'/> Muro do Classic Rock: Bush - Discografia.
Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

7 de abril de 2012

Bush - Discografia.

Bush é uma banda de rock proveniente da Inglaterra e formada em 1992. O seu álbum de estreia foi Sixteen Stone, em 1994. Eles já venderam mais de 10 milhões de discos nos Estados Unidos e mais de 20 milhões em todo o mundo.A banda, ao mesmo tempo é bem-sucedida nos Estados Unidos, era bem menos conhecida em sua terra nativa Inglaterra e teve sucesso marginal lá. Após 10 anos juntos (abrangendo quatro álbuns e uma série de singles de sucesso, inicialmente, Bush rompeu em 2002 , mas foi reformada em 2010. 

História.

Formação e Sixteen Stone: 1992-1994.

Depois de deixar sua banda Midnight, Gavin Rossdale encontrou o ex-guitarrista Nigel Pulsford em white em 1992. Os dois ligados através de uma valorização do grupo de rock alternativo americano do Pixies. Os dois formaram uma nova banda que eles chamaram de Future Primitive. Descrevendo o som inicial do grupo, uma etiqueta record executivo britânico disse anos mais tarde, "Eles não eram o que são hoje - eram um pouco como o lado mais comercial do INXS. " A dupla recrutou o baixista Dave Parsons (ex- The Partisans e Transvision Vamp) e o baterista Robin Goodridge para completar a formação. 

Em 1993, a banda foi assinada por Rob Kahane, que havia um acordo de distribuição com a Disney's Hollywood Records. A banda terminou de gravar seu primeiro álbum Sixteen Stone, no início de 1994. No entanto, a morte do executivo da Disney Frank G. Wells eliminou um sócio de Kahane, os executivos da Hollywood e considerado por Bush lançamento do álbum inaceitável. Como resultado, os membros do Bush fizeram-no de modo independente. Interscope Records finalmente decidiu lançar o álbum, e no final de 1994, Kahane enviada uma cópia antecipada do álbum para um amigo influente em Los Angeles rádio KROQ-FM, que adicionou a música "Everything Zen"para a sua rotação. 

O nome Bush surgiu porque o grupo vivia em Sheperd' Bush, Londres. No Canadá, eram conhecidos por BushX, porque a banda dos anos 70, os Bush, liderada por Domenic Troiano, detinha os direitos sobre o nome. Em Abril de 1997, foi anunciado que Troiano tinha concordado em deixá-los utilizar o nome Bush no Canadá sem a letra X, em troca do donativo de 20.000 dólares à Fundação Starlight e ao Canadian Music Therapy Trust Fund. 

Razorblade Suitcase: 1996-1998.

No final de 1996, Bush lançou o primeiro single "swallowed" de seu segundo álbum intitulado Razorblade Suitcase, A canção passou sete semanas no topo da Modern Rock Tracks gráfico. O álbum atingiu o número 1 na América e colocou elevados em muitos países europeus. Embora seja um sucesso, em dois singles em comparação a quatro o álbum não vendeu bem como Sixteen Stone. Razorblade Suitcase caracterizado Steve Albini como o engenheiro de som, um movimento que foi criticado pelos críticos. Albini tinha trabalhado com o Nirvana em seu último álbum de estúdio, In Utero, apenas três anos antes. Muitos alegaram que estavam tentando demasiado duro para soar como o pacote de grunge. Após o sucesso "swallowed", o álbum teve mais um hit, "Greedy Fly", mas depois não conseguiu produzir qualquer hits mais importante. 

Possivelmente para impulsionar as vendas de Razorblade Suitcase ou mover-se em terreno novo, Bush lançou o álbum remix Deconstructed. O álbum viu Bush reorganizar suas músicas em estilos dance e techno. O álbum foi um sucesso moderado chegando a platina, menos de um ano após o lançamento. 

The Science Of Things: 1999-2000.

