Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

27 de agosto de 2013

Bonnie Raitt - Discografia.

Bonnie Lynn Raitt (8/11/1949), uma cantora, compositora e guitarrista de blues dos EUA. Durante os anos 1970, lançou vários álbuns de grande repercussão com influencias de blues, rock, folk e country. Na década de 1990, teve um grande sucesso com o álbum "Nick of Time", após anos de pouco sucesso comercial. Os dois álbuns seguintes ("Luck of the Draw" e "Longing in Their Hearts”) também foram aclamados pelo publico, vendendo milhões gerando vários singles de sucesso, incluindo "Something to Talk About", "Up Amor Sneakin 'on You", e "I Can 't Make You Love Me "(com Bruce Hornsby no piano). Raitt recebeu dez prêmios Grammy. Ela é listada como número 50 na lista da Rolling Stone dos maiores cantores de todos os tempos e número 89 em sua lista dos 100 Maiores Guitarristas. 

Raitt é filha do ator Broadway John Raitt e sua primeira esposa, a pianista Marjorie Haydock. Iniciou no universo musical ainda criança e  ganhou notoriedade por seu estilo de tocar slide na guitarra. Após se formar na Oakwood Friends School, em Poughkeepsie, Nova York, em 1967 Raitt entrou no Radcliffe College com especialização em relações sociais e estudos africanos, nesse período se tornou amiga do blusman Dick Waterman e durante seu segundo ano de faculdade mudou-se para a Filadélfia com Waterman e uma série de músicos locais. Raitt diz que foi uma "oportunidade que mudou tudo". 

No outono de 1970, durante uma abertura para Mississippi Fred McDowell no Gaslight Cafe, em Nova York, ela foi vista por um repórter da Newsweek Magazine, que começou a elogiar  sua performance, isso chamou a atenção para grandes gravadoras que  logo foram assistir seus shows para vê-la tocar. Como resultado disso, fechou contrato com a Warner Bros, que logo lançou seu álbum de estreia: Bonnie Raitt, em 1971. O álbum foi bem recebido pelas criticas, muitas das quais elogiaram suas habilidades como intérprete, guitarrista e com o slide, na época poucas mulheres na música popular se sobressaiam como guitarristas. 

Embora admirada por aqueles que viram o seu desempenho, e respeitado por seus pares, Raitt ganhou pouco reconhecimento do público por seu trabalho. Continuou a chamar a atenção da crítica, mas as vendas permaneceram modestas. Seu segundo álbum, Give It Up, foi lançado em 1972 e  embora muitos críticos ainda o consideram como seu melhor trabalho, não rendeu muito financeiramente. Em 1973 o album Takin 'My Time também foi recebido com aclamação da crítica, mas esses avisos não foram combinados pelas vendas.

Raitt experimentava com diferentes produtores e estilos e começou a adotar um som mais mainstream, lançando em  1975 o álbum Home Plate. Em 1976, fez uma aparição no álbum homônimo de Warren Zevon com seu amigo de Jackson Browne e Lindsey Buckingham e Stevie Nicks (Fleetwood Mac).  
Em 1977 o album Sweet Forgiveness finalmente deu a Raitt seu primeiro sucesso comercial quando rendeu um single de sucesso com  "Runaway". Um misto de  ritmo pesado e blues com baseado em um groove de Al Green, a versão de Raitt de "Runaway" foi abominada por muitos críticos, no entanto, o sucesso comercial da canção provocou uma guerra de lances pelo contrato de Raitt entre Warner Bros e Columbia Records. "Havia uma grande guerra entre a Columbia  e a Warner acontecendo no momento", lembrou Raitt em uma entrevista de 1990. "James Taylor tinha acabado de sair da Warner Bros e fez um grande álbum para a Columbia ... E depois, a Warner assinou Paul Simon, e eles não queriam que eu tivesse um disco de sucesso para a Columbia - não importando o custo do contrato”   

Warner Brothers estava com muitas expectativas para o próximo álbum de Raitt, The Glow (1979), mas as criticas foram pobres, bem como as vendas modestas. Raitt teria mais um sucesso comercial em 1979, quando ela ajudou a organizar os cinco concertos do Musicians United for Safe Energy  (MUSE) no Madison Square Garden, em Nova York. A mostra gerou o 3 discos de ouro, bem como um longa-metragem da Warner Brothers: No Nukes. Os shows contaram com Jackson Browne, Graham Nash, John Hall, e Raitt, bem como Bruce Springsteen, Tom Petty e os Heartbreakers, The Doobie Brothers, Carly Simon, James Taylor, Gil Scott-Heron, e muitos outros. 

