'/> Muro do Classic Rock: Sui Generis - Collection.
Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

31 de maio de 2021

Sui Generis - Collection.

Sui Generis foi uma das bandas de rock mais influentes da história argentina, desfrutando de enorme sucesso e popularidade durante a primeira metade dos anos 1970 e com seguidores que perduram até os dias de hoje em toda a América do Sul. O Sui Generis se desfez em 5 de setembro de 1975 e, apesar dos shows que aconteceram em 1980 e 2001, uma reforma permanente foi descartada.

O Sui Generis foi formado em 1969 a partir da fusão de duas bandas: To Walk Spanish, originalmente liderada por Charly García e The Century Indignation, originalmente liderada por Nito Mestre. Os membros da banda recém-formada eram Charly (piano), Nito (flauta), Alberto Rodríguez (bateria), Alejandro Correa (baixo) (posteriormente substituído por Rolando Fortich), Juan Carlos Bellia (guitarra) e Carlos Piégari (guitarra e voz).

No início de sua vida, Sui Generis experimentou música psicodélica, mas acabaria refinando e mudando seu som que passou a ser classificado como folk-rock. Infelizmente, na primeira grande apresentação de Sui Generis, nenhum dos membros, exceto Charly e Nito, apareceu. Apesar do fraco desempenho, seguiram em frente com o show, García tocando piano, com Nito acompanhando na flauta. Surpreendentemente, o público aplaudiu. As canções simples da adolescência de García continham elementos poéticos substanciais que transpareciam na instrumentação limitada. Depois disso, eles decidiram continuar em dueto com Charly compondo canções e tocando piano, Nito tocando flauta e tanto na voz quanto no violão.

Logo depois que a banda começou a ganhar fama, García, então com 20 anos, teve que se afastar para cumprir o serviço militar obrigatório. Insatisfeito com isso, ele armou confusões extremas, como, segundo relatos, levar um cadáver em uma cadeira de rodas para uma caminhada ao sol porque "ele estava muito pálido". Por fim, García engoliu uma grande dose de anfetaminas e fingiu um ataque cardíaco, em uma aparente tentativa de interromper o serviço militar. Foi hospitalizado e foi lá que compôs duas das canções mais conhecidas da banda: "Botas Locas" ("Crazy boots"), censurada no primeiro lançamento, e "Canción para mi muerte" ("Canção para a minha morte"). Finalmente, Garcia foi dispensado do serviço militar devido a "problemas de saúde mental".

Em 1972, Sui Generis lançou seu primeiro LP, Vida (Life), que se popularizou instantaneamente, principalmente entre os adolescentes argentinos. “Confesiones de Invierno (Winter Confessions)”, seu segundo LP, foi lançado em 1973. Este álbum teve maiores valores de produção e melhor equipamento de estúdio e foi um grande sucesso comercial.

1974 foi um ponto de mudança para Sui Generis: Charly estava farto do som de "piano e flauta" e decidiu que Sui Generis precisava de uma mudança. Perseguiu um som de rock mais tradicional, com baixo e bateria, para o que recrutou Rinaldo Rafanelli e Juan Rodríguez respectivamente. O novo álbum foi originalmente intitulado “Instituciones (Instituições)”, mas o produtor da banda sugeriu que mudassem o nome para “Pequeñas Anécdotas sobre las Instituciones (Pequenas anedotas sobre as instituições)”, refletindo a natureza instável das instituições sociais e políticas argentinas da época.

O conceito inicial de Charly era escrever uma música para cada instituição tradicional influente: a Igreja Católica, o governo, a família, o sistema judicial, a polícia, o Exército e assim por diante. No entanto, duas canções, "Juan Represión" ("John Repression") sobre a polícia e ditadores militares (uma referência específica ao ditador Juan Carlos Onganía), e "Botas Locas" ("Crazy Boots") sobre o exército, foram eliminadas do álbum da gravadora, com medo da crescente violência política da época. Duas outras tiveram que ser parcialmente alteradas, "Las increíbles aventuras del Señor Tijeras" ("As incríveis aventuras do Sr. Tesoura"), uma canção sobre o responsável pela censura cinematográfica da época e "¿Para quién canto yo entonces ? " ("Para quem canto então?"), tanto sobre a censura em si, enquanto "Música de Fondo para Cualquier Fiesta Animada", sobre o sistema judiciário, teve de ser totalmente reescrita.

Embora Charly tenha conseguido um som diferente e mais maduro com as Instituciones, o público rejeitou a mudança. Eles preferiram o som folk-rock antigo, e o álbum vendeu mal.

Nestes anos, Charly conheceu María Rosa Yorio, que mais tarde deu à luz seu único filho, Miguel García. Miguel lançou um álbum solo em dezembro de 2005 como Migue García.