Após a conclusão do tour, Rossdale entrou em reclusão na Irlanda, onde trabalhou em material para o próximo álbum do grupo. Rossdale periodicamente enviava fitas demo das suas obras em andamento para seus companheiros de banda. O grupo finalmente convocado para gravar em Londres, em agosto de 1998, quando a banda voltou a trabalhar com os produtores de Sixteen Stone, Clive Langer e Alan Winstanley. 

O lançamento de The Science of Things foi realizada após uma batalha judicial entre a banda e a gravadora Trauma. O caso foi resolvido no início de 1999 e o álbum foi finalmente lançado, em outubro. The science of things foi um importante ponto de partida de várias formas a partir de primeiro de dois álbuns Bush. Como o sucesso multi-platina dos primeiros dois álbuns, este álbum também alcançou status de platina. Além disso, enquanto os álbuns anteriores da banda foram fortemente influenciados pelo grunge, The Science of Things caracterizou algumas música eletrônica influências que distinguiu o trabalho do anterior som Bush. Por exemplo, embora single "The Chemicals Between Us" tivesse um riff de guitarra de destaque, ele também tinha muitos elementos eletrônicos encontrados normalmente em dance music. Embora o álbum tivess poucos sucessos, obteve colocação dentro do top 10. A performance da banda em Woodstock '99, no entanto, ajudou The science of Things alcançar status de platina apesar de seu início devagar. 

Três singles foram liberados a partir de The Science of Things, mais notavelmente "The Chemicals Between Us", que passou cinco semanas em # 1 no Modern Rock Tracks e alcançou a posição # 67 no Hot 100 dos Estados Unidos. "Letting the Cables Sleep", o terceiro single, alcançou a posição # 4 na Modern Rock Tracks e também recebeu airplay considerável. 

Golden State e rompimento: 2001-2002.

Bush lançou seu último álbum, Golden State, em outubro de 2001. Enquanto o álbum tentou retornar à forma, simples com o som da banda , mas ele não conseguiu alcançar sucesso comercial, devido à falta de apoio da nova gravadora da Banda a, Atlantic Records. Vários singles foram lançados, mais notadamente o hit "The People That We Love", mas nenhum foi sucesso mainstream. O álbum da banda foi o menos bem sucedido, vendendo apenas 380.000 cópias em os Estados Unidos.Essa música foi, utilizada no jogo Need For Speed Hot Pursuit 2. Em janeiro de 2002, Pulsford deixou a banda após o lançamento de Golden State para passar mais tempo com sua família e Chris Traynor assumiu a guitarra para a turnê, que viria a ser a última de Bush. 

Frustrados pelas baixas vendas do seu quinto álbum, Golden State (2001), e pela falta de apoio que a banda estava a receber da Atlantic, decidiram entrar num hiato. Os membros da banda começaram a trabalhar em vários outros projetos musicais, mais notavelmente Gavin Rossdale, que formou uma nova banda de seu nome Institute. Em entrevistas recentes, Rossdale afirmou que não afasta a hipótese de os Bush se voltarem a reunir, mas diz também que este não é o momento certo. 

Pós ruptura: 2003-2009.

Gavin Rossdale formou uma nova banda, Institute, em 2004, atuando como vocalista e guitarrista, assim como em Bush. Chris Traynor também se juntou à banda como guitarrista. (Além de tocar no institute, Traynor também Retornou à banda Helmet em 2004, no baixo, ele depois deixou a banda em 2006). Institute lançou um álbum, Distort Yourself, mas não conseguiram muito sucesso comercial, apesar da abertura para o U2's Vertigo Tour em alguns shows. A Institute se separou em 2006 e Rossdale, em seguida, embarcou em uma carreira solo. Em 2007, ele contribuiu gravando musica de John Lennon "Mind Games"para o álbum de Lennon tributo Instant Karma: The Amnesty International Campaign para Salvar Darfur. Seu primeiro álbum solo, Wanderlust, apoiado pelos principais single "Love Remains the Same", foi lançado em junho de 2008. "Wanderlust" foi originalmente planejado para ser o próximo álbum de Bush, mas depois de inicialmente aceitar tomar parte no retorno do Bush, o guitarrista Nigel Pulsford optou por enquanto em sair, pois ele não se importa com a turnê mais. 

