Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

6 de dezembro de 2013

Jeff Buckley - Discografia.

Jeffrey Scott Buckley (Anaheim, 17 de novembro de 1966 — Memphis, 29 de Maio 1997) foi um cantor, compositor e guitarrista norte-americano. Conhecido por seus dotes vocais, Buckley foi considerado pelos críticos umas das mais promissoras revelações musicais de sua época. Entretanto, Buckley morreu afogado enquanto nadava no rio Wolf, afluente do Rio Mississipi, em 1997. Seu trabalho e seu estilo único continuam sendo admirados por fãs, artistas e músicos no mundo todo.

História.

Jeff Buckley passou a sua adolescência a ouvir diversos tipos de música como blues, rock e jazz. Após terminar o colegial, decidiu que a música seria o caminho a seguir. Com medo de ser comparado com o seu pai, Tim Buckley, em vez de cantar, Jeff decidiu inicialmente tocar guitarra, tendo ido estudar para o G.I.T (Guitar Institute of Technology). Diversas experiências vieram de seguida: Jeff trabalhou em estúdio, tocou em bandas de funk, jazz e punk e até mesmo na Banana Republic, de onde foi demitido após ter sido acusado de roubar uma camiseta. 

Em 1991, ao ser convidado para participar num show tributo a seu pai, Jeff resolveu cantar. A semelhança vocal com o pai (Tim Buckley) veio à tona nesse momento. Foi nesse tributo, também, que conheceu o ex-guitarrista da banda Captain Beefheart, Gary Lucas, que, impressionado com sua voz, decidiu convidá-lo para integrar a banda Gods and Monsters. Afiada tanto nas performances ao vivo como nas composições próprias, Gods and Monsters estava prestes a assinar com uma discográfica quando Buckley decidiu abandonar o projeto por achar que um contrato, naquele momento, restringiria as suas ambições musicais. 

No ano seguinte em 1992 começou a apresentar-se sozinho (voz e guitarra) num bar nova-iorquino chamado “Sin-é”. Foi no "Sin-é", segundo o próprio Jeff, onde mais tocou e gostava de tocar. Um lugar pequeno, onde as pessoas iam para conversar e não para ouvir alguém cantar músicas desconhecidas. Mas foi pela diferença que Jeff Buckley conquistou as pessoas que frequentavam o lugar. Foi nesse pequeno bar, sem palco, que um dos empresários da Columbia o viu cantar e tocar. Em outubro de 92 assinou com a Columbia Records para a gravação do seu primeiro álbum solo. Antes do álbum, Jeff decidiu fazer uma tourné pela Europa, só depois gravaria o primeiro álbum em estúdio. Nesse período, acordou também, lançar um Ep com 5 músicas, gravadas no "Sin-é". 

“Grace” contém uma versão de "Halleluyah" de Leonard Cohen. Este álbum chegou às lojas em agosto de 1994 e foi imediatamente aclamado pela crítica e por artistas como Paul McCartney, Chris Cornell, Bono Vox (“Jeff Buckley é uma gota cristalina num oceano de ruídos”) e Jimmy Page (“Quando o Plant e eu vimos ele tocando na Austrália, ficamos assustados. Foi realmente tocante”). Apesar disso e de uma longa tourné de dois anos “Grace” vendeu muito menos do que o esperado. A música de Buckley era considerada leve demais para as rádios alternativas e pouco comercial para as rádios FM. 

Em 1996, começou a trabalhar no seu segundo álbum e, contrariando a sua gravadora, que queria um disco mais comercial, chamou Tom Verlaine, do grupo Television, para a produção. Quando as gravações estavam prestes a encerrar, Jeff, insatisfeito com o resultado, decidiu que o material não deveria ser lançado e, assim, começou a compor novas canções. Foi o que fez até Maio de 97, quando finalmente chamou os colegas da sua banda para começar as gravações em Memphis, cidade onde morava na época. 

No dia 29 de Maio de 1997, helicópteros sobrevoavam o Wolf River em busca duma pessoa que ali havia desaparecido. Segundo o relato do amigo Keith Foti, Jeff Buckley resolveu parar para nadar naquele rio antes de se encontrar com a sua banda. Depois de alguns minutos, Foti foi até ao carro para guardar alguns objectos, enquanto ouvia Jeff a nadar cantarolando “Whole lotta love”, do Led Zeppelin. Quando voltou, não viu mais nada. Gritou por “Jeff” por quase dez minutos e, não obtendo resposta, decidiu chamar a polícia. O corpo de Jeff Buckley foi encontrado apenas uma semana depois, dia 4 de Junho, perto da nascente do Mississippi, sem vida. 

O álbum póstumo, “Sketches for My Sweetheart the Drunk”, foi lançado em 1998. “Sketches” é composto por gravações que Jeff fez com Tom Verlaine, mais músicas nas quais Jeff trabalhava antes de morrer. 

