereiro que o lançamento do novo álbum da cantora seria em Abril: "O lançamento de "Reza" está previsto para o dia 13 de abril, dia internacional do beijo!". O lançamento será feito pela gravadora Biscoito Fino. A gravadora adiou o lançamento do novo álbum para o dia 30 de Abril.
Em Março, Reza é confirmada como o primeiro single oficial, sendo disponibilizado em download digital no iTunes.

No dia 15 de Março, Reza alcança o 1º Lugar entre as músicas mais vendidas na categoria MPB no iTunes, Reza também está entre entre as mais vendidas de todo o iTunes Brasil. Ela aparece em 9º Lugar, na frente de sucessos como Moves Like Jagger, do Maroon 5, e Set Fire To The Rain, de Adele.

No dia 16 de Março, Reza ultrapassou na loja brasileira do iTunes, o sucesso "Ai, se eu te pego", de Michel Teló, no número de downloads do Top Chart Music, parada das músicas mais vendidas. Rita é a brasileira mais bem colocada no raking.

No dia 26 de Março, a música Reza entrou para a trilha sonora da novela Avenida Brasil (telenovela) da Rede Globo.

O CD teve sua pré divulgação no site da cantora e também no perfil oficial no Facebook no dia 2 de Abril, onde foram divulgados os nomes das músicas e também trechos das músicas que estarão no novo álbum, o CD contará com 14 músicas, e a partir do dia 3 de Abril estará disponivél para a pré vendas no iTunes.

Outros Trabalhos.

Rádio.

Depois do rompimento de seu contrato com a Som Livre, em 1986, Rita dedica-se, com a parceria do amigo escritor Antonio Bivar, a um programa de rádio, Rádio Amador, que escreve e apresenta, adotando o nome Lita Ri, e interpreta vários personagens.

Literatura.

Entre 1986 e 1992, escreveu quatro livros infantis, tendo como protagonista o rato cientista Dr. Alex.

Televisão.

Rita participou das novelas globais como Top Model, Vamp, Celebridade e Ti ti ti e do sitcom Sai de Baixo.Além de ter sido uma das apresentadoras do programa Saia Justa e ter apresentado os programaa TVLeeZão e Madame Lee.

Em Top Model (1989), escrita por Walther Negrão e Antônio Calmon, Rita era Maria Regina, a Belatrix, uma das ex-mulheres do surfista Gaspar, interpretado por Nuno Leal Maia.

Em Vamp (1991) (também escrita por Calmon), Rita era a roqueira-vampira Lita Ree, amiga da protagonista Natasha, interpretada por Cláudia Ohana, em um show fictício, dentro da novela, Cláudia e Rita, Natasha e Lita respectivamente, cantaram juntas o grande sucesso Doce Vampiro.

Ainda no anos de 1991, Rita teve um programa na MTV Brasil intitulado "TVLeeZão".

Em 1997, participou do sitcom Sai de Baixo no espisódio Presepada de Natal, Rita era Scarlet Antibes, uma prima de Caco Antibes,interpretado por Miguel Falabella.

Em abril de 2002, passa a co-apresentar o programa de televisão Saia Justa, no canal pago GNT (Globosat), ao lado de Mônica Waldvogel, Marisa Orth e Fernanda Young, Rita se despediu do programa em maio de 2004.

Em Celebridade (2003) Rita fez uma participação especial como ela mesma e contracenou com Maria Clara, interpretada por Mallu Mader.

De setembro a dezembro de 2005, comandou, ao lado do marido Roberto de Carvalho, o talk-show Madame Lee também no no canal pago GNT.

Em maio de 2010, Rita Lee é convidada pelo diretor global Jorge Fernando para regravar seu sucesso de 1985, TiTiTi. A música foi usada na abertura do remake da novela Ti Ti Ti no horário das 19 horas. Rita Lee fez uma participação no último capitulo da novela, fazendo um show, cantando a música de abertura da novela.

Sucessos.