Rossdale também se aventurou no mundo da atuação, aparecendo nos filmes Zoolander, Little Black Book, o jogo de suas vidas, Constantine, Como roubar um banco e outros. Robin Goodridge gravou com a banda de rock britânica Elyss em 2004, apesar de não ter lançado nenhum material inédito desde então. Em 2006, Goodridge começou a tocar bateria no indie rock band Spear of Destiny, e apareceu em seu álbum de 2007, Imperial Prototype. Durante o verão de 2008, ele viajou pelo Reino Unido com banda de rock britânica Stone Gods após o seu atual baterista Ed Graham ter adoecido. Em 29 de Julho foi anunciado que Graham tinha deixado a banda e em 6 de outubro de 2008, o website da banda anunciou que Goodridge se juntou à banda em tempo integral. 

Nigel Pulsford passou a maior parte de seu tempo desde que deixou o Bush a passear levar seus filhos com sua esposa. Ele está atualmente produzindo Emma Hollandé aguardado segundo álbum do esforço de longa duração. Em 2004, ele e o baixista Dave Parsons reunidos para aparecer em um comercial de carro juntos. Em entrevista à Blender, Gavin Rossdale admitiu que a probabilidade de uma reunião de Bush foi "muito elevado". Ele então acrescentou: "muito alto", Em uma entrevista de Novembro de 2008, Rossdale revelou que ele tinha tentado entrar em contato com os outros membros do Bush, "eu alcancei para fora para eles." 

Em 2005, os Bush lançaram The Best of: 1994-1999, uma compilação das melhores canções, e também Zen X Four, um CD e DVD com os vídeos da banda. Zen X Four foi lançado na Kirtland Records e tem o seu próprio website. 

Retorno: 2010-presente.

Em 21 de junho de 2010, foi anunciado que Bush se reunir e iria tocar seu primeiro show juntos em oito anos no Epicenter Music Festival no sul da Califórnia, em 25 de setembro de 2010. A nova formação com dois membros originais, e Rossdale Goodridge, além de Chris Traynor e Corey Britz. Eles também estão lançando um novo álbum, Everything Always Now, em outubro. No mesmo dia em que a banda anunciou sua reunião, o primeiro single de 8 anos chamado de "Afterlife" foi estreada na estação de rádio KROQ, de Los Angeles. 

No dia 22 de Junho de 2010, Gavin Rossdale anunciou a volta do Bush. Rossdale queria que o novo Bush lançasse seu primeiro álbum em 2010, e quase conseguiu. O grupo gravou um disco chamado Everything Always Now com o produtor Bob Rock, com 19 faixas que incluíam "Afterlife", que foi lançada como single. Diversas das demais canções foram compostas com Dave Stewart, ex - Eurythmics. Mas as coisas começaram a dar errado à medida que a data prevista para o lançamento do álbum pela Interscope Records se aproximava. "Todas as pessoas que trabalhavam com a gente na gravadora foram demitidas. Era um navio afundando, a pior forma de lançar um álbum novo no planeta. Sabíamos que não estávamos no lugar certo, então partimos". Mas deixar uma grande gravadora leva tempo, "quatro ou cinco meses em nosso caso". Rossadale, que também trouxe novos empresários para cuidarem da banda, quis lidar criativamente com a espera. "Pensei: 'A melhor forma de ataque é estar no estúdio. Será que posso melhorar ainda mais o álbum?' Então voltei ao estúdio e compus mais cinco canções novas e continuei trabalhando com as outras faixas que queria no disco. Foi um processo criativo saudável e acabamos com um álbum ainda melhor". As pessoas ouvirão os resultados desse processo na versão de "Afterlife", que aparece no álbum e é notadamente diferente da lançada em single em 2010. "Achei que podia deixá-la um pouco mais pesada e dar uma espécie de acabamento do Bush. Quando ouvir a música no álbum, em comparação ao single, você verá a diferença". 