Em 2000, “Mystery White Boy” veio relembrar Jeff nas suas performances ao vivo. 

Em 2007 surge uma compilação com os melhores êxitos de estúdio e ao vivo, este álbum contém uma versão acústica de "So Real" gravada no Japão e uma versão de "I Know It's Over" dos The Smiths nunca antes editadas.
Apesar da morte trágica, Jeff Buckley tem vindo a conquistar novos fãs.

Artistas como Radiohead, Coldplay e Muse não se cansam de mencionar Jeff como uma das suas principais influências. Além disso, “Grace” é constantemente citado como um dos melhores álbuns de todos os tempos. Texto: Wikipédia. Site Oficial.

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro


Álbuns.

WFMU The Music Faucet (Bootleg 1992)
 
01. Lost Highway
02. Eternal Life
03. Please Send Me Someone To Love
04. The Way Young Lovers Do
05. Satisfied Mind
06. Hallelujah
07. Mama You've Been On My Mind
08. Alligator Wine
09. Chat - Calling You (Aborted)
10. Unforgiven
11. We All Fall In Love Sometimes
12. Curtains
13. Dinks Song
14. Corpus Christi Carol


Live At Sin-é (EP 1993)
 
01. Mojo Pin
02. Eternal Life
03. Je N' En Connais Pas La Fin
04. The Way Young Lovers Do


Grace (1994)
 
01. Mojo Pin
02. Grace
03. Last Goodbye
04. Lilac Wine
05. So Real
06. Hallelujah
07. Lover, You Should Come Over
08. Corpus Christi
09. Eternal Life
10. Dream Brother


Glastonbury (Bootleg 1995)
 
01. Intro-Applause
02. Dream Brother
03. Lover, You Should've Come Over
04. So Real
05. Last Goodbye
06. What Will You Say
07. Mojo Pin
08. Eternal Life
09. Kick Out The Jams
10. Grace


Live at Sony Studios (Bootleg 1995)
 
01. Dream Brother
02. So Real
03. Mojo Pin
04. Grace
05. Liliac Wine
06. Last Goodbye
07. Eternal Life/Kick Out The Jams
08.  Lover, You Should've Come Over


Fall In Light (Bootleg 1997)
 
01. Intro
02. Lover, You Should've Come Over
03. Jewel Box
04. Morning Theft
05. Grace
06. The Sky Is a Landfill
07. Everybody Here Wants You
08. Yard of Blonde Girls
09. Hymne à l'Amour
10. Let Time Stand Still
11. All Tomorrow's Parties
12. I Know It's Over
13. Wild Is the Wind


Live Arlene's Grocery (Bootleg 1997)
 
01. Nightmares by the Sea
02. Witches Rave
03. So Real
04. Haven’t You
05. Lover, You Should Have Come Over
06. Morning Theft
07. Vancouver
08. Snail-drop-d Explosion
09. The Sky is a Landfill
10. Mojo Pin
11. Grace


Sketches for My Sweetheart the Drunk (Póstumo 1998)
 
CD 1.

01. The Sky Is A Landfill
02. Everybody Here Wants You
03. Opened Once
04. Nightmares By The Sea
05. Yard Of Blonde Girls
06. Witches' Rave
07. New Year's Prayer
08. Morning Theft
09. Vancouver
10. You & I

CD 2.

01. Nightmares By The Sea
02. New Year's Prayer
03. Haven't You Heard
04. I Know We Could Be So Happy Baby (If We Wanted To Be)
05. Murder Suicide Meteor Slave
06. Back In N.Y.C.
07. Demon John
08. Your Flesh Is So Nice
09. Jewel Box
10. Satisfied Mind


Mystery White Boy, Live 95-96 (2000)
 
01. Dream Brother
02. I Woke Up In A Strange Place
03. Mojo Pin
04. Lilac Wine
05. What Will You Say
06. Last Goodbye
07. Eternal Life
08. Grace
09. Moodswing Whiskey
10. The Man That Got Away
11. Kanga Roo
12. Hallelujah/I Know It’s Over (Medley)


Live À L'Olympia, 1995 (2001)
 
01. Lover, You Should Have Come Over
02. Dream Brother
03. Eternal Life
04. Kick Out The Jams
05. Lilac Wine
06. Grace
07. That's All I Ask
08. Kashmir
09. Je N'en Connais Pas La Fin
10. Hallelujah
11. What Will You Say


The Grace EP’s (2002)
 
CD 1 - Peyote Radio.

01. Mojo Pin
02. Dream Brother (Nag Champa Mix)
03. Kanga-Roo

CD 2 - So Real.

01. So Real (Live)
02. Grace (Live)
03. Dream Brother (Live)

CD 3 - Live From The Bataclan.

