Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

13 de setembro de 2013

J.J Cale - Discografia.

John Weldon Cale, que adaptou o nome artístico de J. J. Cale, nasceu em Tulsa em 1938, e ajudou a criar um novo gênero musical que adaptaria o nome da sua cidade natal, no estado de Oklahoma: o Tulsa Sound, uma singular mistura de blues, country e jazz com o rockabilly dos anos 50. Já o estilo peculiar de Cale ficou conhecido como laid back, ou seja, descontraído, relaxado. 

O próprio Cale explica numa entrevista que as suas primeiras influências musicais foram os discos de rockabilly que vinham de Memphis, e músicos de blues, como Clarence Brown ou Billy Butler. “Ao tentar imitá-los, falhei e acabei por criar uma coisa minha”, resume. 

Tendo-se sempre considerado essencialmente um guitarrista, que apenas se decidiu a escrever canções para ganhar algum dinheiro, Cale interpretou os seus próprios temas, mas foram quase sempre as versões de terceiros que os tornaram famosos. Os exemplos mais óbvios são After Midnight ou Cocaine, imortalizados por Eric Clapton, mas muitos outros cantores e bandas adaptaram canções de Cale, como Johnny Cash, Santana, o malogrado grupo rock Lynyrd Skynyrd, os Deep Purple ou os The Band. Só o tema After Midnight teve uma dezena de versões, tendo sido gravado, entre outros, por Chet Atkins, pelo grupo feminino The Shirelles e pelo músico brasileiro Sérgio Mendes. 

O estilo “relaxado” de Cale influenciou ainda músicos como Neil Young – que o considerava, a par de Jimy Hendrix, um dos dois melhores guitarristas que alguma vez vira atuar – ou o líder dos Dire Straits, Mark Knopfler, que também reconheceu publicamente a sua dívida ao músico de Tulsa, bastante evidente em Sultans of Swing, o êxito que lançou o grupo britânico.

Fuga para Los Angeles.

Depois de alguns anos a tocar nos bares de Tulsa, e de alguns singles gravados com o nome Johnny Cale, que não tiveram grande sucesso, Cale decidiu-se a seguir o exemplo de outros músicos locais, como David Gates, Leon Russell (então ainda Russell Bridges), ou Carl Radle, futuro baixista da banda de Eric Clapton, e rumou à Califórnia. Chegou a Los Angeles em 1964 e ali conheceu, através de Leon Russell, o produtor independente Snuff Garrett, que o coloca na editora Liberty, onde Garrett trabalhara e que gravará vários discos de Cale. 

Nesses meados dos anos 60, Cale trabalha ainda num célebre bar de Sunset Strip, em Hollywood, o Whiskey A-Go-Go, que Elmer Valentine abrira inspirado no sucesso de um bar homônimo em Paris. Contratado para cobrir as folgas de Johnny Rivers, o dinheiro que ganha com estas atuações, somado aos dividendos dos discos, ajuda-o a ir sobrevivendo. É Elmer Valentine quem lhe sugere que adapte o nome artístico J. J. Cale, para evitar confusões com o co-fundador dos Velvet Underground. 

Em 1966, Garrett funda uma nova chancela, a Viva Records, e grava com Cale e outros músicos – agrupados sob a designação Letahercoated Minds – o álbum A Trip Down the Sunset Strip. É no contexto deste projeto que Cale compõe After Midnight, pensada para ser uma faixa instrumental do disco. Mas a música acaba por não entrar no álbum, e depois de Cale a transformar num tema cantado e de escrever a respectiva letra, edita-a, juntamente com Slow Motion, num single da Liberty, lançado ainda em 1966. 

Só quatro anos mais tarde, ao ouvir a sua própria canção na rádio, cantada por outro, é que J. J. Cale se apercebe de que Eric Clapton gravara uma versão de After Midnight.

O Empurrão de Clapton.

Numa entrevista à revista Mojo, Cale explica que ouvir a sua canção na voz de Clapton foi uma excelente surpresa. “Eu era mesmo pobre, não ganhava o suficiente para comer, e já não era um rapazinho, estava nos meus trinta, de modo que fiquei muito contente com a perspectiva de ir ganhar algum dinheiro”. 

O sucesso de After Midnight não só representou um balão de oxigênio financeiro, como chamou a atenção para o seu autor, então ainda bastante pouco conhecido. Capitalizando esta nova notoriedade, Cale consegue gravar o seu primeiro álbum a solo, Naturally, lançado em 1972 na Shelter. O disco recupera After Midnight, já então popularizada por Clapton, e inclui Call Me the Breeze, que ficará famosa na versão dos Lynyrd Skynyrd, e Crazy Mama, canção com a qual Cale alcançará assinalável sucesso comercial, e por uma vez na sua própria interpretação original. 

