Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

17 de maio de 2015

Brian May - Discografia.

Brian Harold May, CBE (Londres, Inglaterra, 19 de julho de 1947) é um músico inglês e também astrofísico, mais conhecido por ser o guitarrista, compositor, fundador e ocasionalmente vocalista, da banda britânica de rock Queen. Também construiu uma guitarra conhecida como Red Special. Algumas de suas composições para o grupo são "We Will Rock You", "Tie Your Mother Down", "The Show Must Go On", "I Want It All" e "Who Wants to Live Forever". 

Em dezembro de 2005, Brian foi homenageado com um CBE Commander, da Ordem do Império Britânico, por Sua Majestade a Rainha, em reconhecimento dos seus serviços para a música e obras de caridade. Após isso, concluiu seu doutorado em astrofísica no Imperial College em 2007 e e foi chanceler da Liverpool John Moores University entre os anos de 2008 e 2013. É também defensor ativo dos direitos dos animais.

Em 2005, uma enquete da revista Planet Rock elegeu Brian como o sétimo melhor guitarrista de todos os tempos. Também foi considerado o 26º melhor guitarrista de todos os tempos, segundo a revista norte-americana Rolling Stone, enquanto a Guitar World, através de seus leitores o pôs no segundo lugar em 2012. 

Carreira musical.

Com uma carreira musical que abrange quatro décadas, Brian May um dos fundadores do Queen é um compositor e guitarrista de renome mundial, com a produção e créditos em gravações, que venderam mais de 100 milhões de cópias em todo o mundo. 

Brian já escreveu 22 sucessos em todo o mundo para os Queen, entre eles os hinos "We Will Rock You", "The Show Must Go On" e "I Want It All", e baladas poderosas, incluindo "Who Wants To Live Forever", "No-One But You (Only The Good Die Young), e "Save Me". Como um artista solo respeitado e de sucesso, Brian possui dois discos solo: Back To The Light (1992), com "Too Much Love Will Kill You" e "Driven By You", ambos vencedores do Prêmio Ivor Novello, e Another World, de 1998. 

Suas canções continuam a influenciar novas gerações de artistas e tem inspirado gravações de artistas tão diversos como Elton John, Def Leppard, The Royal Philharmonic Orchestra, Shirley Bassey e Eminem. Brian tem desfrutado de colaborações com vários artistas, incluindo Robbie Williams, Foo Fighters, Cliff Richards, Guns N' Roses, Diana Ross e Luciano Pavarotti. Ele também tocou guitarra na música de abertura Jogos Olímpicos de Inverno de 2002, também "The Fire Within", para o seu amigo e compositor, o falecido Michael Kamen. 

Talvez a exibição mais memorável ​​do estilo e musicalidade únicos de Brian, foi o seu desempenho de seu próprio arranjo do hino britânico "God Save the Queen", ao vivo a partir do telhado do Palácio de Buckingham, em Londres, em 2002, para abrir as celebrações do Jubileu de Ouro da Rainha, à frente de um público de mais de 200 milhões de pessoas em todo o mundo. 

Em 1979, Brian compôs a trilha sonora do filme australiano Mad Max, dirigido pelo cineasta George Miller e protagonizado pelo ator americano Mel Gibson. Por esse trabalho recebeu o prêmio de melhor trilha sonora do Australian Film Institute nesse mesmo ano. Brian também compôs a música da sequência da franquia, Mad Max 2, em 1981. 

Um interesse em marcar filme desenvolvido quando o Queen se tornou o primeiro grupo de rock a marcar um grande filme, Flash Gordon , com o hit "Flash!" escrita por Brian, seguido de música definitiva para Highlander. Brian mais tarde contribuiu com uma mini-ópera de 1996 Steve Barão Pinóquio , e compôs uma trilha sonora do filme completo para o filme de arte francês 1999, Furia. 

