Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

3 de dezembro de 2013

Fantasia (1975)

Fantasia é uma banda finlandesa de rock progressivo. A banda foi formada em 1972, com o nome de “St. Marcus” e tocava blues rock. Com o passar do tempo a banda foi se tornando mais experimental, trocou seu nome para “Fantasia” e, influenciada por Genesis, King Crimson, Camel, Yes e Mahavishnu Orchestra, passou a tocar um refinado e eclético rock progressivo, conseguindo relativo sucesso nos anos 70 em seu país.

Inicialmente a banda era formada por Jukka “Juki” Halttunen (guitarra), Markku Lönngren (baixo), Paavo Osola (teclados) e Karl-Erik Rönngård (bateria). No final de 1973, o line-up da banda definiu-se com Roul Helantie (teclados, violino e guitarra) Hannu Lindblom (guitarra e vocais), Harri Piha (baixo) e Karl-Erik Rönngård (bateria). A banda conquistou o campeonato nacional de rock da Finlândia de 1974, (Kulttuuritalo, Helsinque), e por consequência, publicidade, muitos shows e inclusive a assinatura de um contrato com a Hi-Hat Records, uma nova gravadora criada pelo selo Finnlevy, (Finnlevy foi uma das poucas gravadoras de grande porte que dominaram a indústria fonográfica finlandesa na época.), como tentativa de abocanhar um pedaço do jovem mercado da música progressiva dominado pela Love Records. 

O álbum homônimo “Fantasia” saiu no final de 1975. O álbum foi produzido pelo baterista do, Wigwam Ronnie Österberg, e Mikael Wiik. Foi gravado no estúdio Finnlevy e incluídos músicos adicionais, Mikael Wiik, que interpretou o solo de guitarra em “Depressio”, e o saxofonista Pekka Pöyry, (Tasavallan Presidentti). A revista da University of Turku descreveu o álbum como: “Uma abordagem honesta e idiomática. “Fantasia” deseja criar impressões, aumentar a consciência social e fazer as pessoas ouvirem e desenvolverem as suas relações com a música”. O álbum “Fantasia”, é hoje um item de colecionador, muitas vezes valorizado em centenas de euros. 

Como a popularidade do progressivo foi perdendo sua expressão no final dos anos setenta, a gravadora Hi-Hat não se dispôs à uma nova produção, e a frustração da banda levou-os a outra mudança de elenco. O baixista Harri Piha ingressou no exército, e como muitos outros durante este período, ele se mudou para a Suécia, em busca de “maior projeção”. Roul Helantie passou a ser o baixista e a inclusão nos teclados de Paavo Osola, já conhecido desde o início quando da bluesband “St.Marcus”. Em 1976 a banda fez uma pequena turnê pela Rússia, (Leninegrado - Riga - Moscow), com line-up de cinco músicos, propiciando ao tecladista Mikko Laine Roul Helantie se concentrar mais no violino elétrico e no sintetizador ARP. Pouco depois, o baterista Karl-Erik Rönngård, o recém chegado Paavo Osola e Mikko Laine deixaram a banda. Os novos membros a partir de então foram o baterista Lindström Thomas, o guitarrista Timo Hautamäki e o tecladista Ronnie Ehrs. Em 1979, sem conseguir um contrato para gravar um novo disco, a banda se dissolveu. 


Integrantes.

Roul Helantie (Teclados, Violino, Guitarra)
Hannu Lindblom (Guitarra, vocais)
Harri Piha (Baixo)
Karl-Erik Rönngård (Bateria)

 
01. Pilvien Takaa
02. Unikuva
03. Huutokauppa
04. Suihkuliidolla
05. Hautausmaani Rannoilla
06. Tulen Pisara
07. Agressio
08. Härmä Jazz
09. Depressio
 


(320Kbps)

Zippyshare.

Uloz.to.
 

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.

5 comentários :

  1. wilson fiordeliz31/05/2014 23:10

    perolas são sempre recomendadas ...baixando...!!!

    ResponderExcluir
  2. Decepcionante o disco. As ideias das composições são ótimas, mas a execução e arranjos são simplórios, alguns timbres lembram pop dos anos 80.

    ResponderExcluir
  3. NUNCA IMAGINEI OUVIR ROCK EM FINLANDÊS.
    CARACA SÓ AQUI MESMO NO GRANDE MURO.
    VALEU ALEX SALA.
    RECOMENDO BAIXEM E COLOQUEM NO ÚLTIMO VOLUME.

    ResponderExcluir
  4. A banda não é ruim.Dá de zero em qualquer grupo do século XXI. A capa é belíssima. Bem,eu gosto de progressivo,né....

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.