Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

3 de fevereiro de 2015

Electric Food (1970) + Flash (1970)

A origem deste grupo alemão remonta ao final dos anos 1960, mais precisamente no ano de 1968, quando o guitarrista Peter Hesslein se juntou à banda The Germans Bond, da qual faziam parte o tecladista Peter Hecht e o baixista Dieter Homs. Com a chegada do novo companheiro, eles resolveram adotar o nome sugestivo Electric Food. Nos dois anos seguintes eles conciliavam os ensaios e as poucas apresentações com outras atividades remuneradas. Também nesse período dois novos membros passaram a integrar o grupo: o baterista Joachim Reitenbach e o vocalista Georg Mavros.

A situação começou melhorar no ano de 1970, quando assinaram com o selo Europa, que buscava consolidar o seu nome no crescente mercado de música jovem e, para isso, apostava em bandas iniciantes e desconhecidas para a grande maioria do público. Como estavam bastante entrosados, rapidamente se trancaram no estúdio e gravaram cerca de doze temas com acentuadas influências de grupos que se encontravam em evidencia nas paradas de sucesso no início dos anos setenta. Entre as faixas aparecia uma regravação de Whole Lotta Love do Led Zeppelin, uma boa versão para a tradicional canção House of Rising Sun e uma releitura para Let’s Work Together de George Harrison.

As outras músicas, a maioria composta pelo guitarrista Hesslein, eram um Hard Rock com claras semelhanças dos primeiros discos do Deep Purple e Uriah Heep, executadas de forma muito competente e com forte ênfase nos duetos de teclados e guitarra, como nas faixas Hey Down e Tevern (sendo esta a última e talvez o melhor momento do disco). Também apareciam vestígios de música psicodélica na estrutura de Nosferatu uma climática faixa instrumental onde o destaque é uma guitarra de timbre lisérgico, lembrando temas desenvolvidos por grupos de Krautrock. Somente os vocais deixavam um pouco a desejar, não acompanhando o pique dos outros músicos.

No mesmo ano, eles chegaram a gravar um novo disco denominado Flash, que como o primeiro teve pouca repercussão, fato que foi determinante para a substituição do vocalista e, também, para alteração do nome do grupo, visando alcançar um público maior. Com o novo cantor (John Lawton) e o nome de Asterix eles partiram para a luta, mas esta é uma outra história. Fonte: Livro, O Maravilhoso e Desconhecido Mundo do Rock - Vol. 2, por Wagner Xavier. (www.rockraro.com.br).

Integrantes.

George Mavros (Vocais)
Peter Hesslein (Guitarras, Backing Vocals)
Dieter Horns (Baixo)
Peter Hecht (Teclados)
Joachim "Addi" Rietenbach (Bateria)
 

 
Electric Food. 
01. Whole Lotta Love (3:24)
02. The Reason Why (3:18)
03. Hey Down (4:30)
04. Tavern (4:03)
05. Going To See My Mother (1:59)
06. House of The Rising Sun (3:54)
07. Let's Work Together (2:41)
08. Sule Skerry (4:40)
09. Nosferatu (4:52)
10. Twelve Months And A Day (2:38)
11. Icerose (2:53)
12. I'll Try (3:13)
 
Flash.
13. All Right Now (3:46)
14. Sam's Walk (2:03)
15. Love Me (3:31)
16. People (2:56)
17. Working On The Railroad (3:25)
18. Randall (3:12)
19. Love Like A Man (3:27)
20. Sam's Talk (1:39)
21. I Can See Somebody (5:51)
22. Andy's Breakdown (2:25)
23. Give Me Love (2:12)
24. Plantation (2:58)


(320Kbps)


Senha/Password: muro

Asterix (1970).

Lucifer’s Friend - Discografia.

The Pink Mice - Discografia.

E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

6 comentários :

  1. BERTHÔ (José Berto)03/02/15 21:37

    SENSACIONAL.....
    JÁ TINHA O ASTERIX, AGORA ESSE PETARDO MAGNÍFICO...
    COMO O ALEX CONSEGUE ISSO PRA NÓS ?
    E DE GRAÇA AINDA !
    BRIGADÃO AMIGO ! NUNCA PARE, NUNCA DESISTA !

    ResponderExcluir
  2. muy agradecido, mi amigo, saludos afectuosos

    ResponderExcluir
  3. Louis Clark05/02/15 11:19

    Como o Alex consegue? Simples; Procurando na web nos diversos sites similares (todos inferiores ao Muro) . Velue por mais essa,Alex!

    ResponderExcluir
  4. belo som e belos covers nos discos

    ResponderExcluir
  5. Jayme da costa Maceió AL24/02/16 10:23

    Fantástico álbum, define muito bem o que é Rock n`Roll, Gracias, amigo.

    ResponderExcluir
  6. MURO DO CLASSIC ROCK é o que digo quando me perguntam onde encontrar música de qualidade.
    Recomendo a todos meus amigos e pessoas que gostam de rock.
    Muito obrigado ALEX SALA por dividir todo esse trabalho magnífico conosco.

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.