Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

20 de março de 2013

Pennywise - Discografia.

Pennywise é uma banda de punk rock californiano/hardcore punk norte-americana formada em 1988 em Hermosa Beach, pequena cidade ao sul de Los Angeles. Teve seu nome inspirado na criatura do livro de horror de Stephen King, It. 

É uma das principais bandas da cena punk rock californiana atual, ao lado de nomes como NOFX e Bad Religion, e uma das mais influentes durante a década de 1990. Suas letras politizadas, sempre com protestos, e o som rápido, logo destacaram a banda na cena underground norte-americana, angariando fãs pelo mundo todo. Seus concertos, sempre com muita energia também são uma marca da banda, que quase teve um fim prematuro, com o suicídio de seu primeiro baixista, Jason Thirsk, que também era o principal compositor, até então. 

Após o lançamento do álbum Unknown Road em 1993, a banda recebeu propostas de grandes gravadoras, mas preferiu permanecer na Epitaph Records, onde está até hoje, e manter seu som original. O Pennywise é hoje uma das principais influências das novas bandas de hardcore punk do mundo. Canções como "Brohymn", "Fuck Authority", "Wouldn't it be Nice", "No Reason Why", "Alien", "Waiting", "God Save the USA", e muitas outras já são clássicos do hardcore.

História.

1988-1992: Princípio. 

O Pennywise foi formado em 1988 em Hermosa Beach, Califórnia pelo cantor Jim Lindberg, pelo guitarrista Fletcher Dragge, pelo baterista Byron McMackin e pelo baixista Jason Thirsk. Essa é a formação clássica. Todos os integrantes haviam tocado em outras bandas da região, e prestaram ensino médio na mesma escola. Hermosa Beach já havia sido origem de outras bandas pioneiras de hardcore punk no final da década de 1970, como Black Flag, Circle Jerks e Descendents. 

Em 1989 lançaram pela Theologian Records dois EP, A Word from the Wise e Wildcard, influenciados por bandas como Minor Threat e Black Flag. Posteriormente a gravadora relançou os EP em um disco solo, "Wildcard/A Word from the Wise". 

Tendo ouvido a banda na rádio local da universidade, um DJ local indicou A Word from the Wise a Brett Gurewitz da Epitaph Records (e também guitarrista do Bad Religion), e, apesar de críticas não favoráveis ao EP, o grupo assinou contrato com a gravadora em 1990. Lançaram seu primeiro álbum no ano seguinte, Pennywise, que rapidamente espalhou-se pela comunidade punk estado-unidense. Suas letras passavam uma mensagem positiva, ajudando a promover os ideais da Geração X. Lindberg deixou a banda logo após a gravação por questões pessoais: iria casar-se e o clima dos concertos punk não era o mais propício para a formação de uma família. Thirsk assumiu o vocal e seu professor de baixo reuniu-se ao grupo, o baixista Randy Bradbury. Em 1992, o vocalista do The Vandals Dave Quackenbush assumiu o vocal da banda por um breve período. Bradbury deixou o grupo e Thirsk retornou ao baixo.

1993-2003: Aumento da Popularidade e a Morte de Thirsk.

Lindberg casou-se e retornou ao grupo em 1992, após persuasão de seus companheiros, a tempo para o segundo álbum. Unknown Road foi lançado no ano seguinte, e vendeu cerca de duzentas mil cópias, um boa marca uma gravadora independente. A projeção da Epitaph os ajuda de forma considerável, conseguindo divulgar sua música internacionalmente. Em torno de 1995, bandas punk como The Offspring e Rancid estavam na mídia e o Pennywise recusava convites para integrar gravadoras maiores. Produzido por Brett Gurewitz, About Time foi lançado em 1995, outro hit da cena independente assim como Unknown Road. About Time além de ser considerado a "obra-prima" da banda, é destacado também por ser o último álbum com o baixista e principal letrista Jason Thirsk, que cometeria suicídio algum tempo depois. 

