Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

30 de maio de 2011

Som Nosso de Cada Dia - Discografia.

A banda foi fundada em 1972 pelo multi-instrumentista Manito (ex-Incríveis), pelo baixista Pedrão Baldanza (ex-Novos Baianos) e pelo baterista Pedrinho (velho colaborador de Manito em seu projeto solo).

Após se reunirem para formar uma banda de baile, os três mudam de ideia e resolvem investir em um som mais ousado, menos convencional e com influências mais plurais, indo de Jimmy Hendrix a Sun Ra, passando evidentemente por todos os ícones “nuggets” da época, como: Yes, Pink Floyd e Emerson, Lake & Palmer. Após seis meses de ensaio e centenas de ácidos na caixola, o grupo consolida um repertório e uma identidade, algo como a resultante de um encontro entre Rick Wakeman e Edu Lobo.

Em seguida, Manito aceita um convite para substituir Arnaldo Baptista nos Mutantes, entretanto, por alguma razão acaba voltando atrás poucas semanas depois, a tempo de gravar o debut do Som Nosso: “Snegs”. O disco é um sucesso de público e crítica, sendo considerado até hoje, ao lado de “Tudo Foi Feito Pelo So” dos Mutantes, como um dos maiores clássicos do rock progressivo verde e amarelo.

A boa repercussão do álbum resultou num convite para a abertura da turnê brasileira do Alice Cooper Group (vale lembrar que a tia Alice e seus antigos comparsas estavam em seu auge naquele momento), onde o trio tocou para uma plateia superior a 150 mil pessoas. Os shows do Som Nosso causaram tamanha catarse, que era possível ouvir o público ainda gritando pela banda durante as apresentações de Alice Cooper.

Após a participação no Festival de Águas Claras, Manito deixa novamente o grupo, levando os integrantes remanescentes a incorporar, com sucesso, outros elementos à formação, como metais e mais duas guitarras.
Em 1977 o grupo lança seu segundo álbum, Sábado/Domingo, fortemente marcado por influências de funk e soul trazidas por Pedrinho. Apesar de tocado com certa frequência nas rádios, o trabalho não atinge o êxito comercial de seu antecessor, levando a banda a encerrar suas atividades um ano depois.Para os amigos , o blog disponibiliza os dois álbuns , peça fundamental no acervo de qualquer fã de rock progressivo que se preze.

O disco até hoje tem grande repercussão, inclusive em âmbito internacional, no circulo de cultuadores do estilo. Em 1994 os integrantes da formação original se reuniram pela última vez para celebrar os 20 anos de lançamento do álbum. O resultado foi uma versão caleidoscópica para a ópera O Guarani, de Carlos Gomes, colocada como faixa bônus da edição comemorativa. Texto: Discografias Selecionadas.

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro


Snegs (1974)
01. Sinal Da Paranóia
02. Bicho Do Mato
03. O Som Nosso De Cada Dia
04. Snegs De Biufrais
05. Massavilha
06. Direccion De Aquarius
07. A Outra Face
08. O Guarani 


Link.

Sábado Domingo (1976)
01. Pra Swingar
02. Levante a Cabeça
03. François
04. Pra Segurar
05. Estação da Luz
06. Vida de Artista
07. Bem no Fim
08. Montanhas
09. Neblina
10. Água Limpa
11. Rara Confluência 


Link.

A Procura da Essência, Ao Vivo (1975/1976)
CD 1: O Barulho Aterroriza.

01. Sinal da Paranóia
02. Fragmentações
03. Neblina
04. Tema da Batera
05. Rara Confluência
06. Bote Salva Vidas
07. Tinta Preta Fosca (Bem no Fim) 
08. Blues da Gaita
09. Improviso
 

CD 2: Cuidado com o Verdi.

01. Bote Salva Vidas
02. Sonhas Paulinho
03. Tinta Preta Fosca (Bem no Fim) 
04. Água Limpa
05. Fragmento Instrumental
06. Tema da Batera
07. A - Blues do Verdi
B. Voando a 10.000 por Hora
08. Rajada Runaway
09. Sinal da Paranóia 


Live (1994)
01. Intro/ O Guarani
02. Som Nosso de Cada Dia
03. Nada Prá Lembrar
04. Bixo do Mato
05. Tinta Preta Fosca
06. Docas
07. Doce Gente Má
08. O Amor
09. Prá Swingar
10 Sinal da Paranóia 


Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

27 comentários :

  1. Meu Essa Banda Me Lembra De Um Dos Melhores Amigo Que Tive E Ele Comentava Do Som Nosso,Mas Ninguem Tinha Um Registro Deles,AS Vezes Tocava NA Fofinho Para Ele Delirar.Ele Morreu Tem Oito Anos E So Agora,Por Acaso,Acho Esse Petardo Sensacional

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bela história !

