Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

27 de agosto de 2013

Picture - Discografia.

A banda neerlandesa Picture surgiu em meados de 1979 na região industrial de Botlek, na península de Rozenburg, localizada próximo ao porto de Rotterdam, o mais importante da Europa e um dos maiores terminais portuários do mundo. 

A história teve início quando o guitarrista Jan Bechtum decidiu colocar um anúncio em uma revista de música de circulação nacional para buscar outros músicos na tentativa de criar um novo grupo. Meses depois, chega o baterista Laurens ‘Bakkie’ Bakker e também o baixista Rinus Vreugdenhil, que vinham tocando juntos e acabaram se interessando no anúncio de Jan. Naquela época começaram a ensaiar como um Power Trio, com Jan assumindo os vocais. Decidem então adotar o nome Picture, que havia sido usado antes em uma banda que Rinus e Laurens haviam integrado. Foram meses de ensaio até a chegada do vocalista Ronald Van Prooijen, que foi confirmado no posto em junho de 1979. 

Em agosto do mesmo ano o Picture entra em estúdio e grava sua primeira Demo, obtendo destaque com a música My Gun Shoots, que chega às rádios, no programa do DJ neerlandês e crítico musical Alfred Lagarde (“Big Bad Al”), falecido a 1º de janeiro de 1998. 

Os shows começam a aparecer e a banda se destaca na cena, obtendo respaldo das rádios. Durante uma apresentação, ocorrida em dezembro, dois radialistas da Vara’s Popkrant se animam com o Picture e a banda acaba gravando três músicas e uma entrevista.
Quando este material foi ao ar em janeiro de 1980, o grupo já havia sido contratado pela Warner Brothers. 

Desta forma, ofertas para mais shows começam a aparecer e, em março, conseguem agendar uma data em Amsterdã como ‘opening act’ para os canadenses do April Wine, que estavam no auge com o álbum The Nature Of The Beast, que obteve disco de platina. 

Mesmo com a agenda cheia, o contrato com a Warner não foi assinado, pois a gravadora queria que o Picture alterasse seu som para algo mais comercial. As coisas melhoraram em julho, quando ocorre a abertura para o AC/DC, que tinha acabado de lançar Back In Black com seu novo vocalista Brian Johnson (ex-Geordie), que havia feito seu batismo de fogo Arlon (BEL), a 2 de julho. O Picture consegue boa receptividade e acaba sendo congratulado com um acordo com a Phonogram, que inclusive agenda a banda no Wisseloord Studios, localizado Hilversum e inaugurado em janeiro de 1978. Anos depois, o Wisseloord acabou se transformando em um dos estúdios de maior renome no mundo, por onde passaram bandas como Def Leppard - que lá registrou o multi-platinado Hysteria (1987) -, Scorpions, entre outras. 

Só que até então o local não tinha toda a infra-estrutura que o tornou mundialmente famoso e quando saiu o primeiro álbum do Picture, intitulado simplesmente Picture, em 1981, a banda ficou descontente com a sonoridade e a mixagem final do trabalho. Mesmo assim, era hora de cair na estrada e o grupo realiza duas turnês, uma abrindo para o Saxon e a outra para Ted Nugent. Além disso, os músicos aproveitam para criar novas composições, pois já tinham marcado a gravação de seu segundo álbum, Heavy Metal Ears, para o final do ano. 

Heavy Metal Ears sai ainda em 1981, e a banda segue para uma série de shows, que inclui uma passagem pela Itália, realizada no começo do ano seguinte. Estes acabaram sendo os últimos shows com o vocalista Ronald Van Prooijen, que decide sair por problemas pessoais. Os remanescentes ficaram apreensivos, pois consideraram a saída de Ronaldo uma grande perda para o Picture. 

O substituto de Ronald foi o israelense Shmoulik Avigal (ex-Hammerhead), indicado pelo empresário Henk Van Antwerpen. Mas o vocalista só conseguiu ser mesmo efetivado após a gravadora Phonogram ter feito um acordo com o Governo neerlandês, pois Shmoulik estava irregular no país. 

Da data da entrada até a gravação do álbum Diamond Dreamer foram poucos ensaios, mas Shmoulik e Jan Bechtum criaram novas letras e moldaram as novas composições, incluindo algumas que já estavam finalizadas e com as melodias de voz de Ronald. 

