Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

9 de dezembro de 2017

Morbid Angel - Discografia.

Morbid Angel é uma banda da Flórida (EUA), formada em 1984 por Trey Azagthoth, considerada pioneira e crucial para o desenvolvimento do gênero death metal. 

No início, as letras de músicas da banda focavam em assuntos ligados a satanismo, ocultismo e anticristianismo, mas a partir do disco Blessed are the Sick, a banda começou a falar sobre os antigos deuses sumérios em suas músicas: muitas dessas composições foram inspiradas por Simon Necronomicon e H. P. Lovecraft. Contudo, alguns elementos antirreligiosos continuaram a permear as letras. Seus álbuns são notáveis por terem os nomes em ordem alfabética (o primeiro começa com a letra A, o segundo com B, etc.): o guitarrista e compositor Trey Azagthoth comentou em um entrevista que foi uma coincidência nos dois primeiros lançamentos, mas tornou-se proposital desde então. 

A revista inglesa Terrorizer colocou o álbum de estreia do Morbid Angel, Altars of Madness (1989), no topo da lista dos "40 maiores álbuns de death metal". A Decibel Magazine também classificou Trey Azagthoth como o melhor guitarrista de death metal de todos os tempos. As canções da banda são complexas nos arranjos, devido às consideráveis habilidades técnicas tanto de Azagthoth quanto do baterista Pete Sandoval, que hoje toca na banda de grindcore Terrorizer. Até 2003, a banda já havia vendido 445 mil cópias de álbuns em solo americano; seu terceiro disco, Covenant (1993), é o álbum de death metal que mais vendeu nos Estados Unidos (+150 mil unidades). 

História.

Primeiros anos.

Formado no meio da década de 80 em Tampa, Flórida, por Trey Azagthoth, o Morbid Angel gravou em 1986 seu álbum demo intitulado Abominations of Desolation (mas que só foi lançado em 1991). 

Em 1989 o mundo conhece o primeiro disco oficial do Morbid Angel, intitulado Altars of Madness com Trey Azagthoth, David Vincent, Pete Sandoval e Richard Brunelle. Este disco se tornou o maior clássico da banda e um dos maiores do estilo. Músicas como "Immortal Rites", "Suffocation", "Visions From The Dark Side", "Damnation", "Maze Of Torment" e outras do disco inovaram o estilo e se tornaram influências para várias bandas atuais. 

Em 1991 é a vez do disco Blessed are the Sick, que levou o Morbid Angel a um patamar elevado dentro do estilo, dando aos músicos reputação como compositores verdadeiramente inovadores e visionários, infundindo subcorrentes clássicas prevalecentes dentro do material sumamente poderoso exposto. Agora a banda se apoiava em dois clássicos muito bem aceitos pelo público, sendo que o Morbid Angel foi a primeira banda extrema a assinar com uma grande gravadora. 

Em 1993 a banda lança o disco Covenant que vendeu mais de 150 mil cópias e, mesmo sem o guitarrista Richard Brunelle, provou que a banda cresceria cada vez mais, chegando a níveis que ninguém nunca havia imaginado que eles chegariam, principalmente conceituando o grande compositor da banda Trey Azagthoth. 

Em 1994 a banda relançou sua fita demo de 86 no formato de CD.
Em 1995 sai no mercado o disco Domination, que marca a estreia de Erik Rutan (ex-Ripping Corpse) que toca guitarra e teclado no disco. Esse disco foi considerado pelos músicos como o melhor até então, sendo o segundo a ser lançado por uma grande gravadora, a Warner. 

Em 1996 sai o disco ao vivo Entangled in Chaos, contando com clássicos da banda gravados em shows pela Europa. 

Mudança de vocalista.

Em 1997 David Vincent deixa a banda, fazendo com que os fãs ficassem preocupados com o futuro do Morbid Angel, pois David era uma figura importantíssima que deixou sua marca no estilo inigualável da banda. Logo entrou Steve Tucker (ex-Ceremony) no lugar de David, executando fielmente a mesma função que ele, e tudo se resolveu. 

