Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

15 de junho de 2014

Yezda Urfa - Discografia.

O Yezda Urfa é uma pérola do rock progressivo underground que levou o estilo ao seu limite, compondo músicas extremamente complexas com arranjos que lembram muito o Yes do começo da década de 70 e o Gentle Giant, inclusive nas suas vocalizações intrincadas, como pode ser conferido na faixa Flow Guides Aren’t My Bag. 

A história dos americanos começou no final de 1973, quando seus integrantes ainda cursavam o ensino médio. Depois mais de um ano de ensaios, shows e gravações caseiras, era hora de dar um passo adiante. Todos se reuniram nos estúdios da Universal Recording, em Chicago, e gravaram todas as faixas de Boris em apenas alguns dias. Foram prensadas 300 cópias da demo que serviria como material de divulgação. A banda enviou o primeiro registro para várias companhias, inclusive viajaram até Nova Iorque para tentar a sorte distribuindo alguns exemplares de porta em porta nas grandes gravadoras e rádios. 

Porém, todo o esforço foi em vão. Em 1975 ninguém estava interessado em contratar bandas que apresentavam um som tão complexo e detalhado como o que o Yezda possuía, já que todos estavam apostando suas fichas na Disco Music. O máximo que conseguiram foram algumas transmissões em pequenas rádios de Chicago, como a Triad e a WXRT. 

Depois do fracasso, no início de 1976 decidiram gravar um álbum chamado Sacred Baboon no Hedden West Recorders, na cidade de Schaumburg, Illinois, visando ganhar mais visibilidade. Com 75% do disco já gravado, a Dharma Records mostrou interesse em contratá-los, marcando uma reunião em sua sede na pequena Lybertyville, um subúrbio ao norte de Chicago. Porém o contrato que lhes foi oferecido não era nada atraente: a banda teria que terminar de bancar os custos da gravação, bem como os da divulgação do disco. Depois de um tempo pensando, decidiram recusar o acordo. 

Nesse segundo registro eles lapidaram algumas faixas do Boris e ainda compuseram algumas novas. Mesmo soando mais inspirado e melhor gravado do que a demo, ninguém deu atenção aos americanos novamente. Depois de mais alguns anos tocando em pequenas casas e compondo canções esparsas, em 1981 decidem por um ponto final na história do grupo, priorizando outros trabalhos mais rentáveis e a vida em família. 

Em 1989, Boris chegou nas mãos de Peter Stoller numa loja de disco em que trabalhava. Atraído pela altal qualidade do material, levou o disco para Greg Walker, executivo da Syn-Phonic, que procurou a banda e resolveu colocar no mercado Sacred Baboon pela primeira vez, treze anos depois de engavetado. Em 2002, a mesma gravadora relançou Boris. Existe ainda um ao vivo lançado em 2010 intitulado Live Nearfest 2004, contendo um show de reunião registrado no festival prog Nearfest nos EUA. 

Hoje, o Yezda Urfa permanece inativo e desconhecido para o grande público, mas faz a cabeça dos aficionados por Yes, Gentle Giant, Echolyn e progressivo dos anos 70 em geral. Texto: TRENDKILLS. 

Integrantes.

Brad Christoff (Bateria, Percussão)
Phil Kimbrough (Teclado, Mandolin, Sopros, Vocal)
Mark Tippins (Guitarra, Vocal)
Marc Miller (Baixo, Violoncelo, Marimba, Vibrofones, Vocal)
Rick Rodenbaugh (Vocal)

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro


Bitrate: 320Kbps.

Álbuns.

Boris (1975)
 
01. Boris And His 3 Verses, including Flow Guides Aren't My Bag
02. Texas Armadillo
03. 3, Almost 4, 6 Yea
04. Tuta In The Moya
05. Three Tons Of Fresh Thyroid Glands
Bunus Track.
06. The Basis of Dubenglazy While Dirk Does the Dance


Sacred Baboon (1976)
 
01. Give 'Em Some Rawhide Chewies
02. Cancer Of The Band
03. Tota In The Moya
04. Boris And His Three Verses
05. Flow Guides Aren't My Bag
06. (My Doc Told Me I Had), Doggie Head
07. 3, Almost 4, 6 Yea


Live Nearfest 2004 (2010)
 
01. Intro by Chad
02. Give 'Em Some Rawhide Chewies
03. Boris and His Three Verses including Flow Guides Aren't My Bad
04. 3, Almost 4, 6, Yea
05. To-Ta In The Moya
06. Ron's band Intros
07. L.A.
08. The Basis of Dubenglazy While Dirk Does The Dance


Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

7 comentários :

  1. wilson fiordeliz18/06/14 23:49

    sensacional ...lembra muito YES!!

    ResponderExcluir
  2. Um clássico do prog americano que, infelizmente, poucos conhecem. Ótima banda. Valeu, Alex.

    ResponderExcluir
  3. Bahhh, fazia tempo que eu não procurava mais "bandas novas" pra mim curtir, me sobrou um tempo, e estou aqui.
    E como primeira escolha, foi ótima, esse som me faz viajar!!!

    ResponderExcluir
  4. ProgRock na veia
    A a viagem continua...

    ResponderExcluir
  5. Excelente! Os caras mandam muito bem. Quem curte prog tem que ouvir

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.