Em seus 45 anos de carreira, Rita Lee gravou vários sucessos que emplacaram nas rádios e tocam até hoje: Menino Bonito, Mamãe Natureza, Ando Jururu, Agora Só Falta Você, Fruto Proibido, Esse Tal de Roque Enrow, Luz del Fuego, Ovelha Negra, Menino Bonito, Arrombou a Festa, Coisas da Vida, Miss Brasil 2000, Agora é Moda, Jardins da Babilônia, Eu e Meu Gato, Chega Mais, Papai Me Empresta o Carro, Mania de Você, Doce Vampiro, Core Corre, Lança Perfume, Bem Me Quer, Baila Comigo, Shangrilá, Caso Sério, Nem Luxo Nem Lixo, Orra Meu, Alô Alô Marciano, Saúde, Mutante, Tititi, Banho de Espuma, Atlântida, Flagra, Só de Você, Cor de Rosa Choque, On The Rocks, Desculpe o Auê, Vírus do Amor, Yê yê yê, Vítima, Pega Rapaz, Bwana, Perto do Fogo, Todas as Mulheres do Mundo, Obrigado Não, Pagu, Erva Venenosa (Poison Ivy), Minha Vida (In My Life), Pra Você Eu Digo Sim (If I Fell), Amor e Sexo, Tudo Vira Bosta e a mais recente Reza.

Além dos sucessos que compôs para ela mesma, teve também suas músicas gravadas por artistas renomados, como João Gilberto, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Elis Regina, Roupa Nova, Gal Costa, Maria Bethânia, Milton Nascimento, Wanderléa, Simone, Ney Matogrosso, Zizi Possi, As Frenéticas, Daniela Mercury, Leoni, Ed Motta, Arnaldo Brandão, Wanessa Lulu Santos, Marisa Monte, Biquini Cavadão, Marina Lima, Zélia Duncan, Metrô, Os Fantasmas, Cássia Eller, Cídia e Dan, Paula Toller, Henri Salvador, Pato Fu, Pitty, Frank Pourcel, Paul Mauriat, Maria Rita, Gloria Estefan, Yael Levy, Marjorie Estiano, Crika Amorim e Ná Ozzetti (estas duas fizeram um álbum tributo somente com a obra de Rita Lee), entre muitos outros. Texto: Wikipédia.
Discografia.

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

Como Baixar.

Álbuns Solo e com Roberto de Carvalho.

Build Up (1970)
01. Sucesso, Aqui Vou Eu (Build Up) 
02. Calma
03. Viagem ao Fundo de Mim
04. Precisamos de Irmãos
05. Macarrão com Linguiça e Pimentão
06. José (Joseph) 

07. Hulla-Hulla
08. And I Love Her
09. Tempo Nublado
10. Prisioneira do Amor
11. Eu Vou Me Salvar

Hoje É o Primeiro Dia do Resto da Sua Vida (1972)
Este álbum é creditado à carreira solo da Rita Lee, mas é o último disco gravado pela formação clássica dos Mutantes. O grupo já havia lançado um álbum em 1972, mas como o contrato com a gravadora só previa o lançamento de um disco por ano, eles optaram por creditar o mesmo como solo da Rita Lee. A vontade da banda era aproveitar um estúdio recém-inaugurado que possuía uma mesa de 16 canais, talvez a única disponível no Brasil naquele momento.
01. Vamos Tratar da Sa de
02. Beija-me, Amor
03. Hoje O Primeiro Dia do Resto da Sua Vida
04. Teimosa
05. Frique Comigo
06. Amor Branco e Preto
07. Tiroleite
08. Tapupukitipa
09. De Novo Aqui meu Bom Jos
10. Superfície do Planeta

Rita Lee (1979)
01. Chega Mais
02. Papai Me Empresta O Carro
03. Doce Vampiro
04. Corre-corre
05. Mania De Você
06. Elvira Pagã
07. Maria Mole
08. Arrombou A Festa II

Rita Lee (1980)
01. Lança Perfume
02. Bem-Me-Quer
03. Baila Comigo
04. Shangrilá
05. Caso Sério
06. Nem Luxo, nem Lixo
07. João Ninguém
08. Ôrra Meu

Rita Lee e Roberto de Carvalho - Saúde (1981)
01. Saude
02. Tatibitati
03. Mutante
04. Tititi (Galinhagem)

05. Banho De Espuma
06. Atlântida
07. Favorita
08. Mother Nature (Mamãe Natureza) 


Link.

