'/> Muro do Classic Rock: Pacific Sound - Forget Your Dream (1972)
Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

15 de abril de 2020

Pacific Sound - Forget Your Dream (1972)

Maravilhosa e pesadíssima banda suíça, que fazia um som inspirado na costa oeste dos Estados Unidos.

Quatro amigos músicos, oriundos da cidade de Val-De-Travers, em Neuchâtel, onde se falava francês, Diego Lecci, Roger Page, Chris Meyer e Mark Treuthardt costumavam se apresentar numa casa chamada Ballroom, tocando covers de outras bandas.

Um amigo da banda, Yves Dubois, pedia para que parassem de tocar em bares e que começassem a escrever musicas próprias. Após certa insistência, decidiram seguir seu conselho e colocar em prática ideias próprias.

Yves acabou se tornando uma espécie de gerente, cuidando dos bastidores da banda. Por sugestão de Roger, a banda se chamaria Pacific Sound. Pouco depois, já estavam tocando suas próprias composições em sua região e nos arredores da França.

Yves então convida o produtor Jean-Pierre Louvin da Rare Records para um show. Impressionado com a banda, logo gravam um single, "The Drug Just Told Me" e "The Green Eyed Girl" no Stephan Sulke Studio em Biel. Após o sucesso, voltam ao mesmo estúdio e para gravar "Ballad To Jimi" e "Thick Fog", que seriam lançados em 1971 pela Splendid Records.

Incrível como uma banda dessa desaparece no tempo, como veremos a seguir. Os singles foram muito elogiados, a criatividade da banda principalmente. O segundo single ganhou o primeiro prêmio do Juri Europeu de Pop em 1971, em Cannes. Ainda foi lançado em 18 países em 8 selos diferentes, incluindo Decca, Phillips, CBS e RCA.

A banda ganhou muita popularidade. Choveram convites para shows e eventos. Excursionaram por toda Suíça. Nesse momento, o produtor sugere para que gravem um LP. Gravam 7 novas musicas, mais "Thick Fog", e lançam seu único álbum em 1972, pela Splendid Records.

E como pequenos detalhes mudam toda uma trajetória. Um álbum pesado, teclados passeando por todo disco, marcante trabalho do baixo. A critica e publico aprovaram o LP e uma turnê foi organizada por Bélgica, Holanda, Alemanha, França e Inglaterra.

Como não tinham equipamentos decentes para shows desse tamanho, o tecladista Roger Page pegou um empréstimo para comprar os equipamentos. Porém, o resto da banda desistiu, incluindo Yves. Talvez a possibilidade de alcançar o mainstream causou receio neles. Louvin sugeriu que Roger convidasse outros músicos, e foi o que ele fez.

Porém a química da banda não estava mais ali. Agora cheio de dividas, Roger usou o dinheiro que ganhou na turnê para paga-las. E este é o fim tragicômico de uma banda desse calibre, que não alcançou o auge do sucesso.

Em 91 a Splendid relançou o LP. Em 2001, a Long Hair lançou a versão em cd, limitada a 500 cópias contendo como bônus os outros singles da banda. Texto: Bandas Raras do Rock Anos 60 & 70.

 

Integrantes.  

Mark Treuthard (Baixo, Guitarra)
Chris Meyer (Vocais)
Diego Lecci (Bateria)
Roger Page (Órgão, Piano)
Stephan Sulke (Engenheiro)
J.P. Louvin (Produtor)

 
01. Forget Your Dream (2:27)
02. Erotic Blues (8:00)
03. Drive My Car (2:35)
04. Thick Fog (2:33)
05. Gyli Gyli (2:27)
06. Ceremony For A Dead (5:21)
07. If Your Soul Is Uncultivated (3:38)
08. Gates Of Hell (5:45)
Bonus Tracks.
09. The Drug Just Told Me (2:51)
10. The Green Eyed Girl (2:43)
11. Ballad To Jimi (1:55)


(320Kbps)




Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.

2 comentários :

  1. Li algumas críticas ferrenhas sobre esta banda, as quais eu discordo permanentemente. Q bom q ñ sou nenhum crítico musical ( digo: ñ entendo de música, só deixo ela habitar em mim. Eu procuro sentir a música e ver o q ela faz comigo, isso é maravilhoso!) Long live Rock 'n' Roll e vida longa ao Muro do Classic Rock!

    ResponderExcluir
  2. O Muro do Classic Rock é show de Rock 'n' Roll!!!

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.