Seu próximo álbum, em 1982, Green Light, Raitt fez uma tentativa de revisitar o som de seus discos anteriores. No entanto, para sua surpresa, muitos de seus colegas e da mídia compararam seu trabalho ao movimento New Wave, em expansão no mesmo período. O álbum recebeu fortes elogios, mas suas vendas novamente não foram boas e isso teria um impacto grave sobre a sua relação com a Warner Brothers, que rompeu seu contrato em 1983, durante a gravação do álbum Tongue & Groove, período em que Raitt também enfrentava uma luta contra o álcool e as drogas.

Apesar de seus problemas pessoais e profissionais, Raitt continuou a fazer turnês e participar de ativismo político. Em 1985, ela participou do vídeo "Sun City", um trabalho  anti-apartheid escrito e produzido pelo guitarrista Steven Van Zandt. Também participou do Farm Aid e dos concertos do  Amnesty Internationa, em 1987 foi para Moscou e participou do primeiro Soviet/American Peace Concert, transmitido pela rede de televisão Showtime. Dois anos depois de deixar - lá de sua gravadora, a Warner Brothers informou Raitt de seus planos para lançar o álbum Tongue & Groove, seguido do Nine Lives em 1986, uma decepção crítica e comercial, Nine Lives seria a última gravação de Raitt para a Warner Brothers. 

No final de 1987, Raitt juntou com K.D. Lang e Jennifer Warnes como baking vocal de Roy Orbison para um especial de televisão: Roy Orbison and Friends - A Black and White Night.. Após esta transmissão que foi  altamente aclamada pela mídia, Raitt começou a trabalhar em um novo material mas ainda  estava sem produtor ou gravadora. 

Foi quando Raitt tinha conheceu Don Was da Capitol Records através de Hal Wilner, que os apresentou durante a gravação de Stay Awake, um álbum tributo as musicas da Disney para A & M. Was e Wilner queriam que  Raitt cantasse em um novo arranjo criado para "Baby Mine", a canção de ninar de Dumbo. Raitt ficou muito satisfeita com as sessões, e ela pediu para Was produzir seu próximo álbum. 

Após quase 20 anos, Bonnie Raitt finalmente alcançou sucesso comercial com seu décimo álbum: Nick of Time. Lançado na primavera de 1989, Nick of Time entrou no topo das paradas dos EUA.. Este álbum foi eleito o número 230 na lista da revista Rolling Stone dos 500 Maiores Álbuns de Todos os Tempos, ela considerou que a décima tentativa foi seu “primeiro álbum sóbrio". 

Esse álbum rendeu vários prémios Grammy e ao mesmo tempo, ela recebeu mais um prêmio Grammy por seu dueto "In the Mood", com John Lee Hooker em seu álbum The Healer. Nick of Time também foi a primeira de muitas de suas gravações para caracterizar a seção rítmica de longa data de Ricky Fataar e James "Hutch" Hutchinson (Embora anteriormente Fataar havia tocado no Green Light e Hutchinson tinha trabalhado em Nine Lives). Até o momento Nick of Time já vendeu mais de seis milhões de cópias apenas nos EUA. 

Em 1991 ela foi premiada com mais três Grammy´s por seu álbum de 1991: Luck of the Draw, que vendeu cerca de 8 milhões de cópias nos Estados Unidos. Três anos depois, em 1994, acrescentou mais dois Grammys a sua coleção, com o álbum:  Longing In Their Heart.. A parceria de Raitt com que Was amigavelmente chegou ao fim em 1995 com o lançamento do álbum ao vivo:  Road Tested. 

Para seu próximo álbum de estúdio elacontratou Mitchell Froom e Tchad Blake como seus produtores. "Eu amei trabalhar com Don Was, mas eu queria dar a mim e aos meus fãs algo diferente",  o resultado dessa parceria foi o álbum Fundamental de 1998 

Em março de 2000, ela  entrou para o Hall of Fame em Cleveland, Ohio.   E em 2002 lançou o álbum Silver Lining  seguido em 2005 pelo Souls Alike. 

Em fevereiro de 2012, Raitt realizou um dueto com Alicia Keys no Grammy Awards homenageando Etta James. Também em 2012, ela lançou seu primeiro álbum de estúdio desde 2005: Slipstream. O álbum foi descrito como "um dos melhores de sua carreira de 40 anos" pela revista norte americana Songwriter. Em setembro de 2012, foi destaque em uma campanha chamada "30 Songs / 30 Days" em apoio ao Half the Sky: Turning Oppression into Opportunity for Women Worldwide, um projeto de mídia multi-plataforma inspirado por uma ideia descrita em um livro de Nicholas Kristof e Sheryl WuDunn. Em 2013, ela apareceu no álbum de Foy Vance - Joy Of Nothing. 

Ativismo Politico.