Em 1998 a banda lança o disco Formulas Fatal to the Flesh, pesado ao extremo, que recupera a velocidade que a banda vinha perdendo lentamente em suas músicas no decorrer dos anos, sendo o mais rápido até então. O disco foi gravado na terra natal da banda, no Morrisound Stúdio, e os solos de Azagthoth em sua própria casa. Segundo ele ficaria bem melhor para trabalhá-los pois ele gosta de poder gastar muito tempo nos solos. Os vocais novos ficaram perfeitos, sem descaracterizar a banda, e foi muito bem aceito pelos velhos fãs. Fica assim provada a capacidade que Steve Tucker tem para o posto que herdou de David Vincent. 

No ano 2000, outra obra-prima do Death Metal foi dada ao mundo, o disco Gateways to Annihilation, emanando com suas passagens dinâmicas e extensas. Peso absoluto, é o que traduz a característica do disco. Após a formação se estabilizar com Trey Azagthoth, Steve Tucker, Erik Rutan e Pete Sandoval, Rutan deixa o grupo. 

Eles gravam um novo álbum em 2003, Heretic, o último com Tucker, não tão aclamado quanto o anterior. Após a turnê de divulgação, Vincent volta a banda em 2004 no lugar de Tucker. O trio que gravou "Covenant" faz vários shows pela Europa e participa de grandes festivais como o Wacken de 2006. 

Em maio de 2008, foi anunciado que Thor Anders "Destructhor" Myhren (Zyklon, Myrkskog) seria o novo guitarrista da banda. 

Novo álbum e atividade recente.

Depois de muito tempo, em junho de 2010, a banda volta aos estúdios com Erik Rutan como engenheiro de som para gravar o seu oitavo álbum. Como Pete Sandoval passou por uma cirurgia nas costas na época, devido a um problema de hérnia de disco, Tim Yeung (Divine Heresy, All that Remains, Nile, Hate Eternal, Vital Remains) foi seu substituto para tocar a bateria nas sessões do álbum. 

Lançado em junho de 2011 via Season of Mist, Illud Divinum Insanus mostrou uma nova abordagem no som, deixando de lado o death metal old school característico da banda, e apresentando uma inserção de elementos de música eletrônica em várias faixas. O disco foi criticado pelos fãs do grupo devido ao seu som mais moderno, ainda que tenha conseguido um bom número vendas. 

Em entrevista em dezembro de 2013, David Vincent confirmou que Pete Sandoval não era mais integrante da banda, deixando Tim Yeung como baterista permanente do grupo. 

Em junho de 2015, Tim Yeung e Destructhor anunciaram suas saídas da banda de maneira amigável e Trey Azagthoth afirmou que voltaria a trabalhar com Steve Tucker em seu próximo disco. Alguns dias depois, David Vincent também deixou o grupo. Texto: Wikipádia. Site Oficial. 

Integrantes.

Atuais.

Trey Azagthoth (Guitarra, Sintetizador, Teclados, desde 1984)
Steve Tucker (Baixo, Vocal, 1997-2001, 2003-2004, desde 2015)
Dan Vadim Von (Guitarra, desde 2017)
Scott Fuller (Bateria, desde 2017)

Ex-Integrantes.

Mike Browning (Bateria, Vocal, 1984-1986)
Dallas Ward (Baixo, Vocal, 1984-1985)
John Ortega (Baixo, 1985-1986)
Richard Brunelle (Guitarra, 1985-1992)
Sterling "Von" Scarborough (Baixo, 1986)
David Vincent (Baixo, Vocal, 1986-1996, 2004-2015)
Wayne Hartsell (Bateria, 1986-1988)
Pete Sandoval (Bateria, 1988-2013)
Erik Rutan (Guitarra, 1993-1996, 1999-2002)
Jared Anderson (Baixo, Vocal, 2001-2002)
Destructhor (Guitarra, 2008-2015)
Tim Yeung (Bateria, 2013-2015)

Turnês.

Richard Brunelle (Guitarra, 1994)
Erik Rutan (Guitarra, 1998, 2006)
Tony Norman (Guitarra, 2002-2006)
Tim Yeung (Bateria, 2010-2013)

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro


Altars Of Madness (1989)
01. Immortal Rites (4:04)
02. Suffocation (3:15)
03. Visions From The Dark Side (4:10)
04. Maze Of Torment (4:25)
05. Lord Of All Fevers & Plague (3:26)
06. Chapel Of Ghouls (4:58)
07. Bleed For The Devil (2:23)
08. Damnation (4:10)
09. Blasphmey (3:32)
10. Evil Spells (4:12)

