'/> Muro do Classic Rock: Evanescence - Discografia.
Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

19 de junho de 2021

Evanescence - Discografia.

Evanescence é uma banda americana de rock, formada em 1995 na cidade de Little Rock, pela vocalista e pianista Amy Lee, e o guitarrista Ben Moody. Atualmente o grupo possui cinco integrantes, mas Moody não está mais envolvido.

Evanescence era popular na região de Little Rock, consolidando-se na cena musical da cidade no final da década de 1990 com os EPs: Evanescence (1998) e Sound Asleep (1999), além do álbum demo Origin, lançado em 2000. Porém foi apenas com o disco de 2003, Fallen, que a banda ganhou reconhecimento internacional e vendeu mais de 17 milhões de cópias em todo o mundo, recebendo sete vezes disco de platina pela RIAA nos Estados Unidos. O single "Bring Me to Life" permaneceu por semanas no topo das paradas musicais, tornando-se o maior sucesso da banda até então. Tamanho triunfo permitiu ao grupo realizar diversas turnês ao redor do mundo nos anos posteriores, e gerou o lançamento do álbum ao vivo Anywhere but Home em 2004.

Em 22 de outubro de 2003, durante uma turnê europeia, Ben deixou a banda alegando "diferenças criativas" com os outros membros, sendo substituído interinamente por Terry Balsamo, que foi efetivado como membro oficial pouco depois, contribuindo com o Evanescence a partir do álbum The Open Door (2006). O disco estreou em primeiro lugar na Billboard 200, e vendeu cerca de 6 milhões de cópias em todo o mundo, além de gerar o single "Call Me When You're Sober" que figurou em boas posições das paradas musicais.

Após o fim da turnê The Open Door Tour, a banda entrou em um período de hiato que durou até o lançamento do single "What You Want" em agosto de 2011, seguido do álbum auto-intitulado, Evanescence, em outubro do mesmo ano. O disco assim como seu antecessor, debutou no primeiro lugar da revista Billboard, recebendo certificação de ouro na Austrália e no Canadá. Para a promoção do álbum, a banda excursionou com a Evanescence Tour que durou até novembro de 2012, com 131 concertos realizados.

Estima-se que o Evanescence tenha vendido cerca de 25 milhões de cópias de CDs e DVDs ao redor do mundo.

História.

Formação e primeiros anos (1995-2000).


Em meados de 1995, a vocalista e pianista Amy Lee e o guitarrista Ben Moody se conheceram num acampamento de verão promovido por uma igreja de Little Rock, Arkansas. Após Ben ouvir a talentosa Amy tocar a canção "I'd Do Anything for Love (But I Won't Do That)" do músico americano Meat Loaf no piano, ambos descobriram que tinham o mesmo interesse musical decidindo formar um pequeno projeto musical, que passou por diversos nomes como Childish Intentions e Stricken, trocado por Evanescence posteriormente, que significa "desaparecimento" em latim. Eles compuseram e gravaram algumas demos em 1996, e chamaram alguns colegas como Will Boyd e Rocky Gray para participar de um EP auto-intitulado que foi lançado mais tarde em dezembro de 1998.

No ano seguinte, a dupla começou a realizar algumas apresentações ao redor da cidade e suas canções começaram a ser tocadas em rádios locais. Eles também lançaram o EP Sound Asleep em agosto de 1999, contratando o tecladista e multi-instrumentista David Hodges em seguida. No ano de 2000, a banda dispunha de um orçamento maior para gravações e então o disco Origin foi produzido e liberado pela gravadora Bigwig Enterpresis em 4 de novembro de 2000, após uma apresentação especial do grupo em Little Rock; e a faixa "Whisper" também foi lançada como single promocional para as rádios.

Fallen e sucesso mundial (2001-2004).

