Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

11 de setembro de 2018

Citizen Cain - Discografia.

Fundada em Londres, Reino Unido em 1982 - Reformada algumas vezes após períodos variáveis ​​de inatividade. 

Londres, 1982; velhos amigos Gordon Feenie (bateria / flauta / teclados) e George Scott "Cyrus" (baixo / vocal) do Not Quite Red Fox formou o Citizen Cain. Pouco depois, Tim Taylor entrou na guitarra. Depois de vários meses sem sucesso procurando por um tecladista, eles decidiram permanecer em três partes. Com o apoio da KG Publications, eles tocaram extensivamente e gravaram várias faixas no estúdio, uma das quais apareceu na compilação "Fire In Harmony".

Sem os teclados, a primeira banda era mais rítmica do que melódica, no entanto, eles receberam alta aclamação da crítica, encabeçaram regularmente o famoso clube Marquee e até apareceram na TV no The Old Grey Whistle Test. Em 1988, em seu auge e à beira de um contrato com a gravadora Elusive Records (EMI), o desastre aconteceu. Um braço quebrado tornou Cyrus incapaz de tocar e a banda teve que se separar. O Citizen Cain estava morto e Cyrus voltou para a Escócia.

Dois anos depois, Cyrus contatou o velho guitarrista Frank Kennedy que, com os amigos Stewart Bell (bateria / teclado) e Dave Elam (baixo), tinha algumas canções escritas, principalmente na veia de seus heróis musicais, Genesis, Marillion, Gentle Giant. Inicialmente passando pelo nome The Kleptomaniacs, com Cyrus nos vocais e flauta, eles brincaram com algumas ideias. Depois de alguns meses Cyrus sugeriu que Stewart se mudasse para os teclados ce o baterista Chris Colvin foi contratado. Eles decidiram adotar o antigo título e 9 Citizen Cain renasceu.

Em 91, sua primeira demo foi gravada e recebeu excelentes críticas da maioria. No ano seguinte, o álbum de estreia "Serpents In Camouflage" foi concluído, mas não estava à altura do padrão que eles esperavam alcançar. Problemas de pessoal os forçaram a tomar uma decisão de última hora de usar uma bateria eletrônica e as tensões aumentavam entre os outros membros da banda devido a visões conflitantes sobre como elas deveriam progredir. Errado será dizer que o Citizen Cain estavam agora buscando um novo baterista. 

Uma sorte do destino viu seu primeiro álbum ser escolhido pela SI Music. O engenheiro do estúdio, onde a banda gravou, tinha um amigo que visitava o local e que gostava do que ouvia. Isso colocou a banda em movimento e no ano do lançamento de seu álbum de estreia, o baterista pródigo retornou e eles apareceram apoiando extensamente os gostos de Pendragon, The Enid, Final Conflict e também fizeram alguns shows.

Problemas internos ainda existiam no entanto e Cyrus e Stewart foram forçados a tomar uma decisão que poderia ter se mostrado desastrosa. Eles escolheram não só procurar um novo baterista, mas também um novo guitarrista e um novo baixista. Alistair MacGregor rapidamente preencheu o papel de guitarrista, encaixando-se perfeitamente. Ele também trouxe um velho amigo Nick Arkless na bateria e depois de algumas audições o baixista Andy Gilmour foi recrutado. Com o próximo álbum mais ou menos completo, o novo line-up começou a aprender e adicionar seus próprios toques ao novo material. No início de 94, um novo álbum foi gravado, "Somewhere But Yesterday". O resultado foi um trabalho muito mais envolvido e satisfatório, e o conhecimento de que a decisão de dissolução de integrantes do ano anterior havia valido a pena e levou Cyrus e Stewart um passo mais perto de seu objetivo final. (por um curto período, pelo menos!)

