Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

23 de março de 2014

Frumpy - Discografia.

Frumpy foi uma banda alemã de rock progressivo formada em Hamburg, ativa por dois curtos períodos: de 1970 a 1972 e de 1990-1995.

Todos os membros do Frumpy são originários da primeira banda alemã de folk, The City Preachers, formada e liderada pelo vocalista irlandês John O’Brien-Docker em Hamburg em 1965. Em 1968 a banda acaba, porém a vocalista Inga Rumpf (comparada a Janis Joplin pelo seu timbre quase masculino) continua a usar o nome da banda, com o line-up incluindo o baterista Udo Lindenberg, vocalista Dagmar Krause, tecladista francês Jean-Jacques Kravetz e baixista Karl-Heinz Schott. Na primavera de 1969, Lindenberg deixa a banda para seguir em carreira solo, sendo substituído por Carsten Bohn. Em novembro do mesmo ano Krause saí da banda, que toma uma nova direção: “uma fusão de rock, blues, erudito, folk e psicodelia”.

Em março de 1970 trocam o nome para Frumpy e, em abril do mesmo ano, fazem seu primeiro show no “Essen International Pop & Blues Festival, onde duas de suas músicas, “Duty” e “Floating”, são gravadas ao vivo e lançadas no álbum compilação do festival. A banda segue em turnê pela França, Alemanha e Holanda, aparecendo no “Kiel Progressive Pop Festival”, em Julho de 1970.

Em agosto de 1970, finalmente, gravam seu disco de estreia, “All Time Be Changed”. Para promoção do álbum, a banda embarcou em uma turnê de 50 noites pela Alemanha com o Spooky Tooth, bem como abrindo para bandas como Yes, Humble Pie e Renaissance. O álbum foi bem recebido pela crítica e obteve sucesso comercial.

Nessa época a banda não tinha guitarrista, o que era não usual para uma banda de rock, assim tinha grande destaque o órgão hammond de Kravetz. Nas palavras de Rumpf: “no início nós éramos felizes como um quarteto. Eu tocava e compunha exclusivamente com uma guitarra acústica. Somente mais tarde que as músicas começaram a demandar uma guitarra elétrica”.

Em 1971, pouco antes da banda começar a gravar seu segundo álbum, simplesmente chamado de “2”, eles recrutaram o ex-guitarrista do Sphinx Tush, Rainer Baumann para se juntar a banda. O álbum trouxe um rock progressivo mais pesado e maduro, com passagens eruditas do órgão (e às vezes mellotron) de Kravetz. Comercialmente, repetiu o sucesso de seu antecessor, dando para banda seu primeiro e maior hit “How the Gipsy Was Born”, presente em todos os shows da banda a partir daí. A revista alemã de música “Musikexpress” chamou o Frumpy de “banda de rock alemã do ano”. Já Inga foi considerada o “grande talento individual vocal” da cena rock alemã até então, pelo jornal nacional Frankfurter Allgemeine Zeitung.

Em virtude de “diferenças musicais”, Kravetz deixa a banda no início de 1972 para trabalhar com Lindenberg em seu “Das Panik Orchester”, bem como gravar seu disco solo, Kravetz (também conhecido como “The Hamburger Scene - 8 Days in April), do qual também participaram Inga e Lindenberg. No lugar de Kravetz, entrou Erwin Kama, que anteriormente tinha tocado no Murphy Blend. Porém Kama aparece apenas em algumas músicas do terceiro disco, By The Way, sendo demitido durante a gravação do mesmo em março de 1972, quando Kravetz retornou ao Frumpy.

Baumann expressou um desejo de sair em carreira solo, e a banda tocou um “concerto de despedida” em 26 de Junho de 1972. Em agosto de 1972 a revista Musikexpress publicou um “obituário” para a banda que encerrava da seguinte maneira: “Nós pedimos para que você não envie mensagens de condolências, já que em breve ouvirão Inga, Karl-Heinz and Jean-Jacques, sob outro nome”. Um disco duplo ao vivo foi lançado em 1973.