Durante as sessões de gravação de Origin no Ardent Studios em Memphis, Tennessee, a banda havia conhecido o produtor Peter Matthews que ficou impressionado com o talento do grupo, e enviou algumas demos para sua amiga e dona da gravadora nova-iorquina Wind-up Records, Diana Meltzer, que se interessou pela banda após ouvir a canção "My Immortal", dizendo que os mesmos eram "um sucesso potencial". A equipe da gravadora afirmou que embora possuíssem talento, precisariam ser desenvolvidos, dando tempo e oportunidade necessária para produzirem um som avançado. Após assinarem com a Wind-up em janeiro de 2001, a banda se mudou para Los Angeles, Califórnia e recebeu um apartamento para ensaios, com a vocalista Amy Lee tendo aulas de canto, performance e movimento. As gravações do primeiro álbum começaram em agosto de 2002, e a banda contratou uma série de músicos e um coral chamado The Millennium Choir para participar do registro, com supervisão e produção de Dave Fortman.

Em dezembro de 2002, após o fim das gravações, o tecladista David Hodges saiu da banda em consenso com os outros membros; e os músicos John LeCompt, Will Boyd e Rocky Gray foram convidados para tocar durante toda a turnê que estava agendada. Com isso, o álbum Fallen foi oficialmente lançado em 4 de março de 2003, ficando na terceira posição da Billboard 200, com mais de 17 milhões de cópias comercializadas posteriormente. O single "Bring Me to Life" com participação do cantor Paul McCoy tornou-se um sucesso mundial e ganhou em uma categoria do Grammy 2004.

Após uma série de apresentações na Europa, Reino Unido e Escandinávia, o guitarrista e cofundador Ben Moody deixou a banda em 22 de outubro de 2003 alegando "diferenças criativas" com os outros membros. Ele foi substituído interinamente por Terry Balsamo das bandas Cold e Limp Bizkit, que foi efetivado como membro oficial no início de 2004. Meses depois, a vocalista Amy disse que a saída de Ben foi um alívio devido às tensões que ele criava dentro da banda, em contrapartida, o guitarrista disse que ele saiu para que o grupo pudesse continuar, e que seu desejo inicial era que Amy deixasse a banda, numa carta publicada por ele mesmo em 25 de agosto de 2010 num fórum de fãs da Internet.

De qualquer maneira, a banda continuou a turnê com shows na Oceania, Japão e festivais da Europa, encerrando a Fallen Tour em 14 de agosto de 2004 na Alltel Arena em Little Rock, cidade natal da banda. Ainda naquele ano, foi lançado o DVD ao vivo Anywhere but Home no mês de novembro, contendo uma apresentação gravada em Paris na França, além de um documentário sobre os bastidores da turnê mundial.

The Open Door e saída de integrantes (2005-2009).

Após a extensa turnê de Fallen, a banda iniciou uma pausa em 2005, retornando aos estúdios em setembro do mesmo ano. Terry passou a contribuir diretamente nas composições junto com Amy, porém as gravações progrediram lentamente devido aos projetos paralelos dos outros integrantes, a perda do empresário, e um acidente vascular cerebral sofrido por Balsamo em novembro de 2005. Contudo, as gravações foram finalizadas em março de 2006, e o disco conteve a participação de uma orquestra e a produção de Dave Fortman novamente.

Pouco depois, em julho, o baixista Will Boyd anunciou sua saída da banda, pois não poderia participar de outra extensa turnê, além de querer mais tempo com sua família; ele foi substituído por Tim McCord do The Revolution Smile, e o álbum The Open Door foi finalmente lançado em 25 de setembro de 2006, debutando na primeira posição da Billboard 200 e vendendo mais de seis milhões de cópias posteriormente.

O disco gerou o single "Call Me When You're Sober" que se tornou um enorme sucesso e alcançou a décima posição das paradas americanas, com a banda também gravando videoclipes de alto custo para todas as faixas de trabalho. Para promover o álbum, o grupo excursionou com a massiva turnê The Open Door Tour que passou por todos os continentes com mais de 100 apresentações bem sucedidas ao redor do mundo, encerrando em 8 de dezembro de 2007.

