Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

3 de outubro de 2014

La Máquina de Hacer Pájaros - Discografia.

La Maquina De Hacer Pajaros foi uma banda argentina criada por Charly García após a dissolução de sua banda anterior, “Sui Generis”. Além de Garcia – líder, teclados e voz, participaram da banda: Oscar Moro (ex “Color Humano”) na bateria, Gustavo Bazterrica na guitarra, Carlos Cutaia também nos teclados (ex “Pescado Rabioso”) e Juan Fernandez no baixo. Foi um projeto que migrou do “folk” mais popular para o rock sinfônico. Durante a curta vida da banda, foram gravados dois LP: "La Máquina de Hacer Pájaros" (1976) e "Películas" (1977).

“Nesta banda eu fazia o que eu gostava", lembra-se Charly. Inspirado no "elaborado" rock do “Steely Dan” e nos “sinfonismos" do “Genesis” e do “Yes”, Charly García formou uma das melhores bandas argentinas no gênero progressivo. “Nós somos o “Yes” do Terceiro Mundo”, sintetizou ele uma vez. Mas, incrivelmente, durante a duração da banda, nenhum dos LPs teve vendagem ou aclamação pública satisfatória, mas foram largamente reconhecidos tempos depois.

La Maquina era a intenção mais profunda e complexa do rock sinfônico na Argentina e García introduziu a novidade de ter em sua banda simultaneamente, dois tecladistas. Talvez este novo estilo tenha sido a barreira mais significativa entre banda e público, habituado a ouvir a simplicidade produzida pela “Sui Generis”.

A banda dissolveu-se por problemas internos nos meados de 1977. “Deixei La Maquina depois de um show. O show terminou e eu vim para um hotel onde estava minha esposa Zoca e então fizemos planos para ir ao Brasil. Eu tinha escutado Milton Nascimento e sua música mexeu com minha cabeça”, lembrou-se Charly mais tarde.

Após falhar na tentativa de criar uma nova banda, a “Banda Del Amor” (com David Lebón e outros músicos), García convenceu Lebón a vir para o Brasil e criar o projeto de outra nova banda, “Serú Girán”.

La Maquina de Hacer Pajaros foi talvez o ponto mais alto na carreira de Charly García, mas não foi sua banda mais popular. A música era profunda, com alguns ritmos latinos, órgãos e sintetizadores majestosos e maravilhosas passagens de guitarras. Um estilo pessoal, mas também influenciado por grandes bandas como “Genesis”, “Yes” e “ELP”. Material obrigatório para aqueles que apreciam o rock progressivo dos anos 70s. Texto: Progarchives, traduzido por Francisco Eduardo.

Integrantes.

Charly García (Piano, Sintetizador, Piano Fender, Clave, Guitarra Acústica e Vocais)
Carlos Cutaia (Órgão, Mellotron, Piano e Clave)
Gustavo Bazterrica (Guitarra Eléctrica, Guitarra Acústica e Vocais)
José Luis Fernández (Baixo, Contrabaixo Acústico, Guitarra Acústica e Vocais)
Oscar Moro (Bateria e Percurssão)

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro


Bitrate: 320Kbps.

Álbuns.

La Máquina de Hacer Pájaros (1976)
 
01. Bubulina
02. Cómo Mata El Viento Norte
03. Boletos, Pases Y Abonos
04. No Puedo Verme Más
05. Rock And Roll
06. Por Probar El Vino Y El Agua Salada
07. Ah, Te Vi Entre Las Luces


Películas (1977)
 
01. Obertura 7,7,7
02. Marilyn, La Cenicienta Y La Las Mujeres
03. No Te Dejes Desanimar
04. Qué Se Puede Hacer, Salvo Ver Películas
05. Hipercandombe
06. El Vendedor De Las Chicas De Plástico
07. Ruta Perdedora
08. En Las Calles De Costa Rica


Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

4 comentários :

  1. Excelente! Sensacional! Uma das melhores bandas de Rock Progressivo da América Latina.

    ResponderExcluir
  2. Hoi, eu recomendo a voce, la banda SERU GIRAN, que formo Garcia depois do separasao da Maquina, con David Lebon, en guitarra, Oscar Moro(batero da maquina, y Pedro Aznar en baixo... exelente!!!!

    ResponderExcluir
  3. M.I.A, Pablo El Enterrador, La Máquina de Hacer Pajaros... esse é o rock argentino!

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.