Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

10 de outubro de 2016

Crack - Si Todo Hiciera Crack (1978)

Crack foi uma banda formada no norte da Espanha, Gijón para ser mais preciso. E foi, infelizmente uma daquelas bandas que só lançou um álbum e, em seguida, desapareceu; os proggers lamentam com tristeza, pois seu tipo de música era brilhante! 

Seu único álbum foi intitulado "Si Todo Hiciera crack", lançado em 1979 e composto por sete canções que, juntas, chegam a 40 minutos. 

A primeira faixa é "Descenso en el Mahëllstrong". Um instrumental excitante e emocionante que demonstra todo  o talento que tinham. O piano tem um papel principal aqui, após ter um som delicado, depois se torna mais agitado, de forma poderosa. Há também um magnífico som da flauta em todo a canção. A presença sinfônica espanhola é óbvia aqui, e ainda tem mais por vir... 

"Amantes de la irrealidade" é a primeira faixa que apresenta os vocais, é claro, em espanhol. Há uma voz masculina predominante, mas os vocais femininos são arrepiantes, fortemente influenciado por Mrs. Annie Haslam da banda Renaissance. A música é mais suave com bom piano e violão. Mais tarde, ela muda e soa como se você estivesse dentro de um conto de fadas, caminhando por uma terra feliz. Provávelemente essa atmosfera criada na música foi proposital para fazer jus ao título "os amantes da fantasia", tem muito a ver. A música é muto é bonita, com excelentes passagens de teclado e bons solos de guitarra. 

"Cobarde o Desertor" começa com os vocais desde o primeiro minuto, essas vozes têm esse som espanhol distintivo. A música é agradável, boas notas graves e estranhos momentos esporádicos de teclado. 

"Buenos Deseos" é outra música curta, bem folk com grandes intervenções sinfônicas, teclados e bateria, e há também um coral. O som é suave e confortável, os vocais são bons e as linhas de baixo soar forte, mas ao mesmo tempo suaves. 

"Marchando una del Cid" começa precisamente com um som de pessoas marchando, bateria militar caractr´sitica. Em seguida, muda com a introdução de um som especial da flauta. Todos os instrumentos fazem um excelente trabalho: baixo, bateria, piano e guitarra, é claro acompanhado
por essa flauta e teclado como "mestre". Minutos depois vocais aparece um piano clássico. Os vocais estão mostrando muita paixão, enquanto que a música soa rápida e às vezes até "nervosa". O som sinfônico prevalece aqui. Há uma espécie de interlúdio onde o piano desaparece por um segundo, mas depois ele retorna mais rápido e poderoso. Mais tarde, alguns solo de teclado brilhantes aparecem enquanto o ritmo de toda a música mantém a mesma forma. Esta é uma composição extraordinária. 

"Si Todo Hiciera crack" é a faixa mais longa. Melodica, melancólica, em momentos e "aventureira" e ousada em outros. Com um som suave e encantador produzido pelos vocais (masculino e feminino) e pelos instrumentos. Dá pra se sentir novamente como um personagem de um conto de fadas, a música tem uma fantasia inerente para que se possa viajar para novas terras e mundos. Os teclados são sensacionais e brilhates nessa canção, às vezes com solos excepcionais e às vezes apenas como "preenchimento". A canção anterior e esta são os pontos fortes deste álbum brilhante. 

"Epílogo" representa o que o nome sugere, apenas a parte final desta história. É uma passagem curta e instrumental cheia de flauta e percussão requintados. Uma bela maneira de terminar este grande álbum. 

São quarenta minutos de boa música feitas por esta banda espanhola. Uma adição fabulosa para qualquer amante de prog, principalmente para os amantes de prog sinfônico. Texto: A Máquina de Fazer Sonhos. 

Integrantes. 

Alex Cabral (Baixo)
Alberto Fontaneda (Guitarra, Flauta, Vocais)
Mento Hevia (Teclados, Vocais)
Manolo Jiménez (Bateria)
Rafael Rodríguez (Guitarra)

 
01. Descenso en el Mahellstrong (5:27)
02. Amantes de le Irrealidad (6:15)
03. Cobarde O Desertor (4:56)
04. Buenos Deseos (3:54)
05. Marchanda Una del Cid (Pt. 1, 2) (7:45)
06. Si Todo Hiciera Crack (10:11)
07. Epillogo (2:19)

Como Baixar.

(320Kbps)

Link.

Senha/Password: muro

E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

5 comentários :

  1. Mais uma raridade pra coleção.
    Obrigado Alex por disponibilizar CULTURA.
    Que DEUS te abençoe sempre!

    Fiquem todos com DEUS galera

    ResponderExcluir
  2. Quien me lo iba a decir, uno de mis grupos favoritos, en el muro, el mejor blog musical que ha existido nunca. Tengo este disco en vinilo y lo escuche cientos de veces. Muy buena la descripción de los temas uno a uno. Gracias y saludos.

    ResponderExcluir
  3. Que som bacana !

    ResponderExcluir
  4. Desde Asturias, muchas gracias, mira donde lo voy a encotrar el disco

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.