Após dois concertos na África, o guitarrista John LeCompt foi demitido da banda em 4 de maio de 2007, e o baterista Rocky Gray decidiu deixar o grupo em seguida. A gravadora Wind-up Records emitiu um comunicado anunciando a substituição dos músicos por Troy McLawhorn e Will Hunt da banda Dark New Day, respectivamente. Após a divulgação das notícias, Amy veio à publico para esclarecer os fatos.

(...) John e Rocky estiveram na banda durante quatro anos e passamos bons momentos tocando juntos, mas eles estavam prontos para partir e nos separamos. O Evanescence é algo que tenho amado e alimentado desde meus quatorze anos, e continuarei a proteger e lutar pela banda sempre que for necessário. Terry, Tim e eu estamos bastante ansiosos para tocar ao vivo com novos músicos e iremos detonar (...).
— Amy Lee sobre a saída de integrantes.

Após todos os acontecimentos, a banda foi nomeada em uma categoria do Grammy 2008 pelo single "Sweet Sacrifice", porém não venceram o prêmio. No ano seguinte, todos os membros focaram-se em seus projetos paralelos e se reuniram para duas apresentações em Nova York e São Paulo em novembro de 2009 com o guitarrista convidado James Black.

Evanescence, turnê e hiato (2010-2014).

A banda retornou aos estúdios em fevereiro de 2010 para a gravação de um novo álbum, com influências de Massive Attack e Portishead, que seria produzido por Steve Lillywhite e contaria com a composição de Will "Science" Hunt em algumas canções, porém a banda voltou atrás em abril do mesmo ano e Lee disse que Steve não era a pessoa certa, sendo anunciada a sua substituição pelo produtor Nick Raskulinecz. Ela também afirmou que a gravadora estava incerta sobre um novo disco, contudo, a banda voltou aos estúdios com Nick em abril de 2011 para terminar o álbum. As gravações iniciais feitas com Lillywhite no ano anterior foram descartadas pela gravadora, o que impulsou Lee a compor o que ela considera o álbum mais pesado da banda. Apenas três músicas do projeto original foram usadas no trabalho final. O single "What You Want" foi lançado para promover o disco e alcançou boas posições em paradas inglesas, americanas e brasileiras, e o álbum autointitulado Evanescence foi finalmente liberado em 7 de outubro de 2011, e assim como seu antecessor The Open Door, debutou na primeira posição da Billboard 200, principal parada musical dos Estados Unidos.

Como de costume, a banda embarcou em mais uma turnê mundial, que teve início em 17 de agosto de 2011 na cidade de Nashville,seguido por uma apresentação no festival brasileiro Rock in Rio para cem mil pessoas, maior público do grupo até então. Eles também foram convidados para se apresentar no Prêmio Nobel da Paz, realizado em 11 de dezembro de 2011 em Oslo, Noruega — o evento foi transmitido para mais de 130 países através da televisão e Internet. A turnê foi continuada no ano seguinte ao lado de bandas como The Used, Chevelle e Halestorm, passando por todos os continentes, com destaque no sudeste asiático e Oriente Médio — a turnê foi encerrada com uma apresentação especial na Wembley Arena em Londres, Inglaterra em 9 de novembro de 2012.

Mais tarde em 2013, a banda continuou os compromissos com o álbum, lançando um videoclipe para o single "Lost in Paradise" e uma edição especial de Fallen, disco de estreia que completara dez anos. Em outubro do mesmo ano, a gravadora Wind-up vendeu uma parte de seu catálogo de artistas para a Bicycle Music Company, incluindo a banda, que será gerenciada pela companhia

Retorno e Synthesis (2015-2018).

Em 27 de abril de 2015 foi anunciado que a banda irá se apresentar no festival Ozzfest, no Japão, em 21 de novembro do mesmo ano, como segundo ato principal, fazendo desta a primeira apresentação da banda desde seu hiato. No começo de Agosto, a banda anunciou em um comunicado que o guitarrista Terry Balsamo estava deixando o grupo. No seu lugar, a alemã Jen Majura foi confirmada.

Em setembro de 2016, a banda anunciou o lançamento do box set de vinil intitulado The Ultimate Collection que inclui todos os álbuns lançados (incluindo o Origin), uma nova versão de "Even in Death" e a versão de estúdio da intro "Lost Whispers". Em uma entrevista com o Loudwire, Lee declarou que "existe Evanescence no futuro".