Nos anos seguintes, a Shelter edita uma série de álbuns de Cale, todos com títulos igualmente concisos: Really (1973), Okie (1974) e Troubadour (1976).

Este último inclui dois temas que Eric Clapton irá adaptar: Travelin’ Light e Cocaine, que se tornará um dos maiores êxitos do cantor e guitarrista inglês. 

Clapton gravou a canção logo em 1977, no álbum Slowhand, e volta a inclui-la no repertório do seu álbum ao vivo Just One Night. É então que Cocaine, editada em single com Tulsa Time, se torna um grande sucesso de vendas. Outras versões desta canção de Cale serão mais tarde gravadas pela banda rock Nazareth e pelo guitarrista Andy Taylor, dos Duran Duran. 

J. J. Cale parece nunca ter tido grande desejo de se tornar famoso, e é de crer que se sentisse confortável como autor de sucessos alheios. “O que é mesmo agradável”, respondia a quem lhe perguntava se não o incomodava a sua relativa obscuridade, “é receber o cheque pelo correio”. 

A sua amizade com Clapton era genuína. Um dos últimos trabalhos de Cale foi The Road to Escondido, um álbum gravado em colaboração pelos dois músicos, que ganhou um Grammy em 2007. No ano anterior, Cale declarara, numa entrevista à Associated Press: “Se não fosse por Eric Clapton, estaria provavelmente a vender sapatos”. 

J. J. Cale (1938-2013) morreu sexta-feira num hospital da Califórnia, aos 74 anos, na sequência de um ataque cardíaco. Texto: Cultura P.

Bitrate: 192Kbps.

Álbuns.

The Leathercoated Minds - A Trip Down The Sunset Strip (1966)
01. Eight Miles High (2:09)
02. Sunset and Clark (1:57)
03. Psychotic Reaction  (2:30)
04. Over Under Sideways (2:13)
05. Sunshine Superman (3:21)
06. Non-Stop (2:14)
07. Arriba (2:26)
08. Kicks (2:45)
09. Mr. Tambourine Man (2:12)
10. Puff (The Magic Dragon) (2:27)
11. Along Come Mary (2:06)
12. Pot Luck (2:10)


Naturally (1971)
01. Call Me The Breeze (2:39)
02. Call The Doctor (2:30)
03. Don't Go To Strangers (2:26)
04. Woman I Love (2:42)
05. Magnolia  (3:26)
06. Clyde (C.W.Beavers, J.J.Cale) (2:32)
07. Crazy Mama (2:32)
08. Nowhere To Run (2:27)
09. After Midnight (2:24)
10. River Runs Deep (2:43)
11. Bringing It Back 92:47)
12. Crying Eyes (3:13)


Really (1972)
01. Lies (2:58)
02. Everything Will Be Alright (3:17)
03. I'll Kiss The World Goodbye (1:48)
04. Changes (2:28)
05. Right Down Here (3:16)
06. If You're Ever In Oklahoma (2:08)
07. Ridin' Home (2:42)
08. Going Down (Don Nix) (3:03)
09. Soulin' (2:24)
10. Playing In The Street (1:58)
11. Mo Jo (McKinley Morganfield) (2:30)
12. Louisiana Women (3:03)


Okie (1974)
01. Crying (2:37)
02. I'll Be There (If You Want Me) (Rusty Gabbard, Ray Price) (2:24)
03. Starbound (2:00)
04. Rock And Roll Records (2:07)
05. The Old Man And Me (2:04)
06. Everlovin' Woman (2:09)
07. Cajun Moon (2:18)
08. I'd Like To Love You Baby (2:51)
09. Anyway The Wind Blows (3:24)
10. Precious Memories (2:12)
11. Okie (1:58)
12. I Got The Same Old Blues (2:57)


Troubadour (1976)
01. Hey Baby (3:22)
02. Travelin' Light (2:55)
03. You Got Something (4:08)
04. Ride Me High (3:42)
05. Hold On (2:09)
06. Cocaine (2:56)
07. I'm A Gypsy Man (2:48)
08. The Woman That Got Away (2:58)
09. Super Blue (2:45)
10. Let Me Do It To You (3:04)
11. Cherry (3:32)
12. You Got Me On So Bad (3:19)


5 (1979)
01. Thirteen Days (2:53)
02. Boilin' Pot (2:54)
03. I'll Make Love To You Anytime (3:15)
04. Don't Cry Sister (2:18)
05. Too Much For Me (3:18)
06. Sensitive Kind (5:11)
07. Friday (4:18)
08. Lou-Easy-Ann (2:53)
09. Let's Go To Tahiti (2:58)
10. Katy Kool Lady (J.J.Cale, Christine Lakeland) (2:27)
11. Fate Of A Fool (2:55)
12. Mona (3:18)