Em meados de 1996 a banda começa a gravar o quarto álbum, e Thirsk deixa o grupo na tentativa de tratar problemas com alcoolismo. Apesar de bem sucedido, ele teve recaídas e se matou com um tiro no peito em 29 de julho de 1996. 

Seguido da morte de Thirsk, Bradbury volta à banda como membro permanente e participa dos próximos dois álbuns, Full Circle (1997) e Straight Ahead (1999). Este foi seguido de um álbum ao vivo, Live at the Key Club (2000), um concerto gravado no Key Club em Hollywood. Depois são lançados Land of the Free? (2001), influenciado pelos protestos de grupos antiglobalização e eleições estado-unidenses, e From the Ashes (2003). Este foi marcado pelo falecimento inesperado do pai de Fletcher, que afetou o guitarrista e a rotina do grupo.

2004-Atualmente: História Recente. 

Home Movies foi relançado em DVD em 2004, até então o único álbum de vídeo da banda. Lançado originalmente em 1995, estava fora de circulação desde 1997. 

O oitavo álbum da banda foi lançado em meados de 2005, The Fuse. A turnê australiana foi cancelada, gerando rumores sobre o término do grupo, que Lindberg negou. No mesmo ano, foram lançadas versões dos quatro primeiros álbuns remasterizadas digitalmente. A banda retornou ao estúdio em 2007 para trabalhar no nono álbum, Reason to Believe, lançado em março de 2008. Em agosto de 2009, Jim Lindberg anuncia sua saída dos vocais do Pennywise, depois de 19 anos como Frontman da banda. Para seu lugar eles anunciaram Zoli Teglas, vocal da banda de Hardcore/Punk Rock de Orange Country, California, Ignite. 

Em Abril 2012, após um período de quatro anos, é lançando o álbum All or Nothing, o primeiro com a atual formação de grupo. 

No dia 29 de outubro de 2012, três anos após a sua saída, a banda anunciou a volta de Jim Lindberg aos vocais. Lindberg havia deixado o Pennywise em meados de 2009, após mais de 20 anos à frente do grupo, com a intenção de se dedicar a outros projetos. Neste meio tempo, o posto de vocalista foi preenchido por Zoli Téglás. 

No começo de 2012, no entanto, Téglás se machucou em um show na Alemanha, teve de ser operado e forçou a banda a cancelar diversas datas. Além disso, segundo o guitarrista Fletcher Dragge, Zoli Téglás já não estava mais querendo continuar no Pennywise, tendo inclusive ligado para Lindberg, pedindo para que ele reassumisse o cargo. Texto: Wikipédia. Site Oficial. 

Integrantes.

Atuais.

Jim Lindberg - Vocal (1988-1989, 1992-2009, Dede 2012)
Fletcher Dragge - Guitarra (Desde 1988)
Randy Bradbury - Baixo (1990-1992, Desde 1996)
Byron Mcmackin - Bateria (Desde 1988)

Ex-Integrantes.

Zoli Teglas - Vocal (2009-2012)
Jason Thirsk - Baixo (1988-1996, R.I.P)

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

Como Baixar.

Álbuns.

Pennywise (1991)
01. Wouldn't It Be Nice
02. Rules
03. The Secret
04. Living For Today
05. Come Out Fighting
06. Homeless
07. Open Door
08. Pennywise
09. Who's To Blame
10. Fun And Games
11. Kodiak
12. Side One
13. No Reason Why
14. Bro Hymn


Wildcard / A Word From the Wise, 1989 (1992)
01. Final Chapters
02. Covers
03. Depression
04. No Way Out
05. Gone
06. Wildcard
07. Maybes
08. Stand By Me


Unknown Road (1993)
01. Unknown Road
02. Homesick
03. Time To Burn
04. It's Up To Me
05. You Can Demand
06. Nothing
07. Vices
08. City Is Burning
09. Dying To Know
10. Tester
11. Try To Conform
12. Give And Get
13. Clear Your Head


