Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

14 de setembro de 2014

Hellion - Discografia.

Helion é uma banda de heavy metal americana a qual foi formada em Los Angeles, California, em 1982. A formação original incluía Ann Boleyn (vocais), Ray Schenck (guitarra), Sean Kelley (bateria) e Peyton Tuthill (baixo). A Hellion continua a fazer shows  até hoje, mas com membros diferentes. 

História.

Primórdios.

A banda começou como um grupo de covers, tocando músicas de artistas como Ozzy Osbourne, Scorpions e AC/DC.  As primeiras apresentações do grupo (ou "mega-festas") aconteciam em uma mansão em Tujunga, California, a qual era a moradia de Ann Boleyn. Enquanto residiam na mansão, eles gravaram um demo cassete caseiro, o qual resultou na banda ganhando atenção em ambas as revistas de música underground e mainstream. No final de 1982, a Hellion aproximou-se da Mystic Records, um selo punk de Hollywood, que queria incluir "Nightmares in Daylight" em uma compilação. Várias semanas antes das sessões de gravação, Peyton Tuthill deixou a banda, citando como justificativa o envolvimento de Ann Boleyn com as "artes ocultas". Para substituir Turthill, foi chamado o baixista Rik Fox. Alguns dias depois, no entanto, Fox foi fazer um show com o Steeler. De última hora, então, foi trazido Brian West para participar da  gravação, a qual aconteceu durante o ano novo. 

A Mystic Records lançou o primeiro single da Hellion, o qual incluía uma versão de "Black Night" do Deep Purple em adição a uma música original entitulada  "Driving Hard For You" em 1983. Depois de ganhar reviews positivos, a Mystic ofereceu à banda um contrato para a gravação de um disco completo. Quando a banda recusou a oferta, o selo lançou Nightmares in Daylight em um split single junto com outra banda de vocalista feminina, a Bitch. 

Em 1983 a Hellion solidificou sua formação com o  baixista Bill Sweet e o segundo guitarrista Alan Barlam. Durante o verão daquele ano, a banda foi votada como a melhor de Heavy Metal no cenário  local por leitores da L.A Street Scene Magazine, mas, apesar disso, ainda era ignorada pelas grandes gravadoras. O empresário do Van Halen, Ed Leffler, entre outros, no entanto, ofereceu fazer de Ann Boleyn a "próxima Pat Benetar", com a condição de que ela se submetesse a uma cirurgia plástica e deixasse a banda. Na tentativa de ganhar um contrato com uma grande gravadora, o grupo entrou para o estúdio de Fiddler em Hollywood para gravar uma demo. A banda gravou as faixas básicas em uma tarde e os solos de guitarra, vocais e mixagem na noite seguinte. Depois de destruir dois gravadores cassete enquanto tentavam fazer cópias das fitas para vender em shows, a banda decidiu prensar a gravação em vinil e formou a Bongus Lodus Records. 

Sucesso na Inglaterra.

Depois do vinil 12" homônimo da Hellion conseguir ser importado pela Kerrang!, Sounds e Aardschok, a gravadora londrina Music for Nations ofereceu à banda um contrato de gravação e deu dinheiro para que fossem gravadas mais duas músicas para serem adicionados ao 12" para que este se transformasse em um mini-LP, o qual foi lançado em Janeiro de 1984. O disco foi votado como o EP nº2 do ano pela Kerrang!. Logo após isso a banda fez turnês pela Inglaterra e pelos EUA. 

Ronnie James Dio torna-se o Protetor da Banda. 

No meio de 1984, depois de ouvir a gravação de um dos concertos da Hellion com a Alcatraz, Ronnie James Dio e sua esposa Wendy Dio, junto com seu parceiro de negócios Curt Lorraine, ofereceram-se para produzir a banda. Em julho daquele ano a Hellion entrou para o Sound City Recording Studios. Uma das músicas gravadas lá, Run for Your Life, foi depois lançada pela Roadrunner Records. Em 1984 e 85 a banda tocou como apoio de artistas como Dio, Whitesnake, W.A.S.P, entre outros. Ela, no entanto, não conseguiu um contrato de gravação nos EUA. 