Shades (1981)
01. Carry On (2:21)
02. Deep Dark Dungeon (2:09)
03. Wish I Had Not Said That (3:24)
04. Pack My Jack (5:14)
05. If You Leave Her (2:47)
06. Mama Don't (3:49)
07. Runaraound (2:43)
08. What Do You Expect (3:26)
09. Love Has Been Gone (2:18)
10. Cloudy Day (5:27)


Grasshopper (1982)
01. City Girls (2:51)
02. Devil In Disguise (2:05)
03. One Step Ahead Of The Blues (J.J.Cale, Roger Tillison) (2:24)
04. You Keep Me Hangin' On (3:31)
05. Downtown L.A. (2:31)
06. Can't Live Here (2:14)
07. Grasshopper (1:44)
08. Drifters Wife (1:41)
09. Don't Wait (J.J.Cale, Christine Lakeland) (3:10)
10. A Thing Going On (2:39)
11. Nobody But You (3:01)
12. Mississippi River (2:03)
13. Does Your Mama Like To Reggae (J.J.Cale, Christine Lakeland) (3:42)
14. Dr. Jive (1:49)
 


#8 (1983)
01. Money Talks (Cale, Christine Lakeland) (4:22)
02. Losers (2:42)
03. Hard Times (3:56)
04. Reality (2:24)
05. Takin' Care Of Business (2:10)
06. People Lie (2:16)
07. Unemployment (4:10)
08. Trouble In The City (3:23)
09. Teardrops In My Tequila (Paul Craft) (2:18)
10. Livin' Here Too (2:20)


Travel-Log (1990)
01. Shanghaid (2:36)
02. Hold On Baby (3:02)
03. No Time (3:13)
04. Lady Luck (2:40)
05. Disadvantage (3:35)
06. Lean On Me (3:19)
07. End Of The Line (3:10)
08. New Orleans (2:33)
09. Tijuana (3:54)
10. That Kind of Thing (2:17)
11. Who's Talking (3:27)
12. Change Your Mind (2:26)
13. Humdinger (3:24)
14. River Boat Song (3:07)


Number 10 (1992)
01. Lonesome Train (3:09)
02. Digital Blues (3:33)
03. Feeling In Love (3:20)
04. Artificial Paradise (4:02)
05. Passion (2:25)
06. Take Out Some Insurance (2:37)
07. Jailer (2:50)
08. Low Rider (2:45)
09. Traces (3:25)
10. She's In Love (3:45)
11. Shady Grove (3:54)
12. Roll On Mama (2:35)


Closer To You (1994)
01. Long Way Home (2:50)
02. Sho-Biz Blues (3:39)
03. Slower Baby (5:00)
04. Devil's Nurse (3:45)
05. Like You Used To (3:02)
06. Borrowed Time (4:13)
07. Rose In The Garden (3:00)
08. Brown Dirt (3:26)
09. Hard Love (4:18)
10. Ain't Love Funny (2:43)
11. Closer To You (2:46)
12. Steve's Song (4:02)


Guitar Man (1996)
01. Death In The Wilderness (4:57)
02. It's Hard To Tell (2:39)
03. Days Go By (3:27)
04. Low Down (2:47)
05. This Town (2:54)
06. Guitar Man (4:01)
07. If I Had A Rocket (3:02)
08. Perfect Woman (2:10)
09. Old Blue (2:42)
10. Doctor Told Me (3:12)
11. Miss Ol'St. Louie (2:32)
12. Nobody Knows (3:51)


The Very Best Of (1997)
01. Call Me The Breeze (2:35)
02. Crazy Mama (2:22)
03. Magnolia (3:23)
04. After Midnight (2:23)
05. Lies (2:56)
06. Midnight In Memphis (Previously Unreleased) (4:24)
07. Cajun Moon (2:12)
08. Rock And Roll Records (2:07)
09. Cocaine (2:48)
10. Hey Baby (3:11)
11. I'll Make Love To You Anytime (3:12)
12. Don't Cry Sister (2:13)
13. Thirteen Days (2:49)
14. Sensitive Kind (5:09)
15. Carry On (2:18)
16. Mama Don't (3:48)
17. City Girls (2:49)
18. Devil In Disguise (2:01)
19. Don't Wait (3:09)
20. Money Talks (4:19)