Bonus Tracks.
11. Maze Of Torment (Re-Mix) (4:24)
12. Chapel Of Ghouls (Re-Mix) (4:56)
13. Blasphemy (Re-Mix) (3:22)


Blessed Are The Sick (1991)
01. Intro (1:27)
02. Fall From Grace (5:14)
03. Brainstorm (2:35)
04. Rebel Lands (2:41)
05. Doomsday Celebration (1:49)
06. Day Of Suffering (1:55)
07. Blessed Are The Sickleading The Rats (4:47)
08. Thy Kingdom Come (3:25)
09. Unholy Blasphemies (2:10)
10. Abominations (4:27)
11. Desolate Ways (1:41)
12. The Ancient Ones (5:54)
13. In Remembrance (1:27)


Abominations Of Desolation: Remastered Demos (Coletânea 1991)
01. The Invocation Chapel Of Ghouls (7:11)
02. Unholy Blasphemies (4:00)
03. Angel Of Disease (5:35)
04. Azagthoth (5:49)
05. The Gate Lord Of All Fevers (5:54)
06. Hell Spawn (2:32)
07. Abominations (4:19)
08. Demon Seed (2:12)
09. Welcome To Hell (4:56)


Covenant (1993)
01. Rapture (4:18)
02. Pain Divine (3:58)
03. World Of Shit (The Promised Land) (3:20)
04. Vengeance Is Mine (3:16)
05. The Lions Den (4:45)
06. Blood On My Hands (3:43)
07. Angel Of Disease (6:15)
08. Sworn To The Black (4:01)
09. Nar Mattaru (2:07)
10. God Of Emptiness (5:26)


Domination (1995)
01. Dominate (2:40)
02. Where The Slime Live (5:27)
03. Eyes To See, Ears To Hear (3:52)
04. Melting (1:21)
05. Nothing But Fear (4:32)
06. Dawn Of The Angry (4:39)
07. This Means War (3:12)
08. Caesar's Palace (6:20)
09. Dreaming (2:18)
10. Inquisition (Burn With Me) (4:33)
11. Hatework (5:48)


Entangled In Chaos (Live 1996)
01. Immortal Rites (4:08)
02. Blasphemy Of The Holy Ghost (3:31)
03. Sworn To The Black (3:49)
04. Lord Of All Fevers And Plague (3:55)
05. Blessed Are The Sick (2:48)
06. Day Of Suffering (2:02)
07. Chapel Of Ghouls (3:47)
08. Maze Of Torment (4:25)
09. Rapture (4:07)
10. Blood On My Hands (3:41)
11. Dominate (2:56)


Formulas Fatal To The Flesh (1998)
01. Heaving Earth (3:54)
02. Prayer Of Hatred (4:29)
03. Bil Ur-Sag (2:30)
04. Nothing Is Not (4:43)
05. Chambers Of Dis (3:32)
06. Disturbance In The Great Slumber (2:33)
07. Umulamahri (4:32)
08. Hellspawn The Rebirth (2:45)
09. Covenant Of Death (6:05)
10. Hymn To A Gas Giant (1:05)
11. Invocation Of The Continual One (9:47)
12. Ascent Through The Spheres (2:02)
13. Hymnos Rituales De Guerra (2:43)
14. Trooper (0:59)


Gateways To Annihilation (2000)
01. Kawazu (0:36)
02. Summoning Redemption (7:16)
03. Ageless, Still I Am (5:18)
04. He Who Sleeps (4:04)
05. To The Victor The Spoils (3:43)
06. At One With Nothing (4:34)
07. Opening Of The Gates (5:15)
08. Secured Limitations (4:39)
09. Awakening (1:21)
10. I (3:50)
11. God Of The Forsaken (3:49)


Heretic (2003)
01. Cleansed In Pestilence (Blade Of Elohim) (4:36)
02. Enshrined By Grace (4:28)
03. Beneath The Hollow (4:21)
04. Curse The Flesh (3:36)
05. Praise The Strength (5:16)
06. Stricken Arise (4:10)
07. Place Of Many Deaths (4:14)
08. Abyssous (1:31)
09. God Of Our Own Divinity (6:21)
10. Within Thy Enemy (3:17)
11. Memories Of The Past (3:18)
12. Victorious March Of Reign The Conqueror (2:37)
13. Drum Check (2:52)
14. Born Again (2:35)