Este segundo álbum foi lançado pela SI Music em outubro de 94. Depois disso, a banda começou a trabalhar em um set ao vivo, mas foram atrasados ​​depois que o guitarrista saiu para trabalhar na Austrália. Vários novos guitarristas foram testados, mas logo ficou óbvio que as coisas não iam funcionar devido a outros compromissos de trabalho. Estava começando a parecer improvável que eles voltariam a trabalhar ao vivo e, em vez disso, começaram a escrever um terceiro álbum. Sempre foi a intenção de Cyrus voltar a tocar baixo quando ele era capaz e, infelizmente, isso significou a difícil decisão de deixar Andy ir. Isso não refletia seu trabalho, ele havia se apresentado de maneira excelente no estúdio e forneceu algumas boas ideias durante o processo de composição. Infelizmente ele havia se tornado um bom amigo do baterista, Nick, e infeliz com a demissão de Andy, ambos decidiram "encerrar o dia". 

O Citizen O Cain foi novamente reduzido a dois. Eles anunciaram para músicos, mas depois de quase um ano de busca e audição decidiram ir sozinhos. O novo álbum, "Raising The Stones", já estava bem encaminhado, então eles se concentraram em completá-lo e colocar a 'turnê mundial' em espera no momento. Era agora 1996 e bem mais de um ano desde o álbum anterior, quando eles receberam uma ligação do antigo guitarrista Alistair, ele havia retornado da Austrália. Ele estava mais do que feliz em ajudar com o novo álbum, mas deixou claro que em algum momento ele estaria voltando para Austrália para sempre. Ele pegou o novo material rapidamente e uma data foi marcada para o estúdio, em março de 1996.

Durante esse tempo, uma coleção de músicas do período inicial do Citizen Cain ('84 -'87 ') como um trio, intitulado "Ghost Dance", foi lançada em CD pela Mellow Records. Também a SI Music tinha falido, então o primeiro e segundo álbuns foram relançados pela Cyclops Records.

Considerando a sorte anterior do Citizen Cain com o pessoal, não foi surpresa quando Alistair anunciou que tinha que sair dentro de um mês para garantir sua cidadania australiana. Isso os deixou sem guitarra com o estúdio já reservado. Felizmente, o engenheiro de estúdio foi compreensivo (se não simpático) e a tarefa de preparar para gravar como uma peça dupla começou. Demorou a maior parte do ano para reescrever e preparar o material, e dezembro os viu de volta no estúdio. O trabalho continuou até agosto de 97, quando o novo álbum finalmente foi concluído.

As negociações foram finalizadas com a Cyclops Records e um quarto álbum, "Raising The Stones", foi lançado no final de novembro de 1997. Três anos de trabalho duro acabaram por valer a pena.

Agora começou a enorme tarefa de reconstruir a banda, preparando-se para o show e escrevendo um novo álbum. Dois longos anos se passaram sem que ninguém ocupasse nenhuma posição, vários guitarristas entraram e saíram e nem um único baterista sobreviveu ao primeiro teste. Isso não impediu a escrita do novo material, cujo título, "Playing Dead", parecia refletir o status da banda para o espectador médio durante este período. Mas nos bastidores o novo álbum estava indo bem e depois de inúmeros atrasos e contratempos as coisas começaram a se unir. O guitarrista do Prog Metal, Phil Allen, foi descoberto escondido em uma loja de música e acabou sendo mais que ideal para o trabalho. Dentro de alguns meses, o Citizen Cain estava de volta ao estúdio e gravando o álbum no.5.

Durante o período de anos desde o renascimento da banda, o 'mundo real' começou a tomar seu pedágio e outros compromissos profissionais e familiares significaram que "Playing Dead" levou mais de dois anos para ser gravado. Outubro de 2002 viu finalmente chegar às prateleiras, embora desta vez como um lançamento independente. A banda se cansou de ver muito pouco retorno de seu trabalho (com a quantidade média de royalties pagos por gravadoras por CD sendo menos de £ 1,00) e eles decidiram que a autopublicação era o caminho a seguir. "

Ainda não foi encontrado nenhum baterista e, seja por falta de experiência em promoção ou vendas ruins devido à nova tendência no compartilhamento de arquivos, o novo álbum não se saiu bem. Problemas pessoais, mais compromissos com o trabalho e com a família e a falta de um grande retorno por seu trabalho viram a banda entrar em um longo período de inatividade. Em várias ocasiões, a banda foi declarada morta por Cyrus e Stewart, mas sempre uma faísca permaneceu. Mais e mais, ele iria reacender até vários anos e uma séria busca de alma, faria mais tarde o Cidadão Cain, ressurgir das cinzas.