May é, naturalmente, não é estranho ao mundo teatral, muitas vezes contribuindo para o trabalho performance ao vivo de sua esposa, Anita Dobson, mas em 1990, entrar neste mundo em seu próprio direito, ele escreveu e interpretou a música para o Riverside Studios de Londres produção de Macbeth. Ele voltou com força total para o Teatro em 2002, como uma das principais forças criativas por trás do inovador 'Rock Teatral ", We Will Rock You , que se tornou um sucesso fenomenal, ainda um dos mais vendidos de Londres mostra depois de seis anos de nightly ovações no Teatro Dominion, em Londres, eo show mais antigo de sempre a jogar no teatro. Apesar de We Will Rock You é hoje uma empresa global, Brian permanece envolvido pessoalmente no desenvolvimento de novas produções e atualizar aqueles que joga atualmente. 

Sobre a morte de Freddie, os membros remanescentes dos Queen criaram uma instituição de caridade para apoiar os doentes da AIDS, o "Mercury Phoenix Trust". O MPT tem a data canalizados mais de oito milhões de libras para mais de 1.000 projetos de SIDA em todo o mundo. Um compromisso permanente de conscientização sobre a SIDA levou os Queen para se tornar uma força matriz na campanha 46664 para a Fundação Nelson Mandela. O primeiro de uma série de concertos 46664, realizada na Cidade do Cabo, em novembro de 2003, foi transmitido em todo o mundo via Internet, TV e rádio, tornando-se o mais amplamente distribuído evento de mídia na história, com um público de mais de 2 bilhões em 166 países. Brian continua em seu papel como um embaixador e participante da série de concertos 46,664 internacional destinada a promover a conscientização da Aids em todo o mundo. 

As suas realizações foram reconhecidas com numerosos prêmios, inclusive sendo homenageado com uma estrela na Calçada da Fama, em Hollywood, em outubro de 2002, sendo introduzido tanto do Rock EUA e Roll Hall of Fame (março 2001) e da Câmara Songwriters of Fame (Junho 2003), e estar entre os homenageados pela primeira vez no Music UK Hall of Fame (novembro 2004), que foi um evento que era para mudar o curso dos Queen - sendo o primeiro evento em que o cantor Paul Rodgers juntou-se à Brian e Roger Taylor, como vocalista. Após uma turnê mundial bem sucedida entre 2005 e 2006, Paul, Brian e Roger recentemente voltaram ao estúdio para criar novo material para uma estréia ansiosamente aguardada: o álbum de estúdio do Queen+Paul Rodgers. 

Em Julho de 2005, o Guinness World Records anunciou que os Queen tinham ultrapassado o grupo britânico The Beatles, ao tornar-se o mais bem sucedido grupo em vendas de álbuns, na história das paradas de sucesso no Reino Unido. 

Os créditos de Brian são muito numerosas para listar, mas incluem a concepção de um planetário, atualmente em execução na Alemanha e na Bélgica. Apareceu na gravação de uma faixa para um épico anúncio de TV, em 2003, para a Pepsi, com Brian produzindo performances vocais de Beyoncé, Britney Spears e Pink, rê - mistura gravações clássicas do Queen em 5.1 Surround Sound, escrevendo temas para vários programas de TV, produzindo um número 1 hit, "The Stonk", para o dia Comic Relief do Nariz Vermelho, bem como empréstimos suas habilidades de inspiração para os três primeiros volumes de venda de O Melhor Álbum de Air Guitar no Mundo ... nunca! 

Brian mantém um grande interesse em astronomia. Ele é um contribuinte regular para o programa "The Sky at Night", de seu amigo de longa data, Sir Patrick Moore, com quem é co-autor, juntamente com o Dr. Chris Lintott, do livro ilustrado de astrofísica chamado 'BANG! A História Completa do Universo. Publicado pela primeira vez em 2006, desde então foi publicado em 20 línguas, além de ter uma segunda edição atualizada. Brian está trabalhando actualmente em um livro sobre TR Williams, fotógrafo estéreo seminal de 1850, cujo trabalho Brian vem pesquisando há 25 anos. 

Em dezembro de 2005, Brian foi homenageado com um CBE Commander, da Ordem do Império Britânico, por Sua Majestade a Rainha, em reconhecimento dos seus serviços para a música. 

