Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

15 de março de 2011

Plebe Rude - Discografia.

Plebe Rude é uma banda brasileira de rock, formada em Brasília. 

Banda formada nos anos 80 por Philippe Seabra, Gutje, André X e Jander Bilaphra. Em Brasília, fizeram parte da turma da Colina, integrada por outras bandas como Os Paralamas do Sucesso e Aborto Elétrico (que posteriormente deu origem Capital Inicial e Legião Urbana). O estilo da banda, repleto de críticas sociais e políticas, reflete toda a cultura punk da época, porém com uma preocupação maior nas composições e elaboração dos arranjos e melodias. Por estes fatores, é considerado uma mistura do punk rock com a influência post punk inglesa e sua invasão oitentista do new wave. 

A Plebe Rude e a Legião Urbana fizeram um show num festival de rock em Patos de Minas em 1981, primeiro show da recém formada Legião Urbana, abrindo para a Plebe Rude. Após as apresentações, acabaram sendo presos por causa de suas letras, Plebe Rude por uma música chamada "Voto em Branco" e Legião Urbana pela "Música Urbana 2", mas todos acabaram soltos após a polícia local ser informada por eles mesmos que eram de Brasília, temendo que fossem filhos de políticos. 

O grupo dissolveu-se em meados dos anos 90, voltando a reunir-se em 2000 para gravar um álbum ao vivo, intitulado Enquanto a Trégua Não Vem. Em 2003, Gutje e Jander Bilaphra deixam a banda. Plebe Rude volta na forma definitiva com Clemente, que também integra a banda Inocentes, e Txotxa, que já havia integrado a banda Maskavo Roots. Em 2006, com esta nova formação, lançaram o álbum intitulado R ao contrário. 

Em 2009, a banda gravou de forma independente o CD e DVD Rachando Concreto - 30 Anos Ao Vivo. Em 2010, a banda assina com a gravadora Coqueiro Verde e confirma o lançamento do projeto no primeiro trimestre de 2011. Ainda em 2010, a faixa "The Wake" é destaque na trilha sonora do filme "Federal", com Selton Mello, Michael Madsen e Carlos Alberto Riccelli no elenco e direção de Erik de Castro.

Em 2010 a banda assina com a gravadora Coqueiro Verde e confirma o lançamento do projeto no primeiro semestre de 2011. Ainda em 2010, a faixa "The Wake", versão em inglês de "A Ida", é destaque na trilha sonora do filme Federal, com Selton Mello, Michael Madsen e Carlos Alberto Riccelli no elenco e direção de Erik de Castro.

Em 2011, após o lançamento do DVD Rachando Concreto, o baterista Txotxa deixou a banda para ir tocar no Natiruts, ficando Marcelo Capucci no lugar. Ainda no mesmo ano, o álbum de estreia da Plebe Rude (O Concerto Já Rachou, de 1986) é relançado dentro do box-set do documentário Rock Brasília juntamente com os álbuns de estreia do Capital Inicial e da Legião Urbana.

Já em 2012 a Plebe Rude continuou a fazer shows da turnê do DVD e no segundo semestre do ano começou a gravar material para um novo álbum de inéditas. Ao mesmo tempo, em conjunto com a produtora Pietá Filmes, a banda iniciou a produção do Plebe Ignara, que tentou ser financiado através da mobilização virtual dos fãs da banda mas não obteve êxito na empreitada. Além disso, a banda revelou a intenção de gravar um novo DVD ao lado da Orquestra Sinfônica de Brasília e um álbum infantil chamado Punkinho, que seria um álbum infantil tocado no estilo Punk. 

Desfalcada temporariamente em virtude da ida de André X para os Estados Unidos fazer um mestrado em meados do mesmo ano, a Plebe contou com o baixista Fred Ribeiro durante dois anos.  

Em março de 2014 a banda finalizou seu sexto álbum de estúdio intitulado Nação Daltônica, lançado em novembro pelo selo Substancial Music, além de abrir os shows da banda americana Guns 'n' Roses em Brasília e em São Paulo.

Em 2016 a banda lançou o documentário agora intitulado A Plebe é Rude, em parceira com a Pietá Filmes e o Canal Brasil. No mês de novembro a banda novamente abriu shows para o Guns 'n' Roses, dessa vez em São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Brasília. 

