Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

7 de junho de 2015

Joseph - Stone Age Man (1970)

Esse disco não aparece com muita frequência, mas de vez em quando você encontra como um item caro em listas de psicodélico. Isso pode ser considerado uma designação errada, uma vez que o álbum de Joseph Longeria é mais puxado para o blues rock do que para o rock psicodélico tradicional. Podemos estar sendo muito exigentes aqui... Independente disso, ele é um grande guitarrista e o álbum vale o preço pedido. Vamos ser honestos e admitir que não sabemos muito sobre esse cara. Diferentes fontes dizem que ele pode ser do Texas ou do Tennessee. O pouco que sabemos é tirado dos créditos do seu único álbum, então seja cético quanto às afirmações. Aparentemente, o produtor Steve Tyrell da A&R descobriu Longeria tocando em uma batalha de bandas de blues de Houston, Texas. Com o contrato assinado com a Scepter Records (uma escolha surpreendente, considerando a preferência da gravadora por artistas mais comerciais, como Dionne Warwick), o disco de estreia de Joseph, “Stoned Age Man”, foi gravado nos famosos American Studios de Memphis. Foi produzido por Chips Moman, Mark James e Glen Spreen, e os dois últimos foram também creditados como coautores da maioria das nove faixas. Então, como é o álbum. Como dito antes, a base do disco tem um clima de blues. Longeria não tem lá uma grande voz, mas seus rosnados sujos e a guitarra cortante complementam um ao outro, dando a faixas como “Trick Bag, sua adaptação de “The House of the Rising Sun” e a faixa título uma energia considerável. O conjunto também é interessante uma vez que Longeria escreve algumas das letras mais estranhas que já ouvimos – cheque a bizarra “I Ain’t Fattenin’ No More Frogs for Snakes” que a conduzida pela cítara “Cold Biscuits and Fish Heads”. Até onde sabemos, esse é a única gravação feita por Longeria. Alguém sabe o que aconteceu com ele? 

Esse álbum é uma mistura fantástica de blues pesado, hard rock primitivo com claras influências psicodélicas. A voz rouca de Joseph é poderosa e selvagem. As faixas são excelentes. Tem uma versão de “House of the Rising Sun”. Dizem que Joseph “Long” Longeria, um fantástico guitarrista e cantor, foi descoberto por Steve Tyrell durante um daqueles duelos de guitarra (“Batalha das Guitarras de Blues”) que eram muito populares e atraíam multidões para os clubes de blues. Joseph não tinha medo de desafiar T. Bone Walker e B.B. King. Essa banda, devido ao pouco sucesso e divulgação, se separou depois de seu único álbum. Glen Spreen, o tecladista, mais tarde tocou com Elvis Presley, Dan Fogelberg e Ian Matthews, enquanto Joseph desapareceu da cena musical. Essa joia esquecida merece ser descoberta, especialmente pelo fenômeno do blues selvagem com grande habilidade na guitarra e voz rouca. 

 
01. Trick Bag (4:38)
02. I Ain't Fattenin' No More Frogs For Snakes (3:38)
03. Cold Biscuits And And Fish Heads (3:38)
04. Stone Age Man (3:25)
05. I'm Gonna Build A Mountain (2:12)
06. Mojo Gumbo (2:51)
07. The House Of The Rising Sun (2:24)
08. Gotta Get Away (2:39)
09. Come The Sun Tomorrow (3:44)
 


(320Kbps)


Senha/Password: muro

E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

5 comentários :

  1. wilson fiordeliz07/06/15 22:11

    valeu Alex mais uma perola !!!

    ResponderExcluir
  2. Que raridade...Parabéns........Portugal

    ResponderExcluir
  3. Cara, isso é muito louco. Tenho o vinil. Vale a pena a turma conferir...

    ResponderExcluir
  4. blues cru, selvagem. Muito bom

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.