Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

22 de outubro de 2014

National Head Band - Albert 1 (1971)

National Head Band evoluiu a partir de um grupo chamado “The Business”, quarteto com Neil Ford (guitarra, vocais), Dave Paull (baixo, teclado, guitarra, vocais), Jan Schelhaas (teclados) e John Skorsky (bateria). Depois de assinar um contrato com um empresário e mudar de nome, fecharam um acordo com a Warner Brothers, que, por alguma razão insondável, insistiu que o grupo deveria ter dois bateristas. Recrutaram então, Lee Kerslake (bateria, teclados, vocais), que havia terminado um trabalho recente com a banda Toe Fat. No entanto, tão logo a banda entrou nos estúdios, o outro baterista, Skorsky decidiu sair!

O quarteto remanescente tinha gostos musicais bem diversos: Schelhaas era fã de “Soul”, Ford era um “bluesmen”, Paull era ostensivamente um “folkie” e Kerslake era voltado mais para rock. A tarefa de fundir todas essas influências em um álbum coerente foi dada a Eddie Offord que tinha acabado de completar o trabalho no aclamado “The Yes Album” da banda progressiva, Yes. Offord foi mais do que eficiente na tarefa que lhe foi entregue, alcançando resultados admiráveis. Os interesses musicais individuais de todos os membros foram facilmente ouvidos no seu único álbum, “Albert 1” que se encaixava perfeitamente com outros álbuns lançados na década de setenta que são reconhecidos como clássicos da cena progressiva então florescente. Mas, a incompetência da gravadora, uma turnê inoportuna e equivocada e um lote inteiro defeituoso na prensagem do álbum não foram nem um pouco favoráveis à banda, que com pouca divulgação, acabou por se dissolver no mesmo ano.

Apesar de não ter lançado um álbum “clássico há muito tempo perdido”, a banda mostrou ser mais do que uma simples promessa, suficiente para que pudesse ter alcançado patamares muito maiores. Mas ao invés disso, Kerslake saiu para se juntar ao Uriah Heep, Schelhaas teve passagens tanto por Camel quanto Caravan e Paull juntou-se ao também excelente Jonesy. De muitas maneiras, “Albert 1” tem uma história familiar: gravadora assina com banda experimental - banda lança um álbum - gravadora não promove a banda - banda não faz nenhum dinheiro - separação da banda.

Apesar de tudo, o único registro da banda é uma mistura picante de blues, folk e progressivos entrelaçados com mais força, com uma sensibilidade mais roqueira. Os membros da banda tinham gostos ecléticos e personalidades fortes. O destaque de todo o álbum, "Listen to the Music" é uma balada inspirada nos Beatles misturando harmonias em quatro partes, facilmente identificada como um modelo de música bem elaborada que teve característica própria.

Experimental, mas vinculada tanto a uma série de influências e o humor do tempo, National Head Band se destacou como um instantâneo em uma cena musical que passava por uma grande mudança, uma banda talentosa que merecia mais reconhecimento.

 

Integrantes.

Neil Ford (Guitarra, Moog, Vocais)
Lee Kerslake (Bateria, Moog, Vocais)
Dave Paull (Baixo, Guitarra Acústica, Vocais)
Jan Schelhaas (Piano, Órgão, Harmonium, Moog)

 
01. Got No Time (5:00)
02. You (3:59)
03. Too Much Country Water (4:12)
04. Lead Me Back (4:01)
05. Listen To The Music (6:30)
06. Islington Farm (3:12)
07. Try To Reach You (4:20)
08. Brand New World (6:24)
09. Mister Jesus (8:10)
 


(320Kbps)


Senha/Password: muro

E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

4 comentários :

  1. Muito Obrigado Alex! Você como SEMPRE Solidário a causa Rocker!! De Seu Amigo, (http://www.saladarock.com.br/)

    ResponderExcluir
  2. Mais uma pérola do rock que a gente só encontra aqui no muro. Valeu, Alex!

    ResponderExcluir
  3. Mejor un sólo disco que veinte mediocres. Este disco hace honor a eso de que cuando la industria discográfica alienante de masas no se interesa por propuestas tan originales, encontramos talento y composiciones inolvidables. Escuchar ''Brand New World'' es tan sólo una muestra de este fantástico disco.Gracias a Muro.

    ResponderExcluir
  4. QUE ALBUM INCRÍVEL EXCELENTE, ÉPICO.
    SÓ AQUI NO MURO PARA ENCONTRAR TANTA OBRA PRIMA.
    VALEU ALEX SALA.
    FIQUEM COM DEUS GALERA.

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.