Rita Lee e Roberto de Carvalho (1982)
01. Flagra
02. Barriga da Mamãe
03. Barata Tonta
04. Frou-Frou
05. Vote em Mim
06. Só de Você
07. Brasil Com S (Part. João Gilberto) 

08. Cor-De-Rosa Choque
09. Pirata Cigano
10. O Circo

Rita Lee e Roberto de Carvalho - Baila Comigo, em Espanhol (1982)
01. Baila Conmigo
02. No Se Olvidarte
03. Atlantida
04. Pide Mas
05. Caso Serio
06. Mania De Ti
07. Dulce Vampiro
08. Baño De Espuma
09. Corre Corre
10. Lanza Perfume

Rita Lee e Roberto de Carvalho - Bombom (1983)
01. On The Rocks
02. Desculpe o Auê
03. Tentação do Céu
04. Fissura
05. Degustação
06. Arrombou o Cofre
07. Menino
08. Strip Tease
09. Raio X
10. Bobos da Corte
11. Pirarucu
12. Yoko Ono 


Link.

Rita e Roberto (1985)
01. Vírus Do Amor
02. Yê Yê Yê
03. Vítima
04. Molambo Souvenir
05. Gloria F
06. Nave Maria
07. Noviças do Vício
08. Choque Cultural
09. Não Titia

Rita Lee e Roberto de Carvalho - Flerte Fatal (1987)
01. Brazix Muamba
02. Flerte Fatal
03. Bwana
04. Me Recuso
05. Blue Moon
06. Pega Rapaz
07. Músico Problema
08. Pára com Isso
09. Piccola Marina
10. Xuxuzinho

Zona Zen (1988)
01. Nunca Fui Santa
02. Independência E Vida
03. Livre Outra Vez
04. Sem Endereço (Memphis, Tennessee) 

05. Zona Zen
06. Cruela Cruel
07. Cecy Bom (C'est Si Bon) 

08. Maná Mané

Rita Lee e Roberto de Carvalho (1990)
01. Perto do Fogo
02. Coração em Crise
03. Uma Noite em Hong Kong
04. É a Vida
05. Volta ao Mundo
06. Esfinge
07. Tipo Inesquecível
08. Farsa
09. La Miranda
10. La Javanaise

Rita Lee (1993)
01. Filho Meu
02. Tataraplantes
03. Drag Queen
04. Mon Amour
05. Menopower
06. Maria Ninguém
07. Todas As Mulheres do Mundo
08. Ambição
09. Canalha
10. Benzadeusa
11. Deprê
12. Só Vejo Azul
13. Dami Mille Bacci

Santa Rita de Sampa (1997)
01. Santa Rita de Sampa
02. Normal em Curitiba
03. Fruta Madura
04. O Que Você Quer
05. Jardim de Allah
06. Ando Jururu
07. Tum Tum
08. Longe Daqui, Aqui Mesmo
09. Homem Vinho
10.Dona Doida
11. Obrigado Não
12. Menino de Braçanã

3001 (2000)
01. 3001
02. 2001
03. Voce Vem
04. Erva Venenosa (Poison Ivy) 

05. Mentiras
06. Rebeldade
07. Pagu
08. O Amor em Pedacos
09. Cobra
10. Entre sem Bater
11. Aviso aos Meliantes
12. Historia sem Fim

Aqui, Ali, em Qualquer Lugar (2001)
01. A Hard Day´s Night
02. With A Little Help From My Friends
03. Para Você eu Digo Sim (If I Fell) 

04. All My Loving
05. Minha Vida (In My Life) 

06. She Loves You
07. Michelle
08. Aqui, Ali, Em Qualquer Lugar (Here, There And Everywhere) 

09. I Want To Hold Your Hand
10. Tudo Por Amor (Can´t Buy me Love) 

11. Lucy In The Sky With Diamonds
12. Here, There and Everywhere
13. In My Life
14. If I Fell

Balacobaco (2003)
01. Amor e Sexo
02. A Fulana
03. As Minas de Sampa
04. Copacabana Boy
05. Balacobaco
06. Já Te Falei
07. Nave Terra
08. A Gripe do Amor
09. Tudo Vira Bosta
10. Eu e Mim
11. Over the Rainbow
12. Hino dos Malucos

Reza (2012)
01. Pistis Sophia
02. Reza
03. Tô Um Lixo
04. Divagando
05. Vidinha
06. As Loucas
07. Bixo Grilo
08. Paradise Brasil
09. Rapaz
10. Bagdá
11. Tutti-Fuditti
12. Gororoba
13. Bamboogiewoogie
14. Pow

Álbuns ao Vivo.