Mesmo sem ter tudo pronto, em julho de 1982 Jan, Shmoulik, Laurens e Rinus entraram novamente no Wisseloord Studios, só que desta vez ao lado do produtor Pete Hinton, que havia trabalhado com o Saxon nos álbuns Wheels Of Steel (1980) e Strong Arm Of The Law (1980). Além de Pete, o trabalho contou com a co-produção de Ton Van Den Bremer e do próprio Jan Bechtum, além do engenheiro de som John Van Den Houten. Os trabalhos duraram ao todo dois meses, mas muitos novos arranjos foram criados no próprio Wisseloord Studios, como na faixa Get Me Rock And Roll. 

E todo o trabalho deu resultado, pois quando Diamond Dreamer saiu, em setembro de 1982, faixas como Lady Lightning, Night Hunter, Diamond Dreamer, as rápidas Message From Hell e You’re All Alone, além da balada You’re Touching Me, caíram nas graças dos fãs e o sucesso foi imediato. Para a turnê de promoção, Shmoulik indica seu amigo Chriz Van Jaarsveld (ex-Hammerhead) para ser o segundo guitarrista, encorpando ainda mais a sonoridade do Picture ao vivo. 

No ano seguinte, quando as coisas pareciam melhores e o sucesso do Picture era questão de tempo, ocorre uma briga feia entre Shmoulik e o empresário Henk Van Antwerpen, que ironicamente tinha indicado-o para o posto. O vocalista não vê outra alternativa e deixa a banda, acabando por criar o Horizon. Tempos depois, Shmoulik foi para os EUA e acabou trabalhando com o The Rods. Atualmente, ele está na banda Moonrock. 

Sem outra saída a não ser buscar um novo vocalista para o lugar de Shmoulik, o grupo encontra no inglês Pete Lovell o substituto perfeito. Mas o line-up só foi efetivado quando Jan Bechtum é substituído por Henri Van Maanen no início de 1983. Jan não estava contente com o direcionamento musical do Picture naquela fase - já que agora havia espaço para evoluir e criar coisas novas com a banda tendo duas guitarras - e preferiu sair para não acirrar as diferenças pessoais com os outros integrantes. O músico, que se converteu ao cristianismo só foi voltar a tocar em 1992, em uma banda de White Metal chamada Changed. 

Em junho de 1983, o Picture recebe um convite para integrar o cast do festival “Monsters Of Rock”, mas como Henri Van Maanen ainda não estava 100% integrado e tinha feito poucos ensaios, o grupo é obrigado a recusar a oferta. Antes, porém, tentou-se uma nova aproximação com Jan, que preferiu não aceitar fazer o show. 

Após um tempo para pegar entrosamento efetivo com os dois novos músicos, o Picture partiu para a gravação de seu disco mais bem produzido, Eternal Dark. Novamente foram escalados Pete Hinton, Ton Van Den Bremer, e o engenheiro de som John Van Den Houten, que trabalharam com a banda no Wisseloord Studios. 

Eternal Dark teve aceitação imediata e destacou de cara a faixa-título, um hino do Metal em todos os tempos. Além desta, também obtiveram destaque as aceleradas Griffons Guard The Gold, Battle For The Universe e Down And Out, e as cadenciadas e fortes Flying In Time e Into The Universe. Até mesmo a arte da capa, elaborada por Ton Friesen, com o desenho da caveira de um olho só, foi marcante para os fãs. 

A turnê de Eternal Dark contou com a participação das bandas Vengeance e Vandale. Durante esta excursão, Chriz Van Jaarsveld recebe o prêmio “Golden Earplug” - do programa de rádio “Veronica’s Countdown Cafe” -, como melhor guitarrista neerlandês. 

Mesmo com a ótima receptividade do álbum e de shows marcantes na turnê, o baterista Laurens Bakker decide sair. O músico ficou frustrado com as promessas não cumpridas pela gravadora, em especial a recusa de investir em uma turnê mundial ao lado do Saxon. Além disso, Bakker estava passando por problemas financeiros e foi forçado a procurar um emprego convencional. Após deixar a banda, Bakker ficou por anos sem ter contato com a cena do Metal e só foi tocar bateria quando foi convidado especial de um show do Hammerfall nos Países Baixos, já que o sueco havia regravado a música Eternal Dark, um dos grandes clássicos do Picture. 