Em 2018 lançaram o álbum Primórdios, 1981-1983, ao vivo com musicas do início de carreira, inclusive com inéditas. Texto: Wikipédia. 

Integrantes.

Atuais.

Philippe Seabra (Guitarra e Vocais, 1981-1994, desde 1999)
Clemente (Guitarra e Vocais, desde 2004)
André X (Baixo e Vocais, 1981-1994, desde 1999)
Marcelo Capucci (Bateria, desde 2011)

Músicos de Apoio.

Fred Ribeiro (Baixo, 2012-2014)
Marcio Romano (Bateria, 1993-1994)
Kadu Menezes (Bateria, 1993-1994)
Alexandre Plebeu (Vocais, 1993)
Rui Paiva (Vocais, 1993)
Theo Moreno (Vocais, 1993)
Herbert Vianna (Vocais, 1985-1986)
Fernanda Abreu (Backing Vocals, 1985-1986)
Luiz Henrique (Trombone, 1985-1986)
Jaques Morelenbaum (Violoncelo, 1985-1989)
George Israel (Saxofone, 1985-1986)
Peninha (Percussão, 1993-1994)
Dado Villa-Lobos (Guitarra, 1993-1994)
Renato Russo (Backing Vocals, 1993-1994)
Fernando Magalhães (Guitarra, 1993-1994)
Nego Beto (Percussão, 1991-1993)

Ex - Integrantes.

Jander Bilaphra (Guitarra e Vocais, 1981-1990, 1999-2004)
Gutje (Bateria, 1981-1991, 1999-2003)
Txotxa (Bateria, 2006-2011)

O Concreto Já Rachou (1985)
01. Até Quando Esperar
02. Proteção
03. Johnny Vai á Guerra
04. Minha Renda
05. Sexo e Karatê
06. Seu Jogo
07. Brasília
 


Link.

Nunca Fomos Tão Brasileiros (1987)
01. Bravo Mundo Novo
02. Nova Era Techno
03. 48
04. Não Tema
05. Censura
06. Nada
07. Nunca Fomos Tão Brasileiros
08. A Ida
09. Consumo
10. Códigos
11. Mentiras Por Enquanto 


Link.

Plebe Rude III (1988)
01. Plebicisto
02. Um Outro Lugar
03. Valor
04. Longe
05. Tempo a Tempo
06. O Traço que Separa
07. A Serra
08. 2ª feriado
09. Repente
10. Modifique o Verbo 


Link.

Mais Raiva do que Medo (1993)
01. Não Nos Diz Nada
02. Sem Deus, Sem Lei
03. Este Ano
04. Se Lembra
05. Quando A Música Terminar
06. Mais Tempo Que Dinheiro
07. Aurora
08. Mundo Real
09. Exceção Da Regra
10. Ação, Solidão, Adeus
11. Pressão Social 


Link.

Enquanto a Trégua Não Vem (Ao Vivo, 2000)
01. Brasília
02. Minha Renda
03. Plebiscito
04. Johnny Vai à Guerra
05. Mentiras Por Enquanto
06. Pressão Social
07. Um Outro Lugar
08. A Ida
09. Voz do Brasil
10. Medo
11. Sexo e Karatê
12. Luzes
13. Proteção
14. Bravo Mundo Novo
15. Roda Brasil
16. Este Ano
17. Códigos
18. Até Quando Esperar 


Link.

R Ao Contrário (2006)
01. O Que Se Faz
02. E Quanto a Você
03. Discórdia
04. Mil Gatos No Telhado
05. Suficiente por Um Dia (Ou Dois) 

06. Traçado Que Parece O Meu
07. Mero Plebeu
08. Katarina
09. R ao Contrário
10. Dançando No Vazio – Plebe Rude, Fox
11. Remota Possibilidade
12. Voto Em Branco-Plebe Rude, X, André 


Link.

Rachando O Concreto Ao Vivo Em Brasília (2011)
01. O Que Se Faz
02. Brasília
03. Censura
04. Pressão Social
05. Discórdia
06. Tudo Que Poderia Ser
07. Este Ano
08. Remota Possibilidade
09. Medo
10. Minha Renda
11. Katarina
12. Bravo Mundo Novo
13. A Ida
14. E Quanto A Você
15. Johnny Vai À Guerra (Outra Vez) 

16. Sexo E Karatê
17. Dançando No Vazio
18. Proteção
19. Luzes
20. Seu Jogo
21. Até Quando Esperar 


Link.