Heretic: Bonus Levels (2003)
01. Doom Creeper (4:26)
02. Swamp Horror (3:34)
03. Undead Dreaming (3:16)
04. Death Walk (6:14)
05. Terror Of Mechagodzilla (5:15)
06. Place Of Many Deaths (Demo Version) (4:07)
07. Doom Lava (0:24)
08. Swamp Lava (0:16)
09. Terror Lava 1 (0:17)
10. Death Walk Lava (0:36)
11. Frog Song Lava 1 (0:29)
12. Frog Song Lava 2 (0:24)
13. Frog Song Lava 3 (0:28)
14. Ageless Lava 1 (0:39)
15. Ageless Lava 2 (0:25)
16. Nothing Lava 1 (0:31)
17. Nothing Lava 2 (0:32)
18. Victor Lava (0:39)


Evil Demos 1986-1987 (Coletânea 2008)
01. Unholy Blasphemies (Rehearsal 30Th January 1987) (3:12)
02. Chapel Of Ghouls (Rehearsal 30Th January 1987) (5:02)
03. Evil Spells (Rehearsal 30Th January 1987) (4:32)
04. Chapel Of Ghouls (Rehearsal February 1986) (5:31)
05. Abominations (Rehearsal February 1986) (4:09)
06. Hellspawn , Wellcome To Hell (Rehearsal February 1986) (2:57)
07. Bleed For The Devil (Rehearsal November 1986) (4:56)
08. Damnation (Rehearsal 4Th July 1986) (3:23)
09. Reanimators Mutilations (Rehearsal 4Th July 1986) (4:31)
10. Chapel Of Ghouls (Rehearsal 4Th July 1986) (7:57)
11. Hellspawn (Rehearsal 4Th July 1986) (2:28)
12. Thy Kingdom Come (Thy Kingdom Come Demo '87) (3:43)
13. Abominations (Thy Kingdom Come Demo '87) (4:17)
14. Blasphemy Of The Holy Ghost (Thy Kingdom Come Demo '87) (3:28)
15. The Gate - Demon Seed (The Beginning Demo '85) (3:56)
16. Evil Spell (The Beginning Demo '85) (5:17)
17. Unnamed Track (The Beginning Demo '85) (2:03)


Illud Divinum Insanus (2011)
01. Omni Potens (2:28)
02. Too Extreme! (6:13)
03. Existo Vulgore (3:59)
04. Blades For Baal (4:52)
05. I Am Morbid (5:17)
06. 10 More Dead (4:52)
07. Destructos vs. The Earth (7:15)
08. Nevermore (5:08)
09. Beauty Meets Beast (4:57)
10. Radikult (7:37)
11. Profundis - Mea Culpa (4:06)


Illud Divinum Insanus: The Remixes (Coletânea 2012)
CD 1.

01. Laibach - I Am Morbid (3:28)
02. Cevin Keyhiwatt - Marchall - Omnidead (5:01)
03. Brain Leisure - Too Extreme (4:59)
04. The Toxic Avenger - 10 More Dead (3:38)
05. Malakwa - I Am Morbid (5:19)
06. Synapscape - Too Extreme (4:30)
07. Punish Yourself - Sonic Area - Destructos vs. The Earth (5:49)
08. Hiv+ - Too Extreme (5:05)
09. Micropoint - I Am Morbid (5:42)
10. John Lord Fonda - Too Extreme (4:03)
11. Evil Activities - Radikult (4:14)
12. Mixhell - Too Extreme (5:13)
13. Black Lung - I Am Morbid (5:43)
14. Mondkopf - Radikult (5:25)
15. Xytras - Existo Vulgore (4:14)
16. Toxic Engine - I Am Morbid (4:40)

CD 2.

01. Ahnst Anders - I Am Morbid (5:48)
02. Nachtmahr - Destructos vs. The Earth - Attack (3:53)
03. Tim Skold - Profundis - Mea Culpa (4:34)
04. Black Strobe - 10 More Dead (4:44)
05. Miss Construction By Chris Pohl - Too Extreme (4:32)
06. Project Pitchfork - Destructos vs. The Earth - Attack (7:35)
07. Treponem Pal - 10 More Dead (5:12)
08. Scott Brown - I Am Morbid (5:18)
09. Fixhead - Radikult (4:04)
10. Dj Ruffneck - I Am Morbid (5:50)
11. Igorrr - Remixou Morbidou (2:47)
12. Tamtrum - I Am Morbid (4:43)
13. Tek-One - 10 More Dead (5:09)
14. Adrian - I Am Morbid (5:43)
15. The Horrorist - Existo Vulgore (5:21)

CD 3: Bonus.

