Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

31 de julho de 2019

Morgan - Discografia.

Morgan formou-se 1971, com o ex-integrante da banda Smile, Tim Staffell nos vocais e guitarra, Bob Sapsed da banda Springfield Park no baixo, Maurice Bacon na bateria e (origem do nome da banda) Morgan Fisher nos teclados. O grupo nasceu da banda conjunta de Morgan Fisher-Maurice Bacon, Love Affair, uma banda pop soul altamente bem sucedida (# 1 UK hit, "Everlasting Love" em 1968) que se transmigrou na banda LA, um grupo de fusão que combinou sensibilidade pop.com uma abordagem progressiva/underground.

Logo após o encerramento da banda LA, o grupo aparece decidindo descartar todas as inclinações do pop e lançar-se precipitadamente na composição de épicos do rock progressivo baseados em teclados. Eles se isolaram no recém-construído estúdio da RCA em Roma, que abrigava na época tecnologia de ponta de gravação (os estúdios de 16 faixas ainda eram considerados uma raridade extravagante). A profusão de instrumentos musicais incomuns no estúdio influenciou fortemente a paisagem sonora registrada de Morgan: um piano elétrico “Neo-Bechstein” de 1930, cravo, marimba, celeste, tímpanos, sinos tubulares e sintetizadores de primeira geração (como o britânico VCS3) se uniram para ajudar na elaboração de uma direção musical única e inovadora.

Eles eram fãs de Yes, Pink Floyd, The Nice e King Crimson, com sua abordagem progressiva muito influenciada por esses artistas. O modus operandi do grupo fez com que Fisher compusesse toda a música, enquanto Staffell se concentrava nas letras. O seu primeiro álbum, intitulado “Nova Solis”, continha quatro canções e finaliza com a faixa título, uma crônica de um viajante galáctico lamentando a destruição da Terra. As vendas do álbum foram em grande parte decepcionantes.

A banda assinou um contrato de dois álbuns com a RCA e em 1973 embarcou na gravação de seu segundo álbum (que acabaria sendo o último), originalmente intitulado "Brown Out". O nome do álbum foi posteriormente para “The Sleeper Wakes”. Devido ao sentimento de que a música era muito complexa e de campo-esquerdo, a RCA optou por não lançar “The Sleeper Wakes”, que seria finalmente lançado nos EUA em 1976 pela “Passport Records”, que manteve o título original.

Na esteira desses problemas, o grupo se desfez e os membros seguiram caminhos separados. Staffell continuou a criar modelos para a série de TV infantil “Thomas The Tank Engine” e, mais recentemente, fundou a banda funk “aMIGO”, enquanto que Fisher continuou a se apresentar, primeiro (brevemente) com “Third Ear Band”, depois com a banda “Mott The Hoople” e mais tarde gravando como artista solo. Maurice Bacon passou a tocar bateria com John Otway e depois a gerenciar ele mesmo e outros artistas. Bob Sapsed foi morto em um acidente rodoviário em 1985.

A banda anterior de Staffell, “Smile”, substituiu-o por Freddie Mercury que alcançou um enorme sucesso global como Queen, que também apoiaria “Mott The Hoople” em suas primeiras turnês no Reino Unido em 1974. Fisher tocou teclados com Queen em sua turnê “Hot Space” de 1982.

"The Sleeper Wakes" foi lançado pela primeira vez (usando esse título) no Reino Unido em 1978 pela nova gravadora independente “Cherry Red Records“. Morgan Fisher produziu vários outros discos inovadores para essa gravadora, incluindo "Hybrid Kids", "Slow Music" e o clássico “cult” de 1980 "Miniatures" (uma coleção de 51 faixas de um minuto de uma variedade de artistas de ponta).

Ambos os álbuns da banda foram lançados em CD em 1999/2000 pela “Angel Air Records“ e também no Japão em gravadoras locais. "Nova Solis" foi reeditado novamente em CD em 2009 pela “Esoteric Recordings”, atestando o poder de permanência desta música aventureira. Texto: Wikipédia em inglês, tradução por: Francisco Eduardo. 

Integrantes.

Morgan Fisher (Teclados, Sintetizadores)
Tim Staffel (Vocais, Guitarra, Violão)
Bob Sapsed (Baixo)
Maurice Bacon (Bateria, Percussão)



Bitrate: 320Kbps.

Álbuns.

Nova Solis (1972)
01. Samarkhand The Golden (8:05)
02. Alone (5:17)
03. War Games (7:04)
04. Nova Solis (20:17)



The Sleeper Wakes (1973)
01. Fire In The Head (5:01)
02. The Sleeper Wakes (6:11)
03. The Right (9:37)
04. What Is - Is What (19:56)




Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.