Rita Lee em Bossa 'n' Roll (1991)
01. Doce Vampiro
02. Baila Comigo
03. Mutante
04. Alô! Alô! Marciano
05. Every Breath You Take
06. Desculpe o Auê
07. Cry Me a River
08. Perto do Fogo
09. It’s Only Rock’n Roll
10. Shangrilá
11. Ovelha Negra
12. The Fool On The Hill
13. Jardins da Babilônia
14. Miss Brasil 2000
15. Vírus do Amor
16. Corre Corre
17. Lança Perfume
18. Mania de Você

A Marca da Zorra (1995)
01. A Marca da Zorra
02. Nem Luxo, Nem Lixo
03. Dançar Pra não Dançar
04. Jardins da Babilônia
05. Ando Meio Desligado
06. Vítima
07. Todas As Mulheres do Mundo
08. Papai me Empresta o Carro
09. Atlântida
10. Mamãe Natureza
11. Ovelha Negra
12. Miss Brasil 2000
13. On The Rocks
14. Ôrra Meu

Acústico MTV (1998)
01. Agora só Falta Você
02. Jardins da Babilônia
03. Doce Vampiro
04. Luz Del Fuego (Part Esp.Cassia Eller) 

05. Nem Luxo, Nem Lixo
06. Alô, Alô Marciano
07. Eu e Meu Gato
08. Balada do Louco
09. Papai me Empresta o Carro (Part Esp.Titãs) 

10. O Gosto do Azedo
11. Gitâ
12. Flagra
13. Desculpe o Auê (Part Esp.Paula Toller) 

14. Coisas da Vida
15. M te Vê
16. Mania De Você (Part Esp. Milton Nascimento) 

17. Lança Perfume
18. Ovelha Negra

MTV Ao Vivo (2004)
01. Saúde
02. Meio Fio
03. Mamãe Natureza
04. Esse Tal de Roque Enrow (Com Pitty) 

05. Amor e Sexo
06. Panis Et Circenses
07. Lucy In The Sky With Diamonds
08. Coração Babão
09. Pagu (Com Zélia Duncan) 

10. Baila Comigo
11. Caso Sério
12. Eu Quero Ser Sedado (I Wanna be Sedated) 

13. Ando Jururu
14. Tudo Vira Bosta

Multishow Ao Vivo (2009)
01. Flagra
02. Saude
03. Mutante
04. Cor de Rosa Choque, Todas as Mulheres do Mundo
05. Tão
06. Vingativa
07. O Bode e a Cabra
08. Se Manca
09. Baby
10. Bwana
11. Vitima
12. Insônia
13. Roll Over Beethoven
14. Erva Venenosa
15. Doce Vampiro
16. Oveglha Negra
17. Agora so Falta Voce
18. Lança Perfume, Chiquita Bacana
19. Mania de Voce

Álbuns com Os Mutantes.

Os Mutantes (1968)
Mutantes (1969)
A Divina Comédia ou Ando Meio Desligado (1970)
Jardim Elétrico (1971)
Mutantes e Seus Cometas no País dos Baurets (1972)
Hoje É o Primeiro Dia do Resto da Sua Vida (1972)
Tecnicolor (2000, Gravado em 1970)

Álbum com Lúcia Turnbull.

Cilibrinas do Éden (1973)


Tutti Frutti.

Tutti Frutti foi uma banda brasileira de rock, formada no início dos anos 70 por músicos do bairro da Pompeia, em São Paulo. Entre 1973 e 1978, liderada pelo guitarrista Luis Sérgio Carlini, a banda foi o grupo de apoio de Rita Lee, após a saída da cantora dos Mutantes. Com ela tornaram-se um dos grandes nomes do rock brasileiro na década de 70 e gravaram várias músicas de sucesso nacional, como Agora só Falta Você, Esse Tal de Roque Enrow, Ovelha Negra, Corista de Rock, Miss Brasil 2000 e Jardins da Babilônia. A banda ainda continuaria sua carreira com um novo vocalista, mas encerraria suas atividades em 1981. Voltaram em 2007 com nova formação e apresentam-se de forma errática até os dias de hoje.