O Picture, totalmente desfigurado e contando apenas com o baixista Rinus Vreugdenhil como integrante original, resolve amansar sua sonoridade no álbum seguinte, Traitor. O disco, que saiu em 1984, foi gravado às pressas e sem um baterista efetivado no lugar de Bakker. O produtor Ton Van Den Bremer não teve outra alternativa a não ser usar uma bateria eletrônica para que os outros músicos - Chriz Van Jaarsveld, Pete Lovell, Rinus Vreugdenhil e Henry (Henri Van Maanen) - pudessem gravar suas partes. Tempos depois ocorre a entrada do baterista Shake, que segue com a banda na turnê de Traitor. 

Tentando buscar o estrelato ao adicionar elementos do Hard Rock ao seu som, o álbum não foi tão bem recebido pela crítica, que não curtiu faixas como State Of Shock, Loud ‘N Proud e Lost In The Night. Apesar disso, a divulgação foi maciça e o grupo chegou às rádios com mais intensidade. Só que a promoção não deu o resultado esperado e o Picture não emplaca nos Estados Unidos. Com isto o Picture é desmontado, restando apenas Rinus. O baixista, por sua vez, resolve contratar músicos de estúdio para cumprir o contrato firmado com a gravadora Phonogram e lança em 1985 o álbum Every Story Needs Another Picture. 

Mesmo com o Metal e o Hard Rock em alta no mundo todo, o Picture quase some de cena e muito pouco se ouve falar da banda, até a chegada do vocalista Bert Heering (ex-Vandenberg) e dos músicos Rob Van Enkhuizen, Ronald De Grouw e Jacques Van Oevelen. Esta formação registra Marathon (1986), o último álbum lançado pelo Picture. 

Após dois anos, Laurens Bakker, Rinus Vreugdenhil, Jan Bechtum e Ronald Van Prooijen se reúnem para um show na cidade de Sliedrecht (HOL). Aquele poderia ter sido o ponto de partida para uma volta, mas o managment pôs tudo a perder, já que estava exigindo dos promotores de shows - sem a anuência e sequer conhecimento por parte dos músicos - uma quantia acima do comum para agendar novas datas. 

Somente em meados de 1996, quando Jan Bechtum forma uma banda ao lado de Mark Maas (bateria) e Jos Adema (baixo) é que o nome Picture volta à tona, já que o trio resolveu adotá-lo, pois tinham em mente que seria mais fácil achar um vocalista para o Picture do que para um grupo novato. O novo ‘frontman’, Michel Zandbergen, só aparece em janeiro de 1997. Com este line-up, o Picture passa a fazer shows em pequenas casas e clubes, mas não consegue fechar contrato com uma gravadora para lançar um álbum. Com isto Jan resolve desmanchar mais uma vez o grupo e funda uma empresa de computação. Ronald vai para a banda Exist e Chriz Van Jaarsveld segue como guitarrista no Jetland. 

Em 2001 ocorre o relançamento dos trabalhos do Picture em CD, em formato dois em um (Picture com Heavy Metal Ears; e Diamond Dreamer com Eternal Dark), contendo encarte especial com fotos e textos adicionais sobre a história do grupo. Laurens ‘Bakkie’ Bakker foi o músico que se envolveu na produção dos CDs, que foram bem vendidos no mundo todo, provando a força do nome Picture, o maior representante do Metal neerlandês em todos os tempos. 

O grupo retomou as atividades em 2008, se apresentando no festival “Sweden Rock Festival”, na Suécia. Texto: Som 13.  Site Oficial. 

Integrantes.

Atuais.

Pete Lovell (Vocais, 1983-1985, 2007-At)
Rinus Vreugdenhill (Baixo , 1979-1988, 2007-At)
Rob Van Enhuizen (Guitarra, 1986-1987, 2007-At)
Laurens "Bakkie" Bakker (Bateria, 1979-1983, 1988, 2007-At)
Jan Bechtum (Guitarra, 1979-1983, 1988-At)

Ex-Integrantes.

Chriz Van Jaarsveld (Guitarra, 1982-1985)
Jacques Van Oevelen (Bateria, 1985-1987)
Michael Zandbergen (Vocais, 1997-1999)
Shmoulik Avigal (Vocais, 1982-1983)
Ronald De Grauw (Teclas, 1986-1987)
Bert Heerink (Vocais, 1985-1987)
Ronald Van Prooijen (Vocais, 1979-1982, [1988)
Henri Van Maanen (Guitarra, 1983-1985)
Mark Maas (Bateria, 1997-1999)
Jos Adema (Baixo, 1997-1999)

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro


Álbuns.