Dito e feito. Logo após o fim do Frumpy, Rumpf, Kravetz and Schott recrutaram o guitarrista Frank Diez e o baterista Curt Cress, ambos ex-Emergency, para formar um “supergrupo” chamado Atlantis. O som do Atlantis era descrito como “Frumpy reembalado com um hard rock mais comercial”.

Em 1989, Rumpf, Bohn and Kravetz reformaram o Frumpy e lançaram mais 2 álbuns, Now! (1990) e News (1991), porém em 1992 os membros decidiram seguir caminhos diferentes e o grupo, finalmente, veio a se separar novamente em 1995. 

Integrantes.

Inga Rumpf (Vocal)
Jean-Jacques Kravetz (Teclados)
Karl-Heinz Schott (Baixo)
Carsten Bohn (Bateria)
Rainer Baumann (Guitarras)
Erwin Kama (Teclados, By The Way 1972)
 

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro


All Will Be Changed (1970)
 
01. Life Without Pain
02. Rosalie (Part 1)
03. Otium
04. Rosalie (Part 2)
05. Indian Rope Man
06. Morning
07. Floating (Part 1)
08. Baroque
09. Floating (Part 2)
Bonus Tracks.
10. Roadriding
11. Time Make Wise


Frumpy 2 (1971)
 
01. Good Winds
02. How The Gypsy Was Born
03. Take Care Of Illusion
04. Duty


By The Way (1972)
 
01. Goin' To The Country
02. By The Way
03. Singing Songs
04. I'm Afraid, Big Moon
05. Release
06. Keep On Going


Live (1972)
 
CD 1.

01. Keep On Going
02. Singing Songs
03. Backwater Blues
04. Duty
05. To My Mother

CD 2.

01. Release
02. Take Care Of Illusion
Bonus Tracks.
03. Duty
04. Floating


Now! (1990)
 
01. What It Is
02. When I Fall In Love
03. Good Good Feeling
04. We Can Sing A Song
05. One World
06. Come On
07. Pirate Style
08. Come Together
09. Now And Forever
10. All We Need Is Music
11. Living In A Madhouse
12. Love Train 
13. Now The Gipsy Is Born


News (1991)
 
01. When The Night Comes
02. Get Together
03. Everyday Song
04. Nothing But Love
05. Like Driving
06. Hold On
07. Loverman
08. Right On Time
09. Yes, I Would
10. Love Is Gold
11. Dreams Come True
12. Can't Stop Myself


Live NinetyFive (1995)
 
01. Loverman
02. Get Together
03. Amazone Dreams
04. In And Out Of Studios
05. How The Gipsy Was Born
06. When I Fall In Love
07. Everyday Song
08. Come On
09. Friends
10. Dreams Come True
11. Backwater Blues


Best Of (1997)
 
01. Life Without Pain
02. Indian Rope Man
03. Morning
04. Duty
05. How The Gipsy Was Born
06. I'm Afraid Big Moon
07. Singing Songs
08. Take Care Of Illusion
09. Keep On Going


Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos. 

7 comentários :

  1. Ótima banda, e a voz de Inga Rumpf é excelente. Atlantis, a outra banda em que ela cantou, também é altamente recomendada!

    ResponderExcluir
  2. excell band thansk

    ResponderExcluir
  3. By the way um dos melhores discos de rock destes anos 70! è lindo um vocal incrível eu sempre pensei que fosse um homem...soube de toda historia aqui!

    ResponderExcluir
  4. Muito bom! O único lugar que achei a discografia dessa banda. Obrigada!

    ResponderExcluir
  5. Adoro essa banda Frumpy. Junto com Epitaph, Jane e Grobshnitt, formam as melhores bandas de Krautrock (a meu ver)

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.