Em 18 de fevereiro de 2017, o álbum de compilação Lost Whispers foi disponibilizado on-line no Spotify, iTunes e Anghami.

Em uma postagem no Facebook da banda, Amy anunciou o quarto álbum, intitulado Synthesis. Segundo ela, o álbum é uma peça orquestral que contém instrumentos como metais e outros elementos orquestrais. Ela também revelou que David Campbell, que trabalhou em todos os álbuns anteriores da banda, voltaria a compor para o novo projeto. Ela disse que o álbum é sobre "orquestra e música eletrônica", e que a banda selecionou músicas de seus álbuns anteriores e removeu as guitarras e baterias de rock, reconstruindo-as em um arranjo clássico que lembra uma trilha sonora. O álbum contém duas músicas inéditas, "Imperfection" e "Hi-Lo" com a participação de Lindsey Stirling, e foi lançado em 10 de novembro de 2017.

The Bitter Truth e Worlds Collide Tour (2019-atualmente).

A banda planeja lançar um novo álbum em 2020. Em 17 de setembro, anunciou que estaria em turnê de 12 datas em abril de 2020 com a banda de metal sinfônico Within Temptation. A turnê se chama Worlds Collide. Contudo, ela foi adiada para 2021 devido à pandemia da COVID-19. Ainda em setembro, a Xbox lançou um trailer para o videogame Gears 5 que continha um cover de "The Chain" do Fleetwood Mac, com vocais de Amy Lee. A versão completa da música foi lançada em 22 de novembro de 2019.

Entre janeiro e fevereiro de 2020, a banda esteve em estúdio para gravar as quatro primeiras músicas do álbum com o produtor Nick Raskulinecz. A banda planejava trabalhar com diferentes produtores cada vez que entrasse em estúdio para garantir um som variado, mas essa ideia foi deixada de lado devido à pandemia.

Em 24 de Abril de 2020, a banda lançou o videoclipe do single "Wasted On You", que fará parte do novo álbum intitulado The Bitter Truth, com previsão de lançamento em 2020. O segundo single, "The Game Is Over", foi lançado em 1 de julho. O terceiro single, "Use My Voice", foi lançado em 14 de agosto.

Em 9 de setembro, Amy revelou à Kerrangǃ que o álbum estava próximo da finalização, com "70̩%" pronto, porém não deu uma data de lançamento, pois ainda estava compondo. A ideia por trás do lançamento é lançar uma música de cada vez conforme o álbum é criado e gravado e fazer com que cada música tenha seu momento.

Em 4 de dezembro, foi anunciado que o álbum será lançado em 26 de março de 2021 e contará com 12 faixas. No mesmo dia foi lançado do single "Yeah Right", música originalmente composta para Evanescence, mas descartada pela então gravadora junto com o material gravado em 2010.

Em outras mídias.

A vocalista Amy Lee afirmou que escreveu uma canção para o filme The Chronicles of Narnia: The Lion, the Witch and the Wardrobe (2005), porém foi rejeitada por ser obscura demais. Ela passou a afirmar que foi apenas para um "material maior [The Open Door]". Outra canção supostamente escrita para o longa-metragem foi "Lacrymosa", inspirada em Mozart. No entanto, os produtores de Narnia refutaram a alegação, afirmando que esta informação era "novidade para eles" e que nenhuma canção da banda havia sido planejada para ser inclusa na trilha sonora.

Em 2010, a banda lançou "Together Again" para download digital, a canção foi originalmente escrita para o disco The Open Door e também para o filme Nárnia, sendo rejeitada posteriormente. O single foi lançado como um benefício à Fundação das Nações Unidas para seus esforços de recuperação do terremoto no Haiti.

Estilo musical.

Nós definitivamente somos uma banda de rock, mas o que diferencia isso é que as músicas da banda são épicas, dramáticas e obscuras. Evanescence

— Amy Lee sobre o estilo musical do Evanescence em 2003.