Curiosidades.

"Machinehead", um de seus singles mais famosos do álbum The Sixteen Stone, assim como "Comedown", faixa do mesmo álbum, foram incluídas na trilha sonora do filme Medo (Fear, 1996), que veio a ganhar o prêmio MTV Movie awards como melhor trilha sonora. Texto: Wikipédia. Site Oficial. 

Integrantes.

Atuais.

Gavin Rossdale (Vocal, Guitarra Rítmica, 1992-2002, desde 2010)
Chris Traynor (Guitarra, 2002, desde 2010, Backing Vocals, 2002)
Corey Britz (Baixo, Backing Vocals, desde 2010)
Nik Hughes (Bateria, desde 2019)

Ex - Integrantes.

Nigel Pulsford (Guitarra, Backing Vocals, 1992-2002)
Dave Parsons (Baixo, 1992-2002)
Robin Goodridge (Bateria, 1992-2002, 2010-2019)

Turnês.

Sacha Puttnam (Teclados, Piano, Backing Vocals, 2002)
Sibyl Buck (Baixo, 2012-2013)



Sixteen Stone (1994)
01. Everything Zen
02. Swim
03. Bomb
04. Little Things
05. Comedown
06. Body
07. Machinehead
08. Testosterone
09. Monkey
10. Glycerine
11. Alien
12. X-Girlfriend



Razorblade Suitcase (1996)
01. Personal Holloway
02. Greedy Fly
03. Swallowed
04. Insect Kin
05. Cold Contagious
06. A Tendency To Start Fires
07. Mouth
08. Straight No Chaser
09. History
10. Synapse
11. Communicator
12. Bonedriven
13. Distant Voices



Deconstructed (Coletânea 1997)
01. Everything Zen (The Lhasa Fever Mix)
02. Mouth (The Stingray Mix)
03. Swallowed (Goldie / Toasted Both Sides Please Mix)
04. Synapse (Philip Steir / My Ghost In The Bush Of Life Mix)
05. History (Dub Pistols Mix)
06. Personal Holloway (Fabio Paras / Soundclash Republic Mix)
07. Bonedriven (Mekon / Beat Me Clever Mix)
08. Insect Kin (Jack Dangers / Drum And Bees Mix)
09. Comedown (Lunatic Calm Mix)
10. Everything Zen (Derek DeLarge Mix)
11. In A Lonely Place (Tricky Mix)



The Science Of Things (1999)
01. Warm Machine
02. Jesus Online
03. The Chemicals Between Us
04. English Fire
05. Spacetravel
06. 40 Miles From the Sun
07. Prizefigher
08. The Disease of the Dancing Cats
09. Altered States
10. Dead Meat
11. Letting the Cables Sleep
12. Mindchanger



Golden State (2001)
01. Solutions
02. Headful Of Ghosts
03. The People That We Love
04. Superman
05. Fugitive
06. Hurricane
07. Inflatable
08. Reasons
09. Land Of The Living
10. My Engine Is With You
11. Out Of This World
12. Float
13. Japanese Freight Train (Bonus Track)



Zen X Four (2005)
01. Comedown (Acoustic)
02. Glycerine (Acoustic)
03. Everything Zen (Acoustic)
04. Machinehead
05. Comedown
06. Bomb
07. Glycerine
08. Everything Zen
09. Little Things



The Best Of '94 -'99 (Coletânea 2005)
CD 1.

01. Everything Zen
02. Little Things
03. Comedown
04. Glycerine
05. Machinehead
06. Swallowed
07. Greedy Fly
08. Warm Machine
09. The Chemicals Between Us
10. Letting the Cables Sleep
11. Everything Zen (The Lhasa Fever Mix)
12. Mouth (The Stingray Mix)
13. Swallowed (Goldie/ Toasted Both Sides Please Mix)

CD 2: Live.