Nação Daltônica (2014)
01. Retaliação
02. Anos de Luta
03. Mais um Ano Você
04. Que Te Fez Você
05. Sua História
06. Rude Resiliência
07. Quem Pode Culpá-Lo
08. Tudo que Eu Poderia Ser
09. (Go Ahead) Without Me
10. Três Passos


Primórdios, 1981-1983 (Ao Vivo 2018)

01. Cavalaria Rusticana
02. Nada (Original)
03. Bandas BSB
04. Pressão Social
05. Tá Com Nada
06. Pirataria
07. Consumo
08. Dança do Semáforo
09. Sexo e Karatê
10. Festas
11. Moda
12. Voto em Branco
13. Ditador
14. 48
15. Voz do Brasil
16. Disco em Moscou
17. Censura
18. Disco em Moscou (Estúdio)
 

Link.


Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.

17 comentários :

  1. Tinham Muito Conteudo Esses Meninos de Brasilia,São ótimos Instrumentistas e Letras Interessantes.Parabéns por Postar a Plebe,eles ainda não tem o reconhecimento que merecem.

    ResponderExcluir
  2. Marcos Lima12/08/2011 20:02

    Plebe é musica de qualidade e faz bem aos ouvidos, não acreditei quando eles tocaram aqui no palco do rock em Salvador em pleno carnaval, ainda bem que existe esse palco. Muito bom, obrigado.

    ResponderExcluir
  3. Da melhor qualidade a sonorização do grupo.
    Falta um show em BH.

    ResponderExcluir
  4. Espetacular!
    Eu tinha os dois primeiros em vinil!

    ResponderExcluir
  5. Demais!!! E vc já postou o rachando concreto Ao Vivo!!!

    ResponderExcluir
  6. amei o site parabéns ... graças a sites como o seu que o rock permanece vivo ... excelentes materiais vlw mesmo !!!

    ResponderExcluir
  7. Valeu Alex, tenho o primeiro vinil dos caras!

    ResponderExcluir
  8. johnny vai a guerra outra vez, diversão que ele conhece bem... rs essa Plebe é Rude, rsrs valew Alex.

    ResponderExcluir
  9. plebe rude é phoda e o site também!!parabéns

    ResponderExcluir
  10. Graças ao Muro tenho todos os discos baixados e ainda comprei o dvd -Rachando o Concreto Ao Vivo em Brasilia... Viva a Plebe Rude.

    ResponderExcluir
  11. Vcs sabiam que o lp -O concreto já Rachou-numa votação no twiter,ganhou entre os 50 discos mais importantes da história do rock,o primeiro e ótimo disco da Plebe ficou entre os 12...Valeu a Plebe merece.

    ResponderExcluir
  12. Brasília foi a Seattle do Brasil, muita banda boa saiu de lá! Contrariando na época a conversa que aqui em SP era a capital do rock

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, Reginaldo! Ainda temos muito a ser ouvido e estudado das bandas que surgiram aqui: Finis Africae, Escola de Escândalos, Paralamas do Sucesso, Plebe Rude, Capital Inicial, Oz, Aborto Elétrico, Raimundos, Maskavo Roots, Detriti Federal...

      Excluir
  13. Amo a Plebe Rude, eles ainda fazem o fino do Rock !!! Comprei o "Rachando o concreto ao vivo" cd e dvd !!! Os caras merecem essa força !!! O disco R ao contrário é excelente !!!

    ResponderExcluir
  14. Valeu pelo trabalho. A plebe é uma banda de muita personalidade. Assim como tu, que mantem este site com tanto idealismo.

    ResponderExcluir
  15. Da década de 80 para os dias atuais nada mudou a vida política do brasil continua o mesmo. Valeu Plebe

    ResponderExcluir
  16. Grande Plebe. Tenho os primeiros em vinil e os outros em cd, inclusive o dvd. Fui a vários shows da Plebe, muita energia e letras politizadas, diretas. Banda de cabeceira.

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.