O envolvimento político do Raitt remonta ao início dos anos setenta e em seu site ela incentiva os fãs para saber mais sobre preservação do meio ambiente.
 Seu álbum de 1972-  "Give it up" - foi dedicado ao povo do Vietnã do Norte, com uma mensagem impressa na contra capa. 

Foi uma das fundadoras do  Musicians United for Safe Energy, em 1979, um catalisador para o movimento anti-nuclear, se envolveu com grupos como a Aliança Abalone e Aliança para a Sobrevivência. 

Em 2002, Raitt entrou para o Little Kids Rock, uma organização sem fins lucrativos que fornece instrumentos musicais livres e aulas gratuitas para crianças em escolas públicas em todo o EUA Ela já visitou crianças no programa e participa ativamente do conselho de administração da organização como membro honorário. 

Em 2008, Raitt doou uma música para o CD Aid Still Required para ajudar com os esforços de socorro no sudeste da Ásia (ativos desde o tsunami de 2004). 

Raitt também trabalhou com Reverb, uma organização ambiental sem fins lucrativos, fez parte do grupo No Nukes, que é contra a expansão da energia nuclear. Em 2007, No Nukes gravou um videoclipe de uma nova versão da música For What It's Worth -  Buffalo Springfield. Texto: Luciana Freire. Fonte: Wikipédia.

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro


Álbuns.

Bonnie Raitt (1971)
 
01. Bluebird
02. Mighty Tight Woman
03. Thank You
04. Finest Lovin? Man
05. Any Day Woman
06. Big Road
07. Walking Blues
08. Danger Heartbreak Dead Ahead
09. Since I Fell For You
10. I Ain't Blue
11. Women Be Wise


Give It Up (1972)
 
01. Give It Up Or Let Me Go
02. Nothing Seems To Matter
03. I Know
04. If You Gotta Make A Fool Of Somebody
05. Love Me Like A Man
06. Too Long At The Fair
07. Under The Falling Sky
08. You Got To Know How
09. You Told Me Baby
10. Love Has No Pride


Live In The Rainbow Room Philadelphia (1972)
 
01. Mighty Tight Woman
02. Rollin' & Tumblin'
03. Anyday Woman
04. Woman Be Wise
05. Thank You
06. Bluebird
07. Finest Lovin' Man
08. Big Road
09. Stayed Too Long At The Fair
10. Under The Falling Sky
11. Walkin' Blues
12. Can't Find My Way Home
13. Blow Your Horn
14. Blender Blues
15. Since I Fell For You


Takin' My Time (1973)
 
01. You've Been In Love Too Long
02. I Gave My Love A Candle
03. Let Me In
04. Everybody's Crying Mercy
05. Cry Like A Rainstorm
06. Wah She Go Do
07. I Feel The Same
08. I Thought I Was A Child
09. Write Me A Few Of Your Lines/Kokomo Blues
10. Guilty


Streetlights (1974)
 
01. That Song About The Midway
02. Rainy Day Man
03. Angel From Montgomery
04. I Got Plenty
05. Streetlights
06. What Is Success
07. Ain't Nobody Home
08. Everything That Touches You
09. Got You On My Mind
10. You Got To Be Ready For Love (If You Wanna Be Mine)


Home Plate (1975)
 
01. What Do You Want The Boy To Do?
02. Good Enough
03. Run Like A Thief
04. Fool Yourself
05. My First Night Alone Without You
06. Walk Out The Front Door
07. Sugar Mama
08. Pleasin' Each Other
09. I'm Blowin' Away
10. Sweet And Shiny Eyes


Sweet Forgiveness (1977)
 
01. About to Make Me Leave Home
02. Runaway
03. Two Lives
04. Louise
05. Gamblin' Man
06. Sweet Forgiveness
07. My Opening Farewell
08. Three Time Loser
09. Takin' My Time
10. Home


The Glow (1979)
 
01. I Thank You
02. Your Good Thing (Is About To End)
03. Standin' By The Same Old Love
04. Sleep's Dark And Silent Gate
05. The Glow
06. Bye Bye Baby
07. The Boy Can't Help It
08. (I Could Have Been Your) Best Old Friend
09. You're Gonna Get What's Coming
10. (Goin') Wild For You Baby


Green Light (1982)
 
01. Keep This Heart In Mind
02. River Of Tears
03. Can't Get Enough
04. Willya Wontcha
05. Let's Keep It Between Us
06. Me And The Boys
07. I Can't Help Myself
08. Baby Come Back
09. Talk To Me
10. Green Lights


Nine Lives (1986)
 
01. No Way To Treat A Lady
02. Runnin' Back To Me
03. Who But A Fool (Thief Into Paradise)
04. Crime Of Passion
05. All Day, All Night
06. Stand Up To The Night
07. Excited
08. Freezin' (For A Little Human Love)
09. True Love Is Hard To Find