About Time (1995)
01. Peaceful Day
02. Waste Of Time
03. Perfect People
04. Every Single Day
05. Searching
06. Not Far Away
07. Freebase
08. It's What You Do Whit It
09. Try
10. Same Old Story
11. I Won't Have It
12. Killing Time


Full Circle (1997)
01. Fight Till You Die
02. Date With Destiny
03. Get A Life
04. Society
05. Final Day
06. Broken
07. Running Out Of Time
08. You'll Never Make It
09. Every Time
10. Nowhere Fast
11. What If I
12. Go Away
13. Did You Really
14. Bro Hymn Tribute


Straight Ahead (1999)
01. Greed
02. My Own Country
03. Can't Believe It
04. Victim of Reality
05. Might Be a Dream
06. Still Can Be Great
07. Straight Ahead
08. My One Way
09. One Voice
10. Alien
11. Watch Me As I Fall
12. Just for You
13. Can't Take Anymore
14. American Dream
15. Need More
16. Never Know
17. Badge of Pride


Live @ the Key Club (2000)
01. Intro
02. Wouldn't It Be Nice
03. Living For Today
04. Final Chapters
05. Can't Believe It
06. Unknown Road
07. Homesick
08. No Reason Why
09. Fight Till You Die
10. Peaceful Day
11. Society
12. Straight Ahead
13. Pennywise
14. Perfect People
15. Minor Threat
16. Same Old Story
17. Alien
18. Bro Hymn


Land of the Free? (2001)
01. Time Marches On
02. Land Of The Free?
03. The World
04. Fuck Authority
05. Something Wrong With Me
06. Enemy
07. My God
08. Twist Of Fate
09. Who's On Your Side
10. It's Up To You
11. Set Me Free
12. Divine Intervention
13. Wto
14. Anyone Listening


From the Ashes (2003)
01. Now I Know
02. God Save the USA
03. Something to Change
04. Waiting
05. Salvation
06. Look Who You Are
07. Falling Down
08. Holiday in the Sun
09. This Is Only a Test
10. Punch Drunk
11. Rise Up
12. Yesterdays
13. Change My Mind
14. Judgment Daypousadas


The Fuse (2005)
01. Knocked Down
02. Yell Out
03. Competition Song
04. Take A Look Around
05. Closer
06. 6th Avenue Nightmare
07. The Kids
08. Fox TV
09. Stand Up
10. Dying
11. Disconnect
12. Premeditated Murder
13. Best I Can
14. 18 Soldiers
15. Lies


Reason to Believe (2008)
01. (Intro) As Long as We Can
02. One Reason
03. Faith and Hope
04. Something to Live For
05. All We Need
06. The Western World
07. We'll Never Know
08. Confusion
09. Nothing to Lose
10. It's Not Enough to Believe
11. You Get the Life You Choose
12. Affliction
13. Brag, Exaggerate & Lie
14. Die for You


Link.

All or Nothing (2012)
01. All Or Nothing
02. Waste Another Day
03. Revolution
04. Stand Strong
05. Let Us Hear Your Voice
06. Seeing Red
07. Songs Of Sorrow
08. X Generation
09. We Have It All
10. Tomorrow
11. All Along
12. United
13. We Are The Fallen
14. Locked In

Link.

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

4 comentários :

  1. Tijolaço compondo o muro. Pennywise está anos luz de bandinhas do gênero, originalidade e personalidade é uma grande virtude, e o álbum de 2012 faz sentido. Muro, Muro neles.

    ResponderExcluir
  2. muito bom o som dessa banda dá um certo up ao ouvir, bombando no último volume!

    ResponderExcluir
  3. Show de postagem! Completei minha discografia do Pennywise, valeu muito!!

    ResponderExcluir
  4. Obrigado, obrigado e muito obrigado!

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.