Em 1985, os membros masculinos da banda decidiram se separar da vocalista Ann Boleyn e substituí-la por um cantor homem. Depois de uma ameaça de processo por parte dela, eles mudaram o nome da banda para Burn.

Boleyn logo reuniu uma nova formação da Hellion contando com o guitarrista Chet Thompson, o baixista Alex Campbell, e o baterista Greg Pecka. Alguns meses depois a novo banda começou a gravar demos no Brian Elliot Studios. Uma das músicas gravadas lá, entitulada "The Hand", apareceu na compilação "California's Best Metal". Alguns meses depois, a Hellion entrou para o Total Acces Recording Studios em Redondo Beach, California, com o lendário produtor Ken Scott. Antes que a demo ficasse completa, problemas matrimoniais surgiram entre a então gerente da banda Patience Scott e o produtor e marido de Patience, Ken Scott. Devido à separação, Ken e Pacience não puderam mais trabalhar juntos. Faixas das sessões da Hellion com Ken Scott foram lançadas depois como bootlegs. 

Depois de trabalhar com Ken Scott, a Hellion entrou para o estúdio Baby O para gravar "Screams In The Night". O disco foi lançado na Inglaterra pela Music for Nations e pela Roadrunner Records no resto da Europa. Incapaz de lançá-lo nos EUA, Ann Boleyn começou sua própria distribuidora, New Renaissance Records. Um video-clipe da música Bad Attitude fez com que a a banda ganhasse bastante atenção nas rádios e na MTV, Vh1 e no Sky Channel. 

Apesar do disco Screams In The Night ter ganhado atenção substancial na rádio e na MTV, pelo final de 1986 os membros da Hellion começaram a brigar pela direção musical da banda. Eles culparam a insistência de Ann Boleyn em um estilo europeu, o qual incluía letras que tratavam de  ocultismo e temas antissociais, como razão pelo fracasso da banda em conseguir contratos com grandes gravadoras. Pela mesma época, a Burn se desfez, deixando Ray Schenck, Alan Barlam e Sean Kelley sem uma banda. Ansiosos para voltarem a trabalhar, eles retornaram para a Hellion e gravaram o mini-LP Postcards from the Asylum. 

Em 1988, A Hellion retornou para Londres, onde eles tocaram três shows no The Marquee. A banda também fez uma série de apresentações em clubes na Inglaterra antes de fazer turnê na Europa. 

Enquanto na estrada divulgando "Postcards From The Asylum", a Hellion decidiu fazer um álbum conceitual. Entretanto, quando Ann Boleyn começou à escrever as letras, ela decidiu que um romance deveria acompanhar o álbum. Um livro lucrativo e um cotrato de gravação, então, aconteceram nas mãos da Enigma Records, a qual tinha distribuição pela Capital. O guitarrista Tim Kelly, substituiu Ray Schenck nas gravações. A banda entrou nos estúdios da The Music Grinder em Hollywood por volta de 1989 para começar as gravações do novo album. No entanto, apenas uma semana depois de fecharem contrato com a Enigma Records, o presidente da mesma, Wess Hein, anunciou que estava criando um novo selo de gravações chamado Hollywood Records. A Enigma Records fechou antes do The Black Book ser lançado, resultando num atraso no lançamento do album e na transferência do contrato da banda para a Medusa Records, uma divisão da Restless Records, para o lançamento nos EUA. Os guitarristas Chet Thompson  e Ray Schenk retornaram à tempo da apresentação da Hellion no Monsters of Rock na União Soviética. Com o lançamento do The Black Book atrasado em mais de um ano pela Restless, ficou evidente que a nova gravadora também estava passando por problemas financeiros. O album eventualmente foi lançado, mas com encarte bastante inferior ao das edições japonesas e europeias. Também devido ao atraso, o romance baseado no disco foi arquivado. 

Em 1990 a Medusa Records fechou suas portas. Pouco depois de fazer no The Troubadour com vários novos membros, a cantora Ann Boleyn começou a receber ameaças de vários stalkers e parou de se apresentar por alguns anos pelo fato de a polícia não conseguir resolver o problema das ameaças. Durante esse período ela se formou em línguas germânicas e o guitarrista Chet Thompson começou uma faculdade de psicologia. 