Live (2001)
01. After Midnight (Carnegie Hall, New York, NY 1996-03-29)
02. Old Man (Carnegie Hall, New York, NY 1996-03-29)
03. Call Me The Breeze (Carnegie Hall, New York, NY 1996-03-29)
04. Sensitive Kind (Carnegie Hall, New York, NY 1996-03-29)
05. Cocaine (Philharmonie, Munich, Germany 1994-09-24)
06. Money Talks (Flynn Theater, Burlington, VT 1993-06-04)
07. River Boat Song (The Great American Music Hall, San Francisco, CA 1994-09-01)
08. Living Here Too (Hammersmith Apollo, London, England 1994-10-06)
09. Mama Don't (Hammersmith Apollo, London, England 1994-10-06)
10. People Lie (The Great American Music Hall, San Francisco, CA 1994-09-01)
11. Humdinger (Sommerville Theater, Sommerville, MA 1993-06-05)
12. Thirteen Days (Sommerville Theater, Sommerville, MA 1993-06-05)
13. Magnolia (Carnegie Hall, New York, NY 1996-03-29)
14. Ride Me High (Park West, Chicago, IL 1990-04-20)


To Tulsa And Back (2004)
01. My Gal (4:23)
02. Chains of Love (3:37)
03. New Lover (3:12)
04. One Step (3:20)
05. Stone River (3:42)
06. The Problem (4:31)
07. Homeless (3:25)
08. Fancy Dancer (4:50)
09. Rio (3:46)
10. These Blues (3:49)
11. Motormouth (3:17)
12. Blues for Mama (4:07)
13. Another Song (3:24)


Rewind: Unreleased Recordings (2007)
01. Guess I Lose (2:51)
02. Waymore`s Blues (2:39)
03. Rollin (2:55)
04. Golden Ring (3:05)
05. My Cricket (2:34)
06. Since You Said Goodbye (2:46)
07. Seven Day Woman (2:20)
08. Bluebird (1:26)
09. My Baby And Me (2:21)
10. Lawdy Mama (2:56)
11. Blue Sunday (3:14)
12. Out Of Style (2:24)
13. Ooh La La (3:28)
14. All Mama`s Children (2:08)


Roll On (2009)
01. Who Knew (3:30)
02. Former Me (2:48)
03. Where The Sun Don't Shine (3:07)
04. Down To Memphis (3:05)
05. Strange Days (3:10)
06. Cherry Street (3:43)
07. Fonda-Lina (3:20)
08. Leaving In The Morning (2:37)
09. Oh Mary (3:34)
10. Old Friend (3:55)
11. Roll On (4:43)
12. Bring Down The Curtain (2:51)


In Session At Paradise Studios, Los Angeles, 1979 (2012)
01. Nowhere to Run (2:46)
02. Cocaine (2:58)
03. Sensitive Kind (3:46)
04. Corina Corina (3:53)
05. Roll On (2:52)
06. No Sweat (3:13)
07. Crazy Mama (3:13)
08. Fate of a Fool (2:58)
09. Boilin' Pot (3:37)
10. After Midnight (4:15)
11. Same Old Blues (3:02)
12. Don't Cry Sister (3:05)
13. Call Me The Breeze (3:23)



Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.

16 comentários :

  1. Ricardo Brovim13/09/2013 10:42

    Melhor do ano Alex...parabéns e obrigado

    ResponderExcluir
  2. RODRIGO AMARAL13/09/2013 16:03

    Uma bela homenagem ao músico que inspirou os maiores guitarristas da atualidade.Um texto maravilhoso e a maioria não conheceu ou conhece este estraordinário artista.

    ResponderExcluir
  3. Cara muito bom o som de J.J. Cale, mais um post para minha coleção. Parabens Alex.

    ResponderExcluir
  4. Great albums and a superb blog.
    Brother you rules.....fantastico!

    ResponderExcluir
  5. esse cara tem um estilo único demais, grande postagem

    ResponderExcluir
  6. O som do cara é muito gostoso de se ouvir. Valeu brother!

    ResponderExcluir
  7. Valeu Alex ...
    MAIS UMA VEZ , VC FEZ MINHA ALEGRIA.
    OBRIGADO
    TOM - 56

    ResponderExcluir
  8. Finalmente Alex! Estava esperando para você colocar a discografia dele já há anos. Esse cara é simplesmente fenomenal!!!. O rock perdeu demais com a morte desse mestre!

    ResponderExcluir
  9. Alex, resumindo o POST e o BLOG em uma palavra:
    INDISPENSÁVEL!

    Milton

    ResponderExcluir
  10. Para mim o melhor de todos. Sua mistura de rock, blues e jazz resultou num som singular e original. Tenho todos os seus discos e não dá pra dizer qual deles é o melhor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem esquecer da pegada country, folk, enfim é um gênio e como todo gênio que se preza, pouco conhecido das multidões histéricas.

      Excluir
  11. Quem gosta de blues, rock, contry, folk, enfim música de verdade e não conhece JJ Cale simplesmente nunca bebeu na fonte...Um dos maiores gênios da música contemporânea, indiscutivelmente.

    ResponderExcluir
  12. Good Rockabilly! Parabéns pelo blog...

    ResponderExcluir
  13. O Lynyrd Skynyrd fez uma versão bacana de Call me the breeze tambem!

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.