      Excluir
    2. eu tambem curti muita fofinho, mandei muito som para o finado mario, e pro pezao, inclusive o captain tocava na banda do porto e no barata suicida, independente disso som nosso e som nosso

      Excluir
  2. Banda super fantástica uma das melhores do Brasil no Gênero Rock Progressivo, seus Componentes são referências para muitos músicos da atualidade. Estava me faltando esse registro de 1994. Valeu mais uma vez Grande Alex pelo Blog e essas Pérolas que você nos presenteia. Forte Abraço. José Alves Teixeira (Tex) Garanhuns - PE.

    ResponderExcluir
  3. mais uma vez por intermedio do muro. descobrindo e conhecendo a historia do rock no brasil. parabens alex...

    ResponderExcluir
  4. Ernane Zorzo23/02/2012 01:40

    banda nacional foda!!!!
    valeu Alex!!!

    ResponderExcluir
  5. Richard Summers29/03/2012 14:29

    Com a percepção alterada o Snegs me levou para lugares maravilhosos e coloridos. Com momentos leves outros transcendentais e momentos duros(porque não?) este álbum é um prato cheio para músicos que tenham ouvidos preparados e o coração aberto para o novo.

    ResponderExcluir
  6. Que baita banda,principalmente o disco snegs,valeu por essa pérola Alex.

    ResponderExcluir
  7. fjgdifruefdiohgiurnguhrepoiujngoihg9p8ergheovhjiofhfffffkmjhkijgo, não tenho palavras para lhe agradecer!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  8. Muito bom esse som nosso de cada dia é progressivo brazuka da mais alta qualidade obrigado Alex.

    ResponderExcluir
  9. eu não conhecia essa banda,até que entrei aqui e vi a história e os comentários e resolvi ouvir pra experimentar...cara,muito bom isso!!!
    valeu por disponibilizar essa pérola,de outra forma talvez jamais tivesse conhecido esse som fantástico!!!
    valeu...
    abraços!

    ResponderExcluir
  10. Eu tinha o vinil do Snegs... valeu demais... uma das melhores bandas do Brasil!

    ResponderExcluir
  11. muito bom! Eu tinha o vinil do Snegs... TOP!

    ResponderExcluir
  12. Uma das melhores bandas de todos os tempos.

    ResponderExcluir
  13. Leonardo de Lima15/03/2014 12:23

    Banda sensacional !....Tenho o Lp sábado/domingo é funk de primeira ! obrigado Alex...

    ResponderExcluir
  14. Obrigado, Alex, por este presente! O primeirão já anuncia a primorosa viagem progressiva da banda!

    ResponderExcluir
  15. Obrigado,Alex,por compartilhar essa maravilha da música brasileira.Estava faltando um álbum na minha coleção!

    ResponderExcluir
  16. Alex, grato pela postagem de uma das, senão a melhor banda de rock desse brasil, valeu!!!
    abs,
    Ricardo SG.

    ResponderExcluir
  17. Wellyngton Rodrigues16/07/2015 20:47

    Manooo obg pelo link, esses caras começaram tocar quando meus pais tinham 2 anos kkk que loucura, hoje com 18 viajo nesses sons, faço o máximo para expandir os fans... Muito bom!!!

    ResponderExcluir
  18. Cara, já baixei muita coisa daqui e até hj ñ havia agradecido por essa mina de ouro. Muito obrigado mesmo!

    ResponderExcluir
  19. Cara, seu trabalho é muito f**a!!! Além das raridades e da qualidade sonora, as descrições são extremamente cuidadosas e atualizadas. Todo dia me aprofundo mais um pouquinho nesse universo do Muro!!! Vida longa e muito Rock'n'Roll a todos!!!

    ResponderExcluir
  20. Saiu uma edição remasterizada,formato digipack e com dois encartes do Snegs, bem recomendável.

    ResponderExcluir
  21. Conheci a Cimara a "figurinista" da banda em 1974 no El Poncho uma Padaria na Rua Augusta frequentada por músicos e estudantes do Cursinho Equipe. Por intermédio dela fiquei conhecendo pessoalmente o Manito e consequentemente o Som Nosso. Quando ouvi o Snegs pela primeira vez eu pirei com os arranjos extremamente complexos de Manito que se revezava no orgão, sintetizador, sax e o diabo a quatro. Assisti as duas apresentações de abertura do show do Alice Cooper, uma em São Paulo e outra no Rio de Janeiro. Posso afirmar com a certeza de um condenado: os caras quase "roubaram" o show da Tia Alice. Fui ver os caras também no Festival de Águas Claras e depois disso esta formação maravilhosa acabou. Pra mim, após a saída de Manito a Banda perdeu muito em qualidade musical. Eles nunca mais conseguiram reproduzir aquele som do começo (nem com a volta do próprio Manito em 1994). Snegs continua a ser até hoje o meu album preferido da Banda.

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.