"- As poucas ideias que havíamos coletado ao longo dos anos rapidamente se juntaram e um novo álbum começou a tomar forma". Phil foi mais uma vez recrutado como guitarrista e as gravações começaram em 2008. Depois de 3 anos dentro e fora do estúdio, o novo material estava completo. Enquanto isso, a F2 Music mantinha contato e mostrara interesse em relançar o catálogo completo da banda, assim como o novo álbum, uma vez concluído. Em abril de 2012, foi lançado o sexto álbum de estúdio de Citizen Cain, "Skies Darken", seguido pela reedição de seus primeiros cinco álbuns, remasterizados, em junho de 2013. A banda está atualmente trabalhando em projetos solos. Texto: Creepy John, tradução por: Nixon Sauaia.

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro


Serpents In Camouflage (1993)
CD 1: Albun.

01. Stab In The Back (6:49)
02. Liquid Kings (11:25)
03. Harmless Criminal (10:29)
04. The Gathering (11:05)
05. Dance Of The Unicorn (6:27)
06. Serpents In Camouflage (13:23)

CD 2: The Demo Tape.

01. Stab In The Back (7:07)
02. Liquid Kings (11:16)
03. Nightlights (4:04)
04. The Gathering (9:51)


Somewhere But Yesterday (1994)
01. Jonny Had Another Face (10:34)
02. Junk And Donuts (9:19)
03. To Dance The Enamel-Faced Queen  (10:25)
04. Somewhere But Yesterday (25:44)
I. Beyond The Boundaries
II. Ows
III. Obsessions
IV.The Ballad Of Creepy John
V. Echoes-The Lebyrinth Penumbra
VI. All The Sin' Men
VII. Farewell

05. Strange Barbarians (11:48)


Ghost Dance (1996)
01. Plaetea (1:39)
02. End Of All Songs (8:17)
03. Question Fo Sport (6:38)
04. State Of Confusion (4:22)
05. Missionary Position (7:13)
06. Ghost Dance (4:39)
07. Tabernacle Of Hands (8:03)
08. Unspoken Words (5:40)


Raising The Stones (1997)
01. Last Days Of Cain (13:17)
02. Bad Karma (Monsters And Men) (8:07)
03. First Gate-Open Yet Closed (Ghosts Of Jericho-Part 2) (4:06)
04. Corcyra-The Suppliants (6:31)
05. Dreaming Makes The World (11:51)
06. The Last Supper (5:24)
07. Ghost's Of Jericho (Part 1) (5:24)
08. Black Rain (6:30)
09. Silently Seeking Euridice (13:42)


Playing Dead (2002)
01. Dirge (3:20)
Fallen Angels
02. Children Of Fire (13:31)
Promethus And Epithemus
Forethought - Afterthouugth

03. Shades (04:23)
04. Falling From Sephiroth (15:32)
Etz Ha-Chayim
05. Rivers Of Twilight (7:39)
The War Between Two Minds
06. Inner Silence (2:39)
Beware The God You Choose
07. Wandering In Darkness (10:25)
08. Sleeping In Penumbra (9:52)
Your Mind, It's Mind, Whose Mind?
09. Amorantos (Eternity) (3:30)
 


Skies Darken (2012)
01. The Charnal House (4:57)
02. The Long Sleep (12:26)
03. I. Darkest Sleep (7:10)
II. Manifestations
04. Spiders In The Undergrowth (3:06)
05. I. The Hunting Of Johnny Eue (12:00)
II. Trapped By Candlelight
06. I. Coming Down (14:54)
II. The Fountains Of Sand
III. Delivered Up For Tea
IV. De...

07. Do We Walk In The World? (5:11)
08. Lost In Lonely Ghosts (13:43)


Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.

2 comentários :

  1. Grande banda Alex.. Apesar de "ser cria" do Genesis, isso não tira o mérito do trabalhos da banda.

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.