No ano de 2006 lançou, em co-autoria, um livro sobre como o universo foi desenvolvendo-se após o Big Bang. 

Em 2007, após uma pausa de 30 anos buscando sua carreira musical, Brian voltou ao Imperial College, de Londres, para se inscrever para completar a sua tese de doutorado em Astrofísica, e em um ano, submeteu com sucesso a nova versão da sua tese sobre poeira interplanetária. Embora já titular orgulhoso de diplomas honorários das Universidades de Hertfordshire, Exeter e John Moore, de Liverpool, Brian, em 2007, finalmente conseguiu a obtenção de um diploma de doutorado pleno e DIC - Diploma of Imperial College. Brian posteriormente aceitou um cargo de Pesquisador Visitante do Imperial College e irá ali continuar o seu trabalho em Astronomia. 

Brian gosta de interagir com seus amigos e fãs, que pode contatá-lo e desfrutar de atualizações em seu trabalho e pensamentos através de seu próprio canal na internet (Soapbox Brian), em seu site (www.BrianMay.com). Texto: Wikipédia. 

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro



Álbuns.

Star Fleet Project (1983)
 
01. Star Fleet
02. Let Me Out
03. Blues Breaker


Driven By You (Single 1991)
 
01. Driven By You
02. Just One Life
03. Just One Life (Guitar Version)


Back To The Light (1992)
 
01. The Dark
02. Back to the Light
03. Love Token
04. Resurrection
05. Too Much Love Will Kill You
06. Driven by You
07. Nothin' But Blue
08. I'm Scared
09. Last Horizon
10. Let Your Heart Rule Your Head
11. Just One Life
12. Rollin' Over


Too Much Love Will Kill You (Single 1992)
 
01. Too Much Love Will Kill You
02. I'm Scared (Alternate Version)
03. Too Much Love Will Kill You (Guitar Version)
04. Driven By You (New Version)


Resurrection (Coletânea 1993)
 
01. Resurrection
02. Love Token
03. Too Much Love Will Kill You (Live Version)
04. Back To The Light (Live Version)
05. Tie Your Mother Down (Live Version / feat. Slash)
06. Blues Breaker
07. Star Fleet
08. Let Me Out
Bonus Tracks.
09. Maybe Baby
10. F.B.I.

Live At The Brixton Academy (1994)
 
01. Back To The Light
02. Driven By You
03. Tie Your Mother Down
04. Love Token
05. Headlong
06. Love Of My Life
07. Let Your Heart Rule Your Head
08. Too Much Love Will Kill You
09. Since You've Been Gone
10. Now I'm Here
11. Guitar Extravagance
12. Resurrection
13. Last Horizon
14. We Will Rock You
15. Hammer To Fall


Another World (1998)
 
01. Space
02. Business
03. China Belle
04. Why Don't We Try Again?
05. On My Way Up
06. Cyborg
07. Guv'nor
08. Wilderness
09. Slow Down
10. One Rainy Wish
11. All The Way From Memphis
12. Another World


Red Special (Japanese Tour Mini Album 1998)
 
01. On My Way Up (Live in Paris, June '98)
02. Why Don't We Try Again
03. Maybe Baby
04. Business (USA Radio Mix Uncut)
05. Another World
06. It's Only Make Believe
07. Hammer To Fall (Live in Paris, June '98)
08. Brian Talks (A Tribute to Cozy Powell)


Furia (Original Soundtrack 2000)
 
01. Furia Theme (Opening Titles)
02. First Glance (Solo Flute)
03. Landscape
04. Tango 'Cuesta Abajo'
05. The Meeting
06. First Kiss
07. Storm
08. Phone
09. Pursuit
10. Diner
11. Apparition
12. Arrest
13. Father And Son
14. Aaron
15. Fire
16.Gun (Solo Violin)
17. Reggae 'Bird In Hand'
18. Killing
19. Escape
20. Go On
21. 'Dream Ot Thee'
22. Alternative Gun


Ultimate Rarities (Bootleg 2000)
 
CD 1.