01. Machinehead
02. Greedy Fly
03. Warm Machine
04. Everything Zen
05. The Chemicals Between Us
06. Glycerine
07. Swallowed
08. The One I Love
09. Little Things



The Sea Of Memories (2011)
01. The Mirror of the Signs
02. The Sound of Winter
03. All My Life
04. The Afterlife
05. All Night Doctors
06. Baby Come Home
07. Red Light
08. She's a Stallion
09. I Believe in You
10. Stand Up
11. The Heart of the Matter
12. Be Still My Love



Man On The Run (2014)
01. Just Like My Other Sins
02. Man On The Run
03. The Only Way Out
04. The Gift
05. This House Is On Fire
06. Loneliness Is A Killer
07. Bodies In Motion
08. Broken In Paradise
09. Surrender
10. Dangerous Love
11. Eye Of The Storm
12. Let Yourself Go
13. Speeding Through The Bright Lights
14. The Golden Age



Black And White Rainbows (2017)
01. Mad Love
02. Peace-S
03. Water
04. Lost In You
05. Sky Turns Day Glo
06. Toma Mi Corazon
07. All The Worlds Within You
08. Nurse
09. The Beat Of Your Heart
10. Dystopia
11. Ray Of Light
12. Ravens
13. Nothing But A Car Chase
14. The Edge Of Love
15. People At War



The Kingdom (2020)
01. Flowers On A Grave
02. The Kingdom
03. Bullet Holes
04. Ghosts In The Machine
05. Blood River
06. Quicksand
07. Send In The Clowns
08. Undone
09. Our Time Will Come
10. Crossroads
11. Words Are Not Impediments
12. Falling Away




Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.

11 comentários :

  1. CONHEÇO SOMENTE MACHINE HEAD. MAS DEVE SER UMA DISCOGRAFIA BACANA DE SE OUVIR PELA PEGADA MUSICAL DOS MOÇOS. VAMOS VER QUE TREM QUE VAI DAR! OBRIGADO MAIS UMA VEZ AO GRANDE MESTRE ALEX SALA

    ResponderExcluir
  2. Mais uma ótima banda, me lembro bem o tanto que era difícil encontrar o album Sixteen Stone nas lojas.Valeu Alex fodastico..

    ResponderExcluir
  3. Rafael Grunge25/09/2012 20:35

    Encomendei há duas semanas em vinil o álbum Razorblade Suitcase. Excelente banda, apesar de não ter gostado muito do último álbum.

    ResponderExcluir
  4. valeu meu amigo. parabens pelo teu trabalho. um abraçao. Pode crê..

    ResponderExcluir
  5. Demais! aqui tem tudo parabéns e muito bom

    ResponderExcluir
  6. Alex Sala compartilhamos do mesmo gosto musical,rock na veia,vida longa e próspera para o muro.

    ResponderExcluir
  7. Legal!
    Valeu!!!

    ResponderExcluir
  8. Jayme da costa, Maceió, AL11/08/2015 21:45

    A banda Bush é um referencial. Ao meu ver muitas bandas escutaram a mesma, sendo influenciadas, mas não percebo frutos positivos desta influencia. Parabéns e agradecido Muro.

    ResponderExcluir
  9. Gavin Rossdale canta muito, seu vocal é arrasador, o Bush teve uma passagem muito bem aceita na cena Rock, uma de suas inúmeras canções Machine Head, do disco The Sixteen Stone, foi trilha sonora para o filme Fear, de 1996 que veio a ganhar o prêmio Movie Awards MTV, como melhor trilha sonora daquele ano.. Muro do Rock sempre
    dando uma aula, abraço Alex!!!!!!

    ResponderExcluir
  10. Agradeço pela colaboração em disponibilizar essa ótima discografia...

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.