História.

Tudo começou em 1971, no bairro da Pompeia, na capital paulista. Três amigos de origem italiana, o guitarrista Luis Sérgio Carlini, o baixista Lee Marcucci e o baterista Emilson Colantonio, formaram uma banda para tocar rock chamada Coqueiro Verde. No ano seguinte, após alguns shows em pequenas casas noturnas e, também, devido a influência das substâncias químicas bastante em voga na época (como o ácido lisérgico), a banda trocaria seu nome para Lisergia. Tocando na noite paulista, e com Carlini já sendo notado pela sua qualidade como guitarrista, acabaram sendo vistos por Rita Lee.

Rita havia deixado Os Mutantes em outubro de 1972 e tinha de montado uma dupla feminina com Lúcia Turnbull, o Cilibrinas do Éden, e a primeira apresentação da dupla acabou sendo no primeiro dia do festival Phono 73. Por um acaso, sua apresentação acabou ocorrendo logo antes da apresentação dos Mutantes. Com a recepção fria do público ao seu projeto acústico, Rita Lee decidiu que precisava de um grupo de rock para acompanhá-las. A "descoberta" da banda por Rita acabou levando a um convite para que eles passassem a ser a banda de apoio dela.

Rita Lee & Tutti Frutti.

Apesar de ter gostado da banda, Rita não gostava do nome. A busca por um novo nome para a banda acabou tendo fim quando Rita e sua empresária Mônica Lisboa montaram um show, que ficaria em cartaz no Teatro Ruth Escobar, em São Paulo, de 15 de Agosto até 16 de Setembro de 1973, para o lançamento da nova carreira da primeira. O nome do show era "Tutti Frutti", porque contava com toda uma parafernália que era usada durante o show: projeção de slides, super-8, luzes coloridas, etc. A idéia inicial era lançar um disco ao vivo com as apresentações no teatro, mas a PolyGram, gravadora de Rita Lee, vetou a ideia.

Com a saída de Turnbull no ano seguinte, a substituição de Colantonio na bateria por Franklin Paolillo, a entrada de Paulo Mauricio nos teclados e a troca de gravadora de Rita, da Phillips para a Som Livre, a banda gravou com ela alguns de seus maiores sucessos, como Bandido Corazón, Mamãe Natureza, Miss Brasil 2000, Agora só Falta Você, Esse Tal de Roquenrou e Ovelha Negra, do disco Fruto Proibido, disco considerado obra-prima de Rita - e que a edição brasileira da revista Rolling Stone considera o 16º melhor disco brasileiro de todos os tempos em qualquer gênero cujo solo final de Carlini é a marca registrada da música até os dias de hoje,

Tutti Frutti.

Em 1978, já com Roberto de Carvalho integrando a banda como tecladista, Carlini resolve deixar o grupo, insatisfeito com sua posição secundária na banda - ele era o autor de várias músicas com Rita - e leva consigo o nome, registrado por ele desde 1973, formando então um novo grupo com o mesmo nome, com o vocalista Simbas, ex-Casa das Máquinas, o baixista Walter Balot e o baterista Juba Gugel, enquanto seu parceiro e co-fundador do Tutti Frutti original, Lee Marcucci, continuou com Rita.

A nova banda continuou com shows e um novo disco próprio da gravadora Capitol, que, demorando a ser lançado, graças a uma música censurada e que a banda queria que constasse dele de qualquer maneira, não fez sucesso. A banda terminou no começo dos anos 80.

Há alguns anos, Carlini tem feito pequenos shows e gravações com ex-integrantes do Tutti Frutti, como Marcucci e Franklin Paolillo, ensaiando uma nova volta, ainda não concretizada. Texto: Wikipédia.

Formações.

Com Rita Lee.

1973-1974.

Luis Sérgio Carlini (Guitarras, Violões, Vocais)
Lúcia Turnbull (Guitarras, Violões, Vocais)
Lee Marcucci (Baixo)
Emilson Colantonio (Bateria)

1975.