Algumas publicações como o The New York Times, Rough Guides, Rolling Stone, Blender e The Metal Observer classificam o estilo musical da banda como metal gótico, embora outras fontes como NME, MusicMight, IGN e Popmatters à denominam como rock gótico. Eles foram comparados com diversas bandas de diferentes gêneros, tais como o nu metal de conjuntos como P.O.D. e Linkin Park, metal gótico como Lacuna Coil, e metal sinfônico de grupos como Nightwish e Within Temptation. Outros gêneros e influências utilizados para descrever o som da banda incluem metal alternativo, hard rock, e post-grunge.

O álbum de estreia da banda, Fallen (2003), foi ligeiramente diferente dos trabalhos anteriores, motivo que levou muitos fãs a afirmarem que seu estilo mudou muito — o som passou a ser dinâmico e rápido, com tal disco sendo classificado como comercial. Foi exatamente nessa fase que a banda recebeu o rótulo de nu metal, e também por ter adquirido influências de outros grupos como Korn, pertencente a esse gênero. Mais do que definir Fallen e The Open Door, o Evanescence também faz misturas de música eletrônica em seu som, utilizando sintetizadores e programadores, que podem ser ouvidos em várias músicas, principalmente em "Anything for You", "Haunted", "Tourniquet", "Going Under" e "Snow White Queen".

Inicialmente promovidos em lojas cristãs e por terem suas músicas vendidas em lojas de música do gênero, a banda deixou claro que não queriam ser considerados parte do estilo rock cristão. Quando perguntada pela Billboard em 2006 se o Evanescence foi uma banda cristã, Amy Lee respondeu que tudo isso fazia parte do passado. Texto: Wikipédia. Site Oficial.

Integrantes.

Atuais.

Amy Lee (Vocais Principais, Teclados, Harpa, desde 1995)
Troy Mclawhorn (Guitarras, Backing Vocals, desde 2011, Turnês 2007-2011)
Jen Majura (Guitarras, Backing Vocals, Theremin, desde 2015)
Tim Mccord (Baixo, desde 2006)
Will Hunt (Bateria, desde 2010, Turnês 2007-2010)

Ex - Integrantes.

Ben Moody (Guitarras, Baixo, Bateria, 1995-2003)
David Hodges (Teclados, Bateria, Backing Vocals, 1999-2002)
Will Boyd (Baixo, 2003-2006, Turnê, 2002-2003)
Rocky Gray (Bateria, 2003-2007, Turnês 2002-2003)
John Lecompt (Guitarras, Backing Vocals, 2003-2007, Turnês 2002-2003)
Terry Balsamo (Guitarras, 2003-2015)



Origin (2000)
01. Origin (00:35)
02. Whisper (03:57)
03. Imaginary (03:32)
04. My Immortal (04:26)
05. Where Will You Go (03:48)
06. Field Of Innocence (05:13)
07. Even In Death (04:09)
08. Anywhere (06:03)
09. Lies (03:50)
10. Away From Me (03:31)
11. Eternal (07:22)

Zippyshare.

Uloz.to.

Fallen (2003)
01. Going Under (03:35)
02. Bring Me To Life (03:56)
03. Everybody's Fool (03:17)
04. My Immortal (04:23)
05. Haunted (03:07)
06. Tourniquet (04:38)
07. Imaginary (04:17)
08. Taking Over Me (03:49)
09. Hello (03:41)
10. My Last Breath (04:07)
11. Whisper (05:28)
12. Farther Away (Japan Bonus Track) (03:58)

Zippyshare.

Uloz.to.

Anywhere But Home (Live 2004)
01. Haunted (04:04)
02. Going Under (03:57)
03. Taking Over Me (03:57)
04. Everybodys's Fool (03:40)
05. Thoughtless (04:37)
06. My Last Breath (03:53)
07. Father Away (05:02)
08. Breathe No More (03:33)
09. My Immortal (04:38)
10. Bring Me To Life (04:43)
11. Tourniquet (04:17)
12. Imaginary (05:25)
13. Whisper (05:45)
14. Missing (Studio Version) (04:16)

Zippyshare.

