Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

3 de dezembro de 2013

Fantasia (1975)

Fantasia é uma banda finlandesa de rock progressivo. A banda foi formada em 1972, com o nome de “St. Marcus” e tocava blues rock. Com o passar do tempo a banda foi se tornando mais experimental, trocou seu nome para “Fantasia” e, influenciada por Genesis, King Crimson, Camel, Yes e Mahavishnu Orchestra, passou a tocar um refinado e eclético rock progressivo, conseguindo relativo sucesso nos anos 70 em seu país.

Inicialmente a banda era formada por Jukka “Juki” Halttunen (guitarra), Markku Lönngren (baixo), Paavo Osola (teclados) e Karl-Erik Rönngård (bateria). No final de 1973, o line-up da banda definiu-se com Roul Helantie (teclados, violino e guitarra) Hannu Lindblom (guitarra e vocais), Harri Piha (baixo) e Karl-Erik Rönngård (bateria). A banda conquistou o campeonato nacional de rock da Finlândia de 1974, (Kulttuuritalo, Helsinque), e por consequência, publicidade, muitos shows e inclusive a assinatura de um contrato com a Hi-Hat Records, uma nova gravadora criada pelo selo Finnlevy, (Finnlevy foi uma das poucas gravadoras de grande porte que dominaram a indústria fonográfica finlandesa na época.), como tentativa de abocanhar um pedaço do jovem mercado da música progressiva dominado pela Love Records. 

O álbum homônimo “Fantasia” saiu no final de 1975. O álbum foi produzido pelo baterista do, Wigwam Ronnie Österberg, e Mikael Wiik. Foi gravado no estúdio Finnlevy e incluídos músicos adicionais, Mikael Wiik, que interpretou o solo de guitarra em “Depressio”, e o saxofonista Pekka Pöyry, (Tasavallan Presidentti). A revista da University of Turku descreveu o álbum como: “Uma abordagem honesta e idiomática. “Fantasia” deseja criar impressões, aumentar a consciência social e fazer as pessoas ouvirem e desenvolverem as suas relações com a música”. O álbum “Fantasia”, é hoje um item de colecionador, muitas vezes valorizado em centenas de euros. 

Como a popularidade do progressivo foi perdendo sua expressão no final dos anos setenta, a gravadora Hi-Hat não se dispôs à uma nova produção, e a frustração da banda levou-os a outra mudança de elenco. O baixista Harri Piha ingressou no exército, e como muitos outros durante este período, ele se mudou para a Suécia, em busca de “maior projeção”. Roul Helantie passou a ser o baixista e a inclusão nos teclados de Paavo Osola, já conhecido desde o início quando da bluesband “St.Marcus”. Em 1976 a banda fez uma pequena turnê pela Rússia, (Leninegrado - Riga - Moscow), com line-up de cinco músicos, propiciando ao tecladista Mikko Laine Roul Helantie se concentrar mais no violino elétrico e no sintetizador ARP. Pouco depois, o baterista Karl-Erik Rönngård, o recém chegado Paavo Osola e Mikko Laine deixaram a banda. Os novos membros a partir de então foram o baterista Lindström Thomas, o guitarrista Timo Hautamäki e o tecladista Ronnie Ehrs. Em 1979, sem conseguir um contrato para gravar um novo disco, a banda se disssolveu. 


Integrantes.

Roul Helantie (Teclados, Violino, Guitarra)
Hannu Lindblom (Guitarra, vocais)
Harri Piha (Baixo)
Karl-Erik Rönngård (Bateria)

 
01. Pilvien Takaa
02. Unikuva
03. Huutokauppa
04. Suihkuliidolla
05. Hautausmaani Rannoilla
06. Tulen Pisara
07. Agressio
08. Härmä Jazz
09. Depressio
 


(320Kbps)

Link.

Senha/Password: muro

E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

5 comentários :

  1. wilson fiordeliz31/05/14 23:10

    perolas são sempre recomendadas ...baixando...!!!

    ResponderExcluir
  2. Decepcionante o disco. As ideias das composições são ótimas, mas a execução e arranjos são simplórios, alguns timbres lembram pop dos anos 80.

    ResponderExcluir
  3. NUNCA IMAGINEI OUVIR ROCK EM FINLANDÊS.
    CARACA SÓ AQUI MESMO NO GRANDE MURO.
    VALEU ALEX SALA.
    RECOMENDO BAIXEM E COLOQUEM NO ÚLTIMO VOLUME.

    ResponderExcluir
  4. A banda não é ruim.Dá de zero em qualquer grupo do século XXI. A capa é belíssima. Bem,eu gosto de progressivo,né....

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.