Luis Sérgio Carlini (Guitarras, Vocais)
Lee Marcucci (Baixo)
Guilherme Bueno (Teclados)
Rubens Nardo (Vocais)
Gilberto Nardo (Vocais)
Franklin Paolillo (Bateria)

1976.

Luis Sérgio Carlini (Guitarras, Vocais)
Lee Marcucci (Baixo)
Paulo Maurício (Teclados)
Rubens Nardo (Vocais)
Gilberto Nardo (Vocais)
Sérgio Della Monica (Bateria)

1976.

Luis Sérgio Carlini (Guitarras, Vocais)
Lee Marcucci (Baixo)
Marcos Posato (Teclados)
Sérgio Della Monica (Bateria)

1977-1978.

Luis Sérgio Carlini (Guitarras, Vocais)
Lee Marcucci (Baixo)
Roberto De Carvalho (Teclados, Guitarras)
Wilson "Willy" Pinto De Oliveira (Vocais)
Sérgio Della Monica (Bateria)

1978-Sem Rita Lee.

Luis Sérgio Carlini (Guitarras, Vocais)
Walter Bailot (Baixo)
Simbas (Vocal)
Juba Gurgel (Bateria)

1979.

Luis Sérgio Carlini (Guitarras, Vocais)
Renato Figueiredo (Baixo)
Simbas (Vocal)
Juba Gurgel (Bateria)

1980-1981.

Luis Sérgio Carlini (Guitarras, Vocais)
Ronaldo Paschoa (Guitarras)
Renato Figueiredo (Baixo)
Simbas (Vocal)
Marinho Thomaz (Bateria)

Reunião 2007-Atualmente.

Luis Sérgio Carlini (Guitarras, Vocais)
Roy Carlini (Guitarras)
Mr. Ruffino (Baixo)
Johnny Boy (Teclados)
Sol Ribeiro (Vocal)
Rubens Nardo (Vocais)
Gilberto Nardo (Vocais)
Franklin Paolillo (Bateria)

Álbuns Rita Lee & Tutti Frutti
.

Atrás do Porto Tem uma Cidade (1974)
01. De Pés no Chão
02. Yo No Creo Pero...
03. Tratos à Bola
04. Menino Bonito S
05. Pé de Meia
06. Mamãe Natureza
07. Ando Jururu
08. Eclipse do Cometa
09. Círculo Vicioso
10. ...Tem uma Cidade

Fruto Proibido (1975)
01. Dançar pra não Dançar
02. Agora só Falta Você
03. Cartão Postal
04. Fruto Proibido
05. Esse Tal de Roque Enrow
06. O Toque
07. Pirataria
08. Luz del Fuego
09. Ovelha Negra

Rita Lee & Tutti Frutti, Erasmo Carlos, Raul Seixas e O Peso - Hollywood Rock (1975)
Rita Lee & Tutti Frutti.
01. Mamãe Natureza
02. Minha Fama de Mau
03. E Você Ainda Duvida?
Erasmo Carlos.
04. 1990 - Projeto Salvaterra
05. Negro Gato
06. Bolas Azuis
Raul Seixas.
07. Não Pare na Pista
08. Como Vovó já Dizia
09. Al Capone
O Peso.
10. Só Agora (Estou Amando Você) 
11. Cabeça Feita

Entradas e Bandeiras (1976)
01. Corista de Rock
02. Lady Babel
03. Coisas da Vida
04. Bruxa Amarela
05. Departamente de Criação
06. Superstafa
07. Com a Boca no Mundo
08. Posso Contar Comigo
09. Troca Troca

Rita Lee, Tutti Frutti & Gilberto Gil - Refestança (1977)
01. Refestança
02. É Proibido Fumar
03. Odara
04. Domingo no Parque
05. Back in Bahia
06. Giló
07. Ovelha Negra
08. Eu Só Quero um Xodó
09. De Leve (Get Back) 

10. Arrombou a Festa
11. Refestança

Babilônia (1978)
01. Miss Brasil 2000
02. Disco Voador
03. Agora é Moda
04. Jardins da Babilônia
05. O Futuro me Absolve
06. Sem Cerimônia
07. Que Loucura
08. Eu e Meu Gato
09. Modinha

Link.