Uloz.to.

The Open Door (2006)
01. Sweet Sacrifice (03:05)
02. Call Me When You're Sober (03:34)
03. Weight Of The World (03:37)
04. Lithium (03:44)
05. Cloud Nine (04:22)
06. Snow White Queen (04:21)
07. Lacrymosa (03:37)
08. Like You (04:18)
09. Lose Control (04:49)
10. The Only One (04:40)
11. Your Star (04:43)
12. All That I`m Living For (03:48)
13. Good Enough (05:33)
14. Call Me When You're Sober (Acoustic Version-Bonus Track) (03:39)

Zippyshare.

Uloz.to.

Evanescence (2011)
01. What You Want (03:41)
02. Made Of Stone (03:33)
03. The Change (03:42)
04. My Heart Is Broken (04:29)
05. The Other Side (04:05)
06. Erase This (03:55)
07. Lost In Paradise (04:42)
08. Sick (03:30)
09. End Of The Dream (03:49)
10. Oceans (03:38)
11. Never Go Back (04:27)
12. Swimming Home (03:44)
Bonus Tracks.
13. New Way To Bleed (03:46)
14. Say You Will (03:43)
15. Disappear (03:07)
16. Secret Door (03:53)
17. The Last Song I'm Wasting On You (04:07)

Zippyshare.

Uloz.to.

Synthesis (2017)
01. Overture (00:58)
02. Never Go Back (04:51)
03. Hi-Lo (05:07)
04. My Heart Is Broken (04:33)
05. Lacrymosa (03:43)
06. The End Of The Dream (04:55)
07. Bring Me To Life (Synthesis) (04:18)
08. Unraveling (Interlude) (01:41)
09. Imaginary (04:04)
10. Secret Door (03:48)
11. Lithium (04:05)
12. Lost In Paradise (04:44)
13. Your Star (04:38)
14. My Immortal (04:25)
15. The In-Between (Piano Solo) (02:12)
16. Imperfection (New Song) (04:24)

Zippyshare.

Uloz.to.

Lost Whispers (Coletânea 2017)
01. Lost Whispers (Intro) (00:58)
02. Even In Death (2016 Version) (04:21)
03. Missing (04:15)
04. Farther Away (03:59)
05. Breathe No More (B-Side Version) (03:48)
06. If You Don't Mind (02:57)
07. Together Again (03:18)
08. The Last Song I'm Wasting On You (04:07)
09. A New Way To Bleed (03:45)
10. Say You Will (03:42)
11. Disappear (03:06)
12. Secret Door (03:54)

Zippyshare.

Uloz.to.

Synthesis Live (2018)
01. Intro (00:15)
02. Overture-Never Go Back (06:18)
03. Lacrymosa (03:42)
04. End Of The Dream (05:03)
05. My Heart Is Broken (04:50)
06. Lithium (04:14)
07. Bring Me To Life (04:29)
08. Unravelling (Interlude) - Imaginary (05:49)
09. Secret Door (04:15)
10. Hi-Lo (05:02)
11. Lost In Paradise (04:46)
12. Your Star (05:05)
13. My Immortal (04:41)
14. The Inbetween (Piano Solo) - Imperfection (06:48)
15. Speak To Me (06:33)
16. Good Enough (05:38)
17. Swimming Home (04:48)
18. Outro (01:04)

Zippyshare.

Uloz.to.

The Bitter Truth (2021)
CD 1.


01. Artifact/The Turn (02:27)
02. Broken Pieces Shine (03:50)
03. The Game Is Over (04:22)
04. Yeah Right (03:29)
05. Feeding The Dark (04:14)
06. Wasted On You (04:24)
07. Better Without You (04:05)
08. Use My Voice (04:01)
09. Take Cover (03:15)
10. Far From Heaven (04:57)
11. Part Of Me (04:00)
12. Blind Belief (04:14)

CD 2.