01. A Time For Heroes (W/Meatloaf)
02. Ride To Win (W/ Cozy Original Version Of Resurrection)
03. Somewhere In Time (W/ Cozy Original Version Of Nothin' But Blue)
04. Driven By You (Ford Ad Version)
05. Driven By You Two
06. Just One Life (Guitar Version)
07. Appointment (Brian W/ Left Handed Marriage 1967)
08. I Need Time (Brian W/ Left Handed Marriage 1967)
09. She Was Once My Friend (Brian W/ Left Handed Marriage 1967)
10. Lost Opportunity (Queen B-Side)
11. Blues Breaker (Starfleet Project)
12. Let Me Out (Starfleet Project)
13. Son Of Starfleet (Starfleet Project)
14. Starfleet (Starfleet Project)
15. The Hitman (Demo W/ Brian's Vocals)
16. Too Much Love Will Kill You (Piano Version)
17. Whatever Happened To Saturday Night?
18. Driven By You (Special Version For DJ's Under Extreme Stress)

CD 2.

01. Otro Lugar (Another World sung in Spanish by Brian)
02. The Amazing Spiderman (Mastermix)
03. The Amazing Spiderman (Sad Bit)
04. TMLWKY (Duet w/ Elizabeth Lamars)
05. TMLWKY (Original Demo)
06. TMLWKY (Original Instrumental Demo)
07. My Boy
08. Love Token (Explicit Version)
09. Cyborg (Instrumental)
10. Il Colossal (From The Pinocchio OST)
11. What Are We Made Of (From The Pinocchio OST)
12. FBI
13. Maybe Baby
14. Only Make Believe
15. MacBeth (Recorded In 1990 For A Macbeth Stage Play)
16. Olympic Theme (Unused Theme For The 1988 Olympics)
17. Sleepy Blues (Unreleased Demo)
18. Hard Business (Frank Stubbs Series One Opening Theme)
19. Hard Business (Frank Stubbs Series One Instrumental Theme)
20. Hard Business (Frank Stubbs Series One Closing Theme)
21. On My Way Up (Frank Stubbs Series Two Unused Theme)

Link.

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

Queen - Discografia.

E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

10 comentários :

  1. wilson fiordeliz17/05/15 22:48

    sensacional !!!!!

    ResponderExcluir
  2. Jayme da costa, Maceió, AL18/05/15 04:58

    Star Fleet Project é muito bacana, lembro-me do vinil que possuo do mesmo... Realmente Brian May é muito criativo... Agradecido Muro.

    ResponderExcluir
  3. O melhor Blog que eu já visitei.Parabéns e obrigado pelas postagens!

    ResponderExcluir
  4. UM GUITARRISTA SIMPLESMENTE PRIMOROSO!!
    UM ARTISTA ABSOLUTAMENTE COMPLETO!
    ALGO MUITO RARO DE SE ENCONTRAR NOS DIAS ATUAIS!!
    OUÇO QUEEN SEM PARAR TAMBEM POR CAUSA DELE!!
    QUE MUSICO FENOMENAL ESTE AUTENTICO LORD INGLES!!

    ResponderExcluir
  5. O cara, de quebra, tem doutorado em astrofísica, sua genialidade aimpressiona! Valeu, muro!

    ResponderExcluir
  6. Muchas gracias por los discos!! :D
    recuerdo que te los pedí el año pasado y me provoca una enorme alegría ver que los has subido! eres el mejor!! muchas, muchas gracias!! :D

    ResponderExcluir
  7. A música Cyborg faz parte de um jogo para pc e saturno chamado Rise of The Robots. Quando termina o jogo vc ouve a trilha sonora na integra. Na época achei a música muito legal e por curiosidade olhando o encarte do jogo, lá estava os créditos para Brian May.

    ResponderExcluir
  8. Não foi esse Brian May que compôs a trilha sonora de Mad Max, foi outro cara com mesmo nome. ;)

    ResponderExcluir
  9. Thanx for Brian May's Another World...gotta have it for the appearance of Jeff Beck on The Guv'nor...

    ResponderExcluir
  10. o do jogo cyborg e do brian may msm e so pesquisar, fora q o estilo da musica e bem a cara do may

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.