01. Dream Brother (Live)
02. The Way Young Lovers Do (Live)
03. Medley:
Je N'en Connais Pas La Fin
Hymne A L'Amour (Live)

04. Hallelujah (Live)

CD 4 - The Grace EP.

01. Grace
02. Grace (Live)
03. Mojo Pin (Live)
04. Hallelujah (Live)
05. Tongue

CD 5 - Last Goodbye.

01. Last Goodbye (Edit)
02. Mojo Pin (Live)
03. Kanga-Roo
04. Lost Highway (Live)


Jeff Buckley & Gary Lucas - Songs to No One 1991-1992 (2002)
 
01. Hymne à L'Amour
02. How Long Will It Take
03. Mojo Pin
04. Song To No One
05. Grace (Studio Demo)
06. Satisfied Mind
07. Cruel
08. She Is Free
09. Harem Man
10. Malign Fiesta (No Soul)
11. Grace (Live)


Live At Sin-é (Legacy Edition 2003)
 
CD 1.

01. Be Your Husband
02. Lover, You Should've Come Over
03. Mojo Pin
04. Monologue - Duane Eddy, Songs For Lovers
05. Grace
06.
Monologue - Reverb, The Doors
07. Strange Fruit
08. Night Flight
09. If You Knew
10.
Monologue - Fabulous Time For A Guinness
11. Unforgiven (Last Goodbye)
12. Twelfth Of Never
13.
Monologue - Cafe Days
14.
Monologue - Eternal Life
15. Eternal Life
16. Just Like A Woman
17.
Monologue - False Start, Apology, Miles Davis
18. Calling You

CD 2.

01. Monologue - Nusrat, He's My Elvis
02. Yeh Jo Halka Halka Saroor Hai
03.
Monologue - I'm A Ridiculous Person
04. If You See Her, Say Hello
05.
Monologue - Matt Dillon, Hollies, Classic Rock Radio
06. Dink's Song
07.
Monologue - Musical Chairs
08. Drown In My Own Tears
09.
Monologue - The Suckiest Water
10. The Way Young Lover's Do
11.
Monologue - Walk Through Walls
12. Je N'en Connais Pas La Fin
13. I Shall Be Released
14. Sweet Thing
15.
Monologue - Good Night Bill
16. Hallelujah

So Real: Songs From Jeff Buckley (Coletânea 2007)
 
01. Last Goodbye
02. Lover, You Should've Come Over
03. Forget Her
04. Eternal Life (Road Version)
05. Dream Brother (Alternate Take)
06. The Sky Is A Landfill
07. Everybody Here Wants You
08. So Real (Acoustic)
09. Mojo Pin (Live)
10. Vancouver
11. Je N'en Connais Pas La Fin (Live at Sin-é) 
12. Grace
13. Hallelujah
14. I Know It's Over


Grace Around the World (2009)
 
01. Grace (BBC Late Show, London, 1/17/95)
02. So Real (Live aus dem Südbahnhof, Frankfurt, 2/24/95)
03. Mojo Pin (Live aus dem Südbahnhof, Frankfurt, 2/24/95)
04. What Will You Say (Live aus dem Südbahnhof, Frankfurt, 2/24/95)
05. Hallelujah (MTV Japan, Tokyo, 1/31/95)
06. Dream Brother (Howlin' Wolf, New Orleans, 12/2/94)
07. Eternal Life (MTV's Most Wanted, London, 3/3/95)
08. Last Goodbye (MTV's Most Wanted, London, 3/3/95)
09. Lover, You Should've Come Over (JBTV, Chicago, 11/8/94)
10. Lilac Wine (MTV Europe, Eurockéennes Festival, Belfort, 7/9/95)
11. Grace (MTV, 120 Minutes, New York, 1/15/95)
12. So Real (MTV, 120 Minutes, New York, 1/15/95)


Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

Tim Buckley - Discografia.

E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

8 comentários :

  1. Alex Sala ,acho que você lê pensamento...essa semana estava procurando a discografia realmente completa do Jeff Buckley , e o Muro me presenteia com esse presente de natal antecipado ... Valeu mesmo muito obrigado ...

    ResponderExcluir
  2. jeff deu azar morreu cedo, mais seu talento tai vivo no muro do alex valeu maluco

    ResponderExcluir
  3. Muito obrigado por essa discografia dele, tem uns discos que eu não tinha!
    Valeu Alex

    ResponderExcluir
  4. Acho que essa discografia do Jeff é nova aqui, tinha procurado a um tempo atrás e não tinha achado. Grande mistery white boy!

    ResponderExcluir
  5. Muchas gracias / Muito obrigado

    ResponderExcluir
  6. maravilloso!! muchisimas gracias!!

    ResponderExcluir
  7. One of the saddest losses that the music industry has ever suffered. We can only imagine the amazing music he would have been making if he was still alive.

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.