01. Wasted On You (Live Studio Session) (04:25)
02. The Game Is Over (Live Studio Session) (04:23)
03. The Only One (Live Studio Session) (04:33)
04. Sick (Live Studio Session) (03:30)
05. Going Under (Live Studio Session) (03:39)
06. Use My Voice (Live Studio Session) (04:01)
07. Bring Me To Life (Live Studio Session) (03:30)
08. Lost In Paradise (Live Studio Session) (05:05)
09. Glory Box (Live Studio Session) (03:57)
10. Across The Universe (03:42)

Zippyshare.

Uloz.to.

Singles & EP’S.

Links no final da página.


Evanescence (EP 1998)
01. Where Will You Go? (EP Version) (03:55)
02. Solitude (05:46)
03. Imaginary (EP Version) (04:01)
04. Exodus (03:05)
05. So Close (04:31)
06. Understanding (07:23)
07. The End (02:00)

Sound Asleep (EP 1999)
01. Give Unto Me (Instrumental) (01:59)
02. Whisper (04:00)
03. Understanding (Sound Asleep Version) (04:51)
04. Forgive Me (03:01)
05. Understanding (Evanescence EP Version) (07:21)
06. Ascension Of The Spirit (Hidden Track) (11:48)

Bring Me To Life (Single 2003)
01. Bring Me To Life (Album Version) (03:57)
02. Bring Me to Life (Bliss Mix) (03:59)
03. Farther Away (Album Version) (04:00)
04. Missing (Album Version) (04:16)

Going Under (Single 2003)
01. Going Under (Album Version) (03:37)
02. Going Under (Live Acoustic Version) (03:16)
03. Heart Shaped Box (Live Acoustic Version) (02:50)

My Immortal (Single 2003)
01. My Immortal (Band Version) (04:35)
02. My Immortal (Album Version) (04:24)
03. Haunted (Live From Sessions@AOL) (03:10)
04. My Immortal (Live From Cologne) (04:15)

Mystary (EP 2003)
01. My Last Breath (04:09)
02. My Immortal (Mystary Version) (04:41)
03. Farther Away (04:02)
04. Everybody's Fool (03:17)
05. Imaginary (Mystary Version) (04:17)

Everybody's Fool (Single 2004)
01. Everybody's Fool (03:15)
02. Taking Over Me (Live From Cologne) (04:06)
03. Whisper (Live From Cologne) (05:25)
04. Everybody's Fool (Instrumental Version) (03:15)

Call Me When You're Sober (Single 2006)
01. Call Me When You're Sober (Album Version) (03:36)
02. Call Me When You're Sober (Acoustic Version) (03:39)

Lithium (Single 2007)
01. Lithium (03:48)
02. The Last Song I'm Wasting On You (04:09)
03. All That I'm Living For (Live Acoustic Version) (04:31)

Sweet Sacrifice (Single 2007)
01. Sweet Sacrifice (Album Version) (03:05)
02. Weight Of The World (Live From Tokio) (03:44)
03. Sweet Sacrifice (Radio Version) (03:03)

Together Again (Single 2010)
01. Together Again (03:18)

My Heart Is Broken (Single 2011)
01 My Heart Is Broken (04:30)
02 My Heart Is Broken (Rock Mix) (04:29)
03 My Heart Is Broken (Pop Mix) (04:03)

What You Want (Single 2011)
01. What You Want (03:40)
02. What You Want (Elder Jespon Remix) (03:18)

Lost In Paradise (Single 2012)
01 Lost In Paradise (04:43)
02 Lost In Paradise (Live) (05:01)
03 My Immortal (Live) (04:26)

Bring Me To Life: Synthesis (Single 2017)
01. Bring Me To Life (Synthesis) (04:18)
02. Bring Me To Life (Synthesis) (Instrumental Version) (04:18)

Evanescence Feat. Lindsey Stirling - Hi-Lo (Single 2018)
01. Hi-Lo (Radio Edit) (04:16)

Zippyshare.

Uloz.to.
 

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.

Um comentário :

  1. Eu não posso acreditar nisso ! Ninguém opinou ou agradeceu !
    Para tal grupo !?
    Muito obrigado Alex !

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.