Álbum sem Rita Lee.

Você Sabe Qual o Melhor Remédio (1981)
01. Que Loucura
02. Classe Média
03. Dançar é o Melhor Remédio
04. Ilusão e Brisa
05. Você
06. Casa na Fazenda
07. Chega Mais Menina
08. Motel 56
09. País Tropical
10. Radio Patroa
11. Dance Como Dance
12. Quebrando o Gelo
13. Não Diga Não
14. Paranóia

Link.

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

30 comentários :

  1. Alex... fenomenál; sem palavras p/ descrever essa preciosidade postada... uma jói rara da MPB! Parabéns...

    ResponderExcluir
  2. Roberto Polese25/05/12 10:01

    Tive oportunidade de assistir a alguns shows da Rita (Entradas e Bandeiras, Refestança e Babilônia). Mutantes e Tutti Frutti foram grandes bandas. Depois disso ela fez pop, com letras baseadas em trocadilhos. Amigos, isso não é Rock. Ela abandonou o Rock 'n Roll e não acho que deveria receber qualquer título da comunidade roqueira. Rainha das novelas da Globo talvez seja mais adequado que rainha do rock brasileiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marco Aurélio - Muriaé MG30/10/15 13:13

      Roberto, não radicalize!
      A Rita deu sim uma grande contribuição para o rock nacional e esse mérito tem que ser reconhecido uma mulher fazer e cantar rock naquela época, não era coisa fácil. Dos anos 80 em diante ela se rendeu aos apelos comerciais assim como o fizeram algumas grandes bandas pelo mundo afora. Más isso não apaga a sua grande obra. Ela é influência para a maioria das cantoras de hoje em dia no Brasil.

      Excluir
  3. O ultimo bom trabalho de Rita ainda com sua veia rock 'Roll sem duvida é Babilônia,uma boa referencia também é atras do porto tem uma cidade só pra lembrar os anos são setenta respectivamente,depois Rita e Roberto só bobagem que não vale comentar.Obrigado Alex por o muro continuar de pé.

    ResponderExcluir
  4. este album solo da banda da rita de apoio era o que me faltava. Valeu .muita saude e paz

    ResponderExcluir
  5. Muito boa a seleção... Em especial esta verdadeira RARIDADE FONOGRÁFICA... Rita Lee, Erasmo e o grande Raulzito ao vivo..
    Alex... Mais que seguidor, Me tornei seu fã! E de carteirinha!

    ResponderExcluir
  6. José Alves Teixeira (Tex) Garanhuns-PE26/05/12 17:07

    Rita Lee, influência no Rock And Roll Brasileiro para todas as Gerações. Sem comentários e sem elogios. RITA É RITA, e é Maravilhosa. Alex essa discografia é uma parte da enciclopédia do Rock Brasileiro. Obrigado por postar essas maravilhas.

    ResponderExcluir
  7. Cara,que alegria ver o muro ressurgindo das cinzas, como Fênix... Depois de um fim de semana num evento de motociclistas em Vinhedo, com muito rock na cabeça e coração, resolvi en trar no muro pra ouvir a rádio... Que surpresa ver os posts recentes, resolvi baixar Rita Lee, plano antigo que ainda não tinha dado tempo , e consegui !!! Valeu Alex, a sua persistência é uma lição de vida !!! Boa sorte !!!

    ResponderExcluir
  8. gracias desde guatemala

    ResponderExcluir
  9. ALEX VCE NOVAMENTE ARRASOU!! POSTAR A DISCOGRAFIA DE RITA LEE COM E SEM TUTTI FRUTTI FOI DEMAIS, ISSO É ARQUEOLOGIA PURA!!!
    RESGATOU UMA FASE MAGNÍFICA DA MUSICA BRASILEIRA QUE AS GRAVADORAS INSISTEM EM ENTERRAR.
    VALEU MESMO CARA!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  10. EXCELENTE DISCOGRAFIA... DESEJO MUITO SUCESSO PARA VOCÊ ALEX E DESEJO TAMBÉM QUE NUNCA DERRUBEM ESTE "MURO"... POIS ELE DEVE SER IGUAL AO ROCK: "ETERNO"!!!!!!!