01. Combichrist - Destructos vs. The Earth (5:04)
02. Chrysalide - Nevermore (3:34)
03. Asche - Destructos vs. The Earth (4:30)
04. Sylvgheist Maelstrom - 10 More Dead (Deconstructed) (4:30)
05. Dead Sexy Inc - I Am Morbid (4:09)
06. Roger Rotor - Radikult (4:19)
07. The Processus - I Am Morbid (5:44)
08. Mulk - Existo Vulgore (1:07)


Juvenilia (Live 2015)
01. Immortal Rites (3:51)
02. Suffocation (3:12)
03. Visions from the Dark Side (4:27) 
04. Maze of Torment (5:26)
05. Chapel of Ghouls (4:48)  
06. Guitar Solo (1:09) 
07. Bleed for the Devil (2:22) 
08. Damnation (4:24) 
09. Blasphemy (4:57)
10. Lord of All Fevers & Plague (3:34)
11. Evil Spells (5:00)


Kingdoms Disdained (2017)
01. Piles Of Little Arms (3:44)
02. D.E.A.D (3:00)
03. Garden Of Disdain (4:24)
04. The Righteous Voice (5:03)
05. Architect And Iconoclast (5:44)
06. Paradigms Warped (3:59)
07. The Pillars Crumbling (5:05)
08. For No Master (3:28)
09. Declaring New Law (Secret Hell) (4:21)
10. From The Hand Of Kings (4:02)
11. The Fall Of Idols (4:49)


Demos, Singles & EP.

The Beginning (Demo 1985)
01. The Gate - Demon Seed (Dallas) (3:54)
02. Evil Spells (Dallas) (5:15)
03. The Gate - Demon Seed (Kenny) (4:05)
04. Evil Spells (Dallas) (5:27)
05. Evil Spells (Kenny) (5:26)
06. Instrumental (6:43)
07. Chaos (2:05)


Bleed For The Devil (Demo 1986)
01. Bleed For The Devil (3:22)
02. Chapel Of Ghouls (5:25)
03. Damnation (4:36)
04. Reanimators Mutilations (2:27)
05. Hellspawn (2:35)


Scream Forth Blasphemies (Demo 1986)
01. Chapel Of Ghouls (5:39)
02. Unholy Blasphemies (4:56)
03. Abominations (4:13)
04. Hellspawn (2:56)


Thy Kingdom Come (Demo 1987)
01. The Kingdom Come (3:50)
02. Abominations (4:24)
03. Blasphemy Of The Holy Ghost (3:37)


Thy Kingdom Come (Single 1987)
01. Thy Kingdom Come (3:42)
02. Abominations (4:13)


The Decline Of Rome (Single Live In Italy 1991)
01. Lord Of All Fevers And Plague (4:02)
02. Abomination (4:29)


Rapture (Single 1993)
01. Rapture (4:18)
02. Sworn To The Black (4:01)
03. Pain Divine (3:58)


Laibach (EP Remixes 1994)
01. God Of Emptiness (5:26)
02. Sworn To The Black (4:00)
03. Sworn To The Black (Re-Mix) (4:15)
04. God Of Emptiness (Re-Mix) (5:36)


Domination (Promo Tape 1995)
01. Dawn Of The Angry (4:35)
02. Where The Slime Live (5:18)


Nevermore (Single Single 2011)
01. Nevermore (5:08)
02. Destructos vs. The Earth (5:05)


Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.

10 comentários :

  1. Na minha opinião, a Morbid Angel é emblemática, é claro que os caras beberão muito do Motorhead, porém seu estilo singular abriu novos caminhos para o estilo. Obrigado, MURO.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom o Muro e plural, Morbid Angel é uma puta banda, que está no coração de quem gosta de musica extrema de qualidade.....

    ResponderExcluir
  3. Utilidade publica de primeira:do fusion ao metal extremo!Obrigado parabens!

    ResponderExcluir
  4. Muito obrigado!
    Essa é a discografia mais completa que eu achei e tem todos os albums dessa grande banda.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Óttima discografia 🤘💀😈

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.