Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

18 de novembro de 2013

Room - Pre-Flight (1970)

Mais uma banda de um único e altamente magnífico álbum. Mais uma banda com talento extremado, e para nossa felicidade teve seu lançamento em CD em 2008 pelo selo Esoteric Cherry Red. 

Há informações de que a banda participou de um concurso da Melody Maker e a premiação foi a gravação do álbum pela Decca. Assim surgiu Pre-Flight, um álbum recheado de criatividade e musicalidade, no melhor estilo para os amantes da boa música. 

O desenvolvimento das ideias musicais permeia um misto de ambição e requinte, definidos numa estrutura de arranjos complexos e harmoniosos.
As fortes influências do jazz contribuem para um andamento diferenciado das faixas, em que as músicas tomam rumos diversificados, para um retorno magnífico a um único caminho bem definido. Mas, estas idas e vindas jazzísticas, além de não serem sufocantes, são colocadas em momentos muito pertinentes, e com maestria; ademais, o rock é predominante.
 

O blues surge de forma bastante significativa, e atinge o ápice na segunda faixa, que é um sonsaço com incrível propriedade e perfeccionismo. Com instrumental impecável e vocal cheio de personalidade. Nesta faixa, a bateria é como raramente se encontra. É ajustada à estrutura da música com potência tão impressionante, que nos dá a impressão que as coisas vão desandar. Mas, pelo contrário, é definitivamente a força motriz que impulsiona um conjunto de qualidades exuberantes. As influências da música sinfônica complementam as vibrantes viagens musicais, de forma extraordinária, com a participação especial de uma orquestra. 

Também o progressivo passeia, vez ou outra, em algumas faixas, tornando-se muito mais notável na última, que é a maior e mais elaborada do álbum. Eu diria que, assim como com o Wishbone Ash, somos relativamente inclinados a enquadrá-los no universo progressivo devido à forma elaborada e complexa da estrutura das músicas. Entretanto, neste álbum, isto se torna ainda mais notável devido à inclusão da orquestra que atua magnificamente, em belíssimos momentos, com suas cordas e seus metais. Na última e grandiosa faixa, p. ex., somos surpreendidos com suaves e melódicas passagens da orquestra, intercalando com o peso da bateria, guitarras e baixo em uma atmosfera que lembra o estilo do Black Sabbath. O vocal é sensacional. Jane Kevern desempenha um papel importantíssimo, com interpretação cuja sensibilidade a coloca entre as grandes cantoras do rock. As duas guitarras desenrolam seus incríveis solos, uma em cada canal, sempre como se estivessem duelando. Os dois soam alucinantes. 

A harmonia da banda transmite extrema maturidade. A atuação enérgica das guitarras e extrema precisão da bateria e do baixo, por vezes, nos remete à extraordinária performance do Wishbone Ash, e a faixa Big John Blues vai ainda mais longe na semelhança entre as duas bandas. 

Enfim, trata-se de um belíssimo trabalho que explora o rock'n roll nas suas diversificadas possibilidades de fusão com outros estilos musicais. Uma obra interessantíssima, concebida em uma época que era propícia para músicos criativos, com vontade de fazer a diferença. 

É o tipo de música elaborada com profundo conhecimento e sensibilidade, culminando num conjunto de qualidades impressionantes, que fazem deste grupo uma peça de colecionadores de diversos estilos musicais. Texto: Hofmannstoll. 

 Integrantes.

Steve Edge (Guitarra Base e Solo)
Chris Williams (Guitarra Solo)
Bob Jenkins (Bateria)
Jane Kevern (Vocal)
Roy Putt (Baixo)

Convidados.

Michael J. Hart (Baixo)
Denis Nesbitt, Norman Jones (Cello)
Max Burwood, Tom Lister (Viola)
Brian Smith, Denis Leste, Eric Éden, Raymond Moseley (Violino)
Mo Miller (Flugelhorn)
Peter Hodge (Trombone)
John Mclevy, Nigel Carter, Ray Hudson (Trompete)
Richard Hartley (Arranjador, Maestro)
Mickey Clarke (Produtor)

 
01. Pre-Flight (Parts I & II)
02. Where Did I Go Wrong
03. No Warmth In My Life
04. Big John Blues
05. Andromeda
06. War
07. Cemetery Junction (Parts I & II)
 


(320Kbps)

Link.

Senha/Password: muro

E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

3 comentários :

  1. Primeiro! ~Jesse

    ResponderExcluir
  2. Nuevo disco para disfrutar. Gracias viejo.

    ResponderExcluir
  3. belas guitarras. Where Did I Go Wrong é só uma das ótimas faixas do disco.

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.