    ResponderExcluir
  11. Excelente site para baixar raridades, eu queimei meu HD de 150 gigas que continha todas as minhas músicas guardadas. Agora tou refazendo meu arsenal e fiquei gratamente surpresa em encontrar um site tão rock'n'roll como esse. Obrigada!

    ResponderExcluir
  12. BÁ MUITO OBRIGADA POR PROPORCIONAR TODA ESSA MARAVILHA SONORA!!!

    COMPARTILHANDO CULTURA!!!

    DALE RITA LEEEEEEE

    ResponderExcluir
  13. Marco Aurélio - Muriaé - MG12/11/12 09:32

    A fase com a banda Tutti Frutti é uma aula de Rock and Roll: Exelentes viradas de bateria e guitarras fantásticas. Depois disso infelizmente só melação embora ela seja uma ótima letrista (poetisa)

    ResponderExcluir
  14. ADOREI MUITO CONSEGUIR ESTES ARQUIVOS DE RITA LEE OBRIGADO.

    ResponderExcluir
  15. cara, não sou muito fan da Rita, mas a música José (joseph), na minha opinião é a melhor da Rita eu ouvia muito nos tempos que as rádios mandavam no AM, e quem tinha um rádio FM era rico, parabens pela postagem, segue a minha força para não desistir.

    ResponderExcluir
  16. Muito bom! Muito grato por disponibilizar para gente!!

    ResponderExcluir
  17. Átila Ribeiro22/01/13 04:09

    A verdadeira e única Rainha do Rock Brasileiro SIM, incomparável e eterna se destacando tambem em toda a música brasileira na sua melhor fase; discordo totalmente de outros comentários que desvalorizam sua fase com Roberto de Carvalho, aonde apesar de mudar de estilo e explorar um pouco outros rítmos, continuou a fazer rock de qualidade com baladas românticas e canções que marcaram muito a minha geração; MARAVILHOSA em TODA a sua trajetória, jamais existirá outra mulher no Rock nacional como Rita Lee... valeu filho !!!

    ResponderExcluir
  18. Rita vai ser sempre a nossa rainha do ROCK, mas na época do Tutti Frutti sem dúvida alguma ela era muito mais ROCK ROLL

    ResponderExcluir
  19. Rita Lee sempre compreendia anos depois, justamente por ser uma figura à frente de seu tempo. Quando ela partiu para o Tutti Frutti, os fãs dos Mutantes torceram a cara, quando partiu em parceria com Roberto de Carvalho, os fãs da fase anterior também fizeram o mesmo...mas ela segue em frente, sempre renovando e surpreendendo...quer um mix de tudo? Ouçam 'Reza', lá tem pitacos de tudo. Ps. E ela não tem nada mais a provar, é nossa Mãe do Rock.

    ResponderExcluir
  20. Fruto Proibido nao vendeu 700 mil copias. No mais, adorei o texto.

    ResponderExcluir
  21. Regis diz:
    Rita Lee é uma das figuras mais rock n' roll do nosso país.

    ResponderExcluir
  22. Muito Obrigado!!!!

    ResponderExcluir
  23. Parabéns pelo blog. Tenho achado muita coisa aqui que se perdeu no tempo. muitas raridades. Parabéns mesmo por todo esse trabalho pois sei que é bem difícil juntar tudo isso. Tenho uma web radio e tenho buscado muito material aqui pois sempre encontro "aquelas" músicas que não se acha em lugar nenhum. Aproveito e convido para acessar e ouvir a Jardim Eclético Web Radio (www.jardimecletico.com.br)

    ResponderExcluir
  24. Ótimo trabalho do Muro. Muitas coisas se perderão ou já se perderam com o tempo. As bandas mais famosas sempre serão citadas na história do rock, etc, outras serão esquecidas (creio que não seja o caso de Rita). E esse site tem um material muito bom de bandas que foram sendo "esquecidas".
    Encontro muita coisa boa aqui

    ResponderExcluir
  25. Raul Seixas e Rita Lee são os maiores cantores de rock do Brasil Adoro os Dois.

    ResponderExcluir
  26. FÃ DESSE BLOG SEM DUVIDA PARABENS RECOMENDO SEMPRE.

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.