García continuou compondo canções e durante 1975 preparou o álbum Ha sido (Has been) de Sui Generis. O nome é um trocadilho com ácido (ácido), uma referência ao LSD. Mais tarde, Charly diria que o LP definitivamente fazia referência ao LSD, porque as canções falavam sobre ir ao mar e olhar os peixes coloridos - isto é, uma viagem de ácido.

Em 1975, os membros do Sui Generis começaram a ter conflitos. "Nito" Mestre não gostou muito do novo estilo e projeto, os novos membros não foram aceitos pelo público, e Charly estava cansado do velho estilo do Sui Generis, que os fãs e produtores queriam. O LP “Ha sido” nunca foi gravado, mas algumas músicas foram incluídas no álbum ao vivo de despedida da banda, como "Bubulina" e "Eiti Leda".

Finalmente, em 5 de setembro de 1975, Sui Generis deu seu último adeus no Luna Park Stadium, com dois shows para 20.000 pessoas, o maior da história do rock argentino na época. Muitos anos depois, Charly disse que antes do show ele passeava ao redor do estádio, intimidado pela multidão. Ele alegou ter fumado 24 baseados para acalmar seus nervos. “Nos anos 70, a erva era como uma coisa religiosa”, comentou mais tarde. Nesse ano foi lançado um LP duplo, gravando os shows ao vivo: “Adiós Sui Generis (Adeus Sui Generis)”.

Em 1976, Sui Generis gravou um LP com os músicos argentinos León Gieco e Raúl Porchetto (cuja música lembrava a de Gieco em uma versão pop mais suave) também com María Rosa Yorio. O LP foi chamado de” Porsuigieco” (uma mistura dos nomes Raúl Porchetto, Sui Generis, León Gieco). Texto: Wikipédia, tradução por: Francisco Pimentel.
Vida (1972)
01. Canción Para Mi Muerte
02. Necesito
03. Dime Quién Me Lo Robó
04. Estación
05. Tomá Dos Blues
06. Natalio Ruiz
07. Mariel Y El Capitán
08. Amigo, Vuelve A Casa Pronto
09. Quizás, Porque
10. Cuando Comenzamos A Nacer
11. Posludio

Zippyshare.

Uloz.to.

Confesiones de Invierno (1973)
01. Cuando Ya Me Empiece A Quedar Solo
02. Bienvenidos Al Tren
03. Un Hada, Un Cisne
04. Confesiones De Invierno
05. Rasguña Las Piedras
06. Lunes Otra Vez
07. Aprendizaje
08. Mr. Jones, O Pequeña Semblanza De Una Familia Tipo Americana
09. Tribulaciones, Lamento Y Ocaso De Un Tonto Rey Imaginario, O No
10. Alto En La Torre (Bonus Track)

Zippyshare.

Uloz.to.

Pequeñas Anécdotas Sobre Las Instituciones (1974)
01. Instituciones
02. Tango En Segunda
03. El Show De Los Muertos
04. Las Increíbles Aventuras Del Señor Tijeras
05. Pequeñas Delicias De La Vida Conyugal
06. El Tuerto Y Los Ciegos
07. Música De Fondo Para Cualquier Fiesta Animada
08. Tema De Natalio
09. Para Quien Canto Yo Entonces
Bonus Tracks.
10. Juan Represión
11. Botas Locas

Zippyshare.

Uloz.to.

Sinfonias Para Adolescentes (2000)
01. El Día Que Apagaron La Luz
02. Take Me For A Little While
03. Can We Still Be Friends
04. Afuera De La Ciudad
05. Her Town Too
06. Cuando Te Vayas
07. No Es El Fin
08. Todos Van A News Café
09. Mercy, Mercy
10. Here Without You
11. Set You Free This Time
12. The Child And I
13. Espejos
14. Monoblock
15. Me Tiré Por Vos
16. Noveno B
17. Juán Represión
18. Digo De Vos
19. Be My Babe
 
Zippyshare.

Uloz.to.

Adios Sui Generis, Live 1975-1976 (2003)
CD 1.


01. Instituciones
02. La Fuga Del Paralítico
03. Natalio Ruiz, El Hombrecito Del Sombrero Gris
04. Confesiones De Invierno
05. Canción Para Mi Muerte
06. La Niña Juega En El Gran Jardín
07. Zapando Con La Gente
08. Aprendizaje

CD 2.

01. Un Hada, Un Cisne
02. Pequeñas Delicias De La Vida Conyugal
03. Tango En Segunda
04. Rasguña Las Piedras
05. Blues Del Levante

CD 3.

01. Cuando Ya Me Empiece A Quedar Solo
02. Nena
03. Bubulina
04. Fabricante De Mentiras
05. El Fantasma De Canterville
06. Para Quién Canto Yo Entonces

Zippyshare.

Uloz.to.
 

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.

2 comentários :

  1. Une découverte ! Merci beaucoup Alex !

    ResponderExcluir
  2. Como argentino asiduo visitante de este EXCELENTE-ESTUPENDO - blog, molto obrigado por incluir a SUI GENERIS

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.