Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

23 de agosto de 2014

Jackson Heights - Discografia.

Quando Keith Emerson saiu do The Nice, Lee Jackson decidiu desligar seu baixo e começar a fazer músicas mais “simples”. Com isso em mente, ele se reuniu a alguns músicos que ele já conhecia por um tempo: Charlie Harcourt, Tommy Sloane e Mario Tapia. O resultado dessa união foi o primeiro disco do Jackson Heights, “King Progress”, no qual Jackson cantou e tocou violão. As faixas de destaque são “Mr. Screw” e uma versão de uma música antiga do Nice, “The Cry of Eugene”. O disco não vendeu muito. A banda começou a se desfazer e foi aí que o próximo recrutamento de Jackson começou.

Juntando-se a ele estavam John McBurnie e Brian Chatton, ambos multi-instrumentistas. Ele, no entanto, não recrutou um baterista. A banda era agora um trio com Jackson tocando baixo (parece familiar?). McBurnie ficou encarregado da maioria das letras com os três dividindo os vocais, e um segundo disco, “The Fifth Avenue Bus”, foi gravado com Mike Giles na bateria. Nesse ponto a banda fazia turnês como um trio, sem um baterista. Não há faixas extraordinárias nesse disco e novamente não houve sucesso comercial.

Então, a composição e gravação do álbum seguinte, com Brian Chatton agora contribuindo nas letras, começaram. O resultado, “Ragamuffins Fool”, foi facilmente seu melhor trabalho até aquele momento. Houve até mesmo um quase hit com “Maureen” e no geral, o disco soava como de uma banda que sabia o que estava fazendo. Novamente, a maior parte das linhas de bateria foi feita por Mike Giles. Eles fizeram turnê, novamente sem um baterista, e gravaram sua única “Radio One Session” de apoio para o disco. Estava ficando inevitável que ele não venderia.

Nesse momento, Lee Jackson estava ficando um pouco mais desiludido e pobre, ele estava usando seu próprio dinheiro para manter a banda. O plano da vez era gravar um “Concept Album”. O tema seria sobre as vidas das “garotas” que trabalhavam no teatro burlesco. Não saiu bem desse jeito, mas, tendo dois bateristas, Mike Giles e Ian Wallace, e uma orquestra de 20 instrumentos eles foram para o estúdio e gravaram “Bump ‘n’ Grind”. A máquina de publicidade começou a funcionar a todo vapor e o disco foi concebido com uma capa laminada metálica de luxo. Até a gravadora queria que esse fosse um grande lançamento! E adivinhe? O disco bombou.

Um grande problema em fazer shows desse disco era reproduzir os sons da orquestra. Jackson se aproximou de Patrick Moraz, mago dos teclados suíço, com a proposta de que ele se juntasse à banda. Moraz rejeitou a oferta mas pediu que Jackson considerasse formar uma banda com ele. Patrick tinha o acordo com a gravadora e outras finanças prontas. Devido a seu problemas financeiros, Jackson concordou e com Moraz e o ex-baterista do Nice, Brian “Blinkey” Davidson formou o Refugee.

O Jackson Heights deixou de existir, deixando como legado quatro álbuns subestimados. Texto do Site Oficial, traduzido por Danilo Lopes.

Integrantes.

Lee Jackson (Baixo, Guitarras, Percussão, Harpa, Vocais, 1970-1973)
Charlie Harcourt (Guitarra, Violão, Teclados, Vocais, 1970)
Mario Enrique Covarrubias Tapia (Baixo, Guitarra Espanhola, Vocais, 1970)
Tommy Sloane (Bateria, Percussão, 1970)
Brian Chatton (Teclados, Vocais, 1972-1973)
John Mcburnie (Guitarra Acústica 6 e 12 Cordas, Mellotron, Teclados, Percussão e Vocais, 1972-1973)
Michael Giles (Bateria, Percussões, 1972-1973)

Músicos Adicionais no Álbum Bump 'n' Grind (1973)

Ian Wallace (Bateria, Percussões)
Keith Emerson (Programação, Moog)
Godfrey Salmon (Violino)
Johnny Vanderrick (Violino)
Ian Paice (Bateria)
Chris Laurence (Baixo)
Bill Bell (Banjo)

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro



Álbuns.

King Progress (1970)
 
01. Mr. Screw
02. Since I Last Saw You
03. Sunshine Freak
04. King Progress
05. Doubting Thomas
06. Insomnia
07. Cry Of Eugene


The Fifth Avenue Bus (1972)
 
01. Tramp/Dog Got Bitten
02. Autumn Brigade
03. Long Time Dying
04. Sweet Hill Tunnel
05. Laughing Gear
06. House In The Country
07. Rent A Friend
08. Luxford
09. Pastor Roger


Ragamuffins Fool (1972)
 
01. Maureen
02. Oh You Beauty
03. As She Starts
04. BeBop
05. Catch A Thief
06. Ragamuffin's Fool
07. Chorale (Five Bridges Suite)
08. Chips And Chicken
09. Poor Peter
10. Bellyfull Of Water


Bump 'n' Grind (1973)
 
01. I Could Be Your Orchestra
02. Spaghetti Sunshine
03. Long Necked Lady
04. Public Romance
05. Bump And Grind
06. Cumberland County
07. It's A Shame
08. Ladies In The Chorus
09. Whatever Happened To The Conversation


Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

5 comentários :

  1. Gracias , me faltaba el ragamuffins.Te cuento que la primera vez que escuche esta banda pense que era el album perdido de Van der graaf o el disco que nunca hizo Raw material.felicidades.

    ResponderExcluir
  2. "Deus do céu, o murro quer nos fazer pensar?????"Muito obrigado cara,muito obrigado,essa banda é um verdadeiro "achado",maravilha!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Obrigado por me apresentar essa beleza de banda, valeu.

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.