Picture (1981)
01. Dirty Street Fighter
02. You Can Go
03. Bombers
04. No More
05. One Way Street
06. You're A Fool
07. Get Back Or You Fall
08. Rockin' In Your Brain
09. He's a Player
10. Fear


Heavy Metal Ears (1981)
 
01. Heavy Metal Ears
02. Spend The Night With You
03. Unemployed
04. Im Just A Simple Man
05. Funky Town
06. Out Of Time
07. Nighttiger
08. No No No
09. Rock N Roll Under Your Spell


Diamond Dreamer (1982)
01. Lady Lightning
02. Night Hunter
03. Hot Lovin´
04. Diamond Dreamer
05. Message From Hell
06. You're All Alone
07. Lousy Lady
08. The Hangmen
09. Get Me Rock And Roll
10. You're Touching Me 


Eternal Dark (1983)
 
01. Eternal Dark
02. Griffons Guard The Gold
03. Make You Burn
04. Battle For The Universe
05. The Blade
06. Flying In Time
07. Into The Underworld
08. Tell No Lies
09. Power Of Evil
10. Down And Out


Traitor (1985)
 
01. Traitor
02. Right Now
03. Fantasies
04. Dyin’ To Live
05. Lost In The Night
06. State Of Shock
07. Loud’n Proud
08. Out Of Control
09. We Don’t Need To Hide


Every Story Needs Another Picture (1986)
 
01. Battle Cruiser
02. Moving Down The Line
03. Burning For Your Love
04. Stay With Me
05. She Was Made For Lovin
06. I’m Still Flying
07. Stand Back For The People In Charge
08. You Took My Money You Took My Pride
09. No Way Back


Marathon (1987)
 
01. Break Away
02. Vampire Of The New Age
03 Money
04. Desperate Call
05. I’m On My Way
06.. We Just Can’t Lose
07. Don’t Keep Me Waiting
08. Get Out Of My Sight
09. S.O.S.
10. Sarah


Live (2008)
 
01. Intro/O Fortuna
02. You're All Alone
03. Heavy Metal Ears
04. Diamond Dreamer
05. Eternal Dark
06. Griffons Guard The Gold
07. Tell No Lies
08. Intro - Lady Lightning
09. Lady Lightning
10. You're Touching Me
11. Choose Your Sign
12. Live By The Sword
13. Intro/Bombers
14. Bombers


Old Dogs, New Tricks (2009)
 
01. Old Dogs New Tricks
02. Blood Out Of Stone
03. Live By The Sword
04. Live Sword
05. Now It's Too Late
06. Just Incredible
07. Who Can You Trust
08. Opposites Attract
09. Choosing Your Sign
10. A Better Soul
11. Celtic Cross
12. Never In A Milion Years


Warhorse (2012)
 
01. Battle Plan
02. Shadow of the Damned
03. Rejected
04. Edge of Hell
05. The King is Losing his Crown
06. Think I Lost my Way
07. Killer in my Sights
08. My Kinda Woman
09. The Price I Pay
10. War Horse
11. We're Not Alone
12. Stand My Ground
13. Eternal Dark MMXI (Bonus Track)


Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

10 comentários :

  1. Baita Banda....tava atras dessa discografia, valeu Alex...só aqui no MURO mesmo!!

    Paulo W.

    ResponderExcluir
  2. Buenisimooooooo,Alex. Mil gracias

    ResponderExcluir
  3. Tinha alguma coisa dessa banda em lp, faz muito tempo que não escuto, agora com este post vou baixar tudo. Valeu MURO.

    ResponderExcluir
  4. Thanks and greetings from The Netherlands

    ResponderExcluir
  5. Eternal Dark é simplesmente uma obra-prima. Banda phodástica. Alex é o cara.

    ResponderExcluir
  6. Esse eu aprovo!
    ALTAMENTE RECOMENDÁVEL!

    ResponderExcluir
  7. Amo o Picture, Diamond Dreamer, ouvi na época do lançamento em vinil no Brasil e a mei totalmente, seu maior sucesso, Eternal Dark e Heavy Metal Ears, meus prediletos!!!! "Diamond Dreamer you're not a loser, Diamond Dreamer you gonna win!!!", assim entendo o refrão.

    ResponderExcluir
  8. Excelente banda, gracias por este estupendo aporte.

    ResponderExcluir
  9. Puta banda! O trabalho desenvolvido pelo Alex nesse blog é impressionante! Parabéns e muito obrigado.

    ResponderExcluir
  10. Valeu Alex, muito boa essa banda.

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.