Nick of Time (1989)
 
01. Nick Of Time
02. Thing Called Love
03. Love Letter
04. Cry On My Shoulder
05. Real Man
06. Nobody's Girl
07. Have A Heart
08. Too Soon To Tell
09. I Will Not Be Denied
10. I Ain't Gonna Let You Break My Heart Again
11. The Road's My Middle Name

Luck of the Draw (1991)
 
01. Something to Talk About
02. Good Man, Good Woman
03. I Can't Make You Love Me
04. Tangled and Dark
05. Come to Me
06. No Business
07. One Part Be My Lover
08. Not the Only One
09. Papa Come Quick (Jody and Chico)
10. Slow Ride
11. Luck of the Draw
12. All at Once


Longing in Their Hearts (1994)
 
01. Love Sneakin' Up On You
02. Longing In Their Hearts
03. You
04. Cool, Clear Water
05. Circle Dance
06. I Sho Do
07. Dimming Of The Day
08. Feeling Of Falling
09. Steal Your Heart Away
10. Storm Warning
11. Hell To Pay
12. Shadow Of Doubt


Fundamental (1998)
 
01. The Fundamental Things
02. Cure For Love
03. Round & Round
04. Spit Of Love
05. Lover's Will
06. Blue For No Reason
07. Meet Me Half Way
08. I'm On Your Side
09. Fearless Love
10. I Need Love
11. One Belief Away


Silver Lining (2002)
 
01. Fools Game
02. I Can't Help You Now
03. Silver Lining
04. Time Of Our Lives
05. Gnawin' On It
06. Monkey Business
07. Wherever You May Be
08. Valley Of Pain
09. Hear Me Lord
10. No Gettin' Over You
11. Back Around
12. Wounded Heart


The Best Of (2003)
 
01. Thing Called Love
02. Nick Of Time
03. Nobody´s Girl
04. Something To Talk About
05. Not The Only One
06. I Can´t Make You Love Me
07. Love Sneakin Up On You
08. You
09. Dimming Of The Day
10. Love Me Like A Man
11. Rock Steady
12. I Believe I´m Love With You
13. Lover´s Will
14. Spit Of Love
15. I Can´t Help You Now
16. Silver Lining
17. Time Of Our
18. Hear Me Lord

Souls Alike (2005)
 
01. I Will Not Be Broken
02. God Was In The Water
03. Love On One Condition
04. So Close
05. Trinkets
06. Crooked Crown
07. Unnecessarily Mercenary
08. I Don't Want Anything To Change
09. Deep Water
10. Two Lights In The Nightime
11. The Bed I Made


Bonnie Raitt & Friends (2006)
 
01. Introduction
02. Unnecessarily Mercenary
03. I Will Not Be Broken (Live)
04. God Was In The Water
05. Gnawin' On It
06. You
07. Love Letter
08. Two Lights In The Nighttime
09. Well, Well, Well
10. Something To Talk About (Live)
11. I Don't Want Anything To Change
12. Love Sneakin' Up On You


Slipstream (2012)
 
01. Used to Rule the World
02. Right Down the Line
03. Million Miles
04. You Can't Fail Me Now
05. Down to You
06. Take My Love With You
07. Not Cause I Wanted To
08. Ain't Gonna Let You Go
09. Marriage Made In Hollywood
10. Split Decision
11. Standing In The Doorway
12. God Only Knows

What About Love (Live 2013)
 
01. Something To Talk About
02. Love Letter
03. Come To Me
04. I Can’t Make You Love Me
05. Nick of Time
06. Kokomo
07. The Road’s My Middle Name
08. Not the Only One
09. Good Man, Good Woman
10. Thing Called Love
11. Three Time Loser
12. Angel From Montgomery

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

6 comentários :

  1. Hermosa la voz de bonnie. Me gusta el blues tanto como el Rock.Gracias amigo alex

    ResponderExcluir
  2. Muro do Classic Rock: 10 milhões de acessos!!! Parabéns Alex e equipe que fazem deste blog o mais completo sobre rock and roll da internet brasileira. Longa vida ao Muro do Classic Rock!!!

    ResponderExcluir
  3. da net brasileira?pelo que eu saiba e conheça em termo de blogs rocker,e do mundo meu amigo,do mundo.

    ResponderExcluir
  4. Voz marcante e musicas brilhantes. Muro como sempre de parabéns.

    ResponderExcluir
  5. Não tenho palavras. Fazia tempo que eu não entrava no blog. E bastou dar uma olhada para ver quanta coisa boa vc tem postado aqui. Como esse da Bonnie Raitt. Como sempre vc não esquece do blues. Parabéns e muito obrigado pelo post!

    ResponderExcluir
  6. Muchísimas gracias!!!!

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.