Em 2001 Ann Boleyn começou as gravações de Will Not Go Quietly. Os guitarristas Ray Schenck e Chet Thompson participam do album. Devido a problemas de justiça com o produtor Mikey Davis, o disco só ficou pronto um ano e meio depois. O disco foi finalmente lançado na alemanha em 2003, pela Massacre Records. 

Em 2002, Ann Boleyn embarcou em uma turnê solo no Japão. Em conjunto com a turnê, uma edição limitada de um CD fan clube foi lançada. 

Em 2003, o empresário da banda, James Paul Jr. foi acusado de encomendar o assassinato de sua mulher, Bonnie. Ele também foi processado por tentar invadir a casa de Ann Boleyn. Devido a isso e a outros problemas de segurança envolvendo stalkers, mais uma vez Ann parou de se apresentar e entrou para a faculdade de Direito, graduando-se em 2007. 

Em julho de 2013, a Hellion anunciou que estava trabalhando em um novo EP com o produtor veterano Ken Scott. O disco está sendo gravado no Total Access Studios em Redondo Beach, California. A banda agora possui uma nova formação. Texto: Wikipédia, traduzido e sintetizado por Danilo Lopes.

Integrantes.

Atuais.

Chet Thompson (Guitarra, 1986-1988, 1990, desde 2002)
Glenn Cannon (Baixo, desde 2002)
Seann Scott (Bateria, desde 2002)
Ray Schenk (Guitarra, 1982-1986, desde 1988)
Ann Boleyn (Vocais, desde 1982)

Ex-Integrantes.

Dave Dutton (Baixo, 1986-1989)
Peyton Tuthill (Baixo, 1982)
Rik Foxx (Baixo, 1982)
Chris Kessler (Guitarra, 2001-2003)
Alex Campbell (Baixo, 1986-1988)
Sean Kelley (Bateria, 1982-1986, 1988-1991)
Bill Sweet (Baixo, 1982-1986)
Alan Barlam (Guitarra, 1983-1986, 1988-1991)
Rex Tennyson (Baixo, 1989-1991)
Greg Pecka (Bateria, 1986-1988)

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro


Álbuns.

Hellion (EP 1983)
 
01. Break The Spell
02. Don't Take No (For An Answer)
03. Backstabber
04. Lookin' For A Good Time
05. Driving Hard
06. Up From The Depths

Screams in the Night (1987)
 
01. Screams In The Night
02. Bad Attitude
03. Better Off Dead
04. Upside Down (Guitar Solo)
05. The Hand
06. Explode
07. Easy Action
08. Put The Hammer Down
09. Children Of The Night
10. Stick 'Em
11. The Tower Of Air

Up From the Depths (Coletânea 1988)
 
01. Nightmares (In Daylight)
02. Backstabber
03. Fire
04. Up From The Depths
05. Break The Spell
06. Nevermore
07. The Evil One
08. Exciter (Judas Priest Cover)
09. Run For Your Life

The Black Book (1990)
 
01. Breakdown (Spoken Words)
02. The Black Book
03. Storm Rider
04. Living in Hell
05. The Discovery (Spoken Words)
06. Losing Control
07. Arrest... Jail... Bail (Spoken Words)
08. Deamon Attack
09. Conspiracy (Spoken Words)
10. Amnesia
11. The Warning
12. The Room Behind the Door
13. The Atonement
14. Immigrant Song (Led Zeppelin Cover, Bonus Track)

The Witching Hour (EP 1999)
 
01. The Witching Hour
02. Morning Star
03. The Hand (Demo Version)
04. Children Of The Night (Demo Version)

Live and Well in Hell (Live 1999)
 
01. Break the Spell
02. Don't Waste Your Love on Me
03. Backstabber
04. Run for Your Life
05. Up from the Depths
06. Don't Take No (For an Answer)
07. Fire
08. Driving Hard

Will Not Go Quietly (2003)
 
01. Will Not Go Quietly / Resurrection
02. Welcome (To My Humble Home)
03. Revenge (Is Sweet)
04. The Last Straw
05. Wildest Dreams
06. Dead and Gone
07. Dream Deceiver
08. Shit
09. Duchess of Debauchery
10. User 7
11. See You in Hell


Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

Um comentário :

  1. parece que eles ja lançaram um novo album!!!!

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.