Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

22 de setembro de 2013

Neuschwanstein - Discografia.

Neuschwanstein foi uma banda de rock progressivo da Alemanha formada em 1971. Ela é considerada como uma banda lendária pelos admiradores do estilo. 

Os fundadores da banda foram Thomas Neuroth e Klaus Mayer, que tinham interesse na música de Rick Wakeman (a banda fazia covers do tecladista em seus primórdios) e do King Crimson. 

A banda chamou atenção pela primeira vez em 1974 quando venceu uma competição musical com uma adaptação musical de Alice no País das Maravilhas. Entre 1974 e 1978 ela conquistou uma certa fama em sua terra natal, o Sarre, ao ser o ato de abertura de bandas como o Novalis e o Lucifer's Friend. 

A banda também fez diversos shows internacionais e em um de eles, em Moselle, na França, conheceram o francês Frédéric Joos, que passaria a ser seu vocalista. 

Em 1978, com Joos, a banda alugou o estúdio em Colônia do renomado produtor Dieter Dierks, produtor de diversas bandas famosas, entre elas o Scorpions. O baterista Herman Rarebell, na época baterista do Scorpions, participou da gravação de uma música. 

Em 1979, foi lançado o álbum, chamado Battlement. Ele foi lançado de maneira independente, e vendeu todas as 6.000 cópias prensadas em uma época em que o rock progressivo estava em decadência, sendo superado por estilos como a new wave e o pós-punk. Além da boa recepção na época, o conceito sobre o álbum foi se fortalecendo com o tempo e atualmente ele é considerado um “disco mítico” do estilo. A música produzida pela banda é melódica com arranjos detalhados e uma orquestração interessante. O vocalista soa como Peter Gabriel; as letras são todas em inglês. A parte instrumental poderia ser descrita como uma mistura do Eloy do período do álbum "Planets" com o Camel do período "Moonmadness", com um toque da banda belga Machiavel.2 Em 1992, Battlement foi relançado em CD com bônus pela gravadora francesa Musea. 

Em 2009, foi lançado em CD pelo selo Rock Symphony gravações feitas em 1976 da adaptação musical que a banda fez de Alice no País das Maravilhas, lançado com o título de Alice in Wonderland. Esse álbum conta com narrações em alemão, e ele é influenciado pelo Genesis e pelo Som de Canterbury.  Texto: Wikipédia.

Integrantes.

Battlement.

Frédéric Joos (Vocais, Guitarra Acústica)
Klaus Mayer (Flauta, Sintetizador)
Thomas Neuroth (Teclados)
Hans-Peter Schwartz (Bateria, Exceto Em "Loafer Jack")
Roger Weiler (Guitarra)
Rainer Zimmer (Baixo Elétrico, Vocal Em "Battlement")
Herman Rarebell (Convidado) (Bateria Em "Loafer Jack")

Alice In Wonderland.

Klaus Mayer (Flauta, Sintetizador)
Thomas Neuroth (Teclados)
Rainer Zimmer (Baixo)
Roger Weiler (Guitarra, Vocais)
Hans-Peter Schwarz (Bateria E Percussão)

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro


Álbuns.

Battlement (1979)
 
01. Loafer Jack (4:42)
02. Ice with Dwale (6:21)
03. Intruders and the Punishment (7:34)
04. Beyond the Bugle (7:31)
05. Battlement (7:05)
06. Midsummer day (7:42)
07. Zärtlicher Abschied (5:42)


Alice In Wonderland, 1976 (2009)
 
01. Theme of Alice
The Flower Meadow
The White Rabbit
(1:17)
02. The Gate to Wonderland (2:13)
03. Pond of Tears (2:45)
04. The conference of the Princess
Old Father's Song
Duchess' Lullaby
(8:31)
05. Five-O'Clock-Tea (6:49)
06. The Marching of the Queen
Palace of Wonderland (12:04)
07. The Court of the Animals (5:01)
08. Alice's Return (2:04)


Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

6 comentários :

  1. O MURO CONTINUA COMO SEMPRE: WONDERFULL !
    SEMPRE TRAZENDO NOVIDADES COM REQUINTE DE QUALIDADE.

    ResponderExcluir
  2. Cara, que som perfeito!

    Esse primeiro album deles é uma jóia do rock progressivo.

    ResponderExcluir
  3. Grande postagem Alex. Quero conhecer o segundo album.
    Quanto ao primeiro é um album especial na minha modesta opinião.
    Os amantes do progressivo irão se deliciar.

    ResponderExcluir
  4. maravilha progressivo setentao da hora parabens alex muro

    ResponderExcluir
  5. cara a musica Beyond the Bugle so ela ja vale o disco o vocal lembra o peter gabriel do genesis valeu muro

    ResponderExcluir
  6. É um desperdício uma banda com esse potencial ficar com uma carreira tão curta e umas bandas fuleiras perpetuarem e encher estádios.

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.