Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

4 de fevereiro de 2017

Joey Molland - Discografia.

Joseph Charles "Joey" Molland (nascido em 21 de junho de 1948, em Edge Hill, Liverpool) é um compositor e guitarrista de rock inglês com uma carreira já dura cinco décadas. Ele é mais conhecido como um membro da banda Badfinger.

Desde 2016, Molland é o único membro sobrevivente da linha clássica da banda e atualmente mora em Minneapolis, Minnesota. 

Carreira.

No início Molland participava de vários grupos de rock em Liverpool, como The Assassins e The Profiles. Mas começou sua carreira em 1965, quando se juntou a The Masterminds. Este grupo lançou uma música na Immediate Records IM 005, que consistia de uma versão cover de "She Belongs to Me" de Bob Dylan com a banda original "Taken My Love". Depois disso, o grupo se separou e Molland se juntou ao grupo de apoio de The Merseys. Embora nunca tenha gravado com eles, Molland os acompanhava nas turnês. 

A carreira de gravação de Molland começou em 1969 quando se juntou a Gary Walker (ex- Walker Brothers) para tocar no grupo Gary Walker & The Rain. The Rain lançou vários sucessos, um EP e um álbum nas gravadoras Polydor e Philips no Reino Unido e no Japão entre 1967 e 1969. Intitulado “# 1”, o álbum reuniu quatro composições de Molland e foi especialmente bem-recebido no Japão, mas não no Reino Unido. 

Em novembro de 1969, Molland fez um teste para The Iveys e foi contratado. The Iveys era um grupo na época da Apple Records, lançada pelo The Beatles. The Iveys mudaram seu nome para Badfinger, depois de demitir o baixista original Ron Griffiths, e colocar Molland como guitarrista. Durante a associação de Molland com a Apple, ele fez aparições em dois álbuns de George Harrison: “All Things Must Pass” e “The Concert For Bangla Desh”, e para o álbum de John Lennon,” Imagine”. 

Molland deixou Badfinger no final de 1974 devido a desentendimentos sobre a gestão. Em 1975, juntou-se com Jerry Shirley (anteriormente da Humble Pie) e formou um grupo chamado Natural Gas. A banda lançou o LP Natural Gas pela Private Stock Records em 1976, e desfrutou de uma bem-sucedida turnê com Peter Frampton no ano seguinte. De acordo com Molland, uma desorganização generalizada conduziu à morte da banda em 1977.  

Molland, e o ex-colega de banda de Badfinger, Tom Evans, gravaram dois álbuns sob o nome de Badfinger, “Airwaves” em 1978 e “Say No More” em 1981. Ele e Evans se afastaram depois de “Say No More” e tocaram em turnês da banda Badfinger até o suicídio de Evans em 1983. 

A carreira de Molland desde 1983 tem ocorrido ao lado de vários grupos de rock e duos, e realizando passeios sob o nome de Badfinger ou como "Badfinger de Joey Molland". Versões anteriores desses grupos às vezes incluem membros originais do Badfinger , como o baterista Mike Gibbins. As gravações solo de Molland foram bem-recebidas. Seu primeiro álbum, “After The Pearl”, foi lançado em 1984 pela Earthtone Records. Seu segundo, “The Pilgrim”, foi lançado em 1992 no Rykodisc. Seu terceiro, “This Way Up”, foi lançado independentemente em 2001. Seu álbum mais atual, “Return To Memphis”, foi lançado em 13 de dezembro de 2013.  

Molland voltou ao estúdio em 2015 com os membros de 10,000 Maniacs (Ladies First) para lançar uma nova versão da música "Sweet Tuesday Morning", um clássico do álbum de Badfinger em 1972, “Straight Up”. A colaboração, em parceria com a HAIL! Fredonia Records da Universidade Estadual de Nova York em Fredonia, tem como objetivo "expandir o apoio àqueles que precisam de ajuda e aumentar o empoderamento da comunidade", com os lucros apoiando a organização global sem fins lucrativos, WhyHunger. 

Vida pessoal.

Molland vive em Minnesota e tem dois filhos, Joseph Charles III e Shaun. Ele continua suas turnês com o nome Badfinger. Ele foi casado com Kathie Wiggins Molland de 1972 até sua morte, em 23 de março de 2009. Texto: Ana Cristina Teixeira, fonte: Wikipédia em inglês.

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

Saiba Como Baixar.

Bitrate: 320Kbps.

Álbuns.

The Pilgrim (1992)
 
01. You Make Me Sick
02. All Caught Up
03. The Psrty's Over
04. No One Likes The Rain
05. Vampire Wedding
06. The Magic Of Love
07. Hard Times
08. Long, Long Way Back Home
09. In My Dreams
10. Your Eyes
11. This 'n' that
12. All The Way


This Way Up (2001)
 
01. Mirrors
02. Happy
03. A Way To Be
04. The Bust
05. This Must Be Love
06. Moonlight
07. Another Honey Moon
08. When I Was a Boy
09. Angels Like Us
10. What Else (Nothing)
11. Tell Me
12. Three Minute Warning
13. Isn't That A Dream?


Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro


E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

Um comentário :

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.